Revista ACIJA - Edição Outubro/Novembro

 

Embed or link this publication

Description

Revista ACIJA - Edição Outubro/Novembro

Popular Pages


p. 1

Segurança é tema de reunião com o governador do Rio Página 8 Edição OUT/NOV de 2015 • www.acija.org.br Entrevista: Pedro Paulo Carvalho Teixeira Página 5 III Encontro de Corais com músicas Chico Buarque Página 6 Evento celebra aniversários da Acija e de Jacarepaguá Leia tudo sobre o café da manhã no Garden Party Página 10 Página 16 Anuncie | www.ACIJA.org.br | 1 AMARELAS DA ACIJA

[close]

p. 2

2 | www.ACIJA.org.br | Anuncie

[close]

p. 3

PALAVRA DO PRESIDENTE EXPEDIENTE Acija – Associação Comercial e Industrial de Jacarepaguá Estr. do Gabinal, 313 – Loja 270A RioShopping – Tel: 2445-4474 www.acija.org.br Presidente Edison Parente da Rocha Martins Neto Vice-Presidentes Paulo Antonio Carrilho Valente Fernando Jorge Fragata de Moraes Costa Luis Alexandre Igayara Marcio Brazil Lenz Cesar Beneméritos Walter Eduardo Teixeira Machado Carlos Fernando de Carvalho Avelino Antunes João da Silva Carvalho Albano dos Santos Parente Jose Nelson Carrozzino Filho Aldair Gomes de Oliveira Diretor Secretário Renato Gama Diretor Financeiro Vitor Jorge Marques Tintim Diretor Tesoureiro Paulo Roberto Pellegrino Diretor Social Marcio Monteiro Diretor Jurídico Marcos Cailleaux Cezar Diretor de Patrimônio Robson Campos Conselho Fiscal Vera Lucia Baldner Fernandes Geraldo Costa Aragão Ricardo Ceda da Silva Robert Ferreira Barboza Artur Moura Roberto Roque Z REVISTA ACIJA Edição e Diagramação: Quadratto Comunicação e Design Edição: Cristiane Campos Redação e Revisão: Rebecca Ramos Diagramação/Finalização: Rossana Henriques Tratamento de Imagens: Ricardo Gandra Sugestões: contato@quadratto.com.br Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização prévia. Todas as informações são de responsabilidade dos respectivos autores. O crescimento do espetáculo Acho que todos lembram que na era Lula, enquanto o Brasil vivia uma fase de estabilização, de crescimento sustentável, de aumento de arrecadação, de juros baixos, de pouca inflação e de emprego crescente, nosso ex-presidente da República, ladeado pela então ministra Dilma Rousseff, dizia em alto e bom som que estávamos vivendo o “espetáculo do crescimento”. Pois bem, agora estamos vivendo o verdadeiro “crescimento do espetáculo”. Tudo para tentar justificar o aumento e a criação de impostos: arrancada do dólar, como nunca antes visto neste país; alta inflação; juros insustentáveis; baixo emprego, pedaladas fiscais e diminuição da renda da população. Um governo perdulário que, nas épocas de vacas gordas, por incompetência ou por corrupção, não geriu nosso dinheiro da forma adequada. Não cortou custos quando deveria, aliás, criou mais e mais despesas. Qualquer empresário sabe que, principalmente em tempos de grandes altas, os custos fixos podem se tornar o grande vilão, pois um dia haverá, mais cedo ou mais tarde, épocas de baixa. Administrar uma empresa, seja grande ou pequena, não é tarefa fácil. O que dizer de um país que ainda representa a sétima economia do mundo? Estar cercado de gente boa e séria é fundamental, mas parece que essa não foi a intenção. Jorge Paulo Lemann, o homem mais rico do Brasil, com uma fortuna estimada em US$ 25 bilhões e dono de marcas como Lojas Americanas, Burger King, Heinz e Budweiser, entre outras, diz por experiência própria que o goleiro deve ter a mesma importância dos que estão na linha de frente. Ou seja, administrar bem os recursos e cortar custo é simplesmente fundamental. Parece que nossa equipe de governo, junta há mais de 13 anos, percebeu essa lição tarde demais. E, agora, pretende empurrar o problema para a iniciativa privada. É incabível dar a solução pelo corte pífio de despesas e pelo aumento exorbitante de tributos. Além da crise econômica e da crise política, o que está havendo é uma crise de credibilidade. Como pedir à população e ao setor produtivo para fazer um esforço dantesco como o proposto se o governo não fez e não faz a sua parte? Afinal, a única forma de liderança é pelo exemplo. Por que temos que pagar o pato? Recriar a CPMF e aumentar a carga tributária são ações que vão gerar mais desemprego e aumento da pressão inflacionária, entre outros efeitos. A equação não é simples, mas como se propuseram a liderar uma nação, então que venham com as soluções. Entidades como Fiesp, Firjan e Associação Comercial do RJ estão propondo pactos de união para buscar uma saída que não onere ainda mais a população. Estamos todos no mesmo barco e o otimismo deve prevalecer. Crise não é motivo para desespero; é preciso usar a criatividade, sem esquecer a cautela. O Brasil está amadurecendo e tem jeito sim. Engajamento da população, nenhuma acomodação e mãos à labuta são a solução desse país. Enquanto isso, estamos vendo o crescimento do espetáculo para saber se continuaremos a ser ou não o eterno país do futuro. O desafio é que nos guia! Edison Parente Neto Anuncie | www.ACIJA.org.br | 3

