Boletim Municipal #03 | Município de Pampilhosa da Serra

 

Embed or link this publication

Description

Atividade Municipal de Janeiro a Julho de 2000

Popular Pages


p. 1

1 • ' " .... CI trib u • 1 .1

[close]

p. 2

Editorial ....................................................................................................01 DIRECTOR Hermano Manuel Gonçalves Nunes de Almeida Presidente da Câmara Municipal EDIÇÃO E PROPRIEDADE Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra Rua Rangel de Lima, 3320 Pampilhosa da Serra E-mail: cmapps@mail.telepac.pt ( 235 590 320/331 235 590 329 TEXTO Gabinete de Imprensa FOTOGRAFIA Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra COMPOSIÇÃO GRÁFICA CALÇADA DUARTE Lousã Projectos e Obras ....................................................................................02 Acessibilidades ........................................................................................04 Águas e Saneamento .............................................................................. 06 Ambiente..................................................................................................07 Cultura e Turismo ....................................................................................08 IMPRESSÃO EDILIBER GRÁFICA, Lda. DISTRIBUIÇÃO GRATUITA TIRAGEM 2000 exemplares PERIODICIDADE Semestral Desporto .................................................................................................. 1O Acção Social ................................................................... : ........................ 11 • . Apoios ......................................................................................................12

[close]

p. 3

Decorridos seis meses de actividade municipal, neste ano que marca a transição de Milénio, lançamos o segundo número do Boletim Municipal, publicação que tem por objectivo fundamental estabelecer uma relação de proximidade entre os munícipes e a sua Câmara. O poder autárquico deve ser exercido com transparência, dando a conhecer a todos o trabalho desenvolvido. Desde da E.N. 112. Apesar do grande empenhamento da autarquia e dos contactos que tem vindo a encetar com a Secretaria de Estado das Obras Públicas, esta obra acabou por não de projectos até à concretização de obras. Neste curto espaço de tempo, colocámos a concurso a construção da futura zona comercial, jardim e parque de estacionamento no centro da vila, bem como as terraplanagens na Quinta de S. Martinho, para a qual já está a p r o v a d o o p r oje c t o d e loteamento. Julgamos que a futura Zona apresentamos circunscritamente. Muitos esforços foram encetados, desde a elaboração a publicação do último número, somaram-se um conjunto de acções realizadas nas diferentes áreas, que aqui ser inscrita no PIDDAC 2000, contrariando, assim, as promessas feitas por aquele organismo. Contudo, o Senhor Secretário de Estado, em entrevista ao Diário de Coimbra, de 14 de Março último, reassumiu publicamente o compromisso de colocar esta obra a concurso ainda este ano. Para que esta nova promessa não caia em "saco roto", a Câmara Municipal já fez chegar ao Senhor Secretário de Estado, um ofício a relembrar o compromisso assumido. Para além das vias de comunicação, trabalhamos diariamente noutras frentes de desenvolvimento: abastecimento de água, saneamento e ambiente, cultura e promoção turística, desporto e acção social. No âmbito da atribuição de subsídios, a autarquia concedeu um apoio financeiro aos Bombeiros Voluntários, com vista a liquidar a dívida da construção do Quartel. Pelo esforço e empenhamento, Industrial, a criar no Alto das Aldeias, conjuntamente com a venda de lotes sociais, na Quinta de S. Martinho, serão um passo decisivo para travar o êxodo populacional, podendo inclusivamente servir de ponto de atracção e fixação de pessoas no concelho. Desenvolver é, afinal, criar condições de investimento julgamos estar no caminho certo para dar à Pampilhosa 9a Serra o lugar que ela merece - queremos l grandes desafios a que nos propusemos lançar no início do mandato. Hoje podemos constatar o início da concretização deste projecto, cuja obra já se .encontra em fase de execução. e assegurar postos de trabalho. A construção de um novo Quartel da G.N.R. fez parte dos sempre mais e melhor, por isso estamos a trabalhar para que, no futuro, o concelho cresça na modernidade e usufrua de prosperidade e bem estar. Este esforço, que sabemos colectivo, está a valer.a pena, pois nunca se tempo. fez tanto em tão curto espaço de Integrada e a zona industrial do Alto déis Al�eias. As acessibilidades continuam a ser uma grande batalha para a autarquia. Se por um lado se auguram, a breve trecho, de Apoio, nomeadamente a estrada Janeiro de Baixo Esteiro, a reabilitação da zona da antiga Escola Básica E porque as obras não surgem sem projectos, continuamos a traçá-los. Neste momento, estão a ser elaborados alguns para apresentar ao Ili Qua.dro Comunitário · Continuamos a contar consigo e com as suas sugestões. Conte também connosco. Hermano Manuel Gonç1lves Nunes de Almeida Presidente da Câmara_ Municipal obras de beneficiação na estrada Cova Funda - Casal da Lapa, da responsabilidade da Direcção de Estradas do Distrito de Castelo Branco, por outro, não se tem visto grande interesse, por parte do Governo, na questão da beneficiação Boletim Municipal nº3 - C. M. de Pampilhosa da Serra

