Boletim das Bibliotecas Escolares - 3.º período 2014/2015

 

Embed or link this publication

Description

Notícias da Biblioteca

Popular Pages


p. 1

Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira NESTA EDIÇÃO: Boletim das Bibliotecas Escolares 2 Ano letivo 2014/2015 Abril Atividades das Bibliotecas Escolares do 1º Ciclo Atividades da Biblioteca Escolar da Escola Básica e Secundária Alicerces da vida Requalificação da Biblioteca da EBS Concurso Nacional de Leitura O Rio Minho Voluntários de leitura Largada de balões Palestra “Higiene Corporal” Em busca de um animal selvagem Sugestões de leitura Editorial Num momento em que o rem e de se transformarem em bibliotecas do século XXI. Uma biblioteca hoje, em especial uma biblioteca escolar, deve ser um espaço inovador, gerido por profissionais com competências na área da literacia da leitura, da informação e dos media, que, de forma articulada com os docentes das escolas, trabalham estes saberes com os alunos, a geração de nativos digitais. Se não soubermos repensar estes espaços, apetrechando -os com equipamento adequado e fazendo chegar os seus recursos (através da presença online) à sala de aula e a casa dos utilizadores, se não proporcionarmos momentos de aprendizagem aos alunos que impliquem a apropriação de saberes que os preparam para saber ler melhor e tomar decisões de forma refletida e crítica, as bibliotecas − tradicionalmente espaços de saber e de cultura − podem transformar-se desajustados, em locais de repletos acesso à informação se faz cada vez com mais frequência através do recurso à tecnologia, 24 horas por dia, 7 dias por semana, em qualquer lugar, e em que a leitura em novos suportes ganha adeptos diariamente, o papel da biblioteca tradicional é muitas vezes questionado. E não sem razão. De facto, vivemos hoje uma revolução – a revolução digital – apenas comparável à revolução da escrita, que aconteceu há cerca de 6.000 anos, e à revolução do livro impresso, que já conta com 500 anos. Sem que nos tenhamos apercebido, nasceu um novo ser humano que lida como o acesso à informação de forma muito diferente, lê em artefactos que não existiam há duas décadas e se vê confrontado com a presença constante dos media na sua vida. Esta nova realidade exige, portanto, que as bibliotecas sejam capazes de se adapta- 2 3 3 4 4 4 5 5 5 6 informação enciclopédica a que ninguém acede. A revolução digital que vivemos exige novas atitudes. O município e o Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira estão atentos e têm sabido adaptar as bibliotecas escolares à realidade, transformando-as em estruturas que privilegiam o trabalho colaborativo e refletem sobre as dinâmicas desenvolvidas e o seu impacto na vida de centenas de crianças e jovens que as frequentam. A revolução digital, porém, está no seu início e adivinha-se um longo percurso que vamos aprender a fazer ainda melhor, pois “o caminho faz-se caminhando”, como nos disse o poeta espanhol António Machado. Raquel Ramos Coordenadora Interconcelhia das Bibliotecas Escolares Alguns têm na vida um grande sonho e faltam a esse sonho. Outros não têm na vida nenhum sonho, e faltam a esse também. Fernando Pessoa

[close]

p. 2

Atividades das Bibliotecas Escolares do 1º ciclo     Conto “A fábula dos feijões cinzentos”; Comemoração do “Dia Mundial da Saúde” em articulação com a equipa do PES; Comemoração do “25 de abril”; Participação na “Festa do Livro e da Leitura e XXVI Feira do Livro “, em articulação com a Biblioteca Municipal;  Trabalho de investigação subordinado ao tema “Animais selvagens”;   Comemoração de “O dia do autor português”; Apresentação do conto “A galinha Ruiva”;  Continuação das atividades relacionadas com o projeto SOBE (Saúde Oral nas Bibliotecas Escolares);   Entrega dos prémios aos vencedores dos vários concursos; Projeção de filme de caráter lúdico. Atividades da Biblioteca Escolar da Escola Básica e Secundária Comemoração do “Dia Mundial da Saúde” em articulação com a equipa do PES;  Participação na “Festa do Livro e da Leitura e XXVI Feira do Livro “, em articulação com a Biblioteca Municipal;     Exposição sobre o “25 de abril”; “A poesia de Sophia” - atividade executada em articulação com a Biblioteca Municipal; “Os (novos) contos da montanha” - atividade em articulação com a Biblioteca Municipal;  “Concurso Nacional de Leitura” - eliminatória distrital em Melgaço;   Conclusão do projeto “A pergunta da semana”; Conclusão do projeto “Que andas a ler?”;  Entrega dos prémios aos vencedores dos diversos concursos. O verdadeiro analfabeto é aquele que sabe ler, mas não lê. Mário Quintana Página 2 B O L E T I M DA S B I B L I O T E C A S E SC O L A R E S

