Edição 58 do samburá

 

Embed or link this publication

Description

Jornal O Samburá

Popular Pages


p. 1

O Samburá BARRA DE CARAVELAS, BAHIA - ANO V - EDIÇÃO NÚMERO 58Tiragem 2.000 Exemplares jornalosambura@gmail.com MENSAL - Período Dezembro- 2014 Puxada do Mastro de São Sebastião anima Ano Novo da Comunidade da Barra de Caravelas Página 06 Homem de 47 anos desaparece em Cruzeiro e está sendo procurado na altura de Abrolhos. Página 03 Governo volta atrás e vai discutir Portaria que proíbe pesca de espécies ameaçadas com pescadores. Informativo da RESEX Página. 04 Professores aprendem sobre Operação de Dragagem da Fibria. Tirinha da Florinha Coelho. Pág. 02 Página 05 Pág. 03 E muito mais!! FLIC comemorou 78 anos de criação Pág. 03 Réveillon de Caravelas mais uma vez foi realizado em clima de paz e harmonia. Novenas e Festa de Nossa Senhora Imaculada Conceição na Barra de Caravelas mantiveram tradição de fé e união comunitária A Filarmônica Lira Imaculada Conceição completou 78 anos de criação no dia 8 de dezembro, quando recebeu homenagem da comunidade pelos serviços presta- dos. Página 05

[close]

p. 2

O Samburá Nesta edição a equipe do Jornal Comunitário O Samburá aproveita para desejar que o ano de 2015 seja de muitas realizações para todos, com saúde e sucesso! Por mais um ano estaremos juntos tentando trazer para a comunidade da Barra de Caravelas e para os outros leitores do Jornal informações que ajudem a entender melhor o mundo e o lugar onde vivemos. Contamos com os parceiros e colaboradores para fortalecer essa corrente! Pra começar o ano leiam com atenção uma matéria especial para os pescadores e marisqueiras que trata sobre a portaria do Governo Federal que proíbe a pesca de várias espécies muito presentes em nossa região. A portaria surgiu a partir da divulgação da Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção e inclui cerca de 80 peixes e crustáceos que têm uso econômico, como por exemplo o budião. Os trabalhadores da pesca de todo o país reclamam da falta de informações e pedem a criação de um Comitê Permanente de Gestão, prometido em 2012 pelo Ministério do Meio Ambiente e Ministério da Pesca e Aquicultura e que ainda não saiu do papel. Ongs e a bancada ambientalista do Congresso defendem a manutenção da Portaria. Elas afirmam que a proibição da pesca é necessária à manutenção da biodiversidade aquática. Para o deputado Sarney Filho, coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista, a indústria pesqueira “necessita aprender a trabalhar segundo o paradigma da sustentabilidade, permitindo que estoques pesqueiros se recuperem e obedecendo a um regime de áreas protegidas, defesos temporais e monitoramento adequado das capturas por espécie”. O deputado não se pronunciou sobre os pescadores artesanais, que segundo dados do próprio Governo, estão estimados em quase um milhão de pessoas. Vamos ver no que essa discussão toda vai dar... Vamos relembrar a Festa da Padroeira que agitou a comunidade no mês de Dezembro e trazer belas fotos da Puxada do Mastro de São Sebastião. Tem também tirinha, rapidinhas, curiosidades e outras matérias sobre a nossa comunidade e região. Feliz Ano Novo! AMIGOS DO SAMBURÁ* O bloco das Piranhas é uma manifestação popular formada por homens que se vestem com roupas e acessórios de mulher com farta dose de exagero e criatividade para brincar o Carnaval. Na Barra de Caravelas, onde acontece todos os anos o CarnaBarra, carnaval antecipado de Caravelas, multidões de pessoas acompanham o bloco das piranhas que saem pelas ruas da comunidade barrense, animando e contagiando a comunidade e visitantes para as demais atrações do CarnaBarra. Tirinha da Florinha Coelho Amarina Antunes Célia Siquara Cida Macário Corina Melgaço Ceça de Yayá Dadá Souza Edson Silva Fábio Pinheiro Jose Esperidião Jorge Magalhães Jorge Oliveira Mª de Lourdes P. Inácio Marinalva Tavares Vanessa Santana *É Amigo do Samburá quem acredita na força da comunicação de base comunitária. Obrigado a todos por nos ajudar a produzir e divulgar esse importante veículo de comunicação da Comunidade de Barra de Caravelas. O Jornal Comunitário O Samburá surgiu entre um grupo de jovens da pequena comunidade de pescadores e pescadoras artesanais de Barra de Caravelas em 2009 e hoje tem distribuição gratuita mensal de 2.000 exemplares em toda região de Caravelas. ♦ Para saber mais visite o BLOG: http://jornalcomunitarioosambura.blogspot.com/ ou entre em contato: jornalosambura@gmail.com ♦ DIAGRAMAÇÃO: Robson Falcão ♦ REPORTAGEM: Adriene Coelho Edvaldo Souza e Robson Falcão ♦ IMAGENS: Robson Falcão, Girlândia Rodrigues, Resex♦ SUPERVISÃO: Antônio Emídio. ♦ Colaboradores nesta Edição: IBJ, Resex do Cassurubá, FLIC, Fibria. Página 2 O Samburá

