Jornal Conecta Baixada - 7ª Edição

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Conecta Baixada - 7ª Edição

Popular Pages


p. 1

995-75-4545 www.conectabaixada.com.br 2016 BAIXADA FLUMINENSE 1 a 15 de Fevereiro ANO 2 - N° 7 - Distribuição gratuita A INFORMAÇÃO VAI ATÉ VOCÊ Rafael Antonio/Divulgação Já é Carnaval... Páginas 6 e 7 Lélio Neto/Conecta Baixada Escolas da Baixada fazem os arremates para a festa. Inocentes de B.Roxo canta Cacá Diegues e traz mulher Melão à frente da bateria ...mas nem tudo é folia Procurador Igor de Menezes diz que prefeito de Mesquita “remanejou” R$ 13 milhões do Fundo de Aposentadoria de Servidores. EM DEFESA DOS ANIMAIS DE NOVA IORQUE Página 3 MESQUITA MAIS PERTO DE UM JUDICIÁRIO INDEPEDENTE Projeto de lei em tramitação na Alerj propõe ao presidente do Tribunal de Justiça do Rio a implantação de Comarca do Poder Judiciário no município. É o que informa Davi de Castro na coluna Conexão Geral. A iniciativa surgiu após a posse da nova diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Nova Iguaçu, conforme o Conecta Baixada antecipou em dezembro passado. Página 5 Enquanto Mesquita interrompe o recolhimento de animais abandonados, Daniele Guerreiro, usa foto de carruagem nos EUA para criticar uso de cavaPágina 2 los em carroças IBGE ABRE 1.400 VAGAS TEMPORÁRIAS Inscrições vão até o dia 22 de fevereiro e há oportunidades para diversos cargos de níveis Médio e Superior, com salários de até R$ 7.166. Provas serão Página 4 em maio.

[close]

p. 2

OPINIÃO/GERAL 2 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Fevereiro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR JORGE MIRANDA jorge.miranda@conectabaixada.com.br Empresário Mesquitense ACESSO A INFORMAÇÕES DO INSS A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Camara dos deputados aprovou projeto que obriga os bancos o fornecerem gratuitamente aos correntistas, nos terminais de autoatendimento ou na internet, acesso aos extratos de informações cadastrais previdenciárias, como salários recebidos, contribuições recolhidas pelo empregador e vínculos empregatícios. Essas informações fazem parte do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), administrado pelo INSS. Os bancos terão 180 dias para adaptarem seus sistemas de informática à obrigação. UMA HISTÓRIA DE AMOR COM A CHATUBA Joguei muita bola nos campinhos da Chatuba quando garoto. O bairro que cresceu desordenado nas bordas do maciço de Gericinó sempre foi morada de gente batalhadora, mas sobretudo acolhedora. Como bem cantou Carlos Roberto de Oliveira, que nasceu em Mesquita quando a região ainda era distrito de Nova Iguaçu. Carlos ganhou fama como Dicró, o sambista e compositor que usava de humor para retratar as dificuldades dessa gente simples e trabalhadora. Quem não lembra dos versos da canção: “Preciso morar num lugar que ninguém perturba. Pra esquecidas até a aproonde eu vou amor? Ah ximação de uma nova vou morar na Chatuba”. eleição. Chega a dar Logo, a região vergonha oucortada pelos vir de gente A palavra rios Sarapuí e amiga as reda Cachoeira clamações soainda atraiu gente bre os polítivale tanto de toda a parte. cos, que vem quanto um O crescimento, e vão a cada contudo, não contrato quatro anos. aconteceu de lavrado em Para quem forma orgapreza a palacartório nizada. Culvra empenhapa em grande da, um aperto parte do poder público. de mão, sabe que isso Lembro de quando ga- não é coisa de homem. roto, a região sempre E para muitos na era visitada por políti- Chatuba, a palavra aincos, mas sempre às vés- da vale tanto quanto peras de eleições. um contrato lavrado Época de muitas pro- em cartório. Pena que messas, que logo são nem todos pensem da “ ” mesma forma. O resultado vem no descrédito, mesmo para quem respeita a palavra, como aprendi desde garoto. Sem assistência, os moradores da chatuba acabaram vendo a região se tornar um aglomerado de casas, com ruas esburacadas, sem pavimentação, redes de água e esgoto. Em meio a tanto abandono, o morador perde a credibilidade nos políticos, mas não a gentileza. E assim fui acolhido por muita gente que me viu crescer nos campinhos de pelada da Chatuba. Porque lá só tem gente boa, como cantou Dicró. DANIELE GUERREIRO E A CARRUAGEM DE N. IORQUE Deputada estadual usa foto de charrete nos EUA para comemorar lei que proíbe uso de animais para transporte Rodrigo Melo Reprodução/Facebook rodrigo.melo@conectabaixada.com.br Presidente da Comissão de Proteção aos Animais da Alerj, a deputada estadual Daniele Guerreiro comemorou, em uma rede social, a aprovação da lei que proíbe o uso de animais de tração para transporte de cargas ou pessoas. Porém, a deputada postou em seu perfil no Facebook uma “carriage”, de Nova Iorque. Abaixo do texto comemorativo de Daniele, um belo cavalo branco faz pose nas ruas de Nova Iorque. Na cidade mais populosa dos Estados Unidos, um passeio Em sua página no Facebook, a Deputada usou foto de charrete novaiorquina nessas charretes custa 33 dólares, aproximadamente 133 reais. Em Londres, outra cidade onde são comuns os passeios de carruagem, uma corrida pelo centro histórico custa em média 22 libras, aproximadamente 129 reais. Em uma matéria feita em dezembro de 2015 pelo Conecta Baixada, foi constatado que a prefeitura de Mesquita largou o projeto que tinha como objetivo cuidar de animais abandonados. Queimados Enquanto isso, a partir do dia 15 de fevereiro, as famosas charretes de Queimados, consideradas patrimônio histórico do município, serão proibidas de circular após a lei sancionada pelo governador Luiz Fernando Pezão, no dia 8 de janeiro. De acordo com o prefeito Queimados, Max Lemos, todos os 42 charreteiros serão realocados no mercado de trabalho. Mesmo sem o luxo de Nova Iorque ou Londres, um charreteiro de Queimados levava em torno de 50 pessoas por dia. Procurada, a deputada Daniele Guerreiro não se manifestou sobre o assunto.

