Revista Tai Chi Brasil - Edição Nº 7

 

Embed or link this publication

Description

Revista Tai Chi Brasil - Edição Nº 7

Popular Pages


p. 1

Edição nº 7 - Setembro/Outubro 2010 - Distribuição gratuita e dirigida www.RevistaTaiChiBrasil.com.br Revista Yang Jun Tai Chi Brasil Mestre de Tai Chi Chuan da Família Yang vem novamente ao Brasil

[close]

p. 2

Tai Chi Chuan - Pratique! Foto: Acervo/Molon Foto: Eduardo Molon começou a praticar o Taijiquan da família Chen nos seminários do Grão-Mestre Chen Xiaowang, em 1998. A partir de 2001 foi aceito como aluno por Chen Yingjun, filho de Chen Xiaowang, a pedido deste, e começou a viajar anualmente para a Austrália para aprender. Residiu a partir de 2003, por dois anos, na China e Austrália para receber instrução intensiva e, após retornar ao Brasil, continuou indo anualmente treinar com seu mestre. Eduardo é Acupunturista formado pela ABACO, é Instrutor certificado pela WCTA-Br (EA) e colabora com esta associação como seu Secretário-Geral desde 2009. Atualmente organiza os seminários anuais de Chen Yingjun no Brasil.

[close]

p. 3

Revista revistataichibrasil.com.br Caixa Postal 2233 Curitiba - PR - 80011-970 - Brasil Edição nº 7 | set/out | 2010 ® Todos os direitos reservados 4° ofício de registro de documentos Tai Chi Brasil Sumário 6 Entrevista Mestre Yang jun Registro nº 401.197 editor: levis litz mestre yang jun yangfamilytaichi.com 12 Fotos de brasileiros com o mestre Yang Jun na capa 16 Arma na parede... ou na mão? 18 Tai chi chuan - Família Yang Forma longa tradicional estilo Yang (Parte VII) abel cezar, angela soci, arthur dalmaso, bruno davanzo, edésio oliveira, eduardo molon, fernando de lazzari, jose roberto batalha, paula telles de meneses faro, roberto barboza de melo, rodrigo wolff apolloni, silvia camara rocha e valesca giordano litz. alexandre leopoldo, antônio aurélio alves chaves da conceição, dulce siqueira, helio laureano, jeová e. de lima, maria celeste f. corrêa, professores de tai chi de santos, silvana martinelli, suely fleury nogueira, washington luiz adão, yang jun, yáscara e zig koch. colaboraram nesta edição 20 Tai chi Pai Lin Tai Chi Chuan e o Tao 22 Tai chi chuan estilo Chen Curso de formação de instrutores A forma dos 18 movimentos de Chen Zheng Lei agradecimentos 24 Tai chi chuan da família Yang 25 Tai chi chuan - Princípios Os 10 princípios de Yang Cheng Fu ( Parte VI) 26 A importância do treinamento de posturas 27 Tai chi com crianças Trabalho voluntário viviane giordano revisão contato revistataichibrasil@hotmail.com levislitz@gmail.com jornalista responsável diplomado levis litz - mtb 3865/15/52v pr Distribuição gratuita e dirigida. Todos os textos e fotos aqui publicadas são colaborações voluntárias gratuitas. Não são de responsabilidade desta revista os artigos de opinião e também as opiniões emitidas em entrevistas e depoimentos, por não representarem, necessariamente, o pensamento do editor. Por questões de espaço, objetividade e clareza, a equipe editorial reserva-se o direito de resumir os textos recebidos. Foto com pouca definição é de responsabilidade do autor. Os exemplares impressos em papel excedentes desta publicação serão doados para bibliotecas públicas. 28 Fotos de praticantes do norte do Paraná 30 Rio open tai chi festival 2010 32 Ler sobre tai chi chuan é bom e muito importante SEÇÕES 4 CARTAS 5 EDITORIAL 11 DEPOIMENTOS 14 RÁDIO CORREDOR

