Revista ACIJA Abril/Maio

 

Embed or link this publication

Description

Revista ACIJA Abril/Maio

Popular Pages


p. 1

Segurança Entrevista com o delegado Rodolfo Waldeck Página 5 Edição ABRIL/MAIO de 2016 • www.acija.org.br Educação Escola Sesi oferece descontos para associados Página 6 Gestão Conheça o Planejamento Estratégico da Acija Página 12 COMPLEXO DE ENTRETENIMENTO Estúdios Globo, famoso Projac, produz 3 mil horas de programas de TV por ano Página 10 AMARELAS DA ACIJA Anuncie | www.ACIJA.org.br | 1 Página 16

[close]

p. 2

2 | www.ACIJA.org.br | Anuncie

[close]

p. 3

PALAVRA DO PRESIDENTE EXPEDIENTE Acija – Associação Comercial e Industrial de Jacarepaguá Estr. do Gabinal, 313 – Loja 270A RioShopping – Tel: 2445-4474 www.acija.org.br Presidente Edison Parente da Rocha Martins Neto Vice-Presidentes Paulo Antonio Carrilho Valente Fernando Jorge Fragata de Moraes Costa Luis Alexandre Igayara Marcio Brazil Lenz Cesar Beneméritos Walter Eduardo Teixeira Machado Carlos Fernando de Carvalho Avelino Antunes João da Silva Carvalho Albano dos Santos Parente Jose Nelson Carrozzino Filho Aldair Gomes de Oliveira Diretor Secretário Renato Gama Diretor Financeiro Vitor Jorge Marques Tintim Diretor Tesoureiro Paulo Roberto Pellegrino Diretor Social Marcio Monteiro Diretor Jurídico Marcos Cailleaux Cezar Diretor de Patrimônio Robson Campos Conselho Fiscal Vera Lucia Baldner Fernandes Geraldo Costa Aragão Ricardo Ceda da Silva Robert Ferreira Barboza Artur Moura Roberto Roque Z REVISTA ACIJA Edição e Diagramação: Quadratto Comunicação e Design Edição: Cristiane Campos Redação e Revisão: Rebecca Ramos Diagramação/Finalização: Rossana Henriques Tratamento de Imagens: Ricardo Gandra Foto capa: Globo/João Miguel Júnior Sugestões: contato@quadratto.com.br Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização prévia. Todas as informações são de responsabilidade dos respectivos autores. Nota oficial Há dias estamos refletindo sobre acontecimentos deste início de ano, mais precisamente o dia 13 de março de 2016, em que ocorreu a maior manifestação da história do Brasil, com a presença de mais de seis milhões de patriotas nas ruas, ricos, pobres, empresários, empregados, todos juntos em busca de um cenário radicalmente contrário ao contexto atual, principalmente no que se refere à representatividade política do povo. E me ocorreu a lembrança das manifestações de 2013 que, com algumas diferenças em relação à violência e à maturidade, reivindicavam basicamente as mesmas coisas. Naquela oportunidade, terminei cético o texto desta mesma seção: “Mas e daqui em diante? Continuamos a protestar? Será que a classe política realmente acordou com o ocorrido ou foi só um susto? Todo o esforço e mobilização foi perda de tempo (...)? As próximas eleições nos dirão.” Vieram as eleições e tudo continuou como estava. Contudo, acredito que desta vez algo esteja acontecendo no Brasil, alguma coisa já mudou, fatos que antes nunca havíamos imaginado: presidentes das maiores empreiteiras corruptoras contumazes e políticos corruptos do mais alto escalão na cadeia; risco de prisão de um ex-presidente da República, impeachment a ponto de acontecer, dentre outros acontecimentos que mostram que realmente há algo diferente no ar. Um dos objetivos de uma entidade de classe como a nossa é a defesa dos interesses de seus associados, que se coadunam diretamente aos interesses do Brasil. Por isso a Acija resolveu emitir uma Nota Oficial a respeito deste estado de coisas que estamos presenciando, que gostaríamos de compartilhar: A Associação Comercial e Industrial de Jacarepaguá – Acija, pessoa jurídica de direito privado, fundada em 1959, conforme as suas atribuições estatutárias com o fulcro em interpretar a vontade, os reclamos e as necessidades das indústrias, comerciantes, prestadores de serviços e profissionais liberais da região de Jacarepaguá e em respeito à livre iniciativa e liberdade de imprensa, vem, através desta: 1- Sustentando, pleiteando e defendendo perante o poder público e onde se fizer necessário, tudo quanto faça prosperar os segmentos econômicos; 2- Buscando interferir, sempre que necessário, nos debates de problemas sociais, econômico-financeiros e outros de âmbito municipal, estadual ou federal, em tudo o que for de interesse de seus associados, sugerindo medidas e procurando evitar, de acordo com o ordenamento jurídico vigente, a aplicação daqueles que considerar prejudiciais aos legítimos interesses de seus associados. Expor seu mais amplo e irrestrito apoio às pacíficas ações e manifestações populares realizadas nas últimas semanas ocorridas para defender o combate à corrupção que assola este país e a favor da ética, da manutenção do estado democrático de direito, do fim dos excessivos gastos públicos e da retomada do crescimento econômico. E ainda, corroborar com as iniciativas que visam minorar a cobrança de carga tributária excessivamente alta, punindo empresas e cidadãos, e exigir que os impostos pagos voltem à população, em forma de serviços dignos de segurança, educação, transporte, saúde e lazer, entre outros. Por fim, conclamar que nossos associados e demais tornem a acreditar e a investir no desenvolvimento econômico deste país, pois não podemos ficar estáticos à mercê, apenas, das iniciativas públicas, assistindo nossas empresas e nosso país afundarem num verdadeiro charco de inércia governamental. Quanto menos acreditarmos no Brasil, pior será para todos. Se não fizermos por nós, ninguém o fará. Rio de Janeiro, 25 de março de 2016 Edison Parente Neto – Presidente triênio 2014/2017. O desafio é que nos guia! Anuncie | www.ACIJA.org.br | 3

