REVISTA FAINAM DIGITAL

 

Embed or link this publication

Description

REVISTA FAINAM DIGITAL

Popular Pages


p. 1

FAINAM R e v i s t a Digital Ano 1 | nº 01 | Julho 2015 FAINAM Digital é uma revista mensal da Faculdade FAINAM destinada a alunos e colaboradores, com distribuição via web! 1º Edição Enquanto isso na Fainam... Conhecimento, realização pessoal, aperfeiçoamento profissional, todos esses são atributos que visamos ao ingressar na faculdade...pag. 01 no divã da fainam O termo Psicologia provém do grego psico (alma) e logia (estudo), podemos também dizer estudo....pag. 02 Como fazer um currículo? Como todos sabem, o currículo é o principal recurso para o início de um processo seletivo, é a primeira impressão...pag. 02 Coluna de entrevista Para iniciarmos nossa coluna de entrevistas, nada mais justo e gratificante que um bate papo com a Psicopedagoga da Faculdade Fainam, Zaira de Jesus. ...pag. 07 /faculdadefainam /faculdadefainam @faculdadefainam FAINAM faculdade

[close]

p. 2

FAINAM Digital Enquanto isso na Fainam... Revista FAINAM Digital Ano 1 Nº 01 Editora Chefe Profª. Esp. Thaís Diniz Equipe Editorial Thaís Diniz Lídia de Carvalho Donizete Mendes Ethon Correa Mariana Faria Leandro Pereira Ana Maria Brandino Regiane Almeida Andréia Ribeiro Conhecimento, realização pessoal, aperfeiçoamento profissional, todos esses são atributos que visamos ao ingressar na faculdade, um lugar repleto de desafios e descobertas. Para quem nunca havia pisado em uma, num primeiro momento se assusta, mas com o passar dos semestres descobre-se que não há outro jeito de se dar bem, a não ser estudando e logo toma gosto pelas disciplinas. Buscando auxiliá-los sobre o que acontece nos seus arredores e o que se passa nos cursos, a Revista FAINAM Digital surge como uma ferramenta de entretenimento, cultura, informações e lazer. Aqui encontraremos matérias relacionadas aos cursos da instituição, colunas sobre Saúde, Meio ambiente, Proteção aos animais e dicas preciosas de convívio mútuo. Além de entrevistas com as pessoas relacionadas à faculdade, dicas de livros e filmes. Nesta primeira edição trataremos sobre temas atuais como a Dengue e a representação de um líder em seu ambiente de trabalho. Teremos ainda entrevista com a psicopedagoga da instituição e cuidados que devemos ter com os nossos animais de estimação. Sem contar as resenhas e matérias específicas sobre a importância da língua nossa de todos os dias e uma reflexão sobre as crises pelas quais o país passa. Procurando por novidades, conhecimentos e descontração, você está no lugar certo, entre e fique à vontade... A faculdade é toda sua! Editora Chefe Profª. Esp. Thaís Diniz Caso de sucesso FAInam Sérgio Henrique dos Anjos Estudei na FAINAM entre 2004 e 2008, onde tive uma vivência acadêmica muito boa e construtiva que serviu como base para meu crescimento profissional. A