[close]

p. 4

Cartas e Fotos de Leitores Revista Tai Chi Brasil. Caixa Postal 2233, Curitiba - Paraná - Brasil. CEP: 80011-970. revistataichibrasil@hotmail.com | editor: levislitz@gmail.com Por questões de espaço, a equipe editorial reserva-se o direito de editar mensagens, depoimentos, fotos e textos recebidos. “Parabéns! As revistas são lindas e adoráveis! Tenho todas imprimidas e de ambos lados e COLORIDAS! Apanhei para aprender , mas valeu a pena. Tenho lido e estudado vários artigos com minha turma. Suely Fleury Nogueira Instrutora e membro da Federação de Tai-Chi-Chuan Rio de Janeiro, RJ “Parabéns por mais esse exemplar! Tem sido uma fonte de inspiração receber suas revistas! Nós estamos disponibilizando para nossos alunos exemplares impressos da Revista Tai Chi Brasil e anexamos exemplares impressos em nossa Biblioteca e em nossa Biblioteca Virtual.” Helio Laureano Centro de Estudos da Medicina Chinesa www.medicinachinesa.us Caxias do Sul, RS “Soube do site e revista de vocês através de meu professor de tai chi. Com toda a certeza amarei a leitura desta revista. Um dia de muita luz para todos.” Elisa Rio de Janeiro, RJ “Aeee!!! A revista vai fazer um ano, que bom, espero que não parem de fazer, a revista muito boa, é o único jeito de eu estar em contato com essa arte maravilhosa da China, hehehe. Meus parabéns! Continuem sempre a divulgar as matérias de tai chi chuan.” Caio Indaiatuba , SP contribuição à integração da comunidade de praticantes de tai chi do país ao acolher com tanto respeito a diversidade de estilos praticados no Brasil.” Tarcísio São Paulo, SP “Revista Tai Chi Brasil cada vez melhor. Parabéns! E muito obrigado!” José Milton de Oliveira Foto: LL afins. Quero desejar muito sucesso neste empreendimento e que ele continue infinitamente, pois com certeza muitos estão sendo esclarecidos em suas dúvidas e participando do mundo das Artes Marciais. Passei o link da revista para todos os alunos que tem acesso a internet, pois muitos se mostraram animados com a Revista.” José Roberto Batalha Instrutor de Práticas Corporais da MTC São Paulo, SP “Parabéns pela Revista.” Mário Guaratinguetá, SP Celeste, Zig, Silvana e Yáscara. ------------------------------------------ “Você gostaria de saber se a Revista Tai Chi Brasil é legal? Ela é sensasional! O material é bem selecionado, específico, bem editado, informativo, assertivo, bem ilustrado, enfim, é nota 10! Parabéns de verdade.” João Carlos Cordeiro “Deixo aqui mais uma vez meu imenso prazer em receber este veículo de comunicação que tem me deixado informações impagáveis de nobres colegas de profissão, mestres que não conheço, mas adoraria conhecer, bem como a divulgação dos trabalhos desenvolvidos por todos que estão envolvidos nas Artes Marciais. Era tudo que faltava para levar a todos os cantos do Brasil, quiçá do mundo, nem só aos profissionais como aos nossos alunos informações caríssimas sobre Artes Marciais. A facilidade que você nos proporciona na divulgação de ideias, artigos, informações, esclarecimentos e fotos é comovedora. Nem sempre minhas fotos têm qualidade suficiente para divulgação, mas meu principal objetivo é o Tai Chi Chuan e “Meus parabéns por esse trabalho maravilhoso que é esta revista, em prol do desenvolvimento do Tai Chi no nosso país. Recebi e li todos os número e só tenho palavras de elogio para esse movimento. Espero que continuem com esse diapasão e qualidade.” Jose Rosalvo Peixinho Bahia “Parabéns pelo lindo trabalho e dedicação na Revista Tai Chi Brasil. São os votos dos professores de Santos de uma trajetória de ensino pelas Praticas Corporais Chinesas.” Profª Marina Darin - DrªSonia Tomimatisu- Profª Elizabete NunesProf. Fabio dos Santos - Prof. Alberto Yin Santos, SP “Parabéns pela excelente iniciativa, publicação de excelente qualidade, seja na diagramação, editoração e do riquíssimo conteúdo. Se tornará um marco de informação, canal de testemunhos e pesquisas científicas, hoje tão restrita a nosso meio, levando a desmistificação desta arte para a população de um modo geral. Rogerio Gullino http://tai-ji-quan.blogspot.com “Está muito boa a edição nº 6 da revista. Muito interessante, mesmo.” Rodrigo Curitiba, PR “Neste primeiro aniversário parabenizo a Revista Tai Chi Brasil por sua importante 4 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br

