RLB 27 - Out 2014

 

Embed or link this publication

Description

Torre de Belém

Popular Pages


p. 1

Ano 5 – nº 27 – Outubro de 2014 – R$ 6,50

[close]

p. 2

Cartas/Expediente 02/2014 Reveillon e Férias de Janeiro 25% de entrada + taxas e saldo com a Casa de Viagens Pacotes Nacionais INCLUI: PASSAGEM AÉREA IDA/VOLTA, TRASLADOS DE CHEGADA E SAÍDA, HOSPEDAGEM EM APARTAMENTO DUPLO COM CAFÉ DA MANHÃ* Valores por pessoa Salvador Período: 28.12.14 a 04.01.15 7 noites + Tour Histórico Hospedagem | Hotel Sol Plaza Sleep A partir de Salvador 6x Em até Sem Juros Período: 04.01.15 a 11.01.15 7 noites + Tour Histórico Hospedagem | Hotel Sol Plaza Sleep A partir de R$ 1.878 + taxas de embarque R$ 1.623 + taxas de embarque Viaje seguro com a Vôos: Brasília/Salvador 09h36 - 10h55 Salvador/Brasília 12h06 - 15h10 Vôos: Brasília/Salvador 21h03 - 22h10 Salvador/Brasília 16h35 - 19h27 www.greencardassistance.com.br vendas@greencardassistance.com.br Porto de Galinhas Período: 28.12.14 a 04.01.15 7 noites Hospedagem | Hotel Aconchego do Porto A partir de Fortaleza Compre On-line Período: 04.01.15 a 10.01.15 6 noites + City Tour com Beach Park sem ingresso Hospedagem | Hotel Maredomus A partir de R$ 2.698 + taxas de embarque R$ 1.999 + taxas de embarque Vôos: Brasília/Salvador/Recife 21h03 - 02h00 Recife/Brasília 10h30 - 13h59 Vôos: Brasília/Fortaleza 10h48 - 12h28 Fortaleza/Brasília 15h12 - 18h41 Fortaleza Período: 29.12.14 a 04.01.15 6 noites Hospedagem | Hotel Iracema Travel A partir de Maceió Cadastur: 07.000152.10 0001-0 SEPN Q 504 bloco C sala 201 Ed. Marianna Brasília/DF | 70730-523 Período: 04.01.15 a 11.01.15 7 noites + City Tour Hospedagem | Hotel Marinas Maceió A partir de R$ 2.698 + taxas de embarque R$ 2.585 + taxas de embarque Vôos: Brasília/Fortaleza 21h37 - 22h53 Fortaleza/Brasília 06h02 - 09h32 Vôos: Brasília/Salvador/Maceió 09h36 - 12h35 Maceió/Brasília 12h38 - 16h05 www.casadeviagens.com.br Telefax: 61 3202.1245 Rio de Janeiro Período: 28.12.14 a 04.01.15 7 noites Hospedagem | Hotel Augustos Copacabana A partir de Maceió Período: 15.01.15 a 22.01.15 7 noites + City Tour Hospedagem | Hotel Coqueiros Express A partir de R$ 3.040 + taxas de embarque R$ 2.398 + taxas de embarque Vôos: Brasília/Rio de Janeiro 19h24 - 20h56 Rio de Janeiro/Brasília 17h49 - 19h35 *Rio de Janeiro: SEM traslados de chegada e saída. Vôos: Brasília/Maceió 16h15 - 17h35 Maceió/Brasília 18h05 - 21h30 2 de Leitura de Bordo Outubro 2014 | www.leituradebordo.com.br Forma pagamento: Entrada| de 25% + taxas de embarque e saldo em até 6x sem juros nos cartões de crédito. Tarifas e condições de pagamento sujeitos a alteração sem prévio aviso.

