Apostila EaD

 

Embed or link this publication

Description

Apostila EaD

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

25/02/2015 www.renatasbrogio.com.br www.profrenatasbrogio.blogspot.com profsbrogio@hotmail.com http://www.essaseoutras.xpg.com.br/charges-engracadas-de-educacao-ensino-critica-alunos-e-professores/educacao-a-distancia/ EaD “A expressão “educação a distância” (assim como “ensino a distância” e outras assemelhadas), designa muitos processos diferentes, em alguns casos, até antagônicos. ... Cobre muitas metodologias que jamais poderiam conviver sob o mesmo teto conceitual.” NETO (2008) Profª. Esp. Renata Sbrogio 1

[close]

p. 3

25/02/2015 Expressões que parecem ser empregadas como sinônimos de “educação a distância”: •ensino a distância; •formação continuada; •educação aberta; •auto-ensino ou auto-instrução; •aprendizagem durante toda a vida; •educação flexível; •tele-educação; •estudo on-line; •ensino virtual; •e-learning, etc. NETO (2008) Profª. Esp. Renata Sbrogio Definições e conceitos “A Educação a Distância é a modalidade educacional na qual a mediação didáticopedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.” Esta definição está presente no Decreto 5.622, de 19.12.2005 (que revoga o Decreto 2.494/98), e que regulamenta o Art. 80 da Lei 9.394/96 (LDB) . Profª. Esp. Renata Sbrogio São Modalidades de Ensino: 1. Educação de Jovens e Adultos (EJA) 2. Educação a Distância e Tecnologias de Educação (EAD) 3. Educação Tecnológica e Formação Profissional 4. Educação Especial 5. Educação Indígena 2

[close]

p. 4

25/02/2015 Definições e conceitos “Educação a distância é o processo de ensino-aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos estão separados espacial e/ou temporalmente.” Moran (2012) Linha do Tempo – EaD no Brasil 1904 Cursos por correspondência. 1922-25 Rádio Sociedade Educativa do Rio de Janeiro, por Edgard Roquette-Pinto. 1941 Criação do Instituto Universal Brasileiro . 1965 Início das TVs educativas, gerando os telecursos. 1978 Telecurso 2º Grau – parceria entre a Fundação Padre Anchieta e a Fundação Roberto Marinho. 1979 Cursos livres na UnB – parceria com a The Open University. 1989 Universidade Federal de Lavras: primeira universidade a oferecer cursos de pós-graduação a distância. Profª. Esp. Renata Sbrogio Linha do Tempo – EaD no Brasil 1995 Lançamento da TV Escola. 1996 Reconhecimento da validade da EaD para todos os níveis de ensino. Criação da Secretaria de Educação a Distância – Seed. Fonte da Linha do tempo: Torres & Vianney, 201; Saraiva: Educação a distância no Brasil: lições de história. Profª. Esp. Renata Sbrogio 3

[close]

p. 5

25/02/2015 Um marco na história da educação a distância foi a fundação da Open University, na Inglaterra, em 1962. http://openlearn.open.ac.uk/ Profª. Esp. Renata Sbrogio O que se espera da Educação a Distância? • Democratizar o acesso a Educação: • Desenvolvendo-se metodologias inovadoras; http://www.educacao.cc/wp-content/uploads/2011/12/ead.jpg • Promovendo autonomia do aluno; • Disponibilidade de Bibliotecas digitais; • Conteúdos e aprendizagem de alta qualidade; • Tutoria com professores de alta qualificação; • Custos reduzidos; • O fim das injustiças sociais. O que vem acontecendo.... • Inclusão de populações até então não alcançadas pelo ensino superior; • Expansão do número de alunos na faixa de 18 a 24 anos, e acima; http://www.educacao.cc/wp-content/uploads/2011/12/ead.jpg • Interiorização e aumento da área de abrangência das IES; • Desenvolvimento de novas formas de ensinar e de aprender; • Qualidade na formação obtida pelos egressos da EaD. 4

