Jornal CristoRei.ComVocê Ano 5 Nº 47 - Abril/2016

 

Embed or link this publication

Description

Igreja se prepara para receber imagem de Nossa Senhora

Popular Pages


p. 1

cristorei.comvocê Ano V - nº 47 - Abril 2016 www.cristoreisp.org.br PARÓQUIA CRISTO REI Arquidiocese de São Paulo Igreja se prepara para receber imagem de Nossa Senhora Pág. 8

[close]

p. 2

EDITORIAL VIAGEM DE FÉ Viva seu sacerdócio A Constituição Dogmática Lumen Gentium (Sobre a Igreja), no capítulo II, ao resgatar o conceito de "Povo de Deus", destaca de forma incisiva o exercício do sacerdócio comum. A Igreja é entendida como uma comunidade sacerdotal. No livro do Êxodo (19,5-6) encontramos essa definição: "Agora, se ouvirdes a minha voz e obedecerdes à minha aliança, sereis como meu tesouro pessoal dentre todas as nações .... Vós sereis para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa". No Novo Testamento, reencontramos essa mesma noção na Primeira Carta de Pedro (2,9): "Porém, vós sois geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, cujo propósito é proclamar as grandezas daquele que vos convocou das trevas para sua maravilhosa luz". O conceito de sacerdócio comum se estende a todos os que ingressam no Povo de Deus (pelo batismo) e garante a igualdade entre os cristãos. Todos têm a mesma missão: "proclamar as grandezas de Deus". Pela graça batismal, somos filhos de Deus em Cristo e participamos de sua tríplice missão: profética, sacerdotal e pastoral. Pelo exercício do sacerdócio comum, a missão de todos é anunciar e testemunhar a Palavra de Deus que gera vida (dimensão profética); santificar a humanidade (dimensão sacerdotal); e solidarizar-se com a multidão que está cansada e abatida como ovelhas sem pastor e pela compaixão conduzi-las a novas pastagens (dimensão pastoral) Todavia, a missão é vivida de maneiras diferentes, através dos ministérios, dos diversos carismas e serviços existentes na Igreja. Mas tudo deve ser feito em comunhão, pois sem comunhão não há missão. Podemos aqui lembrar a imagem que São Paulo nos trouxe na Carta aos Coríntios: "Um só é o corpo, vários são os membros......" Portanto, se pelo batismo, você faz parte de um "povo sacerdotal", como você está vivendo o seu sacerdócio? Padre Marcelo M. Quadro 2 15 anos de peregrinação ao Santuário de Atibaia A peregrinação faz parte da história da humanidade. Somos todos peregrinos rumo à casa do Pai, vamos a um santuário porque é um lugar de graças, são sacramentais. São sinais nos quais Deus se aproxima do homem e o homem de Deus. Faço peregrinação ao Santuário de Atibaia há 15 anos. É um Santuário Mariano, que simboliza o encontro mais profundo de Deus com seus filhos por meio de Maria. Em seus santuários, ela continua o mesmo que fez em sua vida, ou seja, conduzir homens a Cristo. Maria nos ensina a amar Jesus, pois ela é mãe educadora. Com ela aprendi a amar Jesus. É uma experiência maravilhosa, uma transformação de vida, pois muitas pessoas acham que para ser feliz precisam ter muitas coisas. Eu descobri que não, basta ter e conviver com Jesus. Ele nos traz paz, alegria, serenidade e a verdadeira paz. No Santuário de Atibaia são realizados encontros de formações para todo o Brasil. É lá que funciona também o secretariado, de onde sai todo o material de trabalho da campanha da Mãe Peregrina. Este movimento apostólico Nossa Senhora de Schoenstatt nasceu em 1914, na Alemanha, com o padre Jose Kentenich. Eis a missão do Santuário de Atibaia: sabor da permanente presença do Pai. Francisca Lázara Tófoli (destaque) é frequentadora assídua do Santuário de Atibaia Se você quer partilhar sua história de peregrinação, envie o texto (em média 20 linhas) e fotos para o e-mail: pascom@cristoreisp.org.br Expediente: Informativo da Paróquia Cristo Rei – Abril/2016 Rua Maria Eugênia, 104 – Tatuapé/São Paulo. Telefone (11) 2295-1685 Textos e Fotos: Pastoral da Comunicação

