Grãos em alta

 

Embed or link this publication

Description

Grãos em alta

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

Valorização dos preços do milho e da soja preocupa mercado consumidor GRÃOS EM ALTA

[close]

p. 3



[close]

p. 4



[close]

p. 5



[close]

p. 6

Sumário Foto: Agrostock 16 Sanidade 06 Observatório 07 Agenda 08 Sindiavipar 10 Na mídia 12 Radar 14 Entrevista 16 Sanidade 16 Fundepec Foto: Agrostock Conheça a importância dos fundos estaduais voltados às atividades agropecuárias 24 Capa Valorização dos preços do milho e da soja impacta setor avícola. Entenda o cenário 18 Combate à dengue 20 Projeto 22 Associados 24 Capa 32 Mercado 32 Feira de Atlanta 34 Show Rural 36 Energia 38 Empregos Foto: Agrostock 40 ABPA 42 Fiep 38 Mercado Sindiavipar 44 Motivacional 46 Notas e registros 48 Estatísticas Frigoríficos foram os lideres em geração de emprego no Paraná em 2015. Saiba mais.

[close]

p. 7

Diretoria Presidente: Domingos Martins Vice-presidente: Claudio de Oliveira Secretário: Olavio Lepper Tesoureiro: João Roberto Welter Suplentes: Luiz Adalberto Stabile Benicio, Ciliomar Tortola, Vallter Pitol e Roberto Kaefer Conselheiros fiscais Efetivos: Paulo Cesar Massaro Thibes Cordeiro, Dilvo Grolli e Edno Guimarães Suplentes: Rogerio Wagner Martini Gonçalves, Celio Batista Martins Filho e Marcos Aparecido Batista Delegados representantes efetivos: Domingos Martins e Luiz Adalberto Stabile Benicio Suplentes: Ciliomar Tortola e Paulo Cesar Massaro Thibes Cordeiro Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná Av. Cândido de Abreu, 140 - Salas 303/304 - Curitiba/PR - CEP: 80.530-901 Tel.: 41 3224-8737 | sindiavipar.com.br | sindiavipar@sindiavipar.com.br Editorial No momento em que a atividade avícola e o segmento da proteína animal em geral se deparam com a situação atual da alta nos preços do milho e da soja é preciso que Governo, entidades, empresas e produtores se unam para traçar estratégias efetivas para amenizar o impacto desses valores em toda a cadeia produtiva. Mais de 70% da ração animal vem desses insumos e, consequentemente, o aumento do custo de produção para o setor de carnes é inevitável. O assunto, que está em pauta e refletindo no dia a dia da atividade, ganha espaço em nossa matéria de capa, que debate os principais pontos ligados ao aumento dos preços. ­ Em nossa edição especial, com o lançamento do novo projeto gráfico da Revista do Sindiavipar, outras lutas da avicultura são levantadas, como a batalha pela redução do valor da tarifa elétrica que, segundo dados da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), apresentou um aumento de 140% em 2015. São nestes momentos adversos que a avicultura e o agronegócio paranaenses mostram ainda mais suas forças. Em 2015, os frigoríficos foram líderes na geração de empregos no estado, com um saldo de 5.078 novos postos, de acordo com levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego. Informações sobre bem-estar animal, feiras e sanidade também estão nas próximas páginas da revista. Uma boa leitura e um abraço. Se você tem alguma sugestão, crítica, dúvida ou deseja anunciar na revista Avicultura do Paraná, escreva para nós: revista@sindiavipar.com.br. Fale conosco Expediente Produção Centro de Comunicação centrodecomunicacao.com.br Jornalista responsável Guilherme Vieira (MTB-PR: 1794) Colaboração Bruna Robassa, Camila Castro, Camila Tsubauchi, Maria Victória Lima e Mônica Seolim Design e diagramação Cleber Brito Comunicação e Marketing Mônica Fukuoka Impressão Maxi Gráfica Anuncie na revista Sindiavipar Mônica Fukuoka Gerente de Comunicação e Marketing marketing@sindiavipar.com.br (41) 3224-8737 selo SFC Domingos Martins Presidente do Sindiavipar As matérias desta publicação podem ser reproduzidas, desde que citadas as fontes. Sindiavipar 5 Foto: Hamilton Zambiancki

