RLB 36 - Set 2015

 

Embed or link this publication

Description

Hotel Boutique: requinte e exclusividade

Popular Pages


p. 1

Ano 6 – nº 36 – Setembro de 2015 – R$ 6,50 requinte e exclusividade Hotel boutique:

[close]

p. 2



[close]

p. 3

Outro olhar Folhas de plátanos Ft.: Rogério Lezino

[close]

p. 4

Índice Hotéis boutique Trade Onde o que conta é a exclusividade 05 08 09 11 16 21 24 26 28 32 Por vezes, a mídia serve como mecanismo de manipulação. Acaba inserindo no cotidiano das pessoas uma série de assuntos irrelevantes, tentando gerar uma sensação de caos quando o que existe é apenas um embate que objetiva garantir vantagens eleitorais futuras. Mas há um Brasil que vive a despeito do governo, da oposição que quer voltar a ser governo a qualquer preço e da mídia. Para esse outro Brasil, estamos chegando naquela fase do ano em que as pessoas já se programaram para as próximas férias - sendo que muitos que sonhavam com Miami terão de aceitar a dura realidade de repartir o espaço público das praias com brazucas. Das praias, dos aeroportos, dos restaurantes e de outras atrações. Boa leitura! Holiday Inn abre as portas em Natal Festuris Feira em Gramado (RS) promete surpreender Turismo e Macroeconomia Carlos Vieira discorre sobre o setor Turismo de negócios Ser como criança Curitiba investe neste segmento O conselho de Jesus que muitos esquecem Martinho Lutero O restaurador da verdade eterna Balaio de notícias Must have Bierville e Jazz entre as atrações Chaleira digital da Oster Comer & Beber Leia também... Garrafas colecionáveis de Campari Alfredo Bessow Editor Pág 15 - Sala Vip Internacional do Aeroporto de Brasília 4 Leitura de Bordo | Setembro 2015 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 5

Capa Le Chalet Fes Fermes nos Alpes Hotéis Boutique, opção para quem quer algo único Se é verdade que a primeira vez que o termo “hotel boutique” foi usado para descrever o Morgans Hotel, inaugurado em 1984 em Nova York (EUA) e idealizado numa parceria entre o empreendedor Ian Schager e o designer Philippe Satarck, não é menos verdade que no mesmo período surgiram os emblemáticos hotéis Blakes (Londres) e The Bedford (San Francisco). Com o passar dos anos, o conceito acabou sofrendo com a falta de parâmetros definidos – e a falta de proteção da marca acabou levando a abusos e distorções, fazendo com que o próprio sentido da proposta ficasse perdido. Deixando de lado as divagações, o ponto central do Hotel Boutique é de um ambiente intimista, geralmente luxuoso e elegante, próprio para uma clientela muito particular. Nesse sentido, soa como anacrônico pensar em “hotéis boutique” com 800 apartamentos... Na verdade, os conceitos usados pela hotelaria por vezes são abrangentes demais e carecem de uma regulamentação que universalize os padrões. Por vezes, os termos hotéis de luxo, hip hotel, lifestyle hotel, hotéis de design e hotel boutique, cunfundem-se, embora apresentem diferenças. www.leituradebordo.com.br | Setembro 2015 | Leitura de Bordo 5

[close]

p. 6

Capa O conceito é válido para hotéis que apostam em tecnologia hi-tech e design sofisticado (não necessariamente contemporâneo), assim como o chamado honesty bar, no qual o hóspede pega sua própria bebida no bar e depois paga por ela. Os hotéis butique estão claramente ligados à ideia de deixar o hóspede se sentir em casa, mas com muita sofisticação - o oposto da imagem de frieza e impessoalidade que em geral se tem dos hotéis. No Brasil, existem algumas propostas nesse sentido – mas há uma natural deturpação do termo. Muitos apontam o Fasano e o Emiliano como exemplos paulistanos de hotéis boutique. Há outros, mas ainda incipientes e muitas vezes usando o nome, ainda que não ofereça todas as características exigidas. Hôtel Mont-Blanc Les Fermes de Marie 6 Leitura de Bordo | Setembro 2015 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 7

