Jornal Santuario Sao Jose Operario Maio 2016

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Santuario Sao Jose Operario Maio 2016

Popular Pages


p. 1

S ão J osé Operário CAPÃO REDONDO - DIOCESE DE CAMPO LIMPO Jornal PARÓQUIA SANTUÁRIO SÃO JOSÉ OPERÁRIO ANO XII - EDIÇÃO Nº 154- 10.000 EXEMPLARES - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - MAIO - 2016 08 de Maio, Missa com bênção especial para vocês mamães!!! «Quem honra sua mãe é semelhante aquele que acumula um tesouro» (Eclesiástico 3, 5) Dia 12 de maio: (Quinta-feira) missa às 20h Dia 13 de maio: (Sexta-feira) missa às 19h - Dia 14 de maio: (Sábado) Missa de abertura e vigília às 19h TRÍDUO E VIGÍLIA EM PREPARAÇÃO AO DIA DE PENTECOSTES Dia 15 de Maio (Domingo) MISSA DE PENTECOSTES Participe! Traga a sua família, amigos e vizinhos e juntos vamos invocar o Espírito Santo Na Capela São Pedro: ás 8h30 - Na Capela São Vicente: ás 10h No Santuário: Missas às 06h30, 8h, 10h, 12h, 15h e 18h30

[close]

p. 2

Página-2 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário MÃES DA ESPERANÇA Amados paroquianos e paroquianas, neste mês chegamos até vocês pelas mãos santa da Virgem Maria. Nossa esperança é renovada pela certeza de que suas mãos maternais tomam-nos para si, sem prender-nos, e nos indica seu Filho, Jesus; a Ele nos dirigimos. Sentimos, sim a presença da Virgem Maria, a Mãe de Deus que resgata seus filhos, cada um de nós. Aceitando a maternidade, a mãe traz a vida para que a nossa sociedade tenha mais vida... Mês de Maio, dedicado a Maria e a todos as mães do nosso planeta! Mãe amiga, mãe irmã. mãe de muitos, mãe de poucos. Mãe de todos nós, mãe das mães, mãe dos filhos, mãe dos filhos, mãe dos pais: duas vezes mãe. Mãe lutadora e companheira. Educadora, mãe-mestra. Mãe dos doentes e dos sãos. Mãe dos que plantam e dos que colhem. Mãe de quem magoou e de quem perdoou. Mãe rica, mãe pobre. Mãe dos que já foram, mãe dos que ficaram. Mãe que abraça e afaga. Mãe do Sagrado, mãe da luz. Mãe de Jesus e Mãe nossa... Mãe, simplesmente mãe! Mãe doadora de vida. Doar vida e esperar o filho que não chega, chorando e orando para que volte em segurança. Doar a vida significa passar noites acordada, amparando o filho doente, na cabeceira da cama, medindo a febre, dando os remédios na hora certa, tenha o filho cinco, dez vinte ou cinqüenta anos. Ela sempre está ali, perto. Para o filho, isso é cura, segurança e amor! O nosso jornal quer ser um sinal que indica a maternal predileção de Maria por seus filhos. Receba o amor da Mãe de Deus por você! Que a luz de Deus ilumine todas as Mães do Brasil e do mundo. Feliz dia das EDITORIAL S e existe um sentimento quase unânime na humanidade, esse é o respeito e veneração pela própria mãe. Quase unânime, escrevi, porque toda regra tem exceção. O regaço mais seguro na infância é o colo da mãe. É para lá que as crianças correm quando se sentem ameaçadas ou estão carentes de afeto. Lembro-me de uma senhora, mãe e avó, cujo marido sofria de distúrbios mentas. Ela o respeitava e dele cuidava com respeito e carinho. Quando contrariado, ele investia contra a netinha. A avó trazia a menina para junto de si e recebia as agressões do marido para proteger a criança. O amor de mãe é uma das maiores riquezas da raça humana. sejam aplicadas em todos os quadrantes da realidade social. Sim, a mulher tem a vocação e missão de participar e contribuir, com aquilo que lhe é próprio, para a humanização da sociedade. Embora o Deus da Bíblia seja apresentado como masculino, por razões culturais, pois Deus não tem sexo, a própria Escritura lhe atribui qualidades maternas: “Poderia uma mulher de seu filho se esquecer? Ainda que isso acontecesse, nunca iria te esquecer” (cf Isaias 49, 15). MÃE! Maio - 2016 Nós pertencemos a uma igreja que tem a felicidade de contar com uma mãe, a própria mãe de Jesus, Maria de Nazaré, esposa de José. Maria é importante não apenas por ter concebido Jesus por obra do Espírito Santo, mas tam- mães! Não se pode ignorar a influência que a mulher-mãe, ou a que lhe faz as vezes, tem na formação do caráter EXPEDIENTE das novas gerações. Vale lembrar a influência das Diretor Geral: mulheres escravas na menMonsenhor João Batista te e no coração das crianças Publicação mensal da Diretor de atendimento aos que amamentavam, ninaBenfeitores: Jurandi Nunes Paróquia: vam e faziam sonhar com Jornalista Responsável: Santuário São José Operário suas cantigas e estórias. Mário de Freitas - MTB 36.907 Rua Alfredo Ometecídio, 32 Sem querer circunscrever o Revisões e Correções Cep.: 05869-170 papel da mulher aos limites Pe. Carlos Lozada Capão Redondo- SP do lar, é importante destaEdson Felipe Tel. 5873-2009 Magda dos Santos Silva car a ternura com que ela 5873-4279 aquece a casa e seus moDiagramação www.santuariosaojoseoperario.org.br José Andrade Alves radores. Alias, é de suma santuario@santuariosaojoseoperario. org.br importância que as qualiO teor das matérias é de responsabilidadede seus autores. dades maternas das quais Todas as pessoas são voluntárias as mulheres são portadoras, www.santuariosaojoseoperario.org.br O amor de mãe é uma das maiores riquezas da raça humana bém por que foi uma mulher de fé e de ação. Ninguém mais do que ela se comprometeu com Jesus. Associou-se, de tal forma, à missão de seu Filho que se tornou modelo para a Igreja e para todo cristão. Há textos da Escritura Sagrada que se aplicam tanto a Maria como à Igreja. Podemos afirmar que aquilo que Maria viveu é proposta para todo cristão e a glória em que ela agora vive é promessa e esperança para todo discípulo de Jesus. Com toda certeza, Maria é solidária, e assim também deve ser a Igreja, com todas as mães que freqüentemente exercem sua missão em meio a situações adversas: mães que trabalham para ajudar o marido no sustento do lar, mães que realizam uma dupla jornada de trabalho, mães abandonadas pelo parceiro, obrigadas a carregar sozinhas o fardo do sustento e educação dos filhos, mães solteiras, muitas vezes vítima de preconceitos, que tiveram a coragem de assumir o filho, mães nem sempre reconhecidas em seu valor e em sua dedicação, mães solitárias esquecidas nas instituições que acolhem anciãs ou em sua própria casa onde sonham com a visita e carinho dos filhos a quem se dedicaram a vida toda, mães que além dos seus próprios filhos ainda encontraram tempo e energia para cuidar de meninas e meninos carentes de atenção e carinho, como pude contemplar nas periferias de nossa diocese. Saúdo as mães e demais mulheres que realizam tantos trabalhos em nossas comunidades eclesiais: catequistas que educam os fiéis para o discipulado de Jesus, animadoras da liturgia, coordenadoras de comunidades, militantes nas pastorais e obras sociais, fermento evangélico de transformação e tantas que assumem tarefas anônimas, também as mais humildes como a limpeza e preparação do ambiente de encontros da comunidade e outras. Minha homenagem e respeito a todas as mães. Que o Senhor Deus as abençõe. Dom Luiz Antonio Guedes Bispo de Campo Limpo - SP Revista Vida e Missão ed. nº 170