[close]

p. 3

A N O L E T I VO 2 0 1 4 /2 0 1 5 Página 3 Alicerces da vida A liberdade é a tranquilidade de podermos dizer o que pensamos. É ter opinião própria, respeitando a dos outros, mesmo, quando não concordamos. A paz, o amor e o respeito são sementes preciosas que todos devemos cultivar, regadas com solidariedade e carinho, para o mundo melhorar. Mudamos a vida com a caridade, dando aos outros força e esperança, para em frente continuar. Recompensa-nos a alegria e a amizade de quem podemos, nós, ajudar. Somos livres de ter coragem para superar os nossos medos, e enfrentar o dia a dia, com muito afeto e atenção. Ambição, é necessária para vencer e crescer mas sempre acompanhada com gratidão e humildade, sem nunca esquecer a família e os amigos, que são os alicerces, da nossa felicidade. Todos temos direito a um miminho, à igualdade e à educação. Se queremos bons amigos devemos ser honestos e falar com o coração, mostrar o que sentimos, ouvir, e partilhar com simpatia. A sinceridade de uns com os juízo!!! Com muita paciência, vivemos as nossas paixões sonhando com novos amores, enfrentamos grandes desilusões. Aprendemos com o presente Junto de quem nos ama Unidos, somos fortes e conquistamos De mãos dadas, um futuro melhor Andando, todos juntos, Respeitando a diferença, Incutindo valores Sempre verdadeiros no nosso destino. 4ºA do Centro Escolar de Cerveira outros faz crescer a verdadeira amizade. Um verdadeiro amigo não critica, apoia e dá carinho, ajuda, dá ralhete… mas, faz-nos ver a razão. Assim, começa a bondade que com humildade cresce levando-nos ao caminho da satisfação. No sossego da franqueza, e com um grande sorriso, curamos as maiores dores, alegramos corações perdidos, e sem Requalificação da Biblioteca Escolar da Escola Básica e Secundária A Biblioteca Escolar da Escola Basica e Secundaria de Vila Nova de Cerveira foi integrada na Rede de Bibliotecas Escolares em 2002. Desde então, muitos foram os estudantes que passaram por estas instalaçoes. Agora, uma candidatura apresentada pelo Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira à RBE vai permitir a requalificação do espaço para o que vai contar com um apoio de 3750€ para mobiliário, fundo documental e equipamentos. O Agrupamento assegura o resto do financiamento. Tu não compras nem a alegria, nem a saúde, nem o amor verdadeiro. Antoine de Saint-Exupéry

[close]

p. 4

Concurso Nacional de Leitura Decorreu, no passado dia vinte e três de abril, em Melgaço, para o terceiro ciclo e ensino Secundário, a eliminatória a nível distrital do Concurso Nacional de Leitura. A Escola Básica e Secundária de Vila Nova de Cerveira foi, também uma das participantes. Este ano, infelizmente, ficámos por aqui; esperemos que para o próximo ano a sorte nos bafeje para podermos voltar a estar na grande final em Lisboa! Até lá, restanos aguardar e ir treinando e, acima de tudo, ler muito! Fernando Mota Coordenador das B. E. O Rio Minho O Minho é um rio internacira, na Comunidade Autónoma da Galiza e percorre cerca de 300km até desaguar no Oceano Atlântico a sul da localidade de Guardia a norte de Caminha. Nos últimos 75 km do seu percurso, entre Melgaço e a sua foz, o Minho serve de fronteira entre Espanha e Portugal. Entre a nascente e a foz, o rio Minho passa por Lugo, Ourense, Melgaço, Monção, Tui, Valença Vila Nova de Cerveira e Caminha. O rio Minho era chamado de Minius ou Baenis pelos antigos historiadores. Texto do 4.ºano, Turma B do Centro Escolar de Cerveira onal que nasce a uma altitude de 750m na Serra de Mei- Voluntários de Leitura O projeto "Voluntários de Leitura" continua! As senhoras continuam a voluntariarem-se e a fazer o serviço que já vinham fazendo desde o ano passado: aparecem certas crianças leiam melhor e tenham mais gosto pela continuam a apresentar-se com todo o gosto e com a alegria que as carateriza. O trabalho das voluntárias é reconhecido e muito impor- semanalmente e à hora marcada contribuem para que Página 4 leitura. As voluntárias de leitura facilitam o encontro entre livros e leitores. Ajudam a descobrir o prazer de ler. As crianças agradecem e tante no processo ensinoaprendizagem. Bem hajam! B O L E T I M DA S B I B L I O T E C A S E SC O L A R E S

