Informativo PCB Foz - Edição 5

 

Embed or link this publication

Description

Informativo do PCB (Partido Comunista Brasileiro) - Foz do Iguaçu Edição 5 - Maio de 2011

Popular Pages


p. 1

foz do iguaçu maio de 2011 edição 5 leia e passe adelante 1º de maio fim do expediente comunistas têm papel fundamental para resgate do verdadeiro sentido do 1º de maio militantes do pcb contribuem para ações de carácter classista e de protesto o dia do trabalhador foi festejado trolado descansado almoçado rezado excomungado mais um tanto de ados mas sobretudo ignorado por muita gente em foz do iguaçu quem manda cair num domingo tirando do calendário aquela folguinha extra que poderia ter ocorrido no meio da semana essa pode ser a primeira impressão sobre a data na terra das cataratas porém existem outros ados no pedaço o 1º de maio também foi panfletado enfaixado cantado dançado enfim propagado de outra forma por pessoas quem insistem em fazer da data mais um momento para reflexão e protesto o trabalhador foi o protagonista de várias ações realizadas nos últimos dias seja nas ruas na sala escura ou na rede mundial de computadores sindicatos movimentos sociais e culturais cada qual do seu jeito levantaram o debate sobre a classe trabalhadora eita palavrão mas só tem esse mespanfletagem av brasil foto marcos labanca recado dos trabalhadores deixado na av felipe wandescher foto giovane lozano mo a classe dos trabalhadores pra começar a discussão promovida pelo centro de direitos humanos e memória popular revelou o pânico do trabalho um problema crescente e que tem lotado os consultórios o grupo de trabalho mostrou casos daqui do município de pessoas doentes por causa do tipo de batente repetitivo ou massacrante em busca de metas e resultados já a arte cedeu espaço para centenas rirem da própria desgraça com o filme buena vida delivery exibido pela casa da américa latina casa do teatro e guatá a história de uns los nadies em busca de sobrevivência serviu de estopim para um debate sobre as alternativas para exploradores e explorados seria tudo uma questão de oportunidade de nascer no lado certo do balcão sob o céu nebuloso outros tantos mandaram seu recado distribuindo milhares de panfle tos no centro e dos bairros além de universidades e escolas o manifesto resgatou uma indagação clássica da universal mafalda por que em vez de mudar as estruturas todos só ficam remendando as peças mensagem esta reforçada em faixas estiradas em diferentes cantos da terrinha esse não foi o único alerta na internet reflexões invadiram os sites e os blogs sediados em foz do iguaçu a desqualificação do trabalho feminino no sistema capitalista os trabalhadores do turismo os trabalhadores na fronteira os trabalhadores de cultura esses foram alguns dos temas abordados por professores universitários jornalistas na rua rafael casula um palco para a união de desempregados marginalizados e alguns empregados do bairro cidade nova sindicalistas acadêmicos da unila e artistas pareceu ser unânime abaixo o capitalismo um outro tipo de sociedade da música da dança do varal de protesto e da fala na latinha o aviso final hoje é dia trabaidô amanhã do trabaio a luta continua alexandre palmar é jornalista em foz do iguaçu e militante do pcb texto publicado no site www.megafone.inf.br

[close]

