LIÇÕES BÍBLICAS JUVENIS 2º TRIMESTRE DE 2016

 

Embed or link this publication

Description

LIÇÕES BÍBLICAS JUVENIS 2º TRIMESTRE DE 2016

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

A p e sar de su a ab ran gên cia h istó rica, a B íb lia não está organizada cronologica­ mente, nem seus escritores trab alharam com esse rigor. Em termos históricos, vários de seus livros estão inserid os em outros.' D aí a im portância de estudar a Bíblia sob o aspecto cronológico. Vantagens: • A ju d a o e stu d an te a en te n d e r o ar­ ran jo de cada liv ro intern am ente, ao ■ estabelecer a ordem histórica dos fatos narrados; • A u x ilia n a com preensão das relações que se fo rm am entre livro s com dife­ rentes gêneros de m ateriais. Ou seja, a relação entre histó ria, lei, profecia, poesia, carta etc.; • Fornece um a visão abrangente da h is ­ tória b íb lica e, m a is ainda, da história m undial, por causa da sim ultaneidade entre os fatos b íb lico s e outros fatos h isto ricam e n te relevantes ocorridos no m undo; • Esclarece dificuldades b íb lica s geral­ m ente su rgid as do choque de dados conflitantes colhidos de diferentes par­ tes da Bíblia, os quais podem se referir a pessoas, povos, n ú m e ro s, lu g ares, cu ltu ras etc.; ... • D estaca as diferentes perspectivas e ênfases dos autores da Bíblia ao escre­ verem sobre um mesmo acontecimento (exemplo: os Evangelhos Sinópticos). J§jj| ' | 1 ‘, ;

[close]

p. 3



[close]

p. 4



[close]

p. 5

Eu, um líder A liderança em o Novo Testamento Os apóstolos de Cristo c• I ! Cristo, nosso modelo de liderança Os profetas em o Novo Testamento Pastores e doutores

[close]

p. 6

DA REDAÇAO CB® CASA PU BL 1 CADORA DAS ASSEM BLEIAS DE DEUS Eu, um Líder Caro professor (a), A Paz do Senhor! Neste trimestre, temos um assun­ to muito importante para os nossos jovens: Liderança. A Igreja de Cristo tem um grande desafio, que é despertar em nossos jovens a vocação e a responsabilidade que o nosso Deus estabeleceu em suas vidas. Por isso, professor (a), você tem um papel relevante a ser desenvolvido, ou seja, ser a pessoa que estim ulará os no ssos jo ve n s a despertarem su as vo caçõ es de lideranças. A revista deste trimestre busca fa­ zer um estudo de como a liderança foi desenvolvida ao longo das Escrituras Sagradas (no Antigo Testamento, em o Novo, nos patriarcas, nos profetas etc.)'a fim de aplicar aos nossos jovens princípios e modelos que o Senhor nosso Deus deixou para o seu povo, por intermédio de pessoas que Ele chamou. Portanto, ore a Deus, se prepare e que a sua auLa seja uma bênção para a vida dos nossos jovens, Afinal, você é um vocacionado por Deus! Deus o abençoe. O Editor Presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil José Wellington Bezerra da Costa Presidente do Conselho Administrativo José Wellington Costa Júnior Diretor Executivo Ronaldo Rodrigues de Souza Gerente de Publicações Alexandre Claudino Coelho Consultoria Doutrinária e Teológica Antonio Gilberto e Claudionor de Andrade Gerente Financeiro Josafá Franklin Santos Bomfim Gerente de Produção Jarbas Ramires Silva Gerente Comercial Cícero da Silva Gerente da Rede de Lojas João Batista Guilherme da Silva Chefe de Arte 6 Design Wagner de Almeida Chefe do Setor de Educação Cristã César Moisés Carvalho Comentarista Thiago Brazil Editor Marcelo Oliveira de Oliveira Designer, Diagramação e Capa Suzane Barboza Fotos Shutterstock RIO DE JANEIRO CPAD Matriz Av Brasil, 34.401 - Bangu - CEP 21852-002 - RJ Tel: (21 ) 2406-7373 - Fax; (21) 2406-7326 E-mail: comerctal®cpad.com.br T elemarketing 0 8 0 0 - 021-7373 Ligação gratuita Segunda a sexta: 8h às i8h Livraria V irtual http://www.cpad.com.br Comunique-se com 0 editor da revista de Juvenis Por carta: Av. Brasil, 34.401 - Bangu CEP: 21852-002 - Rio de Janeiro/RJ