[close]

p. 3

GERAL NEM TUDO É FOLIA 3 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Fevereiro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR AS CONTAS OCULTAS DE MESQUITA residente da Associação dos Procuradores Municipais de Mesquita (Aprome), Igor Silva de Menezes é formado em Direito, com especialização em Justiça Administrativa, e faz doutorado em Sociologia e Direito na Universidade Federal Fluminense (UFF). Procurador concursado na cidade, ele classifica como “neocoronelista” a postura adotada por prefeitos, que não diferenciam o público do privado. Em entrevista ao Conecta Baixada, ele diz faltar transparência à administração Gelsinho Guerreiro, que “remanejou” R$ 13 milhões do fundo de aposentadoria dos servidores do município. P Conecta Baixada - Qual é a real situação financeira de Mesquita? Procurador - É bem crítica. E isso se constata desde o final do primeiro ano desse governo. Não é fácil administrar um município com tantas demandas, mas é certo que algumas opções deveriam ser priorizadas pelo gestor. CB - O procurador municipal atua como um fiscal interno. Essa atribuição é respeitada? Procurador - Infelizmente, não. Somos nove procuradores de carreira (concursados), mas não temos acesso, por exemplo, a formulação de editais de licitações, o que contraria a lei. Essa falta de transparência, entretanto, não é uma singularidade de Mesquita. CB - E quanto a folha de pagamento? Procurador - Esse é um ponto que reflete um dos motivos da grave CB - Uma análise dos atos publicados pela prefeitura revela que há sempre informações complementares relacionadas a valores ou dados omitidos anteriormente... Procurador - Verificamos inconsistências e falhas no que tange ao cumprimento da Lei de Transparência pelo município. Como mencionamos anteriormente, a Aprome atua junto à administração, manejando diversos instrumentos e recomendando soluções para os problemas, que são solenemente ignorados. Exemplo disso é o deliberado descumprimento pelo atual Governo das recomendações feitas pelo Ministério Público Federal, direcionadas à alimentação do sítio eletrônico com informações que permitam uma gestão transparente dos recursos públicos. O fato é que, mesmo judicialmente, esse governo busca adiar o cumprimento desse dever. CB - E quanto à aprovação das contas pelo TCE? Procurador - As contas do governo, referentes ao ano de 2014, foram aprovadas com 26 ressalvas, incluindo a de que as falhas apontadas na prestação de contas não foram identificadas pelo controle interno do Município. A questão mais crítica é que a Controladoria Geral do Município é composta quase que integralmente de servidores comissionados, e a única auditora de carreira enfrenta graves problemas com a gestão. Para por fim ao problema, o TCE determinou que o setor de controle interno passe a atuar efetivamente no controle das finanças e contratações em Mesquita. O procurador revela as dificuldades impostas pela prefeitura no acesso às informações sobre gastos e licitações crise financeira vivida por Mesquita. Os poucos dados obtidos pela Aprome demonstram um inchaço da máquina pública, desmedido e sem justificativa. CB - Então não é possível dizer quanto a prefeitura gasta com a folha de pagamento? Procurador - Não, esses dados não são disponibilizados ao procuradores ou abertos à população, como prevê a Lei de Transparência. CB - O prefeito Gelsinho Guerreiro usou indevidamente recursos da previdência municipal? Procurador - Em primeiro lugar, a autarquia responsável pela previdência dos servidores não é presidida por um funcionário de carreira. O que contraria a lei e um parecer técnico entregue ao prefeito pelos procuradores. Sabemos apenas que repentinamente quase R$ 13 milhões foram “remanejados” do fundo de previdência. CB - A prefeitura tem dívidas com fornecedores? Procurador - Esse é outro tipo de informação que não é repassada aos procuradores, mas pelas notícias extraoficiais que recebemos, existe sim um grande volume de dívidas com fornecedores, que algumas vezes promovem cortes no fornecimento de insumos e prestação de serviços.