p. 2

o comun em alguns estados é mais forte entre a juventude trabalhadora em outros articula-se com maior consistência dentro do movimento estudantil ou mesmo junto ao movimento cultural ­ uma tradição entre os comunistas devido às dificuldades financeiras e à ausência no universo institucional ­ o que não consideram problema ­ os jovens não conseguem manter militantes voltados exclusivamente para a organização no entanto têm uma preocupação crescente com a qualificação de seus quadros a gente tem hoje uma linha estratégica bastante coerente e coesa não queremos virar uma organização inchada sem intervenção qualitativa na sociedade a gente quer crescer ganhar capilaridade mas o que a gente mais preza é ter uma intervenção qualitativa afirma luís uma das estratégias da ujc para ampliar sua atuação política com ganhos qualitativos é a parceria com a sociedade organizada seus jovens militantes estão cada vez mais articulados com os movimentos sociais buscando protagonismo nas lutas da cidade e do campo maurício souza integrante da coordenação estadual da organização no rio de janeiro vê na cidade um grande palco de lutas para os próximos anos no rio estão varrendo tudo o que não interessa o objetivo é sustentar esse modelo de crescimento esse desenvolvimento tardio que no brasil se tem apregoado por todos os cantos inclusive por certos setores que se dizem de esquerda a ujc tem clareza de quem são os movimentos populares que lutam contra essa ordem e está se unindo a eles diz a luta por moradia e pelos direitos humanos têm sido os principais focos de atuação dos jovens comunistas recentemente tiveram importante atuação na organização do ii seminário da plenária dos movimentos sociais o espaço é uma articulação de movimentos populares mais combativos em oposição ao modelo de desenvolvimento em curso no estado do rio de forte ação predatória e aos projetos elitistas relacionados aos megaeventos esportivos a ser recebidos no brasil o seminário reuniu centenas de militantes interessados em dar unidade à difícil resistência prevista para os próximos cinco a partir dessa melhor organiza definida e militância ativa a u corpo novamente e formar qua fazendo media www.fazendomedia.com e le está no inconsciente afetivo de todos os militantes de esquerda fi gura nas mais belas páginas dos melhores livros de história permanece como referência histórica nos mais distintos debates de diferentes setores progressistas e continua à esquerda sob qualquer conjuntura o partidão ou partido comunista brasileiro pcb sofreu muito com os revezes históricos os rachas das décadas de 1980 e 1990 e a devastação neoliberal do mesmo período o fragilizaram bastante entretanto um processo lento de recuperação já toma fôlego há alguns anos o que encanta sobretudo no período atual é o crescimento de uma juventude combativa e bem posicionada vinculada ao partido a união da juventude comunista ujc soma ao crescimento em número de militantes o crescimento de politização e um projeto sério de inserção nas lutas sociais sob a ótica do novo comunista jovem É impensável pensar essa rearticulação da ujc dentro dessa linha revolucionária separada do próprio processo de reconstrução do pcb a ujc só consegue se reorganizar em 2006 quando o partido formaliza uma posição sobre sua visão estratégica da sociedade brasileira afirma luís fernandes integrante da coordenação nacional da ujc vencidos os processos autofágicos internos o pcb volta a se estruturar principalmente no início deste século e volta a visualizar a necessidade de se organizar a juventude em 2006 depois de muitos anos a ujc consegue organizar um congresso nacional viria a se articular novamente em 2009 para dar vida a novo congresso a partir dessa melhor organização com linha estratégica definida e militância ativa a ujc começa a ganhar corpo novamente e formar quadros qualificados ivan pinheiro secretário-geral do pcb e candidato à presidência da república em 2010 avalia com otimismo o crescimento da organização a ujc não garantirá apenas um futuro burocrático para o pcb mas um futuro revolucionário e internacionalista É a primeira geração de comunistas que não viveram as deformações do reformismo que prevaleceu no pcb em décadas passadas e que entrou no partido em pleno processo de sua reconstrução revolucionária hoje a ujc está organizada em pelo menos 15 estados com boa intervenção fazendo discussões específicas da juventude boletim ujc pegue o seu dia 26 agora do mês que passou abril foram distribuídos os boletins número um e dois da ujc para quadros do pcb e amigos próximos importante lembrar que se torna parte dos deveres de cada militante envolvido a leitura dos informativos para futuros debates e aprimoramento da militância o livreto com as resoluções do último congresso da ujc está programado para ser distribuído até a segunda semana de maio.

[close]