[close]

p. 7

3 de A bril de 2016 V - 1 # 1 1 ■ SEG TER 0 Senhor é nosso eterno líder 1 Sm 16.1 Deus unge lideres no Antigo Testamento At 9.15 Deus vocaciona líderes em o Novo Testamento Gn 1.28 Deus criou o ser humano para liderar Rm 12.8 Para alguns. Deus concede o dom de liderar to 13.15 Jesus, exemplo de liderança OBJETIVOS Apresentar possíveis definições para “Liderança"; Mostrar Salomão como I 1 exemplo bíblico de líder, Apontar fundamentos de uma liderança segundo o modelo bíblico. 1518 QUA SEX SAB •j 0 que é um Líder? “Bendito seja o SENHOR, teu Deus, que se agradou de ti para te pôr como rei sobre o seu trono, pelo SENHOR, teu Deus, porquanto teu Deus ama a Israel, para o estabelecer perpetuamente; e pôs-te como rei sobre eles, para fazeres juízo e justiça”(2 Cr 9.8).

[close]

p. 8

LEITURA DÍDLICA EM CLASSE s in t e t iz a n d o 2 Crónicas 1.7-12 7 Naquela mesma noite, Deus apareceu a Salomão e disse-lhe: Pede o que quiseres que eu te dé. E Salomão disse a Deus: Tu usaste de grande beneficência com Davi, meu pai, e a mim me fizeste rei em seu lugar. Agora, pois, ó SENHOR Deus. confirme-se a tua palavra, dada a Davi, meu pai; porque tu me fizeste rei sobre um povo numeroso como o pó da terra. Dá-me, pois, agora, sabedoria e conheci­ mento, para que possa sair e entrar perante este povo; porque quem poderia julgar a este teu tão grande povo? Então, Deus disse a Salomão: Porquanto houve isso no teu coração, e não pediste riquezas, fazenda ou honra, nem a morte dos que te aborrecem, nem tampouco pediste muitos dias de vida, mas pediste para ti sabedoria e conhecimento, para poderes julgar a meu povo, sobre o qual te pus rei, sabedoria e conhecimento te são dados; e te darei riquezas, e fazenda, e honra, qual nenhum rei antes de ti teve, e depois de ti tal não haverá, 0 e x e rc íc io d a lid e ra n ç a é um a d a s q u e s tõ e s m a is r e le v a n te s d a s o c ie d a d e a tu a l. E n q u a n to há um a e n o rm e lacu n a d e líd e re s no m u n d o c o n te m p o râ n e o , a B íb lia e s t á r e p le ta d e in s p ira d o re s e x e m p lo s d e lid e ra n ç a s b e m -s u c e d id a s . # 8 9 Na p r e s e n te lição, e s t u - 9 d a re m o s s o b re 0 início d a lid e ra n ç a d e S a lo m ã o e o seu e x e m p lo p a ra , a o fin al, e x tr a ir m o s o s p rin c íp io s g e ra is d e um m o d e lo bíblico d e lid e ra n ç a . 10 11 12 Diante das crises contem­ porâneas em que vivemos econômica, social, moral, espiritual — uma das mais graves é a crise de liderança. O mundo carece de lideres, isto é, pessoas que inspirem outras a construírem um mundo melhor. O líder, assim compreendido, é a pessoa vocacionada por Deus para descobrir, potencializar e reconhecer os dons e os talentos individuais do grupo que ele participa.

