Citys Book Itapetininga 2016

 

Embed or link this publication

Description

Magazine about political and economical issues

Popular Pages


p. 1

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Foco na capacitação Focus on qualification Enfoque en la capacitación EDUCAÇÃO Investindo no período integral Investing on full time Invirtiendo en el período integral SAÚDE Novos locais de atendimento New attendance places Nuevos locales de atención City´s Book www.citysbook.com Edição Especial Trilingüe Circulação Internacional - 2016 citysbook.com http://kaywa.me/h5IPw

[close]

p. 2

uma relação de respeito e confiança Com 64 anos de história, 15 unidades fabris e a dedicação de seus 12 mil colaboradores, a Duratex baseia sua atuação em princípios éticos e na responsabilidade socio-ambiental. Maior produtora de painéis e pisos de madeira industrializada, louças e metais sanitários da América do Sul, a empresa busca ampliar o diálogo com os diversos públicos, mantendo-se atualizada e sempre estimulando sua capacidade de inovar. Em Itapetininga, a Companhia conta com mais de 500 colaboradores e fabrica produtos inovadores, que visam melhorar a qualidade de vida das pessoas, assumindo o compromisso de uma atuação pautada na sustentabilidade de suas operações e no desenvolvimento da comunidade. No último ano, a empresa concluiu a instalação de uma nova planta de MDF (sigla em inglês para painéis de fibra de média densidade), que adicionou à fábrica um volume de 520 mil m³ anuais de painéis e aumentou a capacidade de produção da unidade para 1 milhão de m³/ano. Este total representa um incremento de 25% na capacidade de produção da Duratex, que atende à indústria moveleira e ao mercado da construção civil no Brasil. Além da nova linha de MDF, a unidade de Itapetininga lançou a linha de acabamento de alta qualidade, High Gloss, destaque no mercado de painéis pela característica do alto brilho. Meio ambiente “Com a nova planta, aumentamos nossa competitividade, pois ela nos permite atender aos clientes com maior variedade de produtos, reduzindo custos e preservando os recursos naturais”, diz, Hugo Scudeler, gerente da fábrica de Itapetininga. Um exemplo disso é o reaproveitamento das aparas do eucalipto, usadas na produção dos painéis de MDP e MDF, como biomassa em caldeiras, substituindo o óleo BPF e o diesel. Com isso, a empresa reduz o uso de combustível fóssil no processo. A economia dos recursos hídricos foi outro fator preponderante no projeto da nova planta de Itapetininga, já que o processo produtivo do MDF foi desenvolvido de forma a reduzir a captação de água e a geração de efluentes, promovendo o reúso. A preservação de recursos não foi a única preocupação da Duratex. A empresa primou igualmente pelo uso de equipamentos de alta eficiência e baixo consumo de energia. Por suas práticas, a unidade tem seu sistema de gestão ambiental certificado de acordo com a norma ISO 14001. Em suas florestas, a Duratex foi uma das primeiras empresas da América Latina a conquistar a certificação Forest Stewardship Council® (FSC®) em 1995, mantida até hoje. O selo atesta que o manejo das florestas da Companhia é feito de acordo com as melhores práticas de gestão socioambiental. Comunidade A Duratex acredita no incentivo à educação por meio do desenvolvimento de projetos culturais, por isso investe nas comunidades onde atua. Seguindo essa premissa, a empresa trouxe para Itapetininga, por meio do ProAc (Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo), o projeto Janelas, sala alternativa de cinema com acervo de 200 DVDs selecionados por educadores. Instalou também a primeira Biblioteca Comunitária Ler é Preciso para o público infantil, na Escola Municipal de Ensino Infantil Valter Aliberti Junior. Promover qualidade de vida por intermédio da prática de atividade física e esportes é outra preocupação da Duratex. Por isso, levou para a região bicicletário e academia ao ar livre, que atendem gratuitamente a população. Essas iniciativas demonstram o respeito que a Duratex tem pela comunidade de Itapetininga e agradece a confiança da população. Duratex e Itapetininga: O gerente da unidade, Hugo Scudeler

