Revista Secovi Rio 100

 

Embed or link this publication

Description

Revista Secovi Rio 100

Popular Pages


p. 1

REVISTA CURTINHAS pág. 5 » 10 ENTREVISTA pág. 11 » 16 CAPA pág. 18 » 23 JURÍDICO www.secovirio.com.br pág. 28 » 33 MAIO/JUNHO 2016 � venda proibida QUANDO TUDO ESTIVER SUJO, VAMOS JOGAR O MUNDO FORA? LIXO

[close]

p. 2



[close]

p. 3

SUMÁRIO DIRETORIA/EXPEDIENTE PALAVRA DO PRESIDENTE CURTINHAS 2 ENTREVISTA 4 CAPA OUTROS OLHARES 5 11 JURÍDICO LISTA 18 25 NOSSOS LUGARES 28 MATÉRIA ESPECIAL INDICADORES HABITACIONAIS 36 42 SERVIÇOS E PRODUTOS 51 CONSTANTE EVOLUÇÃO 60 65 Não deixa de ser simbólico que, em sua edição comemorativa, a Revista Secovi Rio tenha decidido apresentar em sua capa – o espaço mais nobre de uma publicação – um tema tão fundamental e, ao mesmo tempo, tão desprezado quanto o lixo de nossas cidades. O recado é claro: precisamos falar sobre o assunto urgentemente. Aquilo que produzimos não se desintegra quando é depositado na lixeira ou no duto coletor do prédio, apenas sai do alcance de nossa visão. Mas, mais cedo ou mais tarde, a natureza cobra a conta. Por isso mesmo, equacionar nossos padrões de consumo à capacidade de absorção do planeta já não é mais uma alternativa para o futuro, e sim uma prerrogativa do presente. A Revista Secovi Rio chega à sua 100ª edição renovada, mas sem deixar de cumprir seu papel de apoiar síndicos e interessados no universo condominial na gestão das mudanças mais importantes. Criamos um novo projeto editorial e gráfico, desenvolvido especialmente para ampliar o diálogo com o público e permitir a produção de conteúdos cada vez mais diversos. Abraçamos essas transformações de peito aberto e esperamos que você, leitor, continue a nos orientar sobre os melhores caminhos para atendê-lo com ética, credibilidade e pluralidade. EQUIPE SECOVI RIO MAIO•JUNHO 2016 / nº 100

[close]

