Revista ACIJA edição Fevereiro/Março

 

Embed or link this publication

Description

Revista ACIJA edição Fevereiro/Março

Popular Pages


p. 1

Segurança Entrevista com a delegada Márcia Julião Página 5 Edição FEV/MAR de 2016 • www.acija.org.br Saúde Ações corporativas contra os focos do Aedes aegypti Página 8 Jurídico Congresso e palestras sobre questões tributárias Página 14 ACIJA E GAPEB REALIZAM PALESTRA BENEFICENTE COM O JORNALISTA ANDRÉ TRIGUEIRO Evento reuniu mais de 300 pessoas e arrecadou fundos para o Lar Jerônima de Almeida Página 10 AMARELAS DA ACIJA Anuncie | www.ACIJA.org.br | 1 Página 16

[close]

p. 2

2 | www.ACIJA.org.br | Anuncie

[close]

p. 3

PALAVRA DO PRESIDENTE EXPEDIENTE Acija – Associação Comercial e Industrial de Jacarepaguá Estr. do Gabinal, 313 – Loja 270A RioShopping – Tel: 2445-4474 www.acija.org.br Presidente Edison Parente da Rocha Martins Neto Vice-Presidentes Paulo Antonio Carrilho Valente Fernando Jorge Fragata de Moraes Costa Luis Alexandre Igayara Marcio Brazil Lenz Cesar Beneméritos Walter Eduardo Teixeira Machado Carlos Fernando de Carvalho Avelino Antunes João da Silva Carvalho Albano dos Santos Parente Jose Nelson Carrozzino Filho Aldair Gomes de Oliveira Diretor Secretário Renato Gama Diretor Financeiro Vitor Jorge Marques Tintim Diretor Tesoureiro Paulo Roberto Pellegrino Diretor Social Marcio Monteiro Diretor Jurídico Marcos Cailleaux Cezar Diretor de Patrimônio Robson Campos Conselho Fiscal Vera Lucia Baldner Fernandes Geraldo Costa Aragão Ricardo Ceda da Silva Robert Ferreira Barboza Artur Moura Roberto Roque Z REVISTA ACIJA Edição e Diagramação: Quadratto Comunicação e Design Edição: Cristiane Campos Redação e Revisão: Rebecca Ramos Diagramação/Finalização: Rossana Henriques Tratamento de Imagens: Ricardo Gandra Sugestões: contato@quadratto.com.br Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização prévia. Todas as informações são de responsabilidade dos respectivos autores. Depois do Carnaval A cidade está em polvorosa! Trios elétricos, blocos de rua e suas bandas se espalham por todas as regiões, todos comemorando a tão aguardada folia. Dizem que no Brasil, o ano só começa depois do Carnaval. Sinceramente, não acredito nessa máxima e sempre percebi empresas e empresários que a ignoram completamente. Entretanto, não podemos desconhecer que muitas empresas não funcionam, os órgãos públicos decretam ponto facultativo e o país suspende suas atividades durante os quatro dias de festas. Mas depois do Carnaval, a Colombina se despede de Pierrot e volta a trabalhar para Pantaleão. E este ano, além das preocupações normais, temos uma grave crise pela frente, os Jogos Olímpicos, as eleições e o vírus da zika. Para conhecimento, e por incrível que pareça, as Olimpíadas serão ruins do ponto de vista comercial para a maioria dos comerciantes e empresários de serviços. Grandes eventos como este são bons apenas para alguns segmentos. A exemplo do que aconteceu na Copa do Mundo de 2014, o Brasil para e não se vende nada. Quanto às eleições para prefeito e vereadores, temos mais um desafio: o de escolher dentre inúmeras possibilidades aqueles que vão nos representar nos próximos quatro anos na esfera municipal. Os eleitos cuidarão, entre outros temas, da educação, da saúde, do transporte e das obras de infraestrutura da cidade. Enfim, assuntos importantíssimos para todos. Portanto, escolha bem seu candidato. Não podemos esquecer de Jacarepaguá, quanto mais políticos da região forem eleitos, mais investimentos teremos. Como a nossa economia já vem se arrastando e a crise política também não contribui para melhora do cenário, o que nos resta é ir à luta para minimizar os efeitos da crise, mesmo em um ano em que deveríamos comemorar por sediarmos os jogos e pela entrega das obras de infraestrutura que estão sendo realizadas. Além disso, ainda temos que enfrentar um grande risco à saúde pública pela falta de controle na proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, do vírus da zika e da chikungunya, fazendo com que as empresas tenham que dispor de uma verba extra para eliminar esta ameaça. Mas, somos brasileiros e guerreiros e, por isso, vamos enfrentar este tsunami de notícias negativas sem perder o foco em nossas metas, mas nos ajustando à realidade. Será um ano muito difícil, contudo acredito que passado o Carnaval poderemos virar a chave e dar início, de fato, a 2016. Nós empresários mais uma vez teremos que nos reinventar. O desafio é que nos guia! Edison Parente Neto Anuncie | www.ACIJA.org.br | 3

