Motoboy Magazine - Edição 139

 

Embed or link this publication

Description

Edição 139 - versão digital - Abril/2015

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2



[close]

p. 3



[close]

p. 4

44 Serviço de manutenção de motocicleta alavanca setor de motopeças. 10 12 14 16 Editorial Feira de Negócios da Indústria Nacional de Motopeças Carta do leitor Artigo Mensagens que temos prazer em receber Comunicando-se com o cliente e com o mercado Dica do Oscarzinho A importância da manutenção da moto 19 Olho no Olho Entrevista com Orlando Cesar Leone, Presidente da Anfamoto Reportagem de Capa 22 26 28 38 Mercado Saúde Últimos dados da Abraciclo Dia Mundial de Combate ao Câncer Notícias Brasil Cidadania Prefeitura de São Paulo abre centro para combater homofobia e promover cidadania LGBT

[close]

p. 5

40 42 Lançamento Traxx inicia produção da TSS 250 em Manaus Novo Citycom 2015 52 56 Segurança Teste Ride Fazendo a sua parte como motociclista – By Por Laner Azevedo 72 Aventura Projeto “A Estrada da Beleza” traz cinco motociclistas parisienses ao Brasil Motovloggers testam pneus Vipal 58 62 68 76 82 Guia de compras Lançamentos de produtos e acessórios para você e sua moto Pilotamos Nova Honda Bros 160 é aventura pura Uma reportagem especial com Protork Alto Giro Curte aí Shop motoboy As melhores lojas do setor de Motopeças, você encontra aqui Oração do motociclista, Por Igor Amorim 74 Diversão Prefeitura de SP anuncia 500 atrações culturais gratuitas

[close]

p. 6



[close]

p. 7



[close]

p. 8



[close]

p. 9



[close]

p. 10

Editorial Feira de Negócios da Indústria Nacional de Motopeças Chegamos a 6ª FNINM, a Feira de Negócios da Indústria Nacional de Motopeças e com muito orgulho e muito prazer a trouxemos para São Paulo proporcionando um encontro ímpar entre fornecedor e comprador que possibilitará o estreitamento do relacionamento entre empresários e lojistas, fomentará a ampliação de negócios e promoverá um melhor atendimento a todo cliente final. Tenho certeza que essa será apenas a primeira edição do FNINM em São Paulo, a primeira de muitas outras que nós da ACS Feiras & eventos promovemos em São Paulo, sem dúvida nenhuma a capital referência para o segmento de motopeças. Sejam todos bem-vindos! Aproveitamos essa edição para darmos destaque a esse segmento de motopeças, convidando nada menos do que Orlando Cesar Leone, presidente da Anfamoto -Associação Nacional dos Fabricantes e Atacadistas de Motopeças. Orlando vem reposicionando a Anfamoto no país, mais moderna, mais comunicativa e nessa entrevista nos mostra tudo isso. Na matéria de capa vamos também abordar o resultado divulgado pelo Sebrae elegendo as pequenas empresas especializadas na manutenção e reparação de motocicletas com um dos 20 segmentos em expansão em 2015. Empresários do setor têm um amplo mercado consumidor para ser explorado. Boa FNINM e boa leitura a todos Oscar Santos Editor Chefe A Revista Motoboy Magazine é uma publicação da: EXPEDIENTE: Diretor: Oscar Gonçalves do Santos E-mail: oscargoncalves@terra.com.br Jornalistas Responsável: Jacylete Abreu. MTB 825-CE E-mail: jacy.revista@terra.com.br E-mail: arte.motoboy@terra.com.br Ger. Comercial: Cláudio Barbosa E-mail: claudio.revista@terra.com.br E-mail: motoboymagazine@terra.com.br Assistente Comercial: Raíra Soares Dias E-mail: raira.comercial@terra.com.br Gonçalves E-mail: motoboymagazine@terra.com.br Assinatura: Cleidson Barbosa E-mail: redacao.motoboy@terra.com.br Consultoria Editorial: J2 Comunicação PISO SALARIAL MOTOBOY-BASE (SP) Piso normativo: R$ 900,00 Ticket refeição: R$ 9,50 Aluguel da Moto: R$ 451,25 Hora Ponto: R$ 6,50 Cesta Básica: R$ 50,00 Apólice Seguro por morte: R$ 13.500 Apólice Seguro por Invalidez: R$ 13.500 Despesas médicas e hospitalares até R$ 2.700 MOTOBOY MAGAZINE / ESCREVA PARA NÓS. Correio de Mensagem: Rua Rosa Mística, 88 Jabaquara –SP /CEP: 04333-010 E-mail mensagem: redação.motoboy@terra.com.br Contato com a redação: (11) 5566-2237 / 5563-0534. Motoboy Magazine Edição 139/Abril de 2015 Tiragem: 20.000 exemplares Periodicidade: 09 Edições/Ano Assessoria Juridica: Lima & Vasconcelos de Moraes Fone: (11) 3081-2135 e usuários de baixa e média cilindrada do segmento de duas rodas. 10 motoboymagazine