[close]

p. 4

Arranjo Urbanístico do Casal da Lapa As obras de remodelação urbanística do Casal da Lapa continuam, prevendo­ se para breve a sua conclusão. Esta intervenção visa melhorar a circulação rodoviária naquela localidade e potenciar a qualidade do espaço envolvente. Com este intuito procedeu-se ao calcetamento dos passeios, à colocação de pavê na zona dos estacionamentos e à montagem de um sistema de rega. _.... ........= Aqui irá nascer uma zona de lazer ajardinada e um parque infantil. Reabilitação da zona da antiga Escola Básica Integrada Reabilitar o espaço ocupado pela antiga escola, na vila de Pampilhosa -..-:::.......,. 3 da Serra, foi uma das preocupações da autarquia, tanto mais que se trata de uma zona central que, com a construção desta infraestrutura, constituirá uma nova frente urbana na vila. O projecto define a criação de zonas verdes ajardinadas, parque infantil, zona comercial e estacionamento. As demolição dos velhos pavilhões decorreram recentemente e os concursos para a construção do centro comercial, das zonas verdes e do estacionamento já foram abertos. As obras serão iniciadas brevemente. Fontenário da Praça Barão de Louredo Os trabalhos de recuperação do fontenário público da Praça Barão de Louredo iniciaram-se no passado mês de Abril. As peças foram desmontadas, numeradas e, posteriormente, transportadas para uma oficina de cantaria, onde se está a proceder ao seu restauro. Recorde-se que este chafariz data de 186 3 e foi oferecido ao município por· Manuel Baeta Neves. Parque de Campismo Rural - Janeiro de Baixo Depois de adquirido o terreno, elaborado o projecto e lançado o concurso público, foi feito o auto de consignação dos trabalhos, tendo-se dado inicio à obra. �........lii'm. Este parque vedado, ocupa uma área de 3300 m2 e vai estar dotado de todas as intra-estruturas necessárias ao seu funcionamento, nomeadamente · ..,....._,, • • · recepção, instalações sanitárias, espaço coberto para lavagem de roupa e · louça, área de lazer para crianças, zona de estacionamento e arruamento central pavimentado. Obra de fundamental importância ao desenvolvimento do turismo no concelho. Zona Industrial do Alto dás Aldeias O Projecto e o Plano de Pormenor da futura zona industrial do Alto das • Aldeias estão concluídos. A Câmara Municipal enviou-os às diferentes entidades �: ·-_ competentes, para que se proceda à desanexação do terreno da REN. (Reserva Ecológica Nacional) e à posterior aprovação. Pa ,a

[close]

