Livro - Pe Franco Delpiano faz...

 

Embed or link this publication

Description

conecta 2o15

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

Projeto Conecta 2015 Identificação da escola: Escola Estadual Pe Franco Delpiano Identificação da Turma Prioritária: Ensino Fundamental II 9º ano A e B - Matutino Responsáveis pelo projeto: Diretora: Anjela Regina D’Elia Ramos Coordenadoras pedagógicas: Denise Ferreira Nascimento Ceila Maciel de Souza Progetec: Aidina Mota de Souza Professor(es): Deroci da Silva Feitosa Junior Viviane Mestriner Maria Cristina Rodovalho José Nogueira Neto Título do projeto PE. Franco Delpiano faz... Autores do futuro Nome da Turma: Lino Vilachá Logomarca: Objetivos: Formar bons leitores e desenvolver a autonomia para escrita e produção artística. Agradecimento: Agradecemos Direção, Coordenação, Professores, Alunos e Funcionários que se comprometeram para o sucesso deste projeto.

[close]

p. 3

SUMÁRIO 1. História de Donovan (João Matheus de Freitas Miranda-9°A) 2. O amor é um sentimento que... (Brenda de Paula Côrdoba-9ºB) 3. Final Comum( Camilla Gabriella de Jesus Sovernigo-9ºB) 4. O Sonho (Francielly Mendes dos Santos-9ºB) 5. Eduardo e Mônica (Gabriely França da Silva-9ºB) 6. A probabilidade do amor (Layssa Graziela de Souza Ferreira-9ºB) 7. A tempestuosa busca (Lorraine Aparecida Souza Teixeira-9ºB) 8. Aron e Jaciara (Luana Pereira dos Santos-9ºA) 9. Superando as Dificuldades (Lucas Eduardo dos Santos Silva-9ºB) 10. Guerra no Vietnã (Matheus de Brito Pereira-9ºB) 11. João e Maria caçadores de bruxas (Monique Trindade de Oliveira-9ºB 12. O sentido da vida (Natasha Lopes de Araujo-9ºB) 13. A vida nas drogas (Sabrina Nunes Vieira-9ºB) 14. Ligações perigosas (Sebastião Martins de Souza Junior-9ºB) 15. Sandro Dias (Wender Cardoso de Oliveira-9ºB) 16. Humanidade (Sílvio Henrique Alves Marim-9ºA) 17. Bombing of Passion (Sílvia Letícia Prado da Silva-9ºA) 18. Um amor para recordar (Beatriz Pereira de Albuquerque-9ºA) 19. Um Mundo Desconhecido (Kennedy Menegazzo Mello de Carvalho) 20. O Vingador (Ludmila Regina Velozo de Camargo-9ºA) 21. Um mundo um pouco melhor (Tatiane Marim-9ºA) 22.Segunda guerra mundial (Victor Hugo Magalhães Ramos -9ºA) 23. The hope of survival (Luiz Miguel Balbuena Quintana-9ªA)

[close]

p. 4

História de Donovan Donovan era um menino bem pobre, na sua infância não tinha o que comer e de vez enquanto não tinha coisa boa como roupa sapato etc. Donovan viu que isso não podia ficar assim. Sua mãe não trabalhava porque tinha que cuida dos outros filhos, então ele decidiu trabalhar com 11 anos de idade, para ajudar em casa e comprar algumas coisinhas para ele. Era um menino muito bom de bola e um dia passou no teste para jogar no Internacional. Só que na época, ele não tinha condições de bancar sua viagem, e sua mãe não queria deixar ir porque era o único filho que ajudava em casa então ele não foi. Ele decidiu seguir sua vida trabalhando. Certo dia foi chamado para entrar numa empresa de publicidade e começou a ganhar razoável. Conseguiu comprar sua primeira moto, seu carro, e nisso continuou trabalhando, pois não podia parar. Tinha outras contas para pagar. Donovan gostava muito de política e na eleição de 2013 ele decidiu a sair candidato a vereador para tentar uma carreira política. Ele precisava de 1.300 votos para ser eleito, mas não conseguiu e teve uma votação boa de 564 votos. Ele não parou, continuou a seguir sua vida trabalhando e gostando de política e bola também. Na eleição seguinte, ele foi chamado para ser coordenador de região do PSDB do atual governador (Reinaldo Azambuja). Reinaldo prometeu que se ele ganhasse a eleição Donovan teria um emprego bom. Hoje como foi prometido pelo governador, Donovan trabalha na governadoria no DGA 3 e está muito feliz com seu emprego, que tanto queria. Aluno: João Matheus de Freitas Miranda 9ºano A E.E. Pe Franco Delpiano

