Revista Energia e Comunicação Edição Nº03

 

Embed or link this publication

Description

Revista Energia e Comunicação Edição Nº03

Popular Pages


p. 1

Edição Nº 3 _______________________ Março/2016 CONFRATERNIZAÇÃO 2015 realiza festa de confraternização, com reinauguração do auditório e restauração dos quadros que homenageiam ex-presidentes e associados ENTREVISTA “Confraternizar não é apenas apertar as mãos e distribuir sorrisos, mas compreender o verdadeiro sentido de estar próximo” Rubens dos Santos Presidente ATEESP Mário Eugênio Piccinini: técnico e empreendedor ATEESP: “Energia, União e Valorização Profissional”

[close]

p. 2



[close]

p. 3

REDAÇÃO COM A PALAVRA, O PRESIDENTE ão há quem não cante esses versos, mas poucos sabem que a canção se chama Fim de Ano, foi composta por David Nasser e Francisco Alves, e gravada originalmente pelo músico paulista João Dias em 1951. No entanto, o mais importante é sua simbologia, a mensagem embutida em frases tão simples. Quem não anseia por novas realizações, por uma vida sem dificuldades financeiras e com boa saúde; quem não busca a felicidade? Nós, da ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo, também a recordamos na festa de confraternização realizada no dia 4 de dezembro de 2015, juntamente com nossos familiares, amigos, parceiros e associados que acreditam e acompanham o nosso trabalho – dia após dia, ano após ano, década após década! Foram momentos de descontração, agradecimentos, alegria e confraternização. Mas, afinal, o que é confraternização? Confraternizar não é apenas apertar as mãos e distribuir sorrisos, mas compreender o verdadeiro sentido de estar próximo. As imagens publicadas nessa edição de Energia e Comunicação evidenciam essa aproximação com cada um desses companheiros. A ATEESP não tem nada a lamentar em relação a 2015; afinal, cele- N “Adeus, ano velho Feliz ano novo Que tudo se realize No ano que vai nascer Muito dinheiro no bolso Saúde pra dar e vender” bramos nosso Jubileu de Pérola; participamos de inúmeros eventos com o intuito de aprender e transmitir conhecimentos à nossa categoria; realizamos reformas em nossa sede; prospectamos novas parcerias; reformulamos nossa comunicação institucional; enfim, obtivemos muitas conquistas. É com essa mesma garra que iniciamos 2016, comprometidos em trabalhar com ainda mais força de vontade; e que nossos políticos e representantes públicos sejam também movidos pelo mesmo comprometimento e afinco para a construção de um país com oportunidades de emprego, educação, segurança e justiça social. Não podemos nos esquecer, também, de algumas comemorações emblemáticas da trajetória dos técnicos: o 31º aniversário do Decreto nº 90.922/1985, comemorado em 6 de fevereiro de 2016 e que regulamenta a Lei nº 5.524/1968; e o 27º aniversário da FENTEC – Federação Nacional dos Técnicos Industriais, comemorado em 28 de janeiro de 2016. E, claro, do Dia Nacional do Aposentado, instituído pela Lei nº 6.926/1981 e comemorado em 24 de janeiro. Acompanhe, ainda, uma entrevista exclusiva com o empresário Mário Eugênio Piccinini: ele é técnico, empreendedor e nosso parceiro! Desde já, nós o agradecemos imensamente por compartilhar conosco um pouco da sua experiência, abrindo-nos as portas de sua empresa e, certamente, incentivando outros técnicos a levarem adiante seus propósitos de vida. Um cordial abraço a todos! Rubens dos Santos SUMÁRIO 3 COM A PALAVRA, O PRESIDENTE 4-9 COLUNA TÉCNICA 10-13 ESPECIAL 14-16 ENTREVISTA 17 Festa de Confraternização 2015 ATEESP realiza festa de confraternização, com reinauguração do auditório e restauração dos quadros que homenageiam ex-presidentes e associados Técnico e empreendedor Técnico em Eletrotécnica e proprietário da SET Geradores, Mário Eugênio Piccinini fala sobre empreendedorismo, geração de energia e alternativas para superar a crise energética que ameaça o país E Deus disse: “Haja luz!” ATEESP destaca algumas dicas simples para economizar energia no ambiente doméstico Carla Andréia de Paula Aposentadoria especial: utopia ou realidade? Fique por dentro Alguns eventos importantes de interesse da categoria agendados para os próximos meses UTILIDADE PÚBLICA 18 ARTICULISTAS AGENDA EXPEDIENTE ASSOCIAÇÃO DOS TÉCNICOS DAS EMPRESAS ENERGÉTICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO Rua Teixeira Mendes, 147 – Liberdade CEP 01517-010 – São Paulo-SP (11) 3399-5656 www.ateesp.com.br ateesp@terra.com.br ateesp 1º Tesoureiro: Valter Casarri 2º Tesoureiro: Edson Pavanello Diretor de Comunicação: Adilson Pires Godinho Diretor Sociocultural: Eduardo Cabral Medeiros Diretor Técnico Profissional: Valdir Lopes da Silva Diretor Regional Baixada Santista: Narciso Donizete Fontana Diretor Regional Vale do Paraíba: Carlos Tobias de Lima Filho Diretor Regional Sorocaba: José Carlos Marchevski Presidente do Conselho Deliberativo: Wilson Roberto Moreira Presidente do Conselho Fiscal: Nelson Pedro de Oliveira PRODUÇÃO JORNALÍSTICA Rua Gama Cerqueira, 466/13 – Aclimação CEP 01539-010 – São Paulo-SP (11) 3804-6194 / 99770-3750 www.jdassessoria.com.br jdmorbidelli@gmail.com www.facebook.com/jdassessoria Editor e Jornalista Responsável José Donizetti Morbidelli – MTB 51.193/SP Projeto Gráfico e Diagramação Emerson de Lima delima.emerson@gmail.com ASSISTÊNCIA JURÍDICA DIRETORIA 2014/2017 Presidente: Rubens dos Santos Vice-presidente: José Tadeu de Aguiar Pio 1º Secretário: Alexandre Gonçalves Bressar 2º Secretário: Valdivino Alves de Carvalho Rua Monte Casseros, 57 – Centro CEP 09015-020 – Santo André-SP www.plaa.com.br contato@plaa.com.br (11) 4990-3895 Impressão Gráfica Ideias e Soluções Marketing e Desenvolvimento queiroz.ideiasesolucoes@gmail.com Tiragem 3.500 exemplares As matérias publicadas nessa revista podem ser reproduzidas sem prévia autorização da ATEESP, desde que respeitada a fonte. Outras fotos referentes às notas e matérias estão disponíveis no site www.ateesp.com.br e postadas no Facebook.