base teórica e as experiências profissionais que me foram transmitidas pelos Professores foram muito importante e enriquecedoras para a minha carreira. Hoje trabalho em uma multinacional Francesa (Air Liquide), onde sou responsável pelo Controle e Gestão Financeira do segmento Varejo Industrial e pelo Controle Financeiro de aquisições nesta área. Em 2014 recebi junto com a equipe de projetos o prêmio Innovation Empreendedor 2014 - Vencedor Market Place Projeto Tropical que é disputado mundialmente entre as filiais do grupo, por projetos de inovação. Projeto Gráfico Dpto de Marketing Alberto Berthi Fernando Sato Sheila Martins Fotografia Arquivos da Faculdade Central de Atendimento revistadigital@fainam.edu.br FAINAM Digital é uma revista mensal da Faculdade FAINAM destinada a alunos e colaboradores, com distribuição via web. Esta publicação não se responsabiliza por ideias e conceitos emitidos em artigos ou matérias assinadas, que expressam apenas o pensamento dos autores não representando necessariamente a opinião da direção da FAINAM. A revista se reserva ao direito, por motivos de espaço e clareza de resumir o conteúdo dos artigos. Baseado em uma história real o filme “A Onda” dirigido por Dennis Gansel, relata a história de um professor que tem como tarefa ministrar um curso de Autocracia, ou Regime Totalitário, como também é conhecido. O curso tem duração de apenas uma semana, e o professor Rainer Wenger, ao iniciar sua tarefa, na manhã de segunda-feira, surpreende-se com a quantidade de alunos interessados pelo tema. Motivado pelo número de adeptos, Wenger já impõe seus limites, regras e disciplinas aos participantes, a fim de que eles entendam o verdadeiro significado de Autocracia. Após votações, o grupo recebe o nome de ‘‘A Onda’’ e os participantes muito empolgados com o tema e suas vivências, começam a comportar-se como se estivessem vivenciando uma Ditadura. Tornam-se agressivos, violentos e passando a propagar o movimento por toda a cidade, tornando a situação incontrolável. Ao perceber a seriedade da situação, Rainer decide encerrar o curso e dar um basta naquela situação, mas nem tudo sai conforme o planejado. A Onda é uma obra que aborda vários temas como o fanatismo, a segregação, o nacionalismo e o poder de influência que alguns líderes exercem sobre os outros. O filme retrata as questões mais simples no nosso cotidiano, como a ausência de valores na vida pessoal, a facilidade em que as pessoas podem ser manipuladas, o autoritarismo dos jovens, e principalmente, sobre o fascismo que pode ressurgir a qualquer momento. A trama evidencia a necessidade das orientações vindas da escola e da família, já que são de extrema importância para o desenvolvimento e a formação dos jovens para que na fase adulta consigam lidar e superar as dificuldades e barreiras sociais. Andréia Ribeiro RESENHANDO pag 01

