Revista ttc 36

 

Embed or link this publication

Description

Revista do Tijuca tênis Clube

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2



[close]

p. 3

Editorial Os 100 anos do Tijuca Tênis Clube estão entre os acontecimentos que se inscrevem no patrimônio da cidade do Rio de Janeiro. O clube que se agigantou e manteve o alto padrão, nesta área da cidade famosa pela sua tradição é, hoje, um exemplo de perseverança, empreendedorismo, lisura e respeitabilidade. Por esta razão fizemos questão de, na sessão solene do Conselho Deliberativo, comemorativa desta data, entrar no salão com a memória e a energia dos dezenove ex- presidentes desta casa, ao som da Marcha Triunfal de Aída, de Verdi, que comemora a chegada do guerreiro para receber ou louros da vitória. Em nosso caso, os homens de visão que nos antecederam merecem esta glória. Desde que aqui cheguei, para o meu primeiro mandato, em 1992, tive a honra de contar não só com o legado desses antepassados, como também receber o apoio do nobre quadro social, funcionários e amigos e de figuras de expressão em diversas áreas. T odos deixando uma lição de vida, um gesto magnânimo, uma certeza de que a força vem da união. Logo no início do segundo mandato – 1995 – 1997 - recebi no Tijuca a Zona Americana da Copa Davis, com a presença de Pelé, então ministro dos esportes, abrindo o internacional evento. É voz corrente, na cidade, que todo mundo tem “um pezinho no Tijuca”, responsável pela formação de pessoas hoje no auge de suas carreiras como Thaisa do vôlei, o ator Thiago Lacerda, o cantor e compositor Ivan Lins, as atletas olímpicas Lara T eixeira, Pamela Nogueira, as gêmeas Bia e Branca entre muitos outros. Zico, Ronaldinho, Romário, Zagalo, e outros grandes nomes de todos os esportes respiraram os ares tijucanos. Homens da vida pública como Hugo Ramos, Jamil Haddad, Francisco Dornelles, os juristas Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho e Thiago Ribas, entre tantos outros. Governadores, prefeitos, deputados, vereadores do estado e do município passaram pelos famosos almoços da chapa branca e muitos se elegeram. O Tijuca tem um histórico de atletas medalhistas: nos jogos Pan-Americanos, torneios brasileiros, internacionais e olímpicos neste último segmento Cyro Delgado e Jorge Fernandes – Moscou 1980. O clube cuida, também da formação educativa das nossas crianças, com a Escolinha de Educação, responsável por uma geração hoje já encaminhada na vida. E por falar em nova geração, não podemos deixar de registrar o maior segmento de futebol infanto-juvenil da América Latina- o nosso glorioso Dente de Leite – de onde eu tenho a honra de ter despertado para a caminhada que me trouxe até aqui. O Tijuca me deu as ferramentas para o meu crescimento, não só pessoal como também na área clubística, na qual hoje milito, em todo o Brasil, como vice-presidência da CBC- Confederação Brasileira de Clubes, abrindo caminhos para o esporte brasileiro e para os que me sucederem. Uma hora tem 60 minutos, um dia tem 24 horas e um século tem uma eternidade embutida. Aqui falei da minha emoção. Não cobrem de mim qualquer esquecimento. Tragam suas lembranças, porque eu sei que cada um tem passagens marcantes nesta casa. A agenda está aberta para que uma nova história seja escrita. Sempre levaremos o Tijuca no coração! Paulo Maciel Presidente de Honra, Grande Benemérito, Administrador e Realizador Presidente do centenário Tijuca Tênis Clube 3

[close]