[close]

p. 3



[close]

p. 4

CITY’S BOOK ITAPETININGA é uma Co-Realização: prefeitura MUNICÍPIO de itapetininga EXPEDIENTE Direção Administrativa/Relações Públicas Victor Falcão - CONRERP/SP: PR1461 contato@citysbook.com Relações Governamentais Beatriz Barbosa beatriz.barros@usp.br Publisher Wanderley Moreno wanderley.moreno@live.com Jornalista Responsável Veronica Pereira – MTB 51.907 redacao@citysbook.com Assistente de Comunicação Social Kennya Santos comunicacao@citysbook.com Relações Internacionais e Patrocínios Michele Marques Secretariado Sabrina Adriane da Silva Assistente Administrativa Valéria Rocha da Cruz Releases Iniciais e Fotografias Prefeitura de Itapetininga Departamento de Comunicação e Imprensa Conselho Editorial Rebeca Teixeira Eliseu Moreno Marilene Barbosa José Alves da Gama Wanderley Simão Assessoria Jurídica Contábil MB Serviços Contábeis mb.servicos@terra.com.br DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Foco na capacitação Focus on qualification Enfoque en la capacitación EDUCAÇÃO Investindo no período integral Investing on full time Invirtiendo en el período integral SAÚDE Novos locais de atendimento New attendance places Nuevos locales de atención CAPA Cidade dias atuais City´s Book www.citysbook.com Edição Especial Trilingüe Circulação Internacional - 2016 citysbook.com Download the Kaywa QR Code Reader (App Store &Android Market) and scan your code! http://kaywa.me/h5IPw FACEBOOK Maná Group City’s Book Traduções Inglês/Espanhol Start traduções www.startconsult.com.br Distribuição Nacional e Internacional Empresa de Correios e Telégrafos DRT/SP Vip DF Logística e Distribuição Mailing Maná Group Agradecimentos Agradecemos a Deus, a Prefeitura de Itapetininga-SP através de todas suas Secretarias, especialmente ao Departamento de Comunicação e Imprensa na pessoa da Sra. Adriana Pompeu. Às empresas parceiras que contribuíram para a realização deste projeto. Nota da Redação Todos os anúncios foram veiculados mediante prévia autorização das empresas. Fica vedada a utilização, sem prévia consulta, de textos e fotos em outro veiculo de comunicação, bem como a utilização deste material ou conteúdo para a realização de eventos ou promoções em nome do Maná Group e seus projetos. Recomendamos confirmar qualquer contato. O projeto City’s Book tem como foco a promoção do município em destaque, sem nenhuma conotação político-partidária. Edifício Beta Trade Rua Caldas Novas, 50 1º Andar - Conjunto 16. Bethaville | Barueri SP. CEP: 06404-301 Tel. 11 2826-1694. | w w w . c i t y s b o o k . c o m MANÁ GROUP

[close]