p. 5

G. T.L. - Gabinete Técnico Local No âmblto da candidatura ao Programa de Recuperação de Áreas Urbanas Degradadas (PRAUD), foi criado o Gabinete Técnico Local (GTL), instalado no edifício dos Paços do Concelho. A sua equipa técnica (embora ainda incompleta) está a trabalhar, desde o passado dia 15 de Fevereiro, na --elaboração de diversos projectos e candidaturas. Edifícios Escolares Garantir a qualidade dos espaços de ensino e preservar o património escolar edificado neste concelho são uma preocupação da autarquia, que tem vindo a proceder a intervenções em várias escolas do 1° ciclo. De referir a Escola da Amoreira, que sofreu obras de º• .,. ��� reconstr'ução geral e a Escola do Vidual, que teve uma intervenção ao nível da pintura, quer interior que exterior. _.._. __ O trabalho da Câmara Municipal nesta área é um trabalho continuado, que será alargado a outras escolas, no sentido de proporcionar as condições de aprendizagem que as nossas crianças merecem. Iluminação Pública A autarquia continua com os trabalhos de ampliação da rede de iluminação pública que, desde Janeiro, tem vindo a proceder à colocação de BIPS nos lugares de Machialinho, Maria Gomes, Brejo de Cima, Carvalho, Pescanseco do Meio, Lobatos, Moradias, Cabril, Armadouro, Portela do Armadouro, Porto d' Égua, Aldeia Cimeira e Dornelas do Zêzere. Foi ainda adjudicada a iluminação em Casal da Lapa e substituída a iluminação em Unhais-o-Velho. Sinalização No prosseguimento da melhoria da Rede Viária M u n i c i p a l , efectuaram-se . trabalhos de sinalização vertical na estrada do Alto Ceira cruzamento da Malhada do Rei I Covanca. Foi ainda colocada sinalização horizontal nas estradas Rolão I Fajão; Portela de Unhais I Machialinho; Porto de Vacas I cruzamento de Machialinho; E.N. 112 e E.R. 334, no troço desclassificado da vila. Boletim Municipal n°3 • C. M. de Pampilhosa da Serra - 3

[close]

p. 6

O objectivo de facilitar as ligações, dotando o concelho de uma rede viária cada mais eficaz, tem levado a autarquia a investir fortemente nesta área. Realizações ao nível de arruamentos, pavimentações, repavimentações, revestimentos e rectificações são bem visíveis aos olhos de todos os munícipes. Em Abril i n i c i ou-se a construção da nova ponte em Foz do Ribeiro, que facilitará a ligação desta povoação a Porto O' Égua. Entretanto foi aberto um acesso de ligação entre a Aldeia do Açor e a albufeira do Cabril, assim como efectuadas limpezas em estradas e aceiros florestais nas freguesias de Portela do Fojo e Pessegueiro. Segue-se uma breve referência a algumas obras relacionadas com as acessibilidades. Pavimentações Repavimentações •Pavimentação da estrada Armadouro I Foz do Ribeiro e Porto d' Égua •Conclusão do alcatroamento da estrada Adurão I Pisão •Conclusão da pavimentação da estrada cruzamento do Ceiroco I Gamba •Inicio da pavimentação da estrada Souto do Brejo I Casal da Lape 4 - Boletim Municipal nº3 • C. M. de Pampilhosa da Serra

[close]

p. 7

Arruamentos ·Pavimentação da Rua Principal de Adurão •Conclusão da pavimentação da Rua do Pisão ·Acabamento da calçada na Zona Antiga de Unhais-o-Velho •Inicio de obras em arruamentos no Signo Sarno. Construção de muros de suporte e demolições várias para alargamento das ruas. •Pavimentação de algumas ruas em Souto do Brejo •Alargçimento da E.R. 344 (troço desclassificado, Conclusão do revestimento superficial a "Slurry - Seal" de · várias ruas em Dornelas do Zêzere •Rectificação e alargamento de uma rua na Ponte de Fajão Revestimentos Superficiais Rectificações •Conclusão dei alargamento e rectifiração da estrada Alto da Castanheira / Ponte de Fajão •Em curso a rectificação e alargamento da estrada Moradias / Soeirinho •Conclusão do corte de duas curvas na estrada de Fájão •Rectificação da ponte de Pescanseco Fundeiro /Pescanseco do Meio •Revestimento superficial a "Slurry - Seal" da estrada de Vidual de Cima / Malhada do Rei Sonclusão do revestimento superficial a "Slurry - Seal" da estrada de Malhada do Rei / Cruzamento da Covanca •Selagem da estrada Armadouro / Janeiro de Baixe •Selagem da estrada Armadouro / Foz do Ribeiro t Porto d' Égua •Revestimento superficial a "Slurry - Seal" da estrada Pampilhosa d_a Serra / Pescanseco Boletim Municipal nº3 • C. M. de Pampilhosa da Serra - 5

