A Senda - Março de 2015 - FEEES

 

Embed or link this publication

Description

A Senda - Março de 2015 - FEEES

Popular Pages


p. 1

A Senda federação espírita do estado do espírito santo ANO 92 No 165 MARÇO 2015 A força dos Super-Heróis no 35º Encontro de Mocidades Espíritas - EMEES foto: divulgação Feees Brincando de super-heróis, coordenadores e confraternistas, refletiram sobre as potências da alma que podem levar à superação dos obstáculos do caminho evolutivo - página 8 Em 2016, Portugal vai acolher os participantes do 8º CONGRESSO ESPÍRITA MUNDIAL página 7 As palestras da FEEES e da AMEEES trarão informações valiosas. Veja os temas na página 6 Celeiro de Redenção - estudos e reflexões sobre a missão espiritual do Brasil página 5 De 18 a 20 de setembro de 2015, acontecerá o CONGRESSO ESPÍRITA ESTADUAL. Participe! página 3 Encontro de Presidentes de Casas Espíritas - ENPRECE - e os 94 anos da FEEES página 7 EDITORIAL • Temas importantes foram discutidos na Reunião Ordinária do CFE página 3 página 2 Um olhar sobre a história, um presente à memória •

[close]

p. 2

Editorial EXPEDIENTE A SENDA Um olhar sobre a história, um presente à memória Março de 2015 é o mês que registra mais um aniversário da Federação Espírita do Estado do Espírito Santo – 94 anos – patrimônio da família espírita espiritossantense que, indiscutivelmente, nos merece destacado apreço por ser uma referência na história do Espiritismo em nosso Estado, pelo trabalho de difusão do estudo e da prática da mensagem do Consolador Prometido, consolidando, assim, em bases legítimas, o Movimento Espírita Estadual. Congregando as instituições que lhe são adesas, a FEEES, na verdade, é resposta natural às necessidades e demandas dos lidadores espíritas que, desde os primeiros anos do século passado, principalmente a partir do mês de janeiro de 1921 até os dias de hoje, movimentam recursos e esforços com abnegação, no anseio de plantar e manter na terra capixaba agremiação que fosse a generosa guardiã, em caráter permanente, de iniciativas e ações perfeitamente ajustadas ao ideário espírita, valendo considerar que “o trabalho realizado na FEEES, é o trabalho realizado em cada casa espírita do Estado”, como bem definiu, inspirado, Dídimo de Moraes, ex-presidente da FEEES no período 1948-1951. 1 Os desafios de então se repetem, ainda hoje, dos sonhos de ontem, muitos permanecem, mesmo que sob outras molduras. O fato é que, para a implantação da mensagem do Consolador, e por bom tempo ainda, são indispensáveis competência e dedicação, compreensão e amor. Aqui nos detemos, recordando fala do Espírito São Luís dirigida a Allan Kardec a respeito dos obstáculos desafiadores da época: “Zombaram das mesas girantes, mas não zombarão jamais da filosofia, da sabedoria e da caridade que brilham nas comunicações sérias. Que vejam aqui, que escutem ali, mas que entre vós haja compreensão e amor”. (Grifo nosso) E prossegue Kardec: “Essas palavras – que entre vós haja compreensão – encerram todo um ensinamento. Devemos compreender, porque não queremos crer como cegos; o raciocínio é o facho luminoso que nos guia. Mas o raciocínio de uma só pessoa pode transviar-se, razão porque quisemos nos reunir em sociedade, a fim de nos esclarecer mutuamente pelo concurso recíproco de nossas ideias e observações. A finalidade do Espiritismo é tornar melhores os que o compreendem.” 2 O apontamento vale pelo poder que tem de suscitar em cada um de nós, em qualquer nível de atividade a que nos vinculamos, alerta para a direção que imprimimos em nossos esforços: efetivamente estamos contribuindo, em nível individual ou coletivo, para a Unificação do movimento espírita? Fazemos esforços continuados para o exercício da compreensão e do amor, como advertiu São Luís? “Sabemos que estamos comprometidos com o nosso tempo e precisamos cuidar de muitas coisas relacionadas à transitoriedade da vida material, mas não podemos nos esquecer de que somos Espíritos imortais com objetivos muito mais amplos, precisamos gerenciar bem o tempo e desenvolver o trabalho que de nós esperam nossos mentores. Os desafios que estão colocados desde o início do século devem levar-nos à união, para construir um movimento forte, capaz de contribuir para a construção da nova era. Já nos alertou Allan Kardec que “a condição absoluta de vitalidade para toda reunião ou associação, qualquer que seja o seu objetivo, é a homogeneidade, isto é, a unidade de vistas, de princípios e de sentimentos, a tendência para um mesmo fim determinado, numa palavra: a comunhão de ideias.” 