Revista Tai Chi Brasil - Edição nº 20

 

Embed or link this publication

Description

Revista Tai Chi Brasil - Edição nº 20

Popular Pages


p. 1

REVISTA desde 2009 Tai Chi Brasil Edição nº 20 - Distribuição gratuita e dirigida - www.RevistaTaiChiBrasil.com.br Pa Tuan Chin Ba Duan Jin Edição Especial

[close]

p. 2

Pa Tuan Chin (Ba Duan Jin) Ao visitarmos qualquer loja de artesanato chinês podemos encontrar estátuas de alguns deuses tradicionais de felicidade e fortuna. Entre essas divindades, não será difícil nos depararmos diante de um buda sorridente com uma considerável barriga proeminente. Ele em pé, com os braços esticados sobre a cabeça, está realizando o exercício de Pa Tuan Chin (Ba Duan Jin) denominado “Sustentando o Céu”. 2 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br Foto: Levis Litz

[close]

p. 3

Revista Tai Chi Brasil Pa Tuan Chin (Ba duan jin) www.RevistaTaiChiBrasil.com.br Curitiba - Paraná - Brasil Edição nº 20 | 2014 - desde 2009 ® Todos os direitos reservados Registro nº 401.197 4° ofício de registro de documentos Um grande número de praticantes de Tai Chi Chuan (Taijiquan) também pratica Pa Tuan Chin (Ba duan jin), cujo significado pode ser interpretado como “Exercícios da Seda”. Literalmente “Brocado de oito panos” ou “Oito Peças do Brocado”, o “Pa Tuan Chin” é uma das formas de exercícios chineses mais populares. Editor: Levis Litz Brocado: segundo o dicionário Aurélio, brocado é um rico tecido de seda com desenhos em relevo realçados por fios de ouro ou de prata. Esses exercícios, vigorosos e com o uso de relativa força, foram denominados de “Exercícios da Seda”, porque durante séculos os trabalhadores os comparavam às qualidades do brocado de seda. Da época da Dinastia Song (1127-1279), sua criação é atribuída ao marechal Yue, que desenvolveu a técnica para manter a saúde dos seus soldados. Seu nome resulta da associação entre a beleza e perfeição dos tecidos de seda e tapeçarias com a riqueza e satisfação originadas na boa saúde. Há muitas variações de exercícios de “Pa Tuan Chin”, tanto em pé, como sentado. É uma forma de Chi Kung (Qigong) externo e pode ser compreendido como alongamento dos canais de Chi (Qi), ou ainda, alongamento corporal interno. A energia se origina no exterior, braços, cintura, com o objetivo de ativar a circulação do Chi (Qi) e alimentar os órgãos internos, isto é, é um conjunto de exercícios corporais aos quais se realizam alongamentos suaves. Por todas essas razões é altamente recomendado. Nesta edição abordamos o “Pa Tuan Chin”, de maneira simples - como mera referência, por acreditarmos ser uma série de exercícios que vale a pena conhecer e praticar. Entretanto, sempre é bom lembrar: procure um professor qualificado e experiente. Boa prática! - Agradecimentos | Referências Professor Fernando De Lazzari www.TaiChiChuan.com.br Professor Anderson Rosa http://TaiChiParana.tumblr.com Professor Sergio Villasboas www.TaoChia.pro.br Fotos e Rumos www.FotoseRumos.com Grupo Tai Chi Curitiba, www.TaiChiCuritiba.com.br Revisão Viviane Giordano Contato RevistaTaiChiBrasil@hotmail.com Jornalista responsável Levis Litz - mtb 3865/15/52v pr LevisLitz@gmail.com Distribuição gratuita e dirigida. Todos os textos e fotos aqui publicadas são colaborações voluntárias gratuitas. Foto com pouca definição é de responsabilidade do autor. Não são de responsabilidade desta revista os artigos de opinião e também as opiniões emitidas em entrevistas e depoimentos, por não representarem, necessariamente, o pensamento do editor. Por questões de espaço, objetividade e clareza, a equipe editorial reserva-se o direito de resumir os textos recebidos. Levis Litz Editor www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 3

[close]

p. 4

Praticante de Pa Tuan Chin e Tai Chi Chuan Professor Anderson Rosa - http://taichiparana.tumblr.com Leitor da Revista Tai Chi Brasil 4 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br Foto: Levis Litz