[close]

p. 8

Observatório Embarques em alta 1,51 milhão de toneladas de grãos foram escoadas pelo Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá em fevereiro de 2016, de acordo com o Governo do Estado. O número é o dobro da movimentação registrada no mesmo período do ano passado, que somou o total de 724 mil toneladas. A marca de 2016 é 18,6% superior ao recorde anterior de movimentação do corredor para o mês de fevereiro, que tinha sido alcançado em 2014. Cadastro Ambiental Rural Criado pelo Novo Código Florestal, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um registro público eletrônico de âmbito nacional obrigatório para todos os imóveis rurais. A finalidade é integrar as informações ambientais das propriedades para que seja criada uma base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico e combate ao desmatamento. Os proprietários podem realizar o cadastro até o dia 5 de maio de 2016. Informações: www.car.gov.br. Visão positiva Pesquisa encomendada pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) mostra uma notável mudança na percepção dos brasileiros sobre os produtos do segmento. Um dos principais exemplos é a carne de frango, a mais consumida pelo brasileiro atualmente, com 43 quilos per capita por ano. Segundo a associação, os números são reflexo das campanhas em prol do consumo e conscientização sobre as propriedades e os mitos em torno das proteínas de origem animal. Nota de pesar No último dia 26 de janeiro a avicultura paranaense perdeu um grande nome. Faleceu Sr. Albert Willem Dijkinga, fundador da Granja Econômica Avícola de Carambeí (PR). Holandês, chegou ao Brasil, mais especificamente à região dos campos gerais, no começo dos anos 50, trazendo consigo uma pequena incubadora de ovos com a qual deu início ao seu trabalho. Essa incubadora está exposta até hoje na empresa em perfeitas condições. Deixou um legado. A empresa fundada em 1954 está entre as mais antigas na atividade. 6 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 9

Crescimento PIB agro De acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Produto Interno Bruto (PIB) do setor agro apresentou um crescimento de 1,8% em 2015, quando comparado ao ano anterior. Os números vão na contramão do resultado do PIB brasileiro, que sofreu uma queda de 3,8% ante 2014. Segundo o IBGE, essa foi a maior queda da série histórica que foi iniciada no ano de 1996. Duas vezes mais Segundo informações da Agência Estadual de Notícias (AEN), a agropecuária cresceu 4,4% no Paraná em 2015, mais que o dobro da média nacional, que teve avanço de 1,8% no ano passado. Avesui – América Latina Data 03 a 05 de maio de 2016 Local Florianópolis (SC) Realização Gessulli Agribusiness Telefone (11) 2118 - 3113 E-mail avesui@gessulli.com.br Site avesui.com.br ANUTEC Data 02 a 04 de agosto de 2016 Local Curitiba (PR) Realização Bäumle Organização de Feiras Telefone (11) 3829-7990/ (41) 3068-0100 E-mail anutecbrazil@baumle.com.br Site anutecbrazil.com.br IV Workshop Sindiavipar Data 27 e 28 de outubro de 2016 Local Foz do Iguaçu (PR) Realização Sindiavipar Telefone (41) 3224-8737 E-mail marketing@sindiavipar.com.br Site sindiavipar.com.br Sindiavipar sindiavipar.com.br 7

[close]

p. 10

Associe-se! Porque juntos somos mais fortes! Workshop 2016 Estão em andamento diversas reuniões sobre o IV Workshop Sindiavipar que acontecerá em Foz do Iguaçu (PR). O evento, que será nos dias 27 e 28 de outubro, teve a formação de um comitê para organizá-lo. O último encontro aconteceu no dia 23 de fevereiro no Campus da Indústria da Fiep. No site do Sindiavipar, é possível encontrar uma enquete para descobrir quais assuntos o público gostaria que fossem abordados no workshop. Dentre as opções estão: meio ambiente, bem-estar animal, nutrição e sanidade. Esperamos poder contar com a participação de todos os associados no envio de sugestões para palestras! Revista Sindiavipar no Show Rural Aconteceu, no mês de fevereiro, entre os dias 1 a 5, o Show Rural Coopavel, feira que reuniu 480 empresas expositoras e mais de 235 mil visitantes na cidade de Cascavel (PR). O Sindiavipar participou do evento com um estande no pavilhão da Avicultura e distribuindo a Revista Sindiavipar, que teve como tema principal os desafios e oportunidades do setor para 2016. O evento proporcionou novas parcerias e a divulgação do trabalho do sindicato para manter o Paraná como referência no setor e líder em produção e exportação avícola no país. Logística Reversa A 7ª reunião Ordinária de Alimentos do Comitê Gestor de Logística Reversa contou com a presença da gerência de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Fiep, Rafael Cesar da Costa, e do presidente do Sindicato das Indústrias de Cacau e Balas, Massas Alimentícias e Biscoitos de Doces e Conservas Alimentícias do Estado do Paraná (Sincabima), Rommel Barion. Barion informou o contato com Secretário Estadual da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sema), enfatizando a Logística Reversa como educação ambiental, trazendo o outro elo da cadeia, os Fast Foods, para cumprir com a obrigação exigida pelo Governo. Com isso, foi criado o grupo técnico para acompanhar as implementações exigidas pelo programa. Mais informações: sindiavipar.com.br | (41) 3224-8737 8 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 11