[close]

p. 3

Maio - 2016 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Página-3 M aria, a mulher que enxergou tudo com os olhos da sabedoria. Maria, a mulher admirável porque soube usar bem a sua inteligência. Desde muito cedo, aceitou Deus, porque acolheu o Seu Projeto, que mais tarde foi revelado pelo seu Filho Jesus. Quando um legista perguntou: Mestre o que devo fa- zer para ganhar a vida eterna? Jesus poderia ter respondido: é só Me amar, Eu sou tudo, mas não! Sua sabedoria falou com poder e mais alto. Ele respondeu: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, com toda a tua força e de todo o teu entendimento; e a teu próximo como a ti mesmo.” COMO MARIA, SEJA FIEL E OBEDIENTE A DEUS E A IGREJA experiência do amor de Deus. Ela acolheu Deus antes de sua gravidez. Por isso que o mensageiro de Deus veio falar com ela em sonhos. A importância de Maria está em que Jesus experimentou Deus também por meio dela. Jesus é muito panossa história; Maria, a Mãe de Jesus. Esta mulher que sempre contou com a força de Deus. Pela sua fé, percebeu que sendo agraciada, não poderia enxergar somente com os olhos carnais, mas também com os olhos espirituais. Os raios de luz que habitavam em seu coração, vieram todos de Deus que é a luz do mundo. Antes de aceitar o Deus homem em seu ventre, o Senhor já tinha sua morada garantida nela, por isso, sua percepção, sua intuição sobre as coisas de Deus, sempre foi muito aguçada. Somente com inteligência, as coisas não dão muito certo. O uso da inteligência sem sabedoria, traz a tentação da pessoa se colocar acima de tudo e de todos. Isto se chama Idolatria. SEJA COMO MARIA, INVISTA NA EVANGELIZAÇÃO. DIGA DE CORAÇÃO ABERTO E ESPERANÇOSA: “DOU O DÍZIMO PORQUE, AMO A DEUS E A IGREJA”. SEJA FIEL E ACREDITE!!! A SALVAÇÃO ENTROU NA SUA CASA. AJUDE OS QUE NÃO SÃO DIZIMISTAS. PEGUE ALGUNS ENVELOPES NA IGREJA E FAÇA UMA CAMPANHA ENTRE OS VIZINHOS, AMIGOS E PARENTES E OS INSCREVA COMO DIZIMISTA DA IGREJA. Pároco e Reitor do Santuário Dioc. São José Operário É preciso saber que Jesus assumiu e viveu todo projeto de Deus. A base de toda a vida e a vida de todas as coisas está na resposta que Ele deu ao Mestre da Lei. Mas é preciso também reconhecer que Maria já havia feito esta recido com sua mãe; por isso é bendito. Uma pessoa bendita é aquela que se espelha na Mãe de Deus para viver nesta terra. Infeliz é a pessoa que menospreza e calunia o primeiro sacrário vivo de nossa Igreja; de Maria obedeceu em tudo a Deus. Por isso sempre foi feliz. A pessoa desobediente é muito infeliz, porque acredita somente nela mesma. É importante saber que somente obedece a Deus e a Igreja aquele que tem em sua vida o conteúdo da sabedoria. Não basta ser muito inteligente e não a usar para buscar sabedoria. Monsenhor João Batista ANUNCIE AQUI Este espaço está reservado para você! 5873-2009 santuario@santuariosaojoseoperario.org.br Faça-nos uma visita na Secretaria do Santuário www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 4

