Revista MBigucci News - Junho 2016 - Ed. 74

 

Embed or link this publication

Description

Publicação institucional da construtora MBigucci - Junho de 2016. Ed. 74

Popular Pages


p. 1

Inauguração do Edifício Marco Zero Prime

[close]

p. 2

2 MBIGUCCI NEWS – Construindo o melhor conteúdo

[close]

p. 3

PALAVRA DO PRESIDENTE Menos impostos, menos “Bolsas” e mais gestão U ltimamente só temos ouvido notícias ruins de que há necessidade de criar mais impostos (CPMF) e receitas públicas. Sobre a gestão pública pouco ainda se fala, como por exemplo, em fazer as reformas previdenciária, trabalhista e política. Estas, parece incrível, são praticamente “imexíveis”. Mexer em corte de despesas significa perder votos e apoio. Será? Será que a outra parte da população que está desempregada hoje, o empreendedor que está falindo ou fechando seu negócio ou quem ainda esteja empregado, também não vota? O país está triste e sem perspectiva próxima. Está precisando de uma dose de otimismo e confiança. Quando há o cliente interessado em comprar algo ou assumir um compromisso financeiro, ele pensa duas vezes e não consome ou não compra. Ele está inseguro, com medo do desemprego ou da quebra. As empresas estão tinindo para produzir, o que falta é o comprador; e não é com discurso que vai se resolver. São necessários atos mais fortes que transmitam segurança. Enquanto os juros estão acima dos 14% ao ano para quem precisar produzir ou financiar, o trabalhador é penalizado há anos com um FGTS pagando-lhe apenas 3% ao ano mais o indexador. O país, como fazemos em nossas empresas ou em nossas casas, deve cortar despesas e há muitas desnecessárias. Temos que ajudar o governo apoiando-o em medidas que visem reduzir os custos e cobrar resultados sem aumentar impostos, pois a carga tributária já é uma das mais altas do mundo. O povo precisa voltar a ter confiança, pois sem ela não há consumo e sem ele as empresas param, o desemprego aumenta (já são mais de 11 milhões de desempregados) e a roda econômica não gira. Precisamos de um choque de otimismo com medidas fortes de corte de despesas. Sem isso fica difícil fazer a economia girar. Mexer nos “Bolsas”, dando emprego aos que só recebem sem trabalhar, está distante. Quem vai dizer que toda a população precisa trabalhar, tendo como exceção apenas as crianças e os doentes? Boa parte da população que recebe os “Bolsas” poderia trabalhar e produzir. Seriam milhões de pessoas ativas que não sobrecarregariam quem trabalha e paga a conta. O que está errado é a política. Nada contra o social, mas estamos apenas eternizando a miséria, para não dizer que estamos multiplicando a miséria. Precisamos mudar a cultura do “receber de mão beijada”. Como disse o vencedor do Prêmio Nobel de Economia de 2015, Angus Deaton: “Os pobres precisam de governos que os guiem”. Não é dando que se ensina. Quão bom seria ver toda a população trabalhando, tendo como exceção apenas os doentes e crianças. Nos EUA os velhos trabalham e você nota que são felizes por serem úteis. Temos de aproveitar melhor essa experiência. Quem terá a ousadia de mexer nos “Bolsas”? Lamentável, e assim vamos seguindo até quando não sei, com os gastos públicos superiores à arrecadação. Infelizmente, o que vale são os votos e não o progresso. Menos discussões e mais ações concretas é o que o país precisa. A confiança, depois de perdida, é mais difícil de voltar. Então, só medidas fortes farão o consumidor acreditar e não ter medo de gastar. Menos impostos, menos “Bolsas” e mais gestão para voltar a confiança e o otimismo. *MILTON BIGUCCI é presidente da construtora MBigucci, presidente do Conselho Deliberativo da Associação dos Construtores do Grande ABC, membro do Conselho Consultivo Nato do Secovi-SP e do Conselho Industrial do CIESP, conselheiro vitalício da Associação Comercial de São Paulo e conselheiro nato do Clube Atlético Ypiranga (CAY). Autor dos livros “Caminhos para o Desenvolvimento”, “Somos Todos Responsáveis – Crônicas de um Brasil Carente”, “Construindo uma Sociedade mais Justa”, “Em Busca da Justiça Social”, “50 anos na Construção” e “7 Décadas de Futebol”, e membro da Academia de Letras da Grande São Paulo, cadeira nº 5. MBIGUCCI NEWS 3