[close]

p. 4

COLUNA TÉCNICA Tempo de refrescar FOTOS: MÁRCIO RUALONGA Presidente da ATEESP prestigia a inauguração da piscina na colônia de férias do STIEESP , na Praia Grande o dia 26 de setembro de 2015, o STIEESP – Sindicato dos Eletricitários de São Paulo inaugurou sua piscina na colônia de férias da Praia Grande (SP), concretizando mais uma reivindicação da categoria. Rubens dos Santos, presidente da ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo e diretor do SINTEC-SP – Sindicato dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo, prestigiou a inauguração, parabenizando a diretoria e o presidente Eduardo de Vasconcellos Correia Annunciato – conhecido como Chicão – por mais uma conquista. Compareceram, também, ao evento: Sérgio Canuto da Silva, vice-presidente do STIEESP e associado da ATEESP a exemplo do presidente; José Márcio Machado Barletta, um dos fundadores da ATEESP; os também associados, Adauto Firmino Ribeiro, presidente do FPPS – Fórum dos Participantes dos Planos de Suplementação de Aposentadoria de Empresas de Energia Elétrica do Estado de São Paulo e Vicente Lio Junior, diretor da AEASP – 4 | N INAUGURAÇÃO DA PISCINA na colônia de férias do STIEESP; acima, Rubens dos Santos parabenizando o presidente Chicão Associação dos Eletricitários Aposentados de São Paulo, representando o presidente Edmundo Benedetti Filho; José Francisco Filho, diretor da CNTI – Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria, representando o presidente José Calixto Ramos; e demais sindicalistas e diretores de associações. À noite, em continuidade à festividade a cantora Sandra Santos animou os convidados com um repertório musical bastante diversificado. Localizada no litoral sul de São Paulo, a colônia de férias do STIEESP conta com dezenas de quartos, sala de jogos, playground, restaurante e outros atrativos. E, agora, com uma bela piscina.

