Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS ENERGIA 17 Cases Práticas, técnicas, projetos, tecnologias, estratégias e ações para inovações que resultem em maior eficiência ou substituição da matriz energética por fontes mais limpas e/ou renováveis 1

[close]

p. 2

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS AGCO do Brasil - Unidade Valtra do Brasil Ltda Case: Projeto Integrado Biodiesel - 100% Biodiesel Cidade: Mogi das Cruzes Estado: SP Responsável: Sirlene R. Dutra Pinto Cargo: Analista de Meio Ambiente Resumo: No rastro da sustentabilidade, pensando na tendência de expansão do uso de energia renovável no campo, a AGCO desenvolveu uma linha de produtos, composta por tratores, colheitadeiras e pulverizadores com motores aptos a trabalhar com diesel e biodiesel B-100, ou seja, 100% biodiesel. Com a adoção dessa prática foi notado alguns benefícios: Como se trata de energia limpa, o biodiesel tem a vantagem de ser uma fonte de energia renovável, menos poluente, quando comparado a queima do diesel, numa redução substancial de emissão de gases poluentes; prevenção de contaminação em caso de vazamentos no solo, etc. A busca por combustíveis renováveis é uma realidade e saímos na frente com um produto versátil que opera com diesel e que também estão prontos para trabalhar com 100% biodiesel. Edição 2011 CEFET- SC - Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina Case: Um Enfoque Empreendedor em Conservação e 2

[close]

p. 3

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS Eficiência Energética no CEFET- SC Cidade: Curitiba Estado: SC Responsável: Prof. Paulo Roberto Weigmann Cargo: Mestrando em Engenharia de Produção Elétrica da UFSC. Resumo: O programa de Conservação de Energia e Eficiência Energética consiste na implantação de ambientes de Conservação de Energia constituídos de módulos contendo sistemas computacionais, kits didáticos, equipamentos multimídia, emulador e simulador virtuais, fontes autônomas de energia e analisador de energia. Ambientes de Eficiência Energética constituído de estações de iluminação, de aquecimento e de bombeamento de água, com a aplicação tecnológica de fontes alternativas de energia em estações operacionais de trabalho (Energia Solar). Esses ambientes de Conservação de Energia e Eficiência Energética após implantados serão integrados de modo que, na sua essência, sejam suficientes para atender, através de cursos de capacitação, qualificação, requalificação, e outras atividades técnico-pedagógicas, a formação transversal e interdisciplinar da clientela discente e docente da instituição. Edição 2003 3

[close]

p. 4

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS Celulose Irani S.A. Case: Mecanismo de desenvolvimento limpo – Usina de cogeração Cidade: Vargem Bonita Estado: SC Responsável: Leandro Alexis Farina Cargo: Gerente de Sistemas de Gestão da Qualidade e Ambiental Resumo: O desenvolvimento do projeto da usina de cogeração teve objetivo de reduzir o uso de energia proveniente de recursos naturais não renováveis, buscando conservar e otimizar recursos naturais como o carvão mineral, óleo BPF e óleo diesel. Objetivou-se reaproveitar resíduos de base florestal, usando-os como biomassa na usina de co-geração, podendo assim reduzir emissões de gases causadores do efeito estufa, fenômeno causado em conseqüência da degradação dos resíduos acumulados em lixões, florestas e aterros industriais. Edição 2007 Cemig Geração e Transmissão Case: Sistema siságua Cemig Cidade: Belo Horizonte Estado: MG Responsável: Marcela David de Carvalho Cargo: Analista de Meio Ambiente Temática Gerencial: Energia 4

[close]