p. 4

Índice Capa De geração para geração. Paulo Maciel, Presidente do Centenário, entrega medalha a Gabriel Bandeira de Mello Pereira, bisneto do ex-presidente Bandeira de Mello e D. Sylta, no colo da avó Sheila Conselho Diretor Presidente Paulo Germano Maciel Vice-Presidente Geral Hildo Magno da Silva Vice-Presidente de Administração Aluízio A. G. de Souza Vice-Presidente de Esportes Aquáticos Alcir da Silva Sampaio Vice-Presidente do Edifício Leonardo Pereira Carlos Alípio de Almeida Vice-Presidente de Finanças Cleber Porto Belfort Vice-Presidente de Marketing e Divulgação Edvaldo Ramos e Souxa Vice Presidente Sociocultural Hildo Magno da Silva Vice-Presidente de Patrimônio Gilberto Carneiro da Silveira Vice-Presidente de Esportes Terrestres Jorge Amaro da S. Pinto Vice-Presidente de Interesses Internos Carlos Coelho da Silva Vice-Presidente de Secretaria e Comunicações José Paulo dos Santos Vice-Presidente de Jogos Recreativos Marco Antonio Pimentel Freitas Vice-Presidente de Tênis Paulo César Moreira Cinelli Jornalista Responsável / Editora Alda Rosa Travassos - Reg. 12846-MT/RJ Fotografia Caroline Couto e José Roberto Couto (Zeca) Estagiários: Lucas P. Diogo e Victor de C. Sousa Redação: Deptº de Marketing e Divulgação 4º andar do Edifício - sede do TTC Rua Conde de Bonfim, 451 - Tijuca Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20520-051 Tel 21 3294-9300 Tiragem:11 mil Distribuição: gratuita, em mala direta aos associados e em bancas de jornais. Editorial 04 Os 100 anos do Tijuca Tênis Clube estão entre os acontecimentos que se inserem nos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro Centenário 100 anos de glórias 06 Presidente Maciel e o Ministro George Hilton, dos Esportes, na sala de troféus O Tijuca reviveu, no dia 11 de junho, um século de conquistas, amizades e abertura de novos caminhos Expediente Tênis Wizard Parceiro do Tijuca, tradicional centro de ensino de línguas parabeniza o clube 15 25 26 30 32 34 37 Um panorama do esporte que deu nome ao clube Agenda Sociocultural 100 anos com fôlego de 20 – o Tijuca explode em atrações e bons serviços Fale conosco Site: www.tijucatenis.com.br E-mail: marketing@tijucatenis.com.br Tel: 21 3294-9330 Esportes Aquáticos Celeiro de atletas, com histórico de bronze em olimpíadas e muitos talentos revelados, esta histórica área prepara-se para o Pan-Americano e 2016 Publicidade e Impressão LL Divulgação Editora Cultural Ltda Tel: 21 2714-8896 E-mail: lldivulga@gmail.com @clubetijuca facebook.com/tijucatenis Projeto Gráfico: Luiz Fernando Motta Esportes Terrestres Tradição em Vôlei e Basquete Jogos Recreativos Dente de Leite - Torneio do Centenário e Hugão - lenda viva do futebol recreativo Sinuca Uma paixão, com muitos adeptos 4 Tijuca Tênis Clube

[close]

p. 5

Centenário Tal como no clássico “Ulisses”, de James Joyce, o personagem central de nossa trama – o TIJUCA TÊNIS CLUBE - vive, num dia, toda uma vida: um século de ideais, desafios, transformações, tristezas, alegrias e sinergia com as pessoas que com ele conviveram e convivem. Ícone da cidade do Rio de Janeiro, o querido TTC abriu suas portas e salões para três momentos mágicos: Alvorada Tijucana, Almoço Comemorativo e Sessão Solene do Conselho Deliberativo. Vamos embarcar nessa viagem. Alvorada Tijucana – varandão do 2º andar Evento que os mais antigos chamavam de “tradicional chocolate”. A condução da cerimônia foi feita por Kelma do Carmo, diretora de Eventos e teve como pontos altos a execução do Hino Nacional, pela Banda do I Batalhão da Polícia do Exército, regida pelo cabo Mesquita; o hasteamento das bandeiras, por personalidades de diversos segmentos; benção pelo Pe. Geraldo (Sagrados Corações), o discurso do presidente do Centenário, Paulo Maciel, uma revoada de bolas, o café da manhã, a homenagem aos ex-presidentes e a entrega de medalhas do Centenário aos seus familiares. Pe. Geraldo Mesa de iguarias Hora do bolo D. Lola Bottrel e filha Maciel e João da Silva com Ana Lúcia Paoli Maciel e Hildo com Pe. Geraldo Bênção Tijuca Tênis Clube 5

