Jornal do Povo Ed. 313

 

Embed or link this publication

Description

Edição 313

Popular Pages


p. 1

OUSADIA Jovem é preso traficando drogas em plena Pracinha do Fórum de Ibiúna Pag.2 IRREGULAR ONÇA EM IBIÚNA Animal selvagem estaria causando pânico e matando animais na região do Verava Pag.3 Vereador Carlinhos diz que portaria na “Prainha do Escritório” é ilegal e pede providências Pag.3 EDITOR CHEFE: TIAGO ALBERTIM Polícia prende 137 em operação na região Sabesp quer água de Ibiúna DISTRIBUIÇÃO GRATUITA www.jpibiuna.com.br 30 DE ABRIL DE 2015 - EDIÇÃO 313 SOBROU PARA NÓS Seis deles foram pegos em Ibiúna durante Operação Sorocaba III da Polícia Civil Mais de 400 prisões foram realizadas de fevereiro a abril deste ano, nos 18 municípios abrangidos pela área da Delegacia Seccional da Polícia Civil em Sorocaba, a qual inclui Ibiúna. Os números foram divulgados na tarde desta terça-feira, dia 28, pelo delegado seccional Marcelo Carriel. Segundo o seccional, somente nesta terça, do início da madrugada até às 16 horas ocorreram 137 prisões nos 18 municípios, sendo seis delas em Ibiúna. Os crimes de maior frequência foram os de tráfico de drogas, porte de arma de fogo, roubo e homicídio. Em toda região, participaram da operação, 97 policias civis em 32 viaturas. Já em Ibiúna, operação contou com dez policiais, divididos em quatro viaturas. A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) quer ampliar em 36% a captação de água prevista no futuro Sistema São Lourenço, já em construção há um ano na região do Verava, em Ibiúna, para tirar mais 500 mil pessoas da área de cobertura do Sistema Cantareira. A estatal já fez pedido aos órgãos reguladores para aumentar a outorga que libera a retirada de água do São Lourenço e, assim, conseguir levar a água captada na Represa Cachoeira do França, até Osasco, que hoje ainda é abastecido parcialmente pelo Cantareira. Pag.5 para socorrer o ‘Cantareira’ Ilustração de como irá ficar a obra que já está em construção no bairro do Verava

[close]

p. 2

2 Polícia Após denúncia anônima, rapaz foi pego por agentes da ROMU portando 15 cápsulas contendo cocaína e 13 porções de maconha A Guarda Civil Municipal de Ibiúna prendeu um rapaz suspeito de traficar drogas em plena Praça do Fórum de Ibiúna. W.C.S. foi pego no último sábado (25), portando 13 porções de maconha e 15 cápsulas contendo cocaína, além de R$ 105 em dinheiro, provavelmente proveniente do tráfico. Na casa dele, os policiais encontraram mais 31 porções de maconha. De acordo com Boletim de Ocorrência, por volta das 20 horas, a equipe da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) recebeu a denúncia de que W.C. estaria vendendo drogas na pracinha do Fórum. A viatura foi até o local e no momento que se aproximava do suspeito, o mesmo tentou fugir, mas acabou sendo pego. Ao realizarem a revista no rapaz, os guardas encontraram em seu bolso, 15 cápsulas contendo cocaína, 13 porções de maconha e R$ 105 em dinheiro trocado. Ao se deslocarem até a casa do suspeito, os guardas fizeram uma revista e encontraram mais 31 porções de maconha. Jovem é preso traficando drogas em plena Praça do Fórum de Ibiúna Agradeço e parabenizo todos os trabalhadores ibiunenses por este dia tão especial. 1º DE MAIO - DIA DO TRABALHADOR VEREADOR QUINTA-FEIRA, 30 DE ABRIL DE 2015 DR. RODRIGO DE LIMA Parte da droga estava escondida na casa do suspeito As drogas foram apreendidas e W.C. foi levado para a Delegacia de Polícia de Ibiúna, onde foi indiciado em flagrante por tráfico de entorpecentes. Ele prestou depoimento e depois foi transferido para a Cadeia Pública de São Roque. Parceiros de ROTA se confraternizam em Ibiúna VELHOS AMIGOS A convite do Ten. Westerley grupo se reuniu a beira da represa Integrantes e ex-integrantes das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (ROTA) de São Paulo estiveram reunidos em Ibiúna no último final de semana para um churrasco de confraternização. O evento, organizado pelo Tenente Westerley Ximenes, aconteceu no Sítio do Ângelo Tanaka, que cedeu gentilmente sua bela propriedade a beira da Represa de Itupararanga, no bairro da Cachoeira. Num clima de bastante amizade, confraternização e saudosismo, os “irmãos de ROTA”, como são chamados, além de colocarem o papo em dia e lembrarem das aventuras do passado, puderam se deliciar com um delicioso almoço preparado pelo ibiunense Edson Mocó. Todos ficaram encantados com a beleza do local e retornarão em breve para outros eventos em Ibiúna. Kaory

[close]