[close]

p. 4

ACONTECEU Presidente da Acija é homenageado pelo 18º BPM (Jacarepaguá) A Acija está sempre apoiando o tema segurança. No início de janeiro, participou da homenagem prestada aos policiais do 18º BPM (Jacarepaguá) que mais se destacaram no exercício da profissão no segundo semestre de 2015. Na ocasião, o presidente da Acija Edison Parente Neto, o vice-presidente da Carvalho Hosken, Carlos Felipe de Carvalho, o diretor da Carvalho Hosken, Ayrton Xerez e o diretor da GB Armazéns, Eduardo Buffara, foram agraciados com o diploma “Amigo do Batalhão”. Durante o evento, também foi entregue um veículo blindado, parceria do batalhão com empresários da região. Edison Parente Neto, presidente da Acija, e o coronel Rogério Figueredo de Lacerda, comandante do18° BPM (Jacarepaguá) Palestra sobre o novo programa de pagamento dos débitos do ICMS A diretoria jurídica da Acija está antenada às mudanças que vão impactar na vida dos associados e, por isso, promoveu em dezembro uma palestra sobre a recente Lei Estadual 7.116/2015, que institui o novo programa de pagamento dos débitos de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). A palestra foi ministrada pelo auditor fiscal da SEF (Secretaria de Estado de Fazenda), Daniel Esteban Cícero. A iniciativa faz parte das ações que estão sendo implementadas também este ano e têm como foco beneficiar os assoParticipantes da palestra sobre a recente lei de pagamento dos débitos de ICMS ciados da Acija. A afirmação é do diretor jurídico, Marcos Cailleaux Cezar, responsável pela iniciativa. Nova sala de fisioterapia para comunidade O coordenador regional assistente de desenvolvimento do Rotary Club e associado benemérito da Acija, José Nelson Carrozzino, anuncia a entrega de uma sala de fisioterapia no educandário social Lar de Frei Luiz, na Taquara. Segundo Carrozzino, o novo espaço vai atender gratuitamente a comunidade, que necessita de muitos cuidados. Ele adianta que em maio vai acontecer mais uma Conferência Rotary. O evento será em Búzios, na Região dos Lagos. Já o Instituto Rotary do Brasil, que acontece uma vez por ano, será realizado em agosto no Recife (PE). Governadora do Distrito 4570 do Rotary Club, Ivone Sacchetto, e companheiros do Rotary JPA visitam a sala de fisioterapia doada ao Lar Frei Luiz 4 | www.ACIJA.org.br | Anuncie

