Informa online 65

 

Embed or link this publication

Description

Informativo janeiro 2016

Popular Pages


p. 1

Informa online Informativo n° 65 | Janeiro - 2016 Notícias Gerais - JUSPREV fecha 2015 com rentabilidade positiva de 13,55% - Especialista defende planejamento financeiro para uma aposentadoria tranquila Educação Financeira e Previdenciária 4 dicas para ter dinheiro na aposentadoria. Você sabia? - Atualização dos dados cadastrais; - Contribuições básicas da JUSPREV têm novos valores. A melhor escolha para planejar seu futuro

[close]

p. 2

Notícias Gerais JUSPREV fecha 2015 com rentabilidade positiva de 13,55% Grande parte dos fundos de pensão brasileiros não têm o que comemorar quando o assunto é a rentabilidade acumulada em 2015. O ano que passou foi atípico por diversos fatores que influenciaram negativamente o desempenho dos investimentos da maioria das entidades que administram planos de previdência. Entretanto, em meio a um cenário de resultados inexpressivos, onde alguns fundos chegaram a registrar rentabilidades negativas, a JUSPREV conseguiu encerrar o ano com uma rentabilidade acumulada de 13,55% positivo. Este fato se deve principalmente devido o rigoroso cumprimento da seleção de ativos alinhados com as estratégias de longo prazo adotadas pela Entidade. Outro fator responsável pelo resultado positivo obtido pela carteira de investimentos da JUSPREV, foi a alocação mais conservadora e portanto mais concentrada em fundos de renda fixa que geram menor volatilidade para a carteira. Em relação ao ano de 2016, mesmo com a expectativa de um cenário econômico bastante difícil e pouco promissor, os gestores da JUSPREV acreditam que a cautelosa Política de Investimentos adotada pela entidade irá mais uma vez superar o provável baixo rendimento do mercado financeiro. A atual Política de Investimentos da entidade, aprovada no final de dezembro pelo Conselho Deliberativo, foi elaborada para buscar melhor rentabilidade e menor volatilidade para o PLANJUS, objetivando continuar apresentando bons resultados, trabalhando sempre para obter rentabilidades ainda melhores para os participantes da JUSPREV. Especialista defende planejamento financeiro para uma aposentadoria tranquila O mercado financeiro ainda é um mistério para a maioria da população. Como fazer, então, para acertar na hora de investir o dinheiro e projetar o futuro? O planejador financeiro Certified Financial Planner (CFP), José Leão Portela, da Ouro, explica que o essencial é buscar conhecimento. Isto significa que para aqueles que não têm tempo para estudar o cenário econômico ou não possuem aptidão para o assunto, o interessante é procurar empresas ou profissionais especializados na área. “Afinal, planejar é a base para o sucesso nas finanças”, disse Portela. Para o sucesso financeiro não é preciso ter grande patrimônio, mas sim se educar para lidar com o dinheiro. Nas empresas, por exemplo, tanto os colaboradores quanto os chefes devem se programar dentro de um orçamento preestabelecido. Portela questiona por que o mesmo não ocorre com as despesas pessoais. “Planejamento Financeiro Pessoal é uma ferramenta muito democrática. Todos nós, desde adolescentes, antes mesmo da faculdade, até chegar à melhor idade, precisamos fazê-lo para ter controle sobre nosso futuro. Porque hoje, tudo o que está à nossa volta envolve financeiro, envolve capital, envolve dinheiro, então você tem que estar preparado para lidar com isso”, comenta o profissional. DADOS A falta do planejamento pode interferir na etapa da vida que foi feita para o descanso. Pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2010 aponta que apenas 1% dos aposentados do país consegue manter o mesmo padrão de vida que tinha na época em que estava economicamente ativo. Destes, um percentual conta com auxílio da família e outro, continua trabalhando para honrar seus compromissos financeiros. Em poucas décadas, a situação deve ser muito pior. Isso porque atualmente, 80% da população está economicamente ativa e 20% não. A estimativa é de que em 2050, a maioria dos brasileiros, cerca de 60%, não esteja trabalhando, restando apenas 40% contribuindo para a economia. “Se hoje, as pessoas que estão na fase dos 25 aos 35 anos não se preocuparem com isso, como vai ser o processo de aposentadoria lá na frente? Vão ter uma aposentadoria muito pior do que atualmente se não se cuidarem. Planejamento Financeiro foi feito para melhorar a qualidade de vida da famílias, de forma a proteger o patrimônio, rentabilizar os recursos poupados e contribuir para o alcance dos resultados desejados”, comenta Portela. Ele ressalta que o planejamento financeiro é uma ferramenta fantástica, capaz de transformar vidas ajudar as pessoas a alcançar seus sonhos e objetivos. Enfim, este é um assunto extremamente sério, e as atitudes do presente irão diferenciar as famílias que terão conforto e tranquilidade das que passarão sufoco e dificuldades no futuro. fonte: www.folhamax.com.br Mateus Leme, nº 2018, Térreo, Centro Cívico, Curitiba – PR, CEP . 80530-010 Fone: (41) 3252-3400 CENTRAL DE RELACIONAMENTO COM O PARTICIPANTE 0800 052 34 34 www.jusprev.org.br jusprev@jusprev.org.br