[close]

p. 3

AGENDA Celebração – Acontece no próximo dia 13, às 19h, no Salão Paroquial, o tradicional Seder de Pesah – jantar ecumênico que reúne judeus e representantes de outras religiões. Os convites estão à venda na Secretaria. ECC – Já estão abertas as inscrições para o 12º Encontro de Casais com Cristo Rei (ECC), que será realizado entre 20 e 22 de maio. A adesão é gratuita e pode ser feita na Secretaria ou no site www.cristoreisp.org.br. Fraternidade permanente Fechamos o ciclo da Quaresma com as celebrações da Semana Santa. Celebramos a paixão, morte e ressurreição de Jesus. Morto, mas vivente, presente em nosso meio. Vida nova veio nos dar. Mas, como acolhê-la e vivê-la? Encerrando a Quaresma, encerramos a Campanha da Fraternidade 2016. Não se encerra, porém, o objetivo da campanha: cuidar da "casa comum", sobretudo da água. Recuperar a que sujamos e não despejar a céu aberto, em rios, o nosso esgoto, nossa água usada. Primeiro, para evitar doenças. Segundo, não termos tanta falta de água nas secas. Ao ocuparmos o solo, deveríamos nos preocupar com a contaminação do lençol freático. O que nos leva à tamanha insensibilidade com as questões ambientais vitais? Qual mentalidade e comportamento nos levam a descuidarmos do "bem comum"? Segundo gente preocupada com a vida em seu conjunto, vivemos envolvidos e estimulados a um pragmatismo (utilitarismo) e narcisismo extremo. Somos fragmentados e perdemos a noção de que somos parte deste imenso universo. Somos parte da totalidade da vida deste planeta azul. Não somos donos tão pouco temos domínio absoluto na manipulação da natureza, embora vivamos na cidade, conscom o Universo e a vida na Terra, sua fragilidade e grandeza. Recuperar o senso de gratuidade e comunhão, pois se pensarmos bem, nossa existência é um milagre. Segundo as Escrituras, um milagre do Amor Misericordioso do Pai. Como lembra o Papa Francisco em Laudato Si, 11, a respeito da vida e da mística de Francisco de Assis: "Seu testemunho mostra-nos também que uma ecologia integral requer abertura para categorias que transcendem a linguagem das ciências exatas ou da biologia e nos põem em contato com a essência do ser humano." E continua: "Essa conviccção não pode ser desvalorizada como romantismo irracional, pois influi nas opções que determinam nosso comportamento. Se aproximarmos da natureza e do meio ambiente sem essa abertura para a admiração e o encanto, se deixarmos de falar a língua da fraternidade e da beleza na nossa relação com o mundo, então nossas atitudes serão as do dominador, do consumidor ou do mero explorador dos recursos naturais, incapaz de por limite aos seus interesses imediatos." Os rios, transformados em canais de esgoto por nossa ação, clamam por recuperação da vida... Padre Kiyoharu Ojima trução humana, desumanizante pela forma como a ocupamos e compartilhamos. Se a natureza é vivida como ameaça, fragmentada a mercantilizamos segundo necessidades e interesses, ameaçamos o ciclo da vida e suas interrelações. É preciso recuperar a capacidade de se extasiar Anuncie no Informativo da Paróquia Cristo Rei 99869-9318 (Caetano) 3

