Relatório Anual 2015. - Sicoob Credjus

 

Embed or link this publication

Description

Relatório Anual 2015. - Sicoob Credjus

Popular Pages


p. 1

RE LA TÓ RIO anual 2015

[close]

p. 2



[close]

p. 3

Relatório anual 2015

[close]

p. 4

08 Mensagem do Presidente 13 Ação Social - Dia C 18 Demonstrações Contábeis 36 Relatório dos Auditores Independentes 38 Gráficos

[close]

p. 5

Produtos e Serviços 10 Relatório da Administração 14 Notas Explicativas às Demonstrações Contábeis 23 Parecer do Conselho Fiscal 37 SUMÁRIO

[close]

p. 6

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Ivo Campos Athayde Diretor Presidente Marco Antônio Mattar da Silva Diretor Financeiro Marcelo Ribeiro dos Santos Diretor Administrativo Abenídio Gandra Conselheiro Vogal Luís Flávio Alves da Silva Conselheiro Vogal Olímpio Gonçalves Pimenta Conselheiro Vogal Wilson Ferreira de Melo Conselheiro Vogal CONSELHO FISCAL Walter Roberto Costa Lima Coordenador do Conselho José Nelson Macedo Conselheiro Fiscal Efetivo Lúcio de Moura Chaves Conselheiro Fiscal Efetivo Bruno Omar Barroso Sperandio Conselheiro Fiscal Suplente Eloi Fabrício Neiva Conselheiro Fiscal Suplente Geraldo Sérgio da Cunha Pinto Conselheiro Fiscal Suplente COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS SERVIDORES DA JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS LTDA. SEDE Rua Araguari, 358, salas 603/604, Barro Preto, Belo Horizonte - MG CEP 30190-110 Tel.: (31) 3295-0461 / Fax: (31) 3295-0478 PA - Fórum Lafayette Av. Augusto de Lima, 1549, AL 177 Barro Preto, Belo Horizonte - MG CEP 30190-002 Tel.: (31) 3275-4645 6 | Relatório Anual 2015

[close]

p. 7

NORTEADORES Proporcionar soluções financeiras com o objetivo de satisfazer às expectativas e necessidades econômicas e sociais dos cooperados. Ser referência em instituição financeira que propicia, de forma eficiente, segurança, transparência e as melhores soluções econômico-financeiras. Missão Visão • Democracia; • Ética; • Excelência no atendimento; • Igualdade; • Respeito; • Responsabilidade Social; • Transparência; • Sigilo e confidencialidade nos negócios. Valores Atendimento: Segunda à Sexta-feira / 8h às 18h COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS SERVIDORES DA JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS LTDA. Relatório Anual 2015 | 7

[close]

p. 8

MENSAGEM DO PRESIDENTE O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) possui 3,2 milhões de cooperados em todo o país e está presente em 25 estados brasileiros e no Distrito Federal. A rede Sicoob é a sexta maior entre as instituições financeiras que atuam no país, com mais de 2,4 mil pontos de atendimento. 8 | Relatório Anual 2015

[close]

p. 9

Ao apresentarmos o Relatório Anual 2015 temos uma satisfação especial, pois o desempenho informado mostra os resultados ascendentes alcançados pela Cooperativa mais uma vez em todos os índices, dando sequência a um círculo virtuoso, que tem promovido o crescimento da instituição. O ano de 2015 foi de grandes desafios, diante de uma retração econômica iniciada pela crise que atravessou e ainda persiste em nosso país, procuramos a adoção de práticas de boa gestão e governança e mesmo nesse cenário adverso e turbulento da economia e política brasileira, crescemos 16,23% em relação a 2014. Com nosso trabalho de prospecção in loco de novos cooperados, levando aos servidores do judiciário mineiro as informações da cooperativa, especialmente nosso portfólio de produtos e serviços disponíveis conseguimos ampliar nosso quadro social para expressivos 4.077 cooperados, o que representa um acréscimo de 13,34% comparado ao ano anterior, o que também ajudou a fomentar novas capitalizações, aplicações e empréstimos. O atendimento as aspirações dos nossos cooperados é o que mantem a sua fidelidade, que por sua vez, resulta em solidez e lastro que permite o Sicoob Credjus proporcionar ainda mais satisfação a um número cada vez maior de cooperados. Nesse sentido, agradecemos aos cooperados, donos do negócio, por prestigiar e utilizar a sua cooperativa cada vez mais, aos delegados, diretores, conselheiros e colaboradores pelo zelo, dedicação e contribuição ao fortalecimento e perenidade do Sicoob Credjus. Saudações cooperativistas, e boa leitura! IVO CAMPOS ATHAYDE Diretor Presidente do Sicoob Credjus Relatório Anual 2015 | 9