[close]

p. 6

Centenário Cerimonialista Kelma Maciel na Bandeira Brasileira Discurso do presidente Maciel e Jair Pereira, presidente da CBC Regina Coeli Cyro Delgado Nelson Villaboim João França Visão da bandeiras Coral do Tijuca Jair Pereira Hildo Magno Paoli e família Maciel e Liliane Ludolf Presidente com Sheila e Gabriel Bandeira de Mello Maciel e ex-pres. João Vicente Banda do I BPE D. Léa Pires Eco e subprefeito Márcio Presidente com George Khéde Agostinho e Alípio Casal Pereira e Maciel Dr. João Vicente e filha Elisa Egberto com amigos Tijucanos para a história 6 Tijuca Tênis Clube

[close]

p. 7

Centenário O cenário mais significativo para tanta alegria só poderia ser um: o salão nobre. Por ali passaram os elegantes de outrora – senhoritas, senhoras e senhores no último grito da moda, no século XX; frequentadores das tardes dançantes da era Maciel/Hildo Magno; participantes dos Almoços da Chapa Branca: conselheiros, políticos, atletas, artistas, empresários, representantes dos poderes públicos. O local também acolhe, cantores, músicos, dançarinos, eventos locais e internacionais, festa dos funcionários, Réveillon... um mundo de entretenimento e emoção. O ministro dos Esportes prestigiou. Almoço do Centenário Secretário Carlos Osório, ao discursar na entrega da Medalha Tiradentes ao Tijuca Tênis Clube, falou sobre a sua emoção em pleitear e conseguir para a centenária agremiação a maior honraria do legislativo estadual Sob as vistas do Secretário Carlos Osório, a deputada federal Cristiane Brasil coloca a a Medalha Tiradentes no peito do presidente Paulo Maciel Alegre encontro Feliz, Maciel posou com a Medalha Tiradentes cercado pelos parlamentares Cristiane Brasil, Carlos Osório, Chiquinho da Mangueira e Otávio Leite A turma da casa Ed. Eldorado presente Mesa de ilustres veteranos Mesa dos funcionários mais antigos Maciel discursou Tijuca Tênis Clube 7

[close]

p. 8

Centenário Maciel mostrando o livro do centenário do Tijuca, ao lado do vice-presidente de Marketing Edvaldo Ramos, de Isaac, da Eldorado e da biógrafa Teresa Montero Maciel com Cyro Delgado, sua netinha Paola, o ator Eri Johnson e seu filho Rodrigo Presidente Paulo Maciel fazendo a entrega, ao Ministro George Hilton, do livro do Centenário do TTC Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, também recebeu o histórico livro do TTC Grupo Chapéu de Palha animou a tarde Ministro comemorou seu aniversário no evento George Khéde e amigos Edvaldo Ramos, vice-presidente de Marketing e Divulgação, com Norberto, assessor da deputada Cristiane Brasil Vavá e o estagiário Victor Presidente e Terezinha Tavares Regina Coeli, presidente do Conselho Deliberativo, com seu irmão e o funcionário Carlos Bittencourt Ministro George Hilton e esposa, na hora do bolo Alcir Sampaio (que à noite, na Sessão Solene, seria condecorado Grande Benemérito), com o casal Paoli e a diretora Lusmar Diploma Medalha Tiradentes O conselheiro e jornalista Rui Guilherme entrevistou o ministro A surpresa da tarde foi a linda cantora, dançarina e violinista Belle, que veio do litoral da Paraíba. Maciel com a empresária Zizi Magalhães, sua conterrânea, neta de Agamenon Magalhães, ex-governador de Pernambuco O querido Eco, vice-presidente do Conselho Fiscal do TTC (E) subprefeito Márcio e assessores da Subprefeitura da Grande Tijuca Tijuca Tênis Clube – 100 anos – pintura de Ângela Romanelli 8 Tijuca Tênis Clube

