aoache

 

Embed or link this publication

Description

ricardo

Popular Pages


p. 1

Revista Hobby News O kit Apache da Andrea Miniatures retrata a perseguição de uma carroça do exército americano por um índio da tribo Apache. Ele é composto por 168 partes injetadas em metal branco, a carga da carroça, a lona da cobertura e a base são feitas em resina e, também, acompanha photo-etched para as rédeas e os tapa-olhos dos cavalos. Comecei a montagem pela carroça, como as peças são de metal branco e algumas bem pesadas, pinei as maiores com um fio fino de latão para ajudar a posicioná-las no lugar durante a colagem, também usei cola epóxi, mais resistente que a cola a base de cianoacrilato que costuma trincar fácil se as peças de metal são muito pesadas. A carroça é muito bem detalhada com toda a parte de direção e de ligação aos cavalos muito fieis. Os detalhes em baixo revelo da madeira também estão presentes o que permitiram bons efeitos na pintura final. A lona que cobre a carroça vem dividida em duas metades, depois de retirar o excesso de resina colei as duas metades e depois acertei o 42 encaixe com massa putty. O caimento da lona é impressionantemente realístico tendo, inclusive, um movimento simulando o vento na carroça, pintei esta peça usando Tamiya Buff e envelheci com tinta óleo. Pinei as rodas para reforçar o encaixe final e as deixei separadas para colar depois da pintura da carroça. Acompanha o kit cinco cavalos, quatro para a carroça e um para o índio, como cada um esta em uma posse diferente, fui montando um a um para não correr o risco de trocar as peças. Cada cavalo tem uma inserção de um pino de aço nas pernas que tocam o chão, para reforçar o ponto de contato. Colei cada cavalo com cola epóxi e, depois de seca, disfarcei as emendas com massa putty. Cada um depois foi lixado cuidadosamente com lixa d’água, para não tirar os detalhes. Depois montei as duas figuras dos soldados e a do índio, alias muito bem detalhadas, após lavar todas as peças para retirar a gordura e restos da montagem, apliquei como primer

[close]

p. 2

Dez/Jan - 2008/09 em todas as peças de metal, fundo fosfatizante para metal da BASF, um excelente aderente para peças de metal. Depois apliquei tinta Tamiya branco fosco para dar aderência para a tinta Vallejo e usar como um fundo neutro para posterior pintura. Pintei a carroça em um tom marrom para imitar madeira, depois apliquei um tom cinza-azulado, que o exército americano usava nesta época, utilizando a técnica do pincel seco, sem cobrir toda a aérea da madeira para deixar aparecer o tom marrom no baixo revelo. Após seca a tinta, fiz o wash usando tinta óleo raw-umber diluída em aguarrás. A parte da roda que faz contato com o solo que era de metal, pintei com tinta Revell 91(steel) assim como todos os detalhes em metal da carroça. A carga da carroça, que acompanha o kit, é feita de resina, primeiro apliquei como primer tinta Tamiya, depois pintei com tinta Vallejo em cores para caixas, sacos, etc... Como uma das figuras vai posicionada sobre a carga deixei para colar esta à carroça depois de a figura estar pronta para ter um encaixe perfeito. As figuras dos soldados e o índio foram pintados também com cores Vallejo. Os cavalos optei por pintar com tinta Tamiya no aerógrafo, usei vários tons de marrom e bege, clareando e escurecendo as cores bases apliquei também no aerógrafo os efeitos de luzes e sombras. Fiz cada um com uma cor diferente para não resultar numa aparência monótona com os quatro cavalos na mesma cor. Os rabos e as crinas foram pintados com Vallejo em cores harmoniosas com as cores de cada cavalo. Depois apliquei um wash em todos com burnt-umber, deixei secar por alguns minutos e limpei o excesso com um pano. No cavalo do índio, pintei a cor base com Tamiya branco fosco e depois no pincel fiz as grandes manchas marrom, deixando os cantos irregulares para parecer pêlo branco no marrom e vice-versa. Pintei todos os detalhes dos cavalos no pincel, tais como arreios, sela, cobertor, etc... 43

[close]

p. 3

Revista Hobby News 44

[close]

p. 4

Dez/Jan - 2008/09 A base que acompanha o kit já vem pronta e é muito bem feita, toda em resina simulando pedras em uma peça só, foi feita em declive com uma ligeira curva a direita o que da toda ação e sentido ao diorama, as pedras são muito bem esculpidas e permitem um excelente trabalho de pintura. Primeiro usei tinta Tamiya dark yellow, depois aerografei irregularmente flat earth e buff, para dar a aparência de vários tons de terra seca, Depois apliquei um wash com uma mistura de tinta Liquitex raw umber e preto, depois de seco fiz o dry-brush com tinta esmalte Humbrol e Revell em tons de bege e marrom. Na aérea das pedras usei tinta em tons de cinza para parecerem pedras desgastadas. Depois de seca, colei a base de resina sobre a base de madeira e antes de colar a carroça coloquei as correntes de latão que seriam depois presas aos cavalos. Colei a carroça à base e depois posicionei a primeira parelha de cavalos, liguei as correntes deste par e depois colei a segunda parelha novamente prendendo as correntes de cada cavalo, pintei as correntes com steel da Revell e depois as envelheci. A Andrea fornece os arreios em photo-etched, este ponto exige muito trabalho, cuidadosamente é necessário ligar um de cada vez, do cavalo ao cocheiro, e depois ligar entre eles colando um ao outro com cianoacrilato. Depois pintei usando marron cuero da Vallejo. A parte mais trabalhosa da montagem refere-se às marcações que acompanham o kit, a Andrea envia junto um set de transfer e não de decal, e este só adere perfeitamente a superfícies extremamente lisas, se não fica aparecendo o filme ao redor das letras, como trabalhei a maior parte com tintas já foscas apliquei em cada lugar que receberiam os transfers varias demãos de Future até obter uma superfície lisa, após aplicar os transfers passei um pouco de Solvaset em cada um para se moldarem melhor a superfície irregular, principalmente na lona, e depois de seco passei de novo mais uma camada de Future. Deixei secar por 24 horas e apliquei no aerógrafo farias mãos de Dullcot da Testors, deixando secar entre uma aplicação e outra para evitar o branqueamento do verniz. Com calma o brilho do Future e do transfer desapareceram. Após essa fase mais delicada, coloquei as figuras, a lona da cobertura da carroça e por último o índio, que esta numa posição muito interessante, quase para fora da base. Sem dúvida nenhuma a Andrea Miniatures é reconhecida internacionalmente pela alta qualidade de suas figuras e este set de figuras não deixa de ser o ponto principal na coleção de qualquer modelista. 45

[close]

Comments

no comments yet