[close]

p. 3

FAINAM Digital Como fazer um currículo? Estrutura curricular Como todos sabem, o currículo é o principal recurso para o início de um processo seletivo, é a primeira impressão que o contratante tem de você candidato, uma vez que ainda não o conhece pessoalmente. Dessa forma, desenvolver um bom currículo é fundamental e o coloca em muitos casos à frente em um processo seletivo. Portanto, ter clareza nas informações e uma boa descrição das atividades desenvolvidas são fatores de extrema importância para uma boa estrutura curricular. Alguns itens que não poderão faltar no seu currículo: CABEÇALHO Uma das partes mais importantes na formulação de um currículo, pois colocamos nossos dados para contatos, como telefones e emails e também nosso endereço, que serve para analisar a distância entre o candidato e o empregador. Vale ressaltar a necessidade de se ter um e-mail profissional, sem apelidos, diminutivos, entre outros. OBJETIVO É fundamental, pois objetivo é o seu destino dentro da organização, o que você almeja no momento ou no plano de carreira. Deve-se destacar apenas um único segmento. Lembre-se o objetivo é seu, por isso deixá-lo “à disposição da empresa” caracteriza um grave erro. FORMAÇÃO ACADÊMICA Aqui descrevemos nossa formação acadêmica, como a formação básica, técnica, graduações, especializações, etc. Não é necessário colocar todas, apenas a última, já que necessariamente temos que passar pela anterior. No caso de dois cursos do mesmo seguimento colocar os dois, ou até mesmo especializações após as graduações. RESUMO DAS QUALIFICAÇÕES Resumir nossos conhecimentos, nossas aptidões são fundamentais quando tratamos de um currículo. A partir desse resumo obtém-se o perfil do profissional desejado e apreende-se se o perfil enquadra-se ou não na vaga. Uma dica é colocá-lo por tópicos bem detalhados, usando apenas o que realmente se tem como expertise, e não acrescentando qualificações inexistentes. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL O importante é colocar as experiências das quais se deseja prosseguir. Está intimamente relacionada ao Objetivo. Caso os empregos tenham alguma ligação, apenas se faz necessário colocar os três últimos,citando os nomes da empresas, tempo de registro e cargo final. CURSOS EXTRACURRICULARES Todos os cursos rápidos, com cargas horárias reduzidas, feitos fora de formação acadêmica são colocados aqui. São cursos de informática, programações, aperfeiçoamentos, etc. Lembrando que ao colocar esses cursos no currículo é importante possuir os certificados de todos, caso não tenha, o ideal é não colocar. TRABALHO VOLUNTÁRIO Pode-se colocar no currículo trabalho voluntário? Sim, pode colocar. O importante é descrever bem as atividades desenvolvidas e o público destinado, se conseguir um documento que comprove sua atuação, melhor ainda. Com essas dicas, esperamos ter contribuído para a formulação ou reformulação de seus currículos, facilitando sua entrada ou recolocação no mercado de trabalho. Ethon Correa no divã da fainam Conhecendo a Psicologia O termo Psicologia provém do grego psico (alma) e logia (estudo), podemos também dizer estudo da mente. Seu fundamento é o estudo da mente humana e seus princípios tem como foco ajudar no desenvolvimento humano na busca pela compreensão, pelo conhecimento, pela aceitação e tudo que envolve seu meio social. Dentro da área de Psicologia temos várias abordagens, como Psicanálise Freudiana que estuda o inconsciente, a Behaviorista que estuda os comportamentos como Skinner, entre outras abordagens. Independente de sua abordagem, o Psicólogo tem como objetivo trazer a autoestima perdida e proporcionar a busca pela satisfação pessoal de quem o procura, sem esquecer-se do total sigilo ético exigido pela profissão. Dentro do seu campo de trabalho a psicologia se faz um camaleão, atuando dentro de muitos segmentos e campos como a área clínica, escolar, organizacional, social, etc. Apesar da grande visibilidade da profissão e de suas grandes conquistas, ainda existem resistências quanto ao tratamento com o Psicólogo. A velha frase “não sou louco”, cerca aqueles que nem de longe apresentam tamanhos problemas psiquiátricos, os afastando da procura por um profissional. Ethon Correa pag 02

[close]

