Jornal São José Operário - Dezembro 2015

 

Embed or link this publication

Description

Jornal São José Operário - Dezembro 2015

Popular Pages


p. 1

S ão J osé Operário CAPÃO REDONDO - DIOCESE DE CAMPO LIMPO Jornal PARÓQUIA SANTUÁRIO SÃO JOSÉ OPERÁRIO ANO XII - EDIÇÃO Nº 149 - 10.000 EXEMPLARES - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - DEZEMBRO - 2015

[close]

p. 2

Página-2 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário EDITORIAL Há mais de dois mil anos, um anjo chamado Gabriel, foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré para anunciar a uma virgem de nome Maria, que por obra do Espírito Santo, ela daria a luz ao Filho de Deus, o qual deveria chamar-se Jesus Maria exultou no espírito e como serva dócil e humilde disse sim ao Senhor. Por decreto de César Augusto houve na época, o recenseamento de toda a terra, por esse motivo José subiu da Galiléia, da cidade de Nazaré, a Judéia, chamada Belém, onde completado o tempo de gravidez, Jesus veio ao mundo numa humilde manjedoura. Maria envolvendo-O em faixas, reclinou-O num presépio, pois não havia para eles lugar na hospedaria. Um anjo anunciou aos pastores a Boa Nova e um dando glória ao Senhor. Sim, nascerá o Filho do Altíssimo que veio para salvar o mundo através de seu sacrifício imolado na cruz e, nos mostrar que só por Ele, que é o caminho, a verdade e a vida chegaremos ao trono de Deus. Vamos nos preparar para celebrar este Natal olhando para dentro de nós mesmos e encontrar Jesus em nosso coração, talves atado pelos nossos pecados, por isso, e por isso, menos sensível ao nosso espírito, mas ali Ele está, busquemos o Sacramento da Reconciliação, para através dele deixarmos Jesus agir livremente em nós e, aos poucos ir se apassando de todo nosso ser, para que assim, um dia também possamos dizer como São Paulo: “Já não sou eu quem vive, é Cristo que vive em mim” O advento é um dos tempos fortes da nossa liturgia. Tempo marcado pelo clima de grande expectativa da chegada do Messias-Salvador. Convida-nos a esperar diligentemente a manifestação de Deus através do Verbo Encarnado. Em sua primeira parte, o advento recoloca, diante de nós, o fato de que a história caminha sempre na direção de um encontro definitivo com Deus. Lembra-nos de que não temos morada definitiva neste mundo, nem alcançaremos plenitude aqui. Tudo é transitório, tudo está se construindo. A perfeição coloca-se sempre mais a frente. Mas não caminhamos ao “Deus dará”. Temos um porto seguro no qual o Pai marcou um encontro de amor conosco. Depois , a nossa atenção se voltará para as nossas origens. Contemplaremos os mistérios onde estão as raízes de nossa fé e de nossa vida cristã: na primeira vinda de Jesus para realizar a comunicação do grande amor com que Deus eternamente nos amou. ADVENTO E O NATAL Dezembro - 2015 o amor que Deus tem por nós e por todos os seres humanos. É graça poder testemunhar essas experiências com as outras pessoas, pois Deus, ao se revelar a nós, quer nos tornar colaboradores para que o seu amor chegue a todos através do nosso próprio amor, ainda que de uma forma menos perfeita do que EXPEDIENTE Monsenhor João Batista Diretor de atendimento aos Benfeitores: Jurandi Nunes Jornalista Responsável: Mário de Freitas - MTB 36.907 Diretor Geral: Revisões e Correções Pe. Carlos Lozada Edson Felipe Magda dos Santos Silva José Andrade Alves Diagramação O teor das matérias é de responsabilidadede seus autores. Todas a pessoas são voluntárias www.santuariosaojoseoperario.org.br santuario@santuariosaojoseoperario. org.br Publicação mensal da Paróquia: Santuário São José Operário Rua Alfredo Ometecídio, 32 Cep.: 05866-120 Capão Redondo- SP Tel. 5873-2009 5873-4279 Na celebração do Natal e nos dias festivos seguintes, cantaremos a alegria que nasce da certeza de que Deus colocou sua morada entre nós, fazendo-se Emanuel, Deus conosco. É graça conhecer www.santuariosaojoseoperario.org.br aquela com que se mani- passando do individuafestou em nosso Senhor lismo para uma conduta Jesus Cristo. comunitária, como nos propõe Jesus com sua Tempo de advento é oca- Vida e com suas Palasião de revisão de vida, vras. de conversão, de partilha solidária. Neste tempo, Desde já, desejo para toinsere-se a Campanha da dos Feliz Natal, segundo Evangelização, no qual o Coração de Cristo somos despertados para Dom Luiz Antônio Guedes a co-responsabilidade Bispo Diocesano de Campo Limpo na missão evangelizadoEXTRAÍDO DO JORNAL DIOCESE EM ra da Igreja. Pede nossa AÇÃO N º 14 disponibilidade para o engajamento na missão e a colaboração financeira para o sustento das obras evangelizadoras e pastorais. Tempo de Natal é oportunidade de renascer para um novo estilo de vida, mais fraterno e solidário,