[close]

p. 4

ÍNDICE Osvaldo F/Contrapé (2014) 10 03 06 08 10 14 PALAVRA DO PRESIDENTE ACONTECE 22 18 20 22 26 30 CONHEÇA SEU VIZINHO Pamella, Gabriel e Bernardo 26 DO FUNDO DO BAÚ NA MÍDIA CAPA Wish Residence é entregue no Ipiranga ENTREVISTA Arthur Zanetti SAÚDE AVC é súbito e pode matar CAPA Entregue 1ª torre do Marco Zero MBigucci GASTRONOMIA Grand Gateau do Marcos & Belutti PROJETO GRÁFICO: In Time Comunicação EDITORA: Rita Santos - MTb 26.183. / COLABORAÇÃO: Amanda Goulart REVISÃO: Assessoria de Imprensa MBigucci FOTOS: Arquivo MBigucci SUPERVISÃO: Marketing I SIM Soluções Integradas de Marketing CRÍTICAS E SUGESTÕES: imprensa@mbigucci.com.br IMPRESSÃO: Formag’s Gráfica e Editora MBIGUCCI: Av. Senador Vergueiro, 3.597, 9º andar Rudge Ramos, São Bernardo do Campo - SP, CEP: 09601-000 MBigucci News é uma publicação trimestral da Construtora MBigucci. Distribuição gratuita. Anuncie na MBigucci News. Entre em contato: marketing@mbigucci.com.br 4 MBIGUCCI NEWS – Construindo o melhor conteúdo

[close]

p. 5

30 32 34 38 40 42 44 CAPITAL HUMANO Ela faz acontecer 38 46 50 54 58 65 EDUCAÇÃO Big Conhecimento na prática 46 ESPAÇO DO CLIENTE O Clube de Descontos cresceu SUSTENTABILIDADE Plataforma de Liderança Sustentável BIG RISO Trip Riso visita hospital em Itu ARTE OMA Educação: ações gratuitas em escolas RESPONSABILIDADE SOCIAL Vem aí a 4ª Carreata do Agasalho ESPORTE As Olimpíadas estão chegando TECNOLOGIA APPs ajudam mobiliar a casa DE OLHO NA OBRA NOVIDADES Inove, renove e ouse MBIGUCCI NEWS 5

[close]

p. 6

06 ACONTECE Roberta junto à família agradeceu aos pais, Milton e Sueli, e aproveitou para homenagear a avó, Isabel M. Pioli, de 92 anos: “Essa é uma verdadeira mulher determinada” “Mulher Determinada” A diretora da MBigucci, Roberta Bigucci, foi homenageada com o título de “Mulher Determinada” pelo Instituto Pró-Mulher em parceria com o Grupo Exata de Comunicação, dirigido por Luisa Lucia da Silva. A iniciativa prestigiou as personalidades que mais se destacaram em 2015 na parte social, esportiva e empresarial. Roberta foi reconhecida por suas ações na área social com os Programas: Big Riso (palhacinhos de hospital), Big Vizinhança (benefícios à comunidade do entorno das obras) e Big Conhecimento (atendimento a estudantes). O evento ocorreu dia 19/5/2016, em São Bernardo do Campo/SP. Qualificação O presidente da MBigucci, Milton Bigucci, prestigiou no dia 5/4/2016 a inauguração da unidade ABC da Escola Técnica EBRAE (Escola Brasileira de Ensino à Distância). A iniciativa do SCIESP (Sindicato dos Corretores de Imóveis no Estado de São Paulo), presidido por Alexandre Tirelli visa facilitar a qualificação dos corretores que realizam o curso online de Técnico em Transações Imobiliárias. Alexandre Tirelli, Milton Bigucci, Odil de Sá na inauguração. “Os corretores sabem que têm porta aberta junto ao SCIESP em nossa região”, disse Bigucci Altos Temas O jurista Ives Gandra da Silva Martins foi o convidado do Secovi-SP no dia 11/4/2016 para o debate “Vamos Mudar o Brasil”, promovido pelo Núcleo de Altos Temas (NAT) e a política Olho no Olho. Milton Bigucci, que é membro do Conselho Consultivo Nato do Secovi, participou do encontro e aproveitou para conversar com Gandra sobre a grave crise política que o Brasil atravessa. O presidente do Secovi-SP, Flávio Amary, com Ives Gandra, Romeu Chap Chap, Milton Bigucci e Ricardo Yazbek 6 MBIGUCCI NEWS – Construindo o melhor conteúdo