[close]

p. 3

Outro olhar O verde renasce em Brasília Ft.: Wosseb www.leituradebordo.com.br | Outubro 2014 | Leitura de Bordo 3

[close]

p. 4

Índice Outro olhar E o verde voltou na Capital Federal 03 05 10 13 14 16 17 18 Para muitos, o importante é manter-se com espaço na mídia. Nem que para isso tenha que se expor ao ridículo. Outros não conseguem viver apenas com suas funções e atribuições e sonham em poder usurpar competências alheias. Tudo isso soa estranho, porque para a maior parte dos mortais, esses que precisam trabalhar de modo cotidiano, é muita conversa fiada e pouca coisa realmente importante. Faz tempo que existe uma dicotomia, um distanciamento perigoso entre aquilo que nós queremos e precisamos e o que é prioridade para quem cabe decidir - isso em termos de Legislativo, Executivo e Judiciário. Por que será que é tão difícil fazer o óbvio e pautar-se por valores dos “mortais”?. Alfredo Besssow Editor Belém - Portugal Um passeio especial pela história Turismo em Brasília Programe-se Setur-DF faz balanço das ações WTM e Feira da Abav definem datas Depois do temporal Trade Outras tempestades nos esperam CVC divulga “destino Alagoas” Passatempo Você já perdeu a sua namorada? Próxima edição Zoo de Brasíilia: você conhece? CVC: “destino Alagoas” é apresentado a agentes de viagem no DF 4 Leitura de Bordo | Outubro 2014 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 5

Capa o mundo português perdido no tempo A freguesia de Belém, em Lisboa, tem atrações que fazem parte do contexto da história do país. A Torre pode ser o monumento mais conhecido de Portugal no mundo, mas a região também revela, em outros espaços, a grandiosidade do passado histórico. www.leituradebordo.com.br | Outubro 2014 | Leitura de Bordo 5

[close]

p. 6

Capa a divisão administrativa de Portugal, Belém é uma freguesia – mas fica mais fácil de entender vendo com um bairro. Belém está ligada aos descobrimentos desde 1495, quando Dom Manuel I subiu ao trono. A Torre de Belém está para Portugal como a Torre Eifel está para a França, a Estátua da Liberdade para os EUA, o Coliseu Romano para a Itália e as ruínas da Acrópole de Atenas para a Grécia. Mas conhecê-la e aventurar-se a subir por suas estreitas escadarias e vislumbrar o Tejo em sua imensidão compensa todo e qualquer esforço – e mesmo alguns batidas da cabeça em espaços reduzidos. Em cinco séculos de história, a Torre de Belém já foi forte, prisão, alfândega e farol, e hoje é o maior símbolo do país – não por acaso, está retratada em dezenas de latas de azeite mundo afora. Originalmente erguida numa ilha no estuário do Tejo, quase no meio do curso do rio – alterações no curso fluvial e aterros a trouxeram junto à margem –, ela servia como baluarte defensivo para o porto em épocas antigas. Sua elaborada ornamentação, típica do estilo manuelino, remete às conquistas no Oriente e traz diversos motivos navais.

[close]

p. 7

Capa Muito além da Torre Se visitar a Torre já é adentrar no passado glorioso de Portugal, a região oferece aos turistas um conjunto de atrações que tornam um dia de passeio o mínimo recomendado – sempre tendo o Tejo como referência e a ousadia dos portugueses em singrar mares em busca de novos desafios. Faça todas as descobertas possíveis, deslumbrando-se com imagens que por si só remontam a nossa própria história. Se a Torre é famosa, o que dizer dos pastéis de Belém – com uma receita e um sabor que só são encontrados naquele lugar que acolhe milhares de turistas nos finais de semana? Para alguns, trata-se de apenas outro “pastel de nata”, mas a realidade é bem mais saborosa. Feitos desde 1837 seguindo uma mesma receita – que é mantida em segredo e faz parte da história do local. Mosteiro Depois de cruzar a Praça do Império – construída em 1940 por ocasião da Grande Exposição do Mundo Português, você estará diante do Mosteiro dos Jerônimos – que começou a ser construído em 1504, com a conclusão em 1544. Constitui o ponto mais alto da arquitetura manuelina e o mais notável conjunto monástico do século XVI em Portugal e uma das principais igrejas-salão da Europa. Em seu interior, estão os túmulos dos reis D. Manuel I e sua mulher, D. Maria, D. João III e sua mulher D. Catarina, D. Sebastião e D. Henrique e ainda os de Vasco da Gama, de Luís Vaz de Camões, de Alexandre Herculano e de Fernando Pessoa. Museu dos Coches Criado em 1905 por D. Amélia, esposa do Rei D. Carlos, o Museu Nacional dos Coches funciona onde era antigamente uma escola de arte equestre, o Picadeiro Real do Palácio de Belém, construída pelo arquiteto italiano Giacomo Azzolini, em 1726. Feitos em Portugal, Itália, França, Áustria e Espanha, os coches abrangem três séculos e vão dos mais simples aos mais sofisticados. São verdadeiras obras de arte que eram usadas pela nobreza, ostentando todo o poder que Portugal teve no passado. www.leituradebordo.com.br | Outubro 2014 | Leitura de Bordo 7

