Informativo 59 jul

 

Embed or link this publication

Description

informa online 59 jul

Popular Pages


p. 1

Informa online Informativo n° 59 | Julho - 2015 Notícias Gerais Fundos de Pensão Brasileiros estão entre os 5 mais rentáveis do mundo. Educação Financeira e Previdenciária Você sabia? O que são aportes ou contribuições esporádicas? Como montar um planejamento de curto, médio e longo prazo. Acontecendo Reunião do Conselho Fiscal é realizada na JUSPREV. Sou Instituidora APMPPR - Associação Paranaense do Ministério Público A melhor escolha para planejar seu futuro

[close]

p. 2

Notícias Gerais Fundos de Pensão Brasileiros estão entre os 5 mais rentáveis do mundo. Saiba o que é e quais as vantagens destas aplicações Vieira, aplicar parte do salário num fundo de pensão demonstra preocupação com o futuro e pode render bons frutos. “Além das vantagens da obtenção de renda quando não puder ou não quiser mais trabalhar e é um investimento de longo prazo com incentivo tributário, ele também é muito vantajoso como investimento, pois não possui fins lucrativos. O funcionário não arca com nenhuma despesa administrativa para seu plano fazendo com que todo investimento realizado seja dele, aumentando sua rentabilidade. Ele, ainda, está coberto com todos os riscos sociais (morte, invalidez e sobrevivência), afirma. E se eu sair da empresa? Segundo Elane, existem quatro possibilidades neste caso. Se o trabalhador for demitido ou até pedir demissão, ele pode reaver 100% do que investiu no fundo, sem a contribuição feita pelo empregador. Em alguns casos, é possível resgatar um percentual do que foi depositado pela empresa e este percentual pode aumentar de acordo com o tempo de ‘casa’. Ainda existem outras três possibilidades. A primeira é a portabilidade. O participante do fundo pode transferir sua reserva para outro plano de previdência. A segunda, continuar participando do plano com uma contribuição própria, com o total antes complementado pelo empregador. E, ainda, manter a reserva, que será rentabilizada mensalmente, sem efetuar novas contribuições, arcando com as despesas administrativas. Você sabe o que é um fundo de pensão?Sabia que eles são mais rentáveis do que a poupança? Segundo uma pesquisa do Núcleo Técnico da Abrapp, a Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar, divulgada pela Agência Estado, os fundos de pensão brasileiros apresentaram o quinto maior retorno do mundo nos últimos sete anos, com rendimento real de 28,56% desde 2008. Fundos de pensão são instituições de previdência fechada, ou seja, organizados por empresas para seus funcionários, por exemplo. O funcionamento é parecido com o de uma previdência privada aberta, ou seja, é um investimento de longo prazo, utilizado geralmente para a complementação da renda na aposentadoria. Muitas vezes trazem outras coberturas, como um benefício por invalidez, para o caso de acontecer algum acidente e o participante tiver que se aposentar mais cedo. No último levantamento da Abrapp, de dezembro de 2014, foram identificados 250 fundos de pensão no país, com mais de 2,5 milhões de participantes, 260 mil participantes a mais do que no ano anterior. De acordo com a 4ª edição da pesquisa anual de Preparo para a Aposentadoria, realizada pelo Grupo Aegon em 15 países incluindo o Brasil, os trabalhadores brasileiros apoiam a ideia de contribuir para um investimento como esse. 78% dizem que o governo deveria encorajar empregadores a inscrever seus funcionários automaticamente no plano de aposentadoria da companhia. Segundo a Gerente de Remuneração e Performance da Mongeral Aegon, Elane Contribuição patronal As empresas hoje usam o fundo de pensão como mais uma medida de retenção de talentos. É um benefício oferecido para estimular a permanência dos funcionários. Uma das principais diferenças entre ele e uma previdência privada aberta é a contribuição patronal, que é o depósito feito pelos empregadores para o funcionário, geralmente o mesmo valor ou um percentual da contribuição escolhida pelo empregado. Exemplo: se o funcionário contribui com R$ 100 e a empresa acrescenta mais R$ 100, a contribuição total então é de R$ 200. Desconto no Imposto de Renda Assim como o plano de previdência privada PGBL, o fundo de pensão também pode ser descontado do Imposto de Renda. Para isso, além de outros requisitos, a declaração deve ser feita pelo formulário completo. Lembrando que o limite de desconto é de até 12% da renda bruta anual. Fonte: euplanejo360.com.br A melhor escolha para planejar seu futuro