[close]

p. 5

FOTOS: DIVULGAÇÃO Da linha de produção ao chopinho gelado ATEESP promove visita técnica ao Grupo Petrópolis-Itaipava, em Boituva N o dia 2 de outubro de 2015, a ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo promoveu uma visita técnica ao Grupo Petrópolis-Itaipava, a segunda maior cervejaria do país. Formada por dezenas de diretores e associados, a comitiva participou de diversas atividades, desde o acesso devidamente monitorado à linha de produção até a degustação de chopps. Para o presidente Rubens dos Santos, essas visitas trazem grande aprendizado aos participantes tanto que, eventualmente, serão programadas novas atividades dessa natureza. VISITA TÉCNICA DA ATEESP ao Grupo Petrópolis-Itaipava; ao lado, vista aérea da empresa De acordo com a empresa, a unidade de Boituva (SP) é considerada ideal para a fabricação de cervejas e demais produtos, justamente pela qualidade do clima e pureza da água. A visita ao Grupo Petrópolis-Itaipava faz parte da continuidade das comemorações do Jubileu de Pérola da ATEESP realizado em 26 de junho de 2015 [ver matéria completa na edição anterior] e do Dia Nacional do Profissional Técnico, comemorado em 23 de setembro. IX Encontro Estadual dos Tecnólogos Presidente e diretores da ATEESP participam de evento voltado para o setor técnico e tecnológico N o dia 6 de outubro de 2015, o Sindicato dos Tecnólogos do Estado de São Paulo – presidido por José Paulo Garcia – realizou, em parceria com a ABEDUTE – Associação Brasileira de Educação Tecnológica – presidida por Décio Moreira –, o IX Encontro Estadual dos Tecnólogos, evento que contou com a presença de profissionais e autoridades da área tecnológica, dirigentes de sindicatos e associações, professores e demais representantes da sociedade. Entre eles: Francisco Kurimori, presidente do CREA-SP – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo; Wilson Wanderlei Vieira, 1º vice-presidente da CNPL FOTOS: DIVULGAÇÃO DA ESQUERDA PARA A DIREITA: José Paulo Garcia, Wilson Wanderlei Vieira, Rubens dos Santos, Valter Casarri e José Tadeu de Aguiar Pio – Confederação Nacional das Profissões Liberais e presidente do SINTEC-SP – Sindicato dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo, acompanhado dos diretores Gilberto Takao Sakamoto e Wilson Wanderlei Vieira Junior; Elisa Akiko Takahashi, representando a diretoria da FATEC-SP – Faculdade de Tecnologia de São Paulo; entre outros. Pela ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo, participaram o presidente Rubens dos Santos, o vice-presidente José Tadeu de Aguiar Pio e o diretor Valter Casarri. Realizado no auditório Wladimir Anversa, integrado à FATEC-SP, o encontro teve como destaque a palestra “Despertar Profissional”, proferida por Daniela do Lago, professora, escritora e consultora empresarial de cursos e treinamentos. DA ESQUERDA PARA A DIREITA: Wilson Wanderlei Vieira Junior, José Tadeu de Aguiar Pio, Gilberto Takao Sakamoto e Rubens dos Santos PARTICIPANTES DO XI ENCONTRO ESTADUAL dos tecnólogos, realizado no mês de outubro em São Paulo | 5

[close]