[close]

p. 4

Arquidiocese propõe Sínodo para fortalecer a missão Você está sabendo que o nosso Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer está consultando a Arquidiocese de São Paulo, em suas diversas instâncias organizativas, sobre a realização de um Sínodo Arquidiocesano? Estamos a caminho do Primeiro Sínodo da Arquidiocese de São Paulo. Mas o que é um Sínodo? A palavra é uma conjunção de duas outras palavras da língua grega, cujo significado é "fazer juntos o caminho" ou "caminhar juntos". Trata-se de uma série de encontros (sessões sinodais) de representantes das diversas classes de fiéis para tratarem assuntos propostos por quem convocou o Sínodo e propor encaminhamentos para as questões discutidas. Geralmente, quem faz essa convocação é o Bispo. A comunhão e missão, enquanto aspectos inseparáveis do único fim da ação pastoral da Igreja, constituem o "bem de toda a comunidade diocesana", que o cânon 460 do Código de Direito Canônico aponta como a finalidade última do Sínodo. Os trabalhos sinodais têm como objetivo fomentar a comum adesão à doutrina salvífica e estimular todos os fiéis ao seguimento de Cristo. Uma vez que a Igreja é "enviada ao mundo para anunciar e testemunhar, atualizar e expandir o mistério de comunhão que a constitui", o Sínodo também cuida de favorecer o dinamismo missionário de todas as energias eclesiais sob a guia dos legítimos pastores. Um Sínodo não é uma simples reunião, mas um espaço amplo de reflexão, discussões que podem durar muito tempo. Trabalhos sinodais têm como objetivo estimular os fiéis ao seguimento de Cristo Existem as seguintes fases para a execução de um Sínodo: 1) Preparação espiritual, catequética e informativa: todos são informados sobre a natureza e a finalidade do Sínodo e sobre o âmbito das discussões sinodais: 2) Consultação da diocese: seja oferecida aos fiéis a possibilidade de manifestar as suas necessidades, os seus desejos e o seu pensamento sobre o tema do Sínodo: 3) Definição das questões: após a consulta, O Bispo procederá à definição das questões sobre as quais se desenvolverão as discussões; 4)Desenvolvimento do Sínodo: o Sínodo propriamente dito que consiste exatamente nas sessões sinodais; 5) As declarações e decretos sinodais: terminadas as sessões do Sínodo, o Bispo procede à redação final dos decretos e das declarações, assina-as e ordena a sua publicação. Que possamos acompanhar esse processo vivido em nossa Igreja, pois com certeza trará uma renovação importante para todos nós. Padre Marcelo M. Quadro Atendendo Pessoas de Bom Gosto o Rua Tuiuti, no n 1.164 03081-015 Rua Tuiuti, 1.164-- CEP: Tatuapé - SP Tatuapé São Paulo SP visite nosso site: www.camalchaim.com 4 2097-2615

[close]

p. 5

POR DENTRO DA IGREJA Trajetória de amor – Depois de conquistar as telas do cinema, a história de Irmã Dulce ganha agora uma revista. Lançada no dia 1º de abril, em Salvador, a publicação é inspirada na estética do mangá (história em quadrinhos japonesa) e recria momentos marcantes da trajetória do Anjo Bom do Brasil, desde seu nascimento e infância, até sua luta em favor dos pobres e doentes. O gibi é voltado a leitores de todas as idades e conta com uma linguagem dinâmica e contemporânea. Virou filme – O filme "Fátima" será anunciado no Festival Internacional de Cannes, no dia 13 de maio, após a celebração de uma missa na igreja de Notre Dame de Bon Voyage, localizada no sul de França. Trata-se de um remake do "The Miracle of Our Lady of Fatima" (O Milagre de Nossa Senhora de Fátima), de 1952, e começará a ser produzido a partir de agosto. Segundo os produtores, o filme vai centrar-se especialmente no acontecimento "O Milagre do Sol", ocorrido em 13 de outubro de 1917, na Cova da Iria. Encontro – Uma visita estritamente particular com o intuito de levar pessoalmente suas felicitações de Páscoa ao papa emérito. Assim Francisco foi ao mosteiro Mater Ecclesia, nos Jardins do Vaticano, onde Bento XVI vive desde a sua renúncia. Durante a Semana Santa, Joseph Ratzinger – que completará 89 anos no próximo dia 16 – presidiu a Liturgia da Paixão e também alguns rituais pascais. Apesar de privada, a visita marcou o reencontro entre Francisco e Bento XVI após a abertura da Porta Santa da Basílica de São Pedro, em 8 de dezembro. Sem violência – A CNBB, o Ministério da Justiça, o Ministério Público Federal e o Instituto dos Advogados Brasileiros assinaram, no dia 1º de abril, Conclamação Dirigida ao Povo Brasileiro, na qual estimulam uma solução pacífica para a crise. No texto, as entidades convocam "todos os cidadãos e cidadãs, comunidades, partidos políticos e entidades da sociedade civil organizada a fazerem sua parte e cooperarem para este mesmo fim, adotando, em suas manifestações, a busca permanente de soluções pacíficas e o repúdio a qualquer forma de violência, convictos de que a força das ideias, na história da humanidade, sempre foi mais bem sucedida do que as ideias de força". 5