[close]

p. 5

O AMOR É UM SENTIMENTO QUE NEM SEMPRE TRAZ FELICIDADE Uma história emocionante entre um belo casal, mas que infelizmente para viver este amor precisou de se manter um bom tempo afastado. Gabriela tinha apenas 14 anos e o Matheus tinha 16 anos, eles se conheceram em uma igreja do bairro onde a bela moça morava, Matheus sempre ficava de longe olhando para ela, mais realmente nunca ganhava uma chance para chegar e conversar com a moça. Ela nunca foi fácil, mais no fundo ela tinha uma quedinha por ele, só não demonstrava e nem comentava com ninguém, um belo dia a moça recebeu uma mensagem de sua amiga Hanny, perguntando a ela se poderia passar seu número para um amigo, ela sempre simpática resolveu deixar. Mais ela não imaginava quem seria Matheus todo alegre mando um “oi” para ela. No começo ela ficou muito feliz por saber que o rapaz tinha interesse em conhecê-la. Um tempo depois que eles se conheceram melhor, ela foi vendo que ele ficava muito no seu pé e começou a ficar muito chateada com a situação. Não aguentava mais. Era o dia todo ele querendo falar com ela, e foi desistindo de tudo. Ele era tão insistente que ela cansada pôs um basta em tudo e não quis mais saber dele. Ele ficou muito triste com isso, mas sabia que um dia ela iria se arrepender daquilo.

[close]

p. 6

Era o dia todo ele querendo falar com ela, e foi desistindo de tudo. Ele era tão insistente que ela cansada pôs um basta em tudo e não quis mais saber dele. Ele ficou muito triste com isso, mas sabia que um dia ela iria se arrepender daquilo. Um bom tempo depois ela reconheceu que não havia nunca gostado daquele rapaz e voltou com seu ex-namorado. Pobre menina! Não sabia que iria perder o que mais havia de precioso nela, ele só queria tirar a sua virgindade e deixá-la, mas não importa o que aconteceria Matheus sempre esperaria por ela. Ela não se sentia bem com o seu atual namorado, mas sabia que iria se sentir pior ainda se tivesse sem ele Então não havia saída para ela, alguns momentos com ele eram bons, mas também tinha os momentos que eles brigavam muito, o melhor mesmo era terminar e nunca mais voltar a trás do que havia decidido. Então ela resolve esperar em Deus, porém começou a se sentir sozinha e não havia outra pessoa a não ser o Matheus para lhe acalmar e ficar ao seu lado Resolveu mandar um “oi”. Ela foi percebendo que os sentimentos por ele a cada dia ia só ia aumentando mais e mais, só tinha uma coisa que os separava: a desagradável distância. Era muito amor entre “eles“. Será mesmo que algum dia ela encontraria alguém que a amasse de verdade? Até que enfim chegou uma notícia, iam dar um show na cidade dela para comemorar o aniversario da capital, ela resolve ir e ver o Matheus. Mal pensava que ele só estava esperando para dar apenas um beijo nela e sumir, mais os planos dele deram errado, ela era tão encantadora que em apenas um olhar dela para ele, ele desistiria disso e decidiria ficar com ela para vida toda.