p. 4

FAINAM Digital NATUREZA & MEIO AMBIENTE Concientização Você sabia que segundo a ONU, cada pessoa necessita de 3,3 mil litros de água por mês (cerca de 110 litros de água por dia para atender as necessidades de consumo e higiene). Mas, no Brasil, o consumo por pessoa chega a mais de 200 litros/dia?! E o consumo ainda é maior em edifícios e apartamentos, devido à pressão da água. Pensando nessas informações, elaboramos algumas dicas preciosas para você utilizar em casa, além de você se manter no padrão, ajudará o meio ambiente e ainda economizará na conta: No banheiro ·Banhos rápidos de cinco minutos são suficientes para higienizar o corpo; ·Feche o registro ao se ensaboar; ·Reaproveite a água do banho, colocando uma bacia embaixo do chuveiro. Esta água poderá ser útil para atividades da casa; ·Utilize um copo para escovar os dentes, assim você economiza até 11 litros d'água. ·Não utilize os vasos sanitários como lixeiras e nunca acione a descarga à toa, pois gasta-se muita água. Na cozinha ·Na hora da louça, primeiramente limpe os restos de comida dos pratos e outros recipientes para depois molhá-los e ensaboálos. Abra a torneira apenas no momento do enxágue, assim poderá economizar até 80 litros d'água. Na área de serviço ·Junte bastante roupa suja antes de ligar a máquina ou usar o tanque. Não lave uma peça por vez. ·Se na sua casa as roupas são lavadas no tanque, deixe as roupas de molho e use a mesma água para esfregar e ensaboar. ·Use água nova apenas no enxágue. ·Ao lavar a roupa, aproveite a água do tanque ou máquina de lavar e lave o quintal ou a calçada, pois a água já tem sabão. No Jardim ·Use um regador para molhar as plantas ao invés de utilizar a mangueira. ·Use mangueira com esguicho-revólver, deste modo, pode-se chegar a uma economia de 96 litros por dia. Calçada e carro ·Adote o hábito de usar a vassoura e não a mangueira, para limpar a calçada e o pátio da sua casa. ·Use um balde e um pano para lavar o carro ao invés de uma mangueira. Se possível, não o lave durante a estiagem (época do ano em que chove menos). Com a mangueira gasta-se em média 200 a 560 litros d'água, já com o balde este gasto diminui para 40 litros. Ana Maria Brandino Texto adaptado. Fonte SABESP Cantinho animal Diga não ao abandono! “Não tenha medo de denunciar, você será considerado somente uma testemunha do caso.” No decorrer de nossas vidas, passamos por vários momentos nos quais fomos obrigados a nos desfazer, jogar fora vários objetos, coisas antigas que não possuem mais valores, sejam elas materiais ou sentimentais. E se falarmos em vidas, será que abandonaríamos nossos entes queridos? Eles possuem prazo de validade e quando vencidos poderiam ser deixados de lado? Seria inconcebível pensarmos assim aceitando tais questionamentos como algo realizável. Mas, infelizmente não é o que acontece com os animais que sofrem com o abandono e o descaso da sociedade. Os números de animais abandonados crescem incalculavelmente em nosso país, se multiplicam mais do que as próprias contas existentes no mundo das exatas. O abandono de animais é seguido de uma série de justificativas e argumentos sem sustentações. Escutamos frases estruturadas e bem colocadas como: “Ah, não viveriam bem no novo apartamento por ser pequeno e apertado”, ou ainda quando a família aumenta: “Com a chegada do bebê muitas coisas mudam, precisamos zelar pelo bebê agora...” ou até mesmo quando alcançam certa idade: “Ah, já está dando muito trabalho, requer muita dedicação e eu não tenho tempo...”. Hoje no Brasil temos aproximadamente, 30 milhões de animais abandonados, 20 milhões de cachorros e 10 milhões de gatos. Abandonar é colocá-los em um caminho sem volta, obrigando-os a lutar por sobrevivência, sanando sua fome em recheados sacos de lixo e em poças deixadas pela chuva. Sem contar os venenos espalhados como sobremesas, a fim de dar um toque especial e fechar com “chave de ouro” o fardo daquele que não teve culpa por ter sido abandonado. Abandonar animais é crime independente da situação ou motivo. É um ato covarde para com aquele que jamais o abandonaria. Por isso, é fundamental, refletir muito antes de pegar um animal, não se pode descartar algo que não é descartável. Ao presenciar um abandono ligue 181 e denuncie, busque evidências e testemunhos que comprovem suas suspeitas, fotografar e filmar são provas valiosas e, em caso de atropelamento sem socorro, anote a placa do carro para levantar a identificação no Detran. Ethon Correa pag 03

[close]