[close]

p. 9

Centenário Depoimentos "Os clubes formadores são a base principal na pirâmide do Sistema Nacional de Esportes. Você tem, no topo, as confederações olímpicas e paraolímpicas, mas os clubes formadores é que trazem o garoto e a garota para a prática esportiva e projetam eles para o esporte profissional. Portanto, são imprescindíveis, não dá para pensar em interiorizar a prática esportiva, muito menos democratizá-la, sem os clubes formadores. E eu vejo nesse clube (o Tijuca) um grande parceiro do Ministério dos Esportes. Parabéns ao Tijuca Tênis Clube por esta data histórica!" George Hilton, Ministro dos Esportes "O Tijuca quando começou era apenas uma casinha pequena. Eram quatro ou cinco amigos que formaram o clube, um clube para jogar tênis. Esses amigos não esperavam que a gente ia dar continuidade a esse gigantesco clube que é o Tijuca hoje, no Rio de Janeiro. O Tijuca vem, há 100 anos, trabalhando para formar atletas e cidadãos.Se ganha medalha ou não é outra situação, mas a certeza que temos é que, durante todo esse tempo nós, diretores e presidente, que éramos e somos pais de atletas que participam de todas as competições que realizamos aqui, temos um trabalho continuo para formar essas pessoas. A insegurança hoje está muito grande, não só no Rio de Janeiro mas no Brasil todo, mas aqui dentro a gente consegue ter um pouco de segurança que, com o auxílio de Deus, muito nos ajuda”. Grande Benemérito Paulo Maciel, presidente do Tijuca Tênis Clube "É uma emoção incontrolável, porque não é toda vez que você consegue comemorar 100 anos de um clube, participando dele desde 1973 como eu tenho participado. Quer dizer, metade da história do clube eu passei junto e isso me emociona bastante. Parabéns a todas os tijucanos e que a gente possa, ano a ano, ir galgando outro degraus para atingir o bicentenário! " Grande Benemérito Hildo Magno, vice-presidente Geral do Tijuca "É um sentimento de extrema felicidade porque o Tijuca é realmente minha vida, eu nasci aqui dentro, sou sócio há 61 anos e chegar a esta festa maravilhosa de 100 anos é muito bom! Eu me sinto realmente abençoado por Deus por estar presente em tudo isso!" Laureado Jorge Amaro (Borreia) "Estou extremamente emocionada. Estão me fazendo uma homenagem, assim, que tem horas que eu fico pensando: por quê? Mas eu me sinto realmente muito honrada, de estar representando o Tijuca, principalmente do Conselho Deliberativo que é muito grande. E é isso, dando sempre o melhor de mim, eu sou do clube, comecei como secretária do Conselho de Disciplina e estou seguindo em o que a vida está se apresentado pra mim, e é muita honra estar aqui hoje." Regina Coeli de Freitas Ferreira, presidente do Conselho Deliberativo, falando sobre as homenagens recebidas. “Estou muito feliz de participar dessa data tão especial do Tijuca Tênis Clube. Como presidente da CBC, é uma honra comemorar esse Centenário. Hoje em dia, chegar aos 100 anos de vida não é normal. Chegar nesse patamar com a força que tem o Tijuca Tênis Clube é reflexo de ser muito bem fundado e conduzido durante todos esse anos”. Jair Alfredo Pereira - Presidente da CBC – Confederação Brasileira de Clubes "O presidente do Tijuca Tênis Clube, Paulo Maciel, é como se fosse um pai pra mim. Eu agradeço todo carinho e atenção comigo, com meus irmãos com minha família. Eu vim aqui hoje não só como um praticante assíduo do Tijuca Tênis Clube, principalmente na minha infância, mas eu vim aqui em agradecimento por tudo que ele fez e faz por mim e pela minha família. Parabéns, Tijuca!" Eri Johnson - ator "Olha nós estamos hoje comemorando o centenário do clube e isso é uma graça de Deus. Manter um clube desta natureza, que acolhe tantos e tantos tijucanos e brasileiros. O centenário ficará na história e eu, que estive hasteando uma das bandeiras do nosso clube, fico muito orgulhoso e lisonjeado por tal escolha. Eu desejo ao Tijuca parabéns e que Deus continue abençoando a todos nós, tijucanos. Parabéns Tijuca, muito obrigado!" Grande Benemérito João da Silva, presidente do Conselho de Beneméritos "Eu não tenho palavras. Para a gente que vive dentro do clube, ver o Tijuca ser essa potência cada vez maior é muito orgulho e a tendência é ir sempre melhorando, graças a Deus." Benemérito Horácio Netto "O Tijuca é uma das casas do Flamengo, aqui a gente se sente em casa, principalmente o basquete, que é o orgulho da nação e faz a maior parte de suas partidas aqui. Então, essa ótima relação do Tijuca com o Flamengo faz com que estejamos aqui comemorando esse centenário tão importante." Bandeira de Mello, presidente do Flamengo Tijuca Tênis Clube 9