p. 3

Vereador Carlinhos vai ao MP pedir o fim da portaria na ‘Prainha do Escritório’ Após fazer requerimento pedindo providências para a Prefeitura, vereador diz que Lei que restringia o acesso ao local foi revogada em 2007 O vereador Carlinhos Marques (PT) afirmou que a portaria particular instalada na Estrada Municipal da Cachoeira, que restringe o acesso de turistas e veículos com placas de outras cidades a adentrarem a “Prainha do Escritório”, é totalmente ilegal. Após receber uma resposta da Prefeitura informando que a Lei Municipal que restringia o acesso ao local foi revogada em 2007, Carlinhos disse que vai entrar com um pedido no Ministério Público para que a portaria seja retirada o mais rápido possível. “Tal controle é uma afronta ao direito de ir e vir dos cidadãos, uma vez que está restringido a passagem de uma Estrada Municipal e que dá acesso a um dos principais pontos turísticos do município. É um absurdo um empreendimento particular impedir que pessoas, principalmente visitantes, cheguem até o local. Me espanta saber que se passaram mais de 8 anos e nenhuma autoridade tomou providências quanto a este abuso. A Prefeitura não pode ser conivente com uma situação como esta, uma vez que todos tem o direito de acessarem o manancial, que pertence ao povo brasileiro. Não podemos aceitar que só os ricos usufruam da nossa represa através de suas chácaras e condomínios fechados. O povo mais humilde também precisa de um local para curtirem momentos de lazer e entretenimento a beira de nossa represa. Vou lutar com todas as minhas forças para reabrir este acesso o mais breve possível”, protestou Carlinhos. Em 1º de abril, o vereador havia mandado um Requeri- QUINTA-FEIRA, 30 DE ABRIL DE 2015 Cidades 3 Leôncio reivindica asfalto e recapeamento na região do Verava e Carmo Messias O Vereador Leôncio Ribeiro da Costa (PDT) apresentou, em março, no Congresso Estadual dos Municípios, realizado em Serra Negra, duas reivindicações importantes: uma pedindo o recapeamento da Estrada Vicinal do Verava e outra o asfaltamento da via que liga Ibiúna à Juquitiba, no Carmo Messias. Ambos os projetos foram aprovados por unanimidade e serão encaminhados para o Governador Geraldo Alckmin (PSDB) e ao Secretário de Estado de Logística e Transportes, Duarte Nogueira. No documento, Leôncio justifica que a obra facilitará o acesso das máquinas, equipamentos, materiais e operários que estão trabalhando na obra do Sistema Produtor São Lourenço, que vai levar água da Represa da Cachoeira da França para abastecer cerca de 1,5 milhão de pessoas na região Metropolitana de São Paulo. Além disso, a pavimentação da estrada que liga Ibiúna a Juquitiba irá melhorar a ligação entre o Carmo Messias e o Verava, além de facilitar o acesso à Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), que é fundamental para acessar o litoral sul de São Paulo, bem como outros Estados do Sul do país. “Com esse asfalto, ainda vamos encurtar o trajeto da EM BUSCA DE RECURSOS Carlinhos disse que vai até as últimas consequências para devolver o direito do povo poder visitar à represa mento para a Prefeitura (Ofício GP Nº 134) solicitando esclarecimentos e pedindo providências com relação a portaria instalada no acesso à Prainha do Escritório. No último dia 15, o Prefeito Fábio Bello (PMDB) enviou a resposta à Câmara Municipal informando o seguinte: “Em atenção ao Ofício GPC Nº 134/2015, datado de 1º de abril de 2015 de autoria do Nobre Vereador Carlos Roberto Marques Júnior e subscrito pelos demais edis, esclarecemos que a referida portaria foi implantada pelas leis 385/97; 467/98 e 856/03, que foram revogadas pela Lei 1.240/07 e que a Prefeitura está tomando as devidas providências. Sem mais...” diz o documento. “Ou seja, a Lei foi revogada e aquela portaria está totalmente irregular. Qualquer cidadão, seja com carro de qualquer cidade pode entrar lá e desfrutar do local. A Prefeitura tem que tomar uma atitude mais enérgica quanto a isso”, cobrou Carlinhos. Placa do Estado Após o requerimento de Carlinhos e de uma reportagem do Jornal do Povo informando que o vereador quer reabrir o local para o público, o proprietário do local instalou uma placa com o Símbolo do Governo do Estado, dizendo que o local é uma Área de Proteção Ambiental (APA) e por isso tem o acesso restrito. “Isso é outro absurdo, uma vez que o Estado não tem competência para isso, pois se trata de uma Estrada Municipal. Acredito que foi mais uma tentativa de intimidação, que também será levada ao conhecimento do Ministério Público. Vamos até as últimas consequências e reabriremos esta portaria”, finalizou o vereador Carlinhos. Vereador apresentou as reivindicações no Congresso dos Municípios população de Ibiúna e municípios vizinhos, bem como usuários das Rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares, até a BR-116, desafogando o trânsito na SP-79, que liga Tapiraí à Juquiá, que é uma rodovia bastante perigosa, de pista simples e com bastante tráfico de caminhões, deslizamento de encostas e outros problemas”, justificou o vereador. Já o recapeamento da Estrada do Verava, num trecho de 25 km, se faz necessário porque a mesma dá acesso a mais de dez bairros, vários pontos turísticos e serve para o escoamento da produção agrícola da região. Entretanto, encontra-se totalmente destruída, com diversos buracos que dificultam bastante o tráfico no local, causando muito incômodo e prejuízos para os moradores, empresários e visitantes. Com as obras do Sistema São Lourenço, aumento bastante o tráfico de caminhões, máquinas e outros veículos pesados na via, o que comprometeu ainda mais o já danificado asfalto da referida via. Ambas as reivindicações serão analisadas para serem incluídas no cronograma de obras do Departamento de Estrada e Rodagem – DER de São Paulo. Onça estaria causando pânico na região do Verava Parece história de 1º de abril, mas é verdade: uma onça parda estaria causando medo e prejuízos a moradores e visitantes da região do Verava, zona rural de Ibiúna. De acordo com testemunhas, o felino já teria devorado dois potros, diversos carneiros e outros animais de várias propriedades da região. Alguns trabalhadores que estão realizando os serviços da obra que irá levar água da Cachoeira da França à Grande São Paulo (Sistema Produtor São Lourenço) estão perdendo o sono com medo do bicho, já que muitos estão dormindo em alojamentos no bairro e já teriam se deparado com o animal. Um grupo de moradores está saindo a caça do invasor. Mas a onça parda é um animal ameaçado de extinção e a sua captura pode gerar problemas com a Polícia Militar Ambiental e outros órgãos de proteção dos animais. A onça parda é um dos felinos que estava na lista de extinção, devido à perda do seu habitat natural, mas que agora vem se recompondo. Útil no controle populacional de predadores de menor porte, a onça come cobras, aves, tatus, pacas, cutias, capivaras e roedores menores. Os principais procedimentos, se você cruzar com uma onça no seu caminho, são: 1 - Ela raramente vai ao seu encontro, deixe o animal seguir seu caminho; 2 - Se ela se aproximar: nada de pânico. Não provoque, procure se afastar lentamente; 3 - Se encontrar uma ninhada ou filhotes não pense em pegar, avise a Polícia Militar Ambiental ou o Corpo de Bombeiros; 4 - Filhotes andando sozinhos, geralmente significa a mãe por perto, não brinque; 5 - E se você topar com uma onça na cidade? Ela vai fugir e entrar em quintais ou locais para se esconder. Nada da tentação de fotografar ou filmar. Chame o corpo de bombeiros. PARECE MENTIRA MAS NÃO É Portaria em plena Estrada Municipal restringe acesso de munícipes à Prainha do Escritório Homem é espancado durante assalto na Estrada da Vargem Na noite da última sexta-feira (17), um homem foi assaltado e espancado na Estrada da Vargem do Salto, em Ibiúna. De acordo com a polícia, a vítima foi encontrada por populares caída à beira da via, com diversos ferimentos. O homem foi levado para o Hospital Municipal de Ibiúna com uma fratura exposta na perna esquerda, fratura nas mãos e escoriações no rosto. Ele permanece em observação. A vítima afirmou ao site São Roque Notícias que vários indivíduos desconhecidos o atacaram, roubaram seu carro e R$ 1.400. Durante a ação, os bandidos o agrediram e ele desmaiou. O delegado titular de Ibiúna, José de Arruda Madureira, acompanhou o caso, que foi registrado no Plantão Policial da cidade. Um inquérito foi aberto e a Polícia Civil vai investigar a autoria do crime. Quem tiver alguma informação que possa ajudar nas investigações pode ligar no disk-denúncia 181 ou 190. Ambas as ligações são gratuitas e não precisa se identificar. CRUELDADE

