RLB 19 - Nov/Dez 2013

 

Embed or link this publication

Description

Brasília - Capital de todos. E dos esportes

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

Cartas/Expediente Seja qual for o seu destino, Circuitos na Europa PACOTES TERRESTRES CAPITAIS OCIDENTAIS | 10 DIAS DATAS: 13, 27.02 | 13.03 DE 2014 VISITANDO: MADRI, BURGOS, CASTELOS DE LOIRE, PARIS, CALAIS, DOVER, LONDRES PARIS E ITÁLIA | 12 DIAS DATAS: 06, 20.02 | 06, 20.03 DE 2014 VISITANDO: PARIS, VENEZA, PÁDUA, PISA, FLORENCA, SIENA, ASSIS, ROMA ´ LISBOA E CIDADES DA ESPANHA | 11 DIAS DATAS: 15,.02 | 08.03 DE 2014 1.125€ A PARTIR DE A PARTIR DE A PARTIR DE 895€ A PARTIR DE VISITANDO: SEVILHA, GRANADA, MÚRCIA, VALÊNCIA, BARCELONA, MADRI PARIS, LONDRES, AMSTERDÃ E ITÁLIA | 10 DIAS DATAS: 02, 16.02 | 02, 16.03 DE 2014 1.205€ 10x Até Sem Juros VISITANDO: PARIS, LONDRES, CANAL DA MANCHA, BRUGES AMSTERDÃ, VENEZA, PÁDUA, PISA, FLORENCA, SIENA, ASSIS, ROMA ´ Valores por pessoa em apartamento duplo, somente parte terreste. Hotéis em categoria turística superior com café da manhã. Forma de pagamento: Entrada de 30% e saldo em 9x sem juros no cheque ou no cartão de crédito. 1.565€ Viagem segura com a www.greencardassistance.com.br vendas@greencardassistance.com.br 2 Leitura de Bordo | Nov/Dez 2013 | www.leituradebordo.com.br Compre On-line

[close]

p. 3

vá com a Casa de Viagens Cruzeiros SAÍDAS DE NOVA YORK EM MARCO ´ E ABRIL DE 2014 Editorial Compre On-line HOTEL DONATELLO A partir de NORWEGIAN BREAKAWAY | 7 NOITES PORTOS: NOVA YORK, ORLANDO BEACHES - PORTO CANAVERAL, GREAT STIUUP, NASSAU 05X Sem Juros Até ROMA EUR FRANKFURT HOTEL BEST WESTERN PLAZA EUR A partir de 62 HOTEL HF FÉNIX LISBOA A partir de LISBOA ,00 EUR BARCELONA HOTEL MEDINACELI A partir de 73 ,00 CABINE INTERNA A PARTIR DE NORWEGIAN GEM | 9 NOITES SAÍDAS DE NOVA YORK EM MARCO ´ E ABRIL DE 2014 699 749 USD PORTOS: NOVA YORK, SAN JUAN, PHILIPSBURG ST. MAARTEN, ST. THOMAS, SAMANA HOTEL ROYAL ELYSEES A partir de PARIS 94 ,00 EUR CABINE INTERNA A PARTIR DE USD EUR NORWEGIAN SUN | 11 NOITES E www.casadeviagens.com.br Tarifas válidas somente para compra on-line. Forma de pagamento: Até 6x sem juros no cartão de crédito. 148 DEAUVILLE BEACH RESORT A partir de MIAMI 102 ,00 ,00 USD 294 ,00 SAÍDAS DE MIAMI EM MARCO ´ ABRIL DE 2014 PORTOS: MIAMI, CARTAGENA, ORANJESTAD, WILLEMSTAD, PHILIPSBURG ST. MAARTEN, ST. THOMAS CABINE INTERNA A PARTIR DE NORWEGIAN EPIC | 21 NOITES SAÍDAS DE MIAMI EM 20 DE ABRIL DE 2014 849 USD Mtur: 07.000152.10 0001-0 SHN Quadra 02 Bloco J Loja 132 Ed. Garvey Park Hotel Brasília/DF | CEP: 70 702-909 PORTOS: MIAMI, OCHO RIOS, COSTA MAYA, COZUMEL, FUNCHAL, BARCELONA, PROVENCE, PALMA MAJORCA CABINE INTERNA A PARTIR DE Valores por cabine, taxas portuárias não inclusas. Forma de pagamento: Entrada e saldo em 4x sem juros no cartão de crédito. 1.509 USD Telefax: 61 3202.1245 www.casadeviagens.com.br Consultar câmbios no momento da emissão. Tarifas e condicões de pagamento sujeitos a alteracão sem prévio aviso. www.leituradebordo.com.br | Nov/Dez 2013 | Leitura de Bordo 3