[close]

p. 8

A Rede Pública de Abastecimento de Água foi alvo de 0 Qualidade de Vida da Lagoa de Macrófitas no Cabril. �o que diz respeito ao saneamento, os destaques vão · intervenções durante o 1. semestre deste ano, quer ao nível da melhoria da qualidade quer ao nível da ampliação. De salientar que a Amoreira foi dotada de um novo reservatório, ·com uma capacidade de 200 mil litros que, .com as respectivas ligações ao sistema, veio permitir o reforço do abastecimento de água àquela povoação.# para a conclusão e entrada em funcionamento da Lagoa de Macrófitas em Janeiro de Baixo e para o início da construção Para além destas, outras obras no domínio das águas e do saneamento foram levadas a cabo, como o exemplifica as abaixo indicadas.# outras obras •Continuação das obras na Rede de Saneamento Básico do Cabril; •Início da construção da Rede de Saneamento Básico do Carregal; •Prolongamento do Saneamento na Quinta de S. Silvestre, na Rua do Parque Desportivo e numa parte do troço desclassificado da E. R. 344, à entrada da vila. •Continuação da substituição total da conduta de distribuição de água no Cabril; •Substituição de toda a conduta de distribuição de água no Carregal; •Substituição da conduta geral de distribuição de água numa rua de Carvalho. 6- Boletim Municipal nº3 • C. M. de Pampilhosa da Serra

[close]

p. 9

Concurso "Pampilhosa da Serra - Vila Florida Inserido no Projecto de Educação Ambiental, promovido pela Câmara Municipal, foi lançado no passado dia 1 de Março o Concurso "Pampilhosa da Serra - Vila Florida". Durante o período de inscrições, a autarquia ofereceu alguns suportes para os arranjos florais (floreiras e vasos), por forma a contribuir para o embelezamento da vila e consequer.ite valorização paisagística. Tendo em vista a atribuição das classificações, o júri irá apreciar os motivos florais durante o mês de Julho. Dentro deste espírito, a Câmara Municipal já começou a enfeitar os seus edifícios e a cuidar dos espaços verdes públicos.# Campanha de Educação Ambiental é .Vida" "Limpeza . ,,,.. No decorrer desta acção o Presidente da Câmara anunciou a colocação de quatro ecopontos dentro da vila, constituídos por três unidades distintas: vidrão, papelão e embalão. Estes equipamentos de recolha selectiva foram colocados junto à Escola Básica Integrada, na Av. dos Bombeiros Voluntários, no Largo José Henriques da Cunha e· na Rua Rangel de Lima (próximo do quartel da GNR). Tendo em conta os objectivos ambientais que a reciclagem dos materiais visa, é importante que a população pampilhosense comece a proceder à selecção dos lixos que produz.# O dia 21 de Março, Dia Mundial da Árvore, foi assinalado no concelho com o lançamento da Campanha «LIMPEZA É VIDA», que surgiu no âmbito do Projecto Municipal "Educação Ambiental para um Concelho mais Limpo". O lançamento desta campanha decorreu no Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Básica Integrada, com a . presença das escolas do concelho, onde foram distribuídas árvores e fornecido material de sensibilização para as questões ambientais.# Estação de Transferência de Resíduos Sólidos Urbanos · · • � A e n t r a d a e m . libertou-se do flagelo da Sanitário da Figueira da funcionamento da nova destruição dos resíduos .. Foz. Para além deste, a Estação d e a céu aberto. Estes, são estação dispõe de outro T r a n s f e r ê n c i a d e agora depositados e contentor, cujo objectivo R e s í d u o s S ó I i d o s prensados no contentor é o armazenamento. de Urbanos conduziu à da estação, que é lixos de maior dimensão, selagem da lixeira t r a n s p o r t a d o como por exemplo municipal. Com esta periodicamente pela electrodomésticos e medida, o concelho ERSUC, para o Aterro velharias.# Boletim Municipal n°3 • C. M. de Pampilhosa da Serra - 7

[close]