[close]

p. 10

PRODUTOS E SERVIÇOS LINHAS DE CRÉDITO AS MELHORES TAXAS DO MERCADO O Sicoob Credjus oferece linhas de empréstimos adequadas ao seu perfil e à sua necessidade, para que possa realizar seus sonhos ou para aqueles momentos emergenciais. Conheça as modalidades de empréstimo e faça uma simulação. Empréstimo pessoal: Não possui destinação específica Empréstimo extraordinário: Sua finalidade é o pagamento de despesas como: IPTU; IPVA; DPVAT; taxa de renovação de licenciamento anual de veículo; seguro de automóvel; mensalidades escolares do titular e/ou dependentes legais; nascimento de filho; falecimento de cônjuge ou filhos. Empréstimo emergencial: Essa modalidade é concedida de forma mais rápida, para atender as necessidades de urgência e emergência. Financiamento conveniados: de produtos e serviços INVESTIMENTOS Invista seus recursos no Sicoob Credjus e garanta ótima rentabilidade e total segurança. Os investimentos na cooperativa são garantidos em até R$250 mil reais, pelo Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito – FGCoop. RDC-PÓS CDI Com o intuito de estimular o hábito de poupança dos cooperados, o Sicoob Credjus oferece o RDC - PÓS CDI, que possui excelente rentabilidade aliada à segurança. O RDC - PÓS CDI tem como principal característica, manter as taxas de remuneração vinculadas às oscilações da economia do país. APLIC-COOP É uma aplicação financeira mensal programada, com desconto direto na folha de pagamento. Vantagens Rentabilidade: Superior a praticada no mercado financeiro; Segurança: O Sicoob Credjus é uma instituição financeira sólida e regulamentada pelo Banco Central do Brasil; Comodidade: A aplicação é debitada diretamente em folha de pagamento; Flexibilidade: Após 30 dias, há possibilidade de resgate parcial ou total antecipado ao prazo estabelecido, sem a perda do rendimento; Diferencial: O investimento está sendo feito na cooperativa da qual você é um dos donos; Oportunidade: Maior participação nas sobras, ‘’lucros’’, anualmente distribuídos, de acordo com a decisão da Assembleia Geral Ordinária. Tem como finalidade financiar os serviços e a aquisição de produtos e bens duráveis dos cooperados, junto aos nossos conveniados. Financiamento de antecipação de URV’s: Financiamos aos servidores ativos e inativos do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a antecipação de URV’s. Trata-se de adiantamento de quantias que lhe são devidas, e somente seriam percebidas em parcelas futuras. OBS.: O número de parcelas e o valor do empréstimo, estão condicionados à Margem Consignável, informada pelo Tribunal de Justiça. 10 | Relatório Anual 2015