[close]

p. 8

Capa Padrão dos Descobrimentos Não há como não ficar fascinando diante da imponência desse monumento que lembra uma caravela estilizada. Em posição destacada na margem direita do rio Tejo, o monumento original, em materiais perecíveis, foi erguido em 1940 por ocasião da Exposição do Mundo Português para homenagear as figuras históricas dos descobrimentos portugueses. A réplica atual foi inaugurada em 1960 – e foi um presente da África do Sul. Gastronomia Na medida em que os passeios pelas atrações de Belém podem e devem ser feitos a pé, o que possibilita muitas descobertas, é óbvio que os olhos buscam alternativas para uma boa alimentação. Entre as opções, a Adega de Belém – um restaurante típico, com comida de qualidade, carta de vinhos e um ambiente aconchegante - merece destaque. Outras descobertas A Praça do Centenário (abaixo) convida para um passeio, equanto que a réplica do modelo usado por Gago Coutinho e Sacadura Cabral, em 1922, na 1ª travessia do Atlântico Sul resgata a odissseia dos aeronautas (ao lado). Há ainda museus e prédios centenários, com destaque para o Centro Cultural de Belém (abaixo, à esquerda). 8 Leitura de Bordo | Outubro 2014 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 9

10 Pacotes incluem: Ônibus especial de turismo Traslados Hospedagem x sem juros Café da manhã City tour Europa em até Circuitos terrestres Lisboa Eterna 6 Dias Visitando: Lisboa Portugal Religioso 5 Dias Visitando: Lisboa, Óbidos, Nazaré, Alcobaça, Batalha, Fátima Portugal em 2 cidades 8 Dias Visitando: Lisboa e Porto A partir de R$ 1.063 5 Dias A partir de ou €323 R$ 1.348 7 Dias A partir de ou €410 R$ 1.629 ou €495 Rota do Vinho | Porto Visitando: Porto, Minho e Douro Sul de Portugal Visitando: Lisboa, Sintra, Érova, Algarve, Costa Vicentina, Vilamoura Norte de Portugal e Santiago 9 Dias Visitando: Lisboa, Sintra, Coimbra, Fátima, Braga, Óbidos, Guimarães, Porto, Aveiro A partir de R$ 1.678 9 Dias A partir de ou €510 R$ 1.761 9 Dias A partir de ou €535 R$ 2.435 ou €740 Lisboa e Ilha da Madeira Visitando: Lisboa e Funchal A Magia dos Açores Visitando: Terceira, Pico, Faial, São Miguel Lisboa e Cidades da Espanha 11 Dias Visitando: Sevilha, Granada, Múrcia, Valência, Barcelona, Madri A partir de R$ 2.599 A partir de ou €790 R$ 2.715 A partir de ou €825 R$ 3.175 ou €965 05/2014 Somente parte terrestre, hotéis de categoria turística superior. *Câmbio calculado em 06/11/2014 € 1,00 = R$ 3,29, consultar atualização no momento da emissão. Tarifas e condições de pagamento sujeitos a alteração sem prévio aviso. Cadastur: 07.000152.10 0001-0 SEPN Q 504 bloco C sala 201 Ed. Marianna Brasília/DF | 70730-523 Telefax: 61 www.casadeviagens.com.br 3202.1245 Desde 2000, sempre à disposição