p. 5

Editorial Editory Editorial Estamos marcando el comienzo de una nueva era en Itapetininga, dónde el principal objetivo es crear el Proyecto “Itapetininga 2050”, que consiste en un programa serio y eficiente para el desarrollo sustentable, con el envolvimiento del gobierno y de la sociedad a través de sus entidades representativas. Ese proyecto de longo plazo facilitará y pautará los pasos que serán seguidos en el corto y medio plazo. Todos los segmentos de la economía, tendrán sus necesidades evaluadas, para que este desarrollo ocurra en dos vertientes: una, enfocada en aquellos que ya están en Itapetininga; la otra, en la busca de nuevos recursos e investimentos. Nuestro foco es mirar para el agro negocio, la industria, el comercio y los servicios, siempre de forma segmentada, cuidando del micro, del pequeño, del medio y del grande emprendedor. Itapetininga reafirma su posición destacada nel escenario de desarrollo del sudoeste paulista, manteniendo su característica acogedora para aquellos que migran en busca de nuevas oportunidades de crecimiento y proporcionando condiciones para que ese crecimiento ocurra de forma sustentable y con cualidad. Renato Coelho Executivo graduado en engeñaría mecánica y de producción por la FEI (Faculdade de Engenharia Industrial) (Facultad de Engeñaría Industrial), post-graduado en administración industrial por la Fundação Vanzolini (Fundación Vanzolini) - USP y gestión estratégica de personas por la FGV (Fundación Getúlio Vargas), se dedicó a los más variados proyectos al longo de más de 30 años de su vida profesional, desarrollando una sólida carrera en el sector privado. Secretario del Trabajo y Desarrollo We are just beginning a new era at Itapetininga, where the main objective is to create the “Itapetininga 2010” Project, which consists of a serious and efficient program to the sustainable development, with the involvement of the government and the society through their representative entities. This long term project will enable and guide the paths to be followed at a short and medium terms. All the economic segments will have their needs evaluated in order that this development takes place in two downhills: one focused in those that are already at Itapetininga; the other in the search for new resources and investments. Our focus is to look at the agrobusiness, the industry, the commerce and the services, always in a segmented way, taking care of the micro, the small, the medium and the great entrepreneur. Itapetininga reaffirms its outstanding position in the development scenario of the ‘paulista’ northeast, keeping its hosting characteristic to the ones that migrate looking for new growing opportunities and giving conditions to enable that this growing takes place in a sustainable manner and with quality. Renato Coelho Executive graduated in mechanics and production engineering by FEI (Faculdade de Engenharia Industrial) (Industrial Engineering University), post-graduated in industrial administration by Fundação Vanzolini – USP (Vanzolini Foundation) and people strategic management by FGV (Fundação Getúlio Vargas) (Getúlio Vargas Foundation), has dedicated himself to the most varied projects along of more than 30 years of professional life, developing a solid career at the private sector. Labor and Development Secretary Estamos dando início a uma nova era em Itapetininga onde o principal objetivo é criar o projeto “Itapetininga 2050” que consiste em um programa sério e eficiente para o desenvolvimento sustentável, com envolvimento do governo e da sociedade através de suas entidades representativas. Esse projeto de longo prazo facilitará e pautará os caminhos a serem seguidos no curto e no médio prazo. Todos os segmentos da economia, terão suas necessidades avaliadas para que este desenvolvimento ocorra em duas vertentes: uma, focada naqueles que já estão em Itapetininga; outra, na busca de novos recursos e investimentos. Nosso foco é olhar para o agronegócio, a indústria, o comércio e os serviços, sempre de forma segmentada, cuidando do micro, do pequeno, do médio e do grande empreendedor. Itapetininga reafirma sua posição de destaque no cenário de desenvolvimento do sudoeste paulista mantendo sua característica acolhedora àqueles que migram buscando novas oportunidades de crescimento e proporcionando condições para que esse crescimento se dê de maneira sustentável e com qualidade. Renato Coelho Executivo formado em engenharia mecânica e de produção pela FEI (Faculdade de Engenharia Industrial), pós-graduado em administração industrial pela Fundação Vanzolini - USP e gestão estratégica de pessoas pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) se dedicou aos mais variados projetos ao longo dos mais de 30 anos de sua vida profissional, desenvolvendo sólida carreira no setor privado. Secretário do Trabalho e Desenvolvimento ITAPETININGA-SP/BRAZIL CITY´S BOOK | 2016 5

[close]

p. 6

Sumario Tierra elegida por los arrieros Summary Land chosen by the drovers Historia 11 History 10 Prefecto Hiram Ayres Entrevista 16 Mayor Hiram Ayres Interview 14 Desarrollo Económico 24 Enfoque en la capacitación Economic Development 22 Focus on qualification Invirtiendo en el período integral Educación 30 Investing on full time Education 28 Nuevos locales de atención Salud 35 New attendance places Health 34

[close]

p. 7

ITAPETININGA Sumário São Paulo - Brazil 08 História Terra escolhida pelos tropeiros 12 Entrevista Prefeito Hiram Ayres 18 Desenvolvimento Econômico Foco na capacitação 26 Educação Investindo no período integral 32 Saúde Novos locais de atendimento