[close]

p. 10

Centenário 10 Tijuca Tênis Clube

[close]

p. 11

Centenário "Hoje é um dia de extrema importância para o Rio de Janeiro. O centenário do Tijuca Tênis Clube representa um marco para a nossa cidade. O Tijuca é uma referência não somente esportiva, mas também cultural e símbolo de uma região da cidade que é uma das mais tradicionais, a do nosso querido bairro da Tijuca. Hoje o Rio de Janeiro está em festa e homenageia e reverencia este grande clube que eu tive a honra, como deputado estadual, de outorgar hoje a Medalha Tiradentes, a maior comenda do Legislativo Estadual, para marcar de fato as homenagens a esse centenário tão importante e significativo." Carlos Osório, Secretário Estadual de Transportes "A festa dos 100 anos estava excepcional. Tudo lindo, maravilhoso, organizado, desde as meninas da recepção até o bolo no final, a menina do violino. A comida estava uma delícia, um monte de autoridades presentes. Por quê? Porque o Paulo é um grande presidente, a diretoria desse clube é muito aguerrida, são muito amigos e fizeram uma comemoração de 100 anos no mais alto nível e no maior merecimento para todos os sócios, para todos os funcionários, para todo mundo que, de alguma maneira, se envolveu com a história aqui do clube. Parabéns e mais muitos 100 anos para o Tijuca!" Cristiane Brasil, deputada federal "O Tijuca não representa só um clube, ele representa a região toda. Eu acho que esse aniversário é emblemático para todos os clubes. É também um momento de se refletir um pouco sobre a situação dos clubes no Rio de Janeiro. Nós estamos dispostos a fazer uma legislação que dê condições aos clubes de se manterem e resolverem suas questões de dívidas antigas, o IPTU, o ISS, e isso é uma medida que está sendo feita, para que eles possam reorganizar suas finanças e cumprir suas funções de desenvolvimento do esporte e até suas funções comunitárias. Essa é a minha mobilização no centenário do Tijuca Tênis Clube que, com toda a sua história de desenvolvimento de craques, de medalhistas olímpicos, está de parabéns." Pedro Paulo, deputado federal É uma felicidade muito grande estar presente no centenário do Tijuca Tênis Clube. Aqui vivi grandes momentos de minha vida e tenho um carinho muito grande pelo clube até hoje. Cyro Delgado - ex-nadador do TTC e medalhista olímpico; subsecretário estadual de Esporte, Lazer, Juventude e Eventos É um prazer muito grande estar aqui no centenário do Tijuca Tênis Clube representando o prefeito Eduardo Paes em um evento tão importante para a cidade. Acho que o Tijuca não representa só um grande clube do bairro, mas é um grande clube do Brasil. Hoje, estar aqui em uma data tão especial e festa tão bonita dessa é uma grande honra Márcio Ribeiro – Subprefeito da Grande Tijuca Sessão Solene Entrada triunfal A culminância dos festejos aconteceu na Sessão Solene do Conselho Deliberativo, também no salão nobre. A cerimônia foi aberta pela presidente do Conselho Deliberativo – Laureada Regina Coeli de Freitas Ferreira que subiu ao palco acompanhada do vice-presidente Geral e Grande Benemérito Hildo Magno da Silva, abrindo caminho para a entrada do Presidente de Honra e Presidente do Centenário, o Grande Benemérito PAULO MACIEL, ao som da Marcha Triunfal de Aída, de Verdi. Na mesa dos trabalhos sentaram, da esquerda para a direita: Gisele Bastos, coreógrafa do Núcleo de Dança do Tijuca, representando o seu pai, o falecido Paulo Ferreira Bastos, ex-presidente do Conselho Deliberativo; vereadora Laura Carneiro; Grande Benemérito João França Filho, presidente do Conselho Administrativo; Grande Benemérito e vi- ce-presidente Geral Hildo Magno da Silva; Laureada Regina Coeli de Freitas Ferreira, presidente do Conselho Deliberativo; Laureado, Dr. José Luiz Santos Mendes, vice-presidente do Conselho Deliberativo e presidente do Tribunal de Disciplina; Laureada Vera Catarina, secretária do Conselho Deliberativo; Grande Benemérito João da Silva, presidente do Conselho de Beneméritos; Benemérito Luiz Fernando Ferreira Rosa, presidente do Conselho Fiscal e Laureado Roberto Moreira, vice-presidente do Tribunal de Disciplina. O ponto alto neste segmento foi a entrega da comenda de Grande Benemérito a seis personalidades que se destacaram em ações para o engrandecimento do Tijuca Tênis Clube. São eles: Cleber Porto Belfort, Alcir da Silva Sampaio, Carlos Alípio de Almeida, Paulo César Moreira Cinelli, Gilberto Carneiro da Silveira e Aluísio Antonio Gomes de Souza. Após o término da Sessão, a alegria tomou conta do salão com apresentação da artista paraibana Belle Soares, com seu violino, talento e beleza e apresentação de bailarinas do Núcleo de Dança do Tijuca. Tijuca Tênis Clube 11