[close]

p. 6

PALAVRA DOS FIÉIS Raimunda Nonata de Moura "Participo desta comunidade desde 2009. Sinto alegria imensa em ajudar nas pastorais, eventos e missas, e é gratificante o contato com os fiéis. Em cada abraço, olhar ou palavra trocados, sinto a presença de Deus, que me acolhe, guia e orienta minha vida espiritual, minha comunhão com Ele. Nossos padres são comprometidos, unidos e se dividem para estar presentes em todos os grupos. Nossa paróquia também é muito organizada e participativa. Desde o começo fui muito bem acolhida por todos, me sinto em casa e sou feliz aqui" Aniversariantes de Abril 3 4 5 5 6 8 8 MIRAIR APPARECIDA TOSÉLLI SIMONE PENANTE DE L. CARVALHO MARIA AMÉLIA LOPES SUZILEY RAMOS MAINARDI MABIA KELLY GOMES DE ABREU MARIA GOMES VALENTE ROSILENA FÁTIMA DE SOUZA Rejane Amancio Rodrigues "Frequento a paróquia desde adolescente, mesmo depois de ter mudado para outro bairro. Sempre participei das celebrações aqui, e foi depois da primeira eucaristia do meu caçula que me crismei e entrei para o grupo de catequistas de primeira eucaristia. Daí em diantes passei a frequentar os encontros com várias turmas e idades diferentes. Aproveitando a oportunidade que me foi dada, estou servindo a igreja em comunhão com Cristo Nosso Senhor e em união com os todos onde precisar. Tenho esta comunidade como minha família" 10 CONCEIÇÃO NATALINA DA SILVA 10 DOMINGAS REGINA VIVI 11 SILVIA HELENA RIBAS GOMES 12 JOSÉ CARLOS DOMINGUES 14 CAETANO RUBINI NETO 14 CLAUDIA DE LOURDES SILVA 19 HERMÓGENES DE OLIVEIRA 20 ANA DOLORES 21 MARIA JOSÉ COSTA DE ASSIS 21 DINORAH R. M. CESQUIM 22 LOURDES APARECIDA MONTEIRO 24 MARIA DE FÁTIMA H. GOMES 24 ELLEN TAKAKE NOGUEIRA 26 NADIR APARECIDA CICONATTO DE SOUZA 26 DEISE AQUIROPITA CAMPANA 27 MARIA O. G. EVANGELISTA 28 TIAGO ALVES DE CASTRO 28 OLGA LEATI CASTILHO 29 MARTA DE CARVALHO MONTEIRO Testemunho de Partilha Cleusa Olgas Piernas “Tenho consciência da importância do dízimo e sei que a paróquia, assim como uma casa, necessita de manutenção e tem despesas como tal. Aprendi na convivência em comunidade e faço isto em família para que meus filhos também sintam o prazer de partilhar aquilo que Deus, com seu infinito amor, nos permite ganhar, nos dando saúde, capacidade, força de vontade e sabedoria. Deus não deixa faltar nada em nossas vidas. Para mim, o dízimo não é só o compromisso consciente, mas também a maneira de mostrar confiança e segurança em Cristo Nosso Mestre e Senhor. Eu me alegro com minha iniciação no dízimo, pois minha vida realmente mudou muito. Tudo vem de ti e a ti ofertamos o que de tuas mãos recebemos." CLÍNICA SANTA VIRGÍNIA Rua: Santa Virgínia, 68 - Tatuapé São Paulo - CEP: 03084-000 TODAS AS ESPECIALIDADES! Telefones: 2097-0079 / 2097-0089 6