[close]

p. 4

ACONTECEU Presidente da Acija visita o laboratório Biomérieux As visitas aos associados já fazem parte da agenda do presidente da Acija, Edison Parente Neto. Após visitar a associada francesa Guerbet, recentemente ele esteve conhecendo as instalações do laboratório Biomérieux, líder mundial em diagnósticos in vitro, e pode conferir de perto os trabalhos desenvolvidos pela empresa. Em conversa com o gerente de Operações, Vicenzo Oliveira, o presidente colocou a associação à disposição do laboratório. “É interessante acompanhar o desenvolvimento da região. Temos alguns contratempos com relação ao estacionamento irregular no entorno do laboratório e contar com a ajuda da Acija é muito importante”, ressalta Oliveira. Edison Parente Neto, presidente da Acija, e Vicenzo Oliveira, gerente de Operações do laboratório Acija recebe Corel e Corsel Corretora de Seguros A Corel Corsel Corretora de Seguros esteve reunida com o diretor financeiro da Acija, Vitor Tintim, para um treinamento com sua equipe de trabalho nas dependências da associação. Uma das prioridades da Acija é estreitar o relacionamento com os associados, oferecendo espaço para qualificação e outras iniciativas que possam estimular a comunicação entre a Acija e as empresas participantes. Vitor Tintim (terceiro da esquerda para direita) e participantes da reunião Descontos para associados Descontos são sempre bem-vindos e, pensando no associado, a Acija esteve reunida com o proprietário do restaurante Cozzi, Jorio Moraes. No encontro foram discutidas alternativas para beneficiar as empresas que fazem parte da Acija. Lembrando que a associação oferece convênios com cursos, universidades e academias, entre outros. A relação está disponível em www.acija.org.br. Sandra Dias, da Acija, Jori, do Restaurante Cozzi, Vanessa Gazoni e Antônio Carlos, da Acija 4 | www.ACIJA.org.br | Anuncie

[close]