[close]

p. 3

Financeira e Previdenciária Informa online Informativo n° 65 | Janeiro - 2016 Educação 4 dicas para ter dinheiro na aposentadoria Seja no Brasil, nos Estados Unidos ou na maior parte dos países do mundo, aposentadoria é sempre um tema delicado e que tira o sono de muita gente. Todos sabemos o quão é importante ter uma reserva de dinheiro para quando não formos mais trabalhar. Mas se planejar para o futuro e fazer sacrifícios no presente é algo bem complicado e que exige muita disciplina. A autora de livros de finanças, Jane Bryant Quinn acaba de lançar um novo livro dedicado ao planejamento da aposentadoria. A seguir, algumas dicas do livro de Jane: How to Make Your Money Last: The Indispensable Retirement Guide. Na tradução livre, Como Fazer Seu Dinheiro Durar: O Guia Indispensável para a Aposentadoria. Simplifique sua carteira de investimentos Quanto mais simples a carteira, mais fácil será a sua gestão. Isso é fundamental durante a aposentadoria, quando a maior parte das pessoas já trabalhou muito e não quer ter que gastar tanto tempo com seus investimentos. Se você investe em ativos muito diferentes, como várias ações de empresas, títulos do tesouro, fica mais complicado decidir o que vender e quando. Se você tem se dinheiro alocado em fundos de investimento ou em ativos mais genéricos, fica mais simples vender, comprar e manter o equilíbrio do portfólio. Contribua com o plano mesmo quando sua aposentadoria estiver próxima Como a maior parte das pessoas vai viver 30 anos ou mais, depois da aposentadoria faz todo sentido aplicar no plano de previdência mesmo às vésperas da aposentadoria. Muita gente pensa: já tenho idade para me aposentar, por que vou colocar o dinheiro num plano de previdência? Você deve colocar porque o dinheiro ainda vai render por mais 30, 35 anos. Você não irá sacá-lo completamente assim que se aposenta. Aplique o dinheiro e deixe render. Tenha uma reserva equivalente a dois anos de gastos Antes da aposentadoria, você deve já ter claro um orçamento de gastos anuais. O ideal é que seu rendimento equivalha ao seu rendimento. Mas, nem sempre isso acontece. Então, se suas despesas são maiores do que os ganhos, é preciso ter um colchão. A recomendação da autora é ter uma reserva equivalente a dois anos de gastos. Se for preciso consumi-la, logo que a situação se estabilizar você deve voltar a guardar dinheiro para aumentar a reserva. Escolha a melhor hora Se for possível, não se aposente antes de ter juntado a quantidade de dinheiro que você julga necessária para essa nova fase da sua vida. Muita gente que se aposenta diz que queria ter guardado mais dinheiro. Então, em vez de se aposentar, trabalhe por mais algum tempo e aumente suas economias. fonte: epocanegocios.globo.com Mateus Leme, nº 2018, Térreo, Centro Cívico, Curitiba – PR, CEP . 80530-010 Fone: (41) 3252-3400 CENTRAL DE RELACIONAMENTO COM O PARTICIPANTE 0800 052 34 34 www.jusprev.org.br jusprev@jusprev.org.br

[close]

p. 4

Você Sabia? Atualização dos Dados Cadastrais A constante atualização dos dados cadastrais dos participantes, visa cumprir a determinação da Instrução Normativa n° 26 da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC), que exige o recadastramento periódico das informações. Para que a JUSPREV consiga sempre ficar mais perto de você e mantê-lo sempre informado sobre o seu plano previdenciário é indispensável que o seu cadastro esteja sempre atualizado. A atualização pode ser feita através do acesso restrito no nosso site www.jusprev.org.br ou através do e-mail jusprev@jusprev.org.br. Contribuições básicas da JUSPREV têm novos valores Os valores das contribuições básicas da JUSPREV foram atualizados no dia 1° de janeiro de 2016, conforme estabelece o parágrafo único do Artigo 9° do Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários (PLANJUS). A correção não constitui um aumento no custo do plano, mas sim a correção de seus valores para que a inflação do período não desvalorize os montantes pagos e o planejamento feito pelos participantes. 0 a 18 anos 19 a 25 anos acima de 25 anos R$ 77,98 R$ 155,96 R$ 311,94 Relatório de Investimentos O Relatório de Investimentos completo que apresenta o desempenho do mês de dezembro, já está atualizado no site www.jusprev.org.br/nossosnúmeros/rentabilidade. Abaixo, é possível visualizar o resumo dos resultados. Fundos de Investimento Bradesco FICFI Multi JUSPREV DLM JUSPREV FIC FIM SulAmérica Patrimônio Rentabilidade Dez. 2015 Ano (2015) R$ 42.274.280,72 R$ 40.969.205,30 R$ 29.342.887,08 112.586.373,10 1,21% 1,10% 1,71% 1,29% 13,88% 13,20% 13,54% Composição Renda Fixa - 97,74% Renda Variável - 2,26% Total JUSPREV Dez. 2015 % CDI - JUSPREV Consolidado % Poupança - JUSPREV Consolidado 111,16% 176,71% A melhor escolha para planejar seu futuro

[close]

Comments

no comments yet