p. 4

DIRETORIA/EXPEDIENTE DIRETORIA SECOVI RIO Efetivos Presidente: Pedro José Maria Fernandes Wähmann Vice-Presidente: Leonardo Conde Villar Schneider Vice-Presidente Financeira e de Desenvolvimento: Maria Teresa Mendonça Dias Vice-Presidente Administrativo: Ronaldo Coelho Netto Vice-Presidente de Marketing: João Augusto Pessôa Vice-Presidente Jurídico: Rômulo Cavalcante Mota Vice-Presidente de Assuntos Condominiais: Alexandre Hermes Rodrigues Corrêa Vice-Presidente de Locações: Antonio Paulo de Garcia Monnerat Vice-Presidente de Relações do Trabalho: Dennys Abdalla Muniz Teles Suplentes Aldo Fernando Villar Hecht da Fonte; Antonio Carlos Ferreira; Antonio Henrique Lopes da Cunha; Frederico Honorato Rodrigues Moreira; Germana Aragão de Mesquita Aguiar; Luiz Alberto Queiroz Conceição; Luis Carlos Bulhões Carvalho da Fonseca Filho; Pedro Carlos Carsalade; Rafael Thomé CONSELHO FISCAL Efetivos Dorzila Irigon Tavares; Marco Antonio Moreira Barbosa Suplentes Antonio José Fernandes Costa Neto; Marco Antonio Valente Tibúrcio; Marco Antonio Vieira de Mello DELEGADOS REPRESENTANTES JUNTO À FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Efetivos Pedro José Maria Fernandes Wähmann; Manoel da Silveira Maia Suplentes João Augusto Pessôa; Ronaldo Coelho Netto CONSELHO DE RELAÇÕES DO TRABALHO Dennys Abdalla Muniz Teles (presidente); Alexandre Hermes Rodrigues Corrêa; Fernando Schneider; Maria Teresa Mendonça Dias; Rafael Thomé REGIONAIS SECOVI RIO Regional Baixada Fluminense Av. Governador Roberto Silveira, 470, sala 412, Centro, Nova Iguaçu - RJ (Edifício Top Commerce) CEP: 26210-210 Telefone: (21) 2667-3397 E-mail: baixadafluminense@secovirio.com.br Representante: Hilário Franklin Pinto de Souza Regional Lagos Rua Francisco Mendes, 350, loja 5, Centro, Cabo Frio - RJ (Leste Shopping) CEP: 28907-070 Telefone: (22) 2647-6807 E-mail: lagos@secovirio.com.br Representante: José Carlos Bonan Regional Litorânea Av. Ernani do Amaral Peixoto, 334, sala 1.009, Centro, Niterói - RJ CEP: 24009-900 Telefone: (21) 2637-1633 E-mail: litoranea@secovirio.com.br Regional Noroeste Fluminense Praça São Salvador, 21, sala 904, Centro, Campos dos Goytacazes - RJ CEP: 28010-000 Telefone: (22) 2738-1046 E-mail: noroestefluminense@secovirio.com.br Representante: Rodrigo Guimarães Regional Norte Fluminense Avenida Rui Barbosa, 1.043, sala 201, Centro, Macaé - RJ CEP: 27910-362 Telefone: (21) 2772-3714 E-mail: nortefluminense@secovirio.com.br Representante: Viviane Guimarães Ferreira Regional Serra Imperial Rua Dr. Nelson de Sá Earp, 95, sala 406, Centro, Petrópolis - RJ CEP: 25680-195 Telefone: (24) 2237-5413 E-mail: serraimperial@secovirio.com.br Representante: José Roberto Bittencourt Sauer Regional Serra Norte Rua Doutor Ernesto Brasílio, 45, sala 205, Centro, Nova Friburgo - RJ CEP: 28610-120 Telefone: (22) 2523-7513 E-mail: serranorte@secovirio.com.br Representante: Gabriel de Freitas Ruiz Regional Serra Verde Av. Feliciano Sodré, 460, loja 3, Várzea, Teresópolis - RJ CEP: 25963-082 Telefone: (21) 2742-2102 E-mail: serraverde@secovirio.com.br Representante: Henrique Luiz Rodrigues Regional Sul Fluminense Rua Dezesseis, 109, sala 1101/A3-cobertura, Vila Sta. Cecília, Volta Redonda - RJ (Edifício Vila Shopping) CEP: 27260-110 Telefone: (24) 3339-2272 E-mail: sulfluminense@secovirio.com.br Representante: Vanisi de Oliveira Ferreira SEDE Av. Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 - Fax: (21) 2272-8001 E-mail: secovi@secovirio.com.br A Revista Secovi Rio é uma publicação institucional, bimestral, do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis e dos Condomínios Residenciais e Comerciais em todo o Estado do Rio de Janeiro. EXPEDIENTE Conselho Editorial: Pedro Wähmann, João Augusto Pessôa e João Fernandes Filho Gerente de Marketing e Comunicação: Marcos Mantovan REDAÇÃO imprensa@secovirio.com.br Jornalistas responsáveis: Gustavo Monteiro (25.140 MTE/RJ) e Igor Augusto Pereira (2.629 MTE/GO) Redação: Gustavo Monteiro, Igor Augusto Pereira e Amanda Gama Projeto gráfico e Diagramação: Henrique Vasconcellos Ilustração: Daniel Santos de Abreu Revisão: Sandra Paiva Fotografias: Daniel Wander PUBLICIDADE Elcias Teodoro (21) 2272-8009 - (21) 97377-7913 (21) 99789-6454 teodoro@secovirio.com.br parcerias@secovirio.com.br Thiago Bogado (21) 2272-8007 - (21) 97226-8936 revista@secovirio.com.br thiago@secovirio.com.br A revista reserva-se o direito de não aceitar publicidade sem fundamentar motivação de recusa. Os anúncios veiculados são de responsabilidade dos anunciantes. IMPRESSÃO Gráfica Colorset Tiragem: 23.000 exemplares. Distribuição gratuita. Auditada pela: BKR Lopes, Machado Auditors, Consultants & Business Advisers. Distribuição Nacional: Treelog S.A. Logística e Distribuição. SECOVI RIO / 2016 / nº 100 / 2