[close]

p. 12

Centenário Paulo Maciel, Grande Benemérito e presidente do Centenário Laureado Dr. Jodé Luiz Santos Mendes, vice-presidente do Conselho Deliberativo Grande Benemérito João França Filho, presidente do Conselho de Administração Laureado Roberto Moreira, vice-presidente do Conselho de Disciplina Vereadora Laura Carneiro Gisele Bastos, filha do saudoso Benemérito Paulo Ferreira Bastos Laureada Regina, presidente do Conselho Deliberativo, também recebeu homenagem O presidente Paulo Maciel e o vice-presidente Geral Hildo Magno com os seis novos Grande Beneméritos – da esq. para a direira: Cleber Porto Belfort. Alcir de Oliveira Sampaio, Carlos Alípio de Almeida, Paulo César Moreira Cinelli, Gilberto Carneiro da Silveira e Aluísio Antônio Gomes de Souza Mesa dos trabalhos - da esq. para a dir.: coreógrafa Gisele Bastos, vereadora Laura Carneiro, Grande Benemérito João França Filho, presidente do Conselho Administrativo; Grande Benemérito e presidente Geral Hildo Magno da Silva; Grande Benemérito, Presidente de Honra e Presidente do Centenário Paulo Germano Maciel; Laureada Regina Coeli de Freitas Ferreira, presidente do Conselho Deliberativo; Laureado José Luiz Santos Mendes, vice-presidente do Conselho Deliberativo e presidente do Conselho de Disciplina; Laureada Vera Catarina, secretária do Conselho Deliberativo; João da Silva, Grande Benemérito e presidente do Conselho de Beneméritos; Benemérito Luiz Fernando da Rosa, presidente do Conselho Fiscal e Laureado Roberto Moreira, vice-presidente do Conselho de Disciplina A beleza de Marlene, ao lado do marido Ramon A alegre família de Alcir O querido casal Vavá/Isabella, na alegria da noite Homenagem – Mário Lúcio, filho do Benemério Paulo Bastos entregou flores à sua mãe, Aurileda O ballet do Tijuca, dirigido pela coréografa Gisele Bastos, abrilhantou a noite Kelma do Carmo e Claudinha, duas forças telúricas do Tijuca Tênis Clube. Salve elas! Belle Soares, após encantar os convidados no almoço, voltou à noite e arrasou Alda Rosa e Liliane Ludolf, filha do ex-presidente Ruy da Cunha Ribeiro. Sua mãe, a ex-tenista Marcy Ludolf, pediu que levasse uma foto A poderosa turma da casa 12 Tijuca Tênis Clube Maciel, Hildo, Barral, Ana Lúcia e Cláudia (E) Grande Benemérito João França e Ana Maria Vera Catarina, Rafael e Claudinha