[close]

p. 3

Dezembro - 2015 JESUS CRISTO É O ROSTO DA MISERICÓRDIA DO PAI sendo que, dentre eles, seis anos se trabalhava a terra e no sétimo, deviam descansar, tanto a terra como os trabalhadores da terra. Era um ano tão importante que o povo comemorava-o com solenidades marcantes, porque o ANO DO JUBILEU tem tudo a ver com um JÚBILO no interior de cada pessoa. Era uma celebração muito festiva com todo o povo Judeu. Era um tempo de celebração. De fato, era necessário festejar e agradecer ao Senhor Deus. O ANO DO JUBILEU era um ano esperado por todos, pois nele era marcado o tempo do resgate; os que estavam tristes iam se alegrar, os doentes seriam curados, os abandonados, encontrados; era o ano da graça dos Senhor. Nele eram observados os preceitos do repouso da terra e junto o descanso dos trabalhadores, a liberdade dos escravos, a instituição de normas que regularizavam a negociação de propriedades; as famílias resgatavam as suas propriedades; as dívidas eram perdoadas. O ano do Jubileu interessava a todos e levava tambem em conta duas grandes metas: por um lado essa Lei deveria ser cumprida e assumida por todo o povo em relação às diferenças sociais, que não provêm de Deus, mas sim do pecado. Quem gera o pecado é inimigo de Deus. Para fazer a vontade do Senhor era necessário que acontecesse a justiça social; nem senhores e nem escravos; um só é o Senhor e Pai de todos. Por outro lado, TODOS RECEBIAM A REMISSÃO DE SEUS PECADOS. Isto é, uma oportunidade para recomeçar uma nova vida; receber o perdão, concedido por Deus e sentir que o amor de Deus é infinito. A prática do ANO DO JUBILEU era a libertação e a consciência que a chegada do Reino de Deus era possível. No evangelho de São Lucas 4, 18-21, o Senhor Jesus fez um projeto de vida e anuncia o ano da graça do Senhor; Ele nos deixa um legado grandioso do seu reino que tambem é nosso quando estamos em comunhão com Ele. Ele cumpriu em si mesmo o Jubileu do Primeiro Testamento. Isaías profetizou o “ano aceitável do Senhor” (cf. Is. 61, 2) e “o ano dos meus redimidos é chegado” (cf. Is 63, 4). Se lermos atentamente a profecia que fala de Jesus, em Isaias 61,1-3, percebe-se claramente os benefícios concedidos pelo ano do Jubileu. Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Página-3 N este texto quero apresentar O SIGNIFICADO DO ANO DO JUBILEU NA BÍBLIA a palavra Jubileu vem do hebraico, que quer dizer “Sonido de trombeta”. Este sonido vem de um instrumento que se chama SHOFAR, feito do chifre do carneiro; instrumento que, ao ser acionado, produz uma nota musical longa e aguda e em seguida é anunciado o início do ANO DO JUBILEU. Esse ano correspondia ao primeiro ano depois de sete vezes o ano sabático dos Judeus. O ano sabático era compreendido num total de sete anos, Em março de 2015, o João Batista Papa Francisco anun- Monsenhor Pároco e Reitor do Santuário ciou a BULA DE PROSão José Operário CLAMAÇÃO DO JUBI- LEU EXTRAORDINÁRIO DA MISERICÓRDIA para ter o seu início em Roma dia 08 de dezembro de 2015 e Celebração conclusiva em 20 de novembro de 2016. Nosso bispo Dom Luiz Antônio, decretou que em nosso Santuário São José Operário teremos todos os símbolos e sinais da misericórdia. Por isso faremos a abertura do Ano da misericórdia no dia 13 de dezembro na missa das 18h30. Todos são convidados a fazer a experiência de passar na Porta da Misericórdia e receber a indulgência plenária aqui mesmo. No decorrer do Ano Santo da misericórdia, peço a todas as equipes de Pastorais que façam sua peregrinação oficial no Santuário São José Operário ao Santuário para receber a indulgência Plenária. www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 4

