Balaio dos Prazeres #011

 

Embed or link this publication

Description

Balaio dos Prazeres #011

Popular Pages


p. 1

t URISMO • RES tAUR A NTES • SNAC K BAR S • COMp RA S • SE RVIÇo S • H otÉIS Publicação da Revista Figuras&Negócios Ano 1 - Nº11 - Maio 2016 TURISMO COM SONHOS E MUITAS OBRAS

[close]

p. 2

Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•ACTUALIDADE MINISTERIO QUER REDE DE HOTÉIS DE BAIXO CUSTO “O turismo cria postos de trabalho, reduz a pobreza, desenvolve o território onde a actividade está inserida e permite o aumento do conhecimento cultural”. Turismo e Hotelaria O Ministério da Hotelaria e Turismo vai lançar um programa para promover a construção de hotéis de uma, duas e três estrelas em municípios onde haja atracções turísticas. Essa novidade foi anunciada pelo titular da pasta, Paulino Baptista durante um First Friday Club, organizado pela Câmara de Comércio EUA, Angola, em Luanda. Segundo ele, o objectivo é desenvolver uma cadeia de unidades de baixo custo para promover o turismo interno entre nacionais e estrangeiros. No evento, subordinado ao tema “a diversificação da economia, a hora e o papel do Ministério da Hotelaria e Turismo na captação de moeda SERVIÇOS Paulino Baptista, ministro da Hotelaria e Turismo preconiza novas medidas para o incremento do sector. estrangeira”, Paulino Baptista disse que esse projecto deverá ser levado a cabo essencialmente por empresários nacionais. Em tempo de crise, disse o governante, o “turismo pode ser uma oportunidade para diversificar a economia, desde que ofereça condições que permitam o desenvolvimento de outras actividades e melhore a capacidade empresarial. “O turismo cria postos de trabalho, reduz a pobreza, desenvolve o território onde a actividade está inserida e permite o aumento do conhecimento cultural” - defende o Ministro para quem “o turismo é a indústria da paz”. PONTOS TURÍSTICOS COMPRAS BARES R E S TA U RA N T E S HOTÉIS

[close]

p. 3

Ano 1 - Nº11 - Maio 2016 3 Angola tem 187 hotéis e 1200 meios complementares de alojamento, entre pensões, resorts, hospedarias, entre outros ANGOLA COM QUASE 190 HOTÉIS A FUNCIONAR restaurantes e similares. No total, as unidades disponibilizam 24.390 quartos e 32.844 camas. O sector emprega 219,349 pessoas e conta ainda com 200 agências de viagens e 200 renta-car. “O futuro do sector em termos de políticas, passa por um plano de desenvolvimento de médio prazo, pelo Plano Director traçado para o período 2011-2012 e por uma estratégia de desenvolvimento até 2025. No médio prazo, a prioridade é o desenvolvimento sustentável do sector, a concentração R E S TA U RA N T E S de recursos escassos para aumentar a rentabilidade, expandir o turismo, preservar o meio ambiente e promover o respeito pela biodiversidade”, explicou o Ministro Paulino Baptista. O desenvolvimento de acções nos mercados emissores, o enriquecimento da oferta, a promoção e distribuição do turismo, melhorias das acessibilidades aos serviços e competências e da qualidade urbana e ambiental, fazem parte do Plano Até 2020, ano em que o País pretende receber 4,2 milhões de turistas. PONTOS TURÍSTICOS N o ano passado Angola recebeu 592,495 turistas e agora em 2016 o objectivo é ultrapassar esta meta. Actualmente, segundo o Ministro da Hotelaria e Turismo, Angola tem 187 hotéis e 1200 meios complementares de alojamento, entre pensões, resorts, hospedarias, entre outros, a par de mais de quatro mil SERVIÇOS COMPRAS BARES HOTÉIS