[close]

p. 4

ACONTECEU Presidente da Acija visita Farmanguinhos, unidade da Fundação Oswaldo Cruz Um das prioridades da gestão atual da Acija é ter um canal de comunicação direto com seus associados, seja por meio de visitas às empresas ou nos cafés da manhã promovidos pela associação. Em março, o presidente da Acija, Edison Parente Neto, visitou o vice-diretor de Gestão e de Infraestrutura da Farmanguinhos, Jorge Souza Mendonça, que representou o diretor da unidade, Hayne Felipe da Silva. O foco do encontro foi reforçar a parceria, além de apresentar as novidades que a associação disponibiliza para os associados e seus funcionários como descontos e outros serviços. Edison Parente Neto, presidente da Acija (ao centro), Marcos João (à esquerda) e Jorge Souza Mendonça da Farmanguinhos Associação recebe o arquiteto Paulo Sergio Niemeyer O presidente da Acija, Edison Parente Neto, recebeu no dia 10 de março o arquiteto, urbanista e designer, Paulo Sergio Niemeyer, bisneto de Oscar Niemeyer, na sede da associação. O objetivo do encontro foi convidar o arquiteto para assumir o Comitê de Arquitetura e Urbanismo da associação. Segundo Parente Neto, a participação do Paulo Sergio vai somar forças à Acija. “Precisamos incrementar ainda mais a nossa região neste segmento com a participação mais ativa da asEdison Parente Neto, presidente da Acija, Paulo Sergio Niemeyer, Robson Campos, presidente do Comitê de Negócios e Empreendedorismo e Antonio Carlos, assessor da diretoria da associação sociação com o poder público. Esta interação pode trazer melhorias para o bairro, principalmente no quesito da mobilidade urbana”, diz Parente Neto. Café da manhã com capacitação reúne associados A capacitação é uma das três unidades de serviços desta gestão da Acija. De acordo com o presidente da associação, Edison Parente Neto, a ideia é propor às empresas com foco em educação que ofereçam, de uma forma diferenciada e sistemática, até mesmo dentro das nossas instalações, cursos de qualificação para os associados da Acija e de seus funcionários com no mínimo 50% de desconto. “Para se ter ideia, nossos associados empregam mais de 30 mil pessoas, não podemos deixar de explorar esse mercado. Esta parceria será um embrião para a Escola Acija de Capacitação. Mas temos muito a trabalhar ainda”, diz Parente Neto. Estiveram presentes representantes da Unisuam, Signorelli, Microlins, FKW Idiomas, SMCE, Interpraxis e Centro Educacional Santa Mônica, entre outros 4 | www.ACIJA.org.br | Anuncie