Página-4 NATAL: “DEUS ESTÁ CONOSCO” para estar junto ao homem e fazer-se encontrar lá onde o homem passa os seus dias na alegria ou na dor. Portanto, a terra não é mais somente um “vale de lágrimas”, mas é o lugar onde o próprio Deus colocou a sua tenda, é o lugar do encontro de Deus com o homem, da solidariedade de Deus com os homens. Deus quis partilhar a nossa condição humana ao ponto de fazer-se uma só coisa conosco na pessoa de Jesus, que é verdadeiro homem e verdadeiro Deus. Mas há algo ainda mais surpreendente. A presença de Deus em meio à humanidade não foi realizada de modo ideal, sereno, mas neste mundo real, marcado por tantas coisas boas e ruins, marcado por divisões, maldade, pobreza, prepotência e guerras. Ele escolheu habitar a nossa história assim como ela é, com todo o peso de seus limites e dos seus dramas. Assim fazendo, demonstrou de modo insuperável a sua inclinação misericordiosa e repleta de amor para com as criaturas humanas. Ele é o Deus-conosco; Jesus é Deus-conosco. Vocês acreditam nisso? Façamos juntos esta profissão: Jesus é Deus-conosco! Jesus é Deus-conosco desde sempre e para sempre conosco nos nossos sofrimentos e nas dores da história. O Natal de Jesus é a manifestação de que Deus colocou-se de uma vez por todas do lado do homem, para nos salvar, para nos levantar do pó das nossas misérias, das nossas dificuldades, dos nossos pecados. Daqui vem o grande “presente” do Menino de Belém: Ele nos traz uma energia espiritual, uma energia que nos ajuda a não nos abatermos com os nossos cansaços, os nossos desesperos, as nossas tristezas, porque é uma energia que aquece e transforma o coração. O nascimento de Jesus, de fato, nos traz a bela notícia de que somos amados imensamente e singularmente por Deus, e este amor não somente o faz conhecer, mas o doa, comunica-o! Da contemplação alegre do mistério do Filho de Deus nascido por nós, podemos tirar duas considerações. Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Dezembro - 2015 Q ueridos irmãos e irmãs, O Advento tem se tornado ainda mais intenso pela Novena do Santo Natal, que estamos vivendo nestes dias e que noz conduz às festas natalícias. Por isso, hoje gostaria de refletir convosco sobre o Natal de Jesus, festa da confiança e da esperança, que supera a incerteza e o pessimismo. E a razão da nossa esperança é esta: Deus está conosco e confia ainda em nós. É generoso este Deus Pai! Ele vem morar com os homens, escolhe a terra como sua morada coisa ruim quando se vê um cristão que não quer rebaixar-se, que não quer servir. Um cristão que se exibe sempre é ruim: aquele não é cristão, aquele é pagão. O cristão serve, rebaixa-se. Façamos com que estes nossos irmãos e irmãs não se sintam nunca sozinhos! A segunda consequência: se Deus, por meio de Jesus, envolveu-se com o homem a ponto de tornar-se como um de nós, quer dizer que qualquer coisa que fizermos a um irmão ou a uma irmã a teremos feito a Ele. Recordou isso o próprio Jesus: quem tiver alimentado, acolhido, visitado, amado um dos mais pequeninos e dos mais pobres entre os homens, terá feito isso ao Filho de Deus. A primeira é que se no Natal Deus se revela não como um que está no alto e que domina o universo, mas como Aquele que se rebaixa, vem à terra pequeno e pobre, significa que para sermos similares a Ele nós não devemos nos colocar sobre os outros, mas antes rebaixar-nos, colocarmo-nos a serviço, fazer-nos pequenos Confiemo-nos à materna com os pequenos e pobres intercessão de Maria, Mãe com os pobres. Mas é uma de Jesus e nossa, para que nos ajude neste Santo Natal, agora próximo, a reconhecer na face do nosso próximo, especialmente das pessoas mais frágeis e marginalizadas, a imagem do Filho de Deus feito homem. Papa Francisco Boletim da Santa Sé TEL: 5874-0927 / 5871-6457 Av. Comendador Sant’ anna, 294 (sobreloja) www.santuariosaojoseoperario.org.br FLUÊNCIA EM 2 ANOS