[close]

p. 5

Síndicos e condôminos precisam contar sempre com a experiência de uma empresa pioneira, que evoluiu com o mercado. Há 70 anos a Zirtaeb vem conquistando a con ança dos síndicos e proprietários de imóveis. ................................ CRECI J101 / ABADI 2 / SECOVI 11 O BRAÇO DIREITO DO SÍNDICO E PROPRIETÁRIOS /zirtaeb | acesse: www.zirtaeb.com | Tel. 3233.3500 Administração de Condomínios e Imóveis para renda, compra e venda. senior

[close]

p. 6

PALAVRA DO PRESIDENTE O número 100 é emblemático. Remete a centenário, tradição, história... É um número importante, quase sempre acompanhado de celebração. Para pessoas, significa longevidade. Para cidades, significa dar mais um passo rumo a um futuro melhor. Para empresas, é momento de projetar melhorias sem deixar de agregar os sucessos do passado. Para um livro, é a confirmação de que a história permanece viva ao longo do tempo. Para a nossa revista, o número 100 vem imbuído de todos esses sentimentos. Com esta edição estamos nos repaginando, adequando nossa linguagem aos novos conceitos de comunicação e, claro, à evolução da própria sociedade, cada vez mais inserida num contexto em que a informação precisa ser transmitida de maneira ágil, leve, mas sem perder a qualidade. O Secovi Rio é um sindicato que se orgulha por pautar suas atividades em dois conceitos: tradição e modernidade. A revista número 100 reforça esses valores, mantendo a tradição de levar ao leitor notícias relevantes que contribuam para o bem-estar nos condomínios, mas também inovando quando se propõe a divertir e entreter. Mudamos o perfil da revista, modernizamos a linguagem, mas a essência permanece. Com a edição número 100, segue nosso convite para que os leitores continuem nos acompanhando por outras 100 edições futuras. Vamos longe, mas queremos, nesta nova etapa, que se aproximem cada vez mais do Secovi Rio. Boa leitura! Pedro Wähmann Presidente do SECOVI RIO Quer mandar um comentário sobre esta edição ou sugerir uma pauta? Envie um e-mail para imprensa@secovirio.com.br. Sua opinião é muito importante SECOVI RIO / 2016 / nº 100 / 4

[close]