[close]

p. 3

O Samburá Homem de 47 anos desaparece em Cruzeiro e está sendo procurado na altura de Abrolhos Um passageiro do cruzeiro de turismo “MSC Preziosa”, de 47 anos, está sendo procurado após ser dado como desaparecido no mar a cerca de 100 km ao sul do arquipélago de Abrolhos, segundo informações divulgadas No dia 8/01 pelo Comando do 2° Distrito Naval. Não há informação sobre a identidade da vítima, mas o Comando adiantou que a possibilidade é a de ele possa ter caído ao mar. O motivo ainda não está esclarecido, mas as buscas foram feitas pelo Serviço de Busca e Salvamento Marítimo do Leste (Salvamar Leste), que se deslocou de Salvador com o Navio-Patrulha “Gravataí”, que partiu da Base Naval de Aratu, e com uma aeronave P-3 da Força Aérea Brasileira. Um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação foi instaurado com prazo de conclusão de até 90 dias. (FONTE: G1 BA) Novenas e Festa de Nossa Senhora Imaculada Conceição na Barra de Caravelas mantiveram tradição de fé e união comunitária Durante as nove noites, fieis, devotos da comunidade e visitantes passaram pela Igreja para rezar e agradecer pelas graças recebidas. Algumas celebrações foram presididas pelo Pe. Vanderley e outros por leigos ministro da palavra, convidados pelo novenário da noite. Os cantos foram entoados pelos corais: Imaculada Conceição, Josc, Novo Ser e Ministério Emanoel e, os convidados, coral Sagrado Coração de Jesus, Ministério Além da Canção ( Paroquia Sto. Antônio), e coral Ed de Ponta de Areia. No dia 08 de dezembro pela manhã foi presidida pelo Padre Vanderley a santa Missa. A tarde a procissão ganhou as ruas. A frente o andor de N. Senhora, devotos, movimentos e pastorais caminharam pelas ruas do povoado com a participação da Filarmônica Lira Imaculada Conceição. Com o tema: “Maria, feliz és Tú que acreditastes”, a comunidade católica da Barra de Caravelas, realizou de 29 de novembro a 08 de dezembro de 2014 a festa de sua padroeira. Réveillon de Caravelas mais uma vez foi realizado em clima de paz e harmonia Simples e aconchegante, assim foi o réveillon de Caravelas. As pessoas que foram até a Praia do Grauçá no dia 31 de dezembro para curtir os festejos do Réveillon na Barra de Caravelas, puderam viver um clima gostoso e tranquilo. Os turistas se encantaram com a beleza local e ressaltaram a paz que o lugar transmite. Por tudo isso a Prefeitura Municipal de Caravelas optou pelas bandas da cidade, valorizando os artistas locais. À meia noite todos curtiram a queima de fogos, com cada família e grupo de amigos vivendo seu ritual de fé e crença e aproveitando a proximidade com a praia para levar seus pedidos às águas. Nova quadra coberta da Barra vai beneficiar comunidade A Prefeitura Municipal através de convênio com o Governo Federal está construindo a tão desejada Quadra Poliesportiva Coberta da Barra de Caravelas, realizando um antigo sonho dos moradores, principalmente jovens e desportistas que ainda não possuíam um local adequado para a prática de suas atividades. Além dos jogos e competições esportivas, o espaço vai poder abrigar também atividades sociais e comunitárias, integrando ainda mais os grupos com uma opção de diversão e segura, pois a quadra vai contar com iluminação adequada, espaço de arquibancada e vestiários. As obras estão avançando bem e a comunidade não vê a hora de poder usufruir desta conquista. O Samburá Página 3