Página-4 Maria, sua mãe. Prostrando-se diante dele, adoraram-no» (Mt 2, 11). É a Mãe que, depois de o ter gerado, apresenta o Filho ao mundo. Ela dá-nos Jesus, ela mostra-nos Jesus, ela faz-nos ver Jesus. A NOSSA SANTA MÃE IGREJA Acontece também que na comunidade cristã a mãe nem sempre é valorizada, é pouco ouvida. Todavia, no centro da vida da Igreja está a Mãe de Jesus. Talvez as mães, prontas para muitos sacrifícios pelos filhos, e frequentemente também pelos dos outros, deveriam ser escutadas. Seria necessário compreender melhor a sua luta cotidiana para serem eficientes no trabalho e diligentes e afetuosas em família; seria necessário compreender melhor quais são as suas aspirações a fim de expressar os frutos melhores e autênticos da sua emancipação. Uma mãe com os filhos tem sempre problemas, trabalhos. Lembro-me que em casa, éramos cinco filhos e enquanto um fazia uma travessura, o outro fazia outra, e a minha pobre mãe corria de um lado para o outro, mas era feliz. Deu-nos tanto. As mães são o antídoto mais forte contra o propagar-se do individualismo egoísta. «Indivíduo» quer dizer «que não se pode dividir». As mães, ao contrário, «dividem-se», a partir do momento que hospedam um filho para o dar à luz e fazer crescer. São elas, as mães, que mais odeiam a guer- Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Maio - 2016 lha de vida. O que escolhe uma mãe, qual é a escolha de vida de uma mãe? A esra, que mata os seus filhos. colha de vida de uma mãe Muitas vezes pensei naqueé a escolha de dar a vida. las mães quando receberam E isto é grande, é bonito. uma carta: «Digo-lhe que o seu filho morreu em defesa Uma sociedade sem mães da pátria…». Pobres mulhe- seria uma sociedade desures! Como sofre uma mãe! mana, porque as mães saSão elas que testemunham a bem testemunhar sempre, beleza da vida. O arcebispo mesmo nos piores momenOscar Arnulfo Romero di- tos, a ternura, a dedicação, zia que as mães vivem um a força moral. As mães «martírio materno». Na ho- transmitem, muitas vezes, milia para o funeral de um também o sentido mais prosacerdote assassinado pelos fundo da prática religiosa: esquadrões da morte, ele nas primeiras orações, nos disse, fazendo eco ao Con- primeiros gestos de devocílio Vaticano II: «Todos de- ção que uma criança aprenvemos estar dispostos a mor- de, está inscrito o valor da rer pela nossa fé, ainda que fé na vida de um ser humao Senhor não nos conceda no. É uma mensagem que esta honra… Dar a vida não as mães que acreditam sasignifica somente ser assas- bem transmitir sem tantas sinado; dar a vida, ter espí- explicações: estas chegarão rito de martírio, é dar no de- depois, mas a semente da ver, no silêncio, na oração, fé está naqueles primeiros, no cumprimento honesto do preciosíssimos momentos. dever; naquele silêncio da Sem as mães, não somente vida quotidiana; dar a vida não haveria novos fiéis, mas pouco a pouco? Sim, como a fé perderia boa parte do a dá uma mãe que, sem te- seu calor simples e profunmor, com a simplicidade do do. E a Igreja é mãe, com martírio materno, concebe tudo isso, é nossa mãe! Nós no seu seio um filho, dan- não somos órfãos, temos do-o à luz, amamentando-o, uma mãe! Nossa Senhora, fazendo-o crescer e cuidan- a mãe Igreja e a nossa mãe. Não somos órfãos, somos do dele com carinho. É dar filhos da Igreja, somos fia vida. É martírio». Termilhos de Nossa Senhora e sono aqui a citação. Sim, ser mos filhos das nossas mães. mãe não significa somente colocar um filho no mundo, Queridas mães, obrigado, mas é também uma esco- obrigado por aquilo que sois na família e por que o dais à Igreja e ao mundo. E a ti, amada Igreja, obrigado por ser mãe. E a ti, Maria, mãe de Deus, obrigado por nos fazer ver Jesus. E obrigado a todas as mães. Q ueridos mãos e irirmãs,   Hoje continuamos com as catequeses sobre a Igreja e faremos uma reflexão sobre a Igreja mãe. A Igreja é mãe. A nossa Santa mãe Igreja. Nestes dias a liturgia da Igreja colocou diante dos nossos olhos o ícone da Virgem Maria Mãe de Deus. O primeiro dia do ano é a festa da Mãe de Deus, à qual se segue a Epifania, com a recordação da visita dos Magos. Escreve o evangelista Mateus: «Entrando na casa, acharam o menino com Continuamos com as catequeses sobre a família e na família há a mãe. Cada pessoa humana deve a vida a uma mãe, e quase sempre lhe deve muito da própria existência sucessiva, da formação humana e espiritual. Contudo, a mãe, embora seja muito exaltada sob o ponto de vista simbólico — muitas poesias, muitas coisas bonitas se dizem poeticamente sobre a mãe — é pouco escutada e pouco ajudada no dia-a-dia, pouco considerada no seu papel central na sociedade. Aliás, muitas vezes aproveita-se da disponibilidade das mães a sacrificar-se pelos filhos para «economizar» nas despesas sociais. Papa Francisco www.santuariosaojoseoperario.org.br Boletim da Santa Sé

[close]