[close]

p. 7

Prêmio “O governo pode estimular, mas quem produz são as empresas; somos devedores de quem luta no cotidiano pelo País. Em premiações como esta vejo grande entusiasmo e otimismo nos empresários. Estas empresas estão aqui porque acreditam no Brasil.” Discurso de Michel Temer durante a entrega do prêmio da Revista IstoÉ Dinheiro, no qual a MBigucci foi eleita como “Melhor Construtora de Capital Fechado do Brasil” pelo segundo ano consecutivo. Milton Bigucci e o presidente Michel Temer durante premiação da MBigucci como “Melhor Construtora de Capital Fechado do Brasil” Comandante Marcelo Cortez saúda Milton Bigucci Milton Bigucci reuniu representantes de diversas entidades regionais Medalha comemorativa Milton Bigucci foi um dos homenageados no 41º aniversário do Comando da Polícia Militar no ABC (CPA/M-6) pelo apoio à corporação. Também receberam medalha comemorativa: o deputado e coronel PM Álvaro Camilo, a promotora do GAECO/ABC, Sirlene Fernandes, os secretários de Segurança de Sto. André e de SBCampo, Luiz Navarro e Cícero Ribeiro, além dos vereadores de SBC e Mauá, Hiroyuki Minami e Edgard Grecco. Dia 24/03/2016, em São Caetano do Sul/SP. Amigos da PM Para reativar a Associação dos Amigos da Polícia Militar do ABC, o empresário Milton Bigucci vem liderando um grupo a favor da causa. A primeira reunião, no dia 31/3/2016, no restaurante Florestal/SBC, contou com 46 amigos, presidentes e diretores de importantes entidades regionais: OABs, Associações Comerciais, Clube de Lojistas, Conseg etc. O comandante da PM no ABC, coronel Marcelo Cortez, agradeceu a todos pela disponibilidade. PMEs em destaque A história de sucesso da MBigucci foi destacada durante o “Encontro Exclusivo das PMEs que mais crescem no Brasil”, promovido pela Deloitte, com apoio da Mota, Fernandes Rocha Advogados e da Revista Exame, no dia 31/5/2016, em São Paulo, na sede da Deloitte. A diretora Roberta Bigucci foi a entrevistada no painel “As Bases para a Manutenção do Crescimento - Planejamento Sucessório e Governança Corporativa”. Participaram do encontro CEOs e diretores de empresas que também compõem o ranking 2015 das PMEs que mais crescem no Brasil. MBIGUCCI NEWS 7 John Cunningham, sócio de Financial Advisory da Deloitte, Roberta Bigucci e Horácio Fernandes, da Motta, Fernandes Rocha Advogados

[close]

p. 8

MBIGUCCI na mídia Confira as matérias na íntegra no site: www.mbigucci.com.br/imprensa TV Record – Fala Brasil 8/3/2016 Entrevista com o diretor técnico Milton Bigucci Junior sobre as ações da MBigucci para movimentar o mercado em período de crise O Estado de S.Paulo - Imóveis 24/4/2016 Qual Imóvel 11/3/2016 Tribuna do ABCD 9/4/2016 8 MBIGUCCI NEWS – Construindo o melhor conteúdo DCI – Diário do Comércio e Indústria 30/3/2016