[close]

p. 3

Financeira e Previdenciária Educação Informa online Informativo n° 59 | Julho - 2015 Como montar um planejamento de curto, médio e longo prazo Ele é considerado de médio prazo. A casa própria, um pequeno negócio, uma viagem especial. Para os projetos de médio prazo, você pode estudar outros tipos de investimento com um risco moderado, como fundos de ações. Além de reservar uma quantia mensal, aproveite seus ganhos eventuais, como participação em lucros, restituição do imposto de renda, entre outros. Assim você pode chegar mais rápido à quantia necessária para realizar o seu objetivo. Outra dica é conferir periodicamente o orçamento doméstico e checar se existem gastos desnecessários que possam ser cortados para aumentar o seu poder de poupança. Longo prazo Tudo o que você faz do momento em que acorda até deitar novamente envolve algum planejamento. Você faz planos para definir o que vai fazer durante o dia, como vai organizar a casa para receber os amigos e até para fazer compras no supermercado. A maioria dos planos que você faz geralmente são ações de curto prazo e mais próximas do seu cotidiano. Mas, o ato de planejar pode ser estendido também para as suas finanças e para a realização de projetos pessoais e sonhos. Planejamento financeiro não é tão complicado como pode parecer. Depende prioritariamente da sua motivação em relação aos seus objetivos. Aqui vão algumas dicas básicas de como começar. Estabeleça seus objetivos O primeiro passo para começar o planejamento é definir quais são os seus objetivos. Qual é o seu sonho? Quer comprar uma casa, fazer uma reserva financeira ou garantir a educação dos seus filhos? Pode ser um desses, podem ser os três, ou mais. Após definir o que deseja atingir, faça uma lista que você possa consultar de vez em quando. Priorize seus objetivos e os classifique pelo prazo: curto, médio e longo. Como poupar para projetos de curto prazo Os projetos de curto prazo são os que você deseja realizar em até um ano. Uma pequena reforma, uma festa de aniversário, trocar o carro. Para poupar para estes projetos, o ideal é começar a juntar pequenas quantias mensais. Vale o quanto puder, mesmo que considere pouco. O importante é começar, e o quanto antes. Médio prazo Se o seu objetivo demora de um a cinco anos para ser atingido, Quando o plano é poupar para previdência, para a educação dos filhos ou projetos com mais de cinco anos, liste-o como longo prazo. Nesse caso, defina em quanto tempo quer realizar o projeto e busque a melhor forma de poupar de acordo com o seu perfil. Se você é do tipo que não pode ver uma reserva que pega o dinheiro para viajar, prefira investimentos que podem ser encarados como uma conta mensal. A previdência privada é uma opção neste caso. Mas antes de contratar, entenda como é composto o fundo que compõe o seu plano, pode ser um fundo de renda fixa ou de renda variável, atrelado à inflação, ao câmbio… Para investimentos de longo prazo, é fundamental avaliar os detalhes e, se possível, contar com a ajuda de um especialista para auxiliar você na melhor escolha. Quando você começa a se planejar e a ver resultados, a experiência vira um hábito. Portanto, antes de desistir, tente pelo menos por um ano. Afinal, o que está em jogo é a realização do que você considera importante para a sua vida. Fonte: euplanejo360.com.br Você sabia ? Aportes, também chamados de contribuições esporádicas, são valores extras que você deposita em seu plano, ou seja, valores adicionais ao que você já deposita periodicamente. Por exemplo, num determinado mês, sua condição financeira permite que, além das contribuições básicas você deposite mais R$ 1.000,00 (mas somente naquele mês). Essa contribuição extra é chamada de contribuição esporádica e pode ser realizada sempre que desejar e é muito importante, pois aumenta o saldo de seu plano e, consequentemente, sua renda futura. Mateus Leme, nº 2018, Térreo, Centro Cívico, Curitiba – PR, CEP . 80530-010 Fone: (41) 3252-3400 CENTRAL DE RELACIONAMENTO COM O PARTICIPANTE 0800 052 34 34 www.jusprev.org.br jusprev@jusprev.org.br