[close]

p. 5

Palavra, movimento e ação Nota do editor Acreditamos que palavras, atitudes e ações complementam e representam a melhor essência de nossa sincera intenção. O desenvolvimento expressivo da arte do Tai Chi Chuan (Taijiquan) em nosso país faz crescer a demanda por informação. Desta forma, após um momento de hibernação, sentimonos com o contínuo ímpeto em compartilhar um pouco mais da experiência e contato que temos nesse amplo universo do Tai Chi, que é envolvente e fascinante. Entretanto, seguimos nessa caminhada de forma um pouco diferente da usual, isso não quer dizer, menos intensa. Em edições mais específicas, com temas mais direcionados, seguimos com a veiculação da Revista Tai Chi Brasil (RTCB) de maneira consistente e firme. Nesta edição, apresentamos um pouquinho sobre Pa Tuan Chin (Ba Duan Chin). Esperamos que apreciem este trabalho que, com certeza, foi elaborado e realizado com muito apreço e dedicação para você – nosso querido e prezado leitor. RTCB - Também no FaceBook Revista Tai Chi Brasil . website: www.RevistaTaiChiBrasil.com.br . e-mail: revistataichibrasil@hotmail.com Editor - Jornalista Levis Litz . e-mail: levislitz@gmail.com, levislitz@hotmail.com . na internet: www.TaiChiCuritiba.com.br | www.FotoseRumos.com --------------------------------------------------------------------------------------------- Curitiba - Paraná - Brasil www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 5

[close]

p. 6

Praticante de Pa Tuan Chin e Tai Chi Chuan Professor Fernando De Lazzari - www.TaiChiChuan.com.br 6 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br Foto: Acervo Fernando De Lazzari

[close]

p. 7

Pa Tuan Chin História Alguns autores atribuem os exercícios de Pa Tuan Chin a Zhong Li (Chung-li Ch’üan) da dinastia Tang (618-907). A descrição do grupo de 8 exercícios sentados aparece pela primeira vez no Zhong li ba duan jin fa, apêndice do Ziu zhen shi shu (dez textos para o estudo da realidade), incluídos no Cânon* Taoísta (Daozang, TT 263, fascículo 125, juan 19), velado até o séc. XII. A origem desses exercícios é indicada numa introdução escrita por Zeng Zao, intelectual que morreu próximo a 1150 e autor de uma enciclopédia sobre alquimia interna (Dao Shu): “Os 8 exercícios de Zhong Li foram gravados sobre um muro de pedra da mão do Mestre Lü (Lü Dong bin); transmitidos assim ao mundo”. Zhong Li foi o mestre do ancestral Lü. Este, por sua vez, foi o precursor do Taoísmo da Realidade Completa, escola da qual fez parte Chang San Feng, a quem se atribui a origem do Tai Chi Chuan. Porém a lenda atribui a Yue Fei (1.103 d.C.), na época Song, as posturas de Pa Tuan Chin em pé. O que é fato é que o Pa Tuan Chin taoísta penetrou no monastério Shaolin na época dos Song, a partir de um texto conhecido como She Sheng Yaoyi. Na tradição budista Shaolin, o Pa Tuan Chin passou a chamar-se de Yi jin jing shi er duan jin (12 exercícios de seda), segundo o clássico de transformação dos tendões, mas que é somente uma maneira diferente de contar as ações e gestos rituais. Acredita-se que no ano de 1624 os taoístas passaram aos budistas, graças ao contínuo intercâmbio de conhecimentos entre ambas escolas. Durante a dinastia Qing (1644-1911), os mestres budistas o mantiveram em forma de manuscrito, chamado yi jin jing (clássico da transformação dos tendões). Este continha os seguintes capítulos: Teoria geral do yin jin jing; tratado de fortalecimento externo do herói místico; gráfico das doze posturas. Em 1854, um homem chamado Wang Zu Yuan, que residiu durante 3 meses em Shaolin, viu esse texto e reconheceu nele os exercícios taoístas do Pa Tuan Chin. Renovou o texto e publicou o Nei gong tu shuo (explicações e gráficos do exercício interno), de onde os 8 exercícios de pé são transmitidos quase intactos até nossos dias. O Pa Tuan Chin de pé se fez famoso a partir de 1926, quando W. C. Wang e Gun Sun Hoh o publicaram em um periódico de Xangai e causou um furor excepcional entre os praticantes de Tai Chi e Wu Shu. Todo mundo falava dele e o incluía nos currículos de artes marciais. Daí veio sua fama. Por certo, na década de 30 e 40 houve um grupo de taoístas relacionados com a tradição alquímica e energética que publicaram dois periódicos com poemas, explicações e metodologias sobre “estudos imortais”, dirigidos por Chen Ying Ning, um mestre taoísta de especial transcendência, todavia bastante desconhecido no Ocidente. Ao fim, o Pa Tuan Chin chegou a ser tão famoso que se dizia que era o Chi Kung (Qigong) que praticavam o próprio Mao Tse Tung e Zhou Enlai. De fato foi um dos primeiros exercícios reabilitados na década de 50 ainda que despojado de seu conteúdo taoísta e adaptado à mensagem socialista da China do momento”. -----------* Cânon: segundo o dicionário Houaiss, cânon é uma norma decretada por um conselho religioso; uma das regras ou princípios sobre o qual algo é baseado. Para saber mais / Referências . TaoChia.pro.br . TaiChiChuan.com.br . TaiChiCuritiba.com.br . Livro: Tai-Chi Chuan e Ginástica Chinesa Wushu, Timothy Tung . Livro: Tai Chi - Rotina Lin Li Wei, Levis Litz . Livro: Pa Tuan Chin Oito Peças do Brocado, Fernando De Lazzari www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 7