[close]

p. 5

SEGURANÇA C om 33 anos de Polícia Civil, muitas medalhes, incluindo a de Direitos Humanos, entregue, em Brasília, pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso e apaixonada pelo que faz, Márcia também é mãe, avó e cantora, além de ter como hobby a culinária. Conheça um pouco mais da profissional de segurança pública que tem conseguido reduzir os índices de criminalidade em sua região e acaba de implantar o Whatsapp (aplicativo de mensagens instantâneas) para obter informações de crimes que já estão sendo investigados. Como a sua delegacia tem ces de criminalidade? “Amo o que eu faço. Sou durona, mas não admito violência. Tenho que ser mais inteligente que o bandido. ” bolo é fácil: trabalhar todo o dia. A porta do meu gabinete está sempre aberta. Todo mundo que me procurar será atendido. Da comunidade a empresários da região. Na sua trajetória na mais impactante? Após a série de entrevistas com os políticos da região de Jacarepaguá, a Acija inicia uma nova fase com os representantes públicos do bairro. A primeira entrevistada, escolhida por sorteio, foi a delegada Márcia Helena Julião, titular da 41ª DP (Tanque). polícia, qual foi a ação Foi resgatar três sequestrados em seus cativeiros. Eles foram libertos pelas minhas mãos. Essas são as grandes marcas da minha carreira. A sensação é de estar devolvendo a vida para eles. Um deles foi o filho do presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira. Qual a meta para este ano? Ainda mais interação com a comunidade e com as empresas da região. Também acabamos de disponibilizar o Whatsapp pelo número 99382-0639. A busca de qualquer trabalhador na área de segurança pública é manter a paz na comunidade onde ele atua. E este será sempre o nosso objetivo. A sua equipe é formada por quantos policiais? No total, são 42 policiais. Somos uma equipe em sintonia. A nossa interação também é muito forte. As nossas prisões são justas e sem nenhum tiro. A polícia de Jacarepaguá não é violenta e respeita os direitos humanos e as garantias individuais. A delegada Márcia Julião e o delegado assistente Rodrigo Sá: trabalho em conjunto no combate à criminalidade conseguido reduzir os índiEstou aqui há quase dois anos, e consegui criar um relacionamento (Jacarepaguá), diário Rogério com Fio comandante do 18º BPM gueredo e com o delegado titular da 32º DP (Taquara), Rodolfo Waldeck. Temos uma integração muito forte. Esta é a nossa fórmula. Nos falamos 24h por Whatsapp. Mesmo com a nossa região tendo um boom imobiliário nos últimos anos, conseguimos manter sob controle o aumento da violência. Os índices de roubo de carros e celulares, entre outros, estão em queda na nossa região. A receita do “Temos um bom relacionamento com a comunidade empresarial. No ano passado, recebi o prêmio Personalidade Acija. Foi gratificante”. Anuncie | www.ACIJA.org.br | 5

[close]

p. 6

OPORTUNIDADES Investimento profissional em tempos de crise M esmo em tempos de crise é possível se preparar para conseguir uma vaga de emprego e até mesmo conquistar uma promoção. É na crise que se cria oportunidades. As afirmações são da coordenadora do Grupo Conexão de RH e coordenadora de Talentos Humanos, da Wickbold, associada da Acija, Maria da Glória Gonçalves Ratto. A profissional, que já atua desde 1991 na área de recursos humanos, dá algumas dicas e ressalta que é importante estar sempre se atualizando e se profissionalizando durante a carreira. “Atualmente, temos as palestras, os cafés da manhã, os cursos presenciais e à distância e a internet, entre outros mecanismos para se capacitar profissionalmente. A busca deve ser por informações que vão agregar na empresa que você está trabalhando ou para a função que você pretende exercer”, orienta Maria da Glória. Ela lembra de um caso em que o profissional gostaria de ser líder e tinha perfil para o cargo, mas, infelizmente, não tinha Ensino Superior, quesito importante para a função. “Expliquei que era preciso investir no estudo para alcançar o seu objetivo. Estudar sempre traz oportunidades”, conta Maria da Glória. Segundo a coordenadora, o processo seletivo também tem se modernizado. No passado, o profissional que ficava menos de 6 | www.ACIJA.org.br | Anuncie dois anos em uma empresa era rotulado e poderia ser um risco para o negócio, mas esta avaliação também se modificou com o passar dos tempos. “Isso não é mais uma realidade. Este profissional, na maioria dos casos, é um ótimo profissional que não conseguiu mostrar o seu talento naquela empresa por algum motivo e resolveu sair em busca de novos desafios”, explica Maria da Glória. Ela destaca que o profissional que passa muito tempo na mesma empresa também não pode ser rotulado, pois existem as promoções. “Trabalho na mesma empresa há 17 anos. Comecei como analista de RH e hoje sou coordenadora”, conta Maria da Glória. A profissional afirma que não dá para ficar parado. É preciso aprender, reciclar e inovar. Para ela, falta de recursos não é desculpa. ANOTE No dia anterior à entrevista, procure se desligar um pouco fazendo atividades que você goste. O objetivo é relaxar para fugir do estresse da hora da entrevista. Estas iniciativas vão deixar você mais tranquilo durante o processo seletivo. Dormir bem à noite é outro requisito importante de preparação. Se estiver muito agitado, a recomendação é tomar um chá de camomila ou nadar. Buscar informações sobre a empresa e a vaga que você pretende ocupar são dicas importantes para não fazer feio na hora da entrevista. As chances são maiores para quem se prepara melhor. Cuidado com o vestuário. Roupas curtas, bermudas e decotes devem ser evitados. Para não errar, vista calça comprida e camisa no estilo polo ou de botão. Não é necessário usar terno. Já as cores devem estar em sintonia. Fonte: Maria da Glória Gonçalves Ratto, coordenadora do Grupo Conexão de RH e coordenadora de Talentos Humanos, da Wickbold