[close]

p. 7

GENTE NOSSA Uma família unida na fé e no serviço ao próximo Marcia e Carlos Alberto Faria são naturais de São Paulo, residem no Tatuapé há 13 anos e desde então frequentam a Cristo Rei. Eles estão casados há 21 anos e têm três filhos: Guilherme (16 anos), Bianca (12) e Beatriz (9). Frequentadores assíduos da paróquia, intensificaram a participação a partir de 2010, ao participarem do Encontro de Casais com Cristo (ECC). A principal motivação para essa maior proximidade com a igreja foram os filhos, afinal eles desejavam introduzir a fé cristã na vida das crianças. Daí surgiu a ideia de colaborar com o projeto da pré-catequese e o envolvimento foi só aumentando. No começo, Marcia assumiu a coordenação da pré-catequese. Em seguida, juntamente com o marido, passou a integrar a equipe do Curso de Noivos, além de apoiar a participação dos jovens da paróquia na Jornada Mundial da Juventude, tanto na edição de 2013 como na que acontecerá este ano na cidade de Cracóvia, na Polônia. "O apoio aos jovens é um projeto muito intenso, pois exige uma grande dedicação dos colaboradores já que envolve desde ações para arrecadar fundos com a organização de eventos, bingos, rifas, até orientação espiritual, passando também pela preparação para a missão que irão realizar na Polônia e o legado que trarão para a comunidade", ressalta o casal. A dedicação de Marcia e Carlos é admirável, pois em meio a rotina maçante do dia-a-dia e também a criação dos filhos, eles ainda conseguem tempo para Marcia e Carlos se aproximaram ainda mais da paróquia ao participarem do ECC colaborar com inúmeros projetos e atividades. "Esse trabalho é o alimento espiritual para nossa família, é a fé e a vontade de servir a Deus por meio de ações concretas de ajuda ao próximo", observam. Para eles, a principal missão foi possibilitar que a paróquia se tornasse o núcleo de convivência da família, fazendo com que os filhos sentissem prazer nas atividades da comunidade. "Antes, apenas assistíamos às missas. Hoje participamos da igreja e isso depende de cada um de nós. Jesus nos convida toda semana, basta estarmos atentos e perseverarmos", completam. 7

[close]

p. 8

PARÓQUIA EM AÇÃO Padroeira do Brasil chegará à Cristo Rei em 1o de maio A Cristo Rei já está colocando à disposição dos fiéis passagens para a 115ª Romaria da Arquidiocese de São Paulo a Aparecida, que acontece no próximo dia 1º. O valor da viagem é R$ 35, com os ônibus saindo a partir das 6 horas da frente da paróquia. No mesmo dia, a Arquidiocese receberá seis imagens de Nossa Senhora Aparecida para peregrinação pelas paróquias e comunidades até fevereiro de 2017. A iniciativa faz parte da celebração dos 300 anos da aparição da imagem da Padroeira do Brasil. Uma das imagens chegará ainda no dia 1º à Cristo Rei, onde será recebida na missa das 19 horas, e permanecerá na igreja até 4 de maio para apreciação dos fiéis. No próximo dia 18, às 20h, o Conselho Paroquial se reunirá para definir a programação da presença da imagem em nossa comunidade. Também será produzido um material informativo com mais detalhes sobre a visita de Nossa Senhora. Missa celebrará a chegada da imagem Sorte grande – O Domingo de Páscoa (27) não poderia ter sido mais feliz para o garoto Luca, de 7 anos. No mesmo dia em que fazia aniversário, ele ganhou o ovo de cinco quilos sorteado na rifa organizada pela Cristo Rei visando arrecadar fundos para custear a participação de representantes da paróquia na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2016.

[close]

Comments

no comments yet