p. 7

CURTINHAS Bairros do Rio têm maiores potenciais de consumo do Brasil Pesquisa realizada pela Geofusion, empresa de inteligência geográfica de mercado, aponta a Barra da Tijuca como o bairro com o maior potencial de consumo do Brasil: mais de R$ 12 bilhões. O estudo, que indica quanto dinheiro há disponível nos domicílios de um determinado local para gastos em diferentes classes de consumo, listou ainda nas quatro posições seguintes outros bairros fluminenses: Tijuca, Copacabana, Flamengo e Icaraí (Niterói). A comunidade da Rocinha, com seus mais de 70 mil habitantes, apresenta potencial de consumo estimado em R$ 923 milhões por ano. Segundo a Geofusion, esse valor é maior que o potencial de consumo em mais de 90% das cidades brasileiras. Dos 5.570 municípios do país, apenas 499 ultrapassam a comunidade. Três em cada quatro empregos dependem da água A utilização racional da água é fundamental para a geração de empregos e o desenvolvimento econômico, de acordo com um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU). O estudo concluiu que três em cada quatro empregos dependem da água. A entidade apontou ainda que, na América Latina, cada US$ 1 milhão de dólares investidos em água e saneamento podem acarretar a geração de até 100 postos de trabalho. Apps ajudam a encontrar vagas de garagem Quem dirige nas grandes cidades sabe muito bem que tão penoso quanto se deslocar é tentar parar o veículo. Segundo uma pesquisa divulgada pela publicação americana “San Francisco Examiner”, aquela voltinha no quarteirão para procurar uma vaga pode corresponder a cerca de 30% do trânsito das metrópoles do mundo. De olho nesse nicho de mercado, foi criado o aplicativo ezPark, que conecta pessoas que possuem vagas ociosas a quem procura uma. Na ferramenta, disponível gratuitamente para os sistemas iOS e Android, quem determina o preço é o dono da vaga, e a empresa cobra uma taxa de comissão sobre a transação que varia de 10% a 30% do valor do aluguel. Há também outros aplicativos que podem ser uma mão na roda para os motoristas: o Parkingaki conta com um sistema semelhante ao do ezPark, já o Letspark e o Onde Parar localizam os estacionamentos mais próximos do usuário, fornecendo informações como tarifas e horário de funcionamento. SECOVI RIO / 2016 / nº 100 / 5

[close]

p. 8

Rejeitos de reforma estão entre as principais causas de problemas hidráulicos Os rejeitos da construção ou mesmo o pó gerado em pequenas reformas ou na renovação de pisos de madeira se acumulam na tubulação desprotegida, e, dado o não uso das instalações hidráulicas durante a reforma, muitas vezes o problema não é percebido de imediato. “Observamos que muitos entupimentos decorrem do descuido ao lidar com os materiais da construção. Além de desperdício de tempo e gasto de recursos, o morador tem minado o sentimento de satisfação que a reforma traria ao renovar um ambiente”, afirma Mauro Leite, gerente de novos negócios da Roto-Rooter, empresa especializada em desentupimento. Para se ter uma ideia do problema, segundo Mauro, no passado esse tipo de serviço representava de 5% a 8% dos atendimentos realizados pela companhia. Hoje, o percentual chega a 20%. A prevenção, seguramente, é a melhor maneira de evitar um entupimento. Antes da reforma, é preciso proteger ralos com grelhas ou telas para impedir a passagem de resíduos sólidos, além de manter o vaso sanitário sempre fechado. Dicas culturais Ler é um excelente passatempo. É uma forma de aprender, relaxar e deixar a imaginação viajar. Com esses benefícios, não há desculpa para não se animar em iniciar uma boa leitura hoje. E, para dar uma ajudinha, temos duas dicas selecionadas especialmente por colaboradoras do Secovi Rio. Solange Santos (gerente do Departamento Jurídico) Livro: “Paula”, de Isabel Allende O livro da escritora peruana, sobrinha do ex-presidente chileno Salvador Allende, é uma autobiografia redigida durante o período em que a filha esteve internada após ser diagnosticada com uma doença degenerativa, vindo a atingir um coma irreversível. Para Solange, a leitura serve como motivação. “É um livro emocionante, que nos faz repensar valores”, afirma. Dayse Pissurno (gerente da UniSecovi Rio) Livro: “O Tempo entre Costuras”, de María Dueñas O romance da espanhola conta a história de Sira Quiroga, costureira de Madri que, movida por uma paixão, parte em direção ao Marrocos meses antes da Guerra Civil Espanhola. No entanto, em seu novo lar, ela se depara com uma enxurrada de desilusões. Para Dayse, o livro, que acabou se tornando seriado na Espanha, ajuda a refletir sobre o enfrentamento de obstáculos: “É bem interessante, além de ser leve. Certamente, vai agradar a todos.” Questionário ajuda a testar eficiência energética Seu condomínio tira o melhor proveito das instalações energéticas? Muitas vezes, achamos que sim, porém, pesquisando mais a fundo, acabamos descobrindo que, na verdade, desperdiçamos não apenas nossos recursos, mas muito dinheiro também. Atento a essa realidade, o Secovi Rio se uniu ao Sindicato da Indústria de Instalações Elétricas, Gás, Hidráulicas e Sanitárias do Rio de Janeiro (Sindistal) para fomentar o Programa de Eficiência Energética, que visa oferecer apoio aos condomínios na busca por instalações produtivas, econômicas e com menor impacto no meio ambiente. Se você quer entender um pouco mais sobre esse assunto, acesse o formulário disponível no portal do Secovi Rio (www.secovirio.com.br). SECOVI RIO / 2016 / nº 100 / 6