[close]

p. 9

TV Globo – Jornal Nacional 27/2/2016 Repórter Roberto Kovalick entrevista Marcos Bigucci sobre os incentivos do FTGS para compra da casa própria RUDGE RAMOS Jornal da Cidade Voluntária muda a rotina em hospitais De 31 de março a 13 de abril de 2016 SAÚDE Fotos: Divulgação 7 Claudia Leone Rudge Ramos Jornal 31/3/2016 Entrevista com a diretora administrativa Roberta Bigucci ADVOGADA, arquiteta e urbanista, pós graduada em administração financeira e diretora administrativa da construtora MBigucci. Mesmo sendo mãe de quatro filhos e com uma rotina super agitada, aos 45 anos, Roberta Bigucci não abre mão de uma de suas grandes paixões: alegrar pacientes em hospitais. A ideia começou cedo. Aos 15 anos, Roberta se uniu com seus três irmãos e amigos para alegrar festas infantis e, mais tarde, o grupo titulado como “Turma do Pirulito” passou a visitar orfanatos e instituições carentes em datas especiais, como o Dia da Criança e o Natal. “Acredito que tenha acontecido por acaso. Sempre tive muitos exemplos dentro de casa, com os meus pais realizando doações em orfanatos e em outras entidades, então, para mim, isso sempre foi muito natural”, contou. Anos mais tarde, já trabalhando na empresa formada pela família, a Roberta Bigucci disponibiliza um tempo em sua rotina para levar alegria as crianças em hospitais advogada decidiu formar um novo grupo inspirada pelo filme “Path Adams – O Amor é Contagioso”. Logo de início, Roberta recebeu apoio dos demais funcionários. Juntos, formaram o programa “Big Riso”. Em 2016, o grupo completa 11 anos e já reuniu mais de 460 voluntários. Atualmente, é integrado por 70 pessoas que são profissionais da empresa MBigucci e demais voluntários interessados na proposta. Hoje, no ABC, o Big Riso atua três vezes por semana, visitando o Ambulatório de Oncopediatria da Faculdade de Medicina do ABC, o Hospital Estadual Mário Covas e a Casa Ronald Mcdonald, ambos no município de Santo André. Mesmo com horários apertados, a atual diretora da MBigucci explicou que a motivação para continuar trabalhando como voluntária é ver o sorriso das crianças. Segundo Roberta, as pessoas que estão nos hospitais pensam o tempo todo na doença e, por meio das brincadeiras, conseguem sorrir. “Quando não pensamos na dor, ela para de doer”, disse. Quem quiser ser voluntário do grupo deve acessar o site do grupo (www.bigriso.com.br), fazer a inscrição e aguardar ser chamado. Um dos requisitos para participar, de acordo com Roberta, é ter amor em tudo o que fizer, seja no trabalho, na rua ou em casa. “Quando nós doamos amor, recebemos o dobro de volta.” Diversão ajuda no tratamento médico “ Cleber C. Oliveira Gabriel Bordin / RRJ A ATIVIDADE lúdica é uma prática utilizada em hospitais para recuperação da saúde física e mental dos pacientes. A diversão e o entretenimento estão diretamente ligados ao alívio da dor em procedimentos médicos além de melhorar o comportamento durante a hospitalização. Um estudo realizado por alunos de psicologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, feito em 2008, com 15 crianças com câncer hospitalizadas na enfermaria de um hospital, mostrou que o entretenimento amenizou as dores de algumas delas. Jéssica faz tratamento médico no Hospital Estadual Mário Covas e tem a leitura como a principal diversão As recreações levadas para hospitais podem variar entre atividades com palhaços, oficinas de leitura com os pacientes e a terapia assistida por animais, popularmente conhecida como pet terapia. Por meio dessas atividades, o corpo libera as substâncias chamadas serotonina e endorfina. Ambas trazem a sensação de bem-estar e são antidepressivos naturais. Segundo a psicóloga e professora em psicologia social Miria Gomes, estas atividades auxiliam, principalmente, as crianças, a terem uma aceitação e compreensão melhor du rante o período de hospitalização. “Desta forma, o tratamento, seja para qualquer doença, se torna mais leve, mais fácil de ser levado. O paciente aprende brincando”, disse. Mas a atividade de ludoterapia não se aplica somente a quem está internado. A Desta forma, o tratamento, seja para qualquer doença, se torna mais leve, mais fácil de ser l evado. O paciente aprende brincando”. Professora psicologa Miria Gomes intervenção não farmacológica, ou seja, atividade aplicada sem a utilização de remédios controlados para o combate de dor e estresse, é levada cada vez mais a sério. Quanto ao alívio e ao efeito emocional gerado, a psicóloga especialista completa: “Existe uma evolução no quadro comparado a crianças que não fazem o acompanhamento dessas atividades e isso já está mais que comprovado”, explicou.  Revista Unick 1/5/2016 Tribuna do ABCD 30/4/2016 MBIGUCCI NEWS 9