[close]

p. 8

HISTÓRIA Terra de tropeiros Fachada da Escola Peixoto Gomide O local que futuramente seria a cidade de Itapetininga era ponto de descanso dos tropeiros, que seguiam em direção ao Sul. Data de 1724, o primeiro núcleo de tropeiros formado na região. Contando com uma terra fértil, um bom pasto e a distância de doze léguas da Vila de Sorocaba, esse era o local ideal para eles. Foi só por volta de 1760, que um grupo de portugueses chefiado por Domingos José Vieira saiu do primeiro núcleo formado na localidade, mas precisamente no atual bairro do Porto, para formar núcleo em um local alto e próximo de ribeirões. Disputa entre os núcleos Os dois núcleos formados na localidade travaram na época uma disputa para ver qual gleba chegaria à condição de Vila. Em 17 de abril, Simão Barbosa Franco foi o nomeado para escolher, fundar e administrar o futuro povoado. Alguns historiadores apontam que o que garantiu a vitória do núcleo de Domingos José Vieira foi uma mula roana, marchadeira, oferecida em presente à Barbosa. 8 ITAPETININGA-SP/BRAZIL CITY´S BOOK | 2016

[close]

p. 9

Estrada de Ferro Sorocabana - Anos 20 Em 5 de novembro de 1770 foi criada oficialmente a Vila de Nossa Senhora dos Prazeres de Itapetininga. Na ocasião, o vigário da nova paróquia, Padre Inácio de Araújo Ferreira celebrou uma missa. A emancipação A Vila de Itapetininga foi emancipada em 17 de julho de 1852, através da Lei de nº 11, quando foi criada sua Comarca. Ela só tornou-se cidade em 13 de março de 1855. O nome Itapetininga é de origem tupi-guarani, segundo filologistas que pesquisaram esse vocábulo, significa “laje seca” ou “pedra enxuta”. Já que Itape é uma corruptela de Itapeva (pedra chata, laje, rasa ou plana) e tininga (seco, seca ou enxuta). No entanto, engana-se quem pensa que a cidade vive apenas do agronegócio. Itapetininga conta com um parque empresarial composto por empresas de diversos segmentos. A cidade abriga empresas de grande porte, além de incentivar o comércio local e fomentar o setor de serviços. Itapetininga está sempre de braços abertos para receber novas indústrias e investimentos disponibilizando uma excelente infraestrutura urbana para quem nela decidir investir, tais como relevo privilegiado e diversas rotas para escoamento de produção. Data de fundação: 05-11-1770 Área territorial: 1.790,192 km² Gentílico: Itapetiningano População: 144.377 (IBGE 2010) Prefeito: Hiram Ayres Monteiro Junior Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) 2013: 0,763 Novos rumos Com o passar dos anos, Itapetininga desenvolveu-se e atraiu muitos investimentos. Hoje, a cidade apresenta o maior Produto Interno Bruto (PIB) agrícola do Estado de São Paulo. ITAPETININGA-SP/BRAZIL CITY´S BOOK | 2016 9

[close]

p. 10

HISTORY Land of drovers The place that would become the city of Itapetininga was a point of rest of the drovers who were going south. 1724, the first hub of drovers formed in the region. With a fertile land, a good pasture and the distance of twelve leagues from Vila de Sorocaba, this was an ideal place for them. Only around 1760 a group of Portuguese people, led by Domingos José Vieira left the first hub formed in the place, more precisely, in the current neighborhood of Porto, to form a hub on a high place, close to stream. The name Itapetininga is from “tupi-guarani” origin, according to philologists who researched this word, which means “dry slab” or “dried stone”. As Itape is a corruption of the word Itapeva (plain stone, slab, plain or flat) and “tininga” (dry, dried). New paths Throughout the years, Itapetininga developed and attracted a lot of investments. Today, the city has the biggest agricultural Gross Domestic Product (GDP) in the State of São Paulo. However, whoever thinks that the city only survives because of agribusiness is totally wrong. Itapetininga counts with a business park comprised by companies from several areas. The city is headquarters for big companies, and it also fosters the local businesses and the services sector. Itapetininga is always open to receive new industries and investments, providing an excellent urban infrastructure for whoever wants to invest in it, such as privileged relief and several routes for transportation of its production. Dispute between the hubs Both hubs formed in the place had a dispute at the time, in order to decide which glebe would be considered as a Village. On April 17, Simão Barbosa Franco was the person appointed to choose, found and manage the future settlement. Some historians say that what guaranteed the victory of the hub of Domingos José Vieira was a “roana” mule, marcher, offered as a gift to Barbosa. On November 5, 1770, the Village of ossa Senhora dos Prazeres de Itapetininga was officially created. AT that time, the vicar of the new parish, Father Inácio de Araújo Ferreira celebrated a mass. Establishment date: November 5, 1770 Territorial Area: 1,790,192 km² Gentile: Itapetiningano Population: 144,377 (IBGE 2010) Mayor: Hiram Ayres Monteiro Junior Municipal Human Development Index (IDHM) 2013: 0.763 Emancipation Itapetininga Villahge was emancipated on July 17, 1852, by means of Law No. 11, when its District was created. It only became a town on March 13, 1855. 10 ITAPETININGA-SP/BRAZIL CITY´S BOOK | 2016