[close]

p. 9



[close]

p. 10

Administradores de imóveis debatem gestão no Peru Administradores de imóveis latino-americanos debateram, durante assembleia da União Latino-Americana de Administradores Imobiliários (Ulai), no mês de março, em Lima, a elaboração de um regulamento interno para a entidade, a criação de um planejamento estratégico e de um plano de ações programadas para 2016, bem como a publicação de informativos com veiculação regular sobre as ações dos países-membros. A assembleia, que contou com representantes da Argentina, Brasil, Chile, Guatemala, México e Peru, aconteceu durante o 1º Encontro de Administradores de Imóveis, promovido pela Associação de Administradores de Imóveis do Peru. O Brasil foi representado pelo Secovi Rio, com a participação do vice-presidente de Relações do Trabalho da Entidade, Dennys Teles, que considerou a assembleia bastante produtiva, e da coordenadora de Relações Político-Institucionais, Monica Carvalho. “Em que pesem as diferenças culturais e de legislação, é indispensável fomentarmos a troca de experiências e metodologias de gestão entre os países-membros da Ulai”, reforçou Dennys. Ele afirmou ainda que a participação do Secovi Rio, na qualidade de entidade-membro da Ulai, ratifica a vocação e o compromisso do Sindicato no sentido de contribuir ativamente para o processo de desenvolvimento do mercado latino-americano de administração de imóveis. Diárias nas Olimpíadas já superam as da Copa A diária do aluguel de imóveis para turistas que virão ao Rio durante as Olimpíadas chega, em média, a três vezes o valor cobrado na Copa do Mundo. Levantamento do Secovi Rio aponta que, em alguns casos, os preços já estão até sete vezes superiores aos de 2015. Em agosto, a cidade deve receber até um milhão de visitantes no período dos Jogos, sendo 380 mil estrangeiros. Em Ipanema, imóveis mais em conta durante a Copa tinham diárias de R$ 800. Já nas Olimpíadas, o valor médio para a locação de um apartamento de dois quartos, no mesmo bairro, ultrapassa os R$ 3 mil diários. Para o Mundial de futebol, sites de anúncios ofertavam imóveis na Barra com valores entre R$ 1 mil e R$ 1.300. Já para os Jogos, o valor médio de um apartamento na região é de R$ 2 mil por dia. Junto ao Recreio, os dois bairros da Zona Oeste concentram a maioria das instalações e são os mais procurados por turistas. Bairros próximos ao Maracanã, como Vila Isabel e Grajaú, durante o torneio esportivo de 2014, apresentavam imóveis com preço médio de R$ 500 por dia. Na região da Tijuca, a diária média era de R$ 1 mil para um apartamento de dois quartos. Durante as Olimpíadas, mesmo sendo uma região distante de onde as principais competições serão realizadas, a diária de locação de imóveis na Zona Norte já chega a R$ 1 mil. SECOVI RIO / 2016 / nº 100 / 8

