Boletim Associação de Empresários de Quarteira e Vilamoura - Janeiro

 

Embed or link this publication

Description

boletim informativo janeiro

Popular Pages


p. 1

Boletim do Empresário AEQV Volume 1, Edição 1 Janeiro de 2016 Mensagem de Ano Novo do Presidente da Direção da AEQV A Associação de Empresários de Quarteira e Vilamoura—AEQV, pretende contribuir para uma maior visibilidade do trabalho dos empresários, nomeadamente com ênfase para a sua contribuição fundamental para o progresso da comunidade. Neste novo ano, é pretensão da Direção da AEQV lançar alguns projetos importantes para os empresários, associados e futuros aderentes, de modo a melhorar a relação destes com a sua associação. A AEQV está ao serviço de todos os empresários, e naturalmente ao serviço da comunidade, pois é esta que proporciona as melhores condições de crescimento e de reciprocidade. Há fundos europeus disponíveis para investimento ou formação profissional, caso seja enquadrável, deve contactar os nossos serviços de modo a apreciar as condições e avançar. O ano de 2016 será tão positivo quanto o empenho que colocarmos no nosso trabalho. João Guerreiro, Presidente da Direção da AEQV Pontos de interesse especiais:  Mensagem de ano Novo do Presidente  Empreendedorismo nas Escolas—Quarteira  Atualização Remuneração Mínima Mensal 2016  Portugal 2020  Novos prazos de entrega do IRS de 2016 Marina de Vilamoura premiada como Marina Internacional de 2016 A Marina de Vilamoura, recebeu a 14 de janeiro de 2016 em Londres o prémio de Marina Melhor Internacional do ano 2016, pela The Yacht Harbour Association. O galardão foi recebido com orgulho, mas também com maturidade, pela diretora da Marina de Vilamoura, Isolete Correia. Os novos proprietários da empresa detentora de Vilamoura, vêm imprimindo uma nova dinâmica, com outra ambição, fazendo-se notar nos vários projectos já em curso, com destaque para a Marina de Vilamoura. Esta será alvo de uma forte remodelação já no final deste ano. A renovação de Vilamoura já está em curso, com destaque para a imagem. Já está a decorrer a implementação de planos de animação, de redefinição do conceito, em busca do mercado de luxo. Buscam-se consumidores de hábitos de segmento alto e muito alto. Estão a ser aplicados investimentos anunciados para chegar aos mil milhões de euros.

[close]

p. 2

Página 2 Boletim do Empresário AEQV Empreendedorismo nas escolas de Quarteira A AEQV, em parceria com os agrupamentos de escolas Laura Ayres e D. Dinis, respectivas Associações de Pais e Câmara Municipal de Loulé, está a realizar durante os primeiros meses de 2016 uma série de actividades sobre empreendedorismo com os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Os objectivos destas atividades passam por estimular as crianças para agir de forma empreendedora, fomentar competências-chave de um perfil empreendedor nas crianças e proporcionar aprendizagens num ambiente experimental, de reflexão e trabalho conjunto. Entendemos que a educação para o empreendedorismo nas camadas jovens passa, não só, pelos estabelecimentos de ensino, como também por instituições como a AEQV. Trata-se de um investimento para o futuro, através da qual se pretende formar cidadãos mais participativos e com espírito de liderança, comprometimento e capacidade de agarrar oportunidades de negócio. “estimular as crianças para agir de forma empreendedora” “ Todos os associados terão a possibilidade de identificar, perante a AEQV, as necessidades de formação dos seus quadros de pessoal e dar resposta a esta imposição legal.” AEQV— Formação Profissional Com o intuito de defender e representar os interesses dos associados, a Associação de Empresários de Quarteira e Vilamoura iniciou, em Novembro, o trabalho de preparação para o processo de certificação da AEQV como entidade formadora. Com efeito, submetido e aprovado o pedido junto da DGERT— Direção Geral do Emprego e das Relações de Trabalho, teremos ao dispor dos associados um conjunto de acções de formação para os seus colaboradores. Esta medida permitirá dar resposta à legislação laboral atual, que impõe à entidade patronal proporcionar a cada trabalhador um total de 35h de formação a cada dois anos. Durante os primeiros meses de 2016 será feito um contato com todos os associados no sentido de recolher as necessidades formativas dos colaboradores dos vários empresários. Todos os associados terão a possibilidade de identificar, perante a AEQV, as necessidades de formação dos seus quadros de pessoal e dar resposta a esta imposição legal. Atualização da Remuneração Mínima Mensal 2016 Com efeitos desde 1 de janeiro de 2016, foi actualizado o valor da Retribuição Mínima Mensal Garantida (RMMG) de 505€ para 530€. A medida foi publicada em Diário da República, Decreto-Lei nº 254 A/2015, de 31 de dezembro. O Governo justificou esta iniciativa com a necessidade de «Aumentar o rendimento disponível das famílias para relançar a economia». Considera-se pertinente a nota informativa sobre este assunto, uma vez que a Retribuição Mínima Mensal Garantida (RMMG) constitui um importante referencial do mercado de emprego, quer na perspetiva do trabalho digno e da coesão social, quer da competitividade e sustentabilidade das empresas. Poderá consultar a informação em: https://dre.pt/application/ file/72997067 .