[close]

p. 5

Editorial Parabéns RTCB, um ano de idade! Desde setembro de 2009, a equipe da Revista Tai Chi Brasil se dedica a informar brasileiros leitores (e amigos do além fronteira), praticantes e simpatizantes do Tai Chi Chuan (Tai Ji Quan). Acreditamos que está no cuidado e atenção que dedicamos a nossa prática que podemos aperfeiçoar a nós mesmos e, por conseguinte, poder mudar as relações e ações que movem a sociedade. Tai Chi envolve muito mais do que fazer “katis”. Sua prática é fundamental, mas entender a teoria do que se está treinando é saber pensar e agir de forma mais consciente. Aqui é que entra a contribuição da RTCB, com o nosso jeitinho peculiar e imparcial de entreter e informar. Se ao longo deste ano a RTCB foi importante para que a compreensão sobre o mundo do Tai Chi ampliasse os horizontes de nossos leitores, então consideramos nossa tarefa cumprida. Comemoramos, desta forma, este primeiro ano da RTCB com muita vontade de fazer melhor e mais e com a ideia de que temos nos esforçado de maneira correta na comunicação com nossos amigos, colegas, leitores e, especialmente, você. O ano que segue promete, com seus encantos, curiosidades, debates e, acima de tudo, muita informação sobre Tai Chi. Assim esperamos. Parabéns a todos que contribuíram no desenvolvimento do Tai Chi no Brasil e aos colaboradores da RTCB como um projeto de informação. 1º de Setembro de 2010. 1º ano da Revista Tai Chi Brasil. Esta comemoração é de todos nós. Levis Litz O editor Revista Tai Chi Brasil Bibliotecas & Acervos Campinas, SP Equilibrius - Centro de Tai Chi Chuan, Acupuntura e Cultura Oriental Av. Oscar Pedroso Orta, 222. Barão Geraldo. ------------------------------------------Caxias do Sul, RS Centro de Estudos da Medicina Chinesa Av. Júlio de Castilhos, 1501. Sala 32. Centro ------------------------------------------Curitiba, PR Biblioteca Pública do Paraná Rua Cândido Lopes, 133. Centro. Biblioteca Hideo Handa Praça do Japão. Água Verde. Academia Paramitta Av. Visc do Rio Branco, 84. Mercês. Colégio Estadual do Paraná Rua João Gualberto, 250. Alto da Glória. Colégio Medianeira Av. José Richa, nº 10546. Prado Velho. Nutribioforma R. Jaime Balão,1150. Casa 1. Hugo Lange. SESC Paraná – Unidade Água Verde Av. República Argentina, 944. Água Verde. ------------------------------------------Ribeirão Preto, SP Equilibrius - Centro de Tai Chi Chuan, Acupuntura e Cultura Oriental Rua Cerqueira César, 1825. Jd. Sumaré. ------------------------------------------São Paulo, SP Contatos . website: www.RevistaTaiChiBrasil.com.br . e-mail e msn: revistataichibrasil@hotmail.com . orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=92660461 . e-mail: levislitz@gmail.com | . msn: levislitz@hotmail.com . twitter: http://twitter.com/LevisLitz . orkut: www.orkut.com/Profile.aspx?uid=11558296558846812654 . webpage: www.TaiChiCuritiba.com.br Espaço Bem Estar (Yoga e Tai Chi Chuan) Av. Pe. Antonio José dos Santos, 1371. Brooklin Novo. Peng Lai Brasil - Artes Marciais Tradicionais Chinesas. Av. Deputado Emílio Carlos, 121. B. do Limão. Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan Rua José Maria Lisboa, 612, Sala 7. Revista Tai Chi Brasil - RTCB Editor ------------------------------------------Uberlândia, MG Academia Budô Kan Rua Benjamin Monteiro, nº 64. Centro. ---------------------------------------------------------------------------------- Caixa Postal 2233, Curitiba, PR, 80011-970. Brasil ------------------------------------------- www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 5

[close]