[close]

p. 4

4 Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•pontos turísticos•barra do kwanza KWANZA RIO TOURA INVESTE 55 MILHÕES USD EM RESORT U m grupo privado, o Kwanza Rio Tours, prevê investir mais de 50 milhões USD na instalação de um resort de luxo a cerca de 60 quilómetros a sul de Luanda, o Palmeira Real, o que levou o Governo a criar uma comissão de negociação de facilidades e incentivos ao projecto. De acordo com um despacho do Presidente da Republica, José Eduardo dos Santos, datado de 4 de Maio, publicado em Diário da Republica, a comissão de negociação de facilidades e incentivos será presidida pelo director da Unidade Técnica para o Investimento Privado (UTIP), Ernesto Garcia. O projecto em causa foi SERVIÇOS BARES R E S TA U RA N T E S HOTÉIS José Récio o mentor do projecto do Kwanza Rio Tour. COMPRAS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

p. 5

Ano 1 - Nº10 - Abril 2016 5 apresentado ao Estado angolano pela empresa Kwanza Rio Tours – Turismo e representa um investimento de 55 milhões para a “construção, gestão e promoção” do complexo turístico Palmeira Real. Um documento sobre o projecto encomendado pela a empresa ao gabinete Sul-africano Stauch Vorster Architects explica que o objectivo Kwanza Rio Tours para aquela zona, na barra do rio kwanza, passa pela instalação de 250 residenciais de luxo, com áreas entre 350 a 1.300 metros quadrados, e apartamentos de 110 metros quadrados. Um clube de praia, um hotel de quatro estrelas, espaços desportivos de lazer e serviços de apoios fazem parte do projecto inicial desenhado por este gabinete de arquitectos para o resort na foz do maior rio angolano. COMPRAS SERVIÇOS BARES R E S TA U RA N T E S HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

p. 6

6 Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•restaurantes•luanda Aquele lugar está no “fortaleza” O “Naquele Lugar”, também conhecido como ‘Restaurante da Fortaleza’, atingiu um estatuto quase que lendário em Luanda. Era particularmente popular entre a comunidade estrangeira de Luanda, talvez pelo perfil histórico deste edifício e o romantismo do seu declínio parcial. Com o agravamento da crise económica, o Restaurante Fortaleza luta para ainda assim, conseguir corresponder às expectativas. |Texto Lula Ahrens |Fotografias LNL O Restaurante “Naquele Lugar” fica mesmo ao lado da Fortaleza de Luanda, dentro de uma antiga casa branca decorada com bom gosto e que ainda mantém a sua peculiaridade e beleza singular. É cercada por jardins tropicais, que desbravam pelo morro afora em três ‘camadas’. No passado, o restaurante atraía multidões de clientes regulares devido ao seu bife à pimenta, provavelmente o melhor da cidade. Parte do segredo dos pratos de bife do “Naquele Lugar” está nos molhos: são decididamente deliciosos e cremosos, com um maravilhoso sabor a alho, e servidos de forma R E S TA U RA N T E S abundante; a outra parte do segredo está na qualidade da carne usada. Entre os nossos molhos preferidos estão seguramente os de pimenta e cogumelos, pois têm um certo “je ne sais quoi”, viciante que só encontramos neste lugar lendário e que fazem com que os clientes voltem repetidas vezes. O mesmo pode ser dito acerca do ambiente deste lugar. Os jardins tropicais, iluminados de forma ténue, são um palco espectacular para festas e eventos, e a área por baixo do espaço do restaurante é frequentemente alugada para estes fins. O atendimento é natural e suficientemente amigável para pessoas PONTOS TURÍSTICOS COMPRAS SERVIÇOS BARES HOTÉIS

[close]

