bases

 

Embed or link this publication

Description

ricardo

Popular Pages


p. 1

Revista Hobby News Ricardo Gasparini Mattua S empre achei importante uma base para expor meus kits de veículos militares, mas com o tempo comecei a achálas com molduras de madeira, que costumava fazer, muito pesadas perdendo muito espaço na prateleira com o contorno de madeira. Procurando maneiras de construí-las mais leves e perder menos espaço, tive a idéia de usar isopor, pois este permite qualquer formato de base que sua imaginação criar. Para isto, procurei um distribuidor de produtos de isopor para comprar um de maior densidade do que normalmente se acha em papelarias. Também adquiri uma placa de cinco cm de espessura, pois assim podia esculpir relevos no terreno se desejasse. Primeiro cortei com o estilete a forma básica da base, depois com um cortador elétrico de isopor aparei as arestas e deixei a lateral lisa para posteriormente colar o acabamento. (pic e pic(2)). Como acabamento, usei papel Paraná de espessura média comprado em papelaria. Cortei da largura da base deixando uma pequena sobra para acomodar o papel machê depois. Cortei do comprimento certo para contornar toda a base e usei uma cola que não conhecia (cola de contato para isopor), cujo solvente na sua composição não ataca o material que é feito o isopor (poliestireno expandido). Depois de seco, comecei colando uma das extremidades e contornei toda a base até que as duas pontas se unissem. (pic 3). Para evitar que a umidade do papel machê atacasse o papel Paraná, fiz uma mistura mais seca e contornei somente a lateral (pic 4). Quando seca, fiz uma mistura com mais cola e água e apliquei sobre toda a superfície superior. (pic5) Antes de secar coloquei sobre a base grãos de areia, terra e pedras de diversos tamanhos para recriar uma superfície natural. Deve secar por 24 horas e se desejar faça as marcas de esteira e pneus porque se o papel machê secar será impossível marcá-lo depois. Já seca a superfície, pintei com tinta Tamiya (Dark Earth, desert yellow e buff),(pic 6) fiz uma wash usando tinta Liquitex Raw Umber e apliquei o dry-brush usando tinta esmalte em tons de marrom e bege claro. (pic7). Pode-se deixar a base na terra ou aplicar sobre ela Static Grass. A lateral de papel Paraná deve ser pintada de preto fosco para dar acabamento no contorno da base. Como fundo dela, usei feltro verde colado com cola branca, mas pode-se usar também papel camurça. Acho que esta é uma das maneiras para se fazer uma base leve e simples como display do seu modelo. Para mais informações sobre plastimodelismo, visite meu blog: www.ricardomattua.wordpress.com. 72

[close]

Comments

no comments yet