[close]

p. 4

O Samburá . INTERCAMBIO DO 2º CURSO “PROFESSORES NA RESEX” O curso Professores na Resex é uma iniciativa do Programa de Comunicação e Educação Ambiental da Reserva Extrativista do Cassurubá e tem como objetivo informar os professores de escolas da região sobre esta unidade de conservação federal e promover a troca de idéias e experiências. Em seu segundo ano, o curso realizou entre os dias 11 a 13/12 um intercâmbio com profissionais e moradores da Resex de Canavieiras, proporcionando uma animada troca de experiências e vivencias em uma outra realidade. O grupo de professores de Caravelas pôde conhecer a sede da Associação Mãe e o Banco Comunitário dos Extrativistas de Canavieiras, que fortalece a economia das comunidades pesqueiras extrativistas através do comércio solidário, viabilizando os recursos oriundos da pesca que circulam no comércio local através do uso da moeda social extrativista, chamada de MOEX. Os professores fizeram passeio pelos áreas de manguezal e visitaram ainda a comunidade de Campinhos e a Associação dos Pescadores e Agricultores de Campinhos onde integraram uma roda de conversas com os extrativistas. Ótima iniciativa! 2° Módulo do Curso “Agentes Comunicadores Populares” realiza entrega de certificados No dia 17/12 foi realizado um fechamento com os grupos da Roda de Conversa, proposta do Programa de Comunicação e Educação Ambiental da Reserva Extrativista do Cassurubá com avaliação das atividades e entrega dos certificados de conclusão. Os Agentes Comunicadores Populares têm como objetivo valorizar os saberes das comunidades da Resex e suas realidades culturais na construção de novos saberes através de rodas de conversa. Professores aprendem sobre Operação de Dragagem da Fibria O Programa de Comunicação e Educação Ambiental da Reserva Extrativista do Cassurubá realizou nos dias 18 e 19/12 uma visita com os professores participantes do Curso Professores na Resex e com os Agentes Comunicadores Locais, à operação de Dragagem da Empresa Fibria. O objetivo foi aprofundar o conhecimento sobre este tema, de forma que esses grupos possam conhecer melhor como as etapas são efetuadas, e todos os passos de como é concretizada esta operação. Muito bem aproveitado pelos presentes, o momentos rendeu boas conversas e conseguiu responder muitas dúvidas e questionamentos. Página 4 O Samburá

[close]