p. 5

FAINAM Digital Internet e seus perigos Hoje grande parte das tarefas que executamos sofrem a influência digital, uma vez que usamos a internet para acessar as redes sociais, ver notícias, mandar e-mails, procurar emprego, fazer pesquisas, entre outras funções. Com o advento das tecnologias obtivemos muitas melhorias, mas nem tudo são flores. As facilidades adquiridas através da rede, bem como suas possibilidades, quando mal empregadas podem causar dores de cabeça aos seus usuários, por isso quando se trata da nossa segurança no mundo virtual, precaução não é exagero. Abaixo elencamos os principais perigos encontrados na internet e algumas dicas para evitá-los: ·Pedofilia – Procure acompanhar a rotina dos seus filhos no mundo virtual, pois o pedófilo estará à espreita e utilizará das pequenas oportunidades para agir, portanto, constantes conversas, exemplos, estabelecimento de rotinas, conscientização, são algumas atitudes que podem fazer a diferença e até evitar a ação do pedófilo. ·Furtos – Preserve com muito cuidado suas senhas pessoais. Antes de utilizá-las certifique-se da seriedade dos sites acessados, pesquisando sua procedência. Os criminosos virtuais costumam se aproveitar dessas solicitações. ·Sequestros – Cuidado com a exposição. Evite postar algumas informações como os locais de maior frequência, horários de chegada e saída, ou outras informações precisas. ·Espionagem Industrial – Selecione bem os profissionais de sua empresa e ainda mais o seu sistema de segurança da informação, pois qualquer falha nesses setores implicará divulgação de informações confidenciais, o que consequentemente atrapalhará o desenvolvimento da sua empresa. Pesquise bastante antes de contratá-los. Devemos ser cautelosos ao acessar as redes, pois estamos sujeitos a todo tipo de perigo, chamados crimes virtuais. Se você for vítima de um crime virtual, procure uma delegacia especializada em crimes eletrônicos para fazer um boletim de ocorrência e exigir seus direitos, mas não se esqueça, podemos evitar boa parte desses problemas com atitudes simples e muita atenção Mariana Faria Número, para que te quero?!? Durante a nossa vida escolar e acadêmica é comum ouvirmos daqueles que não são muito afeitos aos cálculos frases como: “Por que eu preciso da matemática?” “Quando eu usarei isso?”, “Raiz quadrada é pra comer?”. Reconhecemos o direito de escolha e afinidade que cada um tem com suas matérias favoritas, mas preterir uma das mais antigas Ciências desse modo não parece justo. Vejamos alguns casos em que usamos a Matemática e suas vertentes sem nos darmos conta. Experimente ficar cinco minutos sem pensar em nada relacionado aos números. Seria possível cronometrar o tempo sem usar nenhuma referência numérica? Agora imagine ter que escolher entre dois caminhos e optar pelo mais longo por não ter feito a conta certa? Ou errar aquela receita daquele jantar importante porque você não soube identificar a medida correta dos ingredientes. E pior, receber a menos todos os meses porque você não sabe reconhecer se aqueles valores condizem realmente às suas horas de trabalho. Antiga arte estudada por filósofos e grandes pensadores a Matemática permeia a nossa vida, da mesma maneira como as palavras que auxiliam o idioma. Sem este método e suas variações estaríamos longe do progresso e das descobertas que nos permitiram evoluir. Donizete Mendes | Leandro Pereira pag 04

[close]