[close]

p. 4

|::Índice::| Outro olhar Proseando Especial Orquídeas, encanto permanente 2014, o ano que vai terminar antes de começar Em 2014 aposte em você! |5| |6| |7| | 10 | | 12 | | 14 | | 16 | | 18 | | 21 | | 26 | | 27 | Vai a Punta? Reserve dois dias para Montevidéu Roteiro Testado Must have Malas que ajudam para quem vai viajar Saúde Cuidados extras para o verão Você já sabe onde passar o Carnaval? Mosaico Um pouco de muita coisa | 28 | Programe-se | 31 | Estante O tango é personagem em romance revelador Universíade Brasília sediará evento em 2019 Roteiro Testado Check in Tabela de jogos Turismo no Entorno oferece alternativas Máquina fotográfica ou smartphone? | 32 | Piadas e passatempos Para quem gosta de rir ou quebrar a cabeça A confraternização do pessoal da ACS do TJDFT | 33 | Reencontro | 34 | Na próxima edição No litoral, opções que vão além de sol e mar Copa do Mundo 4 Leitura de Bordo | Nov/Dez 2013 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 5

Outro Outro olhar olhar A magia das orquídeas www.leituradebordo.com.br | Nov/Dez 2013 | Leitura de Bordo 5

[close]

p. 6

o ano que vai acabar antes de começar E já estamos em 2014. Os cidadãos trabalharão cinco meses para pagar a sua parte dos impostos para os Governos – afinal de contas somos reféns da voracidade municipal, estadual/distrital e federal. Mas teremos um ano atípico, pois: Janeiro e fevereiro, tudo para – é tempo de férias. Março, carnaval. Abril, feriado nacional. Junho e julho, Copa da Fifa, feriado nacional e não adianta nem imaginar algo diferente. Agosto, campanha eleitoral. Volta o tempo da magia, solução para tudo e todos, pois tudo é possível com “vontade política”. Mas só de 2015 para frente. É o futuro! Outubro, primeiro turno das eleições no dia 5 e segundo turno no dia 26. Se e onde houver. Mais feriados. Novembro, ressaca, (re)negociações e muita gente correndo para aproveitar o “novo tempo”. Aí já vem Natal e réveillon novamente. O cenário pode ser engraçado, mas esconde um aspecto que muitos fingem desconhecer: o ano promete muitas dificuldades e muitas possibilidades. O paraíso prometido terá de ficar para bem depois. Podemos concluir que nós, da iniciativa privada e os cidadão (que trabalham), teremos apenas uns três meses para honrar nossos compromissos e, se possível, sobrar “algum”, preferencialmente para viajar. 6 Leitura de Bordo | Nov/Dez 2013 | www.leituradebordo.com.br O Governo Federal está preocupado, empenhado e mobilizado para que as cidades-sedes da Copa da Fifa estejam prontas e com tudo funcionando. Parece-me que estão esquecendo os outros 5.669 municípios. Acredito que todos querem uma Copa bonita e bem organizada. Mas também querem uma sala, uma cozinha, uma educação e uma saúde bem organizadas, um hospital bem organizado - nem precisa ser padrão Fifa, mas que não seja um padrão Cuba. Muitos brasileiros viajarão para outras cidades “não sede” da Copa, buscando paz, conforto e tranquilidade. Faz-se necessário que o governo se lembre dos demais municípios e dos cidadãos que não estão nem aí para a Copa e que demandam e têm direito a serviços e apoio públicos, que têm direito de ir e vir. Afinal, o Brasil é um país de todos! Ou não?! Bom 2014 e vamos estudar (que é o futuro) e trabalhar (que é a melhor terapia)!