[close]

p. 11

Historia Tierra de arrieros El lugar que futuramente sería la ciudad de Itapetininga era punto de descanso de los arrieros, que seguían en dirección al Sur. Fecha de 1724, el primer núcleo de arrieros formado en la región. Contando con una tierra fértil, un buen pasto y la distancia de doce leguas desde la Vila de Sorocaba, ese era el lugar ideal para ellos. Fue sólo por cerca de 1760, que un grupo de portugueses liderado por Domingos José Vieira salió del primer núcleo formado en la localidad, pero precisamente en el actual barrio del Puerto, para formar núcleo en un lugar alto y próximo de arroyos. El nombre Itapetininga es de origen tupi-guaraní, según filologistas que investigaron este vocábulo, significa “losa seca” o “piedra seca”. Ya que Itape es una corruptela de Itapeva (piedra llana, losa, rasa o plana) y tininga (seco, seca). Nuevos rumbos Con el paso de los años, Itapetininga se desarrolló y actrayó a muchas inversiones. Actualmente, la ciudad presenta el mayor Producto Interno Bruto (PIB) agrícola del Estado de São Paulo. Sin embargo, engañase quienes piensan que la ciudad vive sólo del agronegocio. Itapetininga cuenta con un parque empresarial compuesto por empresas de diversos segmentos. La ciudad abriga a empresas de gran envergadura, además de incentivar el comercio local y fomentar el sector de servicios. Itapetininga está siempre de brazos abiertos para recibir nuevas industrias e inversiones disponibilizando una excelente infraestructura urbana para quien en ella decidir invertir, tales como relieve privilegiado y diversas rutas para escoadura de producción. Disputa entre los núcleos Los dos núcleos formados en la localidad trabaron en la época una disputa para ver cuál gleba llegaría a la condición de Villa. El 17 de abril, Simão Barbosa Franco fue nombrado para elegir, fundar y administrar el futuro poblado. Algunos historiadores apuntan que lo que garantizó la victoria del núcleo de Domingos José Vieira fue una mula roana, marchadora, ofrecida como regalo a Barbosa. El 5 de noviembre de 1770 fue creada oficialmente la Villa de Nuestra Señora de los Placeres de Itapetininga. En la ocasión, el sacerdote de la nueva parroquia, Padre Inácio de Araújo Ferreira celebró una misa. Fecha de fundación: 05-11-1770 Área territorial: 1.790,192 km² Gentilicio: Itapetiningano Población: 144.377 (IBGE 2010) Alcalde: Hiram Ayres Monteiro Junior Índice de Desarrollo Humano Municipal (IDHM) 2013: 0,763 La emancipación La Villa de Itapetininga fue emancipada el 17 de julio de 1852, a través de la Ley de nº 11, cuando fue creada su Comarca. Ella sólo se tornó ciudad el 13 de marzo de 1855. ITAPETININGA-SP/BRAZIL CITY´S BOOK | 2016 11