[close]

p. 11



[close]

p. 12

Inadimplência entre mulheres é menor Embora ainda apresentem médias salariais inferiores às dos homens, as mulheres comprometem menos a renda e registram taxas de inadimplência menores. Foi o que mostrou uma pesquisa da Serasa entre 2 milhões de pessoas que aderiram ao Cadastro Positivo. Entre elas, 43,2% estão negativadas, contra 45,8% dos homens. Também é ligeiramente mais alta a porcentagem de mulheres que não ficaram com o nome sujo nos últimos dois anos: 21,4% contra 20,7%. Uma das principais diferenças entre os dois gêneros está nos hábitos de financiamento. No uso de cartão de crédito, elas são maioria: 46,5%, contra 42,5% dos homens. Nas demais operações, exceto crédito consignado, os homens apresentam o maior comprometimento da renda. UniSecovi Rio lança novos cursos em parceria com Sebrae A partir de maio, a UniSecovi Rio oferecerá, pela primeira vez, s o l u ç õ e s educacionais para micro e p e q u e n a s empresas por meio da parceria firmada com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RJ). O primeiro fruto desse convênio é o curso “Marketing na Medida”, que será lançado no dia 2. No dia 30, ocorrerá a primeira palestra técnica, intitulada “Planejando um Futuro: Estratégias Empresariais”. Já no mês de junho haverá o lançamento, no dia 1º, do curso “Gestão da Inovação”. No dia 21, é a vez da “Oficina Empreendedorismo Sebrae”. Para mais informações sobre cursos e palestras, acesse www.secovirio.com.br. Inspeção de instalações a gás é tema de debate Ela pode até significar um custo adicional para o condomínio, mas certamente também representa mais segurança para seus habitantes. A inspeção de segurança nos dispositivos a gás é obrigatória no Rio de Janeiro e deve ser feita a cada cinco anos pelos consumidores. Para esclarecer esses aspectos, a UniSecovi Rio realiza uma edição especial do Fórum de Síndicos no dia 24 de maio, às 8h30. O gerente da CEG Luiz Felipe Amorim vai conversar com síndicos, profissionais de condomínios e demais interessados no assunto. A participação é gratuita, com inscrições pelo site www.secovirio.com.br. -12,4% É a variação nos preços médios de aluguel na cidade do Rio de Janeiro em 2015 em comparação ao ano anterior. A informação consta no “Panorama do Mercado Imobiliário do Rio de Janeiro”, publicado pelo Secovi Rio em março. Homenagem aos síndicos em ritmo de folia Foi em clima de Carnaval fora de época que o Secovi Rio realizou a nona edição da Confraternização Estadual do Dia do Síndico. O evento, realizado no dia 15 de abril, no Clube Ginástico Português, foi animado pelo tradicional bloco carioca Cordão da Bola Preta. Além de muita música, os síndicos, subsíndicos e conselheiros presentes desfrutaram de coquetel com jantar e participaram do sorteio de brindes. Confraternização Estadual do 10 SECOVI RIO / 2016 / nº 100 /

[close]

p. 13

ENTREVISTA • EDUARDO PAES Beth Santos/Prefeitura do Rio de Janeiro PREFEITO DO RIO DE JANEIRO Igor Augusto Pereira EDUARDO PAES, Um bonde chamado legado Aos 46 anos, o carioca Eduardo Paes se prepara para deixar, nos próximos meses, o cargo que ocupou pelos últimos oito anos, já definido por ele, mais de uma vez, como “o melhor emprego do mundo”. Eleito prefeito do Rio de Janeiro por dois mandatos, lidera os projetos do chamado “legado olímpico” – expressão utilizada para se referir aos benefícios que a realização dos Jogos de 2016 acarretará ao município. Como não poderia deixar de ser, esse é o tema da entrevista exclusiva concedida por Paes à Revista Secovi Rio. Em uma conversa aberta, não evitou temas como o problema da mobilidade, as dificuldades em promover uma efetiva revitalização urbana e equilíbrio das contas públicas. Confira! O anúncio oficial do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos foi feito em 2009. É um bom negócio para a cidade realizar esse evento, mesmo em um cenário socioeconômico bastante diferente do que vivíamos há sete anos? Depois de muito tempo, o Rio de Janeiro voltou a ganhar protagonismo no Brasil e no mundo ao ser eleito a primeira cidade na América do Sul para receber os Jogos Olímpicos. Estamos trabalhando para que, após o maior evento esportivo do planeta, a cidade passe a ser um exemplo de legado. Desde 2009, a Prefeitura do Rio empreendeu um consistente ajuste fiscal, com o objetivo de ampliar os recursos para investimentos e para o aumento das prestações de serviços essenciais para os cidadãos. SECOVI RIO / 2016 / nº 100 / 11