p. 10

O desenvolvimento de actividades culturais foi fruto de um ·esforço sem precedentes do executivo camarário, empenhado em colocar a cultura no mapa do concelho. Iniciativas variadas têm sido disso exemplo. Sala de Ex posições Temporárias do Museu Municipal acolhe ex posições •"Muro de Berlim há 10 anos" - uma exposição fotográfica do Berlinense Günter Ries, que esteve patente ao público de 15 a 29 de Fevereiro de 2000. Elaborada no âmbito das comemorações dos 1 O anos da queda do Muro de Berlim, estes registos fotográficos fixam os principais pontos da cortina que separou a Europa Ocidental da Oriental durante décadas. Uma exposição com carácter histórico e educativo. •"A Outra Metade da Ciência", foi a exposição que esteve patente ao público, na Sala de Exposições Temporárias, de 14 a 31 de Março de 2 000. Esta mostra, dedicada sobretudo aos jovens, pretendeu dar a conhecer o alto contributo das mulheres no campo da Matemática, da Física, da Cristalografia e da Biologia. Contribuição tanto mais meritória dadas as condições adversas em que a maioria dessas cientistas desenvolveu a sua actividade. •A "Exposição de Trabalhos de Xisto" realizou­ se de 3 a 30 de Abril de 2 000. Os trabalhos O c o n c e l h o de Pampilhosa da Serra esteve representado de 23 a 28 de Março, no Pavilhão da A NIL, na Covilhã, na I Exposição d e M u n i c í p i o s de Montanha, organizada pela Associação Nacional de Municípios Portugueses. No stand da Pampilhosa da Serra foram projectadas imagens de todo o concelho e fornecidas informações, assim como feita a distribuição de material de divulgação. O artesanato local e a doçaria tradicional estiveram expostos noutro pavilhão, permitindo, deste modo, a representação do nosso concelho em dois locais distintos. A assinalar a quadra_......_ .. _, natalícia e no âmbito da f das diversidade actividades culturais, a C â m a r a M u n i c i p a1t.•��-w ��l;isl!rííl promoveu um Recital de Canto e Piano. Este evento foi apresentado na Igreja Matriz de Pampilhosa da Serra, no passado dia 26 de Dezembro, e contou com as magníficas exibições da cantora lírica Jacinta D' Almeida e do pianista Amadeu D' Oliveira, dois grandes nomes da música clássica portuguesa. O Museu Monsenhor Nunes Pereira, inaugurado a 13 de Setembro de 1997, , �. depressa se tornou pequeno para ,i:;_F J -- ...-:.: 0 '� - .. · albergar o seu vasto espólio. Motivo de orgulho de todos, a Junta de Freguesia 1 de Fajão cedo pensou em ampliar as � • �'�:;-:;.,.. -� instalações. E se bem pensou melhor �� ':.·�· o fez! O novo edifício, recuperado dentro ::"!;; "r- �� : iI da traça genuína da aldeia, foi• •• · ·.... �. - - · inaugurado no passado dia 16 de Abril, na presença do seu patrono Monsenhor Augusto Nunes Pereira. A cerimónia contou com a presença do Governador Civil de Coimbra, do Presidente da Câmara Municipal, de representantes do Grupo de Arqueologia e Arte do Centro e da Comissão de Coordenação da Região Centro, entre outros ilustres convidados. Esta obra, apoiada pela Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, é mais um grande passo na preservação do património da freguesia e do concelho, que vê, assim, criada . mais uma intra-estrutura cultural. I Exposição de Municípios de Montanha Recital de Canto e Piano Museu Monsenhor Nunes Pereira !�' :,é.-:::-=.:.� . l -­ � r;:;;•.:. ·"' �­ apresentados nesta exposição resultaram de uma acção de formação sobre a Extracção e Transformação Artesanal do Xisto, levada a cabo em Fajão. Esta exposição visou ser uma montra dos trabalhos concebidos ao longo da formação e um ponto de partida para a sua divulgação .• 8 - Boletim Municipal nº3 • C. M. de Pampilhosa da Serra 1

[close]