p. 5

ENTREVISTA Na quarta entrevista da série com os políticos da região de Jacarepaguá, o secretário executivo de Coordenação de Governo da Prefeitura do Rio, Pedro Paulo Carvalho Teixeira, conta quais são os projetos, as ações e as intenções de nossos mandatários com relação ao bairro. 1 - Como o senhor analisa o crescimento de Jacarepaguá? Passei 25 anos da minha vida na Taquara, onde brincava na rua e jogava pelada no campinho. E sei o quanto era demorado e sofrido o trajeto da Zona Oeste para o Centro da cidade. Em agosto, participei da última implosão do Túnel da Transolímpica e, para mim, foi muito emblemático ver a luz do outro lado do túnel, que está sendo esperado há décadas por quem mora em Sulacap, no Largo do Tanque e na Taquara. Pela primeira vez na história do Rio, atravessamos o trajeto Taquara–Sulacap em apenas cinco minutos. A Transcarioca é outro projeto que veio transformar a vida dos moradores da região. Segundo corredor exclusivo para BRTs inaugurado na cidade, a Transcarioca liga a Barra da Tijuca à Ilha do Governador em um percurso de 39 quilômetros, passando por Jacarepaguá, diminuindo em 60% o tempo gasto neste deslocamento. A Prefeitura do Rio está trabalhando para que Jacarepaguá cresça com infraestrutura e reparando uma injustiça de décadas porque o Maciço da Pedra Branca dividia a parte mais carente do Rio, que é a Zona Oeste, da Zona Norte. 2 - Quais investimentos a Prefeitura do Rio tem destinado à região? Jacarepaguá está recebendo um investimento de R$ 350 milhões do programa de Macrodrenagem da Bacia de Jacarepaguá para a canalização e o tratamento de 14 rios, resolvendo um problema crítico de alagamentos na região, além de contribuir para a limpeza das Lagoas. Já entregamos à população de Jacarepaguá o BRT Transcarioca, que atravessa 27 bairros, e reorganizou o movimento de ônibus no local, além de estarmos construindo neste momento a Transolímpica, uma via nova, que corta o bairro e fará a ligação entre a Barra da Tijuca e Deodoro. Fizemos ainda obras do programa Bairro Maravilha na Praça Seca, no Parque Curicica e na Estrada da Chácara, sem falar da urbanização das principais vias de acesso ao bairro, como as Estradas da Ligação, Rodrigues Caldas e Jacarepaguá, que receberam obras de drenagem, pavimentação, calçadas padronizadas e ciclovia. Também estamos transformando a Colônia Juliano Moreira em um verdadeiro bairro, com moradias dignas através dos programas Minha Casa, Minha Vida e do Morar Carioca, construindo novos Espaços de Desenvolvimento Infantil, escola, museu, praças e ruas urbanizadas e com transporte na porta. Estão programadas as construções de 16 Clínicas da Família na região de Jacarepaguá como a construção de 16 unidades escolares (entre creches e escolas) no Programa Escola do Amanhã, com turno único de sete horas. Construímos uma escola em Rio das Pedras para 1.200 alunos e 19 EDIs (Espaço de Desenvolvimento Infantil), oferecendo aproximadamente 3.700 vagas para crianças, em toda a região. Também levamos obras do Bairro Maravilha na Praça Seca e Cidade de Deus e estamos neste momento fazendo obras do Bairro Maravilha no Parque Curicica, com mais de 55 ruas sendo urbanizadas, e na Estrada da Chácara, que abrange várias comunidades como a Serenidade. Uma obra muito esperada pelos moradores da Freguesia foi o Plano Inclinado da Igreja da Peña, que facilita o acesso de todos à Pedra do Galo. Foram construídas duas estações e um veículo que transporta 18 passageiros, percorrendo 110 metros em apenas cinco minutos, sem esforço. 3 - Jacarepaguá tem passado por várias mudanças. Para o senhor, quais são as principais e quais são os desafios para o futuro? Estamos avançando em Jacarepaguá. A estimativa é que com a Transolímpica o tempo de viagem seja reduzido em 60% – de duas horas e meia para apenas 30 minutos –, beneficiando 70 mil passageiros no modal de alta capacidade e comportando 55 mil veículos por dia. Quando ficar pronta, a Transolímpica terá 25 km de extensão (sendo 13 km de via expressa) e ligará o Recreio dos Bandeirantes a Deodoro, passando por Barra da Tijuca, Curica, Colônia Juliano Moreira, Taquara, Jardim Sulacap, Vila Militar e Magalhães Bastos. A via receberá o terceiro corredor de BRT da cidade e terá ligação com a Transcarioca, em Curicica, e com a Transoeste, no Recreio dos Bandeirantes, além de ser integrado aos trens da SuperVia e futuramente com a Transbrasil em Deodoro. Mas a questão do saneamento também é importante. Em julho, saiu a concessão de esgoto para Jacarepaguá, que compreende os bairros do Anil, Cidade de Deus, Curicica, Freguesia, Gardênia Azul, Jacarepaguá, Pechincha, Praça Seca, Tanque, Taquara e Vila Valqueire. A ideia é reproduzir o pioneiro modelo de concessão do serviço, já aplicado na AP5 (Área de Planejamento 5), uma área formada por 21 bairros que correspondente a cerca de metade do território da cidade. Uma obra que beneficia 1,8 milhão de pessoas. Anuncie | www.ACIJA.org.br | 5