[close]

p. 5

Dezembro - 2015 A HORA DA VERDADE (A nossa vida diante de um espelho...) sucessos com cada situação que vivemos durante 2015. Queridos paroquianos, quando uma empresa faz balanço no final do ano, o resultado pode ser positivo ou negativo; pode resultar em lucro ou prejuízo. O mesmo pode acontecer numa paróquia. O Pároco, os seus colaboradores e as pastorais, fazem um balanços de como foi o ano. Se resultou positivo para o crescimento espiritual dos seus fiéis ou não. rante este ano de 2015 que Queridos paroquianos, se vai... é importante aprender, até mesmo com nossos Como comunidade católica erros e pecados. Um erro e cristã, talvez em algumas pode ser uma experiência experiências crescemos es- positiva se cada um de nós piritualmente e fomos uma aprendermos como não benção para todos os irmãos se deve fazer algo. Aqui que formam esta família do surge um pequeno e grande santuário. problema, bem humano: Com outras experiências infelizmente, nem sempre talvez não soubemos lidar temos a habilidade e a hue perdemos a oportunida- mildade de aprender com nossos erros e os nossos pe- Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Página-5 parecida no próximo  ano 2016. Na leitura do livro do Gênesis 42, 1 - 22, os irmãos de José tiveram uma oportunidade de fazer um bom exame de consciência sobre o que haviam feito no passado com o seu irmão José. Realmente foi um momento difícil para eles. Se eles, com humildade, tivessem aprendido a lição antes, Deus não precisaria ter falado tão duro com eles. Convido a todos vocês para que leiam com calma e em um clima de oração - Gênesis 42,1-22. Queridos amigos do Santuário, uns aprendem muitas vezes pelo amor; outros (a maioria...) só aprendem pela dor. Por isso, com humildade e como amigo de todos vocês, aproveitem este fim de ano, 2015, para avaliar o que passou conosco pessoalmente e corrigir os erros e os pecados que talvez tenhamos cometido, antes que seja tarde demais.... O interessante, meus bons amigos do Santuário, é que hoje nós podemos nos avaliar. Um dia, que não sabemos quando, Deus como justo juiz, nos avaliará. Hoje, neste final do ano, Jesus será o nosso advogado, um dia, sabe Deus quando, Jesus será nosso juiz. FELIZ E PRÓSPERO 2016 Q ueridos paroquianos, o ano 2015 nos vai escapando das mãos e da nossa vida. O mês de Dezembro se despede de cada um de nós. Este mês de Dezembro de 2015, jamais voltará... Ficará metido no cesto das lembranças. Se em algo foi negativo, alguns aspetos devem ser modificados, criados e praticados com maior responsabilidade para o ano 2016. Assim também é a nossa O fim de um ano sempre vida. traz a oportunidade de fazer um exame de consciência, As experiências que viveum balanço da vida e de mos neste ano que passou programar novas metas para nos podem ter levado para o novo ano que já se aproxi- mais perto de Deus, nos ajudado a crescer e amama de cada um de nós. durecer, a abençoar nossas Ao avaliarmos o ano velho, famílias, os amigos de cada olhamos para trás procuran- dia; sem ser pessimista,do entender as experiências mas podem também terque tivemos, os caminhos -nos dado muitas dores de que o Senhor nos permitiu cabeça, prejuízos e caídas andar e as lições que pode- nos mesmos pecados que mos aprender dos erros, dos intentamos combater du- de de crescer e amadurecer não fomos, para nada, um instrumento de Deus para abençoar e orar pelos demais. O ano 2015, vai embora. Talvez muito triste pelos graves acontecimentos que aconteceram ao longo desde ano. Nem tudo  saiu como nos pedia o Papa Francisco. cados (ofensas a Deus e ao próximo...). Muitas vezes, os cristãos e os católicos, intentamos justificar-nos ou encontrar um culpado “um bode expiatório” para os nossos fracassos e para as nossas caídas no pecado. O mal de tudo isso, se não fizermos nada para melhorar, não aprenderemos nada com os nossos erros e até mesmo pecados, e a tendência é tropeçar no mesmo pecado e nos mesmos erros e repeti-lo a mesma coisas ou Refrigeração Bom Clima Assistência Técnica Especializada Freezer, Geladeiras e Máquinas de Lavar Câmaras e Balcões Frigoríficos, Tel. 5873-3032 / 9308-1486 - Sr. Augusto R. Marco Basaiti, nº 8 - Capão Redondo Pe. Nilson da Silva Vigário Paroquial www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 6