[close]

p. 10

Especial Turismo com ênfase na qualidade de vida Brasília amplia a participação do turismo na economia e usa seu potencial a favor do conhecimento e lazer dos moradores G randes nomes do turismo mundial sempre defenderam que cidade boa para o turista é aquela que supera também as necessidades dos moradores. Uma população feliz com o seu ambiente é um dos métodos mais eficazes de promoção turística do destino, pois se transforma em multiplicadora de boas notícias e indicações positivas. O turismo do Distrito Federal parte da mesma premissa. Considerada a capital da qualidade de vida por quatro vezes consecutivas, Brasília chama a atenção pelos seus setores organizados, grandes áreas verdes, ruas largas e bem definidas, inúmeros parques urbanos e outras características que convidam à prática de esportes e contemplação da arte de forma harmônica. Nos últimos anos, a Capital Brasileira ganhou incentivos ainda mais ousados por parte do poder público. Além de ser reconhecido como Patrimônio Cultural da Humanidade, o destino passou a ser estruturado de forma com- 10 Leitura de Bordo | Outubro 2014 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 11

Especial petitiva para se destacar como ambiente propício para os eventos, negócios e lazer. Até há pouco tempo, a cidade era dominada pela imagem negativa da política nacional. A partir de um planejamento a longo prazo, iniciado em 2011, a cidade avançou em ações que visaram ampliar a percepção dos brasileiros e dos estrangeiros, neste caso, daqueles que nunca haviam estado em Brasília e constatado com os próprios olhos a riqueza cultural da cidade. “Tínhamos um potencial reprimido e uma demanda que ansiava por conhecer melhor essa capital. Em 2011, fizemos uma pesquisa e percebemos que 60% dos brasiliense não tinham noção da importância da cidade. Sem o morador, não poderíamos chegar ao patamar que chegamos hoje”, afirma o secretário de Turismo e Projetos Especiais do Distrito Federal, Luis Otávio Neves. A primeira vertente utilizada foi de reforço da captação de eventos. A Capital da República já tinha, de fato, vocação a este segmento, seja pela localização estratégica, facilidade de deslocamento do centro ao Centro de Convenções e setores hoteleiros ou pela estrutura do aeroporto. A partir da criação de uma subsecretaria exclusiva para este fim, foram captados 17 eventos até 2019, um aumento de 800% em relação a 2011. A previsão é que a cidade tenha como benefício o incremento de R$ 1,3 bilhões com a movimentação do fluxo de visitantes. Com base em estudos, foi constatada a necessidade da melhoria da infraestrutura turística da capital federal. Neste aspecto, tanto os moradores quanto os visitantes foram beneficiados com a implantação de placas trilíngues de sinalização, instalação de sete Centros de Atendimento ao Turista, obras de reparo e conservação dos monumentos, incluindo a primeira reforma completa da Torre de TV, o ponto turístico mais visado do centro da cidade. O Governo do Distrito Federal também investiu em ciclovias. São mais de 600 quilômetros de pista exclusiva para o trânsito de bicicletas. Aos finais de semana, ainda funciona a ciclofaixa – uma das seis faixas do Eixo Monumental é interditada apenas para uso dos ciclistas. “Pensamos em solução que pudessem ser úteis para ambos os públicos. Se vamos mostrar nossa cara para o mundo, vamos mostrar que nosso povo também é interessado em nossa cultural, turismo e lazer. Para isso, ampliamos nossas ações de informações turísticas de forma a contemplar aquelas pessoas que passam todos os dias em frente ao Congresso Nacional, por exemplo, e nunca se perguntaram o que realmente ocorre lá dentro”, explica o secretário. “Somos uma cidade cívica e temos o privilégio de sermos a única capaz de oferecer esses atrativos. Então, vamos motivar nossa população a tomar posse do que é seu”, enfatiza Otávio Neves Filho secretário de Turismo do DF. Um contato entre os administradores dos monumentos federais e distritais possibilitou a formação do Grupo de Visitação Institucional Integrada de Brasília – o Viibra. Desde 2012, os www.leituradebordo.com.br | Outubro 2014 | Leitura de Bordo 11

[close]