[close]

p. 12

ENTREVISTA Entrevista com o Prefeito de Itapetininga Hiram Ayres Monteiro Júnior O senhor foi recém-empossado devido ao falecimento do Prefeito Luís Di Fiori a pouco mais de um mês. Como encontrou a administração e como espera deixar sua marca na gestão em tão pouco tempo? Encontramos alguns pontos muito críticos, como o setor da saúde e limpeza pública. Imediatamente fizemos um acordo com o Ministério Público para abrirmos um processo seletivo que possibilite a contratação de médicos de maneira emergencial para suprir as vagas que estavam abertas. Além disso, a equipe de limpeza pública, tapa-buracos e iluminação têm trabalhado até às 22h para dar conta dos serviços que estavam insuficientes e até mesmo inoperantes. Meu objetivo não é imprimir uma marca, mas sim, devolver à cidade em que nasci, me criei e onde hoje tenho uma família, a autoestima e a crença de que com muito trabalho e amor, seremos a Itapetininga que sempre sonhamos, uma cidade acolhedora, progressista e maravilhosa para viver. Itapetininga tem um dos maiores PIBs agrícolas do Estado de São Paulo. O que isso representa para a economia da cidade? Quais as ações efetivas que a prefeitura vem desenvolvendo na área? A representatividade da agricultura aqui é enorme; do pequeno produtor de laranjas até os grandes produtores de grama. A agricultura representa uma fatia significativa da nossa economia. Nossas estradas vicinais e rurais estão passando por várias reformas e nossa ideia é sempre melhorar o escoamento da nossa produção. Estou promovendo reformas na pasta do Trabalho para que ela englobe também a agricultura, ou melhor dizendo, o Agronegócio. Realizamos recentemente uma reunião preparatória para o Encontro Setorial da Cadeia Produtiva do Agronegócio com o objetivo de fomentar novos investimentos na área. Foram estabelecidas metas de colaboração e reunião de esforços no sentido de fomentar a produção e a sustentabilidade desse setor em particular. Qual a situação atual da empregabilidade em Itapetininga? Quais os incentivos que a prefeitura de Itapetininga oferece aos empresários, que desejam investir no município? O momento do país é muito desafiador. Mas apesar disto a geração de empregos está crescendo em Itapetininga. Até outubro de 2015, o último dado divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego-CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), houve um saldo positivo em relação às admissões aos desligamentos de 813 trabalhadores no município de Itapetininga. Os setores da agropecuária e indústria da transformação foram os que mais contribuiram para este saldo. Para que este cenário seja mantido e ainda, melhorado, um dos nossos maiores focos é a atração de pequenas, médias e grandes empresas para a cidade com isenções de impostos e todo apoio que necessitarem. Além disso, estamos organizando comissões de trabalho segmentadas com o objetivo de dar suporte às empresas que aqui queiram se estabecer. Estas comissões devem estar focadas em fornecer informações objetivas sobre mercado, logística, cadeia produtiva e principalmente na qualificação profissional para que tenhamos recursos humanos especializados para atender às demandas destas empresas. O meu gabinete está sempre aberto para quem quer investir na cidade Trabalharemos muito em tudo isso para melhorar a geração de melhores empregos. Nossa logística é privilegiada, nosso índice de qualidade de vida é um dos melhores do país, estamos em uma das regiões que mais crescem no Brasil. Recentemente ingressamos 12 ITAPETININGA-SP/BRAZIL CITY´S BOOK | 2016

[close]