p. 5

Maio - 2016 PERIGO DO ALCOLISMO NAS NOSSAS COMUNIDADES CATÓLICAS de maio, falaremos um pouco sobre um tema espinhoso e que preocupa a muitas e muitas famílias, esposas, filhos, pais e a própria sociedade em que estamos vivendo e de um modo geral. Se trata do grave e urgentíssimo problema do alcoolismo. Sem esquecer de outro problema que caminha quase junto com o alcoolismo: as DROGAS. Todos, dentro e fora do Santuário, somos conscientes que quase sempre, o consumo de bebidas alcoólicas resulta em vício. Este vício se vai infiltrando e influenciando na vida das pessoas e pode trazer consequëncias desastrosas para as pessoas e a própria família do interessado. soas chegam a sofrer modificação no seu comportamento social e familiar. E talvez, modificações no seu comportamento num plano religioso. Irmãos Paroquianos: amigos e talvez, também, a própria Igreja Católica... Amigos Paroquianos: podemos estar convencido que a pessoa alcoólatra, precisa de ajuda e não tanto de dó ou piedade.. Nas nossas paróquias e comunidades, grupos, como os “Alcoólicos Anônimos“, afirmam que, a menos que os alcoóla- Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Página-5 feitos com amor... São outros “ cristos” que saem das sacristias para levar a outros  irmãos, a mensagem do Evangelho de Cristo. Muito obrigado queridos irmãos que estais a frente de outros irmãos que saem pelas nossas ruas como outrora fazia Francisco de Assis... Rezaremos por vocês e pelo vossos trabalho tão abnegados.. Queridos amigos paroquianos: voltando ao nosso tema mensal, temos aqui um detalhe muito importante na vida  de um irmão alcoólatra que é necessário ter em conta: admitir que existe um problema e que é o primeiro passo que devemos ter em conta no caminho da recuperação daquele irmão ou irmã que se meteram neste cruel mundo do alcoolismo ou da droga... Se entre todos nós juntarmos as nossas mãos e começar a caminhar com boa vontade, então poderemos dizer que Deus pode libertar a pessoa desse vício igual que pode libertar de outros quaisquer vícios... É muito importante dar um margem de confiança e de mudança a qualquer pessoa que se meteu um dia, querendo ou não, no mundo tão triste e cruel do álcool e mesmo no mundo da droga... Nem tudo está perdido ainda... Nos resta sempre uma E S P E R A N Ç A... Um abraço amigo do Pe. Nilson (Leiam novamente: Evangelho de São João 8, 36...) T exto Básico para meditação: SE EU, O FILHO DE DEUS, LIBERTAR A VOCÊS DOS ERROS E DAS MALDADES, VOCÊS FICARÃO REALMENTE LIBRES» João 8, 36. Leiam, de novo, por favor...Queridos paroquianos: durante este mês de Maio, estaremos vivendo muitos acontecimentos dentro e fora da Igreja... Prestaremos homenagens a Mãe do Senhor Jesus, etc... as pessoas que se sintam influenciadas pelo consumo do álcool, costuma ser imaturos, inseguras, autosuficiente, e o pior de tudo, se sentem atormentado por sentimento O consumo de álcool, com o passar dos tempos, se intensificam de tal maneira, que é Por isso, durante este mês muito comum que muitas pesde culpa e depressão quando não estão embriagado. É comum observar que o alcoólatra não se sente bem consigo mesmo,e com frequência não consegue enfrentar o vício e os problemas que podem derivar do mesmo. Por isso, estas pessoas , tem a tendência de negar o problema e encobri-lo, culpando a sua própria família, os tras cheguem a situação mais grave, admitindo que a sua vida muitas vezes, está fora de controle e que há pouca esperança de qualquer mudanças... Queridos Paroquianos, o bonito na nossa paróquia, é que existe um grupo de pessoas que se estão doando a outras pessoas que estão metidos no mundo do álcool e também das drogas...Todas as segundas-feiras, estas pessoas saem de noite para entregar a muitas pessoas de rua, muito amor, carinho, amizade e lanches quentinhos ço a p ã Es anh Am - Cyber Café Tai Chi Chuan Acumpultura Florais Massoterapia ANUNCIE AQUI Este espaço está reservado para você! BISCUIT - PROMOÇÃO: 1ª AULA GRÁTIS Av. Comendador Santana, nº 959 5873-2009 santuario@santuariosaojoseoperario.org.br Refrigeração Bom Clima Assistência Técnica Especializada Freezer, Geladeiras e Máquinas de Lavar Telefone: 5873-2618 Câmaras e Balcões Frigoríficos, Faça-nos uma visita na Secretaria do Santuário www.santuariosaojoseoperario.org.br Tel. 5873-3032 / 9308-1486 - Sr. Augusto R. Marco Basaiti, nº 8 - Capão Redondo Pe. Nilson da Silva Vigário Paroquial

[close]

p. 6

Página-6 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Maio - 2016 Programação do Santuário São José Operário CERCO DE JERICÓ Sete dias ininterruptos de Oração - dia e noite! Unção, Bênçãos e Renovação de vida Pela quebra de todas as muralhas! De 19 a 25 de Maio Festa de Corpus Christi 26 de maio (Quinta-feira) Missas: 07h30, 10h, 12h, 18h30 e 20h Missa e procissão do Santíssimo Sacramento às 10h Adoração ao Santíssimo das 13h às 18h Visite a nossa Livraria e escolha um presente especial para alegrar o coração da sua Mãe. NA LIVRARIA E PRESENTES SÃO JOSÉ OPERÁRIO Temos uma variedade de artigos religiosos. Também aproveite os serviços de xerox e recarga de celulares. www.santuariosaojoseoperario.org.br Livraria e presentes - Faça-nos uma visita! 5871-9846

[close]

p. 7

Maio - 2016 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Página-7 Programação do Santuário São José Operário MISSA COM BÊNÇÃO DOS DOENTES Venha receber a bênção de Deus! MISSA E ENTREGA DO LEITE PARA AS CRIANÇAS FAÇA A PROCISSÃO E ENTREGUE O LEITE EM PÓ EM TODAS AS MISSAS «Tudo que fizestes a um destes pequeninos é a mim que o fazes» Dia 1º de maio (domingo) às 15h PARTICIPE DAS MISSAS NO SANTUÁRIO Segunda 12h e 19h - Terça 7h30 e 12h Quarta 7h30, 12h e 19h - Quinta 7h30, 12h e 20h Sexta 7h30, 12h e 19h - Sábado 7h30, 12h e 19h Domingo 6h30, 8h, 10h, 12h, 15h e 18h30 Dia 15 de maio (domingo) Dia 22 de maio (Domingo) em todas as missas Às 06h30, 8h, 10h, 12h, 15h e 18h30 Traga o alimento para as famílias carentes. Bênção de Santa Rita para os casos impossíveis MISSA DE SANTA RITA DE CÁSSIA e DOMINGO DA SOLIDARIEDADE Missa da Família Dias 05, 12 19 e 26 de maio às 20h MISSA E COROAÇÃO DE NOSSA SENHORA No Santuário - Dia 29 de Maio (Domingo) às 10h Vamos juntos coroar a Mãe de Jesus e nossa mãe T E R Ç O DOS HO Terço dos Homens MISSA, LOUVOR E LIBERTAÇÃO Dias 08, 22 e 29 de Maio (Domingo) às 15h Pelo poder da oração, tudo pode ser mudado JESUS VAI CURAR E RESTAURAR SUA FAMÍLIA! S N E M Deixe-se conduzir pelo amor de mãe de Nossa Senhora No Santuário: Inicia-se com a missa às 19h até às 21h.Todas as quartas-feiras. Na Capela São Vicente: todas as terças-feiras às 19h30 Venha e traga sua família para receber a bênção da harmonia familiar. Oração das Mil Ave - Marias Toda primeira quarta-feira do mês início às 08h30 até às 14h30 Venha rezar conosco, por todas as pastorais e movimentos www.santuariosaojoseoperario.org.br Todas terças-feira das 15h às 17h Missa em louvor ao Espírito Santo todas as 2ª terças-feira do mês às 16h. e todas as sextas-feira, Grupo de Oração iniciando-se com a missa às 19h GRUPOS DE ORAÇÃO - SANTUÁRIO