[close]

p. 9

A AULA VAI COMEÇAR! Dinâmica: 0 Grande Desafio. Material: Uma caixa de bombom enrolada em papel madeira, com o título: “O Grande Desafio” . Dentro da caixa ponha a seguinte ordem: “Seu desafio é: Coma dois bombons!". Procedimento: Organize a classe em círculo, ponha uma música e passe a caixa de bombom pelo círculo de alunos. Porém, antes de passá-la, explique aos alunos que dentro da caixa há uma ordem a ser realizada pela pessoa que ficar com eLa no momento em que a música parar. Então, o professor deverá fazer um suspense e perguntar: você está preparado? Seja lá qual for a ordem terá de obedecê-la. Quer abrir ou continuar a música? Se o aLuno desejar passar a vez, inicia-se o louvor novamente e passa-se a caixa até que alguém tenha a coragem de aceitar o desafio. Objetivo: Demonstrar que a nossa ansiedade diante do novo muitas vezes nos impede de ser abençoados. 1, S A LO M Ã O E O G R A N D E D E­ SAFIO Após a morte de Davi (1 Rs 2.10,11) recaiu sobre os ombros de Salo­ mão uma grande responsabilidade: substituir o bondoso rei de Israel, Davi. Não bastasse o desafio de governar uma nação em ascensão, rodeada por inimigos, Salomão teria a tarefa de “ sair da sombra” do seu pai, demonstrando que podia ser o Lider certo para aquela geração, assim como foi o rei Davi para a dele (At 13.36). Assim como Salomão, talvez você esteja cheio de dúvidas quanto ao futuro, sentindo a necessidade de se autoafirmar para deixar de ser conhecido como o “ Filho (a) da Irmã...", “Filha (o) do Sr (a)...” . Se isso é verdade, o que fazer então? Salomão foi adorar ao Senhor (1 Rs 34), e Deus graciosamente manifestou-se a ele e o abençoou de uma maneira única (1 Rs 3.11-14). Não se afaste de Deus em tempos de dúvidas e crises, nesses momentos você deve buscá-lo mais intensamente. O novo rei precisava aprofundar o seu relacionamento com Deus. Embora o exemplo de seu pai fosse marcante (At 13.22), agora era necessário ele subir ao lugar de sacrifício, levar a sua oferta, ter a sua própria experiência com o Altíssimo (1 Rs 3 4 ,5 )' Se seus pais são tementes ao Senhor, com certeza eles servem-lhe de maravilhoso exemplo de piedade e san­ tidade, todavia, não basta ter exemplos é necessário segui-los! Tal como Salomão, decida-se por servir a Deus e acreditar que nEle está o melhor para a sua vida. Liderar é ser capaz de mobilizar os potenciais pessoais e coletivos rumo a um bem maior. 2, SALOMÃO E UM MARAVILHOSO SONHO A Bíblia chama de sonho (1 Rs 3.15), mas sem dúvida aquele não foi um sonho qualquer: assim como aconteceu com várias pessoas na trajetória do plano de Deus registrado nas Sagradas Escrituras

[close]

p. 10

§ • • • • • « • • • • • » • • ® % « :\r»; > (José, filho de Jacó - Gn 377,9:0 soldado midianita - Jz 713; José, esposo de Maria Mt 1,20), tal experiência era uma poderosa revelação de Deus. O Senhor apresentou-se a Salomão e ofereceu-lhe o benefício que ele quisesse. Diante de tantas necessidades materiais (pessoal habilitado para construir o Tem­ plo, exército para defender as fronteiras contra os inimigos etc.), esta pergunta deixaria muitas pessoas confusas e in­ decisas. O filho de Davi, contudo, tinha um coração de líder: seu pedido a Deus não foi egoísta, não visava o benefício próprio, e sim, o bem -estar de todo o Israel (1 Rs 3.9-13). O rei pediu um coração sábio para discernir entre o bem e o mal e, assim, julgar prudentemente as causas do povo. A súplica de Salomão agradou tanto ao Senhor que ele não foi apenas beneficiado com sabedoria para liderar o povo, mas igualmente com riqueza e glória inigualáveis (1 Rs 3,9-13). E se fosse você, o que pediria ao Senhor? Pensaria apenas em si mesmo na hora de declarar o benefício ou levaria em conta as pessoas ao seu redor? Assim como Salomão, você consegue perceber algo em si mesmo que precisa melhorar para fazer um mundo melhor para si e os outros à sua volta? Você se percebe como um potencial instrumento de bênção para nossa sociedade? Liderar é reconhecer-se como o veículo da bênção de Deus para os outros, de tal modo que a liderança exercida segundo a vontade de Deus não tem fim em si mesma, mas sempre serve ao próximo, apontando para o caminho de Cristo. 3. A P R E N D E N D O A IN IC IAR U M A LID ER A N Ç A C O M SALO M ÃO Salomão não se aproveitou da opor­ tunidade de liderar o povo para apre­ sentar-se diante de Deus como um rei todo-poderoso, pelo contrário, ele se define como um “menino pequeno" (1 Rs 3.7), como alguém absolutamente carente da graça de Deus e deslum ­ brado com a enorme honra que Deus lhe concedera. Se pretender um dia ser um grande líder (na igreja, em sua família, em seu emprego, em nossa sociedade), você precisa entender que vem de Deus toda a sabedoria, inteligência e estratégia para exercer exitosamente uma liderança (Tg 1.17).