p. 6

Oficina Coaching & Liderança ATEESP promove oficina de coaching com o tema “Transforme Ideias em Ações de Sucesso” N FOTOS: DIVULGAÇÃO o dia 23 de outubro de 2015, a jornalista Arismar Garcia ministrou, no auditório da ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo, a Oficina Coaching & Liderança com o tema “Transforme Ideias em Ações de Sucesso”. “Minha gratidão ao presidente Rubens dos Santos e a todos que compareceram. Foi um dia muito especial ao lado de pessoas ainda mais especiais”, agradeceu a palestrante e especialista em treinamento pessoal, que traz em seu currículo mais de três décadas de experiência em assessoria de imprensa e articulação de campanhas eleitorais para vereadores, prefeitos, deputados estaduais e federais. Ela trabalhou, ainda, na Câmara Municipal de São Paulo, na SRTE/SP – Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de São Paulo e na Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo da Cidade de São Paulo. Por sua vez, o presidente da ATEESP retribuiu o agradecimento, salientando que a apresentação trouxe muitos conhecimentos sobre liderança, motivação e superação pessoal. Em linhas gerais, coaching é o processo que objetiva despertar o potencial das pessoas com o intuito de alcançar melhores resultados individuais e coletivos por meio de técnicas, ferramentas e metodologias motivacionais. ARISMAR GARCIA COM DIRETORES, associados e colaboradores da ATEESP; ao lado, com o presidente Rubens dos Santos VIII Fórum Latino-Americano de SMART GRID ATEESP participa de evento promovido pela RPM Brasil em parceria com a ECOee ealizado nos dias 16 e 17 de novembro de 2015 no São Paulo Pestana Hotel Conference & Center, o VIII Fórum Latino-Americano de SMART GRID teve como tema “As Tecnologias Inovadoras em Benefício dos Consumidores e Empresas de Energia” e reuniu inúmeras empresas e profissionais voltados para o setor de energia que atuam na América Latina. Promovido pela RPM Brasil em parceria com a ECOee – Expertise, Consultoria e Ordenamento em Energia Eficiente, o objetivo principal do evento é, de acordo com os próprios organizadores, “monitorar o progresso tecnológico mundial na área de SMART GRID, sintetizar resultados obtidos e articular ações para criar condições de implementação de tecnologias”. Além do fórum, o evento teve também uma exposição com acesso livre a todos os inscritos e convidados, recepcionados num coquetel de encerramento. Representando a ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo, estavam o presidente Rubens dos Santos e os diretores Nelson Pedro de Oliveira, Wilson Roberto Moreira e, participando do encerramento, Alexandre Gonçalves Bres6 | FOTOS: DIVULGAÇÃO R DA ESQUERDA PARA A DIREITA: Nelson Pedro de Oliveira, Wilson Roberto Moreira, André Paladino, Rubens dos Santos, Cyro Boccuzzi, Sérgio Canuto da Silva e Julio M. Rodrigues; na foto menor, com Alexandre Gonçalves Bressar sar. Entre outros participantes que marcaram presença no evento, destaque para os organizadores Julio M. Rodrigues, executivo da RPM Brasil; Cyro Boccuzzi, da ECOee; e os dirigentes sindicais André Paladinho, vice-presidente da FENATEMA – Federação Nacional dos Trabalhadores em Energia, Água e Meio Ambiente; e Sérgio Canuto da Silva, vice-presidente do STIEESP – Sindicato dos Eletricitários de São Paulo e associado da ATEESP.

[close]

p. 7

STIEESP: sete décadas de história Presidente da ATEESP prestigia o lançamento do livro “STIEESP: 70 Anos Iluminando Lutas e Conquistas” MÁRCIO RUALONGA MÁRCIO RUALONGA RUBENS DOS SANTOS, COM O PRESIDENTE Chicão e o ex-ministro do Trabalho Antônio Rogério Magri AUDITÓRIO LOTADO para o lançamento do livro que resgata a história do STIEESP N o dia 16 de novembro de 2015, o presidente da ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo, Rubens dos Santos, compareceu ao lançamento do livro STIEESP: 70 Anos Iluminando Lutas e HUGO ROBERTO PEREZ, um dos fundadores da ATEESP, é homenageado pelo presidente Chicão I Encontro dos Profissionais Liberais e de Recursos Humanos Participação da ATEESP no evento realizado pelo SINTEC-SP , com o objetivo de aproximar os técnicos dos profissionais de recursos humanos o dia 18 de novembro de 2015, Rubens dos Santos, José Tadeu de Aguiar Pio e Narciso Donizete Fontana, representantes da ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo e integrantes da diretoria do SINTEC-SP – Sindicato dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo, participaram do I Encontro dos Profissionais Liberais e de Recursos Humanos: “Categorias Diferenciadas e as Negociações Coletivas”, cujo objetivo é aproximar e promover o diálogo entre esses profissionais. SINTEC-SP REALIZA EVENTO COM o tema “Categorias Diferenciadas e as Negociações Coletivas” N DA ESQUERDA PARA A DIREITA: José Tadeu de Aguiar Pio, Wilson Wanderlei Vieira, Rubens dos Santos e Narciso Donizete Fontana FOTOS: JD MORBIDELLI Durante o evento realizado pelo SINTEC-SP no auditório do Novotel São Paulo Jaraguá, região central da capital paulista, foram ministradas as seguintes palestras: “Negociação Coletiva das Categorias Diferenciadas”, apresentada por José Luciano Castilho Pereira, ex-ministro do TST – Tribunal Superior do Trabalho; e “Profissionais Liberais, Negociações Coletivas: Uma Alternativa ao Fortalecimento das Relações Sindicais”, apresentada pela advogada e consultora jurídica Zilmara David de Alencar. Antes, porém, representantes de empresas responsáveis por conduzir negociações coletivas fizeram um pronunciamento, manifestando o bom relacionamento mantido com o sindicato durante os processos negociais. MÁRCIO RUALONGA Conquistas, obra que resgata a história do STIEESP – Sindicato dos Eletricitários de São Paulo desde sua fundação em 1945 até a atualidade. O evento, realizado na sede do próprio sindicato na capital paulista, contou com a presença de dezenas de convidados, dirigentes sindicais, políticos e demais autoridades; entre eles, o exministro do Trabalho Antônio Rogério Magri que, inclusive, presidiu o STIEESP de 1978 a 1990. “Ao folhear as páginas dessa obra, será possível conhecer a trajetória de trabalhadores e trabalhadoras simples, leais e determinados que, enfrentando um país pisoteado pela desigualdade, tornaram-se respeitadas autoridades no cenário nacional”, escreve no prefácio o atual presidente Eduardo de Vasconcelos Correia Annunciato – popularmente conhecido como Chicão – e associado da ATEESP. Na ocasião, Hugo Roberto Perez, também associado e um dos fundadores da ATEESP, foi homenageado pelo presidente do STIEESP. MÁRCIO RUALONGA DIVULGAÇÃO | 7