[close]

p. 11



[close]

p. 12

Carta do leitor “Salve, salve família Motoboy Magazine, a galera que trampa com moto ultimamente tem usado muito os aplicativos como uma forma de aumentar Mensagens dos nossos leitores e vocês são pequenos, mas, grandes campeões, um forte abraço de toda equipe de redação. ou a favor? Estou utilizando há três meses um aplicativo que me cadastrei, e com isso, minha renda aumentou bastante, mas como trabalho registrado embora se meu chefe descobrir.” Enviado pelo WhatsApp - Negão Motoboy –SP DA REDAÇÃO: matéria na edição 138 se entrar no site no link revista, vai ler um pouco a respeito do que diz a Lei. Nós não somos contra de forma alguma, a tecnologia é muito bem vinda, como foi em outros segmentos, mas é preciso olhar com outros olhos essa tecnologia “Olá, meu nome é Gilvan e sou motoboy da cidade em São Paulo. Estava circulando pelo centro da cidade e tive a oportunidade de ver a revista de vocês, gostei muito e gostaria de saber como faço para receber em casa. Vi no site que ela é distribuída gratuitamente, mesmo ou é necessário assiná-la para receber?” Enviado no email da redação por Gilvan Silva Motoboy-SP. DA REDAÇÃO: Olá Gilvan, que legal que gostou, da revista é gratuita mesmo, porém, só em lojas de motopeças, e pode ser encontrada nas melhores lojas do ramo em mais de 14 capitais no Brasil. Acesse nosso site no link revista e encontre um ponto de distribuição mais próximo de você. Agora, se quer ter a comodidade de receber ela em sua casa em seu endereço, existe sim está opção de assinar, e o custo é muito baixo, entre em contato com nossa equipe que damos um descontão pra você fazer a sua. Obrigado por escrever para nós. já sabem, mas essas empresas de aplicativos se isentam quando o assunto é acidente e não querem estiver prestando serviços através dos aplicativos. O que não pode é ignorar a CLT e os direitos e deveres que tem que ser garantidos saiu na numero 137 edição de Dezembro na Motoboy Magazine, muito obrigado pela oportunidade. Gostei muito”. Postado no Facebook por Renzo Ferreira – Piloto Junior de motovelocidade DA REDAÇÃO: precisa nem agradecer amigo, foi um prazer para a equipe desenvolver essa reportagem com vocês, estávamos devendo uma matéria com jovens pilotos, 12 motoboymagazine

[close]

p. 13



[close]

p. 14

Artigo Comunicando-se com o cliente e hoje fatores obrigatórios de permanência no mercado e não mais diferenciais competitivos. Em 1983 quando a Harley-Davidson, fez o primeiro encontro de proprietários de motos Harley, em Gardenia, na Califórnia, apareceram apenas 28 pessoas, todas bêbadas. Sendo marketing de relacionamento a criação de uma comunidade em torno de uma marca, poucas demonstrações de marketing foram melhores do que essa. Em 13 de junho de 1998 fazendo um barulho ensurdecedor e formando um rio de couro preto e de cromados ofuscantes, mais de 50 mil motocicletas Harley-Davidson, seguiram rumo ao leste dos Estados Unidos para o centro de Milwaukee, como parte das comemorações dos 95 anos da empresa. Era uma imagem atordoante, respeitável por seu escopo e emocionalmente pela mensagem que trazia: ter uma Harley torna você membro de uma comunidade muito especial. - Será que seu cliente pensa que ter o seu produto faz com que ele seja membro de uma comunidade especial? Hoje são 380 mil associados ao Harley Honors Club e uma lista que chega a um ano de espera para ingressar. Os executivos e gerentes da Harley e uma grande parte dos 5500 empregados, têm uma conexão visceral com a marca, não só porque fazem e vendem as motocicletas, mas porque são clientes. Para eles a Harley é mais do que uma simples motocicleta: é um estilo de vida, uma obra de arte, um vínculo emocional com uma vasta e única comunidade. Para se defender de um ataque agressivo desferido pelos concorrentes estrangeiros, a Harley-Davidson decidiu apoiar-se rigorosamente nos padrões de qualidade, mesmo diante de uma grande demanda não atendida, estabelecendo um amplo sentido de comunidade em torno do produto; e fortalecendo seus elementos mais importantes - empregados, revendedores e clientes. Dessa maneira, a empresa emergiu como uma marca capaz de ultrapassar uma série de fronteiras formidáveis: idade, sexo, renda, educação, grupo Uma empresa não é mais composta apenas de um conjunto estático de linhas em um organograma ou, simplesmente, números e dados. Agora, uma empresa é um organismo vivo, operando num ecossistema com outros sistemas vivos. O desafio mais importante para qualquer organização atual é preservar suas forças primordiais e, ao mesmo tempo, encorajar a busca de novas oportunidades. Um ótimo instrumento para atuar neste novo mercado vivo é o marketing de relacionamento. Definindo: um processo intensivo de aprendizagem, pelo qual a empresa adquire conhecimentos constantes por meio do sistema de interação com os clientes e o mercado, de maneira a adaptar-se e poder reagir de forma competitiva, buscando novas oportunidades. O marketing de relacionamento é essencial ao concretização da fidelidade do consumidor. Atualmente, se o profissional não tiver intenção de alterar sua posição e forma de relacionamento com o cliente, por mais que a empresa faça investimentos em tecnologias, atendimento, preços competitivos, tradição são 14 motoboymagazine

