Catavento Edição 51

 

Embed or link this publication

Description

Revista Catavento Sicredi Edição 51

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

2 Editorial A edição 51 traz grandes notícias nesse final de 2015. Destaque para o reconhecimento através do Prêmio Sescoop Excelência de Gestão – Ciclo 2015. Premiação que tem como objetivo incentivar e promover as boas práticas de gestão e governança. Destaque também para reconhecimentos a nível regional, com equipes e agências ganhando notoriedade pelo respeito com os associados. Outro assunto que ganha repercussão é o avanço do sistema Sicredi para o noroeste, tornando a instituição financeira cooperativa com presença nacional. Presente pelo quinto ano consecutivo entre as 150 melhores empresas para se trabalhar de acordo com levantamento da revista Você S/A. Com crescimento no índice de felicidade no trabalho. A Cooperativa avança na parceria com o crédito consignado para servidores públicos em algumas repartições públicas, crédito consignado para INSS também disponível para associados Sicredi. Mês da Poupança promove diversas ações de educação e destaca a importância da reserva financeira. Nos programas sociais, intensa agenda com finalização de projetos do Programa A União faz a Vida em Pérola e Campo Mourão. Participação no Encontro Cooperativistas Paranaenses e caravana com líderes para conhecerem um pouco mais sobre o cooperativismo de São Paulo. Ainda a inauguração do Ponto de Atendimento ao Empreendedor, em parceria com o SEBRAE, o primeiro dentro de uma Cooperativa de Crédito. Confira também a agenda para as Reuniões de Prestação de Contas, reserve a data e participe do “momento mágico” onde exercitamos a gestão transparente e democrática na prática. Acompanhe alguns dos assuntos que ganharam relevância na cooperativa. Boa leitura! Expediente: Despesas pessoais e profissionais: Quando o dinheiro sai da mesma fonte Ana Carolina Borges Souza* O primeiro passo é o empreendedor listar seus gastos com a empresa e as despesas pessoais. Colocar tudo na “ponta do lápis”, separando as contas e diagnosticando excessos. É fundamental citar todos os gastos da empresa: do contador às contas de telefone. O objetivo é que, assim, se tenha domínio sobre quanto, de fato, custa o seu negócio por mês. É válido também mudar planos de celular, internet e saúde, geralmente com custos menores quando feitos para a pessoa jurídica, e fazer uma estimativa, em percentual, de quanto combustível e estacionamento se gasta com a empresa e com próprio uso. Outro ponto é estipular um pró-labore, ou seja, o ganho mensal que a empresa paga para os sócios. O valor deve ser definido respeitando os custos mensais do empreendimento. Não adianta o empresário determinar para si um valor ínfimo mensal, pois dificilmente ele conseguirá manter o seu padrão de vida com essa quantia e acabará incorrendo no erro de misturar as contas de pessoa física com as de pessoa jurídica. Também não cabe estipular um valor muito alto, que pode comprometer a rentabilidade da empresa. É importante ainda que seja estabelecido qual será o percentual de ganhos que será reinvestido na empresa. Não são raros os casos de empresas que “quebram” justamente quando tentavam expandir suas atividades. Normalmente, em um momento de investimento, a saída é comprometer o capital de giro, o que é um grande erro. Por fim, é inevitável pensar no futuro pessoal e nas incertezas econômicas. A pessoa física tem que estabelecer uma reserva mensal pessoal, enquanto a pessoa jurídica tem que definir reserva mensal para a empresa. Pelo menos 10% do ganho mensal devem ser poupados com o objetivo de utilizar este valor como capital de giro ou para reinvestimento na empresa. E no campo particular, lembrar-se das férias, aposentadoria ou doenças e outros imprevistos. A partir desses pontos ficará mais fácil perceber o quanto esta mistura de dinheiro pode ser onerosa às economias particulares e ao seu negócio. Criando-se uma rotina financeira, vai ser possível desenvolver o hábito saudável de ordenar o dinheiro de forma coerente e ter controle total de suas economias, com rendimento real em ambas as contas. * Especialista Segmento PJ - Sicredi Ano 9 - Número 51 Dezembro 2015 CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Presidente: Jaime Basso Vice-presidente: Amauri Weber Conselheiros: Euclides Molina, Pedro Adenir Paini, Airton José Moreira, Ari Becker, Antonio de Freitas, João Roberto de Oliveira Coelho, Osmar João Bertoli Junior, Walter Andrei Dal’Boit, Verno Radetzki, Paulo Sérgio Boldrini, Waldemir Freiria Amorim, Michel Furlan Rodrigues, Leonardo Alexandre Czuczman, César Antonio Garbus. CONSELHO FISCAL Albertinho Dondoni, Lucílio Fidelis da Silva, Nildo Dalla Corte, Mario Toshio Yassue, Sebastião Antonio Polato, Dorival Pessuti. DIRETORIA EXECUTIVA Diretor Executivo: Moacir Niehues Diretor de Negócios: João Augusto da Rocha Diretor de Operações: Alisson Schach PROJETO: Gerência de Comunicação e Marketing e Gerência de Programas Sociais. Edição e Editoração: Vanderlei Vanin Justo Jornalista Responsável: Michael Bueno (DRT/PR 8140) Tiragem: 5 mil exemplares Periodicidade: Bimestral www.sicredivaledopiquiriabcd.com.br Lidar com dinheiro não é um jogo fácil para a maioria dos brasileiros. Fugir das dívidas, planejar os gastos, investir e poupar muitas vezes são metas que ficam no campo das ideias. A situação complica ainda mais quando se tem que administrar, ao mesmo tempo, as finanças pessoais e as da empresa. É que, para boa parte dos micro e pequenos empresários, a fonte de recursos é a mesma - o que mudam são as expectativas. Enquanto o foco da pessoa jurídica está no negócio, nos fluxos de caixa, na rentabilidade e nas vendas, para a pessoa física as necessidades são mais subjetivas – englobam família, sonhos e qualidade de vida. Aproximadamente 500 mil novas micro e pequenas empresas solicitaram adesão ao Simples Nacional para o exercício de 2015. O número representa um aumento de 125% em relação às adesões para o exercício de 2014. Em meio a tantos novos empreendedores, uma preocupação é fundamental para a perpetuação destas organizações: estabelecer a divisão entre pessoa física e jurídica. Nada mais é do que colocar em prática a base da educação financeira que tanto o consumidor comum ouve em épocas de 13º salário: a mudança comportamental, de hábitos e de consumo. A linha que separa os gastos pessoais e os da empresa é tênue, mas pode significar a diferença entre o sucesso e o fracasso de um empreendimento.