[close]

p. 10

10 ENTREVISTA Arthur Zanetti: o rei das argolas Osvaldo F/Contrapé (2014) Atleta de São Caetano do Sul é a grande promessa de ouro da ginástica artística brasileira D eterminado mais do que nunca, o 1°campeão olímpico da ginástica brasileira, Arthur Zanetti, treina cada vez mais forte para repetir em agosto/2016 o ouro conquistado nas últimas Olimpíadas, realizadas em Londres, na Inglaterra. Os resultados recentes mostram que as chances são muito reais. Zanetti vem de uma fase excelente: em abril deste ano foi campeão dos eventos testes realizados no Rio de Janeiro e no mês de maio levantou a torcida no Ginásio do Ibirapuera ao conquistar o bicampeonato da Etapa São Paulo da Copa do Mundo de Ginástica. Aos 26 anos, tranquilo no jeito de falar, muito carismático e simples, o “pequeno” Zanetti, de 1m56, vira um gigante nas argolas e surpreende pela força e agilidade, características que o tornam um dos principais atletas mundiais da categoria. Zanetti nasceu e treina em São Caetano do Sul - SP. Atualmente mora em São Bernardo do Campo - SP, onde tem o carinho e apoio da família, namorada e amigos. MBIGUCCI NEWS – Construindo o melhor conteúdo MBNews: Como ingressou na ginástica e de onde vem o talento para as argolas? Zanetti: Comecei na ginástica artística aos 7 anos de idade, seguindo o conselho de um professor de educação física, o Sérgio Oliveira, que identificou em mim a facilidade para ser um ginasta, e meus pais apostaram nisso. Quanto às argolas, eu sempre gostei de fazer muita força, então, quando tinha uma disputa eu queria ganhar. Com 10 anos fiz meu primeiro Cristo (manter-se apoiado nas argolas com os dois braços retos na horizontal)... Foi a partir daí que comecei a gostar mais dessa modalidade. MBNews: Qual a expectativa para as Olimpíadas? Zanetti: Uma coisa é certa: vontade é o que não vai faltar! Agora é treino, treino, só treino! Treino três vezes mais do que antes. 10