[close]

p. 5

Com o intuito de informar aos empresários associados sobre as ações que os nossos representantes públicos estão projetando para nosso bairro em relação ao estímulo ao comércio, à segurança, ao transporte e à infraestrutura urbana, a Acija dá continuidade às entrevistas com estes representantes. Na primeira fase, foram entrevistados os políticos da região de Jacarepaguá. Nesta nova etapa, o segundo entrevistado, escolhido por sorteio, foi o delegado Rodolfo Waldeck, titular da 32ª DP (Taquara). SEGURANÇA C om 34 anos de Polícia Civil, muitos casos solucio- Apesar das nossas dificuldades, tenho conseguido motivá-la, garantindo um bom atendimento para a população que nos procura. Aqui na delegacia, funciona também a Central de Flagrantes, o Grupo de Investigações Complementares (GIC), o Cartório e o Grupo de Investigadores (GI). No total, somos 64 policiais, mas o meu efetivo ainda é pequeno para minha demanda. São 15 mil registros por ano. Quais as ocorrências mais recorrentes? Temos furto, roubo, mas o que chama mais atenção é o estupro de vulnerável e de forma geral, além da violência doméstica. E olha que temos a Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) aqui no bairro. Por conta destes casos, temos uma equipe formada por policiais mulheres para atender este público. E o pior é que o estupro de menores é cometido por parentes, amigos e vizinhos, ou seja, pessoas próximas às crianças. O estupro é uma doença e não tem classe social. ticipação da Acija Qual a importância da pare da Como é a integração entre as delegacias e o batalhão repaguá? de Polícia Militar de JacaÉ eficiente e a melhor possível. Nos falamos por WhatsApp (aplicativo de mensagens instantâneas) 24h por dia. É isso que faz a diferença aqui em Jacarepaguá para ajudar nas investigações e na solução dos casos, além disso, temos a UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Cidade de Deus, que se esforça para manter a ordem. Esta sintonia faz com que Jacarepaguá consiga atingir as metas de redução de crimes definidas pela Secretaria de Segurança Pública. nados e tendo comandado várias delegacias, além ter sido o diretor de delegacias especializadas, Rodolfo Waldeck, é hoje o titular da 32 ª DP (Taquara). O policial ingressou na área de Segurança Pública como oficial da Polícia Militar, onde atuou por 12 anos, chegando a capitão da PM. Em seguida, prestou concurso para delegado. Conheça um pouco mais do profissional que seguiu a carreira do pai, ama o que faz e é apaixonado por adrenalina. Tanto que um dos seus esportes favoritos é o paramotor, que segundo ele é uma atividade bacana e segura. Como é comandar uma delegacia em tempos de crise? senvolver um bom trabalho com as condições que estamos vivendo hoje não é fácil. Estimular uma equipe a de- “A participação da comunidade por meio da Acija é muito importante para a nossa atuação” e também para solucionar o caso. O PAM (Plano de Auxílio Mútuo) de Segurança da Acija é muito importante, pois nos permite estar em contato com os empresários associados que atuam na região e também podem contar com nosso apoio e vice-versa. O Conselho Comunitário de Segurança também é muito importante para termos esta aproximação. O presidente do conselho é eleito pela comunidade. No encontro, que acontece mensalmente, relatamos os fatos que aconteceram e como estão sendo resolvidos. Todos são canais diretos de comunicação com a população e empresários, que poderiam ser ainda mais fortalecidos. Um dos exemplos é informar que na rua onde a pessoa mora tem um sujeito vendendo drogas. Anuncie | www.ACIJA.org.br | 5 comunidade para ajudar a minalidade do bairro? diminuir os índices de criEstas participações são funda- “O que mais gosto de fazer nas horas de lazer é voar livremente no meu paramotor” mentais. O meu foco é a informação, que tem que vir qualificada. Isso contribui para que eu tenha um inquérito de qualidade para pedir uma prisão

[close]