[close]

p. 3

3 Sicredi terá presença nacional Memorando de entendimento para filiação da Unicred Central Norte/Nordeste ao Sistema Sicredi foi assinado em Campinas/SP No dia 19 de agosto, durante o Fórum Nacional de Presidentes e Diretores Executivos do Sicredi, foi assinado um memorando de entendimento visando a filiação da Unicred Central Norte/Nordeste ao Sicredi. O memorando de entendimentos prevê a participação societária no Sistema Sicredi. A partir de agora, a formalização do processo seguirá os ritos legais. Assinaram o memorando: Manfred Alfonso Dasenbrock, Presidente da Central Sicredi PR/SP/RJ e Sicredi Participações; Wilson Ribeiro de Moraes Filho, Presidente da Unicred Central Norte/ Nordeste; Francisco Ary Vieira Sobral, Diretor Administrativo da Unicred Central Norte/Nordeste e Edson Georges Nassar, CEO do Banco Cooperativo, Confederação e Fundação Sicredi. Com a filiação, o Sicredi ampliará sua atuação dos atuais 11 para 20 estados brasileiros, consolidando a presença nacional. “Trata-se da solidificação de uma parceria de longa data entre as instituições financeiras cooperativas. Temos a certeza de que cresceremos juntos e de que nos tornaremos ainda mais fortes e relevantes”, afirma Nassar. “Com nossa filiação ao Sicredi, a Unicred Central Norte/Nordeste e as 28 cooperativas filiadas, com R$ 3,6 bilhões de ativos e R$ 986 milhões de patrimônio líquido, permanecerão com a mesma filosofia de trabalho e atendimento e com um portfólio maior de produtos e serviços”, reforçou Wilson Filho. Sobre a Unicred Central Norte/Nordeste Com sede na cidade de Cabedelo/PB, na grande João Pessoa, a Unicred Central N/NE é uma organização regional, com 28 cooperativas de crédito filiadas. Atua em 10 estados nas regiões Norte e Nordeste*, com 100 unidades de atendimento e 105 mil associados. *Alagoas, Sergipe, Pará, Pernambuco, Ceará, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Bahia.