Capa Espaço único Uma característica que os hotéis boutique apresentam é a utilização de estruturas físicas mais antigas, unindo o charme e a elegância de construções clássicas com o melhor que a modernidade pode oferecer. É o caso do Lastarria Boutique Hotel, de Santiago. Construído em uma bela casa de 1927 e inaugurado em junho de 2011, o empreendimento oferece um atendimento impecável e conta com decoração intimista e moderna. São 14 apartamentos, divididos em quatro categorias - superior, deluxe, junior suíte e suíte - e equipados com camas extremamente confortáveis, frigobar e tecnologia de última geração, que inclui TV LED e cofre digital. Há alguns anos o bairro Lastarria substituiu Bellavista no quesito boemia em Santiago do Chile por seus diversos e ótimos restaurantes, bares, museus, galerias de arte, lojas, antiquários, cinemas e teatros. É neste cenário cultural e histórico fervilhante que fica o Lastarria Boutique Hotel, tido como o melhor da capital. Padrão francês Para quem desejar se hospedar em hotéis boutique no velho mundo, muitas são as opções, sendo que a rede francesa Maisons & Hotels Sibuet possui unidades nos Alpes e no Sul da França. Lastarria Boutique Hotel - Santiago (Chile) Informações: www.lastarriahotel.com www.experience-sibuet.com Lastarria Boutique Hotel - Santiago (Chile) www.leituradebordo.com.br | Setembro 2015 | Leitura de Bordo 7

[close]

p. 8

Trade Hotelaria nacional quer regras definidas A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis defende a regulamentação dos novos m odelos de serviços, Na foto, Nérleo Caus da ABIH e senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), está o Airbnb. Blue Tree Park Lins homenageia os anos 60 O hotel oferece programação especial em homenagem aos anos 60 em outubro. As atividades englobam aulas de dança, baile da “Brilhantina”. Informações: www.bluetreeparklins.com.br Holiday Inn abre as portas em Natal (RN) O InterContinental Hotels Group, inaururou Holiday Inn® Natal - com 216 acomodações, localizado no coração do bairro Lagoa Nova, uma área com restaurantes e bares populares, vários shoppings. O ressurgimento de um ícone da hotelaria Fazenda Hotel Mestre D´Armas foi durante muitos anos referência em termos de “hotéis fazenda”. Em 2015, a Opte Hotéis assumiu o comando operacional do espaço e está resgatando este ícone da hotelaria. Hilton Barra em alta Em apenas cinco meses de funcionamento, o hotel Hilton Barra já está entre os melhores hotéis da cidade no Tripadvisor, concorrendo com outros 232 hotéis do município. 8 Leitura de Bordo | Setembro 2015 | www.leituradebordo.com.br Mudança no comando A ex-secretária-executiva da secretaria de Turismo do Recife, Ana Paula Vilaça, assumiu a presidência da Empresa Pernambucana de Turismo. Na foto, Felipe Carreras, secretário de Turismo de PE, e Ana.

[close]

