ARCD

 

Embed or link this publication

Description

Apresentação ARCD

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

COMO SURGIU A ARCD? • Fruto da parceria da Prefeitura Municipal de Joinville com a AACD – Associação da Assistência à Criança Deficiente (um centro de referência nacional e internacional na área de reabilitação de deficientes físicos sediada em São Paulo/SP), foi construída com parte da arrecadação do TELETON de 2005. • Prefeitura = Área, Infra Estrutura e Contrato de Gestão • AACD = Suporte técnico

[close]

p. 3

O QUE É A ARCD? • Organização Social de direito privado, sem fins lucrativos e de interesse coletivo • Não vinculada ao SUS • Atendimentos gratuitos

[close]

p. 4

O QUE É A ARCD • A ARCD – Associação de Reabilitação da Criança Deficiente é uma Organização Social sem fins lucrativos, de interesse público, qualificada através do Decreto Municipal nº 13.204, de 27 de setembro de 2006, o que lhe atribui o titulo de entidade de interesse social e utilidade publica municipal para todos os fins legais, de acordo com o que estabelece o Art.11 da Lei Municipal 3.876/98 e Art. 11 da Lei Federal 9.637/98. • Iniciou suas atividades em 10 de novembro de 2006.

[close]

p. 5

PARCERIAS DA ARCD • Contrato de Gestão com a Prefeitura Municipal de Joinvile, para custeio e manutenção. • Apoio Técnico da AACD. • Sem vínculos financeiros com a AACD ou Teleton.

[close]

p. 6

OBJETIVOS • Missão: Promover a prevenção, habilitação e reabilitação de pessoas com deficiência física, especialmente de crianças, adolescentes e jovens, favorecendo a integração social. • Visão: Ser um Centro de Excelência para inclusão social do deficiente físico, sendo reconhecida por seu elevado padrão de qualidade e eficácia, com transparência, responsabilidade social e sustentabilidade. • Valores: responsabilidade social, respeito ao ser humano e suas diferenças, ética, qualidade, eficácia, competência e transparência.

[close]

p. 7

ORGANOGRAMA PREFEITURA DE JOINVILLE CONSELHO ADMINISTRATIVO AACD DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO DIRETOR CLINICO ENCARREGADO FINANCEIRO MARKETING AUXILIARES ENCARREGADO SAME ENCARREGADOS TERAPEUTAS MÉDICOS AUXILIARES TERAPEUTAS ASSISTENTE SOCIAL ENFERMAGEM VOLUNTÁRIOS

[close]

p. 8

Estrutura Administrativa Diretor Administrativo e Financeiro 01 Coordenador Adm/Fin. 01 Coordenador do SAME 05 Auxiliar Administrativo QUADRO DE FUNCIONÁRIOS Estrutura Técnica Diretora Clínica 02 Coordenador Técnico 01 Fisiatra 01 Urologista 01 Cardiologista 01 Enfermeira 01 Assistente Social 04 Psicólogos 04 Fisioterapeutas 03 Hidroterapeutas 04 Terapeutas Ocupacionais 02 Pedagogos 02 Fonoaudiólogos

[close]

p. 9

QUAIS OS DIAGNÓSTICOS QUE A ARCD ATENDE Paralisia cerebral (menor de 18 anos) Paralisia obstétrica (até 1 ano) Mielomeningocele Lesão encefálica adquirida (excetuando-se as lesões encefálicas degenerativas) com até 10 anos de lesão Amputados Poliomielite Lesão medular Alguns tipos de doenças neuromusculares Alguns tipos de mal formações ósseas congênitas.

[close]

p. 10

PACIENTES EM ACOMPANHAMENTO INFANTIL ADULTO TOTAL Média de Pacientes em Acompanhamento (bimestral, semestral/anual) Média Mensal de Pacientes em programa de reabilitação Média Mensal de Pacientes em Atendimento 695 713 1408 107 67 174 285 224 509

[close]

p. 11

ATENDIMENTOS 49848 46571 43394 39491 34363 31408 27861 21339 30988 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015

[close]

p. 12

O TRATAMENTO – INDIVIDUALIZADO – ESPECIALIZADO – INTERDISCIPLINAR – PROLONGADO (programas) (deficiência Física, diagnósticos. AACD) (comunicação entre os profissionais) (acompanhamento)

[close]

p. 13

ATENDIMENTOS • Presencial • Over Paciente: É um atendimento extra (encaixe) para um paciente que não estava agendado para aquele dia, que está aguardando outro atendimento. (Quando o paciente ou familiar não estava agendado, mas estava presente. Precisa ter registro do atendimento no prontuário). • Over Atividade: Atendimento voltado ao paciente, porém sem a sua presença, como uma discussão do caso ou reunião de equipe. • Avaliação Multidisciplinar: Atendimento por vários profissionais ao mesmo tempo. • Reunião de Equipe e Mini Equipe: Discussão de casos ou procedimentos com base em prontuário.

[close]

p. 14

TERAPIAS

[close]

p. 15

O TRATAMENTO • Objetivos: CURA – RECUPERAÇÃO – ADAPTAÇÃO – EDUCAÇÃO – REINSERÇÃO SOCIAL INDEPENDÊNCIA e/ou QUALIDADE DE VIDA

[close]

Comments

no comments yet