[close]

p. 4

4 Pelo quinto ano consecutivo, Sicredi está entre as Melhores Empresas para Você Trabalhar Levantamento da revista Você S/A aponta crescimento no Índice de Felicidade no Trabalho O Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 18,7 mil colaboradores, figura, pelo quinto ano consecutivo, entre as “Melhores Empresas para Você Trabalhar”. O guia é elaborado pela revista Você S/A em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA). O evento de divulgação do ranking foi realizado na noite do dia 19 de outubro, em São Paulo. Em 2015, o Sicredi obteve 81,2 pontos no Índice de Felicidade no Trabalho (IFT), 1,7 ponto acima da nota final registrada no ano passado (79,5). O levantamento mostra crescimento também no percentual de colaboradores que identificam-se com a instituição, 91,2%, 1,2 ponto acima do ranking anterior. Além disso, 82,5% dos colaboradores estão satisfeitos e motivados, 81,9% acreditam ter desenvolvimento e 84% aprovam os seus líderes. A nota do colaborador, que aponta o Índice de Qualidade no Ambiente do Trabalho (IQAT) foi 84. Entre as empresas inscritas para participar do levantamento, que avaliou, entre outros quesitos, o índice de confiança dos funcionários com o ambiente de trabalho e as melhores práticas de gestão de pessoas das empresas, a organização do ranking apontou as 150 melhores, como integrantes de um time especial. Segundo a publicação, elas são exemplos de lugares onde a boa gestão prevalece. O presidente Jaime Basso, acredita que o reconhecimento nacional fortalece a instituição e que o mérito é de todos: dirigentes, diretores e os mais de 18 mil colaboradores que no cotidiano participam da construção do Sistema. “A empresa cooperativa é feita por pessoas e investir neste relacionamento é fundamental para a construção de uma instituição forte e que atenda aos interesses da sociedade cooperativa e também dos colaboradores que fazem parte desta conquista. Parabéns a todos!”, disse. Na área de atuação da Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP, as equipes comemoraram a conquista com eventos regionais. Assis Chateaubriand - PR Braganey - PR Cafezal do Sul - PR Campina da Lagoa - PR Diadema - SP Goioerê - PR Iporã - PR

[close]

p. 5

5 Janiópolis - PR Maripá - PR Mauá - SP Moreira Sales - PR Nova Cantu - PR Palotina - PR Perobal - PR Pérola Independente - PR Quarto Centenário - PR Santo André - SP São Bernardo do Campo - SP Sicredi Santana - SP Terra Roxa - PR Umuarama - PR Ubiratã e Juranda - PR

[close]

p. 6

6 O Sicredi é feito de pessoas. E é por isso que a gente quer você trabalhando aqui. Faça como os 18 mil colaboradores do Sicredi: venha trabalhar com a gente. A instituição financeira cooperativa eleita, pela 5ª vez consecutiva, uma das melhores empresas para trabalhar no Brasil. Cadastre-se em sicredi.com.br, no link Trabalhe Conosco. SAC Sicredi - 0800 724 7220 Deficientes Auditivos ou de Fala - 0800 724 0525. Ouvidoria Sicredi - 0800 646 2519.