p. 7

Ano 1 - Nº11 - Maio 2016 7 sem muitas expectativas. O restaurante tem uma seleção de vinhos limitada mas aceitável; não tem lista, por isso os clientes escolhem o vinho à mão. A crise económica Ao longo dos últimos meses, o “Fortaleza” tem sido claramente afectado pela crise económica que assola o país. Em tempos idos, o restaurante estava sempre abarrotado. Fazer reserva com antecedência era quase que obrigatório, e nos fins de semana era comum esperar até a meianoite para os pratos serem finalmente servidos. Hoje em dia, o restaurante está quase sempre vazio. A qualidade COMPRAS SERVIÇOS e disponibilidade dos itens no menu é aleatória: hoje tem, na próxima semana não. Hoje não tem, amanhã tem. Até a salada de tomate com queijo e o paté de tuna, que eram sempre servidos como couvert, já não são garantidos, para a amarga decepção dos seus fãs. Entradas, pratos principais e sobremesas As entradas são quase que esquecidas pelos apaixonados do Naquele Lugar, porque o pessoal prefere guardar espaço para os ricos e deliciosos pratos principais. Mas algumas não deixam de ser boas apostas. Falamos, por exemplo, da beringela no forno R E S TA U RA N T E S recheada com queijo [1900 Kz] e as gambas ao alho [3500 Kz]. A gerência parece perceber os hábitos dos clientes; talvez por isso é frequente ver que metade das entradas no menu estão indisponíveis. O couvert simples e habitual do Naquele Lugar, uma salada de queijo fresco e tomate, ou ainda o pão com paté de tuna, é um componente indispensável de qualquer refeição neste espaço. A maioria dos clientes do Restaurante Fortaleza, como também é conhecido, optam invariavelmente pelo seu famoso bife, mas há outras delícias no menu. O bacalhau com natas [4700 Kz] e o strogonoff [4000 Kz] estão quase no mesmo nível que os bifes. O choco grelhado e a garoupa à Fortaleza [5750 Kz] são pratos cheios de sabor e cor. Tal como as entradas, as sobremesas também são frequentemente esquecidas pelos que vêm cá comer. Poucas pessoas as pedem devido as porções generosas dos pratos principais, mas em média metade das sobremesas no menu estão disponíveis. Foi nos dada a escolha de três entre seis sobremesas. Atacar o bolo de chocolate ou o crêpe com maçãs era uma total impossibilidade depois do que fizemos com os pratos principais, por isso optamos pelo mousse de chocolate. Para a nossa surpresa, em vez do mousse de loja que estávamos à espera, fomos presenteados com um mousse caseiro escuro, rico e muito saboroso. Com crise ou sem crise, o Fortaleza continua a ser um lugar perigosamente delicioso para amantes de boa comida. Continua a ser ‘aquele lugar’. Colaboração LUANDA NIGHT LIFE www.luanda-nightlife.com www.lnl.co.ao BARES HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

p. 8

8 Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•restaurantes•huíla Olímpia: Restaurante & Sports Bar A cidade do Lubango não tem muitos sítios que fiquem abertos até tarde. Mas se já passar das 22h00 e a conversa for para onde petiscar ou beber um copo na SERVIÇOS capital da província da Huíla, o nome que invariavelmente vai ouvir é o do Olímpia. Para além de ser um dos restaurantes mais frequentados do Lubango, é também um dos principais R E S TA U RA N T E S centros culturais da cidade e tem uma agenda mensal preenchida por noites de música ao vivo. É detido pelo Casinos de Angola, os mesmos donos do Art’z Restaurante & Lounge e PONTOS TURÍSTICOS COMPRAS BARES HOTÉIS

[close]