[close]

p. 7

Fale com o dono Ligue: 2240-7536 QUER INVESTIR? PORQUE O SUCESSO DO NEGÓCIO É A BOA COMPRA 358 salas de 18 a 30m2, possibilidade de junção e andares corporativos Estrutura completa: salas de reunião, hall social, salas de espera, foyer, café e refeitório Polo gastronômico com 14 lojas 358 salas de 18m2 a 30m2, possibilidade de junções, andares corporativos e 14 lojas de 22m2 a 237m2 INFRAESTRUTURA COMPLETA Salas de reunião, hall social com salas de espera, foyer, café e refeitório www.mega18.com.br/fontanadisuccesso Rua Mapendi, 910 – Taquara REALIZAÇÃO INCORPORAÇÃO E CONSTRUÇÃO:

[close]

p. 8

CAPA Campanhas corporativas de pre A prioridade do nosso país e do mundo é comba- gerente de Meio Ambiente da Rica, Jorge Caldas, a indústria conta com equipes que verificam possíveis focos nas áreas comuns. “Costumamos fazer palestras de conscientização a cada seis meses, mas a minha ideia é passar a realizá-las a cada dois meses. Cada funcionário novo que chega na casa também é abordado sobre o tema. Estamos no combate ao mosquito”, explica Caldas. Já a GB Armazéns adotou o sistema de fumacê, larvicida e verificação de poças para eliminação de possíveis criadouros, além de placas ter o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, do vírus da zika e da chikungunya. Por isso, a população tem que abraçar esta causa que já faz parte do dia a dia de muitas empresas. Com este objetivo vários associados da Acija como Rica Alimentos, GB Armazéns e Wickbold adotaram medidas de combate e prevenção contra o mosquito. A Rica Alimentos, por exemplo, promoveu uma reunião no início deste mês para apresentar novas estratégias para o combate do mosquito. Segundo o 8 | www.ACIJA.org.br | Anuncie