p. 9

Eventos Festuris promete surpreender visitantes Em sua 27ª edição, a Festuris – Feira de Turismo de Gramado, acontece de 5 a 8 de novembro e é considerada como uma das mais importantes Feiras de Negócios b2b da América Latina. Além de milhares de pessoas envolvidas diretamente com o turismo – destinos, agências, serviços, jornalistas – confirmaram presença o ministro do Turismo, Henrique Alves, e o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, além de outras autoridades. Dentro da sua proposta de sempre apresentar novidades, os organizadores apostam na ousadia para surpreender. Para a edição deste ano, entre as principais inovações está o Salão do Turismo Gastronômico que acontecerá de forma integrada com o Salão do Enoturismo, proporcionando aos participantes uma experiência ainda mais ampla com harmonizações entre produtos de ambos os salões. A aproximação física e interação entre os salões vão favorecer um espaço de experiências, criado com a intenção de estimular a geração de negócios em alguns dos segmentos mais promissores do turismo, visando aproximar a relação de destinos e empresas a compradores, imprensa e formadores de opinião. Com formato inovador, um espaço temático denominado Alameda Gastronômica atrairá a atenção de todos os visitantes, valorizando o espaço de cada expositor por meio da aplicação de conceito vivencial que estimulará a aproximação comercial e a geração de negócios. Além disso, permetirá fortalecer a imagem do destino, em conjunto com a gastronomia, prospectando novos consumidores e promovendo excelente networking. Salão de Parques e Entretenimento O entretenimento é uma das atuais tendências da atividade turística, pois reúne aspectos diversos ligados à cultura e gera grandes cifras para a economia além da geração de emprego, renda e divisas, mobilizando mais de seis dezenas de setores da economia. Visando refletir essa forte tendência a Feira de Turismo de Gramado apresenta essa nova e forte tendência do turismo no Salão dos Parques Temáticos e Entretenimento que nesta 27ª edição reflete a consolidação desse mercado. O Salão é um espaço reservado para que os empreendimentos deste segmento se apresentem ao mercado turístico, recebendo, dessa forma, uma maior atenção e possibilidade de negócios com os profissionais participantes do evento. Com mais de 15 atrações confirmadas, o Salão de Parques Temáticos e Entretenimento será uma das grandes atrações da 27ª edição da Festuris, que ocorre de 5 a 8 de novembro. www.leituradebordo.com.br | Setembro 2015 | Leitura de Bordo 9 www.leituradebordo.com.br | Maio 2015 | Leitura de Bordo 9

[close]

p. 10

Luxo Realgem’s Amenities lança nova marca RA - Realgem’s Amenities Luxury Brands chega para fortalecer a presença de produtos de luxo no segmento hoteleiro Enquanto as vendas de veículos, imóveis e viagens populares caem, o mercado de luxo passa longe da crise. Serviços e produtos direcionados à classe alta ainda não sentiram o reflexo das taxas negativas da economia do país e nem devem sentir, de acordo com os especialistas. Com isso, cresce o potencial de consumo e essa classe é a que ajuda a manter empresas com resultados positivos em diversos setores. Não só para driblar a crise, mas principalmente para oferecer um atendimento diferenciado e exclusivo aos clientes que fazem parte dessa classe, o Grupo Realgem’s acaba de lançar sua mais nova marca: Realgem’s Amenities Luxuy Brands (RA) - que já chega ao mercado como a maior fornecedora de cosméticos e produtos de marcas de luxo exclusivos para estabelecimentos de hospedagem. Mais que uma compra, uma experiência Segundo a Realgem’s, a nova marca RA vai proporcionar aos hoteleiros de luxo uma experiência de compra que vai totalmente de encontro às estratégias da empresa, não só para maximizar suas vendas, mas principalmente para firmar um relacionamento forte e duradouro com seus clientes. 10 Leitura de Bordo | Setembro 2015 | www.leituradebordo.com.br O portfólio da AR tem as seguintes marcas de amenities: Vinum: tem em sua formulação extrato de semente de uva e hibisco, que promovem comprovado efeito antienvelhecimento. D’orange: conserva em sua essência traços legitimamente franceses para agradar perfis de luxo. L’Orangerie é um dos maravilhosos jardins do Château de Versailles. Florence Flor de Cerejeira: com aroma floral suave, os pequenos cosméticos têm formulação exclusiva que promovem maciez aos cabelos e hidratação à pele. Florence Cores e Flores: o desafio foi transformar a beleza das cores e das flores em cosméticos para tornar a estada de consumidores exigentes ainda mais completa e especial. Terra Brasilis: além de sofisticada e contemporânea, ela tem formulação biodegradável e proporciona hidratação e limpeza ideal para os cuidados da pele e cabelos, com essências naturais e agradáveis. Florence Blanc: a linha tem como um de seus diferenciais o extrato e óleo de argan, que conquistaram o mundo com seus inúmeros benefícios de hidratação e revitalização para os cabelos e pele.