p. 5

O Samburá Governo volta atrás e vai discutir Portaria que proíbe pesca de espécies ameaçadas com pescadores O Ministério do Meio Ambiente publicou no dia 17 de dezembro de 2014, uma portaria que define as novas Listas Nacionais de Espécies Ameaçadas de Extinção e proíbe a pesca e comercialização de 475 espécies de peixes e crustáceos no Brasil, entre eles várias espécies de tubarões, como os martelos e o galhabranca, peixes como o mero, budião, garoupa, badejo e crustáceos como o guaiamum. Somente os peixes e crustáceos reproduzidos em cativeiros e devidamente licenciados ficam fora destas proibições. Segundo a portaria, o intuito é proteger espécies ameaçadas de extinção no país, mas pescadores artesanais e da indústria pesqueira de várias cidades brasileiras protestaram, como aconteceu em Santa Catarina, onde entre a manhã do dia 5 e o fim de tarde do dia 6/01, cerca de 100 embarcações bloquearam o acesso de navios ao Porto de Itajaí. A CONFREM (Comissão Nacional de Fortalecimento das Reservas Extrativistas Costeiras e Marinhas), que tem representação em todos os estados do litoral brasileiro e nas 25 resex costeiras e marinhas do Brasil se colocou contra esta manifestação de Santa Catarina afirmando que foi feita em sua maioria por embarcações de pesca industriais, mas se mantiveram contra a Portaria, chamando atenção para a falta de diálogo do Ministério do Meio Ambiente com a classe pesqueira e principalmente para a questão de que a mariscagem e a pesca artesanal não são os responsáveis pelo colapso de muitas espécies. Os verdadeiros responsáveis, segundo a CONFREM são os projetos de Carcinicultura, Portos e Estaleiros entre outros que estariam destruindo os habitats tradicionais. Mas desde o dia 08/01 o Ministério do Meio Ambiente e Ministério da Pesca estão se reunindo para debater a Portaria e a expectativa é que desta vez a lista de espécies proibidas seja revista por um grupo de trabalho com a participação de pescadores e da indústria. Enquanto isso, como já previsto na Portaria, os pescadores tem mais seis meses pra continuar pescando as espécies da lista, e um ano para vender os estoques. Estamos de olho! A lista completa pode ser acessada através do Blog do Jornal! FLIC comemorou 78 anos de criação A Filarmônica Lira Imaculada Conceição completou 78 anos de criação no dia 8 de dezembro, quando recebeu homenagem da comunidade pelos serviços prestados. A FLIC é uma associação cultural sem fins lucrativos que existe desde 08/12/1936 na comunidade de Barra de Caravelas com a finalidade de difundir a cultura. Suas atividades são relacionadas ao ensino da música, além da promoção de atividades sociais e educacionais. Nos últimos anos a FLIC vem se destacando na elaboração e execução de projetos comprometidos com a promoção da cidadania da comunidade e conta com uma oficina de reparo e manutenção de instrumentos musicais e parcerias com escolas e outros grupos culturais. Parabéns a todos que fazem parte desta história! O Samburá Página 5

[close]

p. 6

O Samburá Puxada do Mastro de São Sebastião anima Ano Novo da Comunidade da Barra de Caravelas Reza a lenda que na batalha final que expulsou os franceses que ocupavam o litoral brasileiro, São Sebastião foi visto de espada na mão entre os portugueses, mamelucos e índios, lutando pelo nosso território. Essa batalha continua sendo encenada em várias partes do país e na Barra vem passando de geração em geração, acontecendo sempre com muita seriedade e devoção. Nos 3 dias da festa as ruas da comunidade são tomadas por jovens, crianças e adultos. Além das esperadas lutas e faíscas das espadas pelo chão, os personagens encenam, num teatro ao ar livre, os discursos e discussões entre os dois grupos. São duas facções inimigas: os “soldados mouros”, que roubam a imagem de S. Sebastião, e os “soldados cristãos”, guardiões da fé, responsáveis pela devolução do ícone à igreja. O ponto culminante é o episódio das embaixadas e a batalha entre os rivais – luta de espadas pelas ruas da cidade – enquanto o “santo” fica protegido no forte que é uma palhoça improvisada com folhas de coqueiro. No dia seguinte, em combate final, a imagem é recuperada e os mouros batizados. Um dos grandes momentos pós show do Réveillon na comunidade da Barra de Caravelas é a tradicional Puxada do Mastro de São Sebastião. Dias antes dos festejos da virada de ano, os festeiros vão até a mata para escolher o tronco ideal que tem que ser grosso e alto, em seguida é deixado em um ponto estratégico na Praia do Grauçá, até que na madrugada do dia 1° de janeiro a multidão amarra uma corda ao tronco e puxa pelas ruas do povoado, enquanto outra parte do povo tentar impedir que saia do lugar, o que provoca uma saudável disputa entre as pessoas. O objetivo é levar o tronco até a porta da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, onde ficará até a véspera da festa, na sua ponta é posta uma bandeira com o desenho do santo guerreiro e ficará em frente da praça até o próximo ano quando começa tudo de novo. Esta é uma tradição muito antiga que tem origem no século 16. A festa, segundo os moradores mais antigos, acontece a mais de 100 anos em nossa comunidade e mistura elementos da religiosidade católica e indígena numa simbólica homenagem a São Sebastião, considerado protetor da Humanidade contra a fome, a peste e a guerra. Página 6 O Samburá

[close]

p. 7



[close]

p. 8

Anuncie Anuncie Aqui! Aqui!

[close]

Comments

no comments yet