[close]

p. 8

Página-8 PROGRAMAÇÃO DA PARÓQUIA SANTUÁRIO SÃO JOSÉ OPERÁRIO Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Maio - 2016 SOLENIDADE DE SÃO JOSÉ OPERÁRIO DIA 1º DE MAIO (Domingo) SANTAS MISSAS: 06h30, 8h, 10h, 12h, 15h e 18h30 Missa com procissão de São José Operário: às 18h30 Dia 06 de maio (sexta-feira) às 07h30 Abra o seu coração para Jesus MISSA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS T E R Ç O DOS HO Terço dos Homens MISSA ESPECIAL COM BÊNÇÃO DAS MÃES Traga sua mãe. Se ela mora longe ou está junto de Deus, traga a foto dela! No Santuário: às 6h30, 8h, 10h, 12h, 15h e 18h30 Dia 08 de Maio (Domingo) www.santuariosaojoseoperario.org.br S N E M Deixe-se conduzir pelo amor de mãe de Nossa Senhora No Santuário: Inicia-se com a missa às 19h até às 21h.Todas as quartas-feiras. Na Capela São Vicente: todas as terças-feiras às 19h30 FEIJOADA BENEFICENTE Dia 1º de Maio (Domingo) a partir das 12h, no Salão Paroquial UM AGRADÁVEL ALMOÇO ENTRE FAMÍLIAS - PARTICIPE ADQUIRA SEUS CONVITES NA SECRETARIA DO SANTUÁRIO

[close]

p. 9

Maio - 2016 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário DIA D IA SEM 1 DOM 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 SEG 1ª LEITURA At 15, 1-2.22-29 At 16, 11-15 SALMO 66 149 18 148 97 46 46 46 67 67 67 15 102 112 103 18 54 48 48 102 140 8 110 97 147 109 95 62 116 90 Is 12, 2-6 2ª LEITURA Ap 21, 10-14.22-23 EVANGELHO Jo 14, 23-29 Jo 15, 26---16, 4a Jo 14, 6-14 Jo 16, 12-15 Jo 16, 16-20 Jo 16, 20-23a Jo 16, 23b-28 Lc 24, 46-53 Jo 16, 29-33 Jo 17, 1-11a Jo 17, 11b-19 Jo 17, 20-26 Jo 21,15-19 Jo 15, 9-17 Jo 20, 19-23 Mc 9, 14-29 Mc 9, 30-37 Mc 9, 38-40 Mc 9, 41-50 Mc 10, 1-2 Mc 10, 13-16 Jo 16, 12-15 Mc 10, 17-27 Mc 10, 28-31 Mc 10, 32-45 Lc 9, 11b-17 Mc 11, 11-26 Mc 11, 27-33 Lc 7, 1-10 Mc 12, 1-12 Lc 1, 39-56 TER 1Cor 15, 1-8 QUA At 17, 15.22---18, 1 At 18, 1-8 QUI SEX At 18, 9-18 SAB At 18, 23-28 DOM At 1, 1-11 SEG At 19, 1-8 TER At 20, 17-27 QUA At 20, 28-38 QUI At 22, 30; 23, 6-11 SEX At 25, 13b-21 SAB At 1, 15-17.20-26 At 2, 1-11 Tg 3, 13-18 Tg 4, 1-10 Tg 4, 13-17 Tg 5, 1-6 Tg 5, 9-12 Tg 5, 13-20 Pr 8, 22-31 1Pr 1, 3-9 1Pr 1, 10-16 1Pr 1, 18-25 Gn 14, 18-20 1Pr 4, 7-13 Jd 17.20b-25 1Rs 8, 41-43 2Pr 1, 2-7 Sf 3, 14-18 Ef 1, 17-23 E 15 DOM 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 SEG TER QUA QUI SEX SAB DOM SEG TER QUA QUI SEX SAB DOM SEG TER 1Cor 12, 3b-7.12-13 Rm 5,1-5 1Cor 11, 23-26 Gl 1, 1-2.6-10 xiste uma íntima relação entre Maria Santíssima, a Mãe de Jesus, o mistério da misericórdia divina e a prática da misericórdia. Maria está desde a sua concepção envolta na misericórdia infinita do Pai, pelo Filho e no Espírito (preservada do pecado e do demônio), ao mesmo tempo em que o seu agir – antes e depois da sua Assunção – está assinalado pelo amor efetivo aos seres humanos (especialmente pelos pecadores e sofredores). Oficialmente a Igreja Católica aprovou a 15/8/1986 o formulário da Missa Votiva “Santa Maria, Rainha e Mãe de Misericórdia”, importante marco para a história de sua veneração – sem nos esquecermos que a 30/11/1980 o Papa João Paulo II destacara na sua Encíclica Dives in Misericordia que Maria é a “pessoa que conhece mais a fundo o mistério da misericórdia divina” (n. 9). Anos depois o Catecismo da Igreja Católica (1997) dirá que ao rezar na Ave-Maria: “rogai por nós, pecadores”, estamos recorrendo à “Mãe da misericórdia” (n. 2677). A invocação “Salve, Rainha Mãe de misericórdia” se encontra pela primeira vez com o Bispo