p. 12

Especial gestores de prédios públicos aptos a receber turistas passaram a discutir agendas integradas e a democratização e melhoria do acesso aos pontos turísticos. A ação foi um dos facilitadores do Projeto Turismo Cidadão, que é voltado ao turismo cívico para crianças de escolas públicas, idosos e pessoas em situação de risco. Até o momento, mais de 12 mil pessoas já foram atendidas e outras 15 mil deverão visitar a história de Brasília até dezembro. A partir da oportunidade da Copa do Mundo, a capital federal – a cidade-sede com maior número de jogos, junto com o Rio de Janeiro – também construiu um grande legado com a qualificação de mão de obra, abertura do mercado local para novos investidores, ampliação da rede hoteleira, e a criação de um banco de talentos treinados para lidar com as demandas dos turistas com a criação do projeto Embaixadores do Turismo. A comunidade local foi inserida no processo de hospitalidade. Durante o período de preparação do destino, foi criado o Programa de Hospedagem Alternativa Cama e Café, o primeiro do país totalmente regulamentado pelo poder público e administrado em parceria com o trade. O projeto consistiu na oferta de mais de dois mil leitos em residências localizadas em 12 Regiões Administrativas do DF. Os moradores re12 Leitura de Bordo | Outubro 2014 | www.leituradebordo.com.br ceberam, interagiram e cativaram os visitantes ao mesmo passo em que ampliaram a renda da família com a hospedagem de pessoas do mundo inteiro. Todas as ações praticadas ao longo dos quatro anos foram monitoradas pelo Observatório do Turismo, instrumento de pesquisas e acompanhamento do setor lançado em 2012 pela Setur-DF em parceria com o Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília. O desenvolvimento do setor também foi acompanhado em âmbito federal, cuja resposta foi altamente positiva. Brasília está acima da média de competitividade avaliada por instituições como a Fundação Getúlio Vargas e monitorado pelo Ministério do Turismo. Em trezes dimensões analisadas para o índice geral, a capital federal superou a média nacional (58,8) com 72,1 pontos, enquanto as demais capitais se mantiveram com a média de 66,9. Hoje, o setor é responsável por 2,46% do Produto Interno Bruto local, 0,22% a mais que em 2011. Os dados mostram como o setor tem contribuído para a imagem da cidade perante o mercado. Essa figura construída com o planejamento adequado refletiu na autoestima da população, que está mais confiante sobre o potencial que Brasília possui, seja na oferta de qualidade de vida ou no desenvolvimento da economia local.

[close]

p. 13

Programe-se Abav 2015 será de 24 a 26 de setembro Confirmada no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na capital paulista, e com a data agendada para o período de 24 a 26 de setembro – quinta-feira a sábado -, a ABAV Nacional atende a uma reivindicação dos agentes de viagens que encontram dificuldade em visitar a feira em dias úteis. Muda também o horário, que passa a ser fixado das 12h às 20h. A abertura solene, na véspera da inauguração da feira, reincorporada à programação este ano, será mantida em 2015 e já está marcada para o dia 23 de setembro. Mantém-se também, a exemplo de anos anteriores, a parceria com Abracorp, Abeta e Braztoa, na realização de seus respectivos eventos no âmbito da ABAV Expo. Já a abertura ao consumidor, testada nas duas últimas edições, não obteve consenso entre os participantes e deixará de ser praticada. Da esquerda para a direita: Lawrence Reinisch, Diretor da WTM Latin America, Jeanine Pires, Presidente do Conselho Consultivo da WTM Latin America, Vincent Lhoste, Diretor de Portfólio da Reed Travel Exhibitions, e Marco Ferraz, Presidente da Braztoa WTM Latin America 2015 será em abril A WTM Latin America e o 43º Encontro Comercial Braztoa estão se aproximando de sua terceira edição, que será de 22 a 24 de abril de 2015 em um novo local, o Expo Center Norte. O evento continua a crescer em metros quadrados com representação de fortes marcas de turismo de todo o mundo. Grandes destinos como Dubai, Peru, Bahamas, Chile, Marrocos e Estados Unidos estarão presentes no evento, bem como as cadeias hoteleiras ACCOR e Hilton. A WTM Latin America também contará com operadoras de turismo tanto latino-americanas quanto do resto do mundo, incluindo a Delta Tours, da Lituânia, Travel Bolivia, Fenix Peru e Face Peru. Dragsters na AutoEsporte ExpoShow Veículos leves, com design aerodinâmico, extremamente potentes e projetados para provas de arrancadas em pistas retas e que aceleram de zero a 100 km/h em menos de um segundo. Esses são os Dragsters, que surgiram nos Estados Unidos na década de 1940 e estarão em exposição durante a AutoEsporte ExpoShow 2014, entre 20 a 23 de novembro, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. Os visitantes poderão ver quatro modelos de carros utilizados em provas pela Artivinco Racing, equipe de competições de Drag Race e de Arrancada. Estádio Nacional aberto à visitação O novo cartão postal da Capital Federal ampliou o seu programa de visitação. O Estádio Nacional de Brasília oferece duas visitas guiadas todos os sábados, às 10h e às 16h, para receber turistas e moradores da cidade que queiram conhecer uma das arenas mais modernas e bonitas do país. Para participar, basta chegar ao local nos horários previstos. Serão formadas turmas de 50 pessoas para cada visita, onde percorrerão as arquibancadas, o gramado e os vestiários, acompanhados de um guia. As visitas são gratuitas mas o GDF convida os visitantes a participarem da campanha de doação de livros. O material arrecadado será entregue a creches da região. www.leituradebordo.com.br | Outubro 2014 | Leitura de Bordo 13