[close]

p. 3

Volume 1, Edição 1 Página 3 Portugal 2020 – O que é? Qual o interesse para os empresários? Trata-se do Acordo de Parceria adotado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de Investimento Europeus (FEDER, Fundo de Coesão, FSE, FEADER e FEAMP) no qual se definem os princípios de programação que consagram a política de desenvolvimento económico, social e territorial para promover, em Portugal, entre 2014 e 2020. Estes princípios de programação estão alinhados com o crescimento inteligente, sustentável e inclusivo, prosseguindo a Estratégia Europa 2020. Portugal vai receber 25 mil milhões de euros até 2020, para tal definiu os objetivos temáticos para estimular o crescimento e a criação de emprego, as intervenções necessárias para os concretizar e as realizações e os resultados esperados com estes financiamentos. Estímulo à produção de bens e serviços transacionáveis; Incremento das exportações; Transferência de resultados do sistema científico para o tecido produtivo; Cumprimento da escolaridade obrigatória até aos 18 anos; Redução dos níveis de abandono escolar precoce; Integração das pessoas em risco de pobreza e combate à exclusão social; Promoção do desenvolvimento sustentável, numa óptica de eficiência no uso dos recursos; Reforço da coesão territorial, particularmente nas cidades e em zonas de baixa densidade; Racionalização, modernização e capacitação da Administração Pública, são os principais objetivos das políticas a prosseguir no Portugal2020. Mais informações: contacte a AEQV e visite o site https:// www.portugal2020.pt/Portal2020 Sugestões de Leitura AEQV Com a pretensão de contribuir para o acesso a informação sobre sugestões de leitura interessantes na atividade empresarial dos mais variados sectores, a AEQV passa a divulgar publicações aos seus associados. Nesta edição do Boletim AEQV, a nossa escolha recai sobre FERRAMENTAS DE COMUNICAÇÃO PARA GESTORES, da editora Lidel. Nos dias de hoje a comunicação é uma inevitabilidade de qualquer empresa e transversal a todos os setores, quer a nível interno quer externo. Torna -se, portanto, imprescindível que os gestores modernos compreendam as suas engrenagens, a sua arquitetura e o funcionamento e interligação das diversas áreas que a compõem. Esta obra foi pensada justamente para os gestores que, não tendo de ser peritos na matéria, precisam de possuir algumas noções do vasto espetro da comunicação, bem como de conhecer as últimas tendências desta atividade cada vez mais sofisticada e em permanente evolução. Ferramentas de Comunicação para Gestores abrange, de um modo simples e com uma linguagem acessível, os mais diversos domínios da interlocução desde a comunicação interpessoal à empresarial, passando pelas áreas mais específicas, onde se espera da parte de qualquer líder uma intervenção de primeira linha, por exemplo, no que respeita à gestão de crises e às relações com os poderes políticos – relações institucionais/lóbi. Este livro dá-nos respostas gerais, globais, práticas e acessíveis a estes desafios tão simples e simultaneamente tão importantes na nossa afirmação pessoal e profissional. De dentro para Fora— Associados da AEQV A Garvetur S.A. é uma empresa do ramo imobiliário fundada em 1983, sediada em Vilamoura, e é a associada nº3 da Associação de Empresários de Quarteira e Vilamoura (AEQV), desde 12 de abril de 1997. A Garvetur criou uma abordagem inovadora em Portugal, ao intervir em todo o ciclo de investimento nas vertentes imobiliária e turística, aposta consolidada com a criação da Enolagest, SGPS, que congrega 38 associadas, o que permite à empresa, líder do Grupo, desenvolver sinergias e um know how direcionado para um padrão de serviço exclusivo. A empresa oferece assessoria global de serviços na comercialização de empreendimentos habitacionais, aldeamentos turísticos, lotes de terreno, imóveis para negócio, cooperando com vários grupos empresariais, operadores nacionais, internacionais e rede de agentes, nos segmentos residencial e turístico, prestando serviços de valor acrescentado, nos segmentos premium e trading imobiliário, ao trabalhar com projectos exclusivos que criam oportunidades únicas de investimento. Tendo o Algarve como mercado de oferta prioritário, a Garvetur possui delegações na maioria das cidades algarvias e expandiu a sua oferta a todo o país em 2014 tendo ainda consolidado a sua presença em Lisboa em 2000.A nível internacional a Garvetur está representada no Brasil, nos Estados Unidos da América e na Europa Reinaldo Teixeira é o Presidente do Conselho de Administração da empresa e é também Presidente da Mesa da Assembleia Geral nos corpos sociais da Associação de Empresários de Quarteira e Vilamoura.