p. 3

nismo jovem do partidão mais do que um partido de bermudas talvez devido ao doloroso processo de fragmentação que sofreram ao longo de vários anos os jovens comunistas têm uma visão madura de sua nova inserção no processo político afirmam que reivindicam tanto os acertos quanto reconhecem os erros da organização e do pcb ao longo da história até porque como fazem questão de frisar a ujc esteve envolvida nas mesmas polêmicas do partidão ­ como o posicionamento quanto à adesão ou não à luta armada nos anos 1960 a gente não tem mais aquela ilusão de que os partidos comunistas sejam os portadores da verdade no processo revolucionário explica luís fernandes mas permanece o sentimento de que o socialismo é uma necessidade concreta do movimento da humanidade a solução para os problemas sociais econômicos ambientais culturais perpassa pela criação de uma nova fórmula de organização da vida diz por isso uma nova forma de atuação da ujc é construir projetos de intervenção em conjunto com os movimentos sociais no universo acadêmico eles estão desenvolvendo o universidade popular estamos construindo esse projeto ouvindo os mais diversos setores explica fernanda macharet entretanto inserem seu planejamento num tipo de militância que dizem se diferencia da linha de outras organizações ligadas a outros partidos a nossa diferença de intervenção é tentar construir um projeto para além das demandas imediatas do estudante explica luís dessa articulação com outros setores sonham construir a mesma frente antiimperialista e anticapitalista de caráter contra-hegemônico que o pcb tem defendido desde as eleições presidenciais de 2006 mesmo na maneira como se articulam com os movimentos não buscam o mesmo protagonismo do passado a gente não tem a pretensão de ser o dono do processo temos que conhecer essas lutas e fazer a mediação com a nossa linha estratégica que é de ruptura É assim que tentamos nos articular com os movimentos sociais nas diversas frentes defende maurício souza os jovens se organizam de forma diferente do partido não têm um secretário geral mas uma secretaria geral colegiada nacional não é um minipartido político a gente tenta ter outro formato temos os nossos núcleos e as lutas transversais ­ o militante que atua junto ao mst o que está na luta pela moradia pelos direitos humanos etc afirma luís a julgar pela alegria como expõe sua estratégia seu avanço político não tende a ser um voo de galinha anos o diagnóstico coletivo na plenária foi correto sobre essa agenda econômica de estruturação do capital ­ a ideia de que existe um consenso burguês e de que o rio está no centro dele mas a gente não pode ter a ilusão de que porque o diagnóstico está correto a gente vai ganhar as lutas a correlação de forças aqui no rio infelizmente é bastante desfavorável para os movimentos e partidos de esquerda defende luís outra luta importante em que a ujc esteve presente foi a resistência dos moradores do complexo do alemão aos saques agressões humilhações e estupros promovidos pelas forças policiais e militares após a ocupação de 2010 a organização esteve presente na coleta de denúncias na sistematização dos dados na publicização das informações e na divulgação de uma nota pública a partir das denúncias que estavam sendo feitas a gente foi até as comunidades ação com linha estratégica ujc começa a ganhar adros qualificados a tradição do jovem fundada em agosto de 1927 a ujc foi a primeira organização da juventude de esquerda da história do brasil com influencia crescente vai ter uma atuação importante no processo de formulação da união nacional dos estudantes une basta dizer que o único fundador vivo da une é irun santana ex-integrante da ujc a juventude comunista começa então a elaborar um esboço de formulação sobre a realidade brasileira logo em 1928 organizam seu primeiro congresso já era desde o início tempo de forte repressão por parte do estado contra o comunismo os anos se seguem e a história da juventude do partidão será sempre de altos e baixos ora governos reprimem e levam a organização à fragmentação ora eles ser articulam e retomam força o momento de maior estrangulamento é a década de 1970 após a forte repressão por parte da ditadura civil militar 19641985 o partido tem grande dificuldade de se manter ­ sobretudo de organizar sua juventude nos anos 1960 a formação do pcdob ­ e sua união da juventude socialista ujs ­ já fragmentara a luta comunista e em 1992 com o revés soviético a maioria dos dirigentes do pcb decide fundar um novo partido surge o partido popular socialista pps ­ que hoje na oposição ao governo dilma se alinha com o psdb e o dem debilitado o pcb começa a articular seu erguimento o consenso neoliberal do período entretanto freia maiores voos É apenas na década de 2000 que ele se reestrutura a ujc ganha fôlego novo a partir de 2006 para o próximo congresso em 2012 prevêem mais de 300 delegados estão convictos de que dias melhores estão guardados para o futuro a cobertura oficial estava homogeneizando as coisas como se a operação tivesse sido um sucesso no complexo do alemão a gente ouvia os policiais dizendo que era um modelo a ser levado para todo o brasil achavam um sucesso afirma fernanda macharet que também integra a coordenação estadual surge então a partir da articulação com entidades de direitos humanos a necessidade de fazer alguma intervenção divulgamos o relatório e a nota pública foi a partir disso que a imprensa começa a denunciar policiais envolvidos com corrupção geramos algum movimento do estado completa.