[close]

p. 14

Ponto de Vista Depois do temporal, outras tempestades nos esperam! Depois da tempestade, vem a leptospirose!! Se a disputa eleitoral foi tensa, decidida aos 45 do 2º tempo com um gol de pênalti, para nós, no amanhecer da segunda-feira pós-eleitoral já nos defrontávamos com o desafio de tocar nossas atividades – apesar de sermos cotidianamente provocados a entregar os pontos. Mas o nosso maior desafio é resistir à realidade, inclusive como forma de continuar fazendo o enfrentamento em um país onde os tentáculos do GOVERNO começam a asfixiar setores da livre iniciativa, impondo uma competição desleal e sórdida. Nem todos devem estar acompanhando o embate que a ABAV(DF) vem travando contra a ação do governo federal de eliminar as agências de viagem do processo de compras de passagens aéreas para a administração federal. Muitos podem estar pensando: mas eu não vendo para o governo federal! É um pensamento simplista e que pode ser fatal. Essa tentativa de assumir uma área meio, regulamentada por lei, revela um viés intervencionista que tem se agravado nos últimos anos de gestão. É uma face que não 14 Leitura de Bordo | Outubro 2014 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 15

Ponto de Vista tinha sido colocada em prática durante os oito primeiros anos de gestão do atual grupo dominante. A proposta de um “Estado” mastodôntico é o fermento para que a corrupção se transforme em uma praga cada vez mais endêmica no tecido administrativo, fazendo com que o segmento produtivo tenha que pagar cada vez mais impostos para saciar a fome inesgotável dos que vivem – e enriquecem – sem contribuir para o desenvolvimento, sem gerar nenhum emprego e sem produzir! Alimentam-se do Estado. O que surge como um projeto piloto pode, na verdade, alastrar-se não apenas para outras instâncias administrativas, mas para governos estaduais e municipais, solapando um setor que responde por milhares de empregos e que é tratado de forma acintosa pela estrutura de poder. Usar o argumento de práticas fraudulentas lembra aquela história do sujeito que se descobre traído e resolve tirar o sofá da sala. É um simplismo que, a bem da verdade, revela a faceta mais perigosa que tem sido a característica do governo: o intervencionismo e a falta de politica séria. Fica, pois, escancarada a cegueira do governo – porque se ele teima em ocupar o espaço da atividade produtiva, que sofre em suportar uma carga tributária estratosférica, ele está dando um tiro no pé. Inclusive para manter sua política de concessão de bondades ele precisa que a atividade produtiva esteja na plenitude. Ou vai buscar os recursos onde? Volto a dizer: é importante que nós tenhamos a preocupação de acompanhar o que está acontecendo ao nosso redor, porque ninguém está livre de ser alvo e, de repente, se deparar com uma concorrência desleal e “kamikaze”. Sempre é bom lembrar que nada acontece de modo isolado ou impune. Quem já não leu alguma vez esse poema, falsamente atribuído ao poeta russo Maiakovski, mas que na realidade é do brasileiro Eduardo Alves da Costa? “Na primeira noite eles se aproximam e roubam uma flor do nosso jardim. E não dizemos nada. Na segunda noite, já não se escondem: pisam as flores, matam nosso cão, e não dizemos nada. Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a luz, e, conhecendo nosso medo, arranca-nos a voz da garganta. E já não podemos dizer nada.” Pois bem... esse poema, pode e deve servir de alerta para os tempos nos quais vivemos. www.leituradebordo.com.br | Outubro 2014 | Leitura de Bordo 15

[close]

Comments

no comments yet