[close]

p. 7

Especial Em 2014, Hoje, somos bombardeados cotidianamente por uma carga opressiva e deprimente de informação inútil. Impõe-se o conceito de que é preciso saber tudo para não perder o contato com o tempo atual, quando o grande desafio é exatamente saber onde está a informação quando ela for necessária. Na verdade, usa-se esse processo de enxurrada de coisas inúteis exatamente para que as pessoas não tenham tempo para o principal. Os meios de comunicação criam uma pauta e a transformam em ferramenta de manipulação, ajustando a intensidade da notícia aos seus interesses, fazendo com que a sociedade passe a assumi-los como se fossem seus. aposte em VOCÊ! Mais do que um novo ano, precisamos ter uma nova postura frente à vida. Onde a nossa vontade precisa falar mais alto. Fim de ano e começo de ano é destes períodos férteis para causar o estresse e a saturação – quer pela repetição enfadonha de retrospectivas, de surrados shows musicais e de supostas “viradas de ano”, muitas vezes gravadas dois ou três meses antes. Mas tudo isso para evitar que o ser humano possa respirar. É preciso não deixar o cidadão pensar. Dentro desse processo de dominação, a ditadura onipresente diz até mesmo do que podemos ter saudades. Que tipo de sonhos podemos sonhar. Oprime-se o humano, porque ele é perigoso. Mata-se o humano, porque só ele tem o poder de www.leituradebordo.com.br | Nov/Dez 2013 | Leitura de Bordo 7

[close]