[close]

p. 4

Novos prazos de entrega do IRS 2016 ASSOCIAÇÃO DE EMPRESÁRIOS DE QUARTEIRA E VILAMOURA R. D. João V - CC Miravila loja 4 8125-207 Quarteira Tel/Fax: 289 312 698 Correio electrónico: quarteira.vilamoura.aeqv@gmail .com A entrada em vigor da reforma do IRS introduziu algumas diferenças relativamente a 2015. Entre elas encontram-se as datas de entrega da declaração de rendimentos. Assim, de 15 de março a 15 de abril é a data em que todos os portugueses que tiveram rendimentos de trabalho dependente, ou que receberam pensões, devem proceder à entrega da declaração de IRS, independentemente se esta é feita em papel ou online. Já para os que tiveram rendimentos provenientes de trabalho independente, praticado um ato isolado, ou que tenham rendimentos prediais e outros, têm de submeter a respetiva declaração entre os dias 16 de abril e 16 de maio. Outras datas importantes a reter Até 15 de fevereiro poderá consultar, registar e confirmar as suas faturas no Portal das Finanças. Para o efeito, deverá registar-se com o seu Número de Identificação fiscal e respetiva senha de acesso válida. Este procedimento é aplicável para cada titular de despesas, incluindo os dependentes. Já para consultar e reclamar as despesas que foram comunicadas à Autoridade Tributária, tenha atenção ao período compreendido entre os dias 1 e 15 de março. Nesta data deverá verificar, por cada titular, as despesas consideradas para efeitos de dedução à coleta e confirmá-las nos respetivos setores, como despesas gerais familiares, despesas de saúde, despesas de formação e educação, encargos com imóveis para habitação permanente, IVA pela exigência de fatura e encargos com lares. Em caso de alguma desconformidade reclame. Se tiver imposto a receber, a liquidação deve ser efectuada até 31 de julho. Já se tiver de pagar imposto, o prazo é 31 de agosto. Se por lapso entregar a declaração de IRS fora de prazo, Estamos no Facebook: Aeqv Associação Empresários saiba que tem até 30 de dezembro para regularizar a situação contributiva. Publicação patrocinada por: Pizzaria Bocca della Verità Rua da Botelha, Urb. Delta Marina nº 4 8125– Vilamoura, 8125-448Quarteira . Telf: 289 388 938

[close]

Comments

no comments yet