p. 6

EDUCAÇÃO Escola Sesi oferece descontos para associados da Acija M Os associados da Acija contam com valor dife- renciado na Escola Sesi Jacarepaguá. A pré-inscrição é feita no período de outubro a dezembro na própria unidade, no horário comercial. Os interessados devem apresentar cópias da identidade, CPF e comprovantes de residência e de escolaridade. Um dos destaques da escola é Ensino Médio focado no mercado de trabalho. Atualmente, as oportunidades de trabalho surgem cada vez mais cedo e, com elas, a necessidade de uma melhor qualificação. No Ensino Médio da Escola Sesi, o aluno estuda ao mesmo tempo em que se prepara para o mercado. Segundo a diretora da Escola Sesi de Jacarepaguá, Elizete Araújo, a unidade recebe em média 800 alunos por ano. “O nosso método de ensino vem para suprir as demandas da indústria, pois precisam de qualificação. O curso de Automação Industrial é o nosso diferencial e o mais procurado”, conta Elizete. Ela ressalta que o aluno saí com dois diplomas. “O nosso curso é de 8h às 17h e o aluno tem toda a parte curricular do Ensino Médio e se quiser fazer o Enem, poderá, além do técnico”, diz Elizete. Para se ter ideia, no prazo máximo de um ano os alunos que se formam já ingressam no mercado de trabalho. Elizete lembra a história de um aluno que no dia da formatura já estava assinando contrato de 6 | www.ACIJA.org.br | Anuncie A abordagem da Escola Sesi é inovadora, centrada nos alunos e focada na construção do seu conhecimento e na busca pelo desenvolvimento da sua autonomia trabalho com uma empresa. A diretora conta ainda que o método de ensino praticado não é tecnicista e sim a metodologia de fazer, ou seja, praticar. “Os alunos vão para as oficinas do Senai, que são grandes e modernas para praticar, por isso quando chegam nas empresas já estão aptos para o trabalho”, afirma Elizete. Além das disciplinas obrigatórias • Lego Educação Tecnológica - Técnicas inovadoras desenvolvidas pela instituição Lego Education para incentivar a pesquisa e a organização do pensamento. • Inglês - Aprendizado do idioma e contato com uma nova cultura. Na Educação Infantil, a língua é ensinada de forma lúdica e no Ensino Fundamental (2ª Etapa), por meio de aulas de inglês em conversação. • Tecnologias Educacionais - Apoiam a construção do conhecimento, por meio de projetos colaborativos, utilizando o computador e outras ferramentas tecnológicas, promovendo a autoria e o protagonismo. • Robótica Educativa - Desenvolve conceitos de mecânica, eletrônica e programação, a partir da construção de protótipos com materiais reciclados. • Xadrez - Desenvolve o pensamento lógico, a intuição e a capacidade de análise crítica. • Complementação Curricular - Acesso a diferentes disciplinas eletivas. Todas potencializam seu conhecimento, além de atender às necessidades específicas de aprendizagem. • Vivências no Mundo do Trabalho - Experiências do mundo do trabalho, por meio de palestras com empresas e de visita a feiras nos segmentos da indústria, comércio e serviços.

[close]

p. 7

TRADIÇÃO 2010, o Instituto Niemeyer de Políticas Urbanas e Culturais, com o propósito de desenvolver o conhecimento e fomentar a integração das diferentes áreas de conhecimento, pois era o que nos movia. Paulo Sergio Niemeyer, arquiteto e presidente do Instituto Niemeyer de Políticas Urbanas e Culturais, acaba de assumir o Comitê de Arquitetura, Urbanismo, Cultura e Humanidades da Acija. O novo presidente é bisneto de Oscar Niemeyer, considerado o maior arquiteto do seu tempo no mundo, além de idealizador de Brasília ao lado de Juscelino Kubitschek. Curiosidade Oscar Niemeyer dizia: “O ser humano não pode ser um técnico apenas na sua área, Por Paulo Sergio Niemeyer contato@niemeyerarquitetura.com precisa conhecer um pouco de tudo, principalmente, política, literatura e ser um uma pessoa atuante.” Convite Sempre tive muita restrição em aceitar cargos no setor público ou em qualquer outra entidade, seja ela com fins sociais ou uma sociedade de economia mista, porém este em especial, não tive como recusar. Fui convidado por pessoas competentes e amigas e que já fazem parte da Acija, como Robson Campos, Sandro Capadócia e em especial pelo nosso presidente Edison Parente Neto, que é também uma pessoa reta e de visão, o que para mim é motivo de prazer e me enche de entusiasmo ao participar deste grupo com ideias e trabalho. Parceria Trabalhamos juntos em inúmeros projetos e principalmente em residências. Também fizemos projetos para museus, complexos esportivos e culturais. Entre eles, o Caminho Niemeyer, o Centro Administrativo de Minas, o Centro Cultural de Duque de Caxias, o Caminho da Soberania e Memorial Luís Carlos Prestes, sede do PDT em Brasília. Ainda tem muitos outros inacabados e que estou finalizando, pois nosso gênio nos deixou aos 105 anos, com mais de 1.000 obras realizadas. O legado é de grande responsabilidade! Esta linha será lançada no final de abril na renomada loja Finish do CasaShopping, na Barra da Tijuca. dimensão e relevância para o país, já que vão estar presentes profissionais reconhecidos mundialmente e a Acija não poderá estar de fora. Evento mundial O Rio de Janeiro vai ser palco do encontro mundial de Arquitetura e Urbanismo, em 2020. O evento é de grande Permanências e destruições no Rio Permanências e Destruições, projeto que ocupa artisticamente espaços inativos do Rio de Janeiro, chega à sua segunda edição em maio e contará com a ocupação da Torre H, obra de Niemeyer, na Barra da Tijuca, numa parceria com o Instituto Niemeyer. Morador de Jacarepaguá Morei em Jacarepaguá por muito tempo e depois mudei para outros bairros. Morei anos em Ipanema, na casa de meu bisavô Oscar. Trabalhávamos juntos em Copacabana. Esta convivência foi para mim a maior e mais completa experiência que poderia querer da vida! Como fruto desta grande parceria, criamos, em Sonho e nova coleção Este ano o meu sonho de produzir o meu próprio design está ganhando ainda mais força, com a linha 2016 inspirada em Brasília. Entre as novas criações estão as mesas e os bancos Catedral e Alvorada, além das mesas Folha e Oscar, uma homenagem ao meu grande mestre! Linha de móveis criada por Paulo Sergio Niemeyer inspirada nas construções de Brasília projetados por seu bisavô Anuncie | www.ACIJA.org.br | 7