p. 6

Entrevista Mestre Yang Jun Nascido em 1968 em Taiyuan, China, Yang Jun é o descendente da 6ª geração do criador de Estilo de Yang de Tai Chi Chuan. Filho de Yang Dao Fang, Yang Jun começou o seu treinamento com o seu avô, Mestre Yang Zhen Duo. Graduou-se em Educação Física na Universidade de Shanxi, China, em 1989. Em 1995 a Academia de WuShu Chinesa o reconheceu como um Mestre WuShu na Província de Shanxi. Em 1998 Yang Jun criou a Associação Internacional e é presidente desde então. Em agosto de 1999 Yang Jun mudou-se para Seattle, Estados Unidos, para formalmente começar a trabalhar para a Associação Internacional e estabelecer uma escola como o primeiro membro da Família de Yang a viver fora da China. O Mestre Yang Jun é proficiente em Tai Chi Chuan, Tai Chi com Espada, Tai Chi com Sabre, Empurrar com as mãos (Tui Shou) e muitas outras formas de Tai Chi. Revista Tai Chi Brasil - Mestre Yang Jun, como foi o início do seu aprendizado no Tai Chi Chuan e como é o seu treinamento atualmente? Mestre Yang Jun - Quando comecei, seguia um grupo junto com meu avô, quando tinha entre 5 ou 6 anos de idade. Nós vivíamos no campo e eu ficava junto com a minha avó que morava longe de meu avô, porque quando eu nasci foi justamente a época da Revolução Cultural e nós o visitávamos e quando isto acontecia, ele me colocava a praticar. Meu avô praticava em seu trabalho. Na verdade ele não podia ensinar naquela época. Ele praticava simplesmente junto com 5 ou 6 pessoas que o seguiam e ele me colocava a praticar junto com eles. Foi assim que eu comecei. Hoje eu pratico diariamente forma e às vezes armas, mas muitas vezes pratico as posturas fixas e bastão. Esta é a minha prática básica diária. O Tai Chi Chuan, como filosofia, influenciou em sua vida? Sim, acredito que sim. Uma coisa é como compreendo a filosofia e outra coisa é como ela foi modificando minha vida na medida em que fui crescendo. Eu me tornei mais reflexivo a respeito do que é a filosofia e como ela influencia e me dirige para agir no dia a dia e também como afeta a minha personalidade. Veja bem, quando as coisas acontecem em minha vida, e por acaso fico com raiva, me mantenho calmo no momento e me dou um tempo para pensar de forma mais clara e não agir 6 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br

[close]

p. 7

de forma impulsiva no momento e deixo a minha mente mais clara. Por outro lado, não apenas a filosofia, mas também a própria estratégia do Tai Chi Chuan é de não resistir às coisas, primeiro você deve seguir um pouco, deixar a mente calma e depois agir de forma correta. Como o Tai Chi Chuan influencia sua vida? Bem, Tai Chi Chuan é tudo para mim agora, eu conheço pessoas por causa do Tai Chi Chuan no mundo todo, viajo por causa do Tai Chi Chuan, minha vida é o próprio Tai Chi Chuan, não há diferença entre minha vida diária e o Tai Chi Chuan. O senhor já praticou alguma outra arte marcial? Não, eu nunca pratiquei qualquer outra Arte Marcial além do Tai Chi Chuan da Família Yang, mas quando estava na Universidade, porque era obrigatório, eu tive que aprender algumas semanas de um estilo de Arte Marcial externa e a Forma 24 de Tai Chi Chuan, mas depois da prova da Faculdade não pratiquei mais. O senhor já precisou utilizar as técnicas do Tai Chi Chuan para defesa pessoal? Agora não muito, a maioria das pessoas hoje pratica o Tai Chi Chuan por motivos de saúde e eu ensino o Tai Chi Chuan também para melhorar a saúde das pessoas. Mas antes, apesar de que não quero falar muito sobre isso, usei bastante o Tai Chi Chuan para lutar. Quando era jovem eu lutava muito e acabei até ficando famoso por isso em minha cidade. Na sua família, a maioria pratica Tai Chi Chuan? Esta é uma pergunta ampla porque falando de meus parentes, todos praticavam e praticam Tai Chi Chuan, meu bisavô, meu tataravô, meu avô, meus tios avós, meus primos, meu irmão. Meus pais e meu tio não praticam muito por terem começado mais tarde, mas ainda assim praticam por questões de manter a saúde. Qual foi a sua razão por ter escolhido o Tai Chi Chuan como profissional? Bem, quando eu era jovem não havia ainda escolhido o Tai Chi Chuan, mas meu avô me fez praticar o Tai Chi Chuan e mesmo depois de haver me graduado, eu não havia pensado em seguir a carreira profissional do Tai Chi Chuan. Eu trabalhava com outra coisa. Mas meu avô esperava que eu pudesse levar adiante a arte da família e sempre me encorajava a ensinar e praticar o Tai Chi Chuan. Há mais de 20 anos atrás, quando ele começou a viajar para ensinar, ele me levava junto e assim, viajando com ele, conheci muitas pessoas e recebi o respeito de muitas pessoas que praticavam Tai Chi Chuan. Isto mudou minha vida. E, na verdade, comecei a dedicarme de forma profissional ao Tai Chi desde 1998, quando mudei para os EUA e esse se tornou meu único trabalho. Mas realmente a minha vida ter se tornado totalmente dedicada ao Tai Chi Chuan foi graças ao meu avô. O senhor já participou de algum campeonato? Não exatamente. Quando eu era jovem tive muito interesse em participar deste tipo de evento, mas meu avô me disse: “você é um membro da Família Yang www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 7