[close]

p. 7

E foi assim mesmo, ele realmente acabou se apaixonando de verdade por ela e agora sim, nunca a deixaria. Com o tempo ela foi descobrindo coisas sobre ele que não a deixaram ficar muito feliz, ele já havia sido preso por matar um rapaz, mas ela mesmo assim não desistiu e sentia que ele havia mudado. Uma parte ruim de tudo isso era que ele não era muito de demonstrar os seus sentimentos, e ela sempre foi muito romântica, até demais. A vida dele era sair com os amigos, ir para baladas, festas, beber e fumar. Começou as brigas e choro da parte dela é claro! A Menina passava noites chorando por um menino que gostava dela mais que não se importava muito com a situação, não parava para pensar o que estava fazendo com a moça, mais um dia ela cansaria. Esse dia chegou, foram cinco meses namorando só por telefone e ela chorando todos os dias. Ele curtindo a vida com os amigos, o amor foi acabando, mais se pararmos para pensar aquilo não foi amor mais sim, ela confundindo carência com amor, AFINAL O AMOR É UM SENTIMENTO QUE NEM SEMPRE TRAZ FELICIDADE. Aluna: Brenda de Paula Côrdoba 9ºano B E.E. Pe Franco Delpiano

[close]

p. 8

Final Comum Ele se chamava Brian e a moça se chamava Luisa Uma Paixão de adolescente na escola aconteceu Uma inspiração pra Shakespeare Julieta e Romeu Ele era solto na vida e ela estudiosa Ela sempre andava correta já ele andava todo errado Ela sempre pontual ele sempre atrasado Ela sempre ia para a igreja para pedir proteção Já ele odiava falar de religião E por eles serem tão diferentes muitos falaram que o namoro não daria certo que seria só mais um lance Então, certo dia ele pediu ela em namoro E é claro ela aceitou, isso lacrou de vez o romance Eles namorando na sala com a permissão dos pais Uma semana de namoro só nos beijos, não da mais para aguentar. Ele fez o convite ela nem tentou recusar Ela o amava de verdade então resolveu se entregar Ele já tinha saído com metade da cidade E ela deu de presente a ele a sua virgindade O desejo falou bem mais alto que a razão Ato sexual, prazer, sem proteção Depois desse dia muita coisa mudou O príncipe encantado aos poucos se afastou O sonho de princesa, pesadelo virou

[close]

p. 9

Ele de um jeito idiota tudo terminou Ela pedia pra voltar, e ele dizia não Um mês se passou então toca o celular Ela está chorando e pede para conversar Ele diz: não tenho mais nada para falar com você Ela diz: é importante o que eu tenho para dizer Fiz teste de gravidez, adivinha o que deu? Estou esperando um filho seu Ele diz: ficou louca! Não estou pronto para isso não! Ainda sou muito jovem, nem tenho profissão Como vou sustentar uma família? Então ele ainda diz: vê se me esquece como eu te esqueci Tenho muito pra viver, zoar e curtir com meus amigos Então ele desliga o celular e resolve sair Ele foi homem para fazer mais não homem para assumir Sem saber o que fazer se pergunta: onde foi que errou? Ela só queria ser feliz e viver um grande amor Ela chora no seu quarto trancada Para que os seus pais na sala não desconfiem de nada Ele na balada com a consciência tranquila Um amante da bebida bebe mais um gole de tequila Então comenta com o amigo o que estava acontecendo O amigo questiona o que ele estava fazendo Sou teu amigo e digo isso não é coisa que se faz

[close]

p. 10

Que sofre todo ano quando é dia dos pais Que nem com todo amor da mãe consegue esquecer a falta que faz Um pai que nem quis me conhecer Ele pede para ele assumir o filho Ela não fez sozinha você também tem parte nisso Então ele decide ir embora por que a noite ali perde a graça Culpa faz efeito igual a cachaça Chega em casa bêbado então decide deitar dez minutos Depois ele se pega a sonhar Uma casa com cerca branca e um céu azul Um cachorro latindo e churrasco no quintal Seu filho rasga o presente dizendo: “Pai que legal!” O pai dá de presente uma bicicleta de rodinhas Então o filho diz: ‘’Pai não vejo a hora que você vai me ensinar ’’ Tanto sofrimento ele passou para estar aqui A cada abraço do filho ele percebe que valeu a pena Como uma coisa tão pequena traz tanta emoção? Como um filme passando em alta velocidade Viu o seu filho se formando na faculdade