[close]

p. 6

EVENTO Encontro de Corais presta homenagem a Chico Buarque Mais de 100 coralistas participaram do evento, no Teatro Sesi O s maiores sucessos de Chico Buarque foram o tema deste ano do III Encontro de Corais, iniciativa da Acija para promover o estímulo à cultura. O evento, realizado em setembro, fez parte da agenda de aniversário da Acija e de Jacarepaguá, reunindo no Teatro Sesi mais de 500 convidados e 116 coralistas dos grupos ASBOCAS da ASBAC (Banco Central do Brasil), Coro Oficina Vox in Via (criado pelo consulado Italiano), Vozes de Far (Farmanguinhos - Fio Cruz), Chorus Lux (Cooperativa da Música de Niterói), Amantes da Música (Escola da Arte da Música de Niterói) e componentes do INSS de Niterói e Rio de Janeiro. “Na primeira edição, fizemos homenagem ao centenário de Vinícius de Moraes. Na segunda, ao centenário de Dorival Caymmi. Este ano, decidimos homenagear um compositor vivo e o nome de Chico Buarque foi o escolhido por sua grande contribuição à música”, explica Antônio Carlos Teixeira, assessor da presidência da Acija e idealizador do Encontro de Corais. Teixeira explica ainda que a intenção da iniciativa é valorizar o trabalho de regentes e coralistas, além de estimular a cultura entre as empresas do bairro. “Há empresas que já descobriram a importância de se ter o coral como fonte 6 | www.ACIJA.org.br | Anuncie de diversas formas de crescimento de seus colaboradores. A implantação tem reflexos positivos na imagem da empresa, uma vez que esta pode utilizar o grupo não somente para eventos do calendário como também para divulgá-lo de uma forma mais ampla. Colaboradores que formam grupos musicais são, por natureza, vocacionados para o voluntariado, atitude que cresce em importância dentro das instituições”, destaca o colaborador da Acija. Antonio adianta que, na próxima edição do encontro, o homenageado será o cantor Roberto Carlos. “Seria uma honra recebê-lo no evento. Faremos de tudo para que ele compareça”, diz. As apresentações dos corais em homenagem ao cantor Chico Buarque, na terceira edição do encontro promovido pela Acija, emocionaram e tiveram performances muito aplaudidas

[close]

p. 7

Fale com o dono Ligue: 2240-7536 QUER INVESTIR? PORQUE O SUCESSO DO NEGÓCIO É A BOA COMPRA 358 salas de 18 a 30m2, possibilidade de junção e andares corporativos Estrutura completa: salas de reunião, hall social, salas de espera, foyer, café e refeitório Polo gastronômico com 14 lojas 358 salas de 18m2 a 30m2, possibilidade de junções, andares corporativos e 14 lojas de 22m2 a 237m2 INFRAESTRUTURA COMPLETA Salas de reunião, hall social com salas de espera, foyer, café e refeitório www.mega18.com.br/fontanadisuccesso Rua Mapendi, 910 – Taquara REALIZAÇÃO INCORPORAÇÃO E CONSTRUÇÃO:

[close]

p. 8

SEGURANÇA Carlos Magno Governador Luiz Fernando Pezão durante reunião com líderes de Jacarepaguá. Estiveram presentes os deputados estaduais Tiago Mohamed e Tio Carlos, o chefe de Gabinete do governador, Affonso Monnerat, o chefe da Polícia Civil, delegado Fernando Veloso, e o subprefeito da Barra da Tijuca e Jacarepaguá Alex Costa Segurança em debate terrenos precisam comunicar tantes do Conselho de Segurança da 18ª Área Integrada de Segurança Pública (Aisp), o presidente da Acija, e o conselheiro e presidente do comitê jurídico da associação, Roque Z, estiveram reunidos recentemente com o governador Luiz Fernando Pezão, no Palácio Guanabara. Eles solicitaram, entre outras demandas, o reforço da segurança na Praça Seca, o aumento do efetivo do 18º Batalhão e a manutenção dos delegados e dos comandantes que atuam no bairro por, pelo menos, dois anos. O governador afirmou que vai conversar com o secretário de Segurança, José Mariano Bel- Acija e poder público discutem soluções para diminuir o índice de violência na região o fato à Polícia Civil para garantir a defesa do bem. Temos casos de invasões em andamento e o nosso trabalho é atacar onde há crime, onde há agressão, onde há atuação da milícia etc. É muito importante O desenvolvimento de Jacarepaguá trouxe mui- tes pontos da região por uma quadrilha que usa os espaços irregularmente para loteamento. “A nossa preocupação é que estas invasões, se não forem contidas agora, se transformarão em futuras favelas”, prevê Edison Parente Neto, presidente da Acija. O delegado da 32º DP, Rodolfo Waldeck, ressalta a importância da denúncia. “Os donos destes contar com a população para indicar este e outros delitos. E as mídias sociais contribuem muito, pois podemos reforçar o nosso acompanhamento e direcionar as investigações”, comenta Waldeck. Além das invasões, Jacarepaguá necessita de reforço na segurança em áreas como Praça Seca e Tanque. Cientes deste cenário, moradores, represen- tos benefícios à região. Ao mesmo tempo, o crescimento trouxe um aumento da violência no bairro, gerando uma sensação de insegurança para moradores e comerciantes. Um dos problemas apontados pela Acija e que demandam soluções imediatas é a invasão de terrenos em diferen8 | www.ACIJA.org.br | Anuncie

[close]

p. 9

Análise de 2013 a 2015 Um levantamento feito pelo portal Umais, empresa de Consultoria em Segurança do Grupo Unicad, associada da Acija, revela que, com base nas estatísticas do Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro, na Rogério Figueiredo Márcia Helena Julião 18ª Área Integrada de Segurança Pública, houve um aumento considerável da violência nos primeiros oito meses entre 2013 e 2014. Já na comparação entre 2014 e 2015 os números apresentaram pequenas variações. Foram analisadas seis modalidades de delito: homicídio doloso, roubo a estabelecimento comercial, roubo de veículo, roubo a transeunte, roubo em coletivo e roubo de aparelho celular. Nos últimos três meses trame, e com o comandantegeral da Polícia Militar, coronel Alberto Pinheiro Neto, sobre as ideias apresentadas. “Tenho um grande compromisso com a segurança pública do estado, mas é bom lembrar que tudo é um processo. Nossa polícia tem trabalhado com tecnologia e inteligência. Temos atuado sistematicamente com integração, inclusive com a Polícia Federal e com as forças militares. Teremos mais seis mil PMs para o aumento de efetivo em diversas áreas do estado”, destacou o governador. Segundo o comandante da 2º CPA (Comando de Policiamento de Área), coronel José da Anuncie | www.ACIJA.org.br | 9 Autoridades destacam compromisso com o bairro Na entrega do Prêmio Personalidade 2015, iniciativa da Acija, a delegada Márcia Helena Julião (41ª DP - Freguesia, Pechincha e Tanque) reforçou o compromisso com Jacarepaguá. “Estamos unindo esforços para resolver as questões que envolvem a segurança do bairro e precisamos contar com a ajuda de todos para este trabalho”, destacou a delegada. O coronel Rogério Figueiredo também ressaltou no evento que, como morador de Jacarepaguá, conhece bem as dificuldades do local. “Há demandas imediatas que precisam de respostas rápidas. Tenho conversado com os moradores para entender as razões da insegurança. Estamos fazendo o nosso melhor; firmamos parceria com a Polícia Civil para troca de informações diárias”, explicou. Silva Macedo, as operações policiais continuarão nas áreas críticas de Jacarepaguá. O coronel Rogério Figueiredo, comandante do 18º BPM, ressaltou ainda que os índices criminais foram reduzidos no bairro. “O percentual de casos de roubos de rua reduziu em 74%, de janeiro a agosto deste ano, comparando com o mesmo período de 2014. E o índice de letalidade registrou queda de 45%”, comentou o coronel. disponibilizados (junho, julho e agosto de 2015), considerando os três delitos com maior incidência (roubo em coletivo, roubo a transeunte e roubo de veículos), houve uma tendência de redução no roubo a transeunte e uma leve oscilação em roubo de veículo e em coletivo. A Acija busca estar sempre presente em matérias que possam contribuir para a melhoria do bairro