Adhemar, de Le Puy (+ 1098); destaca a qualidade do olhar materno de Maria: “esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei”, e conclui com o sentido desta sua misericórdia: “ó clemente, ó piedosa, ó doce, Virgem Maria”. Já o título “Mãe de Misericórdia” se crê que foi dado pela primeira vez a Maria por Santo Odão (+942), abade de Cluny. (Eu sou a Mãe de Misericórdia), Maria lhe teria dito em sonho. No mundo oriental podemos encontrar testemunhos ainda mais antigos. O padre oriental Tiago de Sarug (+521), aplicou a Maria explicitamente o título de “Mãe de misericórdia”, o que é por muitos considerado como sua primeira atribuição em absoluto. Relação com a Mensagem da Divina Misericórdia: Em Vilna, capital da Lituânia, se venera a imagem da Mãe da Misericórdia de (Portal da Aurora) desde 1522, localizada numa das entradas do antigo muro. Em 1773 o Papa Clemente XIV concedia indulgências a quem rezasse ali com devoção, e em 1927 o Papa Pio XI permitiu que a pintura fosse solenemente coroada com o título de Maria, Mãe de Misericórdia. Sua festa é celebrada a 16 de novembro. Em nossos tem- Maria, Mãe da Misericórdia Página-9 un ida de Alcoólicos Anônimos Fundada: 10/06/1935 Margareth M. dos Santos Psicóloga CRP 06/30407 recuperação ( Grupo Reconstrutores de Vida de A. A. ) Formado: 22/07/1973 Se alguém que você conhece estiver com problemas com bebidas Alcoólicas Reuniões: 2ª, 3ª, 4ª, 6ª às 20h - Sábado às 19h Rua Abílio César, 26 Sala 05 CEP: 05881-020 Jd. Soraia - Capão Redondo - SP DESDE JANEIRO /2016 Atendimento psicológico: Infantil - Adolescente Adulto - Grupo - Orientação Vocacional ‘ Procure-nos ’ Informações: 3315-0216 / 3315-0040 Email: margarethpsico2011@gmail.com www.santuariosaojoseoperario.org.br 11 97049-9115 (tim) 11 97147-3150 (vivo) 11 96678-9816 (oi) 11 98978-3070 (claro) pos, Santa Faustina, mística polonesa, nos repropõe a centralidade da Divina Misericórdia para a fé e a vida da Igreja, recorrendo a Maria Santíssima como Mãe da Misericórdia. Em qual sentido podemos proclamar Maria como Mãe de misericórdia? Maria é a mulher que experimentou de modo único a misericórdia de Deus – que a envolveu de modo particular desde a sua Imaculada Conceição, passando pela Anunciação, como discípula fiel do seu Filho, até o grande momento da Sua Páscoa (paixão, morte, ressurreição, glorificação e Pentecostes). Ela é a “cheia de graça”, ou seja, totalmente transformada pela benevolência divina (cf. Ef 1,6). Maria é a mãe que gerou a misericórdia divina encarnada – graça extraordinária que coloca a jovem Maria, a partir da Encarnação do Filho de Deus, numa relação inimaginável de intimidade com o próprio “Pai das misericórdias” (2Cor 1,3). A partir do seu “eis-me aqui” e o seu “faça-se”, a misericórdia divina se faz carne e entra na história! Maria é a profetisa que exalta a misericórdia de Deus – pois no seu cântico o “Magnificat” por duas vezes – unida ao Filho do Altíssimo e ao seu Espírito – ela louva ao Pai misericordioso: “a sua misericórdia se estende de geração em geração sobre aqueles que o temem”; “socorreu Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia” (Lc1, 50.54). Maria é a intercessora incansável do povo de Deus – elevada aos Céus em corpo e alma, Maria não deixa de apresentar as necessidades dos fiéis ao seu Filho, a quem rogou pelos esposos de Caná, quando vivia na terra (cf. Jo 2,1ss). Ela “continua a alcançar-nos os dons da salvação eterna”. rviç se o Pe. Carlos Lozada Vigário Paroquial