[close]

p. 11

Grandes líderes reconhecem suas limitações e procuram as fontes possíveis para corrigi-las e superá-las. Por isso, acredite, Deus proverá a você todas as ferramentas necessárias para tornar-se alguém especial para o Reino dEle aqui na terra: faculdade, emprego, relaciona­ mento, dons, batismo no Espírito Santo etc, A você, evidentemente, cabe fazer sua parte: estudar, aproveitar as opor­ tunidades, preservar-se puro, buscar intensamente a vontade de Deus. É impossível liderar outros sem, em primeiro lugar, liderar a si m esm o na jornada de conhecer a vontade de Deus. Deste modo, liderar é perceber com niti­ dez as próprias limitações, mas trabalhar incansavelm ente pelo bem de tantos quantos for possível 4 . LIDERANÇA COMO A MANI­ FESTAÇÃO DO REINO DE DEUS NESTE TEMPO Depois de um tão maravilhoso sonho, o que fazer? Salom ão mais uma vez adorou ao Senhor e, além disso, festejou com seus servos pelas poderosas palavras que Deus lhe revelou (1 Rs 3.15). Então, o que esperar a partir dali? Grandes questões filosóficas a serem re­ solvidas, ou problemas macroeconômicos para serem solucionados ou a delicada construção de acordos políticos? Bem, não foi nada disso que inicialmente desa­ fiou o homem mais sábio de todo Israel. Em 1 Reis 3.16-28. lemos a clássica narrativa das duas mulheres e do bebê vivo. Ambas reivindicavam a maternidade da criança (v. 22,23), ambas eram prostitu­ tas (v. 16), não havia testemunhas, muito menos o depoimento pessoal delas era levado em crédito em virtude de suas co nd ições sociais. Salom ão poderia m andar as duas em bora sem sequer atendê-las. Mas o coração do verdadeiro líder “ arde" por justiça e equidade, assim como o coração de Deus (Sl 98.9). Sa­ biamente, o rei Salomão discerniu a mãe verdadeira da falsa, compreendendo que quem ama não deseja o m al do outro (Rm 13,10), e taljulgam ento sábio o fez ganhar o respeito da com unidade de Israel (1 Rs 3.28). AÇÃO TÓPICO 3 Caro professor, utilize esta etapa da lição para fazer um exercício de autoanálise com os seus alunos. Talvez para eles seja difícil assumir ou até mesmo perceber os próprios erros Por isso, tome a iniciativa; narre para eles as dificuldades que você teve enquanto um adolescente, e até aqueLas que você enfrenta hoje. Após ouvi-los, se for conveniente, faça um momento de oração por e com eles. AÇÃO TÓPICO 4 Ensine aos participantes de sua classe o princípio bíblico da complexidade pro­ porcional, isto é, Deus concede-nos tarefas para cum pri-las conforme a nossa capacidade (Mt 25.15; 2 Co 3 5) Não há tarefas mais ou menos importantes, o que Deus nos dá a fazer sempre tem a sua devida importância. Portanto, estimule aos alunos a se dedicarem na obra de Deus.