[close]

p. 9

evenção contra o Aedes aegypti informativas nas áreas comuns da empresa. De acordo com Jaqueline Madeira, da Administração de Gestão de Condomínios da GB Armazéns, a empresa estendeu as orientações para seus clientes. “Enviamos por e-mail as orientações. Não podemos descuidar. A situação é séria e todos têm que se conscientizar”, diz Jaqueline. Na Wickbold são ministradas palestras sobre o tema pela enfermeira do trabalho, além de os servidores da esfera federal receberam comunicação eletrônica alertando sobre a importância e a necessidade dessa mobilização coletiva, para combater o mosquito e difundir informações no seu ambiente de trabalho, especialmente na busca e eliminação de focos do mosquito e seus criadouros O Instituto Oswaldo Cruz orienta que os grandes reservatórios, como caixas d’água, galões e tonéis, são os criadouros mais produtivos do Aedes Aegypti. Isso não significa que a população possa descuidar da atenção a pequenos reservatórios, como vasos de plantas, que comprovadamente atuam como criadouros. O alerta é para que os cuidados com os reservatórios de maior porte sejam redobrados, pois é neles avisos sobre como combater o Aedes aegypti e quais são os sintomas causados pelo mosquito. Outra ferramenta utilizada pela Wickbold é a intranet, canal de comunicação interna da empresa. O governo federal também criou o Dia da Faxina, ação que integra o eixo de mobilização do Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia e tem como objetivo inspecionar e eliminar possíveis focos do mosquito em todos os prédios públicos no país. A mobilização nacional vai envolver cerca de 1,6 milhão de trabalhadores federais. Todos que o mosquito seguramente encontra condições para se desenvolver de ovo a adulto. Outra orientação importante é passar repelente e usar calça comprida e meias porque Aedes aegypti pica as pessoas preferencialmente nas pernas e nos pés. Ele tem rejeição à claridade e é atraído pelo calor, por isso teria preferência por tecidos escuros. No entanto, as picadas também podem ocorrer em outras partes do corpo, mesmo que a pessoa esteja protegida por roupas. O importante é eliminar os criadouros do mosquito, para que ele não circule. Palestras, cartazes e e-mails são iniciativas utilizadas pelas empresas para orientar no combate ao mosquito FIQUE ATENTO 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 Não deixe água da chuva acumulada sobre a laje Encha de areia até a borda os pratos dos vasos de plantas Guarde garrafas sempre de cabeça para baixo Não deixe pneus expostos com água no interior Coloque o lixo em sacos plásticos fechados Coloque telas de proteção nas portas e janelas Use mosquiteiros Use repelentes à base de DEET em áreas de risco Lave com sabão e escovas o interior dos tanques utilizados para armazenar água Mantenha caixas ou barris de água fechados com tampa adequada Elimine folhas, galhos, e qualquer obstáculo que possa impedir a água de fluir pelas calhas Anuncie | www.ACIJA.org.br | 9

[close]

p. 10

CAPA André Trigueiro durante a palestra “Viver é a melhor opção” Amor e solidariedade O amor ao próximo é o principal combustível do Silva, procurou o jornalista André Trigueiro para uma parceria beneficente, com o objetivo de angariar recursos para o lar, que atende hoje 300 pessoas entre os adultos portadores de defi­ ciência e seus familiares. Segundo Norma, o jornalista abraçou a causa de imediato. A partir daí, a instituição em parceria com a Acija (Associação Comercial e Industrial de Jacarepaguá) organizaram um evento no início de dezembro na Cidade das Artes. Batizado de “Viver é a Melhor Opção”, mesmo nome do livro do jornalista, o evento contou com a participação de mais de 300 pessoas e, todo o dinheiro arrecadado com a venda do ingresso, que incluiu o livro e a palestra do profissional de comunicação, foi para o Gapeb. Para o presidente da Acija, Edison Parente Neto, estas iniciativas são gratificantes e muito importantes para toda a sociedade. Causas como estas sempre serão incentivadas pela associação. Por isso, estamos abertos a apoiar projetos sociais como este. Norma conta que o evento foi organizado em menos de um mês e foi um sucesso. “Contar com o André foi muito bom. Ele é uma pessoa muito conhecida e querida. Este dinheiro salvou a nossa folha de pagamento de dezembro. Um mês que também tem o 13º dos funcionários, mas deu tudo certo”, comemora. Ela ressalta que tem intensificado o pedido de doações, pois o grupo está Gapeb (Grupo Assistencial Professor Eurípedes Barsanulpho), principalmente, no que diz respeito a adultos a partir de 18 anos portadores de deficiência de comunidades carentes de Jacarepaguá. Com este espírito, a fundadora e presidente da obra social, Norma da Costa Senna Vasconcelos da “A Acija está de braços abertos para apoiar iniciativas de ajuda ao próximo”. Edison Parente Neto 10 | www.ACIJA.org.br | Anuncie Anazildo Silva, do Gapeb, o jornalista André Trigueiro e o presidente da Acija, Edison Parente Neto