[close]

p. 8

Dia Nacional do Aposentado Associado da ATEESP é homenageado em cerimônia realizada no Club Transatlântico, em São Paulo ndicado pela FUNCESP – Fundação CESP, no dia 26 de janeiro de 2016 o associado da ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo, Sérgio Pasqual Teixeira, foi homenageado pelo Dia Nacional do Aposentado durante uma cerimônia realizada pela I FOTOS: DIVULGAÇÃO ABRAPP – Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar no Club Transatlântico, aconchegante espaço para shows e eventos corporativos em São Paulo. O diploma alusivo à comemoração foi entregue por Euzebio Bomfim, diretor da FUNCESP, na presença de Adauto Firmino Ribeiro, presidente do FPPS – Fórum dos Participantes dos Planos de Suplementação de Aposentadoria de Empresas de Energia Elétrica do Estado de São Paulo e também representante da ATEESP. Desde maio de 2013 que Sérgio Pasqual Teixeira é titular para representação dos aposentados e pensionistas no Comitê Gestor de Investimentos e Previdência do Plano de Suplementação da AES Tietê. Instituído pela Lei nº 6.926/1981 durante a presidência de João Baptista de Oliveira Figueiredo, o Dia Nacional do Aposentado é comemorado originalmente em 24 de janeiro. SÉRGIO PASQUAL TEIXEIRA com Euzebio Bomfim à esquerda e, ao lado, com Adauto Firmino Ribeiro Parabéns, FENTEC or ocasião do 27º aniversário da FENTEC – Federação Nacional dos Técnicos Industriais comemorado em 28 de janeiro de 2016, Rubens dos Santos, presidente da ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo, felicitou o presidente e associado Wilson Wanderlei Vieira, ressaltando a importância do trabalho realizado pela federação nessas quase Em nome da ATEESP , Rubens dos Santos parabeniza a FENTEC pelo 27º aniversário P três décadas de existência. “Parabenizamos a FENTEC pelos 27 anos de luta, união, valorização profissional, bem-estar dos técnicos e pela intensa mobilização para a constituição do conselho próprio”, enumera. Desde sua fundação em 28 de janeiro de 1989, a FENTEC, entidade constituída por SINTECs – Sindicatos de Técnicos Industriais de praticamente todos os estados brasileiros, conquistou inúmeras vitórias para a categoria. E, atualmente, a grande mobilização é pelo desmembramento dos técnicos do Sistema CONFEA/CREA, cujo projeto encontra-se na Casa Civil e conta com o apoio de diversos parlamentares, profissionais da área e simpatizantes à causa. RUBENS DOS SANTOS E WILSON WANDERLEI VIEIRA: ATEESP homenageia a FENTEC pelos 27 anos de fundação 8 | JD MORBIDELLI