p. 5

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS Resumo: A água é matéria-prima valorosa para empresa então a gestão e a conservação deste recurso sejam um aspecto de alta relevância para a Companhia. A empresa tem fortalecido a gestão do programa de monitoramento de qualidade da água que é considerado ferramenta essencial na identificação e levantamento de informações para avaliação e controle dos impactos ambientais em todas as fases de seus empreendimentos, desde a concepção do projeto até sua operação. A empresa, então, desenvolveu um sistema de informação que tem como objetivo tornar o gerenciamento dos dados de qualidade da água mais rápido e preciso. A empresa monitora regularmente mais de 30 variáveis físico-químicas e biológicas em 270 pontos diferentes, gerando uma grande quantidade de dados que, além de serem armazenados, precisam ser analisados. O sistema gera informações para gestão empresarial e atende a demanda de inclusão da população no acesso a informações referentes à qualidade da água do em diversas regiões do Brasil onde a empresa atua. Este sistema de informação tornou a série histórica dinâmica, permitindo aquisição, armazenamento, manipulação, integração e exposição dos resultados de qualidade das águas, em particular os físico-químicos, que são disponibilizados na internet. A entrada dos dados é feita pelos fornecedores contratados para realização do serviço do monitoramento da qualidade da água o que reduz o trabalho da equipe em inserir grandes quantidades de dados. Assim que o dado é obtido é incluído no sistema, que possui um sistema de alerta caso o dado ultrapasse os limites estabelecidos por lei ou ultrapasse a média histórica do ponto, tornando a gestão mais eficiente e rápida. O sistema proporcionou melhorias na interpretação dos resultados, na avaliação da rede de monitoramento, bem como das variáveis analisadas, permitindo a redefinição do delineamento amostral. Edição 2015 5

[close]

p. 6

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS Companhia de Bebidas das Américas (AMBEV) Case: Energia limpa. Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Angélica Vilela Cargo: Coordenadora de Comunicação Resumo: A empresa tem a meta de redução de 10% de emissão de gases efeito estufa em três anos (até 2012, com base nos resultados de 2009) por meio da adoção de biomassa proveniente de fontes renováveis na matriz de geração de energia calorífica. Essa meta foi desdobrada para todas as unidades fabris da empresa. Desde 2003, a empresa busca fontes de energia renováveis como forma de diversificar sua matriz energética. Para que a companhia tivesse melhores práticas de quantificação e minimização das emissões dos gases de efeito estufa (GEEs), em 2008, implantou uma metodologia utilizada para medir as emissões inerentes ao seu negócio. Também adotou um inventário mais amplo para monitoramento – de acordo com o Programa Brasileiro GHG Protocol. Com a nova metodologia, a empresa passou a quantificar as emissões de todas as suas unidades produtivas, incluindo suas cinco plantas verticalizadas (vidros, rolhas, rótulos, extrato e xarope), e suas quatro maltarias. Também passou a medir as emissões provenientes do consumo de gás natural e 6

[close]

p. 7

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS GLP, usado para movimentação interna de insumos e produtos, e do consumo de gasolina e diesel nos automóveis da frota interna. Edição 2012. Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia COELBA Case: Projeto VALE LUZ Cidade: Salvador Estado: BA Responsável: Ana Crhistina Romano Mascarenhas Cargo: Assessora de Eficiência Energética Resumo: O VALE LUZ é um projeto de caráter sócioambiental que tem como finalidade reduzir o valor da conta de energia da população de baixa renda e criar um destino alternativo para o lixo. A Coelba acredita que vale a pena usar a energia para reinventar e transformar, até mesmo o que já não servia mais, em algo de valor real para as pessoas e o meio ambiente. Com o andamento do projeto, já foi descontado um total de R$16.663,64 em contas de luz existindo inclusive casos de quitação total da conta mensal de energia elétrica por parte de alguns consumidores, apenas através de créditos gerados pela venda dos resíduos sólidos. No caráter ambiental já foram retiradas aproximadamente 68 toneladas de resíduos sólidos que iriam para os aterros 7

[close]

p. 8

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS sanitários e que por fim, foi destinada a reciclagem. O projeto é amplamente replicável tendo em vista que ele já esta em andamento desde Dezembro de 2007. Acreditamos que toda empresa pode ser agente de transformação social e o Projeto VALE LUZ colabora para uma nova postura da população quanto à forma de destino de cada resíduo sólido que produz dentro de suas casas e a responsabilidade que a sociedade precisar ter com o meio ambiente. Edição 2011 Consórcio de Alumínio do Maranhão - ALUMAR Case: Fontes de Energia de Sucesso Cidade: São Luís Estado: MA Responsável: Anna Thereza de Oliveira Santos Neves Cargo: Engenheira de Controle Ambiental Temática Gerencial: Energia Resumo: A Sustentabilidade, importante diretriz da companhia, motiva, dia após dia, a busca de produtividade, desenvolvendo projetos de ecoeficiência focados na redução das emissões atmosféricas, da geração de resíduos sólidos industriais e do consumo energético. Nesse contexto, a empresa tem se destacado pela melhoria contínua na eficiência energética de seu processo e pelo patamar de excelência que atingiu, classificando-se em primeiro lugar no ranking de Refinarias mais eficientes do grupo. Nos últimos 5 anos, o consumo energético da planta reduziu 15%. A busca pela melhoria contínua utilizando-se ferramentas de gerenciamento tais como, reuniões de 8