[close]

p. 12

5 Liderar significa fazer notório o Reino de Deus na terra. Um governo que não promove o Reino é tirania. Assim como o Senhor Levantou Salomão para Liderar o povo de Israel por meio de um reinado dejustiça, Ele também deseja capacitar você para, por intermédio de sua vida, m inistério e liderança, construir um mundo mais justo e santo, • S U B S ÍD IO “IO Objetivo de toda liderança Cristã] 0 objetivo de toda liderança cristã é levar as pessoas a um contato vital com Deus. Portanto, o líder deve ser um homem de fé (At 6.5; 11.24). Ele deve ensinar outros a conhecer a Cris­ to experimentalmente e, também,a adorar a D eus e a ter co m unh ão com Ele. Outras responsabilidades são: orientar e tomar decisõ es (At 15 2,6-30), defender a fé (Tt 1.9: Jd 3: At 20.28-31), admoestar os desor­ deiros, consolar os de pouco ânimo, sustentar os fracos e ser paciente para com todos (1 Ts 5.14). Paradoxalmente, o líder deve ser um servo, mesmo quando é um go­ vernante ou mestre (Mt 20.26,27). As palavras que se referem às diferentes fun çõ es e p o siçõ es de lid e ran ça implicam em servir, em uma abne­ gada dedicação, e nunca em poder ditatorial ou egoísta. Ele deve amar as pessoas e aprender a conhecer seus seguidores individualm ente, além de estar pronto para lhes oferecer um adequado reconhecim ento de seu desenvolvimento e realizações (por exemplo, a maneira como Paulo cumprimentou Timóteo, Pp2.ig-23). Acim a de tudo, o líder deve ser um homem 'cheio do Espírito Santo’ (At 6.3)" (PFEIFFER, C. R; VOS, H. R: REA, J Dicionário Bíblico Wycliffe. 7 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2010. p.1162). 10

[close]

p. 13

CARO PROFESSOR, Este é o início de um novo trimestre, proponha-se a ser um Líder para os adolescentes que o SENHOR tem posto como os seus alunos em sua sala de Escola Dominical. Não limite suas ações apenas à ministração das aulas, mas coloque-se como alguém em que os alunos podem contar no dia a dia e, em especial, como um modelo de pessoa e de cristão em quem eles possam ver a luz de Cristo resplandecer cotidianamente. Siga firme em Deusl PARA CONCLUIR E c la ro que s e pode a p r e s e n ta r um a s é rie d e d e fin iç õ e s p a ra o q ue s e ja lid e ra n ç a s e m q u a lq u e r m en ção d a B íblia ou d e s e u s p rin c íp io s e s p i­ r itu a is , to d a v ia , o n o s s o in tu ito é e x a ta m e n te o o p o s to : d e m o n s tr a r que há, na s p á g in a s d a B íblia, um a s é rie d e e x e m p lo s e d e n a r r a tiv a s que nos in s p ira m a s e g u irm o s um m odelo d e lid e ra n ç a que una, sim u l­ ta n e a m e n te , c o m p e tê n c ia e m is e ri­ c ó rd ia , q u a lid a d e e d e s p re n d im e n to , re a liz a ç ã o p e s s o a l e b e m -e s ta r social. A fin a lid a d e d a lid e ra n ç a é o c re s c im e n to d o R eino d e D eus. HORA DA REVISÃO Apresente uma definição que torne claro o conceito de liderança. Capacidade de m obilizar as potên­ cias pessoais para o bem com um . Um líd er pode s e r alg u ém que possua falhas e defeitos? Justifique sua resposta. R Sim . R econhecer as Lim itações e c o rrig i-la s são características dos grandes Líderes. Apresente três características que dem onstram que Salom ão foi um bom líder. S + Humildade, liderança justa e a busca da orientação divina. 0 que você precisa ter em sua vida para num futuro bem próximo, tom ar-se um líder segundo o coração de Deus? C * f u - Estudar, aproveitar as oportunidades, preservar-se puro, buscar intensa­ mente a vontade de Deus. 5 Qual o objetivo final de uma lide­ rança segundo o propósito de Deus? t e É * Reconhecer que a liderança exer­ cida segundo a vontade de Deus não tem u m fim em s i m e sm a, m as sem pre em se rv ir o próxim o.