[close]

p. 4

EMPREGO IBGE ABRE 1.400 VAGAS PARA TEMPORÁRIOS Agência Brasil 4 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Fevereiro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR O Os aprovados terão todos os direitos trabalhistas garantidos por lei Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) está com inscrições abertas para 1.400 vagas temporárias para o Censo Agropecuário 2016. As inscrições vão até 22 de fevereiro pelo site da Fundação Cesgranrio (www. c e s g r a n r i o. o r g . b r ) . As provas estão previstas para o dia 22 de maio e a divulgação do resultado final para 14 de julho. Do total de vagas, 223 são para Analista Censitário e 700 para Agente Censitário Administrativo, distribuídas nas capitais dos 26 estados e no Distrito Federal; e 486 vagas para Agente Censitário Regional, em 459 municípios de 24 estados. Para todas as funções, há vagas reservadas a pessoas com deficiência e pessoas negras ou pardas. Os candidatos às vagas de Analista Censitário devem ter nível superior. Já para os cargos de Agente Censitário Administrativo e Agente Censitário Regional é necessário o Ensino Médio completo. A duração do contrato é de até 31 meses para Analista Censitário, com salário de R$ 7.166; de 22 meses para Agente Censitário Administrativo, com remuneração de R$ 1.560; e 16 meses para Agente Censitário Regional, que receberá R$ 3 mil. O contrato inclui ainda auxílio-alimentação e auxílio-transporte, assim como férias e 13º salário proporcionais. O contratado será avaliado mensalmente nos primeiros três meses e nos últimos três meses de trabalho. As renovações e rescisões dos contratos serão condicionadas ao cronograma da coleta de dados e aos resultados da avaliação de desempenho do contratado. O edital do processo seletivo pode ser consultado no portal do IBGE (www.ibge. gov.br). O valor da inscrição é de R$ 120 para a função de Analista Censitário; R$ 35,00 para a função de Agente Censitário Administrativo; e R$ 50,00 para a função de Agente Censitário Regional.

[close]

p. 5

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Fevereiro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 5 GERAL CONEXÃO GERAL Davi de Castro davi.castro@conectabaixada.com.br MESQUITA TERÁ SUA COMARCA JUDICIAL PRÓPRIA Lélio Neto/Conecta Baixada U “FIZ SIM” “Eu fiz, sim”, jura Montozo. Ele conta que na gestão do vereador Max Cavalcante fez parte da Mesa da Casa por quatro meses, em maio de 2013. “O Tribunal de Contas (TCE) aprovou as contas do Max. Veio o Nakan (Flávio) e o Duda (Carlos Eduardo). Eu fiz os mesmos pedidos”. m projeto de lei em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado (Alerj), propõe ao presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho, a devolução do Poder Judiciário de Mesquita ao seu próprio Fórum. Com isso, o município terá as varas Cível, de Família e Criminal, além do Juizado Especial Cível. A iniciativa é do deputado André Ceciliano, com acompanhamento do jurista Paulo Cesar Cunha, assessor especial de politicas institucionais da OAB de Nova Iguaçu. A medida tem apoio de vários empresários locais, entre eles Jorge Miranda. ROGÉRIO LISBOA Tudo indica que Rogério Lisboa, deputado estadual do PR, já está em paz com o presidente regional do partido, Anthony Garotinho. Candidatíssimo a prefeito de Nova Iguaçu, dia 25 ele reuniu dezenas de pré-candidatos a vereador para instruções sobre uso de internet na campanha. O AVANÇO A Comarca foi criada em 2001 pelo poder político e prestígio pessoal do prefeito José Montes Paixão. Esse título é uma espécie de selo de independência politica, administrativa e judiciária. Mas, com a morte de Paixão, a Comarca não foi instalada por falta de iniciativa dos sucessores. O RETROCESSO No governo de Gelsinho Guerreiro, o retrocesso foi ainda maior. Mesquita voltou a depender de Nova Iguaçu, como antes da emancipação. Jorge Rosemberg, atual presidente da OAB-NI, e o vice prefeito Waltinho Paixão protestaram na porta do Fórum. CAPENGA Como o ex-prefeito Artur Messias ignorou a situação e o atual, Gelsinho, jogou a pá de cal, Mesquita se tornou o único município do Brasil que é emancipado, mas não tem poder judiciário independente. Ou seja, uma emancipação capenga, limitada. QUEM DIRIA... Acredite se quiser. Dennis Dauttman (PCdoB) prefeito de Belford Roxo, pode abrir mão da reeleição para apoiar a candidatura do ex-prefeito Alcides Rolim. Empresário do ramo de confecções, Dauttman não obteve o mesmo sucesso na administração pública. SUSPEITAS DE FANTASMAS E NEPOTISMO NA CÂMARA Suspeitas de funcionários fantasma e nepotismo (emprego de parentes de vereadores), segundo o vereador Gilmar Montozo (PSC), o levaram a protocolar requerimento para saber como e onde a Câmara gasta os pouco mais de R$ 7 milhões que recebe do município. Ricardo Fried, presidente da Casa, ironizou. “Achei interessante os pedidos. Serão analisados e respondidos. Só gostaria de saber por que ele não fez isso quando era da Mesa da Câmara, se de lá pra cá nada mudou?”.