[close]

p. 8

“Este eficiente sistema de recuperação energética trabalha direto e fundo, alongando os canais de energia do corpo (os denominados Meridianos da Medicina Tradicional Chinesa) associando práticas corporais vigorosas com a respiração profunda, algumas vezes retida, numa alternância entre tensão e relaxamento. Excelente para combater grandes níveis de estresse proveniente de pressões emocionais do dia-a-dia. Os exercícios das 8 Peças de Brocado devem ser considerados como um sincretismo de técnicas de alongamento, de absorção do ar, de visualização e da alquimia interna. A prática dos 8 exercícios do Pa Tuan Chin auxiliam a desenvolver a força física e a prevenir e corrigir problemas de postura. Na execução dos movimentos, deve-se manter o corpo firme e ao mesmo tempo relaxado e flexível, bem como concentrar-se na região do abdômen. A respiração deve ser natural e regular durante toda a série de exercícios. É importante ressaltar que há variações dos nomes dos exercícios, como também, sua prática, diferenciando apenas em seu grau de complexidade.” 8 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br

[close]

p. 9

Pa Tuan Chin (Ba Duan Jin) Forma sentada do movimento “Separar Céu e Terra”, conforme manual de Chi Kung (Qigong) da Dinastia Qing. Esta Ilustração está sob domínio público porque os respectivos direitos de autor expiraram. Autor: Gueyang Shanren. www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 9

[close]

p. 10

Pa Tuan Chin 10 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br

[close]

p. 11

Pa Tuan Chin www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 11

[close]

p. 12

  Sustentar o céu Liang shou tuo tian li san jiao Sustentar o céu com as mãos para regular o Triplo Aquecedor Benefícios: promove o alongamento, melhora a postura, regulariza o fluxo de energia no meridiano San Chiu (Triplo Aquecedor) e regula os órgãos internos. Prática: em pé, com o corpo relaxado e os braços estendidos ao longo do corpo. Manter os calcanhares unidos, apontando os artelhos para fora, formando um ângulo de 90º. Olhar para frente. Elevar os braços lateralmente até acima da cabeça inspirando, com as palmas das mãos apontadas para cima e os dedos entrelaçados para dentro; alongar-se olhando para o dorso das mãos; levantar os calcanhares, abaixando-os sem seguida. Expirar ao voltar à postura inicial. Pa Tuan Chin Exercício 2   Arco e flecha Zuo you kai gong si she diao Retesar o arco e atirar a flecha para fortalecer os pulmões Benefícios: desenvolve os músculos da cintura escapular e laterais do peito, fortalece as coxas, desenvolve a caixa torácica, aumenta a capacidade respiratória e melhora a circulação sanguínea. Prática: de pé, com os pés paralelos, afastados na distância ao dobro da largura dos ombros. Olhar para frente mantendo o tórax ereto. Inspirar ao retesar o arco com o cotovelo na altura do ombro e olhar entre o dedo indicador e o polegar. Expirar ao abrir a mão “soltando a flecha”. Repetir no lado oposto. 12 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br Ilustrações: Domínio Público Pa Tuan Chin Exercício 1