[close]

p. 10

CAPA Café da manhã marca aniversári 56 anos 421 anos Acija Aniversário Jacarepaguá Evento no Garden Party reuniu mais de 150 associados Convidados durante o Hino Nacional U ma celebração à altura de Jacarepaguá e da Edison Parente Neto, lembrou a mudança do bairro ao longo de seus 421 anos e destacou que, na última década, foi possível perceber com mais clareza a transformação da região. “Investimentos maciços do poder público e da iniciativa privada, novas empresas e moradores se estabelecendo por aqui e o boom do mercado imobiliário deram nova cara ao bairro”, disse Parente. Sobre os 56 anos da Acija, Parente comentou o crescimento da associação, que conta hoje com mais de 500 empresas. “Nossa missão para os próximos dois anos é qualificar o empresário associado, manter o bom relacionamento com o poder público e estimular negócios entre as empresas, com vistas a nos blindar do atual cenário econômico”, afirmou o presidente. Carlos Felipe de Carvalho, vice-presidente da Carvalho Hosken e um dos homenageados com o título, lembrou que o Acija. O café da manhã realizado em setembro pela associação no Garden Party foi marcado pela presença de mais de 150 representantes de empresas, que puderam prestar homenagem não apenas aos aniversariantes como também aos ganhadores do título Personalidade Acija Empresários e homenageados em confraternização no final do evento 2015. No encontro, patrocinado pela construtora Mega 18, o presidente da associação, 10 | www.ACIJA.org.br | Anuncie

[close]

p. 11

rios da Acija e de Jacarepaguá pai, Carlos Carvalho, começou na região suas atividades no ramo da construção civil, sempre buscando o desenvolvimento de Jacarepaguá. Thiago Mohamed, deputado estadual, também lembrou que a empresa escolheu o bairro para instalar uma escola de capacitação para pessoas que desejam trabalhar no setor. “Isso mostra a atenção da Carvalho Hosken com o bairro e com a comunidade”, disse o deputado. O sub-prefeito da Barra e de Jacarepaguá, Alex Costa, também presente ao evento, afirmou que as entidades que representam Jacarepaguá como a Acija são fundamentais para ajudar no trabalho de desenvolvimento local. “Temos obras voltadas para as Olimpíadas, mas sem esquecer setores importantes como o de Saúde. Para se ter ideia, no ano que vem serão entregues 17 clínicas da família na região”, adiantou. Edison Parente Neto, presidente da Acija, na abertura do evento Conheça os homenageados Alexandre Reznik Carlos Felipe de Carvalho Celio Lupparelli ACIJA 2015 Personalidade Diretor-presidente da Construtora Mega 18 VIce-presidente da Carvalho Hosken Vereador e professor Elizabeth Lopes Fernandes Sócia da Gegê Esportes Executivo da Firjan João Carlos Reginaldo e Silva João da Silva Carvalho Diretor-presidente da Litoral Rio Transportes Marcia Helena Julião Delegada da 41ª DP Edison Parente Neto, Sonia Juwer e Alexandre Reznik na entrega do sorteio Ganhadora da cafeteira doa prêmio à instituição O café da manhã também contou com o sorteio de uma cafeteira Nespresso. A ganhadora Sonia Juwer, da direção do Grupo Assistencial Professor Eurípedes Barsanulpho (Gapeg), no Anil, encontrou uma forma consciente para o uso do presente: ele será rifado e toda a renda será revertida para o grupo, que atende 140 pessoas com deficiência física e mental, a partir dos 18 anos. “Estava torcendo muito para ser sorteada já com a intenção de arrecadar fundos para a nossa instituição”, contou Sonia. Quem também quiser ajudar vai encontrar em www.gapeb.com.br todas as informações para fazer a doação. Marcos Luiz Teixeira da Silva Sócio do Garden Party Paulo Antonio Carrilho Valente Presidente da Transportes Santa Maria Rogério Figueiredo Lacerda Vitor Jorge Marques Tintim Comandante do 18º Batalhão da Polícia Militar Fundador da Corel e Corsel Corretora de Seguros Walter Eduardo Teixeira Machado Presidente da Central 24 Horas Anuncie | www.ACIJA.org.br | 11