p. 9

Ano 1 - Nº11 - Maio 2016 9 Tal como todos os restaurantes do grupo Casinos de Angola, o Olímpia tem uma boa variedade de pratos e bebidas. Viana Restaurante & Casino, ambos em Luanda. LOCALIZAÇÃO O Olímpia fica localizado no Shopping Millenium, um dos edifícios mais estranhos que já vimos no país. Fica no centro da cidade. DECORAÇÃO O Olímpia faz-nos lembrar de restaurantes de hotéis. É alcatifado, não tem janelas mas consegue ser aconchegante e íntimo, com vários detalhes que pretendem invocar a Grécia antiga (começando pelo nome). Faz-nos lembrar um pouco do Art’z. COMIDA O restaurante tem um menu com os pratos de costume, dividido nas seguintes secções: snacks (tostas, pica-pau, pregos, hamburguer e até francesinhas), entradas que incluem saladas e mariscos (a Salada César custa 1.250 AKZ, o Misto do Mar 1.500 AKZ e as Gambas à Marinheiro, 3.000 AKZ); pratos de COMPRAS SERVIÇOS peixe onde se destacam o Polvo a lagareiro (2.900 AKZ), o Risotto de tomate, alho e filete de garoupa (3.000 AKZ), ou ainda a Massada de peixe e marisco (2.500 AKZ); e pratos de carne com os sempre presentes bifes (à Cervejeira, à Olímpia ou do Bosque, todos eles 3.000 AKZ) ou ainda as Costoletas de Borrego (2.500 AKZ). Entre as sobremesas, destaque para o Bolo de chocolate quente com gelado de cheesecake (800 AKZ), o Quindim com gelado (1.000 AKZ) e os Profiteroles (800 AKZ). A cozinha está a cargo das chefs Rita Guiomar e Emilia Hamba, ambas angolanas. BEBIDAS Tal como todos os restaurantes do grupo Casinos de Angola, o Olímpia tem uma boa variedade de bebidas espirituosas, vinhos, e cervejas (nacionais e importadas). Há também sumos naturais. PREÇOS Como já deve ter reparado, os preços R E S TA U RA N T E S no Lubango são ligeiramente mais baixos que em Luanda. O Olímpia pratica preços ao nível do que se vê nos bons restaurantes da cidade. Não temos queixas a fazer neste sentido. A RETER • Música ao vivo e actividades culturais diversas, principalmente aos fins de semana; • Boa localização no centro da cidade (se bem que no Lubango tudo é perto). • As porções são mais que generosas. Come-se bem. A MELHORAR • Música ao vivo, mas depende: este não é o melhor lugar para ouvir música mais intimista devido ao barulho do público. PORQUE VOLTAR Por ser um dos lugares mais frequentados do Lubango, onde é possível usufruir de um ambiente animado e acolhedor e saborear um bom prato. PONTOS TURÍSTICOS BARES HOTÉIS

[close]

p. 10

10 Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•comer & beber •luanda O Regresso em Grande do Café del Mar Depois de quase dois anos fechado, o Café del Mar na Ilha de Luanda reabriu no passado dia 8 de maio, com uma imagem totalmente renovada. Este oásis africano está assim destinado a ser a principal novidade gastronómica de Luanda nos próximos tempos. A s valentes calembas de 2014 destruiram o que era então um dos mais acarinhados restaurantes de Luanda, o Café del Mar. Transformando drama em oportunidade, os donos Edine e Frederico Crespo, decidiram recomeçar e reconstruir o espaço do zero. Uma floresta africana tranquila O resultado é impressionante. Todos os cantos do espaçoso restaurante estão decorados com materiais naturais, incluindo madeira robusta e pedra, exuberantes plantas verdes e iluminação suave e romântica. Os troncos e ramos R E S TA U RA N T E S |Texto Lula Ahrens |Fotografias LNL das árvores, grandes e pequenos, são um tema recorrente. O restaurante conta com um belo lounge, uma ampla área de jantar, confortáveis espreguiçadeiras de praia, um pequeno parque infantil para crianças e um bar moderno. Até as casas de banho são uma delícia para os olhos, com lavatórios em madeira esculpida e grandes quadros fotográficos em preto e branco. Um lindo pequeno detalhe é que o Café del Mar tem o seu próprio jardim de ervas aromáticas. A designer de interiores que conseguiu alcançar este resultado impressionante é Renata Machado, de Portugal. “O meu objetivo era misturar toques modernos e industriais com um PONTOS TURÍSTICOS COMPRAS SERVIÇOS BARES HOTÉIS