[close]

p. 10

Página-10 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Maio - 2016 ANUNCIE AQUI Este espaço está reservado para você! MELLO FARMA DROGARIAS 5873-2009 santuario@santuariosaojoseoperario.org.br Medicamentos e Perfumaria em geral Faça-nos uma visita na Secretaria do Santuário Telefone: 5872-6763 Rua Abílio Cesar, nº 3 Capão Redondo - SP CAFÉ COHAB Maria Rodrigues Vieira Panificadora Pães, Doces, Salgados Bolos,Tortas e muito mais Aceitamos encomendas Rua Abílio Cesar, nº 179 - Jd. Jangadeiro LOJAS KENZO Enxoval para bebê e roupa infantil Tânia Resende taniamresende@gmail.com Tel. 11 5873-4050 Av. Comendador Sant’Anna, 313 Capão Redondo - CEP 05866-000 Tel.: 5873-2620 Av. Comendador Santana, nº 957 Capão Redondo - SP TÂNIARESENDE IMOBILIÁRIA DESDE DEZEMBRO/2015 ANUNCIE AQUI Este espaço está reservado para você! 5873-2009 santuario@santuariosaojoseoperario.org.br Faça-nos uma visita na Secretaria do Santuário www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 11

Maio - 2016 SANT. S. JOSÉ OPERÁRIO Os mais sinceros votos de Paz aos Dizimistas do mês de Maio/2016 ELIANE FERREIRA CASTILHO ELIZABETE R. SILVA ELIZABETE S. SILVA DE ALMEIDA ELZA BARBOSA DE SOUZA ELZA DA CRUZ SABINO ERIKA MORAIS DE SOUZA ESENILDA S. A. SILVA ESTELITA RAMOS DAMASCENO ESTER MARIA FERREIRA DA SILVA EUNICE GUEDES DA SILVA EVA RODRIGUES DE OLIVEIRA FABIO JUNIOR DE A. MENDONÇA FABIO MENDES DE AZEVEDO FABRÍCIO EUGÊNIO SILVA FATIMA APARECIDA FERREIRA FLAVIANA S. DE JESUS SILVA FRANCIELE SOARES RUFINO FRANCISCA M. DO NASCIMENTO FRANCISCA PEREIRA DE MORAIS FRANCISCO ANDERSON QUIRINO FRANCISCO ARAÚJO GONÇALVES FRANCISCO E. C. SANTIAGO FRANCISCO EDVAN COSTA GILDO JOSÉ DE SOUZA GLEICIANE PEREIRA MAGALHÃES GRACIELE PEREIRA DA SILVA GUILHERME MARCONE F. FILHO HÉLIO AMARAL SILVA INÁCIA C. SILVA IOLANDA RODRIGUES DA SILVA IRACEMA GERÔNIMO ARCANGELO IRISMAR DE LIMA MIRANDA IRMA ADELINO ISABELLA P. DE OLIVEIRA ISALTINA DE MOURA SILVA IVANY DE SOUZA M. MOREIRA JACINTO DA CRUZ FERREIRA JANDIRA DE PAULA BARBOSA JAQUELINE APª ROCHA KENIKEL JEMES HENRIQUE MORAIS NECO JEROLINO CARDOSO JESSICA PALACIO DE MORAIS JOANA DO CARMO PEREIRA M. JOANA MARIA MEDINA JOANA RAMALHO DE FREITAS JOAQUINA LOPES RAMOS JOELMA SILVA TRINDADE RAMMOS JOSÉ GERALDO DA SILVA JOSÉ GILSON SANTANA REIS JOSÉ HÉLIO LINS LIMA JOSÉ LUIZ DE ABREU JUNIOR JOSÉ MARIA SOARES JOSE NELSON BARBOSA JOSÉ PREIRA MOURATO JOSÉ RODRIGUES JUNIOR JOSÉ SEBASTIÃO DA SILVA JOSÉ TEOTONIO NETO JOSEFA MARIA BARBOSA JOSEFA NUNES DA SILVA SOUSA JOSEJA PEREIRA DA SILVA JULIANE ARÚJO ROSA JULIO CESAR DA SILVA KATIA SIMONE DAMASCENO LOPES KAUÊ GUIMARÃES CHAVES SOUSA LEANDRA RIBEIRO SILVA LEONILDE M. S. SILVA LETICIA P. MENEZES LILIANA COSTA DE JESUS LUCIANA DE SOUZA CARDOSO LUCIENE DE MOARES FLORES LUIS JOSÉ DE SOUSA Mª EDILENE DE ALCANTARA MANOEL BARBOSA DO NASCIMENTO MANOEL BATISTA DE MOURA MANOEL JESUS LEÃO NETO MARCELO DE PAULA PIRES MARCELO MACIEL B. ESTRADA MARCIA S. SILVA ROSA MARCIO ANDRÉ DA SILVA MARCOS MARCELO E. SILVA MARGARIDA JOSEFA BARBOSA MARIA LUZANNIRA ALVES DE ABREU MARIA ADRIANA RODRIGUES MOTA MARIA APARECIDA DA CONCEIÇÃO MARIA APARECIDA DOS SANTOS COSTA MARIA ARRUDA DA SILVA LINS MARIA CECÍLIA DE FREITAS BASÍLIO MARIA CONCEIÇÃO MARQUES DOS SANTOS MARIA CRISTINA PEREIRA MARIA DA CONCEIÇÃO LÉO MARIA DA CONCEIÇÃO M. DOS SANTOS MARIA DA CONCEIÇÃO R. SOUSA MARIA DA CRUZ BARBOSA SOUZA MARIA DA GLÓRIA C. MACHADO MARIA DA PENHA GOMES MARIA DAS DORES DA SILVA MARIA DE FÁTIMA DA GUIA MARIA DE FÁTIMA DOS SANTOS MARIA DE LOURDES DA SILVA MARIA DE LOURDES DA SILVA I MARIA DE LOURDES MENDES MARIA DE NAZARÉ DE ABREU MARIA DOMINGUES DA SILVEIRA MARIA ELISANGELA O. DA SILVA MARIA FLOR DE MAIO SOUSA MARIA FRANCISCA DE SANTANA MARIA INÁCIA FERREIRA MARIA LUCIA S. RECHENG MARIA LUZIA ALVES FERNANDES MARIA MADALENA FERREIRA REIS MARIA NEVES DE SOUZA MARIA PERPÉTUA COLBERT MARIA RAIMUNDA O. DOS SANTOS MARIA SEBASTIANA PIRES MARILENE RODRIGUES MARILI IRENE M. DE OLIVEIRA MARINO JORGE DA SILVA MATILDE MARIA DE JESUS JULIA ROSENDO DA SILVA MIGUEL PEDRO DE ARAÚJO MOACIR APARECIDO SERTÓRIO MOACYR SANTANA GABRIEL MONICA G. CUNHA NATALI CORDEIRO DO NASCIMENTO NEIDE DE JESUS CARVALHO NELITA LEMOS INÁCIO NEREU BATISTA DOS SANTOS NEUZA DE FATIMA LOPES NEUZA PATRICIO NORIVAL JOSÉ RIBEIRO OLIMPIA SANTANA NETA OSCAR APARECIDO DIAS PALOMA CRISTINA FERREIRA DA SILVA PATRUCINA ALVES DA SILVA PAULO FERNANDO PINHO PAULO MARTINS DE OLIVEIRA PE. WAGNER