[close]

p. 6

25/02/2015 Eliminando distâncias, quebrando barreiras... Separações e Distâncias Distância Geográfica “Normalmente os cursos em EaD visam atingir o aluno que vive e trabalha em locais geograficamente distantes de onde os professores ministram o curso ou de onde são originadas as aulas.” Distância Econômica “...Cursos à distância, em geral não são mais baratos do que os presenciais mas, por atingirem uma parcela maior de alunos e assim, conseguir uma satisfatória redução em seus custos. “ Distância Temporal “...a educação a distância tem de levar em consideração fatores temporais tais como a idade dos alunos (que às vezes os impedem de frequentar cursos presenciais), as datas fixas e horários rígidos dos calendários escolares/universitários, a época do ano em que são ofertados os cursos, o momento de vida das pessoas e muitos outros fatores nos quais a dimensão temporal é essencial.” NETO (2008) Legislação geral A Lei de Diretrizes e Bases – LDB A Educação a Distância (EAD) é reconhecida no Brasil pela Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, sendo geralmente conhecida como Lei de Diretrizes e Bases – LDB. No seu artigo 80 esta lei prescreve as linhas gerais para a oferta da EAD: Art. 80. O Poder Público incentivará o desenvolvimento e a veiculação de programas de ensino a distância, em todos os níveis e modalidades de ensino, e de educação continuada. 5

[close]

p. 7

25/02/2015 Lembrando: São Níveis de Ensino: 1. Educação Básica 1.1 Educação Infantil 1.2 Ensino Fundamental 1.3 Ensino Médio 2. Ensino Superior 2.1 Graduação 2.2 Pós-Graduação Quer dizer que a Ead Pode ser ofertada também na educação infantil, Como assim? “Fica claro que a Educação a Distância pode ser ofertada em todos os níveis de ensino, desde que atendidas algumas ressalvas ou condições, impostas pelo próprio decreto ou pela LDB, particularmente no que se refere à educação básica. O §4.º do art. 32 da Lei 9.394/96 determina que: O ensino fundamental será presencial, sendo o ensino a distância utilizado como complementação da aprendizagem ou em situações emergenciais.” Parágrafo único. A oferta de educação básica nos termos do caput contemplará a situação de cidadãos que: I - estejam impedidos, permitido de saúde, de acompanhar ensino presencial; II - sejam portadores de necessidades especiais e requeiram serviços especializados de atendimento; III - se encontram no exterior, por qualquer motivo; IV - vivam em localidades que não contem com rede regular de atendimento escolar presencial; V - compulsoriamente sejam transferidos para regiões de difícil acesso, incluindo missões localizadas em regiões de fronteira;ou VI - estejam em situação de cárcere. 6

[close]

p. 8

25/02/2015 A autonomia “Além das definições já expostas, há pessoas que afirmam ser o aspecto mais marcante da EAD a questão da aprendizagem e da formação integral do indivíduo pela modalidade a distância...caracterizada pelo relativo grau de autonomia que concede ao aluno no processo de aprendizagem, tornando-o responsável pela aquisição do conhecimento.” NETO (2008) Profª. Esp. Renata Sbrogio PERFIL DO ALUNO Na EAD, prevalecem as alunas casadas, com filhos, afrodescendentes, de baixa renda, que contribuem para o sustento da família, e tem pais com menor escolaridade do que o aluno de cursos presenciais. http://3.bp.blogspot.com/-URAuL-ogZK4/U45OAFV-AWI/AAAAAAAAARk/_7JZv5bd1Dc/s1600/TRABALHO+EAD.jpg 7

[close]

p. 9

25/02/2015 Levantamento 2013 -309 instituições responsáveis por: - 15.000 cursos -4 milhões de alunos http://www.abed.org.br/censoead2013/CE NSO_EAD_2013_PORTUGUES.pdf 8