[close]

p. 11

Ano 1 - Nº10 - Abril 2016 11 produtos de madeira são provenientes da África do Sul e da Indonésia, enquanto que os sofás e outros materiais vieram de Portugal e Itália,” concluiu Ribeiro. A partilha de comida A nova e impressionante remodelação do Café del Mar não é a única revolução. A cozinha do restaurante, liderada pelos chefes Octávio Neto e Marcus Telmo, também está a elevar a sua oferta gastronómica com a introdução do conceito de partilha. Isto se traduz numa grande variedade de pratos pequenos, ou tapas, que os clientes podem compartilhar. Durante a inauguração do restaurante o LNL teve a oportunidade de provar algumas das iguarias que estão no menu. A seleção de petiscos inclui o deliciosamente crocante choco frito com o jindungo caseiro; a salada de polvo com cebola e tomate picados com coentro; o caril de frango com vegetais e alcaparras; o incrivelmente tenro prego no pão; o saboroso hamburguer; a salada de ervas com queijo feta, nozes e bacon crocante; a deliciosa panna cotta e possivelmente a t URISMO • RES tAURA NTES • SNAC K BAR S • COMp RA S • SE RVIÇo S • H otÉIS tom africano para criar uma atmosfera acolhedora. ‘Terra África‘: essa frase resume tudo,” disse ao LNL durante a inauguração do Café del Mar, no dia 6 de maio. O Café del Mar abriu pela primeira vez no ano 2000. Já o Coconuts, o muito concorrido irmão mais velho do Café del Mar, tem 17 anos. Durvalino Ribeiro, gerente dos dois espaços, esteve envolvido na renovação do Café del Mar “desde o primeiro desenho.” “Os dois restaurantes eram pequeníssimos nos primeiros dias,” disse Ribeiro. “Especialmente o Café del Mar, que começou com um coqueiro e um pequeno deck de madeira. Nem sequer frigorífico COMPRAS SERVIÇOS tinha. Há que ter em conta que a guerra apenas terminou em 2002.” Avançado rapidamente para os tempos actuais de 2016, o contraste não poderia ser mais notável. O esplendor do atual Café del Mar é único na Ilha, em grande parte porque o seu fator de glamour é colocada em xeque pela qualidade, o bom gosto e discernimento artístico. “Tentamos introduzir uma versão luxuosa do feel africano, de modo que os nossos clientes percebam que ainda estão em África. África está nos detalhes de madeira, nas plantas e nos tecidos naturais. O nosso mobiliário foi importado de todo o mundo. Os R E S TA U RA N T E S Suplemento da revista Figuras&Negocios Propriedade: Etnia-Comunicação Director: Victor Aleixo Redacção: Ana Kavungo,Yolanda Haitaleseni Designer: Armindo Dalas Publicidade: Cinthia Rocha - 942 645 817 Secretariado: Carolina Esteves Telef. 222 393 020 | 222 335 866 comercial@etniacomunicacao.co.ao www.figurasenegocios.co.ao BARES HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