[close]

p. 12

CULTURA Atrações culturais no Sesi Jacarepaguá U ma dica cultural para aproveitar o tempo livre Agenda Atração: Toda donzela tem um Pai que é uma fera (teatro) Gênero: comédia Classificação etária: 16 anos Data e hora: 1, 2, 8, 9, 15, 16, 17 e 22/10, às20h Ingresso: R$ 30 Duração: 90 min. Atração: O duelo da Rabeca com o Violino (infantil) Gênero: Musical Classificação etária: Livre Data e hora: 14/10, às 15h Ingresso: entrada franca Duração: 60 min. é conferir a programação do Tea­ tro Sesi Jacarepaguá. Para divertir a criançada, por exemplo, a sugestão é a peça Erê, piá curumim. Com duração de 60 minutos e ingresso a R$ 10, o roteiro é composto por poesias que, a princípio, não foram escritas para crianças, mas que têm lirismo e delicadeza capazes de encantar pequenos e grandes. Para quem é fã de artes visuais, a mostra com entrada gratuita “Sob o olhar da Geração S” reúne fotografias dos alunos da Escola Sesi de Jacarepaguá. A iniciativa da fotógrafa japonesa Hikaru Nagatake busca compartilhar o espaço escolar a partir da linguagem fotográfica do aluno em seu ambiente escolar. Para os apaixonados por música, o espaço oferece o Samba & Outras Coisas. Sucesso de público, a atração promove um bate-papo regado a alegria e muita música de qualidade com a apresentação de Haroldo Costa e a participação do cantor Marcio Gomes. Ingressos a R$ 5. O Sesi Jacarepaguá fica na Avenida Geremário Dantas, 940, Freguesia. Peça Erê, piá curumim Atração: Rede criativa SESI cultural (multicultural) Gênero: Dança Classificação etária: Livre Data e hora: 16/10, às 18h Ingresso: entrada franca Duração: 120 min. A programação completa está disponível em: www.firjan.com.br/sesi/qualidadede-vida/guia-sesi-cultural

[close]

p. 13

COMPORTAMENTO Dicas para ser mais produtivo A máxima de que tempo é dinheiro nunca esteve veis fontes de interrupção que possam levar o pensamento a seguir outra direção e focar no momento presente. Isso significa, em alguns casos, desligar a televisão ou rádio, desconectar da internet e colocar o telefone no silencioso”, orienta Galassi. O especialista cita ainda outras dicas para ser mais produtivo. Confira: • Rotina: desenvolva o hábito de criar uma rotina simples que te permita desempenhar suas atividades de forma mais assertiva e eficaz. • Motivação: quando você tem um objetivo específico para o tempo economizado, terá ainda mais disciplina e foco para alcançá-lo. Se quer tempo extra para estudar um idioma ou passear com o cachorro, programe-se para ser mais produtivo já pensando no tempo necessário para cada uma destas atividades. • Saiba diferenciar o urgente do importante: classifique seus compromissos como facultativo, interessante e importante e comece suas atividades pelos importantes. • Avaliação: avalie-se por uma semana de trabalho, o que você gosta de fazer e o que não gosta e, por isso mesmo, acaba adiando. Perceba quanto tempo você perde com distrações como redes sociais, por exemplo. Contabilize tudo e com simples intervenções em sua rotina será possível ganhar tempo extra para fazer o que ama. tão em evidência atualmente. Saber administrar o tempo de maneira eficiente pode gerar produtividade e bons resultados. De acordo com André Galassi, especialista em gestão da plataforma de negócios Contaty, o maior inimigo da produtividade é a possibilidade de dispersão. “A nossa mente tem uma incrível capacidade de seguir por outros caminhos e ideias graças ao grande número de conexões e associações que o cérebro é capaz de fazer. O principal segredo das pessoas altamente produtivas é calar todas as possí-