[close]

p. 8

PAM Acija e poder público discutem assuntos relevantes para a segurança do bairro I ntegração é a palavra chave dos encontros do Pla- no de Auxílio Mútuo (PAM) da Acija. Atualmente, a associação conta com o PAM Segurança e o PAM Bombeiro, que reúnem empesas associadas e o poder público para discutirem os problemas da região destes setores e resolvê-los ainda mais rápido. Em geral, os encontros acontecem uma vez por mês e é itinerante. No último encontro do PAM Segurança, na Farmanguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz, o presidente da Acija, Edison Parente Neto, abriu o evento com as pendências na área e cobrou as soluções da cúpula da polícia local e da Subprefeitura da Barra e De mãos dadas com o poder público de Jacarepaguá. “Com estes encontros, ganhamos mais força para as nossas reivindicações, que são muitas, além disso, surgem ideias criativas na busca de melhorar ainda mais a qualidade de vida e econômica do bairro. Isso porque temos um grupo de empresários associados atuante que participa com o objetivo de incrementar ainda mais o bairro de Jacarepaguá”, conta Parente Neto. Para a delegada da 41ªDP (Tanque), Márcia Helena Julião, o delegado da 32ª DP (Taquara), Rodolfo Waldeck, e o comandante do 18º BPM (Jacarepaguá), Rogério Figueredo, estes encontros são fundamentais e também contribuem para reduzir o índice de violência em Jacarepaguá. “A integração que temos é o segredo do nosso sucesso, além de estarmos mais próximos das pessoas que recebem as demandas de nossos serviços”, diz Figueredo. Outro grupo que também se destaca é o PAM Bombeiro, que conta com um novo presidente, Flavio Nieto, que representa a Wickbold desde 2006 na Acija. Segundo o novo líder, no estatuto do PAM foram estabelecidas as diretrizes a serem seguidas, pelas empresas participantes, em emergências agravadas que venham a comprometer a segurança industrial , o meio ambiente e a comunidade, além da vida humana. “São mobilizações ou ações rápidas contra estas emergências. Conjugando os esforços das indústrias com os do Corpo de Bombeiros, podemos agilizar a mobilização dos recursos materiais, no atendimento das emergências entre as empresas participantes do PAM-Bombeiro”, explica Nieto. Ele conta que assumiu a coordenação do PAM com o objetivo de dar continuidade ao ótimo trabalho que já vinha sendo executado. “Quero aumentar o intercâmbio entre as empresas, alinhando as informações técnicas e promovendo treinamentos de interesse mútuo por meio de nossas reuniões mensais e dos simulados de emergência que cada empresa executa durante o ano”, adianta Nieto. 8 | www.ACIJA.org.br | Anuncie Empresas associadas da Acija participam dos encontros e apresentam suas reivindicações