[close]

p. 6

CARNAVAL Rafael Antonio/Divulgação caindo na folia 6 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Fevereiro BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Fevereiro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 7 CARNAVAL Escolas de samba e blocos da Baixada se preparam para fazer bonito nos dias de reinado de Momo entre o Pas de Deux da frança medieval com a dança de quadrilha das festas juninas brasileiras. Inocentes de Belford Roxo Um Oscar será entregue ao cineasta Carlos (Cacá) Diegues na Marquês da Sapucaí, no sábado de Carnaval (6). A novidade será o “Grand Finale” da GRES Inocentes de Belford Roxo, terceira escola a desfilar pelo Grupo de Acesso A, que destrinchará na Avenida recortes da vida, obra e aspirações do cineasta. Segundo o carnavalesco Márcio Puluker, o enredo “Retratos de um Brasil em cena” vai garantir a permanência da escola no Grupo A. “A qualidade de nosso trabalho é incontestável. Mas a intenção mesmo é continuar na categoria. E manter a Inocentes desfilando na Sapucaí em 2017 será resultado de nosso esforço e amor”, disse. E para homenagear o alagoano, Puluker revela que o desfile terá muitas surpresas, inclusive para o próprio homenageado. Ele conta que a apresentação foi dividida em quatro setores, e cada um representa um detalhe da personalidade do cineasta. A agremiação abre seu desfile com o abre-alas Vida de Cinema. Com quatro gruas giratórias e personagens folclóricos de Alagoas, a escola pretende sintetizar para os jurados o início da carreira de Cacá. Já os carros ‘Mulheres retratadas nas películas de Cacá’ e ‘Negritude em cartaz’ vão fazer os foliões viajarem no tempo e relembrarem personagens e cenários que marcaram época como Xica da Silva, Tieta do Agreste, Ganga Zumba e os Quilombos. A expectativa de Cacá Diegues só aumenta com os últimos preparativos da escola. Ele, que acompanhou de perto a produção das alegorias e fantasias, ficou surpreso com a entrega do Oscar do Samba. E vai ser no último carro, o ‘Oscar’, que acontecerá a representação da cerimônia de entrega do prêmio. Segundo o carnavalesco, a ideia do enredo foi aprovada por unanimidade por todos os setores da Inocentes de Belford Roxo. “Cacá é referência no cinema brasileiro. Mesmo com suas obras rodando pelo mundo, ele nunca ganhou um Oscar. E olha, que ele merece e muito. Por isso, a escola resolveu entregar a ele o Oscar do Samba”, explicou Puluker. Já o cineasta se disse emocionado:”Estou me sentindo muito honrado. Essa foi, sem dúvida, a homenagem mais linda que já recebi. Estou impressionado com a capacidade deles. Conseguiram transformar minhas ideias em Carnaval”. Animada para sua estréia como Rainha de Bateria da Inocentes de Belford Roxo, Renata Frisson, a Mulher Melão, comenta que ficou impressionada com a comunidade Belforroxense e garante que vai fazer bonito na Sapucaí. “Podem ter certeza que a inocência ficará de lado na Avenida. Vamos arrasar”, garantiu a modelo. Leão de Nova Iguaçu Na Leão de Nova Iguaçu, campeã em 2015 no grupo C, com o enredo “ Da força de Zumbi à raça de Mandela”, não é diferente e mesmo de forma tímida, dentro das possibilidades financeiras, a escola se entrega para fazer um bonito espetáculo na passarela do samba, no dia 9 de fevereiro, a partir das 21h, na Estrada Intendentes Magalhães. Segundo William Fernandes, diretor de imprensa da Leão de Nova Iguaçu, ritmistas, passistas e demais membros estão varando as madrugadas confeccionando alegorias e fantasias e já estão com 75% dos trabalhos concluídos. “Somos em 800 figurantes. Estamos trabalhando dia e noite sem parar”, revela. De acordo com o carnavalesco da escola, Cid Carvalho, dentro de um contexto geral, a escola mostrará o brilho no Bra- Leilane Oliveira leilane.oliveira@conectabaixada.com.br Marcelle Bappersi O Carnaval já começou na Baixada Fluminense. A região que é berço de grandes sambistas e de algumas das mais importantes agremiações, como a Acadêmicos do Grande Rio, de Duque de Caxias, e a Beija Flor, de Nilópolis, representantes da Baixada no Grupo Especial. Os destaques da Baixada neste Carnaval, porém, não estão no Grupo Especial, mas prometem fazer Desfiles com D Maiúsculo. A Inocentes de Belford Roxo vai cantar as aventuras de um dos maiores cineastas do País: Cacá Diegues, autor de obras primas da Sétima Arte, como Bye Bye Brasil e Tieta do Agreste. Já a Leões de Nova Iguaçu, campeã em 2015 no grupo C, com o enredo “Da força de Zumbi à raça de Mandela”, vai levar para a Avenida Intendente Magalhães a criativa mistura Lélio Neto/Conecta Baixa Blocos de Mesquita Colibri Cores: Verde e Vermelho Devanir Rafael Alves: Carnavalesco e Presidente Rainha de Bateria: Martinha Enredo 2016: Paralimpíadas: Espírito em movimento O bloco de sábado, dia 13, no Grupo E Chatuba de Mesquita Cores: Verde e Branca Carnavalesco: Ricardo Paulinho Presidente: Natalino Augusto Rainha: Ísis Figueiredo Enredo: A saga de um Guerreiro cujo o peito é incrustado de aço Data, Local e Ordem de Desfile : 1ª Escola de 07/02/16, Domingo Estrada Intendente Magalhães Festa: O Bloco Chaparral completa 51 anos e comemorou com uma grande festa, no dia 30 de janeiro, no Tênis Clube de Mesquita, com a presença de personalidades, fundadores e foliões. Parabéns, Chaparral! O cineasta Cacá Diegues será o grande homenageado da Inocentes Divulgação marcelle.bappersi@conectabaixada.com.br sil. O Arraiá, os costumes, as comidas, bebidas, quadrilha etc. Segundo o William, com o tema `Pas de Dance. Hoje tem festa no arraiá´, o enredo traz a simbolização das tradicionais festas juninas. Ele diz ainda que a escola levará para a avenida 17 alas, dois casais de mestre-sala e porta-bandeira, um carro de 14 metros, o maior da avenida, além da bateria com 120 integrantes. “O carro será dividido em três partes: o luxo da frança, o sertão e uma terceiro, que é surpresa. Também iremos prestar homenagem a três santos: São Pedro, São João e Santo Antonio. Nosso país é abençoado por Deus e bonito por natureza… Vamos expor isso e engrandecer o que temos”, ressalta William.

[close]