p. 6

FAINAM Digital Vamos combater a dengue? Você sabia que nos dois primeiros meses deste ano, os casos de dengue aumentaram 139%, principalmente na cidade de São Paulo? Um dos fatores que pode ter proliferado os criadouros foi a armazenagem inadequada de água. Preste atenção! Use 15 minutos do seu dia para fazer uma vistoria em sua casa: ·Tampe recipiente com água parada, como toneis e vaso de plantas; ·Limpe as calhas e verifique se a caixa de água está bem tampada, ·Deixe garrafas sempre de cabeça para baixo e fique atenta à limpeza de piscinas e lotes vazios, pois não se deve jogar lixos em terrenos abandonados. É muito importante a identificação rápida da doença, para evitar o agravamento e as mortes. Conheça os Sintomas: ·Febre alta acima de 40°; ·Dor atrás dos olhos; ·Falta de Apetite; ·Dor nos ossos e articulações; ·Fortes dores de cabeça; ·Manchas vermelhas na pele parecidas com Sarampo; ·Náuseas e vômito; ·Moleza e cansaço; Tratamento: ·Procure imediatamente um médico; ·Tratar os sintomas até que o ciclo do vírus se conclua; ·Beber muita água; ·Repousar; ·Usar medicação indicada; ·Proibido tomar qualquer remédio a base de ácido acetil-salicílico; Andréia Ribeiro O Português Instrumental de cada dia Você sabe o que é o Português Instrumental? Já pensou sobre o porquê você tem que estudá-lo? O Português Instrumental é uma disciplina do módulo de Formação Básica que busca transmitir de um modo técnico conceitos da Língua Portuguesa, isto é, procura trabalhar a gramática de uma maneira contextualizada, possibilitando ao aluno subsídios para ler, interpretar e produzir um texto de maneira eficiente. Por exemplo, você sabia que em qualquer setor de nossas vidas precisamos saber argumentar para conseguirmos o que queremos? E que existe uma diferença entre “argumentar” e “persuadir”? O primeiro está vinculado diretamente com a razão e diz respeito à lógica, já o segundo está intimamente ligado à emoção e as nossas vontades. Muitas vezes não obtemos resultados positivos nesse ramo porque o nosso ouvinte só está convencido, ou ainda só está persuadido e para que este processo surta efeito, precisamos dos dois. Como no caso do fumante que sai de uma palestra convencido de que o cigarro faz mal. O consciente dele está satisfeito com aquelas informações, porém a emoção dele não foi atingida o bastante fazendo com que ele mudasse o seu comportamento. Por isso é necessário que você domine as duas técnicas a fim de se obter resultados positivos e estas você poderá conferir nas aulas de Português Instrumental. Permita-se conhecer o mundo e a si mesmo através da linguagem. Thaís Diniz pag 05

[close]

p. 7

FAINAM Digital Vida Financeira – Saindo do Vermelho “Ah, se dinheiro falasse, o meu diria tchau”, se você já ouviu esta frase, ou pior, identificou-se com ela, você está no lugar certo. Confira algumas dicas de especialistas no assunto para que não sobre mais “mês no seu salário”. Quando o assunto é finanças, um dos princípios para que o dinheiro não brinque de cama elástica na sua conta bancária é aprender a se educar financeiramente. E o segredo para uma vida financeira próspera e saudável está na mudança de alguns hábitos. Segundo a especialista Karina Morrone, muitas famílias não administram bem suas finanças e acabam deixando de investir em qualidade de vida para dispor de seus rendimentos no pagamento de juros de empréstimos e crediários. Abaixo adaptamos 14 dicas de alguns especialistas no assunto para ajudá-los a sair do vermelho: 1.Analise: Será que tudo o que eu compro é realmente necessário? 2.Registre todas as suas despesas durante o mês para ver aonde seu dinheiro vai. 3.Lista de Compras é a sua Super-Heroína, nunca vá sem ela ao supermercado. 4.Atenção redobrada contra as armadilhas da propaganda. Evite tomar decisões após ver um anúncio. 5.Tenha sempre metas a alcançar e se esforce para realizá-las. 6.Não tenha preguiça para pesquisar por ofertas e preços baixos. 7.Se dê o prazer e satisfação de comprar o que deseja à vista, descontos são sempre bem-vindos e você não temerá mais o carteiro chegando em sua casa com faturas e boletos. 8.Cuidado com cartões de crédito, são pequenos e causam grandes dores de cabeça e mal-estar quando as faturas chegam. Temos a tendência de gastar mais quando utilizamos essa forma de pagamento. 9.A Educação Financeira deve ser passada de geração para geração, ensine seus filhos a economizar, eles agradecerão no futuro. 10.Ao cuidar da sua saúde, cuide também da sua saúde financeira ao ir à farmácia. Quando for possível escolha medicamentos genéricos, a diferença de valores entre estes e os medicamentos podem ser astronômicas e os produtos são idênticos. 11.Resista à tentação de comer constantemente fora de casa. 12.Seja solidário com o meio ambiente e com seu bolso, deixe o carro em casa, às vezes sai mais barato utilizar o transporte coletivo. 13.Não é porque o mês acabou que seu salário deve acabar junto também. Organize-se e separe todos os meses um valor para investir em uma poupança ou outros meios de investimentos. 14.Não se esqueça que imprevistos acontecem, mantenha sempre uma reserva para esses momentos, afinal ‘‘o seguro morreu de velho’’. Lídia de Carvalho a evolução do homem na era digital ‘‘A vida é aquilo que se passa enquanto você olha o celular.’’ Leandro Pereira pag 06