[close]

p. 4

4 Opinião EDITORIAL QUINTA-FEIRA, 30 DE ABRIL DE 2015 Terremotos no Nepal e furações em Santa Catarina são rante os órgãos de defesa dos direitos humanos, que no Brasil algumas das tragédias que abalaram o mundo nos últimos se tornou um escudo de criminosos e baderneiros. dias. Enquanto o planeta enfrenta catástrofes naturais que asInfelizmente, a maioria dos nossos políticos está preocusombram toda população, nós ibiunenses temos a dádiva de pada apenas na reeleição e se furta ao dever de tomar atitudes, vivermos em um verdadeiro paraíso natural, com água em muitas vezes, antipopulares, para se colocar ordem nas coisas. abundância, terra fértil e clima agradável. Porém, apesar dis- Um exemplo é a Lei Seca, que apesar de estar em vigor é pouso, ainda sofremos com a falta de infraestrutura e desenvolvi- co aplicada na cidade, ou mesmo a Lei do Silêncio, que não são mento, que são os principais causadores do desemprego, da cumpridas porque há um lob de comerciantes e até mesmo arprecariedade do sistema público de saúde, das estradas destru- ruaceiros irresponsáveis que insistem em desrespeitar as normas ídas e da falta de esperança da população em dias melhores. e contribuir com a criminalização de nossos jovens. E se o PoInfelizmente, já ficou mais que comprovado que, apesar da ge- der Executivo é mais rigoroso nessa fiscalização, se torna uma nerosidade de nosso Criador com esta terra abençoada, somos medida impopular. Neste sentido, aqui em Ibiúna, nem mesmo vítimas da catástrofe política que se tornou a Zona Azul funciona corretamente. É incríA maioria dos nosso município, principalmente nos últivel, em qualquer cidade que se vá, todos panossos políticos mos anos. A tragédia política devastou Ibiúgam Zona Azul para estacionar, mas se está está preocupada na e ainda sofremos as tristes consequências aqui em Ibiúna e é multado por não utilizar o apenas na reeleição cartão, já vira uma reclamação geral dizendo deste momento assombroso. e se furta ao dever que a prefeitura só serve para multar etc. EnA falta de políticas publicas eficientes em de tomar atitudes, vários setores, principalmente em educação e tretanto, chegam a pagar mais de R$ 10 para cultura, tem gerado uma revolta muito granestacionarem em uma praia de outra cidade muitas vezes, de e perigosa na faixa etária mais sensível antipopulares, para e não reclamam. Todos querem se dar bem, psicologicamente aos problemas enfrentados mas não olham no próprio umbigo. se colocar ordem pela sociedade ibiunense, que são os jovens, A reconstrução de nossa cidade após nas coisas entre 10 e 25 anos. Sem esperança de dias essa tragédia social, só será possível com melhores, apesar de vivermos em um paraíuma mudança radical na maneira de enso, estamos perdendo nossa juventude para frentarmos tais problemas e de pensarmos. a tragédia do desânimo, da frágil autoestima e do pessimismo. É preciso fechar o cerco para a coisa errada. A começar pela Essa catástrofe social fica clara ao darmos uma volta na Praça política e pelas coisas simples. Temos que eliminar os maus da Matriz e nos depararmos com nossos jovens perdidos a pró- políticos e dar oportunidade para aqueles que podem fazer pria sorte, embalados pelo álcool, drogas, prostituição e outros algo melhor. Pisou na bola, tá fora, nunca mais pode governar malefícios causados pelos “modismos” de cultura vulgar, que ma- nem o condomínio onde mora. E esse rigor na escolha, denipula e banaliza um dos principais pilares de nossa sociedade, pende de nós. A partir de uma revolução nas urnas é que poque é a família. São adolescentes morrendo todos os dias para este deremos exigir políticas públicas mais sólidas para salvarmos mundo perverso da poesia triste, que se torna um hino do mundo essa juventude e criarmos um futuro mais promissor para os do crime, através de seus bordões manipuladores da ostentação, nossos filhos e demais gerações. Temos que escolher e apoiar as ações de alguém que vai dar um basta no que se apoderam da ausência do Estado, para esconderem ideais que está errado, mesmo que este “basta” de facções do crime organizado. São garotas 12, 11 e até 10 anos tenha que ser uma escolha que vá desaassassinando sua inocência no batidão do funk sem noção, que gradar à alguns. Alguém com personavulgariza a mulher e faz apologia a tudo que não presta. lidade, que não governe para se manter Logo a nossa praça, da matriz ou do fórum, que eram para no poder, mas sim para fazer o melhor serem locais de encontros familiares ou até mesmo daquela para o povo que o elegeu. Só assim paquera inocente, virou fumódramo, ponto de tráfico e palconstruiremos um futuro melhor co de dança perversa para jovens revoltados e desvirtuados, e resgataremos nossos jovens dos como você poderá acompanhar nesta edição. Nossas autoriescombros desta tragédia social. dades assistem de camarote à tragédia diária de nossa cidade, Uma ótima leitura a todos e até a fazendo vistas grossas aos mais desvairados abusos, como o próxima. comércio de bebidas alcóolicas para menores, crianças na rua até avançadas horas e a limitação de poder da força pública pe- Tiago Albertim - é Jornalista e editor Chefe do Jornal do Povo Uma catástrofe social EDITAIS f TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 2ª VARA2ª VARAPRAÇA MONSENHOR ANTÔNIO PEPE, 022ª VARA2ª VARA2ª VARA2ª VARACOMARCA DE IBIÚNA FORO DE IBIÚNA 2ª VARA Praça Monsenhor Antônio Pepe, 02, Centro - CEP 18150-000, Fone: (15) 3241-2500, Ibiuna-SP - E-mail: ibiuna2@tjsp.jus.br Horário de Atendimento ao Público: das 12h30min às 19h00min EDITAL DE CITAÇÃO Processo Físico nº: Classe – Assunto: Requerente: 0005025-42.2012.8.26.0238 - Controle 1354/12 Usucapião - Usucapião Extraordinária Jose Leandro dos Reis Macedo “Saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador, salvará da morte uma alma e cobrirá uma multidão de pecados.” (Tiago, 5:20) Os resultados do bem ou do mal que fazemos nunca se limitam apenas ao que podemos observar. Pela força do exemplo, nossa influência se faz sentir muito além de nosso círculo imediato. É como quando, ainda crianças, brincávamos de atirar pedras num lago: as ondas que se formam partindo do ponto de impacto se espalham para cada vez mais longe, até não sermos mais capazes de percebe-las. Mas elas estão lá, seguindo cada vez mais longe. Da mesma forma com nossos atos. Quem faz algo de mal, além do ato em si, gera uma série de consequências infelizes. Serve de mau exemplo aos irmãos ainda ignorantes, fazendo com que se sintam justificados em errar também. Dá combustível ao azedume dos pessimistas, que se endurecem mais em sua opinião negativa sobre a humanidade. Ao homem que estava em vias de se corrigir de seus defeitos, acaba trazendo o desânimo que o faz parar de tentar melhorar. Cria mais obstáculos aos missionários do bem que tentam auxiliar os sofredores e os desamparados. Enfim, um único gesto impensado acaba tornando-se um foco de indisciplina, revolta, má vontade; além do erro em si, gera uma corrente negativa de outros erros, crescendo e se espalhando sabe Deus até onde. Claro, o oposto também é verdadeiro. Pelo exemplo do bem, muita gente que ainda vive em ignorância começa a sentir o desejo de melhorar, ou pelo menos a vergonha de prosseguir no erro. O ato de bondade começa a quebrar a casca de escuridão que cobre os olhos do pessimista, e pouco a pouco vai restaurando sua fé em seus semelhantes. Àquele que está se esforçando para se melhorar, o gesto iluminado dá mais força e segurança; ele percebe que não é o único que está tentando fazer-se melhor, que não está lutando sozinho contra a tendência geral da sociedade. Toda atitude voltada para o bem abre portas e cria caminhos para que os mensageiros de Mais Alto cheguem mais facilmente aos que necessitam de amparo e socorro. Assim, da mesma forma que o erro arrasta em torno de si um cortejo de sombras, a vontade de acertar atrai gratidão, alegria, esperança e otimismo, e se espalha cada vez mais, alcançando muito mais longe do que qualquer um de nós pode prever. Nada é mais forte do que o exemplo individual. Não devemos esperar que as mudanças que desejamos no mundo venham de fora: de líderes religiosos ou políticos, de cientistas, militares ou o que seja. Devemos causá-las nós mesmos, através de nossos atos cotidianos. Cada pequena coisa certa que fizermos pode fazer toda a diferença, fazendo despertar em alguém uma fagulha de luz, um primeiro vislumbre de uma vida melhor. É como disse o apóstolo Tiago: a conversão de uma única alma da escuridão para a luz pode ser o começo da salvação para muitos, muitos mais... Efeito Dominó MOMENTO DE REFLEXÃO (baseado no livro “Vinha de Luz”, de Francisco Cândido Xavier). 2ª Vara - EDITAL DE CITAÇÃO – PRAZO DE 20 DIAS, expedido nos autos da Ação de Usucapião, PROCESSO Nº 0005025-42.2012.8.26.0238. A MMª. Juíza de Direito da 2ª Vara, do Foro de Ibiúna, Estado de São Paulo, Dra. Paula da Rocha e Silva Formoso, na forma da Lei, etc. FAZ SABER a(s) terceiro(s) interessado(s) incerto(s) e desconhecidos(s), qual(is) se encontra(m) em local incerto e não sabido, bem como seu cônjuge(s), se casado(s) for(em), confrontante(s) e aos eventuais interessados que, neste Juízo de Direito, situado na Praça Monsenhor Antonio Pepe, nº 2, Centro, CEP 18150-000, Ibiúna/SP, telefone (15) 3241-2500, tramitam os autos da Ação de Usucapião Extraordinária, sob o nº 0005025-42.2012.8.26.0238, proposta por José Leandro dos Reis Macedo, do imóvel assim descrito: Chácara Primavera, sendo, Gleba A: localizado na divisa da Estrada Municipal IBN-139 com gleba de Terras de título de posse de Mario Natan Milani, desde, segue confrontando com a Estrada Municipal IBN-139, propriedade da Prefeitura Municipal de Ibiúna, a 4 metros do seu eixo, desde, segue confrontando com a gleba de terra a título de posse de Elísio Rodrigues de Souza, desde, segue pela margem esquerda do córrego sem denominação de jusante para montante, confrontando pela margem direita do Sítio Wera, matrícula 19.909 do Cartório de Registro de Imóveis de Ibiúna, propriedade de Anésio Ferreira Guimarães e s/m Maria das Neves Guimarães, desde, segue confrontando com a gleba de terra de terra de título de posse de Mario Natan Milani, com área de 0,3788 ha e perímetro 267,87m e Gleba B: localizado na divisa da gleba de terra a título de posse de Elísio Rodrigues de Souza, desde, segue confrontando com a gleba de terra a título de posse de Mário Natan Milani, deste, segue confrontando com o Sítio Azes, propriedade de Mary Stela Tonetti Martins e outros, com área de 0,5401 ha e perímetro de 323,00m, que conforme certidões expedidas pelos Cartórios de Registro de Imóveis de Ibiúna e São Roque, com base no indicador real e pessoal não existe transcrição, registro ou matrícula do referido imóvel, tanto em nome do promovente, quanto dos seus antecessores, ou ainda, em nome de quem quer que seja, ficando o(s) mesmo(s) citado(s) para responder à ação, querendo, no prazo de 15 (quinze) dias, contados do transcurso do prazo deste edital. Advertência: não sendo contestada a ação no prazo marcado presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art. 285. c/c art. 319 do CPC). E para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, será o presente afixado e publicado na forma da Lei. NADA MAIS. Dado e