[close]

p. 11

MBNews: É difícil se manter como primeiro? Zanetti: É mais difícil sim se manter no topo. Conseguir chegar é difícil, se manter é ainda mais trabalhoso. São vários os detalhes, todo mundo fica de olho… Você tem de trabalhar ainda mais, além de não ter um atleta na sua frente para falar ‘é ele que eu quero buscar’. Mas, tem dado certo. MBNews: Você participou de um estudo biomecânico do seu corpo, exibido na TV Globo. O que mais te surpreendeu? Zanetti: Fiquei muito impressionado com a simetria do meu corpo, dos lados direito e esquerdo, o que não é comum. E também sobre a angulação dos movimentos, pois o estudo mostrou que a variação que faço é entre 1 grau ou 1,5 grau. A olho nu, isso é impossível de perceber, ou seja, o pouco que eu mexo ninguém vê. • 23 medalhas de ouro nas argolas • 1º ouro olímpico na história da ginástica brasileira (2012) • Campeão Mundial (Bélgica - 2013) • Campeão Pan-americano (Canadá - 2015) • Bicampeão da Copa do Mundo Etapa São Paulo (2015/2016) • Bicampeão universitário MBNews: Em alguns exercícios você sustenta cerca de 500 kg (quase 8 vezes o seu peso). De onde vem tanta força? Zanetti: Treinos e mais treinos de força todos os dias. Faço isso há nove anos, não tem mais segredo. MBNews: Quando está de folga, o que gosta de fazer? Zanetti: Gosto de ficar por aqui, na Região, aproveito mesmo para descansar e ficar junto da família e da namorada. Gosto de ir com a Juliana ao cinema de São Caetano ou em barzinhos da cidade mesmo, com ela e com meus amigos. Mas nem sempre é possível, é preciso abrir mão de muitas coisas por conta dos treinos. MBNews: E o fato de competir em casa, ajuda ou pressiona? Zanetti: O povo brasileiro tem uma energia muito forte. A torcida ajuda. Estar em casa é muito bom, uma grande vantagem, é totalmente positivo... Quando você dá o seu máximo e tem como retorno uma medalha, tudo o que você fez valeu à pena. MBNews: E o segredo para as incríveis apresentações? Zanetti: Concentração é primordial. Eu me concentro para fazer a prova e, no momento, não penso em mais nada, apenas na minha série. Não enxergo nada, não ouço nada, a concentração está no meu corpo e no aparelho. É preciso ter uma boa base de musculação e muito amor no que faz também. MBIGUCCI NEWS 11 Arquivo pessoal Talento e força desde criança: “Comecei na ginástica aos 7 anos”

[close]

p. 12

12 ENTREVISTA MBNews: Que conselho você dá aos jovens que pretendem começar na ginástica? Zanetti: Eu sonhei em ser medalhista olímpico, corri atrás e consegui. Então, simplesmente é amar o que faz. Se essa criança ama ginástica, que ela busque esse sonho... Com certeza não vai se arrepender. MBNews: O que mudou após sua conquista olímpica em 2012 e a do mundial em 2013? Zanetti: Principalmente o assédio e o reconhecimento, isso eu senti muito. E a parte da mídia... Se deixar, tem entrevista todos os dias, mas a gente não pode liberar assim, senão não treino e não dou resultados (risos). MBNews: Você se formou este ano em Educação Física, como foi conciliar os estudos? Zanetti: Priorizei a ginástica sem deixar a faculdade de lado... A ginástica não vai ser para sempre, daqui a pouco estou me aposentando e preciso de uma formação. A faculdade é uma conquista a mais para mim. “Uma coisa é certa: vontade não vai faltar” •Nascimento: 16/4/1990 •Altura: 1,56 m •Peso: 63 kg •Técnico: Marcos Goto •Clube: SERC/Agith/São Caetano. •Patrocínio: Caixa, Bergamini, Embratel Claro, Adidas, Ministério do Esporte e Prefeitura de São Caetano. Apoio de Furnas, Agith, Phosfator, Spieth, Eurotramp e Prefeitura do Rio de Janeiro. •Time de futebol: São Paulo •Passa tempo: cinema, ver filmes Fonte: www.arthurzanetti.com.br A entrevista foi realizada para a edição 68 da MBigucci News e atualizada com informações do site: www.arthurzanetti.com.br Os anunciantes desta revista não possuem relação com os jogos Rio 2016 ou este atleta. Patrocinam apenas esta revista. Divulgação/Contrapé/2014 12 MBIGUCCI NEWS – Construindo o melhor conteúdo Arthur Zanetti já conquistou 23 de medalhas de ouro nas argolas