p. 12

12 Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•comer & beber •luanda A Tendinha N melhor tarte de maçã que já comemos em Angola. Alguns dos principais pratos e sobremesas do Coconuts, muito queridos pela sua clientela, permanecem no menu. Exemplos disso são o peixe do dia, a picanha grelhada, e o famoso petit gateau do Coconuts. O champagne lounge de sonhos Uma novidade espectacular do novo Café del Mar é o Champagne Lounge, onde os clientes poderão desfrutar de uma variedade de champanhes e outras bebidas premium sentados confortavelmente nos sofás ao seu dispor. Esta área romântica é como uma pequena floresta dos contos de fadas com vista para a praia. Os candeeiros em forma de cordas e outros materiais naturais fazem-nos lembrar os cogumelos selvagens; as mesas baixas parecem pedras; a decoração em madeira são as árvores; as tiras de plantas nos fazem recordar o chão de uma floresta exuberante. Voltado para a família e acessível O Café del Mar foi concebido para ser um oásis de tranquilidade. Não terá DJs nem música ao vivo. “Já existe muita atração nocturna na Ilha,” explica COMPRAS SERVIÇOS Durvalino Ribeiro. “Este restaurante é descontraído e voltado para a família. As famílias sempre foram os nossos principais clientes. Visitam o Coconuts e o Café del Mar há mais de 17 anos.” O novo espaço pretende usufruir do seu estatuto de “restaurante novidade”, mas não em detrimento dos seus clientes. “Queremos manter os preços acessíveis, não obstante a crise financeira e a resultante inflação”, disse Ribeiro. “É preciso sacrificar algum lucro para podermos manter a nossa clientela fiel.” Informações adicionais O Café del Mar está aberto todos os dias das 10:00 às 23:00, excepto no dia de Natal e no Ano Novo. Aos domingos, está aberto das 09:00 para brunch, e para o jantar buffet até às 22:00. Aos sábados, o Café del Mar serve pratos tradicionais angolanos. A comida é servida em todas as áreas do restaurante, incluindo a praia. Endereço: Avenida Murtala Mohamed, Ilha do Cabo, Luanda +244 923 581 333 +244 912 205 777 Geral@coconutsluanda.co.ao www.coconutsluanda.co.ao R E S TA U RA N T E S uma cidade tão densamente habitada como Luanda, onde a cultura de cafés é quase tão inexistente como passeios, a contínua existência do Restaurante & Cervejaria Tendinha (já lá vão mais de 15 anos) é um fenómeno raro. Localizado na base da Rua da Missão, muito perto dos três principais hotéis do centro da capital (o Skyna, o Epic Sana e o Trópico), a Tendinha é um restaurante frequentado pela Luanda de hoje: angolanos e estrangeiros, ricos e pobres, carpinteiros e contabilistas, gestores e pedreiros, sentados em cadeiras de madeira a volta de várias mesas em pleno passeio, ou lá dentro na pequena sala do restaurante onde as paredes respiram arte com pinturas e artesanato local. Aqui, os pratos do dia raramente passam os 3.000 AKZ e a cerveja vem sempre gelada. Bem-vindo ao Tendinha, o bistrô kaluanda. LOCALIZAÇÃO A Tendinha está localizada na base da Rua da Missão, em frente ao Epic Sana. DECORAÇÃO A Tendinha tem dois ambientes com duas decorações distintas: a esplanada e a sala de dentro. É um restaurantes simples com uma decoração simples, mas dominada pelos lindos quadros e peças de artesanato feitas por artistas locais. Tem aquela decoração comum dos restaurantes um pouco mais antigos da cidade: ainda vê-se madeira, azulejos e mobília de madeira na parte de fora. A COMIDA O restaurante serve uma combinação de comida tradicional angolana e alguns clássicos da cozinha portuguesa. Encontrará pratos como mufete de peixe, muamba de galinha com quiabos, cachuxo grelhado com batatas e legumes, ou ainda um cozido de PONTOS TURÍSTICOS BARES HOTÉIS

[close]

p. 13

Ano 1 - Nº11 - Maio 2016 13 endinha: Um bistrô kaluanda pescada com batatas e legumes (todas estas opções custam 2.900 AKZ); na secção dos snacks não faltam os hamburgueres (1.000 AKZ), fahitas de frango, carne (900 AKZ) ou camarão (1.500 AKZ), bifanas de porco no pão (1.200 AKZ), pizzas diversas (1.800 AKZ), chouriço do Lubango assado (1.500 AKZ), e várias outras opções. As porções são mais que generosas. BEBIDA É uma cervejaria. Peça cerveja. PREÇOS Vá, não é tão barato como um almoço na Chicala, mas a Tendinha tem dos COMPRAS SERVIÇOS preços mais baixos para um almoço no centro da cidade sem contar com os quintais tradicionais que pululam pela baixa. E as porções são grandes. A RETER • Comida saborosa e barata; • Porções generosas; • Atendimento rápido, geralmente; • Ambiente único! A MELHORAR • Alguns garçons tentam “bater bisno” com clientes, para que no fim a conta seja só para eles e não o restaurante; • Moscas, moscas, moscas; • De vez em quando aparece alguém R E S TA U RA N T E S a querer vender algo ou a pedir dinheiro. PORQUE VOLTAR Pelo ambiente único e pela comida rápida, saborosa e barata. Endereço: Rua da Missão, em frente ao Epic Sana, Luanda, Angola Bairro: Mutamba Cozinha: Angolana Preço: Médio Classificação LNL: * * * Pagamento: Cash, MultiCaixa Alcool: Cerveja e Vinhos PONTOS TURÍSTICOS BARES HOTÉIS

