Jornal Mural

 

Embed or link this publication

Description

Abril - Semana 023

Popular Pages


p. 1

CLIPPING Semana IV – 20 a 24 de abril de 2415 Criação de novos módulos para o e-SUS Hospitalar irá beneficiar a área de gestão dos hospitais O desenvolvimento de módulos voltados para o laboratório e área financeira dos hospitais irá contribuir para o fortalecimento da área de gestão O Departamento de Informática do SUS está trabalhando na ampliação do sistema eSUS Hospitalar com o objetivo de auxiliar a área de gestão dos hospitais a partir do desenvolvimento de dois novos módulos: laboratório e financeiro. Com a disponibilização dessas novas funcionalidades, os hospitais terão o apoio de novas ferramentas para auxiliar na área de gestão, aliadas aos módulos voltados à assistência, que são destinados ao gerenciamento da área médica. Hoje, já estão em funcionamento 21 módulos liberados para a utilização, como por exemplo os módulos de agendamento, internação, farmácia, almoxarifado, prontuário eletrônico, relatórios e indicadores de gestão, entre outros. Os hospitais que possuem o e-SUS Hospitalar instalado dispõem de todas essas ferramentas e as utilizam conforme as suas necessidades específicas. O software já está em funcionamento em 10 hospitais, sendo 6 federais e um municipal no Estado do Rio de Janeiro, um na cidade de Fortaleza/CE, um na cidade de Salvador/ BA e outro na cidade de Santo André/SP. Para auxiliar no desenvolvimento das novas funcionalidades e no atendimento às novas demandas, haverá um aumento na equipe de desenvolvimento, suporte e implantação. Fonte: Comunicação DATASUS Envie suas sugestões e críticas: datasus.comunicacao@saude.gov.br Departamento de Fomento e Comunicação (DIFOC) http://datasus.saude.gov.br

[close]

p. 2

FIQUE LIGADO Semana IV – 20 a 24 de abril de 2415 P Descoberta falha que pode afetar OS X e iOS esquisadores da Kaspersky Lab encontraram uma vulnerabilidade no núcleo de Darvin, sistema operacional desenvolvido pela Apple e componente central de código aberto dos OS X e do iOS. A falha, apelidada de ‘Darwin Nuke’, é explorada quando se processa um pacote IP de tamanho específico (igual ou inferior a 65 bytes) e com opções de IP inválidas. Invasores remotos podem iniciar um ataque DoS em um dispositivos com processadores de 64 bits e ios 8 enviando um pacote de rede incorreto ao alvo. Depois de processar o pacote, o sistema irá travar. “À primeira vista, é muito difícil de explorar este bug, já que as condições necessárias para que ele aconteça não são triviais. Porém, os cibercriminosos persistentes conseguem fazê-lo, dasabilitando dispositivos e até mesmo afetando a atividade de redes corporativas. Os roteadores e firewalls normalmente descartam pacotes com opções de tamanho inválidas, mas descobrimos várias combinações de opções de IP incorretas que conseguem passar pelos roteadores de Internet”, explica Anton Ivanov, Analista Sênior de Malware da Kaspersky Lab. Especialistas aconselham os usuários a atualizar os dispositivos com as versões OS X 10.10.3 e iOS 8.3 do software, que já não incluem a vulnerabilidade. Fonte: www.olhardigital.uol.com.br Você Sabia? A Central de Segurança da Informação e Comunicações (CSIC) é parte atuante no Comitê Gestor da Segurança da Informação, representando o Ministério da Saúde,no qual foi instituído com atribuição de assessorar a Secretaria-Executiva do Conselho de Defesa Nacional na consecução das diretrizes da Política de Segurança da Informação nos órgãos e nas entidades da Administração Pública Federal, bem como na avaliação e análise de assuntos relativos à Segurança da Informação e Comunicações. Você pode conferir mais informações Sobre a Segurança da Informação na página da Central de Segurança da Informação e Comunicações dentro do Portal DATASUS Envie suas sugestões e críticas: datasus.comunicacao@saude.gov.br Departamento de Fomento e Comunicação (DIFOC) http://datasus.saude.gov.br