passado nesta cidade de Ibiuna, aos 04 de fevereiro de 2015. Carlos Augusto - é espirita e palestrante do Centro Espírita Bezerra de Menezes, em Ibiúna A Associação dos Proprietários do Rest Center Cocais, na pessoa de seu PresiCONFORME IMPRESSÃO À MARGEM DIREITA dente e Membros da Diretoria, convoca todos os senhores proprietários a participarem da ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA do dia 23 de maio de 2015, sábado, com início em primeira chamada às 13:30h e em segunda e última chamada com qualquer número de presentes, às 14:00h, em sua sede social, situada à Estrada Municipal Tsuneichi Ywatta, s/no. – Ibiúna - São Paulo, para deliberar sobre a seguinte Ordem do Dia: 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS; 2. APROVAÇÃO DE CONTAS DO PERÍODO DE SETEMBRO DE 2014 A ABRIL DE 2015; 3. APROVAÇÃO DE REAJUSTE/AUMENTO DA TAXA DE MANUTENÇÃO; 4. APROVAÇÃO DE REAJUSTE/AUMENTO DA TAXA DE FUNDO DE OBRAS - LOTEAMENTO; 5. ALTERAÇÃO DO ESTATUTO SOCIAL - ARTIGO 28 - § 2°, CONSISTINDO, BASICAMENTE, EM: 5.1 - APROVAÇÃO DE EXCLUSÃO DA COBRANÇA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS EXTRAJUDICIAIS (10%) E JUDICIAIS (20%); 5.2 - APROVAÇÃO DE INCLUSÃO DE DEVEDORES - INADIMPLENTES - NOS ÓRGÃOS DE PROTEÇAO AO CRÉDITO E PROTESTO DOS BOLETOS TÍTULOS; 6. ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO INTERNO: 6.1 - ARTIGO 3° - ALTERAÇÃO; 6.2 - ARTIGO 5° - ALTERAÇÃ: ALTERAÇÃO DO PARÁGRAFO 5°; 6.3 - ARTIGO 10° - ALTERAÇÃO; 6.4 - ARTIGO 26 - ALTERAÇÃO: INCLUSÃO DE PARÁGRAFO ÚNICO; 6.5 - ARTIGO 35 - ALTERAÇÃO E INCLUSÃO DO PARÁGRAFO 2°; 6.6 - ARTIGO 39 - ALTERAÇÃO: INCLUSÃO DE PARÁGRAFOS 1° E 2°; 6.7 - ARTIGO 53 - ALTERAÇÃO: INCLUSÃO DE PARÁGRAFO ÚNICO; 6.8 - ARTIGO 55 - ALTERAÇÃO NO PARÁGRAFO 2°; 7. ASSUNTOS DE INTERESSE GERAL - NÃO DELIBERATIVO Lembramos da importância do comparecimento dos Associados, pois as decisões tomadas nas Assembléias deverão ser cumpridas por todos, incluindo os ausentes, exceto nos assuntos que necessitem de quorum especial. Assuntos não pertinentes à pauta não serão discutidos, para o bom andamento dos trabalhos. Certos de podermos contar com seu comparecimento Atenciosamente NERINO GALVANI JÚNIOR DIRETOR-PRESIDENTE Ibiúna, 23 de ABRIL de 2015 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE NOS TERMOS DA LEI 11.419/2006, ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO Aderir ao Simples. Vale a pena? A universalização do Simples Nacional, regime que facilita o recolhimento de tributos pelas empresas, registrou cerca de 500 mil novas adesões este ano, aumento de 125% em relação a 2014, segundo a Secretaria da Micro e Pequena Empresa. O órgão esperava número menor, de 420 mil, e atribuiu a expressiva procura à chamada universalização do sistema. A mudança permitiu a inclusão de 142 atividades do setor de serviços, contemplando médicos, dentistas, advogados, arquitetos, entre outros. Mas como fazer para participar? Vale a pena em todos os casos? Desde 1º de janeiro, o único critério para aderir ao Simples é o faturamento, limitado a R$ 3,6 milhões anuais. As empresas tiveram até 30 de janeiro para migrar e os 500 mil entrantes informados pela Secretaria foram registrados ao fim daquele mês. Quem perdeu o prazo só terá nova possibilidade em janeiro de 2016. Para negócios em início de atividade, a opção pelo Simples obedece a outro procedimento. Após fazer a inscrição no CNPJ, a empresa deve se regularizar nos âmbitos estadual e municipal. Terá 30 dias (contados do último deferimento, seja estadual ou municipal) para se enquadrar no sistema, desde que tenha tirado CNPJ a menos de 180 dias. O processo é realizado pela internet no portal do Simples Nacional (www8. receita.fazenda.gov.br). Feito isso, o pagamento dos tributos ocorre por meio do PGDAS-D, aplicativo disponível no portal, que calcula os impostos mensais e permite gerar a guia de recolhimento. O vencimento é sempre no dia 20 do mês seguinte. Outro dever do empreendedor é a Defis, declaração fornecida à Receita Federal. Para quem entrou no Simples em 2015, a data limite é 31 de março de 2016. Que o Simples elimina a burocracia não há dúvida. Ele reúne em um boleto o pagamento de oito impostos. Mas para as novas categorias nem sempre a conta fica menor. Tudo depende de uma análise que cruza faturamento e folha de pagamento. Vejamos um dentista que fatura R$ 180 mil ao ano e tem funcionários. Nesse caso, será vantajoso optar pelo Simples tendo como carga tributária uma alíquota de 16,93%, enquanto que no Lucro Presumido a alíquota seria de 20,03%. Porém, caso a empresa não tenha funcionários será melhor o Lucro Presumido com tributação de 13,33%. Antes de decidir, faça as contas e veja o que é melhor. Escolher o regime tributário errado é jogar dinheiro fora. ESPAÇO DO EMPREENDEDOR Uma publicação de Jornal do Povo de Ibiúna e Região Ltda CNPJ: 11.059.287/0001-41 - Inscrição Municipal Nº 8402 Redação e Administração: R. Zico Soares, Nº 100, 2º andar - Centro de Ibiúna-SP - CEP: 18.150-000 Editor Chefe: Tiago Albertim Jornalista Responsável: Tiago Albertim - MTB 47.482 Reportagens: Tiago Albertim Arte: André Mendes Diagramação: Tiago Albertim Contato Publicitário: Marcos Américo (15) 99782-6772 Tiragem: 7 mil exemplares Circulação: Ibiúna e Piedade Dimensão da pág.: 53,0 x 29,7 - página de 6 col. de 4,2 cm As matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e o JP se dá ao direito de não devolver os originais de artigos, opiniões, matérias e fotos de divulgação. EXPEDIENTE JORNAL DO POVO ESPECIFICAÇÕES www.jpibiuna.com.br redacao@jpibiuna.com.br (15) 3241-5577 FONE: EMAIL: Bruno Caetano - é diretor superintendente do Sebrae-SP