[close]

p. 11

Até ontem ele fazia cabana de lençol Levava minha chuteira quando tinha futebol Momentos tão felizes que passei que vivi Por um ato imaturo quase que eu desisti De repente ele acorda, barulho na vizinhança Dez horas da manhã ele levanta com esperança Decide então agir como um homem de verdade Fazer seu sonho virar realidade Quer ligar para ela e contar sua decisão Que vai estar do seu lado não importa o que acontecer Ajudar a criar, proteger e educar Que sempre vai estar lá quando seu filho precisar Mais de repente celular toca novamente Recebe um noticia triste ,comovente Ele não contem as lágrimas e começa a chorar Diz que a vida não é justa reclama ao amigo Que disse lamentar o que acaba de acontecer A moça que ele abandonou ele nunca mais vai ver Lamentável o que aconteceu a sua moça Morreu fazendo aborto em uma clinica clandestina. Obs: baseada na música Final Comum- Nocivo Shomo Aluna: Camilla Gabriella de Jesus Sovernigo 9ºano B E.E. Pe Franco Delpiano

[close]

p. 12

O Sonho Acordei em frente ao mar numa ilha. Naquela ventania e naquele frio congelante. Levantei meio tonta quase caindo, olhei a direita não vi ninguém, olhei a esquerda também não, comecei a caminhar no meio do nada sem ter para onde ir. Enquanto eu estava caminhando, senti uma leve impressão de que estava sendo seguida por algo, olhei rapidamente para trás, não vi nada porque estava muito escuro e com muita neblina. Então continuei a caminhada com frio e muita fome, com tantas árvores, galhos, folhas, flores e aquele frio congelante que não podia ver, mas podia tocar e sentir. Andando de pressa, pois estava com medo, tropecei em alguma coisa dura, cai e bati a cabeça. Acordei logo de manhã e não lembrava nada do que tinha acontecido. O sol refletia sobre meu rosto, o vento em meu corpo sentindo arrepios e calafrios. A ilha era deserta, onde podia andar mais não correr, pois tinha muitos buracos fundos e infinitos. Atravessando a ilha novamente, dei de cara com o mar. Ouvi um zunido bem de longe, achei que era um mosquito no meu ouvido, mas não. Era um avião. Olhei para o céu e vi-o bem longe chegando perto da ilha. Gritei, gritei e gritei mais não ouviram, então sentei e fiquei por horas esperando outro avião ou algo que pudesse me salvar.

[close]

p. 13

Enquanto estava sentada, pensando, tive uma idéia de dar um mergulho no mar. Tirei minhas roupas de cima e fiquei com as de baixo. Nadando vou mais fundo vejo pedras rochosas e águas escuras. Voltei e quando estava indo pegar minhas roupas, não estavam mais lá. Fui procurar. Ouvi um barulho. Olhei e fui adiante ver o que era. Quando toquei, algo que estava lá me mordeu e saiu voando. Vi uma coisa brilhosa. Ela parou e ficou me olhando e eu a olhando também, cheguei mais perto... Quando me aproximei mais perto ainda, olhei e me dei conta de que era uma fada de cabelos longos pretos e olhos bem verdinhos. Ela me chamou pediu para que eu a seguisse. Então fui seguindo-a. Chegando a um lugar lindo, olhei para cima e vi milhares de fadas oscilando como se fossem águas vivas. Elas vinham sobre mim e começaram a rodear mexer em meus cabelos. Olhei para frente e a fada veio sobre mim com minhas roupas limpas. Quando coloquei minhas roupas senti que meus pés não estavam no chão. Olhei para o alto e estava me aproximando do céu. Quando fui olhar para baixo, acordei na cama, em meu quarto. Sentei, abaixei a cabeça, coloquei as mãos em meu rosto e comecei a sorrir sem parar e chorar ao mesmo tempo. Queria que fosse real, que tivesse acontecido de verdade, mais não, era apenas um sonho. “Nem sempre os sonhos são reais”. Aluna: Francielly Mendes dos Santos 9ºano B E.E. Pe Franco Delpiano