[close]

p. 3

CLIPPING FIQUE ALTO ASTRAL LIGADO Semana IV – 20 a 24 de abril de 2415 Semana I – 3 a 9 de janeiro de 2013 Viver Envie suas sugestões e críticas: datasus.comunicacao@saude.gov.br Envie suas sugestões e críticas : comunicacao.saude@saude.gov.br Envie suas sugestões e críticas : comunicacao.saude@saude.gov.br Departamento de Fomento e Comunicação (DIFOC) http://datasus.saude.gov.br

[close]

p. 4

CLIPPING FICA A DICA Semana IV – 20 a 24 de abril de 2415 A 4 aplicativos para quem quer economizar energia elétrica bgq297) e custa US$ 0,99 (aproximadamente R$ 2,40). 4. ETIQUETA SUSTENTÁVEL - O aplicativo traz orientações de como as pessoas podem mudar seus hábitos e contribuir na redução dos impactos ambientais. São 50 dicas sobre uso da água, uso de energia elétrica, cidadania, reciclagem e consumo, cada uma delas com o nível de esforço necessário para realizá-las e o impacto que elas causam no meio ambiente. É gratuito e está disponível no sistema iOS (http://zip.net/blq2MG). Fonte: http://www.tecnologia.uol.com.br/noticias Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou no dia 7 o reajuste de até 32% em tarifas de energia nos Estados de Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba e Rio de Janeiro. Há, no entanto, alguns aplicativos que podem ajudar o consumidor a reduzir os impactos desse aumento no bolso. Veja: 1. NOSSA ENERGIA - Lançado pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos) em parceria com o Instituto Akatu, o app é gratuito e orienta os usuários em relação ao consumo eficiente da energia. A ferramenta oferece uma calculadora que identifica os gastos de acordo com os eletrodomésticos e o consumo da residência. Está disponível para aparelhos smartphones da versão Android (http://zip.net/bcq3gM). 2. CASA VIRTUAL - Desenvolvido pela Furnas Centrais Elétricas, o aplicativo simula o consumo de cada aparelho elétrico, aponta os mais gastões e identifica aqueles responsáveis por onerar a conta de luz. A ferramenta é gratuita e está disponível para o iOS (http:// zip.net/bcq3gP) e Android (http:// zip.net/bsq3yY). 3. GREEN OUTLET - Com o aplicativo, é possível ter um panorama do gasto energético de eletrodoméstico da casa e identificar qual deles podem ser substituídos ou mesmo usar com menos frequência. A ferramenta está disponível no sistema iOS (http://zip.net/ Envie suas sugestões e críticas: datasus.comunicacao@saude.gov.br Envie suas sugestões e críticas : comunicacao.saude@saude.gov.br Departamento de Fomento e Comunicação (DIFOC) http://datasus.saude.gov.br

[close]

p. 5

CLIPPING FICA PARE A E DICA PENSE Richard DeVos Empresário Norte-Americano Semana IV – 20 a 24 de abril de 2415 Semana I – 3 a 9 de janeiro de 2013 “A única coisa que separa um homem do que ele quer da vida normalmente é simplesmente a vontade de tentar aquilo e a fé para acreditar que aquilo é possível.” Envie suas sugestões e críticas: datasus.comunicacao@saude.gov.br Envie suas sugestões e críticas : comunicacao.saude@saude.gov.br Envie suas sugestões e críticas : comunicacao.saude@saude.gov.br Departamento de Fomento e Comunicação (DIFOC) http://datasus.saude.gov.br