[close]

p. 9

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS atualização diárias, cartas de controle para variáveis críticas de processo, diagramas de solução de problemas e análise de causa raiz, trouxe resultados significativos de eficiência energética. A planta da Empresa reduziu 15% do consumo energético nos últimos 5 anos e destaca-se por ser referência nesse resultado em toda a Companhia. Ganhos adicionais são: a redução da emissão de gases poluentes e de efeito estufa e a menor geração de resíduos sólidos. Além disso, o trabalho diário na busca de um processo cada vez mais sustentável tem como um de seus resultados o engajamento de toda a equipe nesse projeto. Edição 2015 CPFL Geração Case: A Repotenciação de Pequenas Centrais Hidrelétricas e o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo. Cidade: Campinas Estado: SP Responsável: Rodolfo Nardez Sirol Cargo: Gerente de Meio Ambiente Resumo: A empresa tomou a frente na repotenciação de PCH’s em um momento em que o setor elétrico não estava dando a devida importância a esses empreendimentos, classificados pela ANEEL como usinas de pequeno porte, por situarem-se com capacidade instalada entre 1 e 30 MW. Além do resgate histórico, e da preocupação com os impactos ambientais, não se pode deixar de mencionar o 9

[close]

p. 10

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS pioneirismo da repotenciação em si e na contribuição do projeto para a mitigação das emissões de gases de efeito estufa tendo o “Programa de Repotenciação de PCHs" sido reconhecido pela Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima do Ministério de Ciência e Tecnologia como uma ação que contribuirá para o desenvolvimento sustentável do Brasil o que conseqüentemente habilitou a Empresa para obter créditos de carbono dentro do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL). A implementação do projeto foi um desafio para a equipe no que se refere a manter- se atualizada quanto às novas regulamentações e normas que permeiam os projetos de MDL, para mantê-lo em conformidade com os padrões exigidos pela ONU. Edição 2009 Grupo Fleury Case: A Experiência de implantação de uma unidade Sustentável em uma empresa de saúde. Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Adriana Seghesi Elias Gonçalves Cargo: Coordenadora de Sustentabilidade Resumo: O projeto estratégico de sustentabilidade do Grupo apresenta, dentre suas vertentes, a plataforma de construção de unidades sustentáveis. A nova unidade foi a 10

[close]

p. 11

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS escolhida para buscar a certificação verde. É a segunda maior unidade do Grupo com 7.000m2 de área total e teve todas as etapas de construção norteadas pelos padrões de sustentabilidade, de acordo com as exigências LEED – Leadership In Energy & Environmental Design que é um sistema métrico de critérios, criado pelo U.S. Green Building Council. Durante o processo de certificação LEED são avaliados inúmeros fatores com base em sete critérios principais: site sustentável, consumo de água, energia e atmosfera; materiais e recursos, qualidade interna do ambiente e inovação. Como uma das primeiras ações relacionadas, está a contratação de consultoria para auxiliar neste processo, definição quanto ao nível de certificação LEED pretendido, ações necessárias para atendimento aos requisitos definidos para a certificação, como estratégias para redução de energia, consumos de água, escolha de materiais, destinação de resíduos, relação com o entorno, qualidade interna dos ambientes de trabalho entre outros. São necessárias estratégias e soluções de engenharia e arquitetura bem planejadas e definidas que reduzam os impactos ambientais gerados pelo edifício durante sua construção em conjunto com os projetistas para estudar os níveis de eficiência energética e de conforto dos ocupantes, 11

[close]

p. 12

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS propondo alternativas técnicas e sugerindo novas tecnologias. Neste aspecto cabe ressaltar que, antes de se pensar no desempenho dos equipamentos de condicionamento de ar, deve-se trabalhar com projetos de arquitetura, fachadas, instalações e iluminação de forma a reduzir o ganho de calor nos ambientes (brises, iluminação eficiente, vidro de alto desempenho, sensores de presença, etc.), reduzindo-se os gastos com energia para resfriamento do ar e, por consequência, reduzindo os investimentos em tecnologias de condicionamento de ar. Reuniões periódicas entre todos os envolvidos no projeto, como projetistas, consultores, fornecedores, equipes de operação, entre outros, viabilizando o processo de certificação. Visitas técnicas semanais durante toda a etapa de obras para verificação se os critérios sustentáveis de construção estavam sendo devidamente aplicados pelas empresas contratadas, bem como a produção dos documentos necessários para a submissão dos créditos. A cada visita técnica um relatório de acompanhamento era emitido. O processo de certificação é dividido em fases: Registro do empreendimento junto ao USGBC e Submissão de créditos de Projetos e obras. Edição 2013 Empresa - Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Case: Economia 10, Desperdício 0 12