p. 7

EMPREENDEDORISMO REAJUSTE 8 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Fevereiro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR VIDA DE UM EMPREENDEDOR Jorge Eduardo jorge.eduardo@conectabaixada.com.br TAXA DE CONTRIBUÇÃO DO MEI FICA MAIS CARA A PARTIR DE FEVEREIRO Divulgação COMO É A VIDA DE UM EMPREENDEDOR? Hoje eu falaria sobre um movimento empresarial conhecido como “pivotar”, mas tive que parar o texto para ir ao treino de Taekwondo. É um treino com muitos exercícios e, sinceramente, bem sofrido. Mesmo assim o resultado é compensador. E hoje tive uma surpresa quando meu Professor William Lins falou sobre os benefícios do sacrifício durante o treino e de todas as recompensas que o esforço pode trazer. Durante sua fala, minha mente fez uma viagem ao meu passado e me lembrei das vezes que errei, fechei um negócio e do quanto me esforcei para construir minha carreira. Foi então que decidi escrever esse texto falando diretamente com aqueles que estão pretendendo abrir a primeira empresa. Amigo, prepare-se, pois essa jornada é uma aventura, como as dos melhores filmes de ação. Ela é apaixonante, desafiadora, cheia de armadilhas, mas muito gratificante. A diferença é que nem sempre tem o final que imaginamos. Se você está querendo empreender para se livrar do seu chefe, ou porque acha que trabalhará pouco ou até que vai ficar rico de cara, não sabe nada sobre empreendedorismo. Mesmo assim, boa sorte! Empreendedorismo é para os fortes, para quem está acostumado a superar seus limites. Talvez, por isso, o atleta e o empreendedor tenham muito em comum, inclusive no conceito formado pela sociedade. Quem vê um grande empresário ou um medalhista olímpico conhece só as suas vitórias ou suas histórias marcantes e deixam de lado o dia a dia dos treinos, repetições, contas ou estudos. Você pode até ter tino empreendedor, ganhar dinheiro rápido ou ser o próximo Steve Jobs. Mas pelos meus 10 anos de experiência e por todos os empreendedores que conheci, você vai ter que ralar muito, estudar demais, acumular funções e fazer escolhas muito difíceis, que para muitos parecem loucura. Contudo, se você conseguir passar por todos esses desafios, aprender com seus erros e derrotas, encarar os problemas de frente, pode ter certeza que a recompensa pelos seus esforços será muito melhor do que você ousava imaginar. Sucesso e Shijak! O boleto para pagamento da contribuição já virá com aumento e deverá ser pago até o dia 20 C om o aumento do salário mínimo, o microempreendedor individual (MEI) terá um novo valor mensal a ser pago em boleto. O Documento de Arrecadação Simplificada (DAS) passa a corresponder ao valor fixo mensal de R$ 45 (Comércio ou Indústria), R$ 49 (prestação de Serviços) ou R$ 50 (Comércio e Serviços). O reajuste já passa a valer no boleto de fevereiro. O cálculo do DAS corresponde a 5% do salário mínimo, a título da Contribuição para a Seguridade Social, mais R$ 1 de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e/ ou R$ 5 de Imposto sobre Serviços (ISS). Por meio do site da Receita Federal é possível acessar e imprimir os boletos para pagamento. O pagamento mensal dos tributos devidos WhatsApp 995-75-4545 na forma do MEI deve ser efetuado até dia 20 de cada mês, passando para o dia útil seguinte quando a data for final de semana ou feriado. Importante ressaltar que o MEI não é obrigado a se filiar a nenhuma instituição ou pagar boletos enviados pelo correio, e-mail ou SMS por instituições, associações e/ou sindicatos. As