[close]

p. 9

10 MOTIVOS PARA SE ASSOCIAR À ACIJA 01 02 Credibilidade e confiança para sua empresa Reunindo personalidades de diversos setores, a Acija permite maior visibilidade da sua empresa e a atualização contínua para o desenvolvimento do seu negócio. O melhor lugar para fazer negócios Há mais de 55 anos, a Acija cumpre a missão de ser fonte geradora de empreendedorismo de Jacarepaguá, incentivando ações que promovam o crescimento econômico, a criação de empregos e a cidadania da região. 03 04 05 06 07 08 09 10 Representatividade junto aos órgãos públicos A Acija defende os interesses dos empresários junto às entidades governamentais (municipal, estadual e federal), identificando as melhores oportunidades para Jacarepaguá. Capacitação de desenvolvimento empresarial Reuniões, almoços, cafés-da-manhã, seminários, e debates com autoridades e especialistas são alguns exemplos de ações direcionadas ao empresário. Eventos e encontros A Acija promove reuniões permanentes com autoridades comprometidas com a proteção e com o desenvolvimento do bairro: Prefeitura do Rio, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Cedae e Rioluz. Serviços segmentados Por meio de comitês, liderados por empresários renomados, a Acija identifica demandas para mobilizar entidades em busca de soluções para o dia a dia das empresas. Comitês executivos Trabalhando em sintonia, os comitês são subdivididos em: RH, Jurídico, Negócios e Empreendedorismo, Comunicação, Micros e Pequenas Empresas, Arquitetura e Urbanismo, Sustentabilidade, TI e Responsabilidade Social. Locação de espaço Sala de reunião com TV e quadro branco. Auditório com capacidade para até 40 pessoas, equipado com data show, wi-fi e ar condicionado. Conforto e praticidade para o sucesso do seu negócio. Canais de comunicação Para estar cada vez mais próxima dos associados e permitir que todos possam trocar experiências e informações, a Acija conta com revista impressa (bimestral), portal, Acija Indica, newsletter semanal, e-mail Marketing e mala direta. Descontos e benefícios Além de todas estas vantagens, a Acija oferece um clube de descontos e benefícios extensivos às famílias e aos colaboradores. O associado pode divulgar ofertas de produtos e serviços aos parceiros com condições diferenciadas. NÃO PERCA TEMPO! JUNTE-SE À ASSOCIAÇÃO QUE MAIS CRESCE NO RIO DE JANEIRO 21 2445-4474 Anuncie | www.ACIJA.org.br | 9 www.acija.org.br

[close]

p. 10

Fernanda Montenegro recebendo o Emmy em 2013, pela personagem Dona Picucha, em Doce de Mãe Nos bastidores dos Estúdios Globo, o famoso Projac A indústria do entretenimento também marca e do centro de pós-produção. Dos Estúdios Globo já saíram novelas premiadas internacionalmente. A Rede Globo é a única TV brasileira premiada no International Emmy Awards, o maior prêmio da televisão mundial. Ao todo, já foram conquistadas 14 estatuetas na dramaturgia. Entre elas, as de Melhor Telenovela para Caminho das Índias (2009), Laços de Sangue (2011), uma coprodução da Globo com a portuguesa SIC, O Astro (2012), Lado a Lado (2013) e Joia Rara (2014); Melhor Comédia para A Mulher Invisível (2012) e Melhor Atriz para Fernanda Montenegro, por Dona Picucha, no especial de fim de ano Doce de Mãe. Para atender a esta demanda diária de produções, os Estúdios Globo contam com 9 mil colaboradores, prestadores de serviços e elenco. E mantém uma grande estrutura de apoio como o restaurante central que serve mais de 2 mil refeições por dia. Prova da dinâmica do complexo é que por mês circulam mais de 220 mil pessoas. Por ano, o número salta para 2,6 milhões. O entretenimento também abre espaço para a gestão presença no bairro de Jacarepaguá. O Projac, agora chamado de Estúdios Globo, foi inaugurado em 2 de outubro 1995, com foco na produção de telenovelas e nos programas de variedades e humor. São 3 mil horas de programação por ano. O complexo tem 162 mil metros quadrados em uma área total de 1,65 milhão de metros quadrados, sendo 70% coberto de Mata Atlântica. O mega espaço conta com 10 estúdios de gravação, fábrica de cenários, efeitos especiais, confecção e acervo de figurino, além das cidades cenográficas 10 | www.ACIJA.org.br | Anuncie Foto: Globo/Luiz Ribeiro CAPA