[close]

p. 14

ENTREVISTA • EDUARDO PAES Mas como equacionar mais serviços públicos e menos gastos? Até agosto de 2015, a receita total do município teve expansão de 8,9% sobre o mesmo período de 2014, apesar das dificuldades pelas quais passa a economia nacional. O nosso panorama de consistência fiscal permitiu a implantação das maiores parcerias público-privadas do país, preservando o orçamento municipal, e também possibilitou a manutenção de um ciclo de investimentos vigorosos pela Prefeitura. Beth Santos/Prefeitura do Rio de Janeiro Já fomos Cidade Colônia, Cidade Império, Cidade Maravilhosa e Cidade Partida. Agora, somos Cidade Olímpica. PUBLICIDADE SECOVI RIO / 2016 / nº 100 / 12

[close]

p. 15

ENTREVISTA • EDUARDO PAES A realização dos Jogos Olímpicos vem movimentando o Rio há anos e é envolta em uma série de expectativas. Passado o evento, quais serão os próximos grandes desafios da cidade? Desde meu primeiro mandato, assumi o compromisso com o povo carioca de transformar esta cidade, melhorar a mobilidade urbana, a educação e a saúde. E é isso que estamos fazendo. Estamos construindo um Rio melhor para o carioca viver. Nós já fomos Cidade Colônia, Cidade Império, Cidade Maravilhosa e Cidade Partida. Agora, somos Cidade Olímpica. Temos de pensar o Rio para a frente, e a participação da população é fundamental. Por isso lançamos no ano passado o Visão 500, que contou com a participação da sociedade na discussão sobre o desenvolvimento da cidade nos próximos 50 anos. Esse documento serviu para a construção do Plano Estratégico 2017-2020, que apresentamos no início de março com as metas para os próximos quatro anos. Com esse trabalho estamos à frente e pensando qual Rio queremos para as próximas gerações. Os problemas de mobilidade urbana posicionam o carioca como o povo que mais gasta tempo no trânsito entre os moradores de capitais brasileiras, segundo o Ipea. As obras que estão sendo entregues agora serão suficientes para solucionar esse problema? É claro que, mesmo com a chegada de 2016, os problemas do Rio de Janeiro não acabaram. Os desafios ainda são inúmeros e complexos. Há muito trabalho pela frente... Mas, com a conclusão das obras e as entregas previstas para este ano, fica claro que é possível avançar. Vale lembrar que várias obras de legado já vêm sendo entregues ao longo dos últimos três anos, como os corredores exclusivos de ônibus. Duas vias de BRTs (Transoeste e Transcarioca) já estão em operação e somam 100 quilômetros, transportando milhares de passageiros por dia. Até (o fim de) 2016, ainda haverá o BRT Transolímpica e o VLT do Centro. A parcela dos cariocas que passarão a usar transporte de alta capacidade irá de 18% para 63%. Um grande avanço. A parcela dos cariocas que passarão a usar transporte de alta capacidade irá de 18% para 63% SECOVI RIO / 2016 / nº 100 / 13

[close]

Comments

no comments yet