FERNANDES M. DA SILVA PEDRO FERREIRA DOS SANTOS RAFAEL SANTOS RAIMUNDO NONATO DE SOUSA LIMA RAQUEL PEREIRA SILVA REGINA MARA REINALDO BONIFÁCIO GERALDO RENATA VILELA SANTOS RITA MARIA SIQUEIRA ROBERTA SANTOS DE ARAÚJO ROGÉRIO AMÂNCIO SDA SILVA RONILMO ALVES SANTOS ROSELI DA CRUZ PASSOS ROSELITA MOREIRA DA SILVA SANTOS ROSELMIRA DOS SANTOS SILVA ROSENDA F. DE LIMA ROSENILDA SANTOS SANTANA DA SILVA SALVALINO PEDRO DIAS E MARIA PENHA SARA DE JESUS SILVA SEVERINO CORENA O. SILVA SIDNEY BRANDÃO PINTO SILMAR RODRIGUES DA SILVA SILVANIRA MARIA DA S. DANTAS SILVIA FERREIRA DE SOUZA SIMONE DORA CAMPELO SONIA MARIA DOS SANTOS SONIA REGINA DE OLIVEIRA ALVES TATIANE COSTA CAVALCANTE FIGUEIRA TEONEIDE CANUTO FERREIRA TEREZINHA DE FATIMA V. FERREIRA THAIS FERREIRA DA SILVA UMBERTO DINIZ DA SILVA VAGNER DO ROSÁRIO CORDEIRO VALDIR RODRIGUES SANTANA VASTI DAMASCENO DO N. SANTOS VERA LUCIA LIMA FERREIRA VICENTE MAXIMINIANO BERNARDO VIVALDO AFONSO PEREIRA WAGNER GIL COSTA WAGNO GIL COSTA WALYSON DE BRITO FERREIRA CAPELA SÃO PEDRO CAPELA SÃO VICENTE Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Página-11 WANTUIL REIS DOS SANTOS WELTON CARLOS RIBEIRO WILSON RODRIGUES ALVES ZENILDA R. L. DOS SANTOS ZORILDA RODRIGUES SANTANA ADAIR NOGUEIRA DE JESUS ADELAIDE FRANCERVILHA CASTANHEDA ADILMA A. NASCIMENTO ADRIANA G. DE SOUSA AGUSTAVE VIEIRA ALBERTINA DA COSTA NUNES ALDO ARRUDA DA SILVA ALEKSANDRA DA SILVA CARDOSO ALESSANDRO DE ARAÚJO ALFREDO MIRANDA DOS SANTOS ALICE RODRIGUES DA SILVA AMARILDO R. DAMASCENO ANA MARIA DE SOUZA ANA MARIA MARQUES DOS SANTOS ANA PAULA PEREIRA BARBOSA ANA RIBEIRO DE SOUZA ANGELA SILVA REIS ANIZIA DOS ANTOS SILVA ANTONIA APARECIDA R. SE SOUZA ANTONIA MARIA DE SOUZA ANTONIA MARIA NASC. DOS SANTOS ANTONIA RODRIGUES DE ALMEIDA ANTONIA SOCORRO NASCIMENTO ANTONIA SOUZA SANTOS ANTONIO DE ARIMATEIA J. DA SILVA ANTONIO JOSÉ ALVES ANTONIO PEREIRA DA SILVA ANTONIO VALDIR V. ANDRADE APARECIDA FURTADO DE LIMA AURORA CALDEIRA DA SILVA BASILIO ISAQUE RIBEIRO BELMIRA BELMONTE SIPHONE BENEDITA BARBOSA DE OLIVEIRA BENEDITO JOSÉ DE SANTANA BENVINDA RIBEIRO VIANA BERNADETE ISABEL DE ASSIS BRUNO ALVES DE O. LIMA CAMILA SILVA LIMA CARLOS EDUARDO BARRETO STUCHI CAROLINA LUISA CAROLINI DE P. CATÃO HIAJO CECI PESSOA XAVIER COSTA CESAR NOGUEIRA ARAÚJO CHRISTIANE APARECIDA SILVA CLAUDIA APARECIDA B. SOUZA CLEUZA DE A. AMARAL CRISTIANE BATISTA SOARES CRISTINA DE SOUSA DAIANE PEREIRA DA SILVA DALMA FERREIRA DOS SANTOS DAMIANA DE SOUZA SANTANA DENISE MARIA DE OLIVEIRA DIEGO MOREIRA FREIRE DURVAL M. FERREIRA ED CARLOS FERREIRA MAGALHÃES EDI CARLOS FERREIRA MAGALHÃES EDLA VIEIRA DA SILVA EDUARDO MARCOS TRINDADE ALESSANDRA ROCHA AMARAL ANA PAULA FERREIRA DE ALMEIDA ANTONIA MACHADO CARVALHO BEATRIZ SANTANA DOS SANTOS ELISABETE CARDOSO MELO ERICK JHONES CLEMENTE DOS SANTOS GELMA DO SAOCORRO LIRA SANTANA JOÃO A. ALVES RODRIGUES JOSÉ VALDEZ SANTA FÉ JUCEMAR V. DE BARROS LARISSA MANGABA DA SILVA LIGIA VIRAÇÃO DE LIMA MARIA HELENA SANTANA MARIA SALETE DIAS FERNANDES MARIA SILVEIRA PEREIRA DOS SANTOS PAULO RICARDO MELO CAVALIERE PEDRO HENRIQUE MELO REGIANE PEREIRA NONATO ROSANA DO S. VASCONCELOS MENDES VALQUIRIA GONÇALVES DE ATAIDE SILVA ALINE APARECIDA SIQUEIRA ANTONIO PEREIRA FILHO CLAUDIA C. SILVA CLEIDE MARIA DO NASCIMENTO SILVA CONCEIÇÃO NASCIMENTO ROCHA EUGENITA DE ARAÚJO FERREIRA EUNICE CARVALHO DE MATOS FRANCISCA FERREIRA DA SILVA FRANCISCA NUNES DE SOUZA GENICLEIDE B. MAGALHÃES GIANE DOS SANTOS SOUZA GIVALDO SANTOS IZALTINA DE MOURA SILVA JOANA MARTINS DE ABREU JOSÉ CARLOS BARRETO COSTA JOSÉ INGRACIO DA SILVA JOSÉ IRANILDO DA SILVA JOSÉ QUIRINO DE ALBUQUERQUE LUCIA DE FATIMA A. DE SOUZA MARIA D. GONÇALVES DOS SANTOS MARIA DA NEVES DA SILVA MARIA DAS GRAÇAS SILVA I MARIA DE FÁTIMA T. DOS SANTOS MARIA DO CARMO F. FELINO MARIA DO SOCORRO PEREIRA MARIA DO SOCORRO SANTOS PEREIRA MARILEIDE VIEIRA SANTANA RAIMUNDA RODRIGUES BARRETO SUELLEN APARECIDA SOUTO SILVA VALDINEI AMARAL DOS SANTOS “Pagai integralmente os dízimos ao tesouro do templo, para que haja alimento em minha casa” (Malaquias 3, 10) www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 12

Dia 05 de maio (quinta-feira) às 20h Dia 07 de maio (sábado) às 19h Dia 08 de maio (domingo) no Santuário às consagre seu dízimo com esperança! seja fiel 6h30, 8h, 10h, 12h, 15h e 18h30 Na Capela São Pedro: às 8h30 - Na Capela São Vicente: às 10h www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

Comments

no comments yet