3 Vale a pena resgatar registros oportunos e inspirados de pioneiros e lidadores da seara espírita capixaba, servindo a nós outros de alento e estímulo a prosseguir firmes, resolutos e amoráveis no trato do Ideário Espírita abraçado. (1) Federação Espírita do Estado do Espírito Santo – Um olhar sobre a história. Pag. 127 (1) Revista Espírita, julho 1959. Discurso de Allan Kardec, ao encerramento do ano social 1858/1859. (2) Federação Espírita do Estado do Espírito Santo – Um olhar sobre a história. Apresentação – Dalva Silva Souza. DIRETORIA DA FEEES PARA O TRIÊNIO 2013/2016 Presidente Dalva Silva Souza Vice-Presidente de Administração Valmir Gomes do Nascimento Vice-Presidente de Doutrina Maria Lúcia Resende Dias Faria Vice-Presidente de Unificação Rose Mary de Souza Thiengo Vice-Presidente de Educação Luciana Teles de Moura Conselho Fiscal: Maria de Lourdes Neves Geraldo Teixeira da Costa Eliomar Borgo Cypriano Suplentes Roberto José Damaceno José Guido Nascimento Filho DEPARTAMENTOS Comunicação Social Rodrigo Salatiel Brasileiro Orientação Mediúnica Cristina Soneghet Simon Atendimento Espiritual Eliana Schmidt Castelani Estudo Sistematizado José Ricardo do Canto Lírio Infância e Juventude Edmar Reis Thiengo Assistência e Promoção Social Solange de Oliveira Nascimento ÓRGÃO INFORMATIVO DA FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESPÍRITO SANTO C.N.P.J. 28.150.936/0001-18 Insc. Estadual 081.162.73.1 Rua Álvaro Sarlo, 35 - Ilha de Santa Maria Vitória/ES - CEP 29051-100 Tel: (27) 3222-2117 / 3222-7551 Fax: (27) 3222-6509 e-mail: feees@feees.org.br www.feees.org.br Projeto Gráfico Studio Rodrigo Resende Edição Renata Guizzardi Diagramação JMBCoutinho Revisão Dalva Silva Souza Impressão Gráfica Comercial - 27 3722-0566 - Colatina-ES www.graficacomercial.art.br 2

[close]

p. 3

Março 2015 Notícias CONGRESSO ESPÍRITA ESTADUAL Já está tudo pronto. Participe! Já está pronta a programação do XII Congresso Espírita Estadual que acontecerá de 18 a 20 de setembro. O evento trabalhará o tema JUSTIÇA DIVINA - 150 ANOS DO LIVRO O CÉU E O INFERNO e estão preparados 5 módulos de estudo: A morte, nada a temer; Anjos e demônios; Mediunidade – conexão e aprendizagem; Mecanismos da justiça divina e Código penal da vida futura. A conferência de abertura é sobre o tema geral e será proferida por Antônio César Perri de Carvalho, presidente da FEB, e a de encerramento será proferida por Sandra Borba, que vai falar sobre A felicidade é deste mundo? Já confirmaram também sua presença: Suely Caldas Schubert, Haroldo Dutra, Carlos Augusto Abranches, Leila Brandão e Cylene Guida. Fique atento, porque o material de divulgação será encaminhado ainda este mês às casas espíritas. Inscreva-se e seja um apoiador dessa importante realização. Conselho Federativo Estadual discutiu importantes temas em sua reunião ordinária foto: divulgação Feees Diretores da FEEES e representantes dos Conselhos Regionais Espíritas na reunião do CFE A reunião ordinária do Conselho Federativo Estadual se realizou no dia 7 de fevereiro, na sede da Federação, contando com a presença dos diretores da Feees e representantes dos Conselhos Regionais Espíritas. A presidente da Federação, Dalva Silva Souza, abriu a reunião, comentando brevemente a mensagem de Bezerra de Menezes, pela psicofonia de Divaldo Franco na última reunião do CFN. O texto suscitou importantes reflexões, preparando o clima para a apreciação e avaliação dos resultados das atividades desenvolvidas pela Feees no ano de 2014 e para a elaboração do planejamento para o ENTRAE 2015 e o ENPRECE 2015. Houve, ainda, estímulo às comemorações pelo Sesquicentenário de O Céu e o Inferno, além da abertura das conversas sobre a próxima gestão federativa. Todo o trabalho se desenvolveu em um ambiente de colaboração e harmonia. Parabéns aos líderes do movimento espírita capixaba! 3