[close]

p. 8

FAINAM Digital coluna de entrevista Conhecendo a Psicopedagogia Para iniciarmos nossa coluna de entrevistas, nada mais justo e gratificante que um bate papo com a Psicopedagoga da Faculdade Fainam, Zaira de Jesus. Formada em magistério pelo CEFAM, em Letras pela própria Fainam e Pós graduada em Literatura Infantil e Psicopedagogia, Zaira desenvolve o trabalho de assistência psicopedagógica dentro da instituição. Segundo suas próprias palavras, “a grande satisfação que possuo, é colaborar na construção dos conhecimentos do educando, e me sinto realizada quando faço o apoio emocional”, destacando como o seu maior desafio. De forma sutil, o apoio emocional diz respeito a provocar o indivíduo a se desafiar e aceitar o desafio de superar-se. Eis a grande sacada “Nós somos nossos maiores adversários” ou estagnamos ou podemos escolher “apanhar tijolos e construir castelos”. 1) O que é Psicopedagogia? Psicopedagogia é o apoio psicológico e pedagógico ao professor e educando. Muitas vezes alguns educandos possuem dificuldades de aprendizagem atreladas ao emocional. Trabalhando a estima, fica mais fácil trabalhar as dificuldades pedagógicas (leitura, escrita, interpretação, raciocínio lógico, memória, entre outros). 2) Como Funciona o seu trabalho aqui na faculdade? Os educandos com dificuldades são direcionados ao atendimento, passam por uma triagem e depois é feita a intervenção de acordo com a dificuldade apresentada. Zaira de Jesus ‘‘Durante nossa conversa Zaira lembrou-se de uma frase dita por seu pai “quanto maior o desafio, maior o sabor da vitória”. 3)Quais são as maiores dificuldades encontradas por um calouro? As dificuldades de um calouro, a priori, são a adaptação, a relação interpessoal e a relação que estabelece com o professor, o conteúdo é o de menos. A dinâmica da faculdade é diferente da dinâmica do colégio. Enquanto o aluno está no colégio, o professor cobra, exige, vai atrás, na faculdade, o educando precisa correr atrás do professor, do conteúdo e assumir a responsabilidade por suas escolhas, eis aí uma das muitas dificuldades de um calouro. Esse é o meu desafio, ajudar a construir castelos, com força, fé e garra para superar os desafios existentes! 4) Em relação aos veteranos, na sua visão o que se torna primordial para a conclusão do curso? Persistência, o último semestre parece que nunca chega ao fim, a cobrança de si mesmo e o desgaste emocional acabam por se tornar a muralha que o veterano cria. 5) Liste alguns fatores que acredita ser indispensável para manter-se firme na faculdade. Persistência, dedicação, apoio familiar, equilíbrio emocional e tolerância (no final do semestre o educando acaba ficando deprimido ou agressivo pela pressão). 6)Qual mensagem gostaria de deixar para os nossos leitores Fainam? Aproveito a oportunidade para convidar os leitores a conhecer o serviço de Psicopedagogia da Fainam. As portas estarão abertas para aqueles que precisarem ou estiverem dispostos a lutar. Ethon Correa | Mariana Faria Milhões de beijos e muita energia positiva!!! Rubens Roque Tempo de casa: 3 anos Departamento: Inspetoria Time: Palmeiras Música: Medo da chuva - Raul Seixas Filhos: 2, Ricardo Alkaide Roque e Pedro Alkaide Roque Hobby: Andar de bike Mensagem: Acredite em você e não desista dos seus sonhos pag 07 WWW.FAINAM.EDU.BR Rua Odeon, 150 - Vila Alcantara - SBC (11) 4128 - 2130

[close]

Comments

no comments yet