p. 8

Especial quebrar regras e a criminosa tirania de verdades que são impostas por minorias barulhentas que querem proibir que a vida seja vivida por seres humanos. Cria-se uma atmosfera perversa, onde valores como amizade, lealdade, dignidade, honestidade e fé são execrados a todo momento, são esculachados como práticas nocivas para o novo tempo que é preciso ser imposto, porque convém do ponto de vista comercial, porque atende expectativas e estratégias de grupos de pressão. Tudo isso faz com que cada um de nós se sinta oprimido por pensar diferente da turba, por não aceitar o destino de andar em boiada, por não concordar com os modismos transformados em novas leis imutáveis por interesses escusos e não confessos. Para saudar o novo ano que está às portas, transcrevo Instantes, que erroneamente é atribuído ao argentino Jorge Luis Borges (Buenos Aires, 24 de agosto de 1899 — Genebra, 14 de junho de 1986), ao lado de Drummond, dois dos latino-americanos injustamente esquecidos pelo Nobel de Literatura. Oficialmente descartado como sendo de Borges, entre os possíveis autores, pesquisadores atribuíram sua autoria a Nadine Stair ou Nadine Strain, (Louisville, Kentucky, EUA). No entanto, a primeira versão conhecida foi publicado em outubro de 1953 na Reader Digest, intitulado «Se eu tivesse minha vida para viver mais «, assinada pelo cartunista americano Don Herold, em forma de prosa. A versão de Herold inclui parágrafos que dão um quadro menos sombrio. Piegas ou não, sem valor literário ou não – o texto enseja, sim, reflexões sobre o sentido da vida. Há muitas versões, mas todas elas mais ou menos desse jeito: Si pudiera vivir nuevamente mi vida,  en la próxima trataría de cometer más errores.  No intentaría ser tan perfecto, me relajaría más.  Sería más tonto de lo que he sido,  de hecho tomaría muy pocas cosas con seriedad.  Sería menos higiénico.  Correría más riesgos, haría más viajes,  contemplaría más atardeceres,  subiría más montañas, nadaría más ríos.  Iría a más lugares adonde nunca he ido,  comería más helados y menos habas,  tendría más problemas reales y menos imaginarios.  Yo fui una de esas personas que vivió sensata  y prolíficamente cada minuto de su vida;  claro que tuve momentos de alegría.  Pero si pudiera volver atrás trataría  de tener solamente buenos momentos.  Por si no lo saben, de eso está hecha la vida,  sólo de momentos; no te pierdas el ahora.  Yo era uno de esos que nunca  iban a ninguna parte sin un termómetro,  una bolsa de agua caliente,  un paraguas y un paracaídas;  si pudiera volver a vivir, viajaría más liviano.  Si pudiera volver a vivir, comenzaría a andar descalzo a principios de la primavera  y seguiría descalzo hasta concluir el otoño.  Daría más vueltas en calesita,  contemplaría más amaneceres,  y jugaría con más niños,  si tuviera otra vez vida por delante.  Pero ya ven, tengo 85 años...  y sé que me estoy muriendo. INSTANTES Se eu pudesse viver novamente minha vida, na próxima trataria de cometer mais erros. Não tentaria ser tão perfeito, relaxaria mais. Seria mais tolo ainda do que tenho sido, na verdade bem poucas coisas levaria a sério. Seria menos higiênico. Correria mais riscos, viajaria mais, contemplaria mais entardeceres, subiria mais montanhas, nadaria mais rios. Iria a mais lugares aonde nunca fui, tomaria mais sorvete e comeria menos lentilha, teria mais problemas reais e menos problemas imaginários. Eu fui uma dessas pessoas que viveu sensata e produtivamente cada minuto da vida. Claro que tive momentos de alegria, mas se pudesse voltar a viver, trataria de ter somente bons momentos. Porque, se não sabem, disso é feita a vida, só de momentos - não percam o agora. Eu era um desses que nunca ia a parte alguma sem um termômetro, uma bolsa de água quente, um guarda-chuva e um paraquedas. Se voltasse a viver, começaria a andar descalço no começo da primavera e continuaria assim até o fim do outono. Daria mais voltas na minha rua, contemplaria mais amanheceres e brincaria com mais crianças, se tivesse outra vez uma vida pela frente. Mas já viram, tenho oitenta e cinco anos e sei que estou morrendo. As traduções “brasileiras” foram feitas a partir do “poema” atribuído a Borges, cujo verdadeiro autor pode ser Don Herold ou Nadine Stair. 8 Leitura de Bordo | Nov/Dez 2013 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 9

Entrevista www.leituradebordo.com.br | Nov/Dez 2013 | Leitura de Bordo 9

[close]