[close]

p. 14

14 Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•serviços O PODER DAS TINTAS COLORIDAS EM SUA CASA Diz o ditado popular que “pintar as paredes de uma casa afugenta o mal “. Será mito ou verdade? |Texto Yolanda Haitaleseni |Fotografias Adão Tenda P intar a casa atraí coisas positivas e boas Por esta razão uma casa deve ser pintada, no mínimo, duas vezes por ano Não é um factor obrigatório, mas acaba por ser um bem necessário que vai transmitir paz à nossa volta. E, também, proporciona um ambiente harmonioso, colorido e SERVIÇOS fresco . Existem em Luanda muitas casas comerciais que se dedicam ao negócio de venda de tintas e outros produtos para o embelezamento e conservação do lar. Já eram mais, mas algumas desistiram do negocio devido a crise económica e financeira que se vive como também se verificou uma acentuada diminuição de clientes R E S TA U RA N T E S nessas lojas. Também em algumas lojas que visitámos é patente a escassez de produtos para a comercialização, sejam eles de origem nacional ou importado, tudo porque os cambiais escasseiam e não há como se renovar permanentemente os stocks. E varias são as reclamações vinda dos clientes pela subida dos preços dos produtos e outros materiais. PONTOS TURÍSTICOS COMPRAS BARES HOTÉIS

[close]

p. 15

Ano 1 - Nº11 - Maio 2016 15 Elegemos algumas loja onde você pode encontrar o material indispensável para o embelezamento da sua residência. FOPLES Avenida 21 de Janeiro, nº 233-E Morro Bento, segunda a sexta das 8h00 às 18h00, sábado das 8h00 às 12h00. Tel. 932 271 217 Serviços: Comercialização de tintas e materiais de construção em gral de SOUMARE E SANTOS,LDA Bairro Rocha Pinto nº 21, aberto de segunda a sexta das 8H00 às 17h00, aos sábado das 8h00 às 15h00. Tel. 938 833 692 / 926 261 714 GLOBAL PINTURA Rua do Gamek à Direita 5, 4 andar C2 distribuidora da marca Brasileira Suvinil em Angola. Aberto de segunda a sexta, das 8h00 às 17h00. Tel. 916 297 296/ 923 305 625 Serviços: Tintas PVA, ESMALTE, EPOX, produtos de limpeza a seco, vassoura, pá, baldes de lixo, cestos, pincel. TIMICOR Industria e comércio de tintas e produtos Químicos. Endereço da Fábrica: Polo de desenvolvimento Industrial de Viana, estrada do Zango km5. Aberto de segunda a sexta-feira das 8h00 às 17h00. Tel. 943 261 144 / 923 649 929 Email: paulo@timicor.com Servico: Tintas plásticas, esmaltes primários e diluentes, pintura automóvel e náutica. Não tem sido fácil esta fase para os comerciantes. Por outro lado a escolha na obtenção dos produtos adquirido no país tem sido o único método, pois a compra pode ser feita com a moeda nacional. Quanto aos importadores, eles dependem dos produtos que vêm do exterior e esperam um prazo longo devido às operações cambias, e, por esta razão eles seguem por outras via através das fábricas existentes no mercado nacional para não fechar portas. Há diminuição nas vendas, por um lado, mas por outro, verifica-se uma necessidade maior dos proprietários e responsáveis das lojas em investir mais na compra de tintas e outros produtos feitos no país de maneira a facilitar as vendas e o negócio ser rentável. COMPRAS SERVIÇOS BARES SOTINCO Rua 21 de Janeiro nº 230 Morro Bento. Aberto de segunda a sextafeira das 8h00 às 17h00, e aos sábados das 8h00 às 13h00. Tel. 222 014 380 Email: propriangola@gmail.com Serviços: Tintas, vernizes primários, massas e toda gama de acessórios composto por uma gama variada de produtos de pintura, construção civil, carpintaria e metalomecânico e muitos outros serviços R E S TA U RA N T E S HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

Comments

no comments yet