[close]

p. 4

A SENDA A força dos Super-Heróis no EMEES 35º ENCONTRO DE MOCIDADES ESPÍRITAS DO ESP fotos: divulgação Feees Jovem abraça o mundo, aproveitando ornamentação do 35º EMEES Momento de reflexão no estudo sobre a morte Potencialidades da alma representadas como super poderes sugere que cada um de nós é um super-herói Momento de estudo em sala 4 Vós sois Deuses. Este foi o tema trabalhado durante os quatro dias de Carnaval no 35º Encontro de Mocidades Espíritas do Espírito Santo, que reuniu 610 pessoas, entre trabalhadores, evangelizadores de mocidade e confraternistas. Como de costume, o encontro foi marcado por estudos dinâmicos, em forma de vivências, muito movimento, alegria, comprometimento e descontração. Na abertura do evento, uma encenação feita pela equipe pedagógica mostrou um jovem refletindo sobre as diversas caracteriza- ções feitas na história humana sobre anjos e demônios, desmistificadas pelas ideias espíritas, tão bem apresentadas por Kardec em ¨O Céu e o Inferno¨, livro focalizado durante todo o evento. No domingo e na segunda, os jovens participaram de quatro estudos eletivos, selecionados por eles no dia anterior. Os temas a serem selecionados eram: Sobrenatural e evocação dos espíritos, Penas e gozos terrestres, Autoperdão e autoamor, Suicídio, Felicidade, A morte, Lei de causa e efeito, Máscaras, O sono e os sonhos, A eficácia da prece, Diferen- tes visões do céu e do inferno, A vida no mundo espiritual, Anjos e demônios e Certezas e incertezas: as nossas crenças. Cada estudo trabalhou seu tema de forma atrativa para o jovem, sempre buscando a conexão com o conteúdo doutrinário e, ao mesmo tempo, mexendo com as emoções dos participantes. Não faltou imaginação na caracterização dos estudos, por exemplo, em ¨Felicidade¨, os jovens eram convidados a pular por alguns minutos em uma cama elástica como forma de vivenciar sentimentos de alegria, depois trabalhados em grupo; enquanto em ¨A Morte¨ os jovens faziam parte de um cortejo fúnebre e eram levados a um cemitério simulado no campo de futebol do IFES, após trabalhar informações sobre o passamento, sendo inclusive convidados a escrever sua lápide, expressando como eles gostariam de ser lembrados. Ao final de cada dia, grupos de 13 a 15 jovens se reuniam com um integrante da equipe pedagógica para fazer um fechamento dos estudos do dia, conversando sobre a mortalidade do corpo físico e a imortalidade da alma. Esse encontro ficou conhecido como Encontro com o Mentor, pois cada grupo tinha, como mentor, um vulto Espírita, cuja biografia os jovens puderam conhecer. Na terça-feira, todos os confraternistas tiveram os mesmos três estudos. No primeiro, ¨Arrependimento, Expiação e Reparação¨, antes da reflexão em sala de aula, os jovens