[close]

p. 11

Ponto de Vista Turismo e macroeconomia Viajar está, invariavelmente, entre os primeiros itens na lista de consumo dos sonhos e vontades dos brasileiros; a viagem está associada em nossa mente a algo que nos proporciona prazer. No entanto, sempre que existe qualquer abalo econômico do orçamento, costuma ser um dos primeiros itens em outra lista: na de cortes. Haja inovação e criatividade para os empresários do setor de Turismo vencerem o ‘tsunami’ financeiro e político que se criou neste país. Após analisarmos alguns dados sobre a situação econômica brasileira, constatamos que 2015 está sendo muito ruim e que 2016 tende a ser um ano difícil para os negócios em geral. A desvalorização do Real frente ao dólar e ao euro nunca esteve tão elevada, reduzindo drasticamente o poder de compra do brasileiro no exterior. Sorte dos estrangeiros que ganham em dólar e em euro – estes sim podem aproveitar para percorrer o Brasil e outros países que igualmente tiveram suas moedas desvalorizadas. Taxa de câmbio média mensal (jan/13 a set/15) 4,0000 3,5000 3,0000 2,5000 2,0000 1,5000 1,0000 0,5000 - O baque da desvalorização do Real e do impacto das crises econômica e política no bolso do cidadão provocou um fenômeno de promoções de preços em plenos meses de férias, algo observado pela primeira vez na história brasileira do turismo. Nos meses de janeiro e julho de 2015 (férias nacionais) foram várias promoções de viagens. Alguns exemplos: 50% de desconto para o segundo passageiro (‘pague um, viaje dois’); dependendo do destino, casal viajando com duas crianças de até 12 anos, os pequenos não pagavam. Gastos com viagens internacionais (em US$ bilhões) Discriminação Desp. líquidas (desp-receitas) Desp. brutas Fonte: Banco Central do Brasil jul/14 jul/15 Var % jan-jul/14 jan-jul/15 Var % -1,6 -1,2 -25,0% -10,5 -8,2 -21,9% 2,4 1,7 -29,2% 14,8 11,6 -21,6% Fonte: Banco Central do Brasil (www.bcb.gov.br/?conjuntura), Indicadores Econômicos (9/9/15). Até mesmo para viagens ao exterior, durante as férias, as promoções em condições inéditas surgiram, inclusive para destinos como EUA, Argentina e Europa – oportunidades “nunca antes vistas na história”. Para o turista, pode até ter sido uma vantagem; para as empresas do setor, no entanto, um baque nas expectativas de desempenho em termos de receitas, em especial, na alta temporada. Outras ‘dificuldades’ surgiram. As companhias aéreas nacionais reduziram em média 10% da malha aérea. E as companhias aéreas internacionais, além de suas hiper ofertas, também reduziram sua malha aérea. A rede hoteleira está trabalhando nas principais cidades com taxa de ocupação e tarifas inferiores ao primeiro semestre de 2014, em torno de 40% a menos. www.leituradebordo.com.br | Setembro 2015 | Leitura de Bordo 11 01/set Set Nov Set Jan/13 Jan/14 Nov Jan/15 Mai Mai Mai Jul Jul Mar Mar Mar Jul 3

[close]