[close]

p. 6

CLIPPING FICA ESPECIAL A DICA Semana IV – 20 a 24 de abril de 2415 Semana I – 3 a 9 de janeiro de 2013 O Saúde inicia processo de informatização em Caruaru/PE Para Maria Aparecida, os mais de 340 mil habitantes de Caruaru passarão a contar com um sistema ágil e seguro que auxilia no planejamento e na diminuição do trabalho por parte dos profissionais. “A informatização é reconhecidamente uma necessidade do Estado. O sistema permite que realizemos planejamento mais detalhado prezando pela qualidade dos dados”, diz. Giliate acredita que o apoio da equipe do DATASUS e a pareceria com os municípios são de fundamental importância para o Sistema Único de Saúde. “O software é essencial para facilitar e garantir a rapidez no atendimento ao cidadão. Além de democratizar a informação, o sistema facilita a tomada de decisões por parte dos gestores”, conclui. Fonte: Comunicação DATASUS Ministério da Saúde vai implantar o e-SUS Hospitalar, sistema do Departamento de Informática do SUS (DATASUS), no município de Caruaru, em Pernambuco. O processo de informatização foi debatido, na última quinta-feira (2), durante reunião com o diretor do DATASUS, Giliate Coelho, e a secretária de Saúde local, Maria Aparecida de Souza. Um dos objetivos do e-SUS é facilitar e contribuir com a organização do trabalho dos profissionais de saúde, elemento decisivo para a qualidade da atenção à saúde prestada à população. O software tem foco no Prontuário Eletrônico do Paciente e oferece ferramentas para geração de relatórios, formulários dinâmicos, agenda ambulatorial, sistema de classificação de risco, além de painel com indicadores de gestão. Envie suas sugestões e críticas: datasus.comunicacao@saude.gov.br Envie suas sugestões e críticas : comunicacao.saude@saude.gov.br Envie suas sugestões e críticas : comunicacao.saude@saude.gov.br Departamento de Fomento e Comunicação (DIFOC) http://datasus.saude.gov.br

[close]

p. 7

CLIPPING FICA BEM-ESTAR A DICA Semana IV – 20 a 24 de abril de 2415 Semana I – 3 a 9 de janeiro de 2013 Proteja-se da dengue: saiba como e quantas vezes aplicar repelente de inseto E m tempos de dengue se alastrando assustadoramente por todo o País, não basta apenas comprar o primeiro repelente que se vê na farmácia e aplicá-lo indiscriminadamente. Especialistas explicam que é necessário obedecer algumas regras para que a eficácia seja satisfatória e não aconteçam problemas maiores, como uma intoxicação. Repelente não é uma água insossa, mas um produto que, quando usado de maneira incorreta, pode causar efeitos colaterais. Crianças menores de dois anos devem passar longe dos repelentes de inseto, salvo recomendação expressa e orientação do pediatra. “A criança tem pouca defesa corpórea e uma pele que absorve mais. O uso de repelente abaixo de dois anos de idade pode causar complicações sistêmicas, neurológicas e pulmonares”, alerta a dermatologista Carolina Marçon. Mosquiteiros podem ajudar a evitar as picadas, nesse caso. Acima dessa idade, o repelente é relativamente seguro. No uso habitual, não costuma apresentar problema, nem mesmo para quem tem doenças respiratórias que normalmente sofrem com químicos inalados. Essa segurança existe pois o meio de administração do princípio ativo geralmente é alcoólico, explica o pneumologista do Hospital das Clínicas de São Paulo Francisco Mazon, que também é professor da Universidade de São Paulo (USP). O repelente de inseto deve ser aplicado nas áreas expostas - incluindo o rosto - no máximo três vezes ao dia, recomenda a Carolina. O pneumologista do HC Francisco Mazon explica ainda que a aplicação excessiva do repelente aumenta o risco de intoxicação. Além disso, Kerstin recomenda que os pais ou cuidadores lavem as mãos das crianças depois da aplicação, já que elas podem colocar a mãos nos olhos ou na boca. “A criança não deve dormir com o repelente, e sim tomar banho com água e sabonete para removê-lo”, alerta. A mesma recomendação vale para os adultos. Não se dorme com repelente de insetos, afirma Carolina. No caso de idosos, o repelente deve ser aplicado com cuidado, já que eles têm a pele mais frágil, segundo o geriatra do Hospital das Clínicas de São Paulo, Paulo Camiz. Fonte: http://www.saude.ig.com.br/ Envie suas sugestões e críticas: datasus.comunicacao@saude.gov.br Envie suas sugestões e críticas : comunicacao.saude@saude.gov.br Envie suas sugestões e críticas : comunicacao.saude@saude.gov.br Departamento de Fomento e Comunicação (DIFOC) http://datasus.saude.gov.br