[close]

p. 8

e não há motivos para participar de competições em nome da família porque em qualquer competição você poderá tirar vantagens devido aos diversos praticantes e níveis diferentes de praticantes e os juízes que são diferentes”. Por isso eu nunca entrei em competições individuais, mas por outro lado meu avô me incentivou a participar de competições em grupo, como parte de grupos e times, de forma a ganhar experiência neste tipo de atividade. Qual é a principal qualidade que um praticante de Taijiquan deve desenvolver? Bem, para as pessoas que praticam por razões de saúde, acredito que a prática diária com o espírito elevado, para ter uma vida melhor, deva ser a melhor maneira de se conseguir estes resultados, mas observo que muitas pessoas que tem esse objetivo não se dedicam o suficiente e não conseguem seus objetivos para a saúde. Assim, se uma pessoa quer ter boa saúde com o Tai Chi Chuan, deve praticar todos os dias. Não se consegue isso por praticar apenas um dia. Esse é o método para ter boa saúde. Mas por outro lado, se a pessoa que pratica para compreender qual a estratégia, a ligação com a arte marcial é um pouco diferente. O Tai Chi Chuan tem muitos bons princípios para serem seguidos, como usar a boa estratégia para lidar com um oponente, por exemplo, combinando a suavidade e a dureza dentro da prática, mas isto se amplia muito porque na medida em que praticamos as estratégias dentro das técnicas marciais, vamos saber utilizá-las em nossa vida diária, como lidar com as mais diversas situações da vida, usando as estratégias marciais do Tai Chi Chuan. É uma questão muito ampla e teria que dedicar muito tempo para explicar. Quais são os mestres que o senhor mais admira? Bem, meu avô é meu professor e eu nunca aprendi o suficiente com ele, que é uma fonte inesgotável de conhecimento. Meu aprendizado foi com ele e não apenas o Tai Chi Chuan, mas a maneira como me relacionar com as pessoas e as coisas da vida. A maneira de ensinar e de se dedicar às pessoas, hoje tantas pessoas o seguem! Posso dizer que ele é a pessoa que eu mais admiro. Há pessoas que acreditam que a prática do Tai Chi 8 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br

[close]

p. 9

yangfamilytaichi.com Chuan é uma atividade somente para idosos. O que o senhor pensa a respeito disso? Bem, muitas pessoas pensam desta forma. Este é um dos bons benefícios do Tai Chi Chuan porque os idosos podem praticar, mas o Tai Chi Chuan também é uma arte marcial e você pode ver que os praticantes conseguem muitas habilidades através da sua prática e também há pessoas muitas jovens que praticam o Tai Chi. Podemos dizer então que os idosos podem praticar o Tai Chi por motivos de saúde, mas ela não é uma arte exclusiva para idosos em absoluto. O Tai Chi Chuan está se tornando bem popular no mundo e no Brasil. Como consequência disso muitos oportunistas tem aparecido. Como o senhor vê esta situação? Bem, isto é como yin e yang, quando as coisas crescem sempre tem um lado bom e um lado que não é bom. Assim, devemos observar as coisas desde o lado positivo e ver o mais importante, que é o desenvolvimento do Tai Chi Chuan no mundo e pessoas que estiverem usando o Tai Chi Chuan para enganar alguém não conseguirão manter isso por muito tempo e, com certeza, em algum momento vão parar ou mesmo mudar de atividade. Assim, por curtos períodos de tempo, isso é uma coisa normal. Qual é a importância de aprender o Tai Chi Chuan com um bom professor? Bem, aprender Tai Chi hoje é fácil porque podemos encontrar facilmente um professor perto de nossa casa. Também aprender desde mídias diferentes é um bom aprendizado, mas o relacionamento do professor/aluno é muito importante e fundamental porque o professor pode lhe ver praticando e lhe oferecer coisas mais específicas para melhorar o seu aprendizado. Quando se observa um DVD, a informação é mais genérica e não oferece um aprendizado em profundidade. Que qualidades devemos observar num professor de Tai Chi Chuan? A qualidade de um professor na tradição chinesa, dizemos primeiro, você tem que ter uma moral indiscutível e também como professor deve ter um comportamento adequado, correto, ou seja, a primeira coisa que um professor tem que ter é uma conduta moral elevada e em segundo lugar vem a boa técnica. Isso porque pode haver alguém que tenha uma boa técnica, www.RevistaTaiChiBrasil.com.br mas que não tenha uma boa moralidade. E essa pessoa não será um bom professor com certeza. Assim, para buscar um bom professor você tem que em primeiro lugar ter certeza de que ele é uma boa pessoa. Que método de ensino o senhor usa nas suas aulas regulares? Eu ensino em níveis diferentes de aulas e os métodos são diferentes. Mais que nada, sigo a observação dos alunos para decidir os métodos que nunca são os mesmos. Logicamente há alguns procedimentos básicos, mas na verdade eles também variam de acordo com o nível de meus alunos. É necessário que o professor monitore constantemente o desenvolvimento dos seus alunos? Falando de maneira geral, sim, mas é necessário ter um critério e um método adequado. Se às vezes ficamos muito em cima de um estudante, pode não ser bom, ele pode se sentir pressionado demais. Assim, o quanto estaremos monitorando seu desenvolvimento vai depender da observação e da sensibilidade entre o processo de ensinar e a capacidade do aluno aprender. Temos que encontrar um equilíbrio neste processo através da sensibilidade e respeito da necessidade do aluno. 9