p. 10

Mosaico Economia, política e até futebol: Um pouco de muita coisa Conhecido como Conic, o conjunto de prédios no coração de Brasília é um dos piores cartões postais da Capital Federal Perdas Com a assunção de Paulo Antenor ao cargo de Secretário de Planejamento do GDF, ele deixa de ocupar esse espaço na Revista Leitura de Bordo – até por conta de seus novos desafios e compromissos. A proposta é continuar com o uso de informações sobre múltiplos assuntos – ainda que sem a ironia do agora secretário. contrapartida – os chamados éticos de plantão simplesmente silenciam. Absurdo Se alguém estiver pensando em usar o aeroporto da Capital da República no fim de ano, é adequado levar na bagagem de mão sachê de sabonete líquido, papel toalha e até mesmo o prosaico papel higiênico – produtos essenciais de higiene e que são verdadeiras raridades nos poucos banheiros em funcionamento. Ganhos Se a Revista e seus leitores perderam com a saída do Paulo Antenor, o GDF conquista um reforço de qualidade, guindando ao cargo um profissional competente da Receita Federal, ex-presidente do Sindireceita por dois mandatos e que está colocando em prática o seu estilo de trabalho que implica em agilidade no atendimento de demandas e competência para a construção de soluções. Cortiço Se Aluísio Azevedo, o maranhense que entre nós foi o precursor do Naturalismo na literatura, visitasse Brasília, ele certamente identificaria no conjunto de prédios conhecido como Conic a materialização da sua obra O Cortiço. Velho, feio, sujo, fedorento, decadente e pedindo para ser derrubado, o bloco de concreto depõe contra o padrão de modernidade da Capital. Em lugar da elegância, apenas a assustadora morbidez da decadência. Para finalizar o começo Paulo Antenor, que os mais próximos chamam de PA, manteve os mesmos hábitos da vida inteira – vai e volta para o trabalho no próprio carro (dispensando motorista) e também não faz uso do telefone celular “oficial”, com a mania de ele próprio atender as ligações. Faixa, a ignorada Um aviso para quem viaja para outras cidades do Brasil, principalmente no litoral. A faixa de pedestres, uma conquista do povo de Brasília, é solenemente desrespeitada em cada 10 de 10 cidades do País. E o motorista que resolver respeitá-la, permitindo a passagem de pedestres, corre o sério risco de ser achincalhado pelos demais condutores. Até porque as doutas autoridades municipais não investem em educação geral, imagina em termos de trânsito. Muquifo Estivesse ainda sob a responsabilidade operacional da Infraero, com certeza as equipes de reportagem dos grandes jornais, revistas e redes de TV manteriam plantão permanente no aeroporto de Brasília entrevistando passageiros irritados com a bagunça do local, com a desorganização e com a falta de respeito para com o usuário. Mas como agora está nas mãos da iniciativa privada – sempre um anunciante que investe, mas cobra o silêncio conivente como 10 Leitura de Bordo | Nov/Dez 2013 | www.leituradebordo.com.br Gol, a literal Mal das pernas e tentando se manter de pé, a Gol adotou algumas medidas de econo-

[close]

p. 11

belezas com a mia que objetivam sua sobrevivência. Mas nem por isso precisa escalpelar os seus passageiros com preços absurdos cobrados dos lanches em voo. Uma prosaica latinha de Pepsi, que nas gôndolas de supermercados não passa de R$ 1,50 – é vendida a R$ 5,00. Sanduiche pobrinho, tipo esses vendidos em cantinas escolares, a R$ 13,00. E ainda é preciso ter sorte para conseguir adquirir algo, uma vez que a cada voo são apenas “embarcados” 10 sanduiches para um total de 180 passageiros. Geralmente o produto acaba nas sete primeiras filas... Realmente é um serviço lá nas alturas. Principalmente os preços... Desfrute essas Buriti Turismo 7x Sem juros Em até Punta 07 Noites A partir de STJD, o perverso Depois do episódio que manteve, ao menos temporariamente, o Flu naSérie A do futebol brasileiro, muita gente começou a questionar a razão pela qual o STJD é um clube do bolinha exclusivo de “desembargadores” cariocas. Na sua composição, não há representantes de estados como Minas, Rio Grande do Sul, Pernambuco e outros mais. Na verdade, é um brinquedinho para garantir, muitas vezes, aquilo que não é possível dentro das quatro linhas. O mais correto seria a sua transferência para o DF. Na capital, ao menos estaria mais visível e a mídia nacional poderia acompanhar de modo mais permanente o festival de besteiras de suas muitas decisões estapafúrdias, contraditórias e pontuais – sempre em favor dos clubes cariocas. Cana USD 1809 .00 + taxa USD 120.00 Passagem Aérea + Traslados + Hospedagem em All Inclusive + Seguro Valor por pessoa em apt quádruplo Miami e USD A partir de Definhando Sobre o Flu, cabe lembrar que o time das Laranjeiras, a exemplo do Botafogo, vê a cada ano definhar sua já escassa torcida. Agora, além de poucos, envergonhados. Em breve, talvez fiquem do tamanho de testemunhas que acompanham o América-MG e seu homônimo carioca. Orlando 1332 .00 + taxa USD 95.00 10 Noites | Fly and Drive Passagem Aérea + Lacação Carro + Hospedagem + Seguro Valor por pessoa em apt quádruplo Efeito Eike Felipe Nasr, o bom piloto de Brasília que luta por uma vaga na F1, viu seu caminho ficar mais complicado com o debacle de Eike Batista, uma vez que estampava a logo do grupo OGX no peito, ao lado do BB, e ia abrindo muitas portas com a garantia desse patrocínio. E como hoje na F1 o dinheiro é mais importante que o talento... A partir de USD Cancun 07 Noites 1755 .00 + taxa USD 98.00 Passagem Aérea + Traslados + Hospedagem em All Inclusive + Seguro Valor por pessoa em apt duplo Saídas de Brasília. Consultar câmbios USD no momento da emissão. Forma de Pagamento: Entrada de 25% + taxas de embarque e saldo em até 6x sem juros nos cartões de crédito. Tarifas e condições de pagamento sujeitos a alteração sem prévio aviso. Mtur: 07.02278310/0001-6 www.burititurismo.com.br 61 3044.8800