Página-6 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Dezembro - 2015 www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 7

Dezembro - 2015 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Página-7 www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 8

Página-8 PROGRAMAÇÃO DA PARÓQUIA SANTUÁRIO SÃO JOSÉ OPERÁRIO Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Dezembro - 2015 www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 9

Dezembro - 2015 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário NATAL É A FESTA DO AMOR do amor do Pai em sua vida e na de sua família no decorrer desse ano. Seria muito belo, se na Noite Santa, nos aproximássemos do presépio com uma cartinha ao Menino Jesus. Nela podemos colocar nosso reconhecimento pelas manifestações do amor do Pai que reconhecemos neste ano de 2015. Os pedidos serão então, não uma expressão do quanto nos falta, mas da alegre confiança que o Pai proverá também no futuro tudo o que precisamos. Batemos na porta de Maria “Diante da manjedoura nós vemos também a bendita entre as mulheres, nossa querida Mãe e Rainha. Também ela, por amor ao Pai, por amor ao Filho, por amor a mim, pronunciou o seu Sim. Ela o pronunciou apesar de suspeitar o quanto este sim lhe traria sofrimentos. Também ela me ama e quer ser amada por mim com amor de retribuição.” Diante de tão boa Mãe, podemos colocar nosso coração sem reservas! Ela me ama e quer ajudar-me em Cristo e no Espírito Santo, amar o Pai! Depositemos em seu coração nossa agenda de 2016. Ela toma nossa mão e escreve em cada data do novo ano: “Faça-se em mim, segundo a sua vontade!” (Lc 1,38) Ela nos mergulha em sua confiança sem reservas no amor do Pai e nos toma pela mão para que Página-9 melhor preparação para a festa do Natal, portanto, é saborear o amor de Deus! É verdade que vivemos em um mundo repleto de violências e desamor, mas tudo isso não pode ser impedimento para ver e agradecer o amor atuante de Deus em nossa vida. Se não fizéssemos isso, seria como olhar para uma obra de arte e criticar apenas as falhas da tela criadas pela sombra no local em que está exposta, sem valorizar a obra prima do artista que a executou. Há o amor de Deus pairando e conduzindo toda a história do mundo! Seria um desastre se não fosse assim! Há um amor infinito de Deus que habita entre nós! Precisamos nos deixar guiar pela estrela a fim de encontrá-lo! Nós o veremos como viram os reis magos: “Entrando na casa, acharam o menino com Maria, sua mãe!” (Mt 1, 11) Deixe-se guiar pela estrela! Entre física e espiritualmente em sua casa, em seu Santuário, abra a janela do coração e, com Maria, agradeça todas as manifestações www.santuariosaojoseoperario.org.br A também façamos, com alegria, a nossa parte e possamos reconhecer diariamente: “O Senhor fez em mim maravilhas!” (Lc 1,49) Nos dias que antecedem a festa do Natal, tire um momento para estar sozinho com Deus, no silencio, diante do tabernáculo, e responda a pergunta: “Nós estamos realmente convictos de que um amor divino nos envolve e nos abrange pessoalmente?” Ele nos estimula a responder essa pergunta: “É preciso que nos tornemos conscientes de que diante de Deus não somos um número. Deus ama a cada um de nós bem pessoalmente, quase quisera dizer, como se um estivesse aqui sozinho. Este amor se demonstrou não só cada dia, erguendo um monumento no passado, mas ele se tornará visível cada dia de novo na história de nossa Família e na nossa história pessoal de vida.” Se voltarmos nosso coração para esse amor, então, com certeza, nosso Natal será realmente feliz, pois será um Natal no amor do Pai! Então, em cada dia do novo ano, podemos ser para muitas pessoas uma estrela que conduz a Cristo, um sinal do amor do Pai em suas vidas! Feliz Natal! Pe. Carlos Lozada Vigário Paroquial