[close]

p. 11

“A nossa história é de amor, crença e doação. Não podemos parar! Estamos precisando de muita ajuda”. Norma da Silva precisando muito. “Além do trabalho com os adultos portadores de deficiência, também ajudamos as suas famílias com cesta básica e cobertores, entre outros. Temos uma demanda muito grande e ainda temos fila de espera. É muito difícil para uma mãe ter que trabalhar e não ter ninguém para cuidar de seus filhos, principalmente na fase adulta. É um segmento da sociedade que não tem apoio”, conta Norma. O Gapeb já contou com a ajuda da Petrobras, no período de 2013 a 2015, mas no momento esta parceria está suspensa. Diante deste cenário, a fundadora da casa teve que demitir alguns funcionários. Entre eles, alguns terapeutas e a equipe da cozinha e, por isso, não tem mais como oferecer o almoço para os assistidos. “Estamos muito tristes com esta situação”, lamenta Norma. Os alunos costumavam frequentar a casa das 8h às 17h. Atividades desenvolvidas no Lar Jerônima de Almeida grande, mas é muito gratificante o que fazemos. Começamos o trabalho em 1992 e fomos surpreendidos com este problema social. Assumimos e estamos cumprindo o nosso papel. Somos um grupo de profissionais, todos voluntários”, explica Norma. Quem quiser conhecer mais sobre o lar e ajudar, pode ligar para o telefone (21) 2436-5929. O endereço é Rua Lino Coutinho 91, Anil, em Jacarepaguá. Fique por dentro O Grupo Assistencial Professor Eurípedes Barsanulpho (Gapeb) é uma instituição beneficente, sem fins lucrativos, que apoia pessoas acima de 18 anos e suas famílias, todos carentes financeiramente. A maioria é morador das comunidades mais simples de Jacarepaguá, portadores de transtorno autista, deficiências mentais e associadas, como síndrome de Down, retardo mental e paralisia cerebral , entre outras. Com a ajuda de pessoas solidárias, o trabalho cresceu e deu frutos. Desde agosto de 2001, o Gapeb, que adota como nome fantasia a expressão Lar Jerônima de Almeida, em homenagem à mãe de Eurípedes Barsanulpho, mentor da obra, tornou-se uma realidade com identidade e sede próprias, mas que mantém o estreito vínculo amoroso com a Casa de Eurípedes. Anuncie | www.ACIJA.org.br | 11 Hidroterapia e cursos para a comunidade A casa também oferece, sem custo para a comunidade, hidroterapia e ministra cursos como o de cuidadores para que os moradores carentes da região possam ter uma qualificação e conseguir um emprego. De acordo com Norma, a última turma contou com 20 alunos e a maioria já está trabalhando. “A luta é

[close]

