eletricos

 

Embed or link this publication

Description

auto

Popular Pages


p. 1

Revista Hobby News Fernando Santos Considerados muitas vezes como simples brinquedos e recriminados pelo seu baixo desempenho e autonomia entre outros fatores, os automodelos elétricos até algum tempo atrás dividiam seus adeptos entre alguns poucos apaixonados e muitos decepcionados. Hoje graças a novas tecnologias de motorização, baterias e carregadores, além da facilidade em encontrar tais equipamentos, esta vertente do hobby volta à tona com força total chegando a ameaçar seriamente o já consagrado mundo dos automodelos glow. Já bastante difundido no exterior, a coisa por aqui começou a ganhar força apenas há poucos anos. Inicialmente como havia pouca variedade de modelos elétricos disponíveis no mercado, modelistas já com alguma experiência começaram uma pratica que ganharia muitos adeptos em pouquíssimo tempo; a conversão de automodelos glow para elétrico. Com um conjunto motriz menor, mais leve, distribuído em varias partes (o que facilita bastante o equilíbrio do carro) e potência de sobra o bom resultado só dependia do correto dimensionamento do equipamento e a qualidade da adaptação feita. Uma vez comprovada sua viabilidade e os resultados impressionantes obtidos o número de carros elétricos voltou a crescer, tanto entre os iniciantes quanto entre modelistas já experientes e conquistar seu espaço quase que obrigando os grandes fabricantes a seguirem também esta nova tendência para agradar ao público. Hoje praticamente todos os modelos de carros têm sua versão elétrica e a combustão disponível a venda, facilitando bastante a escolha dependendo apenas da maior conveniência do usuário por um ou por outro. Em geral os modelos elétricos têm peso menor e capacidade de desempenho superior aos de combustão, além de ser uma alternativa ecologicamente mais correta. Basicamente seus princípios construtivos, assim como nos carros a combustão, seguiram de forma miniaturizada a tecnologia empregada nos carros híbridos ou elétricos reais desenvolvidos por cientistas de todo mundo, que hoje são cada vez mais comuns em nosso cotidiano e provavelmente uma alternativa futura na luta por sustentabilidade. Geralmente o custo é um pouco mais alto em função da tecnologia embarcada no modelo, além do investimento inicial nos equipamentos periféricos necessários ao seu funcionamento como baterias, carregadores e outros itens agregados, mas este valor acaba sendo rapidamente diluído ao longo de seu uso por não requerer reposição e manutenção constante. Dois dos maiores contribuintes para este retorno glorioso foram a nova tecnologia de motores “BRUSHLESS” e as novas tecnologias de baterias de Lítio (Lítio-Polimero e Lítio-Ferro). Os motores brushless utilizados hoje em todas as categorias de modelismo RC são capazes de fornecer muita potência com peso e consumo razoável e praticamente nenhuma manutenção. Existem modelos utilizados em modelismo que chegam a casa das 100.000 RPM, sendo capaz de levar, por exemplo, os carros a mais de 200 Km/h e substituindo com louvores os motores glow. 80

[close]

p. 2

Jun-Jul 2010 As baterias ganharam fôlego extra com a chegada das Li-Po e as Li-Fe que são capazes de fornecer tensões altas, alta capacidade de armazenamento com baixo peso e volume (chegando a ser três vezes mais leves e duas vezes menor volumetricamente do que suas antecessoras NiCd e NiMh equivalentes), corrente de descarga de até 50 vezes sua corrente nominal e, nos modelos mais recentes, capacidades de carga de até cinco vezes a nominal possibilitando assim sua recarga ainda mais rápida (de cerca de 1 hora nas convencionais para aproximadamente 20 minutos nesta nova tecnologia) desde que utilizado um carregador compatível com a bateria, garantindo assim um conjunto eficiente com muita potência, durabilidade e autonomia. Como em tudo sempre há prós e contras em cada uma das motorizações, também existem os apaixonados e os desafetos incondicionais, mas acredito sinceramente que os elétricos voltam como uma evolução normal do hobby influenciado por diversos fatores globais, porém não como um substituto do glow, mais sim, como mais uma opção para todos nós modelistas. Ambos terão para sempre seu espaço, características marcantes e bem distintas que jamais se confrontarão, afinal de contas o que realmente conta é a emoção de acelerar... 81

[close]

Comments

no comments yet