p. 13

no Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba-RMS; enfim, temos um cenário atrativo para que empresas se estabeleçam aqui. A cidade é conhecida como “Terra das Escolas” e “Atenas do Sul Paulista”. Como está estruturada a rede pública de educação e quais os principais projetos desenvolvidos no setor? Esse é, sem dúvida, um grande orgulho para nós. Estamos trabalhando junto à secretária da pasta para continuar essa importante tradição. No setor da educação serão muitos os projetos desenvolvidos no primeiro semestre de 2016. Queremos acabar com a falta de vagas em creches. Temos também projeto de hortas nas escolas onde os alunos participam desde o plantio até a colheita. Um dos projetos que podemos destacar no município, que inclusive foi matéria do programa “Mais Você” da Rede Globo, foi o método de ensino no EJA (Educação para Jovens e Adultos) no qual se ensina por meio de receitas na sala de aula. Assim eles aprendem a ler e escrever ao desvendar as receitas e a matemática fica muito mais acessível ao dosarem as proporções dos ingredientes. Um dado interessante que prova o tamanho da nossa estrutura é a merenda escolar. Servimos por dia 80 mil refeições, isso mesmo, 80 mil. Por mês são mais de 23 toneladas de arroz. Procuramos privilegiar a agricultura familiar na aquisição dos produtos; assim ainda fomentamos nossa economia. Queremos proporcionar aos nossos alunos educação em tempo integral, dar condições de se tornarem cidadãos pensantes e que tenham na rede básica, a melhor estrutura. O slogan da prefeitura é “Cuidando da Nossa Gente” Qual é a prioridade da sua administração? A prioridade da administração é desenvolver o município, preparar a cidade como acolhedora de novas empresas, que geram empregos e trazem no- vos investimentos, assim elevando o município a um patamar de grandes cidades do nosso estado. Nosso objetivo é oferecer condições de trabalho, opções de lazer, saúde e educação dignas para um futuro promissor. Por isso o “Cuidando da nossa gente”. Quais os desenvolvimento na cidade? projetos em Temos muitos projetos em desenvolvimento. Os maiores são a revitalização da Marginal dos Cavalos, que é uma obra importantíssima para o município, pois irá desafogar o trânsito na região central. Outro ponto positivo é a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24 horas que irá auxiliar no trabalho com o Pronto Socorro e Hospital Regional. Além disso, há os projetos do Centro de Iniciação ao Esporte, que já está sendo construído numa área de 3700 m². O CIE. vai contar com um ginásio poliesportivo com quadra oficial, arquibancada, área de apoio para administração, sala de professores e técnicos, vestiários, enfermaria, copa, depósito, academia, sanitário público, pista de atletismo, áreas para arremesso de peso e salto em altura e distância. Brevemente também teremos o CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados) que será inaugurado no primeiro semestre de 2016 com o objetivo de oferecer esporte por meio de uma pista de skate e quadra poliesportiva. Na área da cultura ele agregará uma Biblioteca e as apresentações culturais serão realizadas no Auditório com toda infraestrutura necessária. Também irá oferecer os serviços realizados no Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) e um Telecentro para atividades diversas. Há mais algum ponto que o senhor queira destacar que não foi perguntado? Estou muito feliz em poder dar minha contribuição à minha cidade. Quero que cada itapetiningano saiba que concentrarei todos meus esforços para ajudar a tornar nossa querida Itapetininga em um lugar melhor para viver. ITAPETININGA-SP/BRAZIL CITY´S BOOK | 2016 13

[close]

p. 14

INTERVIEW Interview with the Itapetininga’s Mayor, Hiram Ayres Monteiro Júnior You were recently sworn due to the decease of the Mayor Luís Di Fiori, just over a month. How did you find the administration and how you intend to leave your brand in the management in a so short time? We found some very critical points, as the health sector and the public cleaning. Immediately, we came into an agreement with the Prosecuting Counsel to open a selective process that enables the hiring of medical doctors in an emergency way to fill the vacancies that were open. Besides of this, the public cleaning and stopping up holes teams have been working up to 22 h in fulfilling the services that were insufficient and even, out of work. My objective is not to print a brand, but to return to the city where I was born, grew and where I have a Family with the self-esteem and the belief that, with much work and love, we will have the Itapeninga with whom we always dreamt, a hosting, progressive and marvelous city to live with. Itapetininga has one of the largest agricultural PIBs of the São Paulo State. What does it represent to the city’s economy? What are the effective actions that the Town Hall is developing in this area? The agricultural representation is enormous here; from the small orange producer up to the great grass manufacturers. The agriculture represents a significant slice of our economy. Our vicinal and rural roads are going through several reforms and our idea is always to improve the disposal of our production. I am promoting reforms at the Labor’s portfolio in order it also comprises the agriculture, or better saying the Agribusiness. Recently, we held a preparatory meeting to the Sector Encounter of the Agribusiness Productive Chain with the aim to foment new investments to the area. At this occasion, collaboration targets and endeavors meeting were established in the sense to stimulate the sustainability of this particular sector. What is the employability status at Itapetininga? Which are the incentives that the Itapetininga Town Hall offers to the entrepreneurs that want to invest at the Municipality? The country’s situation is challenging. But, in despite of this, the job generation is growing at Itapetininga. Up to October, 2015, in accordance with the last datum released by the Labor and Employment Ministry - CAGED (General Cadaster of Employers and Unemployers), there was a positive balance in relation to the hirings in counter position with the firings of 813 workers at Itapetininga’s Municipality. The crops and live stock as well as the transformation industry sectors were the ones that most contributed with this balance. In order that this scenario be held and also improved, one of our great focus is the attraction of small, medium and great enterprises to the city with taxes exemption, giving them all the support they may need. In the meantime, we are organizing segmented working commissions with the aim to give support to the companies that desire themselves to establish here. These commissions must be focused to furnish objective information on Market, logistic, productive chain and mainly to do with the professional qualification in order that we have specialized human resources to comply with these enterprises’ demands. My office is always open to who want to invest in the city. We will be working very much in all of this to improve the generation of the best jobs. Our logistic is a privileged one; our index of quality of life is one of the best in the country; we are in one of the regions that grow more in Brazil. Recently, we became a member of the Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba-RMS (Development Council of Sorocaba Metropolitan Region); at last, we have an attracting scenario to stimulate the enterprises to settle on here. The city is known as “Terra das Escolas” (Land of Schools) and “Atenas do Sul Paulista” (Athenas of the South São Paulo). How 14 ITAPETININGA-SP/BRAZIL CITY´S BOOK | 2016