p. 11

I l i Semana do Concelho: mais um êxito na Feira Popular de Lisboa Pampilhosa da Serra esteve representada, pelo terceiro ano consecutivo, na Feira Popular de Lisboa. Tratou-se de mais uma Semana do Concelho que, de 29 de Maio a 4 de Junho, divulgou e promoveu o nosso município na capital. No Pavilhão da Exposição os visitantes puderam apreciar uma grande diversidade de artesanato local, desde as rendas e bordados de Ana Florinda Matos, Teresa Neves e Maria dos Anjos, passando pelos trabalhos em madeira dos irmãos José e António Neves, dos trabalhos de torga e pedra de António Tavares, das esculturas em madeira de António Bouça até às preciosas casas de xisto de Aníbal Fernandes. A Casa Mus�u de Carvalho apresentou uma vez mais uma decoração rep]eta de bom gosto, com a recriaçao de um espaço de costura de outros tempos. A Junta de Freguesia de Unhais-o-Velho expos os seus mabgníficos trabalhos em linho, tal como a Santa Casa da Misericórdia que, para alem destes, exibiu a doçaria tradicional e o mel. A Associação de Solidariedade Social de Dornelas do Zêzere marcou novamente presença com os trabalhos feitos pelos seus idosos. Fajão esteve também representado com peças de diversos artesãos da freguesia e com uma fabulosa exposição de trabalhos em xisto, concebidos pelos formandos do Curso de Xisto que decorreu recentemente em Fajão, e q!Je a Valceira ]evou até Lisboa. No mesmo pavilhão esteve a ANIBAL PACHECO através do posto de informação quer através da projecção continua de imagens do concelho. A pensar nas cnanças, a Câmara Muniçipal levou até lá a Ludoteca "Pampilho", que fez as delícias dos mais pequenos. U m vasto programa de animação funcioaou "'::::;;;;;.� � � :; ::;;_,.:;;;;iiiil!I,,-:��� COISAS DA MINHA TERRA (a funcionar um restaurante típico, onde os visitantes vida em Unhais-o-Velho hã melo século) puderam deliciar-se com a gaslonomia tradicional. A promoção turística foi outro ponto �i..ol�l-..l forte , quer paralelamente ao certame. No palco da Feira Popular o destaque foi, na sexta-feira, para a Noite de Estrelas - um es-pectáculo constituído por intérpretes participantes no programa "Chuva de Estrelas" - e no sábado para a actuação do Rancho Folclórico da Casa do Co�celho de Pampilhosa da Serra. O ultimo dia terminou em festa com o almoço de aniversário da Casa do Concelho e com o lançamento do livro Coisas da Minha Terra, da autoria de Aníbal Pacheco. Uma obra prefaciada por D. Ewrico Dias Nogueira, que traça a vida em Unhais-o-Velho há meio século e que constitui mais um importante contributo para a história do nosso concelho. Boletim Municipal nº3 • C, M . de Sarnpilhosa da Serra - 9

[close]

p. 12

A exemplo de anos anteriores, o concelho de Pampilhosa da Serra acolheu as Montarias do Centro 2000. Esta edição decorreu no passado dia 29 de Janeiro, no Esteiro, onde se juntaram muitos caçadores. A montaria reuniu 11 O portas e 400 cães para uma área de cerca de 300 hectares. O convívio prolongou-se até às 17 horas, culminando com a distribuição dos troféus e leilão dos javalis abatidos. Um evento promovido pela Região de Turismo do Centro e DRABL, organizado pela Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra (que assegurou as inscrições e o secretariado e ofereceu almoço) e apoiado pela Junta de Freguesia de Janeiro de Baixo e povo do Esteiro. Esteiro recebeu as Montarias do Centro 2000 Pampilhosa da Serra foi, pelo segundo ano consecutivo, o cenário escolhido para receber o Desporto Escolar Aventura 2000, uma prova nacional, organizada conjuntamente pelo Desporto Escolar e pelo INATEL e que a autarquia tem vindo a apoiar. Desporto Escolar Aventura 2000 O encontro realizou-se nos dias 29 e 30 de Abril e contou com a participação de 11 equipas de várias escolas do país, de entre as quais se destaca a participação de duas da Escola Básica Integrada de Pampilhosa da Serra. Os dois dias foram preenchidos com Multi-Actividades de Aventura, desde Canoagem, Orientação Pedestre e BTT, Estão a decorrer, desde o passado mês de Fevereiro, as aulas de natação, na Piscina Municipal. As turmas, organizadas por faixas etárias, são orientadas por um monitor Piscina Municipal até à "aposta de tempo", uma prova mista que incluiu Percurso Pedestre e BTT. A aventura foi total, atingindo e contagiando as terras e locais por onde passou: Casal da Lapa, Porto de Vacas e Janeiro de Baixo. e estão abertas a toda a população. Os utentes que não estejam inscritos nas aulas podem, no entanto, usufruir da piscina ao Sábado, durante o horário de funcionamento. 1 0 - Boletim Municipal nº3 • C. M. de Pampilhosa da Serra O Pavilhão Gimnodesportivo Municipal recebeu, de 18 a 20 de Abril, um Torneio de Futebol de 4. Esta iniciativa, organizada pela Câmara Municipal, contou com a participação de cinco equipas que, durante três dias, promoveram horas de competitividade e boa disposição. Torneio de Futebol de 4