[close]

p. 10

Página-10 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Dezembro - 2015 Participe das Missas SEGUNDA-FEIRA 12H e 19H TERÇA-FEIRA 7H30 e 12H QUARTA-FEIRA 7H30, 12H e 19H QUINTA-FEIRA 7H30, 12H e 20H SEXTA-FEIRA 7H30, 12H e 19H SÁBADO 7H30, 12H e 19H DOMINGO 6H30 - 8H - 10H 12H - 15H - 18H30 Todas 2ª Terças às 16H CAPELA S. PEDRO - 8H30 CAPELA S. VICENTE - 10H MISSA DE CONSAGRAÇÃO DO DÍZIMO Dia 10/12 (Quinta-feira) às 20h Dia 12/12 (Sábado) às 19h Dia 13/12 (Domingo) às 6h30, 8h, 10h, 12h, 15h e 18h30 Na Capela São Pedro - Dia 13/12 (Domingo) às 8h30 Na Capela São Vicente - Dia 13/12 (Domingo) às 10h No Santuário São José Operário www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 11

Dezembro - 2015 ADENILZA MONTEIRO DE SOUZA ADENIR RODRIGUES DE SOUZA ADOLFO MENEZES JUNIOR ADWANIA TAVARES MANGABA AGATHA ROBERTA R. DA SILVA ALAIDE S. SOUZA MARTINS ALAÍDE SANTANA DOS SANTOS ALDO LUIZ DOS SANTOS ALESSANDRA SANTIAGO SOARES ALESSANDRO DIAS DA SILVA ALEX CAMILO DA SILVA ALEXANDRE DO ESPIRITO SANTO ALUISIO CORDEIRO DE BARRAS AMABILE P. BUENO RODRIGUES ANA ALVES SIMÕES ANA DE SOUZA CARDOSO INACIO Os mais sinceros votos de Paz aos Dizimistas do mês de Dezembro/ 2015 EDVÂNIA PEREIRA DE SOUSA LIMA ELIANA DA CONCEIÇÃO MARQUES ELIGIA CONCEIÇÃO LEANDRO ELZI APARECIDA PEREIRA EMERSON L. JESUS SILVA EMILIA LUCINEIA B. S. RIBEIRO ERNAVA DA COSTA E SILVA ESTELA RITA REIS JACQUES EULINA BALBINO EVA QUIRINO DE A. MOTA EVANDRO JOSÉ DE SOUZA FABIANA CAROLINA DA CONCEIÇÃO FABIANA OLIVEIRA SANTANA FLAVIANE RODRIGUES DA SILVA FLORDELICE PINHEIRO DOS SANTOS FRANCIMAR DE JESUS PINTO FRANCISCA ANTONIA G. DE ALMEIDA FRANCISCA DE JESUS C. DOS SANTOS Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Página-11 JOSÉ CARLOS DE OLIVEIRA JOSÉ DE JESUS MARIA DALVA REZENDE COSTA RAIMUNDA FERREIRA DOS SANTOS RAIMUNDO DAMASCENO RAQUEL FERREIRA REGICELIA BENVINDO DE ARAUJO RENATA YASMIN DA SILVA RISOLANE XAVIER ALVES RITA DE CASSIA EDUARDO RITA DE SOUSA RIBEIRO ROMERO DE LIMA RONALDO GOMES DOS REIS ROSALINA DE OLIVEIRA ROSANA DA SILVA FREITAS SOUZA ROSANGELA MARIA DE MORAIS ROSANGELA MENDES ROSARIA APARECIDA DA S. SOUZA ROSENEZ SILVA TRINDADE ROSICLEIDE APARECIDA F. XISTULINO MARIA DAS GRAÇAS COSTÓDIO MARIA DAS GRAÇAS DA COSTA MARIA DE FÁTIMA DA SILVA II MARIA DE FÁTIMA FREITAS DE LIMA MARIA DO AMPARO P. DA COSTA MARIA DO CARMO DA SILVA FERREIRA JOSÉ DIÓGENES DOS S. SILVA JOSÉ JOSIAS DA SILVA JOSE MARIA