[close]

p. 4

imprensa popular é leitura fundamental a última edição do imprensa popular circulou em áreas estratégicas na cidade o pcb precisou solicitar nova remessa do jornal para os camaradas do rio de janeiro e de curitiba não é para menos a nossa publicação tem várias reportagens interessantes peça seu exemplar reuniões definem rumos do transporte militantes participaram da audiência pública sobre transporte coletivo no dia 13 de abril comunistas defenderam o transporte público criticaram a lógica da iniciativa privada numa concessão pública priorizando o lucro e não o cidadão também reforçaram que a audiência só foi realizada graças a pressão popular e não pela vontade de um vereador agora a tarefa é mobilizar a população que precisa participar das reuniões que estão acontecendo sobre as mudanças do transporte coletivo realizadas pela prefeitura em diversas regiões a população tem de participar desse processo e lutar para fazer valer os seus direitos e os seus interessem no transporte público e de qualidade senão quem irá ditar os rumos serão os donos de empresas de ônibus vereadores e outros políticos que estão de costas viradas para o povo as datas e horários das reuniões da foztrans estão no site da prefeitura e em alguns veículos de imprensa código florestal documentário espanhol alerta sobre o el efecto iguazú iguazú aqui vem do rio iguaçu e das cataratas do iguaçu a primeira reação ao ver as famosas quedas d´água estampadas na capa do dvd é imaginar qual a ligação do movimento espanhol com o atrativo turístico da argentina e do brasil na real trata-se de uma crítica do trabalho ao capitalismo acesse as entidades de proteção ao meio ambiente de todo o país estão mobilizadas contra o novo código florestal que deverá ser votado em maio aprovado a lei seria um retrocesso na legisltação ambiental o código traria mais risco por exemplo à já quase extinta mata atlântica do paraná além disso este projeto irám reforçar o caráter comercial do uso terra em detrimento de seu papel social o site do pcb traz vários artigos que aprofundam o tema círculo de formação o pcb inicia em foz novo círculo de estudos os próximos grupos de leitura iniciarão os trabalhos nos dias 14 de maio e 7 de junho a proposta é analisar os textos dos dois módulos iniciais do programa nacional de formação política do partido protesto mst frentex jornalistas comunistas participaram da frente paranaense pelo direito à comunicação e liberdade de expressão dia 2 de abril em curitiba defenderam maior integração dos militantes da capital com ativistas do interior ações para além da internet e educativas no campo popular mais informações www.frentexpr.com.br o mst mudou data do protesto em curitiba inicialmente previsto para 3 a 6 de maio a nova data está em aberto o movimento promoverá está convocando participação de organizações urbanas de trabalhadores sairão 3 ônibus da região participação de comunistas nessa luta é fundamental para avanço da caminhada www.dailymotion.com/video/xw5vh_el-efecto-iguazu formação sindical a app-sindicato promoverá um novo curso de formação sindical a proposta é realizar as atividades de maio a outubro anote na sua agenda o centro de direitos humanos e memÓria popular de foz do iguaçu tem reunião na terça-feira 10 de maio às 19h30 na av brasil 531 galeria center abas 3º piso sala 54 o cinema aberto tem sessão em todo primeiro sábado de mês às 19 horas no teatro barracão a proposta é exibir filmes políticos sempre seguido de debate o projeto é uma realização da casa da américa latina casa do teatro guatá quem não se movimenta não sente as correntes que o prendem rosa luxemburgo leia a revista novos temas do instituto caio prado jr fique por dentro por falar na casa do teatro o seu projeto plugado recebeu em abril o prêmio neide castanha direitos humanos já a guatá acaba lançar a edição 16 da revista escrita além de um boletim impresso num formato diferente e cheiro e sabor o mel e alecrim a segunda edição da novos temas do instituto caio prado jr já está circulando em foz do iguaçu organizada pela quarteto editora a revista traz uma seleção de ótimos artigos e reflexões que ajudam a atender a história sob a ótica marxista a circulação na cidade vem acompanhada da aquisição da número 1 pela hemeroteca do partidão que oferece ainda outras leituras diferenciadas como as revistas le monde diplomatique brasil carta capital e caros amigos além dos jornais brasil de fato e fazendo media entre em contato com o pcb mande um e-mail pcbfoz@gmail.com www.pcbfoz.blogspot.com www.twitter.com/pcbfoz www.pcb.org .pcb.or www.pcb .or g .br

[close]

Comments

no comments yet