[close]

p. 13

Pa Tuan Chin Exercício 3 Empurrar o céu e a terra Tiao li pi wei xu dan ju Elevar o braço para recuperar o apetite Benefícios: fortalece a parte superior das costas, ombros e dorso dos braços e regulariza as funções do baço e do estômago, ajudando a digestão. Prática: em pé, com o corpo relaxado e os braços estendidos ao longo do corpo. Manter os calcanhares unidos, apontando os artelhos para fora, formando um ângulo de 90º. Olhar para frente. Inspirar elevando o braço esquerdo, pela frente do tronco, acima da cabeça, apontando a palma da mão para cima e os dedos para a direita ao mesmo tempo em que aponta a palma da outra mão para baixo; alongar-se. Expirar ao voltar à postura inicial. Repetir o movimento invertendo os braços.   Pa Tuan Chin Exercício 4 Olhar para trás Wu lao qi shang xiang hou qiao Olhar para os calcanhares para evitar o enfraquecimento do corpo Benefícios: fortalece o pescoço, ajuda a aliviar a tonteira em pacientes hipertensos, faz bem ao coração, fígado, baço, pulmões e rins e combate complicações decorrentes dos excessos: comida, raiva, esforço, friagem, calor, ansiedade e preocupação. Prática: em pé, com o corpo relaxado e os braços estendidos ao longo do corpo. Manter os calcanhares unidos, apontar os artelhos para fora, formando um ângulo de 90º. Olhar para frente. Expirar ao girar o pescoço e o tronco para a esquerda. Tentar olhar para o calcanhar. Repetir o movimento para o lado direito. www.RevistaTaiChiBrasil.com.br   13

[close]

p. 14

Pa Tuan Chin Exercício 5 Inclinar a cabeça e mover os glúteos Yao tou bai wei qu xin huo Balançar a cabeça e o glúteo para acalmar o fogo do coração Benefícios: fortalece as coxas e desenvolve a flexibilidade da coluna vertebral, além de tranquilizar o "coração angustiado, sintomas decorrentes da agitação mental, como a insônia e a inquietação. Prática: em pé, com os pés paralelos, afastados na distância equivalente ao dobro da largura dos ombros. Repousar as mãos sobre as coxas com os polegares para fora. Olhar para frente e inspirar ao flexionar o tronco para frente e expirar girando-o para a esquerda, ao mesmo tempo jogar o quadril para a direita. Inspirar ao voltar ao centro. Repetir o movimento para o lado oposto.   Pa Tuan Chin Exercício 6 Tocar os dedos dos pés Liang shou pan zu gu shen yao Tocar os pés para fortalecer os rins Benefícios: desenvolve a flexibilidade da coluna lombar, do quadril e da cintura, além de fortalecer os rins. Prática: em pé, com os pés paralelos, afastados na distância equivalente à largura dos ombros. Olhar para frente e inspirar. Expirar ao inclinar o tronco para frente e para baixo e, sem flexionar os joelhos, tocar os pés com as mãos. Inspirar voltando à postura inicial. Colocar as mãos nas costas, na altura dos rins, e expirar ao empurrar para frente, inclinando o tronco para trás. Inspirar ao voltar à postura inicial. Obs: caso não consiga tocar os pés, vá até onde conseguir, sem flexionar os joelhos.   14 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br

[close]

p. 15

Pa Tuan Chin Exercício 7 Arremessar os punhos com olhar zangado Zan quan nu mu zeng qi li Jogar os punhos com o olhar zangado para aumentar a força física Benefícios: fortalece as coxas e os braços e aumenta a energia vital (Chi). Prática: em pé, com os pés paralelos, afastados na distância equivalente ao dobro da largura dos ombros, posicionar as mãos fechadas, com os dedos para cima, ao lado da cintura. Com um olhar zangado, dê um soco brusco para frente com um dos braços, girando o pulso com os dedos para baixo. Inspirar ao voltar à postura inicial. Repetir o movimento com o outro braço.   Pa Tuan Chin Exercício 8 Levantar os calcanhares Bei hou ci dian bai bing xiao Elevar os calcanhares para se recuperar de doenças Benefícios: fortalece os músculos da perna e melhora a postura. Prática: em pé, mãos para trás e pernas unidas. Olhar para frente. Levantar o calcanhar o máximo possível e inspirar. Abaixar gradualmente os calcanhares sem tocar o chão e expirar. Ao terminar esta prática, caminhar um pouco para relaxar o corpo.   www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 15

[close]

Comments

no comments yet