[close]

p. 11

O segundo maior núcleo televisivo da América Latina investe em ações sustentáveis como a recuperação e apreservação de 1 milhão de metros quadrados da Mata Atlântica sustentável. Para se ter ideia, quase metade da energia utilizada nos Estúdios Globo são de produção própria. No complexo também tem estações de tratamento de água e esgoto próprios, além de estação de reuso de água e reaproveitamento e reciclagem de materiais. Há ainda o gerenciamento e tratamento de resíduos orgânicos. Tudo foi pensado para não prejudicar o meio ambiente. Os carros elétricos não poluem e há 20 bicicletários, com 51 bicicletas disponíveis para deslocamentos dos colaboradores. Quem quiser conhecer ainda mais sobre o Projac pode fazer um passeio virtual no endereço conversa.globo.com/faq. Melhorias no entorno A região onde estão os Estúdios Globo ganhou ainda mais anos. Entre as mais importantes estão a duplicação da Estrada dos Bandeirantes e o BRT (corredor de ônibus expresso), legado da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. O mercado imobiliário também desembarcou na área. Foram diversos lançamentos de empreendimentos residenciais e comerciais para todas as faixas de renda. De carona neste desenvolvimento, o comércio local ganhou ainda mais fôlego e novos restaurantes e mini shoppings se instalaram na região. Globo/João Miguel Júnior visibilidade com o passar dos Curiosidades • 10 estúdios de gravação, em uma área total de 8 mil metros quadrados. • Acervo de figurino com 150 mil peças. • 46 estações de efeitos visuais (36 de computação gráfica e 10 ilhas de edição para composição). • Centro de pós-produção com 60 ilhas de edição que atendem a TV e a internet. No alto, cena da novela Lado a lado, de 2013, e acima Caminho das Índias, de 2009, ganhadoras do prêmio de Melhor Telenovela do Emmy Awards Anuncie | www.ACIJA.org.br | 11 Globo/Raphael Dias

[close]

p. 12

GESTÃO Planejamento Estratégico da Acija contra a Crise! • A reunião de avaliação precisa ocorrer sistematicamente, e os indicadores de avanço conhecidos e analisados. • O planejamento deve também ser monitorado diariamente - daí o uso da ferramenta 5W2H. • O planejamento não pode se transformar em uma fantasia – e isso é fácil de acontecer. Metas devem ser ambiciosas, mas realistas. • Algum tipo de premiação ajuda a manter a equipe motivada, como o PPR - Programa de Participação nos Resultados. Foi montado a partir daí o Plano de Ação com objetivo, Por Robson Campos básicas de um planejamento estratégico: Quem somos? Qual a nossa visão, missão e valores que nos orientam? Em que situação estamos? Onde queremos chegar? Por quais caminhos? Qual o cenário em que nos encontramos? A partir das respostas, foram listadas as ações: definir a filosofia da organização, fazer a Análise SWOT, montar o mapa estratégico, definir objetivos, metas e plano de ação, com prazos e responsáveis. Na figura 1, é apresentado o roteiro adotado para o Planejamento Estratégico. Assim, foi definido o Sumário Executivo Acija. Missão: ser associação que fomenta informação, negócios, orientação, e defende e capacita associados e colaboradores. Visão: obter a confiança dos associados e promover o crescimento empresarial de Jacarepaguá e adjacências. Valores: ética profissional, transparência, representatividade, respeito e comprometimento. Após estas definições, seguiu-se a Análise SWOT: ameaças e oportunidades, forças e fraquezas. Para ir da teoria à prática, foi identificada a necessidade de desenvolver os Comitês de Negócios (presidentes), e elaboradas algumas dicas para a execução do Planejamento Estratégico. • Os responsáveis pela execução precisam conhecer o Planejamento e o Plano de Ação, e comprometer-se com sua habilidade e disciplina em fazê-lo. metas e indicadores. Além de definidos 15 indicadores que serão acompanhados pela diretoria e presidentes dos comitês. A meta é alcançar 1 mil associados até o final de 2017, bem como um fluxo de caixa sustentável para manter o crescimento da Acija. Também é foco ter os processos bem definidos e obedecidos pelos colaboradores da Acija, com o uso adequado da tecnologia e dos recursos humanos. É importante lembrar que planejamento estratégico é um processo contínuo e deve ser seguido enquanto existir a associação. Novos objetivos e metas devem ser constantemente incorporados e modificados. É um processo de melhoria contínua. A sequência do projeto é na P ara implementar a profissionalização com uma gestão completa, a Acija contratou a Corporate Gestão 360º para o desenvolvimento de seu método “Gestão 360º”. O projeto conta com sete módulos de serviços: Planejamento Estratégico, Gestão de Pessoas, Marketing & Comunicação, Sistemas de Informação, Gestão de Vendas & CRM, Processos & Qualidade e Finanças e Investimentos. O ponto de partida foi o Planejamento Estratégico da associação, com a premissa de poder contar com uma liderança engajada: presidente, diretoria e conselheiros. Em um conjunto de reuniões, foram tratadas as perguntas 12 | www.ACIJA.org.br | Anuncie