[close]

p. 8

NUMERANDO Semana IV – 20 a 24 de abril de 2415 M no país em 2014 foram por web e celular 52% das transações bancárias ais da metade das transações bancárias realizadas no Brasil em 2014 foram feitas via internet e aplicativos bancários para dispositivos móveis, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban). Segundo o estudo, a participação da internet e do chamado ‘mobile banking’ passou de 47%, em 2013, para 52% no ano passado. De acordo com o levantamento, atualmente, 47% das contas ativas no país (51 milhões) realizam transações pela internet e 24% (25 milhões), celulares inteligentes. As operações como transferências, DOCs, TEDs e pagamentos de contas por dispositivos móveis apresentaram incremento de 180% sobre 2013, para 260 milhões. Já via internet, a pesquisa apontou alta de 8% de transferências, DOCs e TEDs e de 11% no pagamento de contas. A contratação de crédito por esse meio também teve alta de 20%. O estudo mostrou ainda que em 2014 as despesas e investimentos em tecnologia pelos bancos foram de R$ 21,5 bilhõe. A entidade não apresentou comparação com 2013. Segundo a Febraban, mesmo com as altas taxas de crescimento, ainda há muito potencial a ser explorado, já que internet e celular somam 20% do volume de operações com movimentações financeiras. Fonte: www.g1.globo.com Você Sabia? PDTI O Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI 2014-2015) do Ministério da Saúde segue o contexto em que está inserida a tarefa de planejar as ações de Tecnologia da Informação no MS e os elementos que embasaram a elaboração deste documento a partir da introdução, metodologia aplicada na elaboração do plano, documentos de referência, estrutura organizacional da área de TI, princípios norteadores e diretrizes associadas, referencial estratégico de TI e alinhamento à estratégia organizacional. Envie suas sugestões e críticas: datasus.comunicacao@saude.gov.br Departamento de Fomento e Comunicação (DIFOC) http://datasus.saude.gov.br

[close]