[close]

p. 14

SEG 7 .2 5 liderança profética estabelecida por Deus Ex 28 Deus unge líderes no Antigo Testamento • * • 4 * QUA QUI Jz 2.16 O sjuízes como liderança provisória 1 Sm 12.13 Os reis como a personificação da liderança de Deus Hb 11.7 Noé, um líder num tempo de crise Gn 17.5 A liderança no contexto dos patriarcas OBJETIVOS Analisar os ministérios de SEX SÁB liderança no AT; Demonstrar que a vocação para liderança não se limita a grupo de pessoas e características; ' Evidenciar que há um líder certo para cada contexto. { A Liderança no Antigo Testamento “E todo o Israel, desde Dã até Berseba, conheceu que Sam uel estava confirmado por profeta do SENHOR" (1 Sm 3.20).

[close]

p. 15

SINTETIZANDO O p la n o d e D e u s d e im ­ p la n t a r a su a v o n ta d e no m u n d o s e inicia no A n tig o T e s ta m e n to . P ara t a n t o o S e n h o r vocaciona p e s s o ­ a s com c a r a c te r ís tic a s d ife r e n te s p a ra lid e ra r o seu povo Is ra e l e, a s s im , co n d u zi-lo na m e lh o r t r a ­ je t ó r ia possível. P or isso. i a lg u n s h o m en s em Isra e l fo r a m c h a m a d o s a s e re m p r o fe ta s , o u tr o s reis, s a ­ c e r d o t e s e a t é ju íz e s , tu d o is t o p a ra gue a m u ltifo rm e s a b e d o ria divina s e t o r ­ n a s s e re a lid a d e . 0 p o d e r d e D e u s, p o r ta n to , não s e lim ita a um tip o d e p e s s o a ou d e lid eran ça. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE 1 Samuel 3.19-21 19 E crescia Samuel, e o SENHOR era com ele, e nenhuma de todas as suas palavras deixou cair em terra. E todo o Israel, desde Dã até Berseba, co­ nheceu que Samuel estava confirmado por profeta do SENHOR. E continuou o SENHOR a aparecer em Siló; porquanto o SENHOR se manifestava a Sa­ muel, em Siló, pela palavra do SENHOR. 1 Samuel 7.7-10; 15-17 7 Ouvindo, pois, os filisteus que os filhos de Israel estavam congregados em Mispa, su­ biram os maiorais dos filisteus contra Israel: o que ouvindo os filhos de Israel, temeram por causa dos filisteus. Pelo que disseram os filhos de Israel a Sa­ muel: Não cesses de clamar ao SENHOR, nosso Deus, por nós, para que nos livre da mão dos filisteus. Então, tomou Samuel um cordeiro que ainda mamava e sacrificou-o inteiro em holocausto ao SENHOR; e clamou Samuel ao SENHOR por Israel, e o SENHOR lhe deu ouvidos. E sucedeu que, estando Samuel sacrificando o holocausto, os filisteus chegaram à peleja contra Israel; e trovejou o SENHOR aquele dia com grande trovoada sobre os filisteus e os aterrou de tal modo, que foram derrotados diante dos filhos de Israel. E Samuel julgou a Israel todos os dias da sua vida. E ia de ano em ano e rodeava a Betei, e a Gilgal, e a Mispa; e julgava a Israel em todos aqueles lugares. Porém voltava a Ramá, porque estava ali a sua casa, e ali julgava a Israel, e edificou ali um altar ao SENHOR. 20 21 8 9 Há no Antigo Testamento uma série de m odelos de liderança, dentre os quais, destacamos: os institucio­ nais (governo monárquico, sacerdócio), os provisórios (juízes) e os desinstitucionalizados (profetas). Samuel parece ser o personagem cujo ministério de liderança é o mais eclético no Antigo Testamento, desenvolvendo simultaneamente funções de Sacerdote, Juiz e Profe­ ta. É pensando a partir dos múltiplos ofícios de Samuel que entenderemos melhor o papel do líder no Antigo Testamento. 10 15 16 17

[close]

Comments

no comments yet