[close]

p. 14

10 MOTIVOS PARA SE ASSOCIAR À ACIJA 01 02 Credibilidade e confiança para sua empresa Reunindo personalidades de diversos setores, a Acija permite maior visibilidade da sua empresa e a atualização contínua para o desenvolvimento do seu negócio. O melhor lugar para fazer negócios Há mais de 55 anos, a Acija cumpre a missão de ser fonte geradora de empreendedorismo de Jacarepaguá, incentivando ações que promovam o crescimento econômico, a criação de empregos e a cidadania da região. 03 04 05 06 07 08 09 10 Representatividade junto aos órgãos públicos A Acija defende os interesses dos empresários junto às entidades governamentais (municipal, estadual e federal), identificando as melhores oportunidades para Jacarepaguá. Capacitação de desenvolvimento empresarial Reuniões, almoços, cafés-da-manhã, seminários, e debates com autoridades e especialistas são alguns exemplos de ações direcionadas ao empresário. Eventos e encontros A Acija promove reuniões permanentes com autoridades comprometidas com a proteção e com o desenvolvimento do bairro: Prefeitura do Rio, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Cedae e Rioluz. Serviços segmentados Por meio de comitês, liderados por empresários renomados, a Acija identifica demandas para mobilizar entidades em busca de soluções para o dia a dia das empresas. Comitês executivos Trabalhando em sintonia, os comitês são subdivididos em: RH, Jurídico, Negócios e Empreendedorismo, Comunicação, Micros e Pequenas Empresas, Arquitetura e Urbanismo, Sustentabilidade, TI e Responsabilidade Social. Locação de espaço Sala de reunião com TV e quadro branco. Auditório com capacidade para até 40 pessoas, equipado com data show, wi-fi e ar condicionado. Conforto e praticidade para o sucesso do seu negócio. Canais de comunicação Para estar cada vez mais próxima dos associados e permitir que todos possam trocar experiências e informações, a Acija conta com revista impressa (bimestral), portal, Acija Indica, newsletter semanal, e-mail Marketing e mala direta. Descontos e benefícios Além de todas estas vantagens, a Acija oferece um clube de descontos e benefícios extensivos às famílias e aos colaboradores. O associado pode divulgar ofertas de produtos e serviços aos parceiros com condições diferenciadas. NÃO PERCA TEMPO! JUNTE-SE À ASSOCIAÇÃO QUE MAIS CRESCE NO RIO DE JANEIRO 21 2445-4474 www.acija.org.br

[close]

p. 15

BEM-VINDOS NOVOS ASSOCIADOS Estas são algumas das empresas que neste último bimestre acreditaram que a Acija trará benefícios às suas organizações. Uniarte Tel: 3413-3036 Te Adoro Hotel Tel: 2577-6630 www.teadoro.com.br Custodio e Cruz Romualdo Tel: 2423-5059 www.rmconsultor.com.br Interpraxis Educação Tel: 2179-8570 www.interpraxiseducacao.com TCT Administradora e Corretora de Seguros Tel: 2424-8086 Veritá Tecnologia Tel: 4109-6350 www.verita.com.br Pierre Ass. e Corr. Seguros Tel:2456-9434 www.pierreassessoria.com.br PA RC E I RO S

[close]

Comments

no comments yet