[close]

p. 12

Especial Brasília sediará Universíade 2019 Capital do País foi eleita para sediar maior evento esportivo universitário do mundo - que acontece desde 1923 e foi realizado em Porto Alegre em 1963 Brasília foi a escolhida para sediar a Olímpiada Universitária de Verão, a Universíade, em 2019. O anúncio, feito em Bruxelas, na Bélgica, foi acompanhado pelo governador Agnelo Queiroz. ”A Universíade é importante para esse momento que Brasília está vivendo e, sobretudo, para o crescimento do desenvolvimento humano”, disse o governador. Para Agnelo, “foi a vitória de um povo determinado, de Brasília e do Brasil”. As cidades concorrentes Baku, do Azerbaijãor, e Budapeste, 12 Leitura de Bordo | Nov/Dez 2013 | www.leituradebordo.com.br Hungria, se retiraram da disputa assim que foi feita a apresentação dos brasilienses. A apresentação de Brasília como cidade-sede foi um passeio brasileiro na Bélgica, que contou com vídeos sobre o projeto estrutural dos jogos, a presença de roda de capoeira, samba e passistas brasileiros, que envolveram todos os presentes. Para se firmar como sede, a capital contou com o apoio do Ministério do Turismo por meio do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur).

[close]

p. 13

Especial A competição, que acontece a cada dois anos, deve reunir cerca de 12 mil atletas, com idades entre 17 e 28 anos, de 166 países, e é o maior evento esportivo universitário do mundo. Os jogos acontecem desde 1923 e foram sediados apenas uma vez no hemisfério sul, em 1963, na cidade de Porto Alegre (RS). A proposta é que, além das 17 modalidades obrigatórias, a edição brasiliense inclua futebol de areia, futsal, triatlo, vela e vôlei de praia. será erguido o Complexo Aquático e o Complexo de Atletismo, que serão utilizados pelos alunos após os jogos olímpicos. Salto para o futuro “Um evento desse porte é fundamental para colocar Brasília entre as grandes metrópoles mundiais com capacidade para receber uma universíade. (A competição internacional) é fundamental para o nosso projeto de tornar Brasília ainda mais reconhecida mundialmente”, destacou o governador em exercício, Tadeu Filippelli em entrevista após a confirmação da escolha. Segundo a Secretaria de Esporte, além do parque na universidade federal, será construída uma Vila Universitária que receberá recursos financeiros por intermédio de parcerias com a iniciativa privada. A previsão é que, após os jogos, a estrutura seja disponibilizada para o uso da população. Outras ações são reformas pontuais, como a manutenção e reforma da pista do Centro Integrado de Educação Física (CIEF), na 907/908 da Asa Sul, e a reforma do Ginásio Cláudio Coutinho, que faz parte do Complexo Poliesportivo de Brasília. Para continuar a sediar grandes eventos, o GDF permanecerá com a política de modernização de toda a parte de mobilidade urbana, aeroporto, saúde e segurança. (Agência Brasília) Legado Brasília já possui, em um raio de 5km, instalações para sediar 70% das ações da Universíade, entre elas o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, o Ginásio Nilson Nelson, o Centro de Convenções, o Complexo do Corpo de Bombeiros, além do Lago Paranoá. Há também a Esplanada dos Ministérios, que pode abrigar instalações temporárias para o beach soccer e vôlei de praia e, neste mesmo perímetro, podem ser realizadas as provas de ruas. Essas características foram justamente os diferenciais para que a capital brasileira conseguisse chegar até o final da disputa, iniciada entre as cidades Baku, no Azerbaijão, e Budapeste, na Hungria. Mas quem mais vai ganhar com a vinda da Universíade para Brasília são os moradores da cidade. A capital receberá investimentos para construir estruturas como o Parque UnB, onde www.leituradebordo.com.br | Nov/Dez 2013 | Leitura de Bordo 13