DE OLIVEIRA JOSÉ NILTON PAIXÃO BRITO JOSÉ PAULINO MONTEIRO BORGES JOSÉ RAIMUNDO DE OLIVEIRA JOSÉ TRAJANO DA SILVA NETO JOSEFA DE MELO ALVES JOSEFA MARIA DA CONCEIÇÃO JOSEFINA H. DE FREITAS JUCELANE MARCELINO DE OLIVEIRA JULIANA ANDRADE DA SILVA JULIANA TEIXEIRA DA SILVA KATIA MARIA DA SILVA KLEDER MOREIRA AMURIN LAURIDES NASCIMENTO PINHEIRO LEILA ALVES DA SILVA LEILA SANTANA PASSOS LEOZITA DA SILVA CHAVES LITANIA NUNES LOURDES TELES DA SILVA LOURIVALDO ADÃO DE PAULA LUCIMAR GOMES SANTOS LUIS CARLOS RICARDO DA SILVA LUIS EDUARDO DE MORAES LUIZ CLAUDIO DA SILVA LUIZ JOÃO DA COSTA LUZIA APARECIDA DA S. OLIVEIRA LUZIA JERMINA PEREIRA LUZIA ROZENDO DA SILVA MANOEL BEZERRA FERREIRA MANOEL LUIZ AVELINO MANOEL M. CORREIA DOS SANTOS MANOEL MESSIAS DE SOUZA MARCOS ANTONIO CINTRA MONMA MARCOS PAULO MARGARETE DOS REIS BAZZO MARIA ALICE ROCHA RAMOS MARIA ALMEIDA LUCAS MARIA ANESIA DE LIMA MARIA APARECIDA PEDROSA DE SÁ MARIA AURINEIDE DA SILVA BARRETO MARIA CELIA CECILIA DA SILVA MARIA CICERA FILHA MARIA CLAUDIA DE MELO MARIA DA CONCEIÇÃO B. COSTA MARIA DA CONCEIÇÃO NABÚ MARIA DA GLORIA A. DA SILVA MARIA DA PENHA PRADO MARIA DO SOCORRO O. DINIZ MARIA EDUARDA GOMES DA SILVA MARIA FRANCISCA DE FRANÇA MARIA GILDA DA SILVA MARIA GORETHE A. CONSTANTINO MARIA HELENA RAMOS BARBOSA MARIA HELENA SANDI MAGALHÃES MARIA JOSÉ DE PINHO MARIA JOSÉ DO NASCIMENTO ROCHA ANA GABRIELA RAMOS DE OLIVEIRA ANA LUCIA M. A. RUFINO ANA LUIZ OLIVEIRA NOGUEIRA ANA SOARES LOPES ANATÁLIA MOURA SILVA ANDREA DE F. ANTUNES ANTONIA ALVES DE OLIVEIRA ANTÔNIO AUGUSTO DOS REIS ALVES ANTONIO MARIO DOS SANTOS ANTÔNIO ROBERTO DE SOUZA ARI ALVES DA ROCHA ARLINDA DA CRUZ COSTA ARY EDUARDO AURELICE BARROS DA SILVA BRUNA DA SILVA ROCHA CAIQUE MACHADO SEILER CARLA PESSOA XAVIER CARLA RESENDE DE OLIVEIRA CARLOS ADOLFO ZAPIO CELIA RODRIGUES SOARES CICERA MARIA DE MOURA SANTOS CIDICLEIDE ALVARENGA FREITAS CLAUDA BATISTA DA SILVA SENA CLAUDIA THAIS VIEIRA CLEUNICE APARECIDA RAMOS CLEUSA OLIVEIRA DA SILVA DAIANE FERREIRA DA SILVA DANIEL FERREIRA GONÇALVES DEUSDETE ALVES DA LUZ DIELSON JOSÉ DA COSTA DIVINA ALVES MACEDO DOUGLAS NUNES DE SOUSA EDELUCIA SANTANA MOREIRA EDI DE SOUZA EDIR LEITE RODRIGUES MARIA JOSÉ DOS S. MAGALHÃES MARIA JOSÉ GOMES DA SILVA MARIA LEVINO DE SOUZA (LIA) MARIA LILIAN O. S. SOUSA MARIA LUCENEIDE DA SILVA MARIA RISONEIDE DOS S. CAVALCANTI ROZALIA FATIMA DE O. COELHO RUTE FIUZA DA CONCEIÇÃO SALETE COSTA SILVA SANDRA DOS SANTOS MENDES