[close]

p. 5

Empresa vai pedir autorização da Aneel para ampliar em 36% a captação de água da Represa da Cachoeira da França, em Ibiúna A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) quer ampliar em 36% a captação de água prevista no futuro Sistema São Lourenço, em construção há um ano na região do Verava, em Ibiúna, para tirar mais 500 mil pessoas da área de cobertura do Cantareira. A conclusão da obra está prevista para outubro de 2017 e é vista como mais uma alternativa para ajudar a recuperar o manancial. A estatal já fez pedido aos órgãos reguladores estadual e federal para aumentar a outorga que libera a retirada de água do São Lourenço dos atuais 4,7 mil litros por segundo para 6,4 mil l/s e, assim, conseguir levar a água captada na Represa Cachoeira do França, até o município de Osasco, que hoje ainda é abastecido parcialmente pelo Cantareira. Pela proposta original, a obra orçada em R$ 2,2 bilhões e executada por meio de Parceria Público-Privada (PPP), vai atender 1,5 milhão de pessoas em sete cidades da zona oeste da Grande São Paulo: Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista. “Com esse acréscimo daria para chegar até Osasco e atender mais 500 mil pessoas”, diz Silvio Leifert, superintendente de Gestão de Empreendimentos da Sabesp. Cálculos feitos pela companhia mostram que, se o plano der certo, será possível reduzir em mais 5,3 mil l/s a vazão do Cantareira para a Grande São Paulo, volume equivalente a 38% do que a Sabesp produz hoje no manancial e suficiente para abastecer cerca de 1,6 milhão de pessoas. Essa água poderia ser remanejada para outras regiões ou mantida nas represas para ajudar na recuperação do manancial. Os sistemas Alto e Baixo Cotia e Guarapiranga também serão beneficiados. A medida, contudo, abre uma nova frente de disputa do governo Geraldo Alck- Sabesp quer tirar água de Ibiúna para socorrer o “Cantareira” CONVOCAÇÃO Graças a articulação dos líderes de Governo, vereadores Devanil Candido de Andrade (PMDB) e Odir Bastos (PSC), além do presidente da Câmara Municipal de Ibiúna, Dr. Rodrigo de Lima (PC do B), foi aprovada no mês passado um projeto que regulariza a Licitação (concorrência pública) para concessão de transporte público no município. Uma das condições que os parlamentares exigiram para que o projeto fosse aprovado, foi a realização de uma Audiência Pública, com a efetiva participação da população para realização de tal concorrência, o que foi atendida pela administração municipal, que marcou a reunião aberta ao público no próximo dia 7 de maio, às 19 horas, na Câmara Municipal. Todos estão convidados a participar deste ato de cidadania, onde será discutido o destino do transporte público municipal pelos próximos 20 anos. “Esta Lei foi um passo importante que demos em di- QUINTA-FEIRA, 30 DE ABRIL DE 2015 Cidades 5 Audiência Pública sobre transporte Intenção é aumentar a captação de água da Cachoeira da França para levar para SP min (PSDB) por água. Agora, com a empresa Votorantim Energia, que também usa a mesma represa em Ibiúna para gerar energia para a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA). Ocorre que a concessão feita pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) à usina da Votorantim e que prevê o direito de reversão de até 4,7 mil l/s de água do reservatório para abastecimento público vence em junho de 2016. “Como a gente só vai operar o sistema após a nova concessão, nós já pedimos à Aneel, por meio do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica de São Paulo), que no próximo período conste que 6,4 (mil l/s) sejam destinados para abastecimento público. Assim, ela (Votorantim) já sabe que o potencial energético será menor”, disse Leifert. Procurada pela reportagem, a Votorantim não comentou as declarações. O superintendente da Sabesp explica que para aumentar a produção do São Lourenço não será preciso ampliar a construção, mas apenas operar o sistema durante 24 horas por dia. No projeto original, a vazão de 4,7 mil l/s seria produzida durante 19 horas, sendo paralisada no horário de pico, entre 17h a 22h, porque nesse período a tarifa de energia é mais cara para o setor. A Obra Sétimo grande manancial a atender a Grande São Paulo, o São Lourenço é a primeira obra desse porte em mais de 20 anos. O último sistema de abastecimento construído pelo governo foi o Alto Tietê, em 1993. A nova construção teve início no dia 10 de abril de 2014, após dois anos de atraso. Segundo a Sabesp, hoje são 14 frentes de obras para executar uma estação de tratamento de água, que ficará em Vargem Grande, estações de bombeamento, reservatórios e 83 km de adutoras, das quais 2,1 km foram concluídas. “A gente sabe que é uma meta desafiadora, mas o objetivo é realmente concluir as obras no final de outubro de 2017”, disse Leifert. Com a longa estiagem no Cantareira, a obra que parecia ser uma solução a longo prazo para a região metropolitana vai ganhando cada vez mais importância. Nos estudos feitos pela Sabesp em 2008 para a construção do São Lourenço, previa-se que o novo sistema garantiria a segurança hídrica da Grande São Paulo por 15 anos. Com a crise, porém, as estimativas foram superadas e agora o governo corre