dúvidas podem ser esclarecidas na Central de Relacionamento Sebrae, no telefone 0800 570 0800, ou pelo site da instituição. O microempreendedor individual tem como uma das obrigações o preenchimento e envio da Declaração Anual Simplificada (DASN), a partir de 1º de janeiro de 2016, referente ao ano-calendário anterior. Nela, o MEI precisa informar itens como o seu faturamento anual (Receita Bruta Total), valor das receitas referentes a comércio, indústria ou serviço intermunicipal e se houve contratação de funcionário. O prazo legal para apresentar a Declaração Anual é 31 de maio, a ser preenchida no site da Receita Federal.

[close]

p. 8

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Fevereiro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 9 RELIGIÃO E FÉ PROFESSOR CLÁUDIO DUARTE evangelho@conectabaixada.com.br O CRISTÃO E A POLÍTICA ¨Quando os justos governam, alegra-se o povo; mas quando o ímpio domina, o povo geme ¨( Provérbios 29:2). Desde o Antigo Testamento, através da atuação corajosa de vários profetas, e também de Moisés e Davi, apenas para ficar nestes, e com as muitas exortações feitas através da Bíblia por João Batista e Paulo, além do nosso próprio Mestre e Senhor, Jesus Cristo, cristãos, homens e mulheres de Deus, se envolvem com POLÍTICA. Jamais o que hoje se chama de política, que é a das negociatas, das transações espúrias, dos conchavos, da permissividade moral e ética, e das inúmeras safadezas e canalhices humanas. A POLÍTICA é um instrumento criado também por Deus para trazer bem estar, justiça e equidade para o ser humano, principalmente àqueles mais pobres e necessitados, e nós, como povo escolhido por Deus, propriedade exclusiva de Jesus, precisamos gritar um contundente NÃO às falcatruas, e ao roubo e corrupção descaradas e desenfreadas com dinheiro público, que é de todos e para todos. Não podemos ter qualquer pudor, embora sempre usando de linguagem moderada e sadia, porém firme, de denunciar desmandos, roubos, e malversação de dinheiro público de todos os governantes e seus prepostos. Precisamos dizer um sonoro NÃO ás pressões de segmentos partidários ou não que querem legitimar o aborto, aprovar o casamento homossexual, e jamais nos conformar com o estado lastimável e imoral em que se encontram a Saúde, a Educação, a Segurança e o Saneamento básico em todas as esferas de governo, federal, estadual e municipal. Que nós, cristãos evangélicos, sejam os que fazem leis, ou que fiscalizam as leis, ou os que elegemos nossos representantes através do voto, não nos esqueçamos de nossas responsabilidades para com nossa cidade, com nosso Estado, com nosso País, e, fundamentalmente, com o Reino a que pertencemos e com nosso próximo.É sempre oportuno lembrar o pensamento de um pastor combativo e eminente que foi Martin Luther King, que afirmou: ¨quem aceita o mal sem protestar, coopera com ele¨. Cristãos evangélicos, nós temos responsabilidade com este tempo e com as pessoas que vivem neste tempo! O QUE VAI PELAS IGREJAS: Às sextas feiras, às 19 e 30, acontece o Culto de Ensino da Palavra na Assembleia de Deus Ministério Semeai e Colhei, localizada na rua Batista das Neves, 949, Chatuba, Mesquita. Sempre às 10 e 30 e 19 e 30, aos domingos, acontecem os Cultos de Louvor e Adoração à Deus na Primeira Igreja Batista de Mesquita, na rua Paraná, 224, centro de Mesquita. Mande para nossa coluna a programação e eventos de sua igreja, e divulgaremos GRATUITAMENTE. O endereço do e-mail é claudio.duarte@conectabaixada.com.br