[close]

p. 15

com o mercado étnico, lucro e opinião política. Os empregados da Harley assumem a responsabilidade pessoal de manter o brilho da marca. Eles não só desfilam as roupas de motoqueiro vendidas no catálogo, como também são guias de passeios pela fábrica, participam de rallyes e vestem camisetas da Harley na linha de montagem. Os executivos descartam o uso de grupos de discussão e de pesquisas e dados de mercado para conseguir uma maior aproximação com os clientes: eles preferem andar de moto, conversando e colhendo opiniões diretamente dos clientes! No Brasil, Silvio Santos é o rei do marketing de relacionamento com seu carnê do Baú. Toda mãe e toda avó já tiveram um, muitas pessoas foram criadas vendo na família o carnê do Baú. Além de dar prêmios ainda leva o cliente para dentro da loja para trocar o valor do carnê em mercadorias e, sem sombra de dúvidas, a também adquirir outro carnê. Eu mesmo adorava comprar esses carnês para minha mãe e torcer com ela toda semana. Segundo RMI/Phillips Publishing - alguns produtos levaram anos para atingirem a marca de um milhão de consumidores: Enquanto a revista semanal LIFE deixa de circular nos EUA e passa a ser editada somente em edições especiais, em razão de estar vendendo abaixo do estimado para mantê-la no mercado, um mercado que ela mesma revolucionou ao fazer uma capa com um beijo na boca com o famoso beijo fotografado por Einseustaedt em 14 de agosto de 1945, NY - onde um marinheiro recém-chegado da guerra em desfile aberto pela rua, dá um beijo na boca de uma jovem vestida de branco, que se curva aos braços do sedutor. Estabelecer uma linha de permanência do cliente junto à organização e seus produtos, sempre oferecendo vantagens e benefícios que possam reverter em melhor identidade entre ambos e lucro para empresa, deve se tornar uma estratégia indispensável no mercado. A “Teoria 20/80” (Richard Koch) diz que: 20% de sua carteira de clientes é responsável por 80% de seu faturamento e poucos casos fogem a essa regra, e é nestes 20% que seu marketing de relacionamento dever ser aplicado inicialmente. Tornando-se assim uma operação mais econômica e com retorno mais rápido. Mais importante que criar uma linha contínua de relacionamento, este processo pode gerar uma constância de ganhar mercado através da fixação de marca. O futuro de um mercado promissor em consumo não estará mais somente em atender às necessidades do cliente, mas sim na maneira como irá dar continuidade ao atendimento dessas necessidades. • • • • • • • • Telefone - 20 anos Televisão - 15 anos Televisão a cabo - 10 anos Videocassetes - 6 anos Telefone Celular - 7 anos PC - 4 anos Internet - 8 meses CD do Jogo do Milhão (Silvio Santos) 2 milhões de cópias em 40 dias Cesar Romão é Bacharel em Direito pela universidade Mackenzie, pós-graduado em administração pela universidade São Judas com MBA em Marketing pela Fundação Getulio Vargas. Possui em seu currículo o mestrado em psicologia organizacional pela Adam Smith University of America, USA e é especialista em Gestão de Pessoas através de sua consagrada metodologia nas áreas de: Motivação, Estratégia, Marketing, Liderança, Educação, Vendas, Carreira e Empreendedorismo. Jornalista profissional tem visão econômica, social e política capaz mensurar panoramas dentro destas áreas de maneira a contribuir para decisões de expansão empresarial e sugerir ao público tendências de mercado, ações retratadas em suas matérias e artigos sobre consultoria empresarial e organizacional, publicadas em diversos veículos jornalísticos do país. motoboymagazine 15

[close]

Comments

no comments yet