contra o tempo para buscar outras fontes de abastecimento, como a ligação da Represa Billings com o Alto Tietê, prevista para este ano, e a transposição da Bacia do Rio Paraíba do Sul para o Cantareira, para 2016. reção à tão sonhada melhora no transporte público urbano e rural, com a garantia de ônibus novos, acessibilidade, itinerários e horários de acordo com as necessidades do povo, tarifa justa e até a manutenção dos pontos de ônibus, que foi colocada sob a responsabilidade da empresa que ganhar a concessão, graças a uma emenda do vereador Odir”, defendeu Dr. Rodrigo. O vereador Odir agradeceu o apoio e todos que aprovaram tanto o projeto, quanto a emenda de sua autoria, que obriga que a empresa que ganhar a licitação seja responsável pela manutenção dos pontos de ônibus existentes no município. “Queremos melhorar a qualidade de vida de nossa população, oferecendo um transporte público de qualidade e a um preço justo. Este é mais um marco na história de Ibiúna, pois nunca foi dada a oportunidade de o povo opinar num assunto de extrema relevância”, destacou Odir. CLASSIFICADOS JP COMPRA - VENDE- TROCA E NEGOCIA CASA - CARRO - IMÓVEIS E MUITO MAIS! mento bancário. Confira pessoalmente imóvel particular. Tratar no fone: (15) 996358355. CASAS & COMÉRCIOS A VENDA Vende-se casa no Res. Europa, 250m², na Rua Belgrado 21, sala, Coz, 1 quarto e lavanderia. Valor: R$ 130 mil. Doc. Ok. Tratar com Santos no fone: (11) 99674-4345. -------------------------------Vendo um terreno com duas casas geminadas, sala,cozinha,quarto, banheiro, área de serviços,e garagem, cada uma, com portão automatizado e toda murada, no bairro Jardim Nova Ibiúna. Valor R$ 120 mil. Tratar com Sr. Oliveira nos fones (15) 32411300 e (15) 99714-1102. ------------------------------Vende-se casa em ótima localização, próx. ao Centro, c/ 2 dorm. (1 suíte), vaga 1 carro. Aceito propostas. Tratar nos fones: (15) 99741-8781 ou 3241-5186. -------------------------------Vede-se sobrado a 1,5 km do centro, sendo 1 quarto, 1 suíte, 1 banheiro social, coz., 2 lavanderias, 2 garagens, quintal, gramado, aceita financia- CHÁCARAS & TERRENOS A VENDA Vende-se sítio no bairro Verava - Ibiúna – SP, com área de 6 hectares. Tratar com Ivone no fone: 97396-6602. ----------------------------------Vende-se chácara de 13.200m², casa 3 dorms, sala, coz, 2 banheiros, salão p/ deposito, pomar, área p plantas com tanque de irrigação. Ótimo local, prox. do asfalto-troca por imóvel no Residencial Europa. Valor R$ 280 mil. Tratar C/ Manhães - CRECI nº 114656. Contato (15) 3249-1442 ou 997085397. ----------------------------------Vendo Linda Chácara – Cond. Fechado 2.250m² 3 suítes, 2 dorms, sala, 2 banheiro, piscina, churrasqueira, campo, Pomar, sauna etc. ótima vista. 480 mil. Doc. OK. .Tratar C/ Manhães - CRECI nº 114656. Contato (15) 3249-1442 ou 99708-5397. ----------------------------------Terreno – 1.750m² lugar alto com vista. Ótimo p/ Galpões, estufas, Materiais p/ Construção e outros. Fica na Principal KM 63 600mts, da Rodovia – Energia Trifásica. Valor: R$ 98 mil. Tratar C/ Manhães - CRECI nº 114656. Contato (15) 3249-1442 ou 99708-5397. ----------------------------------Vendo Terreno 33 mil m² próximo da Rodovia, C/ 2 casas, Cachoeira, casa p/ peão, pasto, rio nos fundos, ótimo para criador de vacas, cavalo e outros R$ 520 mil. Tratar C/ Manhães - CRECI nº 114656. Contato (15) 3249-1442 ou 99708-5397. ----------------------------------- ANÚNCIOS A PARTIR DE R$ 10,00 veis para eventos em geral, sendo: 1 Tobogã 7c x 5 larg x 6 alt; 1- Futebol de Sabão de 14x7 mts; 3 Camas Elásticas de 4,30 mts circunferencia, 2 castelos inflaveis 3x3 mts e duas piscinas de bolinha de 2x2 mts. Valor total 18 mil. Aceito carro no valor. Tratar no fone: (15) 99717-8663. COMPRA & VENDA Vende-se CG Fan 125 ano 2014 com apenas 70 km rodados (partida elétrica). Veículo exposto na Ibiúna Veículos a Rua José Juni 180, Centro - Ibiúna. Fone: (15) 3248-3209. --------------------------------Vende-se Palio 2006, motor 1.0 flex, ar condicionado, direção etc. Tratar no fone: (15) 99713-9456. --------------------------------Vende-se um Fiat Strada Fire, 1.4, ano 2010, flex. Valor R$ 20 mil. Tratar no fone: (15) 99714-3841. VEÍCULOS CASAS & COMÉRCIOS ALUGAM-SE Aluga-se casa na Av. São sebastião, N 40° Fundos, com 4 quartos, 2 salas, garagem p/ 2 carros e chusrrasqueira. Valor R$ 1.200. Tratar no fone: (15) 99764-5278. ----------------------------------Aluga-se quitinetes e salões comerciais no centro de Ibiúna. Tratar nos fones: (15) 3248-1050 ou 99763-6248. OFERTA & PROCURA Família oferece moradia, luz e água gratuíta para aposentada ou casal de aposentados. Local: Vila Darci Penteado, a 4 km da Rod. Raposo Tavares, km 55 - Mailasque. Tratar com Ivana ou Afonso nos fones: (11) 4716-2194 ou (11) 5073-8770. --------------------------------Ibióticas precisa de Montador de Óculos. Paga-se bem! Interessados entrar em contato nos fones: (15) 3289-3571 ou 3241-2241 ou 3241 2241. EMPREGOS Vende-se loja de moda feminina no centro, na Rua Pinduca Soares, Nº 262, já montada, com estoque e acessórios. Tratar no fone: (15) 99720-7626. ----------------------------------Vendo brinquedos inflá- NEGÓCIOS DIVERSOS