[close]

p. 10

Que conselho o senhor daria àqueles que estão começando a praticar? Basicamente Tai Chi Chuan é uma prática fácil de aprender, mas quando começamos a aprender percebemos que há muitas coisas que não são tão fáceis no caminho do aprendizado. Tudo o que quero dizer é que quando você somente começa, não é possível perceber tudo o que há para aprender no futuro através da sua prática e por isso é importante continuar praticando e acreditando na Arte e, com sinceridade, continuar na prática para conseguir os melhores benefícios que o Tai Chi Chuan tem para lhe oferecer. A Revista Tai Chi Brasil é a primeira do gênero no país, o que o senhor pensa da importância dessa publicação? Eu penso que todos o meios que possam divulgar o Tai Chi Chuan são benéficos. Atualmente a Arte está se tornando popular, mas ainda há muitas pessoas que não sabem o que é o Tai Chi Chuan. Penso que o que você está realizando através de sua revista é ajudar a divulgar o Tai Chi Chuan e espero que a sua mídia torne-se cada vez maior para que a nossa arte seja divulgada amplamente. O senhor gostaria de enviar uma mensagem aos nossos leitores? Como mencionei antes, se você quer praticar o Tai Chi Chuan para benefício da saúde, você tem que, em primeiro lugar, acreditar no Tai Chi Chuan e ter As fotografias desta matéria foram cedidas gentilmente por Angela Soci e Fernando De Lazzari. Elaboração das perguntas em inglês: Levis Litz, editor da RTCB. Tradução das respostas para o idioma português brasileiro: Angela Soci. Angela Soci é representante da Família Yang para o Brasil e América Latina e Diretora da Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan: www.sbtc.org.br Agradecimento Especial Mestre Yang Jun www.yangfamilytaichi.com sinceridade com a Arte e seguindo o seu esforço e suas práticas, vai conseguir os seus objetivos e os benefícios que vão ser proporcionais aos seu esforço e sinceridade. A respeito dos Seminários de Tai Chi da Família Yang que são realizados no Brasil, como o senhor sente o desenvolvimento dos praticantes brasileiros nesses seminários e como está a qualidade dos alunos? Tenho visitado o Brasil desde 1999, até hoje são 11 anos já! Todas as vezes que venho ao Brasil, nos seminários, os grupos são cada vez maiores. Mas não é só isso! Cada vez que visito o Brasil, nos Seminários posso ver que a qualidade das práticas dos alunos é cada vez melhor e estão crescendo a cada vez. Por outro lado, as pessoas podem ver que meu método de ensino também vai mudando de acordo com o nível dos alunos. No início, quando começamos, o foco de meus seminários era nos movimentos e agora estou focando mais relacionado às teorias e a filosofia da Arte. E posso dizer que isso acontece porque as pessoas no Brasil estão se desenvolvendo no Tai Chi Chuan e além dos seminários, em cada local nós temos os diretores de Centros que também desenvolvem o Tai Chi Chuan no Brasil, por exemplo, em São Paulo temos Ângela Soci e Roque Severino, no Rio de Janeiro temos Carla Rocha e Marcio e em Ribeirão Preto temos Fernando de Lazzari. E todos eles difundem o Tai Chi e ajudam a melhora das habilidades dos praticantes brasileiros. 10 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br