[close]

p. 13

Figura 1 Gestão de Pessoas, onde está sendo implementada a nova Unidade de Capacitação, trazendo instituições de ensino para disponibilizar cursos com desconto para os associados, seus colaboradores e familiares – incluindo EAD – Ensino à Distância. Também estão sendo eleitos novos presidentes e vice-presidentes para as vagas em aberto dos dez comitês de negócios, para que eles possam trazer mais associados, promover eventos em suas respectivas áreas, atender as necessidades de outros associados, promover a informação, o desenvolvimento de suas áreas e o ‘networking’ em seus comitês. Em seguida, o planejamento seguirá para o Marketing & Comunicação, Sistemas de Informação, Processos & Qualidade, Gestão de Vendas & CRM e Finanças & Investimentos. A figura 2 mostra o avanço do planejamento estratégico. No passo quatro, projetos e processos, as três unidades de serviços serão desenvolvidas com melhorias: acesso ao poder público, comitês de negócios e unidade de capacitação. Não há dúvidas de que será reforçado e consolidadado a visão da associação de obter a confiança de seus associados e promover o crescimento empresarial de Jacarepaguá e adjacências. A Acija continuará com o es- forço disciplinado do planejamento estratégico. Significa um grande passo no caminho do crescimento, com qualidade operacional e crescente satisfação dos associados. Para conhecer mais sobre o projeto, entre em contato com o Robson Campos, que é membro da diretoria da associação e presidente do Comitê de Negócios & Empreendedorismo Acija, pelo e-mail robson.campos@corporatgestao360.com.br. Figura 2 Anuncie | www.ACIJA.org.br | 13

[close]

p. 14

CULTURA Para não ficar em casa E m abril, a Cidade das Artes traz uma programa- angústias e hesitações. Deste modo, além de mãe, de símbolo religioso e de figura histórica, Maria se revela uma pessoa de enorme estatura moral, uma verdadeira e inesquecível mulher. A peça será exibida nos dias 16 e 17. No sábado a apresentação acontece em dois horários, às 18h e 21h, e no domingo, às 18h. E a programação segue com filmes, música e muito mais. Entre os eventos em cartaz estão Bisa Bia, Bisa Bel, peça infantil premiada e baseada no livro de Ana Maria Machado (em cartaz até o dia 13); e o projeto Cineartes que exibe filmes em homenagem a ícones da indústria cinematrográfica. O escolhido de abril é o diretor americano Stanley Kubrick com os filmes Laranja Mecânica (dia 3, às 16h), O Iluminado (dia 10, às 16h), Lolita (dia 24, às 16h) e 2001: uma Odisséia no Espaço (dia 30, às 17h). Além do conto de fadas dos irmãos Grimm e Andersen, Era uma vez...três, com José Mauro Brant (dia 30, às 15h); o concerto didático para escolas públicas, Johann Sebastian Rio; a exibição do filme Território do Brincar com roda de conversa e apresentações da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), nos dia 16 de abril, às 16h e no dia 30, às 21h. Cidade das Artes Av. das Américas, 5.300 Barra da Tijuca Para compra de ingressos online: www.ingressorapido.com.br Informações e venda de ingressos: (21) 4003-1212 www.cidadedasartes.org ção diversificada para tornar os seus programas culturais ainda mais interessantes. O destaque fica por conta do espetáculo O Testamento de Maria. Na peça, o escritor Colm Tóibín imagina Maria, no fim de sua vida, perseguida e no exílio, procurando desvendar os mistérios que cercaram a crucificação de seu filho. Maria faz questão de falar somente a verdade. Ela encara não só a imensa crueldade dos romanos e dos anciãos judaicos, e a estranha e inexplicável exaltação dos discípulos ao seu filho, como também as suas próprias Cena da peça O Testamento de Maria

[close]

p. 15

BEM-VINDOS NOVOS ASSOCIADOS Estas são algumas das empresas que neste último bimestre acreditaram que a Acija trará benefícios às suas organizações. Agecom Sistemas Tel: 3077-2585 Méres Tel: 3512-5050 Inova Class Tel: 98046-7667 Lavaggio Tel: 7898-6161 Center Shopping Rio Tel: 3312-5001 ThyssenKrupp Infrastructure Brasil Tel: 3282-5245 Prisma Telecom Tel: 3251-0944 Doutor Lubrifica Tel: 3410-3666 Niemeyer Arquitetura Tel: 2232-0666 PA RC E I RO S

[close]

Comments

no comments yet