[close]

p. 13

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Rosemeire da Silva Pereira Cargo: Gerente de Administração Predial Resumo: A Engenharia de Infraestrutura da entidade vem ao longo dos anos implementando ações de melhorias nas instalações com o objetivo de reduzir o custo variável de insumos primários como: Água, Energia Elétrica, Gás Natural e Gases Medicinais. Baseado nos Programas de Uso Racional da água foi desenvolvido o Projeto de Instalação de arejadores, adaptadores e redutores de água em torneiras, chuveiros e duchas higiênicas. Para permitir a efetividade da redução foi realizado a diminuição da temperatura do aquecimento da água dos boilers, reforma das torres de resfriamento e aumento da temperatura da Central de Água Gelada de 5 para 7,5°. Para implementar as ações de Energia Elétrica foi instalado banco de capacitores e escolha de equipamentos com melhor eficiência energética. Para garantir a diminuição de gás natural foram implantadas as seguintes ações: Diminuição da temperatura de aquecimento dos Boilers de 75 para 63° C e dos tanques de aquecimento da água de 65 para 53° C, concomitantemente foi realizado a adequação de temperatura da água do Ar condicionado de 65 para 48°C. Para redução de gases medicinais foram realizadas algumas ações estratégicas juntamente com a equipes multiprofissionais do qual se destacam: Treinamento para o uso racional do Oxigênio, Criação de tabela padronizada para atender a troca de cilindros de oxigênio gasoso, Implantação do uso de oxigênio conforme protocolo de homogeneização médica, Implantação da utilização de ar 13

[close]

p. 14

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS comprimido para macro e micronebulização e Padronização dos fluxometros e válvulas e realizado campanha de conscientização focado na equipe assistencial referente aos vazamentos de gases medicinais.A nossa meta foi de reduzir 15% do custo variável nas contas de água, luz e gas natural e gas medicinal e reduzir 20% no consumo geral dos utilitários. Edição 2014 NEOENERGIA Case: PROJETO ENERGIA VERDE – Projeto de incentivo para eficientização energética residencial e conscientização ambiental. Cidade: Rio de Janeiro Estado: RJ Responsável: Ana Christina Romano Mascarenhas Cargo: Assessora de Eficiência Energética Resumo: O projeto ENERGIA VERDE, estimula a sociedade a contribuir com o reflorestamento da Mata Atlântica, que é um dos biomas mais importantes do ecossistema do planeta, e um dos mais ameaçados. Originalmente, a Mata Atlântica percorria toda a extensão do litoral brasileiro. Tratava-se da segunda maior floresta tropical úmida do Brasil, só comparável à Floresta Amazônica. Hoje, restam cerca de 7% de sua área original das quais menos de 20% se encontram em unidades de conservação (UCS). Estimase que com um consumo mensal de 100 kWh uma 14

[close]

p. 15

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS residência emite cerca de 35,40 kg de CO2 na atmosfera, o que significa que seria necessário o plantio mensal de 7 árvores para compensar essa emissão pelos próximos 30 anos. O projeto integra os Programas de Eficiência Energética das três distribuidoras do Grupo, e visa atender a 6.000 consumidores em três capitais (Salvador, Recife e Natal). Edição 2010 NEOENERGIA Case: Sistema Solar Fotovoltaico Pituaçu Solar: Modelo Sustentável de Geração de Energia. Cidade: Salvador Estado: Bahia Responsável: Ana Carolina Mascarenhas Cargo: Assessora de Eficiência Energética Resumo: O Projeto Pituaçu Solar foi implementado no estádio de futebol Governador Professor Roberto Santos, popularmente conhecido como Estádio de Pituaçu, e fica localizado na região urbana da cidade de Salvador-BA. É o primeiro dessa natureza no país, e envolvel a aquisição de equipamentos, instalação, operação e acompanhamento do desempenho do gerador solar fotovoltaico de potência nominal aproximada de 400 kWp. A energia gerada supre as cargas do estádio, e o excedente é injetado na rede de distribuição da concessionária que, por sua vez, alimenta as 15

[close]

Comments

no comments yet