[close]

p. 11

Depoimentos “Meu primeiro contato com o Mestre Yang Jun foi em 1999, quando pela primeira vez os Mestres Yang Zhenduo e Yang Jun vieram ao Brasil para ministrar um Seminário de Tai Chi Chuan, organizado pela Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan. Na ocasião eu não conhecia o Tai Chi Chuan da Família Yang e, durante o seminário, foi amor a primeira vista, pois me identifiquei muito com as práticas e senti uma afinidade muito grande pelos mestres. De 1999 para cá participei de todos os seminários no Brasil com o Mestre Yang Jun, além de participar de seminários na China e EUA com o Mestre. Sempre foi uma honra e uma alegria muito grande aprender diretamente com um Mestre legítimo da Família Yang de Tai Chi Chuan. Em 2008 participei do Seminário de diretores da International Yang Family Tai Chi Chuan Association em Seattle, nos EUA e fiquei hospedado na casa do Mestre Yang Jun, juntamente com a Professora Ângela Soci do Brasil e alguns diretores de outros países. Foi uma experiência especial e inesquecível, que me fez conhecer um pouco melhor o Mestre Yang Jun. Pude constatar sua humildade, gentileza, nobreza de caráter e simpatia, pois vivenciamos muitos momentos juntos tanto no seminário, praticando muito, quanto nos momentos de descontração e bate papo. Mestre Yang Jun já veio duas vezes a Ribeirão Preto (2006 e 2009) para ministrar seminários de Tai Chi Chuan, que tive o prazer e a honra de organizar. Estas duas ocasiões também foram experiências muito ricas de aprendizado com o Mestre. Nestes 11 anos de aprendizado com o Mestre Yang Jun pude aprender muito e amadurecer em vários aspectos relacionados à arte do Tai Chi Chuan, mas sinto que ainda tenho uma longa caminhada pela frente para tentar atingir um nível de habilidade e conhecimento próximo ao que o Mestre Yang Jun já adquiriu.” Prof. Fernando De Lazzari Diretor do EQUILIBRIUS e do Yang Chengfu Tai Chi Chuan Center – Brasil. Ribeirão Preto, SP “Em 2008 estive pela primeira vez em um Seminário com o Mestre Yang Jun. Embora já praticasse Tai Chi desde 2004, não havia participado de nenhum outro seminário anterior a este. Foi uma experiência enriquecedora que definitivamente proporcionou mudanças na minha prática. Acredito que receber ensinamentos, observar, praticar junto e receber correções do atual detentor da transmissão do conhecimento da Família Yang é fundamental para que o nosso entendimento e a nossa prática do Tai Chi Chuan cresça e se desenvolva. Depois deste encontro entendi a importância deste contato. Agradeço aos meus professores Roque e Angela por proporcionarem a oportunidade de estar em contato com um verdadeiro mestre de Tai Chi Chuan.” Paula Telles de Meneses Faro São Paulo, SP www.imaginatioonis.blogspot.com paula_audiovisual@hotmail.com www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 11

[close]

p. 12

Mestre Yang Jun COM BRASILEIROS 12 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br

[close]

p. 13

www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 13

[close]