p. 12

MELHORIAS Mobilidade urbana em Jacarepaguá Construção da estação do BRT André Rocha, na Taquara O bairro de Jacarepaguá continua um canteiro de obras, mas a boa notícia Curicica, Taquara, Jardim Sulacap e Magalhães Bastos. O subprefeito Alex Costa, reconhece que ainda é preciso fazer alguns ajustes no trânsito na área de Jacarepaguá, mas a prioridade é concluir primeiro as obras. “Até porque muitos transtornos e mudanças nas vias estão sendo realizadas em função das obras. Quando elas estiverem concluídas, os motoristas vão sentir a diferença”, explica Costa. Por outro lado, o bairro já conta com ciclovias na Estrada dos Bandeirantes, na Avenida Tenente Coronel Muniz de Aragão, em torno do Bosque da Freguesia; na Estrada da Ligação, Estrada Rodrigues Caldas, Estrada da Soca, Adauto Botelho, Sampaio Correa, na Taquara e Colônia, entre outros. Além disso, a subprefeitura da Barra e Jacarepaguá criou várias baias de estacionamento, para facilitar a parada dos motoristas, como as vagas na Rua Mirataia, na Rua Retiro dos Artistas, Estrada do Pau Ferro, Estrada dos Três Rios e Avenida Geremário Dantas, entre outros pontos. A subprefeitura informou que a regulamentação ficou a critério dos moradores do entorno. O objetivo do estacionamento Vaga Certa é permitir o rodízio de veículos, permitindo paradas rápidas, beneficiando o comércio do bairro. é que elas têm prazo para acabar: até os Jogos Olímpicos, que vão acontecer no mês de agosto. Mas já são realidade as ciclovias, a construção de rampas e das travessias elevadas, além de novas baias de estacionamento. Isso sem falar na fiscalização das calçadas. Tudo para contribuir para mobilidade urbana do bairro. De acordo com a subprefeitura da Barra e de Jacarepaguá, a principal intervenção feita pela Prefeitura do Rio com este foco nos últimos anos foram os corredores expressos de ônibus – BRTs. Estes corredores e a redistribuição das linhas de ônibus vão diminuir o número de coletivos convencionais nas vias, melhorando a fluidez do trânsito. Jacarepaguá é cortado por dois corredores, Transcarioca - que interliga 27 bairros da Barra à Ilha do Governador – e Transolímpica – que vai ligar o Recreio dos Bandeirantes a Deodoro, passando por 12 | www.ACIJA.org.br | Anuncie

[close]

p. 13

CULTURA Thiago Lacerda e Giulia Gam na Cidade das Artes P ara os amantes de cultura, a Cidade das Artes recebe o projeto Repertório Shakespeare. O espetáculo ficará em cartaz de 19 a 28 de fevereiro. A Grande Sala receberá dois textos do bardo inglês: a tragédia Macbeth e a comédia Medida por Medida. Os dois textos são encenados pelo mesmo elenco de 14 atores, que se revezam nos personagens. Os protagonistas de uma peça interpretam os segundos papeis na outra. Giulia Gam, por exemplo, dá vida à temida Lady Macbeth e também à Sra. Bem-passada, uma mulher de bordel, em Medida por Medida. Já Thiago Lacerda fará Macbeth, o herói de guerra que se transforma em um assassino inescrupuloso e bestial, e o conselheiro moralista Angelo no outro espetáculo. na comédia e Lady Macduff na tragédia. Marco Antônio Pâmio e Luisa Thiré protagonizam Medida por Medida. O ator será Macduff em Macbeth e o Duque em Medida por Medida e a atriz interpreta Isabella Também está em cartaz a Cia. Costurando Histórias, que apresenta, por meio de um tapete, o espetáculo ‘Fala, bicho!’. A peça narra, de forma lúdica, obras de diversos autores que abordam a questão ambiental, como Fabio Sombra, Silvia Orthof e Leonardo Boff. A peça está em cartaz até o dia 20. Outra opção é o documentário ‘São Sebastião do Rio de Janeiro – A Formação de Uma Cidade’, que conta a história da parte urbana do município. A Cidade das Artes fica na Avenida das Américas 5.300, Barra da Tijuca. Giulia Gam e Thiago Lacerda durante apresentação Anote Ingressos R$ 60 (inteira) / R$ 30 (meia) Meia entrada disponível www.ingressorapido.com.br Informações e venda de ingressos: (21) 4003-1212 www.cidadedasartes.org