[close]

p. 13

Informe Publicitário Spa das Sobrancelhas, onde você cuida da sua imagem e do seu bem estar sidades e desejos da cliente, proporcionando-lhe uma melhor comunicação através da sua imagem e expressão. Junto com as proprietárias, Tatiana e Débora, a Unidade Shopping Tijuca é um destaque na franquia, levando o melhor atendimento e satisfação garantida ao cliente. O atendimento do Spa das Sobrancelhas se inicia com uma avaliação gratuita para definir os anseios da mulher e qual o serviço que melhor lhe convém. Atualmente, a empresa conta com uma linha de serviços e produtos exclusivos, tais como, design das sobrancelhas, manutenção do design das sobrancelhas, coloração com henna para sobrancelhas, coloração de sobrancelhas e cílios, desondulação de sobrancelhas, permanente de cílios, epilação de buço e têmporas com cera, epilação de rosto com linha, limpeza de pele, dermopigmentação e Revitale, uma limpeza de pele expressa na “zona T”. Um dos principais carros-chefes do Spa das Sobrancelhas, a dermopigmentação consiste em pigmentar a camada superior da derme com uma fina camada de pigmento mineral inorgânico no tom recomendado pelo consultor, que são as variações de castanho. Esse processo é realizado através da análise do seu fototipo cromático, tipo de pele e cor de seus cabelos, emoldurando seu olhar e corrigindo falhas indesejáveis e cicatrizes. A dermopigmentação pode durar de 8 a 18 meses, sendo indolor e realizado mediante um ambiente altamente higiênico, com materiais descartáveis e utensílios esterilizados. Além dos serviços, o Spa das Sobrancelhas possui uma linha de produtos exclusivos destinada à área dos olhos e à pele dos clientes, possibilitando-os estender o tratamento às suas casas. O objetivo é oferecer cada vez mais beleza e bem estar a um público ainda mais exigente. No que se refere à linha facial, é possível nutrir e modelar os pelos das sobrancelhas e cílios e cuidar da região dos olhos, além de uma linha completa de maquiagem (My Make) e outra para cuidados com a pele (My Day). O maior centro especializado em sobrancelhas e cílios do mundo hoje se chama Spa das Sobrancelhas. Desde a sua fundação, a meta da empresa é oferecer o melhor atendimento, aliado às mais eficientes técnicas de “embelezamento do olhar”. Nesse aspecto, a filosofia da empresa é não somente valorizar a beleza e o bem-estar de cada pessoa, como também sentir as neces- Tijuca Tênis Clube 13

[close]

p. 14

Tênis Paulo Cinelli Vice-presidente de Tênis Como tudo Por Victor de Castro Sousa começou da primeira Federação de Tênis do Rio de Janeiro, da qual o clube é membro e benemérito. Ainda sob o comando de Heitor Beltrão foram construídas mais nove quadras, um estádio e o famoso paredão bate-bola. Um sonho tornado realidade A história e a tradição do esporte que dá nome ao clube foi o amor de três amigos pelo tênis, dando origem ao Tijuca Tênis Clube. Álvaro Vieira Lima, que passou à história como o sócio nº1, foi quem registrou o começo de tudo. — Quando eu e meu irmão Carlos ainda éramos estudantes, possuíamos algumas raquetes e outros apetrechos de tênis, que nossa mãe nos dera durante viagem que havíamos feito à Europa. Praticávamos tal esporte nas horas de folga e aos sábados à tarde. O nosso campo era um terreno que existia nos fundos da casa onde morávamos, na Rua Conde de Bonfim, 446 — contou Álvaro Vieira Lima, sócio fundador do clube, em depoimento ao ex-presidente Dr. Mário Cardoso Pires. Álvaro Vieira Lima popularizou o esporte entre seus amigos, mas o problema era o tamanho do terreno onde praticavam, fazendo com que as bolas caíssem nas casas dos vizinhos. Os rapazes começaram, então, a vislumbrar um espaço maior, a Pensão Cantagalo, na rua Conde do Bonfim, 451. Os amigos Álvaro Vieira 14 Tijuca Tênis Clube Lima, Carlos Barbosa, Álvaro Baptista e Francisco Cavalcante de Souza decidiram então a se empenhar na negociação do terreno e na fundação do clube, e para isso se uniram a Américo Pinho Leonardo Pereira, engenheiro agrônomo experiente, que viria a ser o primeiro presidente do clube. Assim, em 11 de junho de 1915, na casa do coronel Joaquim Ferreira da Cunha Barbosa, na rua Uruguai, 391, foi assinada a ata de fundação do “Tijuca Lawn Tennis Club”. Para construir a primeira quadra de tênis, Leonardo Pereira foi pessoalmente conseguir as britas — cascalhos de pedrinhas — e os postes de madeiras junto a empresários. A quadra seguia o modelo usado, na época, nas poucas quadras de tênis da cidade: terra batida com barro e saibro sobre base de britas. Nos anos seguintes mais quadras foram construídas, além da sede e da casa do tenista. No ano de 1931, durante a administração de Heitor Beltrão, o Tijuca deu um grande passo, não só para sua consolidação de clube tenista, mas para o fortalecimento do esporte no estado, a fundação Outro presidente a trazer grandes conquistas para o tênis tijucano foi Mário Cardoso Pires. Mário entrou no clube em 1929, começou a jogar tênis e em 1931, ganhou o primeiro campeonato 3ª Classe Simples, chegou a ser campeão do Clube em 1937, entre outros títulos. Mais tarde, já médico, Mário Cardoso Pires foi presidente do Conselho Deliberativo por quatro anos e ainda vice-presidente nas gestões de Hugo Ramos Filho e Paulo Bottrel. Foi secretário de Heitor Beltrão e assumiu a presidência em 1959. Por toda história junto ao clube Mário Pires recebeu os títulos de Tenista Emérito, Tenista Grande Emérito, Benemérito, Grande Benemérito e, em 2000, na gestão de Paulo Maciel, lhe foi outorgado o título único de Patrono do Tênis.