p. 12

Ponto de Vista Essas atitudes podem ser até criticadas, porém, os dados econômicos negativos – que reduzem o poder de compra do brasileiro – forçam a tomada de medidas de contenção pelas empresas. Cerca de 57 milhões de brasileiros estão negativados no Serasa, ou seja: 25% da população brasileira que representam 45% da População Economicamente Ativa estão impedidos de comprar a prazo (Tabela 1).45% da População Economicamente Ativa estão impedidos de comprar a prazo Em mil pessoas1/ Período Ocupados A 2014                       2015             Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul 23 113 22 976 22 924 22 941 22 943 23 060 22 961 23 139 23 103 23 278 23 383 23 224 23 004 22 775 22 727 22 769 22 788 22 761 22 755 Desocupados B 1 163 1 243 1 214 1 173 1 179 1 164 1 182 1 221 1 183 1 142 1 192 1 051 1 288 1 419 1 494 1 557 1 633 1 686 1 844 PEA2/ C=A+B 24 276 24 219 24 138 24 114 24 122 24 223 24 143 24 360 24 286 24 420 24 575 24 275 24 292 24 194 24 221 24 327 24 421 24 447 24 600 PIA3/ D 43 001 43 137 43 214 43 308 43 323 43 331 43 334 43 380 43 439 43 454 43 462 43 585 43 567 43 554 43 589 43 590 43 685 43 749 43 879 Taxa de desemprego % E=B/C 4,8 5,1 5,0 4,9 4,9 4,8 4,9 5,0 4,9 4,7 4,8 4,3 5,3 5,9 6,2 6,4 6,7 6,9 7,5 Taxa de atividade % F=C/D 56,5 56,1 55,9 55,7 55,7 55,9 55,7 56,2 55,9 56,2 56,5 55,7 55,8 55,5 55,6 55,8 55,9 55,9 56,1 Distribuição de desocupados segundo o tempo de procura de trabalho % Até 30 dias 24,1 22,6 22,0 22,0 23,5 23,6 21,5 22,0 22,6 21,0 23,4 22,3 29,6 22,3 22,1 19,0 21,3 18,4 19,4 De 31 dias a 6 meses 52,9 51,8 53,5 52,0 49,6 50,2 50,5 49,9 48,4 49,7 49,9 49,6 46,4 54,0 54,5 55,4 52,1 54,1 50,4 De 7 a 11 meses 8,2 8,8 7,6 8,6 9,3 9,2 11,2 10,4 9,9 10,7 9,6 10,8 7,3 7,7 7,4 7,9 8,8 8,4 10,0 A partir de 1 ano 14,8 16,8 16,9 17,4 17,6 17,0 16,8 17,7 19,1 18,6 17,1 17,3 16,7 16,0 16,0 17,7 17,8 19,1 20,2 Fonte: Indicadores de Conjuntura do Banco Central do Brasil. Na iniciativa privada, grandes empresas de diversos segmentos econômicos, já iniciaram as férias coletivas, seguidas de demissão. Temos os piores índices de desemprego dos últimos 12 anos. A taxa de desemprego aberta, calculada pelo IBGE, em janeiro de 2014 era de 4,8%, e em julho de 2015 passou a 7,5%. Do lado do governo – ou (des)governo para muitos – federal, os aposentados corriam e correm o risco de ter seus rendimentos reduzidos. Nos estados, a situação é bem complicada. No Estado do Rio Grande do Sul os salários dos servidores estão sendo pagos de forma fracionada. No Distrito Federal, o governo já alertou que provavelmente não terá recursos financeiros em no12 Leitura de Bordo | Setembro 2015 | www.leituradebordo.com.br vembro, para pagar os salários dos servidores. “Nunca antes na história” isto aconteceu. De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED/MET), o Brasil bateu o recorde de demissões no setor econômico do turismo, ou seja, as agências que sempre foram grandes empregadoras, estão demitindo e não renovando seus quadros profissionais (Tabela 2). Emprego Formal no DF e Brasil (comparação entre 2014 e 2015 em igual período) Ag Turismo DF BRASIL jan-jul/14 Admitidos 695 18.041   Desligados -697 -18.199   Total -2 -158 jan-jul/15 Admitidos 532 15.337   Desligados -589 -17.570   Total -57 -2.233 FONTE: CAGED/MTE.

[close]