[close]

p. 6

Contratar um bom profissional e planejar bastante o que se vai fazer são fundamentais Pensar em reformar a casa ou o apartamento muitas vezes vem acompanhado de dois sentimentos opostos: o entusiasmo em modificar os ambientes para melhor e a preocupação com os transtornos físicos e financeiros que as obras podem trazer. Para amenizar as dores de cabeça, arquitetos e engenheiros orientam que é preciso planejar bem todas as etapas do processo, o que evita surpresas, gastos desnecessários e garante o resultado desejado. A primeira dica é contratar um profissional, engenheiro civil ou arquiteto, para fazer o projeto de reforma, o cronograma físico-financeiro e acompanhar a execução das mudanças. O custo do profissional fica, em média, entre 10% a 20% do total da reforma, e que o investimento vale pela segurança e economia de materiais. Ele consegue indicar o que é possível fazer com os recursos financeiros que o proprietário dispõe, indicando quantidades corretas e a qualidade necessária para cada material, evitando a necessidade de correções futuras, como em tubulações e paredes. Também se estima que obras com acompanhamento de profissionais têm vida útil 50% maior do que as planejadas por leigos. Além do melhor custo-benefício, há uma exigência legal para a contratação de enexemplo, que podem precisar de substituição. Construções mais antigas têm uso ainda de manilhas na tubulação de esgoto, que podem precisar ser trocados por tubos de PVC e colocação de caixas de gordura. Se não há risco de desabamento e a estrutura não está comprometida, sempre vale mais a pena reformar do que demolir e reconstruir, principalmente do ponto de vista da sustentabilidade. Manutenção Para evitar a necessidade de grandes reformas e aumento da vida útil da estrutura do imóvel, os profissionais recomendam que seja realizada a manutenção preventiva periódica, prestando atenção também em sinais de possíveis comprometimentos na estrutura do imóvel, como fissuras e umidade nas paredes. Especialistas estimam que sejam necessários reparos a cada quatro anos, como verificação de vazamentos, consertos em telhados, limpeza e impermeabilização de calhas e renovação da pintura. Tudo também da qualidade dos materiais. Tem pintura que dura um ano, já com outras tintas há garantia de cinco anos. Outra dica para adiar reformas é a colocação de tijolos à vista na fachada, que pode durar 15 anos ou mais, pois aguenta melhor as intempéries. Realize uma reforma com menos transtornos Casa & Construção QUINTA-FEIRA, 30 DE ABRIL DE 2015 Passos essenciais durante uma reforma - Não compre tudo de uma vez: evite comprar um volume grande de materiais logo no começo das obras, pois a umidade pode estragar o cimento e a areia, por exemplo. Quanto a pisos, azulejos e outros itens de acabamento que ocupam espaço, o ideal é pedir para a loja entregar somente quando forem ser usados. - Sair ou não do imóvel: durante a reforma, sair do imóvel agiliza o processo e evita problemas de saúde dos moradores, assim como o trabalho de limpar todos os dias os ambientes. Se não for possível, a dica é isolar os cômodos com lonas ou papelão e fazer as mudanças por etapas. No caso de uma reforma na cozinha ou no único banheiro, se for o caso, a indicação é realmente deixar o local, até mesmo incluindo na planilha de custos o pagamento de aluguel de outro imóvel durante as obras. - Impermeabilizar paredes: áreas mais úmidas como cozinhas e banheiros, principalmente, devem receber impermeabilização antes da azulejar. - Troca de caixas d”água: se a intenção é substituir a caixa d”água por uma maior, é recomendado consultar um profissional para verificar a capacidade de sustentação do local onde será instalada. Isso porque há um limite de suporte de peso em cada local da casa. - Piso sobre piso: na colocação de novo piso, quando é preciso economizar e não é possível retirar o antigo, a dica é fazer recortes no que está por baixo para haver espaço de dilatação. Se isso não for feito, o piso de cima pode levantar ou apresentar trincas. - Instalação de ar condicionado: não é qualquer parede que pode receber um aparelho de ar condicionado. Se uma parede estrutural for quebrada, pode comprometer o imóvel. - Pinturas: na hora de escolher as tintas, um cuidado a ser tomado é escolher as antimofo e sem cheiro para quartos de crianças e idosos, pois a pintura comum solta odores com o tempo, mesmo após estar seca, e pode provocar alergias. Outra dica é que os pedreiros esperem o tempo de secagem de cada processo, como reboco, massa fina e gesso, antes de aplicar a tinta, para dar tempo de a umidade sair e evitar bolhas. - Móveis fixados nas paredes: é preciso cuidado ao fixar móveis nas paredes. O indicado é que um engenheiro ou arquiteto oriente onde os furos podem ser feitos para não atingir as tubulações. - Paredes de Drywall: o uso de estruturas mais leves como o drywall é indicado para paredes internas, que não precisam suportar muito peso. São mais leves, mais rápidas de serem colocadas, não prejudicam a estrutura do imóvel e podem ser retiradas com mais facilidade no futuro. DICAS ÚTEIS NA CONSTRUÇÃO Contratar uma empreiteira também pode ser uma boa opção genheiro ou arquiteto nas reformas que mexem na estrutura do imóvel, como paredes, ampliação de vãos como janelas e portas, telhado e fachada. Como prever o custo real O próximo passo é planejar bem o que será feito e seguir o projeto. Com tudo bem pensado, o orçamento fica mais próximo do custo real, evitando dores de cabeça com a parte financeira. É preciso ainda cuidado na escolha dos materiais, pois o barato pode sair caro, não atender as expectativas e ter durabilidade menor. Um dos problemas nessa fase muitas vezes é que os clientes não sabem o que querem. É primordial saber o que você quer da reforma, e isso é uma coisa que 90% das pessoas não sabem. Quem quer tudo, não quer nada. O proprietário precisa saber quanto tem em caixa para gastar e não ter vergonha de dizer isso ao arquiteto ou engenheiro na fase de projeto. É melhor dividir as obras em etapas, de acordo com os recursos disponíveis e modificações mais necessárias. Outra dica para evitar surpresas no orçamento e na execução das obras é contratar uma empreiteira, que pode ser uma microempresa do pedreiro. Buscar referências e o histórico do profissional também é essencial, assim como fazer um contrato assinado por ambas as partes, com uma cópia para cada, descrevendo os serviços contratados e valores, que devem ser pagos por etapa, de acordo com o que foi concluído. Mesmo com toda essa programação, é prudente reservar de 10% a 20% do valor total orçado para os imprevistos que podem aparecer. Essas surpresas podem aparecer no encanamento de água e esgoto ou na fiação elétrica, por Alberto Hatz Vidraçaria Alvorada

[close]

p. 7

Esta e mais 4 novas Unidades Básicas de Saúde estão sendo construídas graças a recursos conquistados pelo vereador Carlinhos junto ao Governo Federal Através de um recurso do Ministério da Saúde, conquistado pelo vereador Carlinhos Marques (PT) e o ex-prefeito Professor Eduardo (PT), a prefeitura está concluindo a Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vargem do Salto. As obras estão em ritmo acelerado, com pintura completa (interna e externa), faltando apenas o fechamento do terreno e rampa de acessibilidade. A construção da UBS foi obtida em 2013, através do Programa “Requalifica UBS”, do Governo Federal. A UBS da Vargem do Salto contará com consultórios, sala de atendimento em grupo, sala de vacina, sala de inalação, almoxarifado, entre outras repartições. Os serviços incluirão equipes do Programa de Saúde da Família (PSF), com médicos diários, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, farmacêutico, recepcionista e agentes comunitários de saúde. “Além desta UBS, na mesma viagem que fizemos à Brasília, conquistamos junto ao então Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, as UBSs dos Tavares, Lageadinho, Rosarial e Pintos. Agradeço ao empenho de todos que estão neste projeto e ao prefeito por ter dado continuidade a esta obra. Com certeza é uma benfeitoria importante para a nossa população”, declarou Carlinhos. A implantação da UBS na Vargem do Salto atenderá os munícipes de vários outros bairros próximos, como Salto, Saltinho, Samano, Itaguapeva, Dias e Lageado. Obras da nova UBS da Vargem do Salto estão em ritmo acelerado QUINTA-FEIRA, 30 DE ABRIL DE 2015 Cidades 7 jpibiuna.com.br ACESSE: UBS da Vargem do Salto está sendo construída no padrão determinado pelo Ministério da Saúde

[close]

p. 8

8 Publicidade QUINTA-FEIRA, 30 DE ABRIL DE 2015

[close]

Comments

no comments yet