[close]

p. 5

Março 2015 Notícias DEPOIMENTOS SOBRE O PÍRITO SANTO puderam participar de várias atividades espalhadas pelo IFES, que focalizavam conceitos relacionados ao tema. Em ¨O Porvir¨, os confraternistas reavaliaram suas opções de vida até o momento e como elas se relacionam com a vida que esperam para si mesmos no futuro, até mesmo após sua desencarnação. E, finalmente, “Vós sois Deuses” foi o estudo de fechamento do encontro, levando à reflexão sobre as potencialidades da alma e também motivando o jovem a fazer a diferença, sem esperar o dia de amanhã para agirem pelo bem. Este último estudo culminou com a confecção de fantasias para expressar as potencialidades da alma, de modo que cada um dos participantes (sejam confraternistas ou trabalhadores) se figuravam como super-heróis de uma liga da justiça a qual todos se afiliaram durante o evento. Este tema foi também aproveitado no encerramento do estudo pedagógico, no auditório, onde a equipe de trabalhadores dançou ao som de uma música escrita por Gabriela de Carli e Raphael Yugo Matsuoka especialmente para a ocasião, que dizia: “O mundo começa a melhorar quando você desperta e crê que tem poderes muito além do que se pode ver e nessa luta, não tem como não vencer.” Além das atividades dedicadas aos jovens, houve também uma programação especial para os coordenadores de Mocidades espíritas. Este ano, além das atividades de auditório que eram comuns a todos, os coordenadores também puderam participar dos estudos eletivos de domingo e segunda. Além disso, várias atividades foram especialmente concebidas para este grupo, visando a troca de experiências e o compartilhamento de informações importantes para o tipo de atividade que exercem na casa espirita. Ainda que esta matéria tenha se concentrado em descrever os estudos realizados no 35º EMEES, não poderíamos terminá-la sem reconhecer a importância de todas as equipes reunidas. O trabalho intenso e a dedicação de todas as equipes foram essenciais para que o evento alcançasse êxito total. São elas as equipes de recepção, alojamento, logística, alimentação, ornamentação, apoio vibracional, sementes de esperança, música, teatro e dança. A todos os trabalhadores, que trabalharam o ano todo para fazer deste encontro um momento pra lá de especial, o nosso agradecimento e reconhecimento pelo trabalho 35º EMEES “Esse EMEES para mim foi mais do que renovador (...) O trabalho que, para algumas equipes, já começa na sexta, parece exaustivo, mas conforme os dias vão passando, lá dentro, só vão sendo cada vez mais gratificantes e revigorantes. Energia renovadora que dura tempo suficiente para chegarmos no ano seguinte com o dobro de vontade para continuarmos firmes no trabalho constante. Se você também tem vontade de participar e sentir toda essa energia, fique ligado e venha trabalhar conosco, nesse encontro maravilhoso e de uma alegria ímpar!” Livro Celeiro de Redenção Wendel Alexandre - equipe de dança “O 35° EMEES foi especial pra mim (...) O tema trabalhado e a integração entre as equipes, coordenação e confraternistas nos possibilitou atingir um novo patamar em interação e envolvimento.Tive o prazer de liderar a equipe de divulgação que contou com trabalhadores dedicados e incansáveis que tinham como objetivo fazer o melhor encontro de nossas vidas. Sinceramente, não sei o que seria de mim sem o EMEES. Agradeço a oportunidade e confiança no trabalho. Continuamos juntos rumo ao 36°! #Sou+Família” Rodrigo Ferri - equipe de divulgação “O EMEES pra mim é uma oportunidade de vivenciar os ensinamentos do Cristo em quase toda a sua extensão. É um pedacinho da felicidade (que não é deste mundo) e que temos a chance de vivenciar por alguns dias durante o ano. O EMEES me renova, me anima e me recarrega pros desafios do dia a dia e da vida.” Thiago Izoton - equipe de integração Estudos e reflexões sobre o livro “Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho”, de Humberto de Campos, por Chico Xavier. Celeiro de Redenção é mais um projeto literário idealizado pelo Instituto SER, integralmente comprometido com a obra psicografada por Chico Xavier. Depois de “7 Minutos com Emmanuel”, trabalho que se debruça sobre o legado exegético deste Espírito, chegou a vez de Humberto de Campos receber da equipe de pesquisadores do SER a merecida atenção. A obra escolhida foi “Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho”, ícone da literatura mediúnica que apresenta, de forma romanceada, a missão espiritual do Brasil. 5