[close]

p. 14

Eduardo e Mônica Seria impossível não se apaixonar por está história de amor desse casal, por favor, me dêem um minuto da atenção de vocês leitores, prometo não desapontá-los. No ano de 2013, a jovem Mônica conheceu um rapaz dentro da igreja chamado Eduardo. Os dois se conheceram através de uma amiga chamada Luana. Começaram conversar. No dia 18 de setembro de 2013, num belo sábado a amiga de Mônica, Luana tinha a convidado para ir tomar um sorvete, antes de irem para igreja, o convite foi aceito e para a surpresa das amigas, Eduardo acabou aparecendo. Estavam os três, Eduardo, Mônica e Luana, começaram a conversar, Mônica começou a conhecer o Eduardo melhor e os dois foram se tornando amigos, conversando melhor quase todos os dias pelas redes sociais. Depois de alguns meses, Mônica percebeu que não gostava de Eduardo só como amigo, mas sim, que estava realmente se apaixonando por ele. No ano de 2014, os dois foram a uma festa de uma amiga e os dois sentaram na mesma mesa um do lado do outro. Quando o DJ liberou a pista para todos dançarem Eduardo e Mônica, começaram a dançar juntos, quando por volta de umas três horas da manhã Eduardo pediu para ir conversar com, Mônica lá fora. Só os dois. Pediu para ficar com a ela que até então era só amiga dele. Ela aceitou logicamente, os dois ficaram. Depois de alguns dias ele não queria mais nada com Mônica. Monica tinha ficado muito chateada por ele tê-la iludido. Pediu para namorá-la, ter um relacionamento sério dentro de casa. Disse aos pais de Mônica que gostaria de tratá-la como toda princesa deve ser tratada, com amor, e todo carinho que ela merecesse.

[close]

p. 15

Depois de alguns meses Mônica ainda era apaixonada por ele, mas só que pelo que ela percebia, ele não queria mais nada com ela. No dia 19 de setembro, ela ficou sabendo que uma amiga dela chamada Bruna tinha ficado com o Eduardo. E Mônica ficou muito triste, chorou muito quando soube que ele tinha ficado com a Bruna. Monica depois de um tempo voltou a falar com Eduardo que por incrível que parece estava atencioso e bem amoroso com ela, mas só que ela estava de boa porque tinha prometido a si mesma, que não iria se iludir de novo com o Eduardo. No ano de 2015, os dois tinham voltado ao normal, bem, mais próximos e quase todos os dias os dois conversavam. Eduardo no mês de maio do ano de 2015 veio até ela e pediu para os dois conversarem bem sério, porque ele tinha ficado sabendo através da Luana que ela ainda gostava dele, que não era um amor passageiro e sim um amor verdadeiro, que ele também não tinha se esquecido dela. Ainda gostava muito dela, então ele foi conversou com ela para perguntar o que ela achava dele ir até a casa dos pais dela pedir para namorá-la. Ela achou uma ótima ideia. Ele foi até a casa dela e conversou com os pais de Mônica. Os pais dela, falaram para ele que os dois só iriam namorar quando ela completasse 15 anos. Ela ainda tinha 14 anos. Ele concordou com os pais dela e nesse um ano os dois se conheceriam melhor, iriam ver se era isso mesmo que os dois queriam. Hoje em dia Eduardo e Mônica estão em um relacionamento sério já faz quase um ano. Os dois se amam muito e estão muito felizes juntos. Na festa de debutante de Mônica, Eduardo foi o príncipe dela. Foi à festa mais emocionante que eu já fui.

[close]

Comments

no comments yet