[close]

p. 11

VANTAGENS E DIFERENCIAIS EXCLUSIVOS • O cooperado é dono e cliente da cooperativa; • Tranquilidade em saber que é uma instituição administrada pelos próprios cooperados; • Qualidade no atendimento; • Participação nos resultados (sobras); • Aumento indireto de seu poder aquisitivo; • Operações de empréstimo com as menores taxas do mercado; • Não cobramos taxas de abertura de crédito ou cadastro; • Aplicações financeiras com remuneração superior ao mercado; • Diversos convênios, tais como: seguro de vida, veículos, residência, médicos, dentistas, advogados, planos de saúde, além de variados estabelecimentos comerciais. COOPERATIVA X BANCO SOCIEDADE COOPERATIVISTA • O principal é a PESSOA; • O cooperado é o DONO e USUÁRIO do negócio; • Cada pessoa tem UM VOTO na Assembleia; • O controle é DEMOCRÁTICO; • É uma SOCIEDADE DE PESSOAS que funciona democraticamente; • As quotas de capital NÃO PODEM ser transferidas a terceiros; • Defende PREÇOS JUSTOS; • A cooperativa AFASTA o intermediário; • Os resultados (sobras) retornam aos cooperados proporcionalmente às SUAS OPERAÇÕES; • ABERTA à participação de novos cooperados; • VALORIZA O TRABALHADOR e suas condições de trabalho e de vida; • Promove a INTEGRAÇÃO entre as demais cooperativas; • O compromisso é EDUCATIVO, SOCIAL e ECONÔMICO. SOCIEDADE MERCANTIL • O principal é o CAPITAL; • Os SÓCIOS vendem seus produtos e serviços a seus clientes; • Cada AÇÃO ou QUOTA conta um voto na Assembleia; • O controle é FINANCEIRO; • É uma SOCIEDADE DE CAPITAL que funciona hierarquicamente; • As quotas PODEM ser transferidas a terceiros; • Defende o MAIOR PREÇO possível; • São, muitas vezes, os PRÓPRIOS intermediários; • Os dividendos retornam aos sócios proporcionalmente ao NÚMERO DE AÇÕES; • LIMITA, por vezes, a quantidade de acionistas; • CONTRATA O TRABALHADOR como força de trabalho; • Promove a CONCORRÊNCIA entre as sociedades; • O compromisso é FINANCEIRO e ECONÔMICO. Relatório Anual 2015 | 11

[close]

p. 12

12 | Relatório Anual 2015

[close]

p. 13

Promover e semear o bem! Em primeiro lugar, o Sicoob Credjus mais uma vez, agradece a todos que contribuíram para a realização dessa relevante e gratificante ação social, que foi o Dia C 2015. A sétima edição do Dia C, foi realizado na entidade Irmão Sol que possui cinco unidades de acolhimento, onde são assistidas atualmente 75 pessoas, dentre crianças e adolescentes que estão em situação de risco social/pessoal, sendo que um dos objetivos da entidade sempre que possível é o resgate dos laços com a família de origem. Neste dia contamos com a presença de conselheiros, colaboradores e cooperados, reunimos as crianças e adolescentes da entidade, promovendo um dia de muita alegria e descontração, tivemos diversas atividades, como, recreação, festa junina, comidas típicas e brincadeiras. Para nós foi uma experiência ímpar, ao ver a alegria estampada no rosto daquelas crianças. Na data fizemos ainda a entrega de doações de materiais escolares, materiais de higiene pessoal e limpeza, que foram arrecadados com a campanha. Isso é o DIA C. Grande parte do resultado dessa ação se dá através do envolvimento dos nossos cooperados. Por isso, o Sicoob Credjus vem fazer um agradecimento especial a vocês nossos cooperados, que tanto se empenharam para que esse projeto fosse realizado. Poder participar e verificar o papel dessa entidade no acolhimento de cada criança, tentando amenizar um pouco o sofrimento pelos quais elas passam, levando um pouco de alegria, sabendo que desde cedo elas convivem com maus-tratos. Isso é semear o bem! O Dia de Cooperar é uma iniciativa do Sistema Ocemg que, com o apoio e a participação efetiva das cooperativas de Minas Gerais, promove o desenvolvimento socioeconômico e ambiental de forma sustentável. A partir de 2015, o Dia C passou a ser um celebrado junto com as comemorações do Dia Internacional do Cooperativismo, os resultados gerados em Minas Gerais e em 26 Estados brasileiros, além do Distrito Federal, mostraram a força dessa grande mobilização social. Relatório Anual 2015 | 13