[close]

p. 7

7 Sicredi traz Crédito Consignado para servidores públicos Diversas parcerias através de convênios com repartições públicas vem sendo firmadas na área de atuação da cooperativa. Em condições especiais e com desconto em folha, o crédito pode ser contratado com maior facilidade e rapidez. “Fica o convite para o funcionárias públicos conveniados passarem na agência da Sicredi mais próxima e conferir todos os diferenciais do Crédito Consignado para atender, seja as necessidades ou para realizar sonhos”, convida o Gerente de Desenvolvimento de Crédito, Vagner Furio. Assinatura convênio Prefeitura Palotina Convênio Prefeitura Ubiratã

[close]

p. 8

8 Mês da poupança com premiação em Altônia A equipe da Sicredi de Altônia realizou no dia 13 de Outubro a premiação do concurso de desenhos ‘Cooperar para Crescer’. A ideia foi de valorizar as crianças do ensino fundamental, após as palestras sobre Educação Financeira realizadas na Escola Municipal Rubens Tessaro, parceira no Programa A União Faz a Vida. Mais de 100 alunos participaram do concurso, destes, três foram premiados, um de cada série participante do projeto (3º, 4º e 5º ano). Os três alunos ganhadores foram: Beatriz de Melo Leone; Fabíula Eduarda Godoy da Mata e Victor Hugo da Silva Nunes. Eles foram premiados com uma poupança Sicredi cada e um jogo de Poupedis.

[close]

p. 9

9 Crianças de Maripá participam de projeto ‘Como conquistar os sonhos, com o ato de Poupar’ A ação, realizada no mês de outubro, teve a finalidade de incentivar as crianças do município a poupar para conquistar seus sonhos. Participaram crianças da educação infantil e ensino fundamental, das escolas municipais, em três categorias: desenhos (educação infantil e alunos do 4º e 5º anos) e redação (2º e 3º anos). A premiação foi separada por categorias, do primeiro ao terceiro lugares, com abertura de cadernetas de poupança e brindes relacionados ao produto. Abaixo os ganhadores: Categoria desenho: 1º Bruno Tobias Bolduan 2º fernando Gabriel 3º Cristofer Gieseler Categoria redação 2 e 3º ano 1º Michele Jung 2º Bruno Alisson Schanoski 3º karolina krupp Categoria redação 4 e 5º 1º Isabel Caroline Blodorn 2º Gislaine de Oliveira Chicieti 3º Franciele de Almeida Projeto Mural do Cooperativismo em Iporã O projeto Mural do Cooperativismo foi desenvolvido em parceria entre a unidade da Sicredi de Iporã e a Escola Nossa Senhora Aparecida. A ações tiveram início em outubro, com palestras de educação financeira e participação dos 350 alunos. A fase final do projeto aconteceu na segunda semana de dezembro, com a escolha dos desenhos e redações campeões. Foram escolhidos os melhores trabalhos de cada turma e as crianças ganharam valores em poupança Sicredi e kits do Poupedi. Os trabalhos ficarão expostos na unidade da Sicredi até janeiro. “Foi um momento especial de trabalhar com as crianças. Sinto que plantamos a semente da importância em economizar para realizar os sonhos futuros”, disse o gerente Jacques Douglas Pacheco.

[close]