[close]

p. 9

COMPORTAMENTO/CULTURA SEBO VIRTUAL 10 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Fevereiro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR DIVIDINDO SONHOS E CONHECIMENTO Casal em Mesquita cria site que já vendeu vendeu mais de 2.500 livros usados Renato Ferreira/Conecta Baixada AGENDA Sesc N. Iguaçu Endereço: Rua Dom Adriano Hipólito, 10 - Moquetá Telefone: (21) 2797-3001 Após a criação do sebo on line, a casa de Laís e Renato acabou se transformando numa biblioteca Leilane Oliveira leilane.oliveira@conectabaixada.com.br N o início de março de 2012, Laís Fernandes, de 25 anos, chegou em casa desiludida com a profissão de jornalista. Depois de uma conversa com o então namorado, o militar Renato Martins, de 27, decidiu que precisava investir em algo diferente, num sonho em comum. Foi daí que nasceu o “Sebolinha”, com S mesmo, um sebo virtual, que em pouco mais de três anos já vendeu 2.500 livros usados. Abrir uma livraria sempre foi o sonho da jornalista e do militar, ambos moradores de Mesquita. A falta de recursos, contudo, era o maior obstáculo à concretização do desejo em comum. Foi quando a mãe de Laís veio com a ideia genial: “Por que vocês não fazem um sebo virtual?” A resposta à pergunta foi o Sebolinha Livros & Revista - nome que une Sebo com o personagem da Turma da Mônica, pois a mãe de Laís, troca o ‘R’ pelo ‘L ’. Os livros vendidos pelo sebo virtual foram reunidos a partir de doações de amigos. Em pouco mais de 15 dias, o casal conseguiu mais de 300 exemplares. “Já vendemos diversos livros, para vários lugares, até para o Acre. Meu sonho agora é vender para fora do Brasil. Até pessoas que não conhecemos ligam para doar ou vender livros. Quem doa tem 50% de desconto na compra de outra edição. Já temos 1.700 exemplares cadastrados”, diz Laís. Os livros ficam guardados em 10 estantes em um quarto de sua casa. O casal que está junto a cinco anos passa os fins de semana cadastrando os exemplares. Durante a semana, eles recortam os marcadores de livros com logomarca do Sebolinha dentro do trem e no intervalo do quartel. A mãe de Renato ajuda despachando as vendas pelo correio. “Já vendemos uns 2.500 livros para o Brasil todo, até para o Acre. O preço dos livros varia de R$ 5 a R$ 20”, diz. Além da venda pela internet, Laís e Renato montam um estante do Sebolinha em alguns eventos, como na sessão bimensalmente no Cineclube em Getúlio, Nova Iguaçu. “Queremos montar uma loja física com café dentro e pensamos em nos dedicar totalmente ao Sebolinha. Mas esse futuro é talvez daqui a alguns anos, pois os alugueis de loja está muito caro”, diz Laís. Sebolinha na internet Instagram: sebolinhalivroserevistas Facebook: ebolinhaLivroseRevistas WordPress: sebolinhalivros Carnaval JP SILVA E PICADA DE PRIMEIRA 6/2 - Junto ao bloco Picada de Primeira, uma grande festa de carnaval e MPB. 16h às 18h. Grátis. Livre. BLOCO CARNAVALESCO DO COLETIVO PERNALTA 7/2 - Do alto de suas pernas-de-pau, músicos e brincantes convidam o público a participar de sua folia, com marchinhas e músicas de carnaval. 16h às 18h. Grátis. Livre. SÓ DAMAS 13/2 - Com repertório com o mais puro samba carioca, as meninas já realizaram diversas aberturas de shows de grandes nomes da MPB. 14h às 16h. Grátis. Livre. Exposições O SAMBA É MEU DOM 2 a 9/2 - A mostra fotográfica traz de forma rica e contextualizada momentos e vivências registradas do gênero. 9h às 20h. Domingo, até 18h. Fechado dia 8. Grátis. Livre. Infantil O MENINO DAS MARCHINHAS 14 e 21/2 - Pense numa marchinha de Carnaval. Pense numa música de festa junina. Pense numa canção clássica de historinha infantil. Com certeza você pensou em pelo menos uma obra de Braguinha! 16h às 17h. R$ 2 (assoc. Sesc), R$ 4 (meia-entrada), R$ 8. Livre.