[close]

p. 15

Tênis Ruy foi campeão de vários torneios e campeonatos e casou-se com Marsy Ludolf, que foi campeã juvenil carioca em 1933/34 e, em 1934, vencedora de dupla juvenil de moças, e de dupla mista com Ruy Ribeiro. Atualmente o ex-presidente dá nome ao estádio Ruy da Cunha Ribeiro, único estádio de tênis de clubes do Rio de Janeiro. Nesses 100 anos, foram muitas conquistas, títulos e atletas que passaram pelo TTC, dentre estes destacamos Myriam Figueiredo, Nadyr Lantery , Eneyda Neves, Renato Mano, Aníbal Santos Silva, João Carlos Casqueiro, Luiz Fernando Moreira, Max Schlobach, Enio Damásio, Sérgio Luz, Raul Amaral, Adimar Simões, Guilherme Villas, Paulo Kelli, Atila Santos, Helena Abreu e Eriberto Caldas Filho. Ainda entre grandes presidentes tenistas destaca-se Ruy da Cunha Ribeiro, que presidiu o clube entre 1969 e 1971. Paulo César Cinelli Um guardião vencedor - ressalta. Cinelli entrou no Tijuca em 1959, seguindo os passos do pai, também tenista. Foi campeão carioca estreante até 15 anos, em 1965, dentre outros títulos. Em 1992 foi assessor da presidência e, em 1995, assumiu a vice-presidência de tênis. Dentre as principais competições atuais, ele destaca o Torneio do Centenário, que ocorreu entre os dias 06 e 07 de junho, e o Torneio das Bandeiras, um dos mais tradicionais do clube, com mais de 150 atletas, que acontecerá em setembro. - O objetivo dos torneios é integrar todos ao esporte. São torneios que reúnem várias categorias, principiantes e veteranos participam da mesma emoção, começam a conhecer pessoas, fazer amigos, achar parceiros para poder praticar o esporte - ressalta o vice-presidente. Para Cinelli, o que faz com que o tênis seja essa grande força e sua tradição seja mantida é o fato de o esporte agregar todas as idades. - O tênis tem atletas aqui de mais de 85 anos praticando o esporte. Porque o tênis não tem problema de idade. Então, de 5 a 90, você vai ter parceiro. Tijuca Tênis Clube O Tênis ainda segue como o principal esporte do Tijuca Tênis Clube, atualmente o clube dispõe de três quadras de lisonda, seis de saibro e o Estádio Ruy Ribeiro, contando com centenas de atletas de várias idades e categorias. Paulo Cinelli, vice-presidente de tênis, não esconde a emoção de liderar esporte tão importante no ano do centenário. - É um orgulho muito grande você ter praticamente nascido aqui no clube e ter um histórico de tantos anos no Conselho Diretor. Agora, no centenário, isto dá uma satisfação muito grande, você se sente um 15

[close]

Comments

no comments yet