[close]

p. 4

Acontecendo Reunião do Conselho Fiscal é realizada na JUSPREV Foi realizada no dia 24 de junho, a reunião do Conselho Fiscal da JUSPREV. Estiveram presentes a presidente do conselho Dra. Vera Grace Paranaguá Cunha, os conselheiros efetivos Dr. Otônio Ribeiro Furtado e o Dr. Wilson José Galheira, a gerente geral da JUSPREV Dra. Deborah Traldi Maggio, o analista econômico Allan Nogueira e a analista financeira Silmara Raichert. Na ocasião os integrantes do conselho fiscal aprovaram a ata da última reunião realizada no dia 24 de março, realizaram a análise dos documentos contábeis e fiscais para aprovação das contas da JUSPREV, relativos aos meses de março a maio de 2015 e aprovaram o relatório de manifestação do conselho fiscal da entidade referente ao 2º semestre de 2014. Durante a reunião aconteceu ainda a apresentação do Relatório de Acompanhamento da Política de Investimentos referente ao 1° trimestre de 2015, elaborado pela ADITUS Consultoria Financeira. Sou Instituidora APMPPR - Associação Paranaense do Ministério Público A Associação Paranaense do Ministério Público está há mais de 62 anos defendendo os interesses dos membros do Ministério Público do Paraná. Sua origem está ligada ao primeiro Congresso Estadual do MP , realizado em 1951, na capital paranaense. O encontro trouxe para o Estado diversos temas institucionais e um deles era a criação de um órgão classista próprio, destinado a congregar seus agentes, postular seus interesses e promover a evolução da Instituição. Dois Estados do Brasil já possuíam associação voltada para os interesses da classe: São Paulo e Rio Grande do Sul. Sede administrativa da entidade em Curitiba. Imagem: site APMPPR (www.apmppr.org.br) Fundada no dia 6 de setembro de 1951, a Associação Paranaense do Ministério Público é um marco na história do Ministério Público Estadual. Foi através da forte atuação da entidade de classe que muitas iniciativas e projetos puderam ser colocados em prática e direitos puderam ser defendidos. Presidida atualmente pelo Dr. Francisco Zanicotti, a APMPPR foi a primeira Associação a se tornar Instituidora da JUSPREV. Hoje a nossa entidade conta com 694 participantes associados desta Instituidora. Todos os associados da APMPPR podem se tornar participantes do PLANJUS, estendendo os benefícios e as vantagens aos seus familiares. É importante ressaltar, que aderindo ao PLANJUS, os associados terão como principais benefícios: - Renda Mensal Programada; - Renda Mensal por morte e invalidez; - Renda Mensal Educacional; - JUSPREV Família. Para garantir a tranquilidade do seu futuro e da sua família confie na JUSPREV, uma entidade sem fins lucrativos que possui como principal diferencial o seu Colégio de Instituidoras, que representa a maior união formal de Associações de Carreiras Jurídicas Públicas e de Auditoria Fiscal do Brasil, defendendo sempre o interesse comum de seus associados e familiares. A melhor escolha para planejar seu futuro

[close]

Comments

no comments yet