SEBASTIANA AP. NASCIMENTO SEBASTIÃO GOMES DE OLIVEIRA SEBASTIÃO RAIMUNDO DE LIMA SELENITA FERREIRA DOS SANTOS SILVIA CAVALCANTE SOUZA STEPHANIE MEIRELES DOS SANTOS TALITA SOUZA DE OLIVEIRA TELMA G. DA SILVA TEREZA RODRIGUES ALBURQUERQUE FRANCISCA LIDUINA DA S. SANTOS FRANCISCO DARCI MOSACK FRANCISCO GONÇALVES PEREIRA FRANCISCO XAVIER B. SOTERO FRANCISCO XAVIER VALENTIM GABRIELLY DE KASSIA ALVES RUFINO GERALDO JOAQUIM DO NASCIMENTO GERALDO LUZIA DE MARCELHAS GILDA M. GARCIA DA SILVA GUIOMAR CARDOSO RODRIGUES HENRIQUE ECCARD DE SOUZA HIAGO PAIVA SANTOS HILDA ALVES RIBEIRO HILTA GOMES ROCHA PEREIRA INALDO JOSE DA SILVA IRENE MARIA DA CONCEIÇÃO SILVA ISABEL SILVEIRA MENDES IVAN APARECIDO LIMA IVANA M. DE ALMEIDA SILVA JACINTA EULALIA GOMES CABRAL JACKSON CARLOS SOUZA JACQUELINE SOUZA NASCIMENTO JAQUELINE BOMFIN F. DE OLIVEIRA JEFFERSON CARVALHO SANTOS JEZONITA FERREIRA JOANA EVANGELISTA DA CONCEIÇÃO JOANA ROSA DE JESUS ANTUNES JOÃO ROBERTO RIBEIRO JOAQUIM ARAUJO DE NOVAES JONAS GONÇALVES JORGE NELSON CORREIA JOSÉ APARECIDO FALCÃO JOSÉ CARLOS CANDIDO MARIANA DIAS DA SILVA MARLENE AP. DA S. SANTANA MARLENE DA SILVA CORREIA MATHEUS ELIAS DINIZ DA SILVA MICHAEL REINER DE SOUZA MIGUEL BOVE MIGUEL TENORIO CAVALCANTI MONICA DAS GRAÇAS N. SILVA MONS. JOÃO B. CARVALHO NAELSON CORREIA DA SILVA NATALIA GOUVEA DOS SANTOS NATALIA GOUVEA DOS SANTOS NATALIA MARIA DE CARVALHO NATALINO DA SILVA NEILDE MENDES DOS SANTOS NELSON DA COSTA GOMES NELSON DOS SANTOS NICODEMOS MARTINS DE ALMEIDA ORTI ALVES DE ARAUJO M. OSANA INOCENCIO DE ARAUJO OSVALDO GARCIA ROSALE OTILIA CORREA PATRICIA DE C. LANA PATRICIA VIEIRA RAMOS CAVALCANTI PAULO CESAR RODRIGUES PREZZOTO PAULO JOSÉ DE CASTRO PRISCILA RODRIGUES DA SILVA MOTA QUITÉRIA DE MELO SILVA RAFAEL ROZENDO DA SILVA TEREZINHA PEREIRA DE ALENCAR TEREZINHA VALENTIM DA SILVA THAIS APARECIDA SOUTO SILVA THIAGO RODRIGUES SOUZA VALDECI ROSA F. DA SILVA VALDEMAR GOMES VALÉRIA RAMOS PEREIRA VANDERLEI G. A. JUNIOR VANESSA RUBIM VANICE FERREIRA BARBOSA VERUSCA ZIPPO VILMA COSTA MACHADO VILMA MENEZES SANTIAGO WAGNER SUZUKI WANDERLEY CARLOS DOS S. MÁCARIO WENDELL PEREIRA DOS SANTOS WILMA COSTA MACHADO YGOR PAIVA SANTOS ZILDA GUERRA AMORIN “Pagai integralmente os dízimos ao tesouro do templo, para que haja alimento em minha casa” (Malaquias 3, 10) www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 12

www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

Comments

no comments yet