[close]

p. 10

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Fevereiro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 11 PASSATEMPO EXPEDIENTE: Presidente: Ricardo Lucena Consultor Editorial: Sérgio Ramalho Coordenador Editorial: Marco Antonio Canosa Projeto Gráfico : Daniel Souza e Renato Ferreira Diagramação: Renato Ferreira Tecnologia: Ronald Henrique Tiragem: 20 mil exemplares Distribuição Gratuita Edição Quinzenal Impressão: NewsTech - (21) 3552-0580 O Jornal Conecta Baixada não se responsabiliza pelas opiniões emitidas por colunistas e colaboradores. Redação: Rua Dr. Mário Guimarães . Nº 428, SL. 308 . Centro, CEP: 26255-230, Nova Iguaçu, RJ. Tel: (21) 3765-3423 Comercial: (21) 3765 3423 WhatsApp: 995-75-4545 Email: contato@conectabaixada.com.br

[close]

p. 11

ESPORTES SUPERAÇÃO PARA VENCER 12 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Fevereiro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR MÚSCULOS DE MESQUITA GANHAM O MUNDO Sem patrocínio, fisiculturista Caio Vinícius conquista medalha de bronze no mundial da Tailândia Rodrigo Melo rodrigo.melo@conectabaixada.com.br Divulgação C aio Vinícius, aos 24 anos, já tem um currículo no esporte de dar inveja em muitos veteranos. O fisiculturista de Mesquita é bicampeão brasileiro e carioca em Bodybuilding. O atleta passou perto da carreira militar, mas interrompeu o sonho de criança para mudar radicalmente o estilo de vida. Em apenas um ano de treinamento, Caio já disputava campeonatos regionais e, após uma vitória no campeonato nacional, garantiu uma vaga no mundial em Bangkok, Tailândia. Sem nenhum patrocinador, Caio, aos 21 anos, embarcava para Tailândia com o objetivo de fazer história no esporte. Sozinho na viagem e sem falar inglês, o mesquitense conseguiu o terceiro lugar na categoria “Bodybuilding Junior” até 75kg. “Minha evolução foi muito rápida. Os resultados começaram a aparecer com apenas um ano de treino. Acabei me tornando apaixonado por musculação e decidi competir. Fui campeão brasileiro em 2012 e fui para o mundial sem apoio algum. Não tinha patrocinador e nem sabia falar inglês. Mesmo assim, com bastante treino e foco, consegui a terceira colocação”, afirmou o fisiculturista. Após o resultado positivo, Caio conseguiu um patrocinador do ramo de suplementos e uma bolsa atleta do governo federal durante um ano. Sabendo disso, o bodybuilder desabafa sobre a situação e as dificuldades dos atletas que competem nesse esporte. “A falta de interesse das empresas em ajudar atletas em potencial é lamentável. Atualmente, os brasileiros não possuem maior visibilidade para o mundo por falta de investimento. É preciso ter uma mente forte e determinada para se manter nesse esporte. Você precisa acreditar em si e provar com resultados do que você é capaz. Paralelo a isso, uma dieta totalmente diferente do que sua família está acostumada a ver. Nada de curtição em boates e bebidas alcoólicas”, garante o campeão. Com uma rotina agitada, o esportista trabalha com preparação de atletas para competições, faz faculdade de educação física e participa de campeonatos nacionais. “Minha fonte de renda atual é fazer preparação para quem quer competir e também para quem quer mudar o corpo. Faço a consultoria desses futuros atletas”, finalizou. Títulos Campeão Sul-americano 3° Lugar no Mundial Bi campeão Carioca Bi campeão Brasileiro 2° lugar no Brasileiro 2015 Além de participar de competições, Caio dá consultoria para outros atletas. “Nada de curtição em boates e bebidas alcoólicas”, aconselha o campeão

[close]

Comments

no comments yet