german

 

Embed or link this publication

Description

ricardo

Popular Pages


p. 1

Revista Hobby News Ricardo Gaparini Mattua Fotos: Maurício Togawa Comecei a montagem pelo veículo que é muito bem detalhado, tanto na superfície do carro quando na textura da caixa de madeira. A torre do kit é muito interessante, tem todo o interior, bem completo, com a culatra do canhão incluída. A escotilha do comandante, inclusive, tem as manoplas de acionamento dos periscópios separadas, item que eu nunca havia visto antes em um kit. O escudo da torre tem duas opções, de plástico ou de photo-etched, o modelista pode escolher entre as duas a qual lhe agradar mais. Para pintar o modelo usei tintas nitrocelulose da Aerotech, aplicadas com aerógrafo Gatti AG-3. O interior da torre foi pintado em um tom de bege bem claro, depois envelhecido com tinta óleo Raw-Umber diluídos em água raz. A culatra do canhão foi pintado em gun metal. N ão podemos negar que graças a Trumpeter temos no mercado kits que nunca imaginamos ver injetado. Este é o caso do kit 00368 German Panzerjagerwagen, o veículo ferroviário era equipado com uma torre de panzer IV e o longo canhão de 7,5cm KwK e foi uma importante inovação ao fazer parte do trem armado tipo BP44, que era uma composição de perseguição que substituiu os carros anteriores empurrados por trem. Este veículo deu uma grande contribuição contra os tanques de combate russos que atacavam as composições do exército alemão. Em 1944 o exército alemão encomendou 8 trens armados BP44. Este é um kit que a arte da caixa não faz juz ao modelo, a arte é escura e não da para ver como o kit no interior é quando montado. O kit é composto de peças de plástico e de photo-etched, acompanha trilho e base. 56

[close]

p. 2

Jun/Jul - 2008 Depois de montado pintei o veículo de dark yellow (foto1), após seca a tinta adicionei um pouco de marrom (foto2) a tinta e realcei os cantos, depois adicionei branco e queimei os meios das chapas, para dar o efeito de desgaste do sol (foto3). Seguindo o manual do kit, apliquei a tinta dark Green (foto4) e depois a contornei com red Brown (foto5), após a tinta seca apliquei um wash de uma mistura de tinta óleo raw umber e preto diluído em água raz (foto6). Depois de seco limpei o excesso de tinta com cotonete umedecido em água raz. O dry brush foi aplicado usando tinta óleo light naples yellow, este tom da uma boa realçada no dark yellow. A base que acompanha o kit apesar de ser simples com um pouco de trabalho fica bem interessante. Primeiro colei as peças reforcei as emendas com cola ciano acrilato e apliquei putty para disfarçar as juntas (foto7). 57

[close]

p. 3

Revista Hobby News Depois de lixada pintei as laterais de preto brilhante (foto8) e depois uma camada de verniz semi fosco AeroTech. Pintei os dormentes de marrom e os trilhos de aço no pincel, para isto usei tintas da Humbrol (foto9). Como as pedras que imitam o balastro na base são muito pobres apliquei sobre elas pequenas pedras que são vendidas em lojas de ferromodelismo, passando primeiro na base cola branca diluída em um pouco de água e em seguida joguei sobre ela as pedras (foto10). Eu sempre gosto de adicionar ao kit uma figura para dar a idéia de proporção do tamanho do modelo. Usei uma figura de tanquista e a pintei com tinta Vallejo. Quando pronto fica um modelo muito interessante e uma boa aquisição a qualquer coleção, pois é um tema diferente aos habituais kits de tanques. O editor e o autor agradecem a Jose Ricardo da Horiginal o kit cedido para a montagem no artigo. Ricardo Gasparini Mattua é modelista e proprietário da Model World. 58

[close]

Comments

no comments yet