[close]

p. 9

ATEESP parabeniza a ABRACOPEL pelo aniversário e importante trabalho realizado há mais de uma década ABRACOPEL: 11 anos FOTOS: DIVULGAÇÃO o dia 2 de fevereiro de 2016, a ABRACOPEL – Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade completou 11 anos de atividades, colaborando incisivamente para a prevenção de acidentes envolvendo eletricidade. “Hoje, temos uma entidade de grande credibilidade, tanto dentro como fora do país; fonte de consulta constante de todas as mídias; respeitada por suas ações, muitas delas inéditas e inovadoras”, destaca um boletim informativo alusivo à comemoração do aniversário da entidade. Fundada em 2005, a ABRACOPEL surgiu graças à mobilização de um grupo de profissionais do setor de energia, preocupado com a quantidade excessiva de acidentes em redes elétricas. “Somos consultados, somos ouvidos, somos referência; e sabemos que tudo isso gera uma imensa responsabilidade”, continua o texto, ressaltando que o objetivo é zerar os acidentes envolvendo eletricidade no país. N ABRACOPEL: CONSCIENTIZAÇÃO é a palavra, conscientização é a meta A ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo parabeniza a ABRACOPEL pelo aniversário, estendendo os votos à presidente Elizabeth Faria de Souza, ao diretor Edson Martinho e toda a diretoria, responsável por levar adiante esse importante trabalho social, profissional e de grande interesse público. 6 de fevereiro: um dia para ser sempre lembrado Há 31 anos o presidente da República assinava o Decreto nº 90.922/1985, regulamentando a profissão dos técnicos Decreto nº 90.922, de 6 de fevereiro de 1985 Regulamenta a Lei nº 5.524, de 05 de novembro de 1968, que dispõe sobre o exercício da profissão de Técnico Industrial e Técnico Agrícola de nível médio ou de 2º grau. Brasília, 06 de fevereiro de 1985; 164º da Independência e 97º da República. JOÃO FIGUEIREDO Murilo Macedo omo entidade integrante do movimento dos técnicos, a ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo não poderia deixar de parabenizar todos os envolvidos pelo 31º aniversário do Decreto nº 90.922/1985, que regulamenta a Lei nº 5.524/1968. Assinado pelo presidente da República, João Baptista de Oliveira Figueiredo, em 6 de fevereiro de 1985 e publicado do DOU – Diário Oficial da União no dia seguinte, o documento representa um divisor de águas na história do movimento dos DECRETO Nº 90.922/1985: uma conquista dos técnicos e da sociedade brasileira C técnicos. Quanto aos eletrotécnicos, diz o parágrafo 2º do artigo 4º do referido decreto: “Os Técnicos em Eletrotécnica poderão projetar e dirigir instalações elétricas com demanda de energia de até 800 kVA, bem como exercer a atividade de desenhista de sua especialidade”. A regulamentação profissional da categoria constitui uma conquista que será permanentemente lembrada pela ATEESP e demais associações e sindicatos, que representam os técnicos e fazem parte desse importante movimento profissional e social. | 9

[close]

p. 10

ESPECIAL radicionalmente, como acontece em todo final de ano, no dia 4 de dezembro de 2015 a ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo promoveu uma festa de confraternização, reunindo dezenas de associados, parceiros, colaboradores e suas respectivas famílias. Realizada na sede da própria associação, o evento marcou também a reinauguração do auditório José Ferreira Barros e a exposição dos novos quadros que homenageiam os ex-presidentes e o presidente atual, Rubens dos Santos. E mais: foram restaurados, também, os painéis com a relação dos associados que contribuíram para a aquisição da sede em 1993, ainda como ATEL – Associação dos Técnicos de Nível Médio da Eletropaulo; e a relação dos associados que contribuíram para a ampliação e reforma da sede em 1997, já como ATEESP. Presidente do diretório municipal do PSB – Partido Socialista Brasileiro, o vereador Eliseu Gabriel também compareceu à comemoração festiva. A ATEESP agradece a presença de todos, rendendo uma homenagem especial ao associado e ex-presidente José Ferreira Barros. “Em nome da diretoria, nós o agradecemos e parabenizamos. Certamente, ele é o nosso grande baluarte por tudo que fez pela associação e por nos prestigiar nesse dia tão especial”, declara o presidente Rubens dos Santos. Acompanhe alguns momentos da festa de confraternização realizada na sede de associação e abrilhantada pela cantora Sandra Santos, lembrando que mais fotos estão disponíveis no site www.ateesp.com.br e postadas no Facebook. 10 | T FOTOS: JÉSSICA DE ALMEIDA SILVA ATEESP realiza festa de confraternização, com reinauguração do auditório e restauração dos quadros que homenageiam ex-presidentes e associados Festa de Confraternização 2015 MOMENTOS QUE REALMENTE valem a pena: homenagens, abraços sinceros, agradecimentos e votos de felicidades