p. 10

10 Reconhecimentos regionais marcam final de ano Diversas Equipes Sicredi ganharam destaque em premiações. Em Palotina, através do Prêmio Destaque ACIPA 2015 (Associação Comercial e Industrial de Palotina) foi lembrada pela maioria da população como a melhor instituição financeira da cidade na edição 2015. Em Assis Chateaubriand, por meio de levantamento promovido pela JCI (Junta Comercial Internacional) em parceria com a ACIAC (Associação Comercial de Assis Chateaubriand), a equipe recebeu dois reconhecimentos: Melhor Cooperativa de Crédito; e, Gerente de Cooperativa de Crédito para Vagner Furio. Em Goioerê a equipe foi reconhecida como melhor cooperativa de crédito em pesquisa elaborada pela Associação Comercial e Industrial de Goioerê (ACIG). Já a equipe de colaboradores da agência Sicredi no Bairro Santana, zona norte da capital São Paulo, já no primeiro ano de existência foi lembrada no Prêmio Destaque Empresarial, promovido pelas distritais Norte, Nordeste e Centro da Associação Comercial de São Paulo. Equipe de Goioerê recebe Prêmio Wandick Bezera como melhor Cooperativa de Crédito Prêmio para Sicredi representando a Zona Norte da Associação Comercial de São Paulo Prêmio Destaque ACIPA 2015 - Equipe de Colaboradores de Palotina em noite de reconhecimento

[close]

p. 11

11

[close]

p. 12

12

[close]

p. 13

13 Peça “Qual vai ser? ” estreia em Palotina Voltada aos adolescentes, texto aborda educação financeira e escolha profissional Mais de 200 pessoas, público basicamente composto de adolescentes e jovens de Palotina, assistiram no último dia 25 de novembro a peça de teatro “Qual vai ser? ”. A encenação trata das dúvidas dos jovens em relação a escolha da profissão, após o fim do Ensino Médio e traz o tema da educação financeira para perto dos adolescentes. A apresentação com duração de 45 minutos narra a trajetória de Daniel, um adolescente que ao acabar a escola tem que decidir entre assumir o pequeno armazém recém comprado pelo pai ou ir para a universidade. Tuca, a irmã do protagonista, é viciada em compras e utiliza o cartão de crédito dos pais para financiar seus impulsos. “Qual vai ser? ” é um projeto cultural do Sicredi e tem o apoio do Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet. A produção é da Liga Produção Cultural, o texto de Dedé Ribeiro, a trilha sonora de Renato Mendonça e a direção de Daniel Colin. O espetáculo tem como diferencial mesclar as linguagens da comédia e do stand-up por meio da interação dos atores com a platéia. A peça será itinerante, contará com 100 apresentações no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso, Goiás, Tocantis, Mato Grosso do Sul e Pará.

[close]

p. 14

14 Sicredi recebe Prêmio Sescoop Excelência em Gestão 2015 Essa foi a segunda edição do prêmio, onde 32 cooperativas de todos os ramos foram reconhecidas nacionalmente Presidente Jaime Basso e diretor executivo Moacir Niehues representaram a Sicredi em Brasília Prêmio Excelência em Gestão

[close]

p. 15

15 A premiação aconteceu, em Brasília, na noite de 17 de novembro, com a presença de diversas autoridades e lideranças do cooperativismo brasileiro. Na premiação foram conhecidos os melhores casos de gestão e governança, em três categorias: ouro, prata e bronze, além do Destaque Governança. Trinta e duas cooperativas dos mais diversos ramos foram reconhecidas nacionalmente, entre elas, a Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP recebeu o prêmio na categoria prata. A cooperativa repetiu o feito de 2013, quando foi reconhecida pelas boas práticas em gestão, também na categoria prata. “Esse prêmio é um reconhecimento a toda a equipe da cooperativa, que compartilho com orgulho, bem como aos mais de 75 mil associados, dirigentes e os colaboradores, que contribuem para o desenvolvimento do cooperativismo de crédito na região e no Brasil”, avaliou o presidente Jaime Basso. O objetivo da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), via Sescoop, é incentivar e reconhecer o esforço das cooperativas brasileiras com as melhores práticas de gestão e governança. Foi com este objetivo que o Sistema OCB, sob as orientações da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), lançou em 2013 o Prêmio Sescoop de Excelência em Gestão e realizou a reedição 2015, que contou com a participação de 246 cooperativas, inscritas este ano. Este ano, a banca julgadora foi composta por seis integrantes, representantes das instituições parceiras, quais sejam: Sebrae, Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), Banco Central do Brasil; Fundação Getúlio Vargas (FGV), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop).

[close]

Comments

no comments yet