p. 13

Ponto de Vista Brasil bate recordes de demissões Posição na ocupação Período Total  2014                       2015             Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul 17 757 17 571 17 573 17 602 17 644 17 637 17 580 17 706 17 762 17 788 17 887 17 846 17 469 17 459 17 333 17 350 17 413 17 381 17 326 Empregados  Com carteira  Sem carteira  12 777 12 660 12 625 12 682 12 740 12 710 12 646 12 736 12 785 12 776 12 841 12 820 12 534 12 534 12 450 12 443 12 469 12 431 12 262 3 110 3 045 3 079 3 058 3 055 3 076 3 113 3 078 3 101 3 081 3 098 3 099 3 116 3 081 3 024 3 010 3 024 2 994 3 056 Não remunerados, militares e funcionários públicos estatutários 1 871 1 866 1 869 1 862 1 849 1 851 1 820 1 892 1 877 1 931 1 947 1 928 1 819 1 844 1 859 1 897 1 920 1 955 2 007 Conta própria Empregadores Empregados no setor privado Total 13 828 13 719 13 683 13 658 13 668 13 677 13 663 13 796 13 765 13 692 13 848 13 800 13 562 13 561 13 461 13 381 13 464 13 421 13 285 Com carteira Sem carteira 11 779 11 696 11 675 11 704 11 726 11 714 11 665 11 750 11 731 11 698 11 820 11 807 11 555 11 581 11 541 11 486 11 514 11 475 11 306 2 049 2 023 2 007 1 954 1 942 1 963 1 998 2 046 2 034 1 994 2 028 1 993 2 007 1 979 1 920 1 896 1 950 1 947 1 979 4 280 4 311 4 303 4 304 4 223 4 333 4 338 4 394 4 321 4 449 4 427 4 342 4 487 4 315 4 402 4 400 4 359 4 342 4 398 1 015 1 022 983 974 1 009 1 016 978 975 954 974 1 005 990 1 000 954 925 951 944 963 962 Fonte: indicadores de conjuntura do Banco Central do Brasil Se não bastassem todos os problemas já relatados, consideremos ainda que o governo federal criou o 40º ministério intitulado de Central de Compras, por meio da qual, ilegalmente, passou a comprar passagens aéreas diretamente das companhias de aviação, mesmo estas encontrando-se impedidas legalmente de contratar com o governo. Essa Central alijou diversas agências das vendas para o (des)governo federal, criando um monopólio “nunca antes visto na história deste país”. E, infelizmente, o setor do Turismo está mais calado a respeito do que deveria... Como imaginar que o segmento econômico do Turismo sobreviverá a tudo isso? Não se trata de visão negativista. É a REALIDADE que estamos vivenciando. “Nunca antes na história deste país” vivenciamos experiências tão negativas, ante promessas tão infundadas. Devemos aproveitar estes momentos que se enunciam de grande dificuldades, para reavaliarmos prioridades, posicionamento econômico e novos rumos para nossos negócios. Não é a primeira crise que assola o Brasil e as agências de viagens, mas quem não se adaptar rapidamente verá seu negócio virar pó, como “nunca antes da história deste país”... www.leituradebordo.com.br | Setembro 2015 | Leitura de Bordo 13

[close]

p. 14



[close]

p. 15

Now Boarding Aeroporto de Brasília, o passageiro em primeiro lugar Com o sucesso da sala de embarque doméstico, a Inframerica agora contempla os passageiros dos voos para o exterior Quem te viu, quem te vê. Sob gestão privada, o Aeroporto de Brasília teve a capacidade de se reinventar – sempre com o compromisso de propiciar ao passageiro a melhor experiência em termos de conforto, tranquilidade e segurança. A ampliação de espaços, o investimento em tecnologia e uma preocupação com a comodidade tem norteado o projeto de modernização do aeroporto. Depois de implantar a maior e mais luxuosa sala VIP para os voos nacionais - funciona há pouco mais de um ano, já recebeu mais de 90 mil clientes desde a sua inauguração em março de 2014 e, atualmente, por dia, uma média de 400 pessoas utilizam o espaço – a Inframerica entregou a Sala VIP Internacional. O espaço tem 315 m² e fica localizado no piso inferior do satélite, sala de embarque internacional, com capacidade para receber, confortavelmente, até 81 usuários ao mesmo tempo. A sala funciona 24 horas todos os dias da semana e conta com business center equipado com computadores de última geração, espaços de TV, wi-fi grátis de alta velocidade, serviço de buffet com cardápio diferenciado nas principais refeições, além de um ambiente confortável e acolhedor para o passageiro aguardar a hora do embarque. A Sala VIP oferece serviços com padrão de hotelaria. Todos os funcionários são bilíngues e treinados para atender com a mais alta qualidade. O valor unitário de acesso para desfrutar de ambas as salas é de R$ 100,00. A Sala VIP internacional possui convênios com clientes Diners Club, Lounge Key e Priority Pass. Crianças até 3 anos não pagam, e de 4 a 13 anos pagam meia entrada. www.leituradebordo.com.br | Setembro 2015 | Leitura de Bordo 15

[close]

Comments

no comments yet