p. 14

Rádio Corredor I China 2011 Rio de Janeiro, RJ A WCTA-Br promoverá, em parceria com o IFTB, sua 1ª viagem de treinamento à China em Março de 2011. Os pontos principais da viagem serão o Seminário do Grão-Mestre Chen Xiaowang em Chenjiagou, berço do Taijiquan, e o treinamento de meditação ministrado por Jan Silberstorff em Louguantai, o mosteiro onde Lao Zi escreveu o Tao Te King. Informações: http://wcta.com.br --------------------perecível e é aberto ao público. As modalidades de competição serão: Kung Fu tradicional, Tai Chi Chuan e Sanshou. Inscrições: http://penglai. com.br/campeonato/taichi.html --------------------polis, patrocinado pelo SESC e pela Federação de Tai -Chi -Chuan do Rio de janeiro que tem como presidente o Mestre Venceslau de Oliveira Cardozo ou Mestre Lau. --------------------- Tai Chi Chuan nas Praças Rio de Janeiro, RJ A Suely Fleury Nogueira é instrutora e faz parte da Federação de Tai-Chi-Chuan do Rio de Janeiro que, em parceria com a prefeitura e o projeto Rio em Forma Olímpico, leva Tai Chi em várias praças do Rio de Janeiro, atendendo zona sul, zona norte, zona oeste e centro. A foto é de leque duplo “Pétalas ao Vento” criado pela professora Odete Rubistein. O Evento foi no 2º Encontro Serrano Tai-chi-chuan no SESC de Teresó- Projeto de Lei Arapongas, PR Até recentemente o sistema CREF/CONFEF tinha a intenção de trazer para dentro de suas competências as artes marciais (inclusive tai chi chuan), yoga, pilates, capoeira e dança. Para ratificar este equívoco surgiu o projeto de lei 1371/07 da deputada Alice Portugal (PCdoB/BA), que irá trocar o texto da lei 9696/98 que instituiu os Conselhos Federais e Regionais de Educação Física. Há processos judiciais no RS, SC, PR, SP, DF e RJ em que mandatos judiciais impedem o sistema CREF/CONFEF de fiscalizar 1° Campeonato Interno de Kung Fu / Wushu Peng Lai Brasil São Caetano, SP Organizado pela Unidade São Caetano do Sul, o 1° Campeonato Interno de Kung Fu / Wushu será realizado no dia 19 de Setembro de 2010, no Clube Recreativo Esportivo Tamoyo que fica à Rua São Paulo, 230 - Bairro Cerâmica, São Caetano do Sul , SP. Alunos podem participar das competições e seus amigos e familiares podem prestigiar este evento. O Ingresso é 1 kg de alimento não ------------------------------------------------------------------------ Unidade Água Verde - Academia BackStage Rua Prof. Guido Straube, 52-B (41) 3013-6114 – 8809/0730 - Prof. Aparecido de Lira ------------------------------------------------------------------------ Unidade Colombo - Academia Fit Company R. Manoel da Silva Rosa, 11. L.13 (41) 3621-6629 – 8809-0730 - Prof. Romildo Andrade Nova Unidade Almirante Tamandaré Rua São Rafael, 162 - Jd. Monte Claro (41) 9679-3284 – 8809-0730 - Prof. Belchior contato@institutofuhok.com.br www.institutofuhok.com.br 14 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br

[close]

p. 15

Rádio Corredor II e punir academias e profissionais de artes marciais, yoga, pilates, dança, e capoeira. O texto da lei é simples e adiciona mais um parágrafo à lei da Educação Física: “O Congresso Nacional decreta: Art. 1º: Acrescente-se (...) com a seguinte redação:“Não estão sujeitos à fiscalização dos Conselhos previstos nesta lei os profissionais de Dança, Capoeira, Artes Marciais, Ioga e Método Pilates, seus instrutores, professores e academias.” Detalhes em: Projeto de Lei: www.camara. gov.br/sileg/integras/471980.pdf e Lei nº 9.696, de 1 De Setembro de 1998: www.planalto.gov.br/ccivil_03/ Leis/L9696.htm --------------------12º, 13º e 20º BPM’s, Regimento de Cavalaria, BPTran, Companhia de Guardas, BPGd e BPEC, bem como o professor de Tai Chi, Levis Litz. --------------------um grupo de praticantes aficionados pelo taijiquan, tendo por objetivo divulgar essa prática em Porto Alegre, propiciando a todos uma melhor qualidade de vida através dos benefícios à saúde, interação social e ganho cultural. Os praticantes reunem-se diariamente no Parque Moinhos de Vento. Fotos: Dia Mundial do Taijiquan / 2010. Por Silvia Camara Rocha www.taijiquan.com.br Associação Gaúcha de Taijiquan Porto Alegre, RS A Associação Gaúcha de Taijiquan, AGT, foi idealizada por Policiais Militares e o Tai Chi Chuan Curitiba, PR Novo chefe da Casa Militar recebe visita de comandantes e apresenta iniciativas para a melhoria da qualidade de vida e do serviço através da prática do Tai Chi. Em 14 de julho, o Cel. Antônio Aurélio Alves Chaves da Conceição, chefe da Casa Militar da Governadoria do Estado do Paraná, recebeu integrantes da Secretaria, comandantes, oficiais superiores de Unidades Operacionais, entre elas, SESC Água Verde Curitiba - Paraná 3 TURMAS Às 2ªs, 4ªs e 6ªs: das 08h às 09h Às 3ªs e 5ªs: das 18h20 às 19h20 Foto: LL Às 5ªs: das 16h30 às 18h www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 15

[close]

Comments

no comments yet