[close]

p. 15

is structured the education public net and what are the main projects developed to the sector? No doubt, this is our great pride. We are working together the portfolio’s secretary in order to continue with this very important tradition. In the education sector, many will be the projects developed in the first semester of 2016. We want to end with the vacancies’ missing at the childcare centers. We still have a vegetables garden project at schools, where the students take part with as of the plantation up to the crop. One of the projects that we can emphasize in the Municipality, and that inclusive made part of the subject of “Mais Você”, program of the Globo Net, is the EJA (Educação para Jovens e Adultos - Education for Youths and Adults), an education method, which is taught by means of recipes at the classroom. Thus, they learn how to read and write when uncovering and making the receipts as well as the mathematics becomes more accessible when they dose the ingredients’ data. An interesting datum that proves the size of our structure is the scholar snack: We serve 80 thousand meals a day; that is it: 80 thousand. Are more than 23 tons of rice. We look for privileging the familiar agriculture in the acquisition of products; thus, we also foment our economy. We desire to proportionate to our students all day long education, give conditions to them to become thinking citizens and that they have at the basic net, the best structure. The slogan of the Town Hall is “Cuidando da Nossa Gente” (Taking Care of Our People). What is the priority of your administration? The administration’s priority is to develop the Town Hall, to prepare the city as the host of new companies that generate jobs and bring new investments, thus raising the Municipality to the highest degree of our State’s great cities. Our target is to offer dignified working conditions, job, entertainment options, health and education to a promising future. That is the why of the “Cuidando da nossa gente” (Taking Care of Our People). What are the projects being developed at the city? We have many projects in progress. The biggest ones are: the revitalization of the Marginal dos Cavalos (Horses’ Marginal), which is the most important work to the Municipality, because it will relieve the traffic at the central region. Another positive point is the UPA (Unidade de Pronto Atendimento – Emergency Care Unit) by all the 24 hours, and that will help the work of the Pronto Socorro e Hospital Regional (First Help and the Regional Hospital). And also besides of this, there are the projects of the Centro de Iniciação ao Esporte - CIE (Sport Initiation Center), which is already being built in an area of 3700 m². The CIE shall count with a polysporting gymnasium with an official court, bleachers, and a support area to the administration, teachers and technics room, dressing rooms, nursery, pantry, deposit, academy, public sanitary, athletics racecourse, areas to the shot put and high and distance jumps. Soon we will have the CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados – Unified Sports and Arts Center) that will be inaugurated in the first semester of 2016, with the objective to offer sports by means of a skating-rink and a polysporting court. In the culture area it will be aggregated by a Library and the cultural presentations will be held at the Auditorium with the entire necessary infrastructure. It will also offer the services rendered at the Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) (Reference Center and Social Assistance) and a Telecenter to several activities. Is there any other point that you want to point out and that was not asked? I am very happy to be able in giving my contribution to my city. I wish that each ‘itapetiningano’ (native from Itapetininga) knows that I shall concentrate all my efforts to help our beloved Itapetininga to become the best place to live. ITAPETININGA-SP/BRAZIL CITY´S BOOK | 2016 15

[close]

Comments

no comments yet