p. 9

LÍNGUA AFIADA Semana IV – 20 a 24 de abril de 2415 VERBOS PRONOMINAIS Todos conhecem os verbos LEMBRAR e ESQUECER. Mas, talvez, o que muitos não saibam é que devemos tomar cuidado na hora de empregar esses verbos. É preciso ficar atento, principalmente, para ver se eles devem vir ou não acompanhados da preposição DE. Por exemplo, você diria: Eu nunca esqueço DO aniversário dos meus amigos OU Eu nunca esqueço O aniversário dos meus amigos? Aqui, o correto é: Eu nunca esqueço O aniversário dos meus amigos. Isso acontece, porque os verbos LEMBRAR e ESQUECER só devem vir acompanhados da preposição DE quando forem empregados na sua forma pronominal, ou seja, quando usarmos as formas: eu ME lembro DE, ele SE esquece DE, nós NOS lembramos DE, eles SE esquecem DE. Se usarmos esses verbos desacompanhados dos pronomes ME, SE e NOS, não usamos a preposição DE. Assim, está igualmente correto dizer: “Eu sempre lembro o aniversário dos meus amigos” e “Eu sempre ME lembro DO aniversário dos meus amigos”. SÉRGIO NOGUEIRA é formado em Letras pela UFRGS, com mestrado em Língua Portuguesa pela PUC-Rio, e tem mais de 30 anos de experiência em sala de aula. Utiliza humor e fatos cotidianos para ensinar o uso correto da língua. Com isso, ganhou espaço e destaque nos principais veículos de comunicação do Brasil. Atualmente, é instrutor e consultor de português do jornalismo da TV Globo, Globo News, SporTV, Globosat, jornais O Globo, Extra e Expresso, e da Globo.com. Segurança da Informação Para realizar login na Rede CorpSUS use seu CPF ou e-mail cadastrado e senha. No primeiro acesso, você encontrará as principais ferramentas que incentivam a colaboração e comunicação, como as últimas notícias do Ministério da Saúde. A ferramenta é um ambiente colaborativo e dinâmico para os servidores da Saúde. Outras funcionalidades estão dispostas em um menu retrátil com atalhos para a página de Contatos, mensagens e outros módulos. Caso necessário, entre em contato com a Equipe de Suporte da Rede CorpSUS pelo telefone (61) 3315-2915 e esclareça suas dúvidas. Envie suas sugestões e críticas: datasus.comunicacao@saude.gov.br Departamento de Fomento e Comunicação (DIFOC) http://datasus.saude.gov.br

[close]

p. 10

CLIPPING FICA TECNOLOGIA A DICA Semana IV – 20 a 24 de abril de 2415 Semana I – 3 a 9 de janeiro de 2013 T E-mail ‘seguro’ do governo chega a 50 mil contas e 200 TB de mensagens substituição de algum sistema em uso – como Outlook, Lotus Notes ou Zimbra. “O desafio é garantir a segurança sem inviabilizar a vida das pessoas. Por isso não fazemos uma mudança abrupta para não gerar desconforto para os usuários”, justifica o coordenador do Expresso. Fonte: http://www.convergenciadigital.uol.com.br/ urbinado para figurar como uma das respostas do Brasil às denúncias do espião Edward Snowden, o e-mail seguro do governo federal já tem 50 mil contas ativas em 24 órgãos públicos, inclusive cinco ministérios e a Presidência da República. A meta, porém, é chegar a 1 milhão de contas ativas ao fim dos próximos dois anos. Desenvolvida pelo Serpro – em parceria com Dataprev, Procergs, Caixa Econômica, Prognus e Celepar – a ferramenta é uma suíte de comunicação que além do correio eletrônico tem mensagens instantâneas e videoconferência entre as facilidades. Chamada Expresso, ganhou em sua terceira versão o uso de criptografia para dar mais segurança às comunicações de governo. “A criptografia no Expresso V3 funciona de duas formas. As comunicações de Expresso para Expresso são 100% criptografadas ponto a ponto. No caso de mensagens entre o Expresso e outro sistema, usamos certificação digital nas duas pontas”, explica o coordenador do projeto Expresso no Serpro, Marcos Melo. Até aqui, essa comunicação ‘segura’ já responde pela troca de mais de 200 Terabytes de mensagens. Mas há um longo caminho pela frente. Para implementar a solução em todo o serviço público federal são necessárias 1 milhão de contas – tarefa dividida ao meio entre o próprio Serpro e a Dataprev. “Nossa meta é ter 500 mil contas instaladas em mais dois anos”, diz Melo. Essa implantação, porém, varia muito entre cada órgão atendido. Além disso, envolve a Envie suas sugestões e críticas: datasus.comunicacao@saude.gov.br Envie suas sugestões e críticas : comunicacao.saude@saude.gov.br Envie suas sugestões e críticas : comunicacao.saude@saude.gov.br Departamento de Fomento e Comunicação (DIFOC) http://datasus.saude.gov.br

[close]

Comments

no comments yet