[close]

p. 13

MUITO MAIS DO QUE VOCÊ IMAGINA! A Estância Alto da Serra é muito mais do que um espaço para shows. São 950.000m , com mais de 5 espaços para a realização de diversos eventos e capacidade de até 10.000 pessoas. Venha conhecer de perto nosso complexo de entretenimento. eventos@estancia.com.br | www.estancia.com.br COMPLEXO DE ENTRETENIMENTO MBIGUCCI NEWS 13

[close]

p. 14

14 CAPA Marco Zero Prime (www.mbigucci.com.br/marcozeroprime) 17.531m² de área construída. 136 apartamentos 2 e 3 dorms (1 suíte) 65m² e 83m² - área privativa Lazer: Piscina adulto com deck molhado e bar, piscina infantil, SPA/hidromassagem, sala de massagem, fitness, sauna seca, brinquedoteca, playground, salão de jogos, salão de festas, espaço gourmet com churrasqueira, solarium, vagas de visitantes e paisagismo. Brinquedoteca Residencial Marco Zero Prime é a primeira torre entregue do complexo misto Marco Zero MBigucci, maior obra já construída pela MBigucci Fitness 14 MBIGUCCI NEWS – Construindo o melhor conteúdo Salão de festas Piscina adulto com bar SPA com com hidromassagem

[close]

p. 15

Entregue 1ª torre do Marco Zero MBigucci O Ed. Prime é um residencial que se destaca pela belíssima decoração e pelos diferenciais tecnológicos e ambientais O clima de muita satisfação e alegria marcou a inauguração do residencial Marco Zero Prime, primeira torre entregue no complexo misto Marco Zero MBigucci (www.mbigucci.com.br/marcozero), localizado na Av. Kennedy, esquina com Av. Senador Vergueiro, no Centro de São Bernardo do Campo - SP. Mais de 350 convidados prestigiaram a inauguração no dia 28/4/2016, com direito a um refinado coquetel, corte de fita inaugural e sorteio de muitos brindes. A diretoria e colaboradores da MBigucci também estiveram presentes dando as boas-vindas aos futuros moradores. Segundo o presidente da construtora, Milton Bigucci, o Marco Zero MBigucci já é um marco na história da empresa. “É a maior obra que a MBigucci já construiu em 32 anos de existência. É sempre uma gran- Diretores, clientes e colaboradores fazem o corte da fita inaugural de alegria entregarmos um prédio. Já somamos mais de 360, mas cada um é como se fosse o primeiro para mim. Desejo de coração que todas as famílias que aqui morarem sejam muito felizes. Agradeço também nossa equipe de colaboradores que se empenhou muito nessa grande obra”, destacou Bigucci. Durante o evento, os clientes foram brindados com diversos sorteios de eletrodomésticos, móveis e produtos das empresas parceiras da MBigucci. Confira as vantagens especiais que elas oferecem aos clientes MBigucci nas páginas 51 a 53 (Clube de Descontos). Work, Live and Play O complexo Marco Zero MBigucci é um empreendimento misto sem comparação no Grande ABC. Segue o conceito internacional: work, live and play (trabalhar, morar e se divertir) em um mesmo local. No total, são quatro torres com entradas independentes. Duas torres residenciais com 136 apartamentos cada (Marco Zero Prime, Marco Zero Premier) e duas torres mistas de lofts e salas comerciais (Marco Zero Tower e Marco Zero Mix), totalizando 340 lofts e 325 salas comerciais. O empreendimento também terá um Boulevard com lojas, quiosques e restaurantes. No total serão 89.151m² de área construída. VISITE - Plantão de Vendas e apartamento modelo decorado na Av. Kennedy X Av. Senador Vergueiro – SBCampo/SP. Aberto diariamente, das 9h às 19h. (11) 4332-4949 / (11) 98823-4590. Poucas unidades disponíveis. MBIGUCCI NEWS 15

[close]

Comments

no comments yet