[close]

p. 11

| 11

[close]

p. 12

12 |

[close]

p. 13

| 13

[close]

p. 14

ENTREVISTA Técnico e empreendedor Técnico em Eletrotécnica e proprietário da SET Geradores, Mário Eugênio Piccinini fala sobre empreendedorismo, geração de energia e alternativas para superar a crise energética que ameaça o país studos indicam que a maior parte da energia produzida no Brasil provem das usinas hidrelétricas, que dependem basicamente da água para movimentar suas turbinas e gerar eletricidade. No entanto, por uma série de fatores – baixo nível dos reservatórios devido à recente escassez de chuvas em certas regiões, sucateamento do sistema, impactos socioambientais, entre outros –, a ameaça de uma crise energética tornou-se um dos grandes desafios para o país nas últimas décadas. Diante desse cenário de incertezas, é cada vez mais comum a utilização de geradores a diesel, garantindo o abastecimento de energia sem qualquer dependência de questões climáticas e evitando enormes prejuízos aos usuários. “Nas atuais condições do nosso sistema energético, é fundamental a instalação de grupos geradores para setores de telecomunicações, bancos, hospitais, condomínios, estabelecimentos comerciais e indústrias”, afirma Mário Eugênio Piccinini, mineiro de Monte Santo de Minas e empresário do setor de energia alternativa. Ainda adolescente, ele cursou eletrotécnica na Escola Técnica João Baptista de Lima Figueiredo em Mococa (SP); após um curto estágio na CESP – Companhia Energética de São Paulo, trabalhou na área industrial de uma empresa familiar e, posteriormente, numa rede bancária até partir para a atividade autônoma, angariando clientes e fundando a SET – Serviços e Equipamentos Técnicos Ltda. Em poucos anos, a empresa se especializou na instalação e manutenção de geradores a diesel, com equipamentos e serviços de alta qualidade para uso emergencial ou contínuo. Surgia, então, a SET Geradores. “Para se tornar um bom empreendedor, é necessário conhecimento, planejamento, persistência e, obviamente, muito trabalho”, receita o empresário, casado com Cássia Piccinini e pai de dois filhos. Convicto de que o curso técnico foi preponderante para moldar sua trajetória profissional, ele concedeu uma entrevista à Energia e Comunicação, revista oficial da ATEESP – Associação dos Técnicos das Empresas Energéticas do Estado de São Paulo. “Com tantos técnicos e empreendedores bem-sucedidos, eu me sinto honrado”, agradece. Acompanhe: Como e quando surgiu a SET Geradores? Eu adquiri muita experiência em eletrotécnica, eletrônica, sis- E 14 | JD MORBIDELLI “Preferimos contratar um técnico que se mostre proativo na entrevista para treiná-lo de acordo com os critérios da empresa” temas inversores de tensão, retificadores, etc. Iniciei minha carreira profissional trabalhando com o sistema nobreak e grupos geradores. Em seguida, fiquei seis anos na área de implantação, instalação e manutenção de sistemas do Banco Itaú, sendo promovido ao cargo de gerente. Porém, ser demitido do banco foi a melhor coisa que me aconteceu na época, pois me obrigou a usar todo meu potencial profissional por conta própria. Em seguida, trabalhei um período como freelancer até que, em 1996, fundei a SET – Serviços e Equipamentos Técnicos Ltda, anunciando nas Páginas Amarelas e visitando os clientes com uma malinha de ferramentas – que, aliás, uso até hoje para serviços domésticos. Com o tempo, a empresa foi crescendo e a equipe também, tanto que atualmente temos 15 colaboradores, a maioria da área técnica. Enfim, a SET Geradores surgiu naturalmente, mas de uma maneira séria e profissional. Em algum momento o senhor se sentiu assustado diante dos desafios de um novo empreendimento? O início é sempre difícil, porque não temos a mesma segurança de um funcionário registrado e com a garantia do salário mensal. Eu diria que os primeiros três, quatro ou até cinco anos foram importantes para criar uma base de clientes. Realmente, qualquer novo em-