[close]

p. 14

Roteiro testado Verão não é só a tirania do sol e mar... Para quem não pretende viajar no verão – ou porque não gosta do binômio sol e mar, ou porque não tem férias ou não tem condições – o chamado Entorno de Brasília apresenta muitas e variadas atrações. E são programas para todos os gostos. Para quem gosta de cachoeiras, sempre são lembradas as do Tororó, Poço Azul, Chapada Imperial (na verdade um conjunto de cachoeiras em área particular e com guias), infindáveis opções em Pirenópolis e a mais famosa de todas, a de Itiquira- em Formosa. Outra alternativa para quem precisa recarregar as baterias é procurar um hotel fazenda – e nesse caso há opções para todos os bolsos. Uma das boas alternativas, em termos de opção de 14 Leitura de Bordo | Nov/Dez 2013 | www.leituradebordo.com.br lazer, programas para todas as idades e preços honestos é a Villa Velutti, no caminho para Goiânia (Km 24 – fone 61 3262 0582). Se a preferência for por pousadas, o destino obrigatório é Pirenópolis, onde casarões centenários foram transformados em ambientes com muito conforto, mantido o aspecto histórico – sem esquecer que a cidade possui muito encanto e magia. Um pouco mais longe... Para quem está disposto a viajar um pouco mais, há boas opções aqui na região centro-oeste: Chapada dos Veadeiros, que fica a 230km de Brasília. Lá, há de tudo, mas com seus riscos – cachoeiras, rios, trilhas, cânions e um ambien-

[close]

p. 15

te marcado pelo misticismo e muita história. Goiás Velho, que surgiu lá pelos idos de 1725 com a descoberta de ouro no Rio Vermelho, demanda 230km de viagem – mas vale a pena. Há um ar de passado perdido nos prédios, nas calçadas, nas ruas de paralelepípedos irregulares. Cidade onde viveu Cora Coralina que a eternizou em versos que refletem muito da alma do seu povo, Goiás é passeio para dois ou três dias. Por que não? Caldas Novas, considerada a maior Estância Hidromineral do Mundo, fica a 290km de Brasília. Possui o maior parque hoteleiro de Goiás e oferece águas com temperaturas entre 30º e 57º. Mas além das águas de provadas qualidades terapêuticas, quem for para a região poderá descobrir outras atrações, como por exemplo o Hot Park, na cidade de Rio Quente, a 30 quilômetros de Caldas Novas. Entre os programas diferentes, reserve tempo para visitar a Lagoa de Pirapitinga, onde estão as nascentes com as mais altas temperaturas de Caldas Novas; o destaque é o Poço do Ovo, com águas a 57 graus. Mais água Passeio agradável é ir até Formosa, no Salto Itiquira. O Parque é bem cuidado, oferece boas alternativas para passeios, áreas para descanso - tudo com segurança. Nas proximidades encontram-se hotéis e pousadas, o que pode ser opção para quem deseja se isolar do mundo por alguns dias na companhia da família. Formosa, por sinal, possui várias atrações turísticas como o Buraco das Araras, Lagoa Feia e muito mais. Aventure-se. Vale a pena.

[close]

Comments

no comments yet