[close]

p. 5

A N O L E T I VO 2 0 1 4 /2 0 1 5 Página 5 LARGADA DE BALÕES!!! Abril é o mês de Prevenção Contra os Maus-tratos na Infância. No passado dia 17 de abril, a nossa escola recebeu elementos da Comissão de Proteção de Crianças e J o v e n s , (CPCJ), que nos trouxeram balões e participaram no lançamento dos mesmos paAs crianças durante a largada de balões! ra comemorar esta data tão importante! Fomos alertados e prometemos estar atentos para que nenhuma criança seja vítima de maus tratos! 3º/4º ano – S. Sebastião Covas Palestra “Higiene corporal” No âmbito do programa de Educação para a Saúde (PES), Estiveram na EB1/JI de S. Sebastião - Covas o Dr. Diogo e a Drª Fátima, acompanhados pela enfermeira Susana do Centro de Saúde de Vila Nova de Cerveira, já bem conhecida de todos os alunos. Fizeram uma apresentação em powerpoint sobre o tema "A importância da higiene pessoal e ambiental" . Foi uma sessão muito interessante e animada que contou com o grande entusiasmo e participação dos alunos. Alunos de Covas Em busca de um animal selvagem No passado dia 14 de maio, a Biblioteca do Centro Escolar de Cerveira proporcionou-nos uma atividade de investigação sobre um animal selvagem: desde a girafa, à águia, ao elefante, ao leopardo… O professor Mota preparou todo o trabalho com muito carinho e mostrou-nos como pesquisar e encontrar toda a informação relativa ao animal que pretendíamos conhecer melhor, desde o seu nome científico, ao seu habitat, à sua alimentação e reprodução. Depois de escolhermos o animal selvagem a explorar, com a ajuda do “Magalhães“ e do blogue das bibliotecas enriquecemos o nosso conhecimento, que posteriormente partilhamos com todos os elementos da turma. Turma do 3.º C do CEC

[close]

p. 6

Sugestões de leitura Boletim das Bibliotecas Escolares A chave de Salomão de José Rodrigues dos Santos Sinopse O corpo de Frank Bellamy, o director de Tecnologia da CIA, é descoberto no CERN, em Genebra, na altura em que os cientistas procuram o bosão de Higgs, também conhecido por Partícula de Deus. Entre os dedos da vítima é encontrada uma mensagem incriminatória. The Key: Tomás Noronha A mensagem torna Tomás Noronha o principal suspeito do homicídio. Depressa o historiador português se vê na mira da CIA, que lança assassinos no seu encalço, e percebe que, se quiser sobreviver, terá de deslindar o crime e provar a sua inocência. Ou morrer a tentar. Começa assim uma busca que o conduzirá às mais surpreendentes descobertas científicas alguma vez feitas. Será que a alma existe? O que acontece quando morremos? O que é a realidade? Com esta empolgante aventura que arrasta o leitor para o perturbador mundo da consciência e da natureza mais profunda do real, José Rodrigues dos Santos volta a afirmar-se como o grande mestre do mistério. Apesar de ser uma obra de ficção, A Chave de Salomão usa informação científica genuína para desvendar as espantosas ligações entre a mente, a matéria e o enigma da existência. Estamos na web: Becerveira.blogspot.com A G R U P A M E N T O D E E S C O LA S DE VILA NOVA DE CERVEIRA Rua das Cortes 4920-211 Vila Nova de Cerveira Telefone 251 795 324 Mail: becerveira@gmail.com Uma ideia de felicidade Mais ou menos meio segundo. É o tempo que um motor de busca demora a devolver-nos uma resposta - cerca de cento e trinta mil ocorrências (em português) ao pesquisarmos «uma ideia de felicidade». E, no entanto, a busca da felicidade não é, de todo, imediata. Alcançá-la é uma tarefa morosa, pausada, lenta. Quase tão lenta como a marcha de um caracol… Carlo Petrini, o fundador do movimento Slow Food, parte dessa mesma ideia para propor a Luis Sepúlveda, autor do livro História de um Caracol que Descobriu a Importância da Lentidão, uma conversa tranquila onde se interligam memórias, experiências e reflexões sobre o que é a felicidade e como conquistá-la... Sinopse Episódios da Vida de um Jovem Gato Sinopse O Ano Sabático Sinopse Um jovem gato, habituado a ser tratado como um príncipe, sente ciúmes da chegada de uma bebé e decide, por isso, abandonar a família e a casa onde foi criado. Por entre as peripécias que descreve na primeira pessoa, o protagonista da história dirige-se ao leitor, dandolhe conta dos estranhos episódios com que se viu confrontado recentemente. O mundo fora dos muros da casa grande de barras amarelas é um mundo diferente, no qual o gato se apercebe das dificuldades em demarcar o seu território, em manter amizade com os outros gatos e, sobretudo, em reencontrar a sua paixão, a gata malhada. Depois de treze anos de vida desregrada no Québec, Hugo, um contrabaixista de jazz, decide tirar um «ano sabático» e regressar a Lisboa, onde espera reencontrar o equilíbrio junto da família. Porém, logo numa das primeiras noites, assiste ao concerto de Luís Stockman - um pianista que se tornou recentemente famoso -, e a almejada paz transforma-se no pior dos pesadelos: Stockman toca um tema inédito que Hugo conhece bem demais, pois é o mesmo que vem escrevendo há anos na sua cabeça…

[close]

Comments

no comments yet