[close]

p. 15

Quais os tipos de equipamentos e serviços prestados pela empresa? Hoje nós trabalhamos quase que exclusivamente com instalação, reformas e manutenção de grupos geradores a diesel com potência mínima de 40 kVA que, por exemplo, é suficiente para alimentar uma pequena empresa ou um prédio residencial com elevadores e áreas comuns. Na parte técnica, realizamos um levantamento de campo para apurar as necessidades do cliente, o dimensionamento do equipamento e os locais mais apropriados e seguros para instalação. Onde esses geradores são fabricados? Eu também sou sócio de uma empresa chamada INTEGGRAL Sistemas de Energia, distribuidora autorizada de toda a linha FG WILSON, reconhecida internacionalmente como uma das melhores marcas de geradores e fabricados em vários países; aqui, pela Caterpillar Brasil Ltda em Piracicaba (SP). Por que instalar um grupo gerador? A energia elétrica é vital em todas as atividades humanas. As tecnologias utilizadas nas comunicações, processamento e armazenamento de dados, condicionamento de ambientes, processos fabris, conservação de alimentos, ciências médicas e preservação da vida dependem exclusivamente do fornecimento de energia; e, eventuais falhas no abastecimento causam prejuízos incalculáveis, seja numa residência ou em grandes organizações. Nas atuais condições do nosso sistema energético, é fundamental a instalação de grupos geradores para setores de telecomunicações, bancos, hospitais, condomínios, estabelecimentos comerciais e indústrias. Basicamente, qual é o perfil do seu público-alvo? Apesar de sermos uma empresa relativamente pequena, nós nos especializamos em clientes de “missão crítica”: bancos, empresas, hospitais, setores de telecomunicações, enfim, clientes com necessidade extrema de ter um grupo gerador em condições ideais de funcionamento. Trabalhamos também com locação, mas a médio e longo prazo e não para situações esporádicas. É possível citar alguns clientes? Sim, claro: A.C. Camaro Cancer Center, mais conhecido como Hospital do Câncer; SBT, para o qual fornecemos vários geradores e mantemos contratos de manutenção; Cacau Show; Volkswagen. Por conhecerem nosso profissionalismo e a qualidade dos serviços, muitas gerenciadoras de empreendimentos – Cushman & Wakefield, CONBRAS, Jones Lang e outras – sempre nos procuram para atender seus clientes. Nós aten- DIVULGAÇÃO preendimento assusta um pouco, mas eu tinha vontade, persistência e o apoio da minha esposa, que também trabalha comigo. “Como técnico, eu faço e assino tudo que se enquadra no Decreto nº 90.922/1985. Acima da nossa responsabilidade técnica, nós contratamos um engenheiro” demos qualquer empresa, tendo como especialidade os clientes de “missão crítica”, como citado anteriormente. Recentemente, a INTEGGRAL venceu uma concorrência pública para fornecer geradores ao INPE – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais em Cachoeira Paulista (SP), que necessita desses equipamentos para alimentar e proteger seus supercomputadores, responsáveis por complexas análises e cálculos meteorológicos. Quais os requisitos técnicos para fazer parte da SET Geradores? Um gerador é formado também por uma parte mecânica, com motor e alternador. Portanto, além de experiência com geradores é importante conhecer um pouco das outras áreas: elétrica, eletrônica, controle, etc. Exceto em situações emergenciais, preferimos contratar um técnico que se mostre proativo na entrevista para treiná-lo de acordo com os critérios da empresa. Como técnico, eu faço e assino tudo que se enquadra no Decreto nº 90.922/1985. Acima da nossa responsabilidade técnica, nós contratamos um engenheiro. Em sua opinião, o que fazer para superar essa ameaça de crise energética que afeta o país, principalmente pela falta de investimentos no setor e aumento gradativo do consumo de energia? Nosso pior local de insolação é 50% melhor do que o melhor lugar na Europa, onde as casas têm painéis solares para geração de energia. Sinceramente, eu não entendo o porquê do Brasil estar tão atrasado nesse sentido. Para mim, deveria haver um incentivo por parte do governo para que as empresas investissem em energia solar – fotovoltaica, num termo mais científico –, com isenção de impostos e facilidades de financiamento ao consumidor. Imagine | 15

[close]

Comments

no comments yet