[close]

p. 6

Agenda Dia 02 - 14h30 Dia 03 - 20h Dia 09 - 14h30 Dia 10 - 20h Dia 16 - 14h30 Dia 17 - 20h Dia 23 - 14h30 Dia 24 - 20h Dia 30 - 14h30 Dia 31 - 20h A Porta Estreita Perdão e Libertação Fé e Caridade Conhece-te a Ti Mesmo Orgulho e Humildade Vencendo as Diversas Formar de Violência - A Cólera O Reino dos Céus Trilhar Caminhos do Amor O Poder da Fé Estás Doente? A SENDA MARÇO-2015 • Programação de Palestras na FEEES Paulo Cesar D. Castellani Hélio Tinoco Jaldete Abranches Odair Porto Jacira A. S. Leite Zanone Batista Maria de Lourdes Neves Lílian Martins Altino Valadão Leite Regina Valory O Grupo Espírita Joana D’Arc convida para: • Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita (ESDE), às terças-feiras, às 18h30, para turmas iniciantes, intermediárias e avançadas; e aos domingos, às 18h30, para turmas iniciantes. Matrículas abertas. • Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo, com Nivaldo Dalvi, às quintas-feiras, das 20h às 21h. Onde as informações sobre o universo espírita são precisas e atuais. A Senda Exposição “O Céu e o Inferno - 150 anos” A Federação Espírita Brasileira abrirá em sua sede, em Brasília, no dia 7 de março, a exposição “ O Céu e o Inferno - 150 anos”, mostra que homenageia essa que é a quarta obra do pentateuco kardequiano. Programação de Palestras AMEEES - Março 2015 Dia 04 - 20h Deus, Espírito e Matéria Dia 11 - 20h Doação de Órgãos e Transplantes Dia 25 - 20h Autoconhecimento André Luiz Ramos José Roberto Pereira Santos Departamento de Saúde Mental Dia 18 - 20h Contribuições da Filosofia Espírita à Filosofia Médica Wilson Ayub Lopes 6

[close]

p. 7

Março 2015 Notícias Encontro de Presidentes de Casas Espíritas • ENPRECE 2015 • Como em anos anteriores, a Feees vai comemorar o seu aniversário, reunindo os presidentes das Casas Espíritas adesas em um encontro que vai discutir o tema: “Vivenciando a Religiosidade”. Oficinas das áreas estratégicas serão oferecidas, objetivando promover ampla troca de experiências entre presidentes de casas espíritas e diretores da Feees. O evento será realizado no Grupo de Fraternidade Espírita Jeronymo Ribeiro (VV), nos dias 28 e 29 de março, logo após o encerramento da Assembleia Geral Ordinária. 8º CONGRESSO ESPÍRITA MUNDIAL Complexo do Meo Arena, Lisboa, Portugal, onde será realizado do 8º Congresso Espírita Mundial Lisboa vai acolher, na sala Tejo do Meo Arena, o próximo CONGRESSO ESPÍRITA MUNDIAL, entre 7 e 9 de outubro de 2016. A organização está a cargo da Federação Espírita Portuguesa (FEP), em parceria com o CEI – Conselho Espírita Internacional. Vitor Féria, presidente do Conselho Diretivo da FEP, afirma que este congresso é «um evento inesquecível, a não perder», pois é uma «oportunidade única poder participar num congresso internacional tão perto de casa». Na mesma linha de ideias, Charles Kempf, secretário-geral do CEI, apela às pessoas interessadas dos diversos países: «Aproveito a oportunidade para convidar a todos para se juntarem a nós, em Portugal, Lisboa, em 2016. Façam as suas inscrições logo que possível». IEDA retorna ao Mundo Espiritual Nossa querida amiga, companheira em todas as atividades do Centro, Ieda Maria Brasileiro, foi requisitada por Deus Pai e partiu no dia 23/02/15. Sua alegria e perseverança no exercício da caridade, sua participação ativa no movimento espírita e seu esforço em se aprimorar nunca serão esquecidos. Que o Mestre Jesus a acompanhe, em qualquer lugar em que você esteja. Siga em Paz! Ela coordenava o Dapse e fez parte da diretoria executiva muitos anos no Ceak, mas ajudava a todas as demais áreas, incansável.. Atuou como médium em diversos tipos de reunião mediúnica no Ceak e colaborou em outras instituições na educação mediúnica (Feees, Amees, e outras). 7 1º Encontro Jurídico Espírita do Espírito Santo Vem aí o 1º Encontro Jurídico Espírita do Espírito Santo! Alysson Mascaro, César Reis e Dora Incontri são os conferencistas convidados para discutir “Novas Estruturas Econômicas, Sociais e Educacionais. O evento acontecerá de 10 a 12 de abril no Auditório Manoel Vereza no CCJE-UFES. Mais informações em www.aje-es.org.br. Campanha em prol da dinamização do Espiritismo do Espírito Santo Se você já percebeu a importância do movimento espírita, para que a Doutrina Consoladora do Cristo chegue a todos os corações, seja um patrocinador das ações de divulgação espírita. Preencha a ficha abaixo e envie-a à Federação Espírita do Estado do Espírito Santo. Você receberá em sua própria casa o CARNÊ DE COLABORADOR. PROPOSTA DE COLABORADOR NOME: ENDEREÇO: BAIRRO: CIDADE: FONE: (residencial) CPF: ASSINATURA: (comercial) CEP: ESTADO: VALOR DA CONTRIBUIÇÃO:

[close]

p. 8

Aconteceu A SENDA A Arte Espírita no EMEES - Encontro de Mocidades Espíritas do Espírito Santo fotos: divulgação Feees Cenas dos espetáculos “Ontem uma Lembrança” e “Fractais” Acima, Equipe de música da FEEES durante o show de domingo, e, ao lado, GEDRI apresentando a dança “Pelas Molduras de Ammadis” Mais uma vez, a arte espírita marcou presença no Encontro de Mocidades Espíritas do ES, não apenas como entretenimento, mas como forma de transmitir conteúdo doutrinário, dentro do tema do encontro. Este ano, o foco de peças de teatro, músicas e espetáculos de dança se relacionaram ao livro O Céu e o Inferno, homenageado no 35º EMEES, por ocasião de seu sesquicentenário. Duas peças tiveram sua estreia no encontro: “Ontem uma Lembrança” (com roteiro baseado em livro ¨Voltei¨, de Irmão Jacob/ Chico Xavier), apresentada no sábado à noite, pela equipe de teatro da Casa Espírita Cristã e “Fractais” (roteiro original), encenada na segunda-feira, pelo Grupo Ânima de Teatro Espírita. Sem dúvida, todo o trabalho de composição e ensaio das peças valeu à pena, já que ambas trouxeram grande emoção ao público. Domingo foi dia de show de música, que reuniu a Equipe de Música da Feees, o Grupo Bem, Júnior Vidal, Eliane Cavalcanti e André Pirola. Confraternistas, evangelizadores e trabalhadores se empolgaram ao cantar e dançar sob o som das canções antigas e das novas, compostas especificamente para este evento. Destaque para ¨Vós sois Deuses¨ (música tema do evento), ¨Eles¨, ¨Muito mais¨, ¨Sinais dos Tempos¨ e ¨Infinitos Degraus¨. No encerramento, o Grupo Espírita de Dança Reforma Íntima (GEDRI) estreou seu novo trabalho: “Pelas Molduras de Ammadis”, levando a audiência ao mundo dos sonhos e dos pesadelos, com sua dança vibrante e encantadora. Àqueles que não estiveram no 35º EMEES, fiquem ligados, pois os diversos grupos artísticos costumam reapresentar seus espetáculos durante o ano. Além dos espetáculos noturnos, música, artes plásticas, teatro e dança foram usados também em vários outros momentos pedagógicos, da abertura ao encerramento, como forma de sensibilizar e transmitir conhecimento de forma dinâmica e interessante. 8

[close]

Comments

no comments yet