[close]

p. 14

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Associados, Submetemos à apreciação de V.S.as as Demonstrações Contábeis do exercício findo em 31/12/2015 da Cooperativa de Crédito de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores da Justiça do Estado de Minas Gerais Ltda. – SICOOB CREDJUS, na forma da Legislação em vigor. 1.Política Operacional Em 2015 o SICOOB CREDJUS completou 13 (treze) anos mantendo sua vocação de instituição voltada para fomentar o crédito para seu público alvo, os cooperados. A atuação junto aos seus cooperados se dá principalmente através da concessão de empréstimos e captação de depósitos. 2.Avaliação de Resultados No exercício de 2015, o SICOOB CREDJUS obteve um resultado de R$ 1.213.927,32 representando um retorno sobre o Patrimônio Líquido de 8,05%. 3.Ativos Os recursos depositados na Centralização Financeira somaram R$ 5.214.149,49. Por sua vez a carteira de créditos comercial representava R$ 20.169.090,82. Os Vinte Maiores Devedores representavam na data-base de 31/12/2015 o percentual de 9,09 % da carteira, no montante de R$ 1.833.675,93. 14 | Relatório Anual 2015

[close]

p. 15

4.Captação As captações, no total de R$ 12.943.791,12, apresentaram uma evolução em relação ao mesmo período do exercício anterior de 27,25%. 7.Governança Corporativa Governança corporativa é o conjunto de mecanismos e controles, internos e externos, que permitem aos associados definir e assegurar a execução dos objetivos da cooperativa, garantindo a sua continuidade, os Os Vinte Maiores Depositantes representavam princípios cooperativistas ou, simplesmente, a na data-base de 31/12/2015 o percentual de adoção de boas práticas de gestão. 51,98% da captação, no montante de R$ 6.729.388,09. Nesse sentido, a administração da Cooperativa tem na assembleia geral, que é 5.Patrimônio Líquido a reunião de todos os associados, o poder maior de decisão. O Patrimônio Líquido do SICOOB CREDJUS era de R$ 15.077.108,70. O quadro de A gestão da Cooperativa está alicerçada associados era composto por 4.077 em papéis definidos, com clara separação Cooperados, havendo um acréscimo de de funções. Cabem ao Conselho de 13,35% em relação ao mesmo período do Administração as decisões estratégicas e à Diretoria Executiva, a gestão dos negócios da exercício anterior. Cooperativa no seu dia a dia. 6.Política de Crédito A concessão de crédito está pautada em prévia análise do propenso tomador, havendo limites de alçadas pré-estabelecidos a serem observados e cumpridos, cercando ainda a Singular de todas as consultas cadastrais e com análise do Associado através do “RATING” (avaliação por pontos), buscando assim garantir ao máximo a liquidez das operações. A Cooperativa possui ainda um Agente de Controles Internos, supervisionado diretamente pelo SICOOB CENTRAL CECREMGE, que, por sua vez, faz as auditorias internas. Os balanços da Cooperativa são auditados por auditor externo, que emite relatórios, levados ao conhecimento dos Conselhos e da Diretoria. Todos esses processos são acompanhados e fiscalizados pelo Banco A Singular passou a utilizar-se dos serviços Central do Brasil, órgão ao qual cabe a prestados pela Cobrança Centralizada do competência de fiscalizar a Cooperativa. SICOOB CENTRAL CECREMGE, visando padronizar os procedimentos de cobrança de créditos de difícil recuperação. O SICOOB CREDJUS adota a política de classificação de crédito de sua carteira de acordo com as diretrizes estabelecidas na Resolução CMN nº 2.682/99, havendo uma concentração de 99,60% nos níveis de “A” a “C”. Relatório Anual 2015 | 15

[close]

Comments

no comments yet