[close]

p. 13

• .... .--....._ -...,..�._. ....... ....,...._..��....,..,,......,..-::-���----,.J",. ®©�@@ ®@©Ü®íl Na continuidade do trabalho desenvolvido, o Gabinete de Acção Social da autarquia promoveu actividades em diferentes áreas, que vão desde a Acção Social Escolar e . Pré-escolar, passando pelo Apoio na Habitação e Rendimento . . Ao nível da intervenção, o núcleo local do Projecto Integrado de Intervenção Precoce (constituído pela Câmara Municipal, Centro de Saúde e Ministério da Educação) participou no Encontro Nacional da área, que decorreu nos passados dia 6 e 7 de Abril, nos Hospitais da Universidade de Coimbra. Em Fevereiro foi ainda elaborada candidatura ao Programa «Ser Criança», com a apresentação do projecto local "Sol Risonho", da qual se aguarda resposta positiva. Mínimo Garantido, até à Terceira Idade e Protecção de · Menores. Neste último domínio foi dado um grande passo, pois a Comissão de Protecção de Menores iniciou, em Fevereiro último, a sua acção no concelho, com o objectivo de diminuir as situações de crianças e jovens em risco. No seguimento da visita realizada à Pampilhosa da Serra pelo Centro de Actividades Sociais de Miratejo _(Seixal), no Verão passado, foi a Jtó { vez, este ano, de um , .· ������� grupo de 12 ,_ Intercâmbio Pampilhosa da Serra / Seixal A Ludoteca / Biblioteca "Pampilho" prossegue a sua Ludoteca / Biblioteca · "Pampilho" nas Escolas do 1 . º Ciclo crianças/jovens do .. nosso concelho conhecer Centro. Os jovens pampilhosenses tiveram oportunidáde de visitar locais bem atractivos como o Moinho de Maré do Seixal (ecomuseu), um Atelier de Artesanato e o maravilhoso mundo do Oceanário , no Parque das Nações, em Lisboa . itinerância pelas escolas do concelho, à excepção da de Dornelas do Zêzere·, por dispôr de um Centro Lúdico. de grande importância para o desenvolvimento das crianças, possibilitand o-lhes o acesso a equipamento lúdico­ pedagógico diversificado que de outra forma seria impossível. Esta foi também a opinião dos professores, expressa num iinquérito efectuado recentemente. tlhosa da Serra - 1 1 Continuam a decorrer no concelho as acções de Acções de Alfabetização Continuam Esta iniciativa reveste-se ..­ L-j�lllle,;1 alfabetização, que contam com o empenho e a parceria imprescindível da Extensão Educativa. Estas acções, que visam combater o analfabetismo é promover o aumento do nível socio-cultural, têm-se revestido de grande sucesso, decorrendo desde Janeiro nas localidades de Armadouro, Cabril, Trinhão, Unhais-o-Velho e Vidual.

[close]

p. 14

Subsídios Atribuídos pela Câmara Municipal e outras Transferências De 1 de Janeiro a 30 de Abril de 2000 BENEFICIÁRIO VALOR DELIBERAÇÃO Liga de Melhoramentos de Sobral de Baixo 150.000$00 2000-01-05 Lousamel 50.000$00 2000-02-02 Direcção Regional de Educação do Centro 150.000$00 2000-02-16 Associação desportiva e Cultural Dornelense 50.000$00 2000-02-16 Liga de Melhoramentos de Pescanseco 704.000$00. 2000-02-16 Associação de Municípios da Beira Serra 800.000$00 2000-02-16 ADESA - Associação de Desenv. da Serra do Açôr 3.115.116$00 2000-02-16 525.811$00 2000-03-15 625.054$00 2000-04-19 União Progressiva de Machio de Baixo 1.000.000$00 2000-03-15 Associação dos Bombeiros Voluntários de Pampilhosa da Serra 1 2 - Boletim Municipal n º3 • C. M. de Pampilhosa da Serra 3.100.000$00

[close]

p. 15

� � �31� {( � � F t J� � � @� J '""d( . � � � � . . � .� ] ' . � � @&@Vm@. � @�D& � � . lf _ � � � /JllflóSâ r-:::âl1l .-JL - � 'iJ � J l �Ç)� � �� -� �� � � ��� � 0:) ��� �� �(:) J. � �

[close]

Comments

no comments yet