[close]

p. 12

Na mídia Com o pé direito ano começou com aumento de produtividade e do volume de exportação avícola do estado. O abate cresceu em 9,6%, de acordo com dados do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar), enquanto os embarques subiram 13,6%, segundo levantamento da Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Os números positivos, que contrariam a crise atual do país, ganharam espaço na mídia local. Além disso, o cenário adverso da alta do preço dos insumos, principalmente milho e soja, no Brasil, também pautou a imprensa nos primeiros meses de 2016. Esses e outros assuntos movimentaram os veículos de comunicação e colocaram em pauta a força da avicultura paranaense para superar obstáculos. Em janeiro e fevereiro, 312 notícias relacionadas ao Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas Início de ano com resultados positivos na avicultura paranaense é destaque na imprensa O do Estado do Paraná (Sindiavipar) foram veiculadas na mídia local e nacional, gerando um retorno de mídia espontânea, no último bimestre, de mais de 1 milhão de reais. Durante esse período, mais de 15 entrevistas foram concedidas à imprensa. Retorno de mídia - Janeiro Jornal 55% Janeiro No primeiro mês do ano, o balanço de 2015 do setor, no Paraná, rendeu assunto para veículos locais como CBN Londrina, Online 45% 10 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 13

Rádio Nacional, Diário do Norte do P ­ araná, Folha de Londrina e a Agência Estadual de Notícias. Entre os principais pontos de crescimento está a exportação, que foi tema de reportagens do Agronegócio Gazeta do Povo, Folha de Londrina, ­ Umuarama Ilustrado e outros. O Sindiavipar também foi fonte para matéria nacional sobre aumento nos custos de produção para a revista Feed & Food. Ao todo, 221 notícias enfatizaram a avicultura paranaense em janeiro, rendendo um retorno de mídia de aproximadamente R$ 744 mil, com inserções em sites, jornais impressos e rádio. Retorno de mídia - Fevereiro Rádio Revista 4% 3% Jornal 17% Online 76% Fevereiro Em fevereiro, a alta do preço do milho e da soja continuou pautando a imprensa nacional. Dessa vez, o Sindiavipar colaborou com matérias para o site do Estadão, “Alta do milho já afeta preço da carne de frango”, e para o Estadão Broadcast, “Frango: milho mais caro estreita margens de criadores, mas demanda externa traz alívio". Nas duas ocasiões, o presidente Domingos Martins ressaltou as exportações como uma oportunidade nestes momentos. Os números positivos de exportação e abate de frango em janeiro foram capa do jornal O Paraná, de Cascavel, e também ganharam espaço em veículos como Avisite, DCI, Gazeta do Povo, Notícias Agrícolas e outros. Entre os grandes destaques do mês está a repercussão do balanço de janeiro no site internacional Agrositio, da cidade de Buenos Aires, na Argentina. Neste período, 91 matérias relacionadas ao Sindiavipar foram publicadas na imprensa, somando um retorno de mídia espontânea de cerca de R$ 342 mil, com inserções em rádios, jornais impressos, sites e revista. 11 Sindiavipar sindiavipar.com.br

[close]

p. 14

Radar Temos que louvar o agronegócio, que cada vez mais dá resultado diferenciado e se destaca na economia brasileira. Agradecemos os investimentos do contribuinte no agronegócio Kátia Abreu, Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Luiz Henrique Dividino, diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) A expectativa do produtor é que o câmbio se mantenha favorável para as exportações ao longo de todo o ano de 2016. Com isso, teremos um grande movimento de cargas chegando ao Porto de Paranaguá mesmo fora do pico da safra. Mesmo assim, estamos preparados para dar vazão a este movimento O ano de 2015 foi muito bom, influenciado pela vocação econômica do Estado para o agronegócio. A meta de R$ 1 bilhão foi praticamente cumprida no primeiro semestre e aumentamos os volumes. Para 2016, apesar das incertezas do cenário econômico nacional, acreditamos que será mais um ano com volume bom de contratações Paulo Cesar Starke Junior, superintendente da agência do BRDE de Curitiba (PR) 12 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 15



[close]

Comments

no comments yet