[close]

p. 14

JURÍDICO Foco nas questões tributárias O s associados da Acija (Associação Comercial da Acija, Marcos Cailleaux Cezar, prevê várias iniciativas sobre o tema que vão ajudar a esclarecer os associados na possível redução da carga fiscal. Agora, em março será realizada mais uma palestra com foco neste tema. Segundo Marcos, a ideia é abordar a tributação do Simples Nacional. “O objetivo da diretoria jurídica é promover palestras trimestrais para manter o nosso associado informado sobre estas questões que fazem parte do dia a dia do seu negócio”, diz Marcos. Outro evento de peso que Marcos Cailleaux Cezar o diretor está organizando é o Congresso Empresarial de Questões Tributárias, que deve acontecer no segundo semestre, no teatro Firjan, na Avenida Geremário Dantas. “A ideia é convidar membros dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário para esclarecer as principais dúvidas dos nossos associados e formação de dois grupos para pleitear melhorias que vão desde incentivos fiscais ao atendimento do contribuinte”, adianta Marcos. O diretor destaca que a região de Jacarepaguá vem crescendo, principalmente por conta do mercado imobiliário, que levou vários lançamentos para região, mas o desenvolvimento comercial não seguiu o mesmo ritmo. “Precisamos reverter este quadro para atrair pessoas interessadas em montar seu negócio na região. Temos vários prédios comerciais que estão com salas vazias”, comenta Marcos. Também estão nos planos do diretor um plantão jurídico para os associados. “Estamos estudando a viabilidade, pois vamos precisar de um profissional com disponibilidade para atendimento o dia todo. Além disso, estamos levantando quais as demandas de interesse dos associados. Se é na área trabalhista, tributária ou de defesa do consumidor”, explica Marcos. e Industrial de Jacarepaguá) vão ganhar um forte aliado este ano no quesito carga tributária. O diretor jurídico

[close]

p. 15

10 MOTIVOS PARA SE ASSOCIAR À ACIJA 01 02 Credibilidade e confiança para sua empresa Reunindo personalidades de diversos setores, a Acija permite maior visibilidade da sua empresa e a atualização contínua para o desenvolvimento do seu negócio. O melhor lugar para fazer negócios Há mais de 55 anos, a Acija cumpre a missão de ser fonte geradora de empreendedorismo de Jacarepaguá, incentivando ações que promovam o crescimento econômico, a criação de empregos e a cidadania da região. 03 04 05 06 07 08 09 10 Representatividade junto aos órgãos públicos A Acija defende os interesses dos empresários junto às entidades governamentais (municipal, estadual e federal), identificando as melhores oportunidades para Jacarepaguá. Capacitação de desenvolvimento empresarial Reuniões, almoços, cafés-da-manhã, seminários, e debates com autoridades e especialistas são alguns exemplos de ações direcionadas ao empresário. Eventos e encontros A Acija promove reuniões permanentes com autoridades comprometidas com a proteção e com o desenvolvimento do bairro: Prefeitura do Rio, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Cedae e Rioluz. Serviços segmentados Por meio de comitês, liderados por empresários renomados, a Acija identifica demandas para mobilizar entidades em busca de soluções para o dia a dia das empresas. Comitês executivos Trabalhando em sintonia, os comitês são subdivididos em: RH, Jurídico, Negócios e Empreendedorismo, Comunicação, Micros e Pequenas Empresas, Arquitetura e Urbanismo, Sustentabilidade, TI e Responsabilidade Social. Locação de espaço Sala de reunião com TV e quadro branco. Auditório com capacidade para até 40 pessoas, equipado com data show, wi-fi e ar condicionado. Conforto e praticidade para o sucesso do seu negócio. Canais de comunicação Para estar cada vez mais próxima dos associados e permitir que todos possam trocar experiências e informações, a Acija conta com revista impressa (bimestral), portal, Acija Indica, newsletter semanal, e-mail Marketing e mala direta. Descontos e benefícios Além de todas estas vantagens, a Acija oferece um clube de descontos e benefícios extensivos às famílias e aos colaboradores. O associado pode divulgar ofertas de produtos e serviços aos parceiros com condições diferenciadas. NÃO PERCA TEMPO! JUNTE-SE À ASSOCIAÇÃO QUE MAIS CRESCE NO RIO DE JANEIRO 21 2445-4474 www.acija.org.br

[close]

Comments

no comments yet