[close]

p. 10

25/02/2015 Perfil do aluno da EaD – Brasil – em 2013 - Inst. Formadoras = Maioria feminina = +56% -Nos cursos corporativos – maioria masculina = 54,5% -Idade média = 30 anos ou mais -Nos cursos livres não corporativos = 39% das inst. Indicam alunos entre 21 e 30 anos. - 94% já trabalham (alunos das Inst. Formativas) -90% do total de alunos estuda e trabalha Ok! Como e, por quem, é “feita” essa tal Educação a Distância? •Designers Instrucionais •Tutores •Professores conteudistas http://www.freepik.com/free-vector/question-callout-clip-art_379315.htm https://encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcT4irA31AgzVB77JjInG_7jeU4BUnbIAkwHcV9Tj7CD1Cv9IsqooQ 9

[close]

p. 11

25/02/2015 Design? “Na Educação a Distância, a produção adquire uma dimensão maior do que no presencial, dada a necessidade do uso de recursos tecnológicos e de mídias comunicacionais para superar as distâncias espaciais e/ou temporais entre os agentes da aprendizagem. Muitos são os recursos e meios dos quais os designers instrucionais podem lançar mão para dar forma concreta ao design.” (NETO, 2009, p. 61) Profª. Esp. Renata Sbrogio Para que serve o Design Instrucional? Podemos destacar “três pontos essenciais do design instrucional: o comprometimento com a melhoria da aprendizagem, a atenção para as necessidades do aluno e o design de recursos de apoio e incentivo à aprendizagem ativa.” (NETO, 2009, p. 64) Profª. Esp. Renata Sbrogio Metas do Designer Instrucional: Para desenvolver um bom curso, o designer instrucional precisa buscar: • Atingir os objetivos pedagógicos; • Elaborar material interativo e objetivo; • Ser agradável e prazeroso para os aprendizes e • Oferecer eficiência também no custo-benefício. 10

[close]

p. 12

25/02/2015 Funções do Designer Instrucional: •Analisar e definir o público-alvo; •Projetar o curso para atender este público; •Desenvolver o projeto geral do curso e seus elementos componentes; •Implementar e acompanhar o desenvolvimento do curso; •Avaliar os resultados obtidos durante e após o curso. Para formação! • CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO (Pós-graduação lato sensu) http://www.ead.senac.br/pos-graduacao/design-instrucional/ Profª. Esp. Renata Sbrogio http://www.freepik.com/free-vector/question-callout-clip-art_379315.htm Quem pode ser designer instrucional? X Qual a média salarial deste profissional? 11

[close]

p. 13

25/02/2015 Curso livre TPDI — Teoria e Prática do Design Instrucional pela Livre Docência - Curso Livre http://www.livredocencia.com/ Curso Livre: http://www.esab.edu.br/cursos-a-distancia/designer-instrucional/ Curso Livre: http://blog.edubrazuca.com.br/blog/index.php/cursos-online-gratuitos-designer-instrucional 12

[close]

p. 14

25/02/2015 http://www.edubrazuca.com.br/ Tendências: Moocs http://www.iu.qs.com/wp-content/uploads/2015/01/jantofg_TcBlog3_MOOC_7.jpg Tendências: Webinars “Webinar é um tipo de webconferência no qual a comunicação é de uma via apenas, ou seja, somente uma pessoa fala e as outras assistem. A interação entre os participantes é limitada apenas ao chat, de modo que eles podem conversar entre si ou enviar perguntas ao palestrante. O nome vem de uma abreviação de web-based seminar (em português, seminário baseado em rede)” WEBINAR. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2015. Disponível em: . Acesso em: 8 fev. 2015. http://blog.backupify.com/wp-content/uploads/2014/10/webinar-image_for-blog.jpg 13

[close]

p. 15

25/02/2015 Tendências: Flipped Classroom http://14434396.r.lightningbase-cdn.com/wp-content/uploads/flipped-classroom1.jpg Tendências: Educação Híbrida http://www.sead.ufscar.br/outros/infografico_educacao_hibrida.JPG/image_preview http://d4ionjxa82at6.cloudfront.net/5a/92/i98865754._szw480h1280_.jpg Eventos: Jovaed A JOVAED - Jornada Virtual ABED de Educação a Distância é um evento online e gratuito organizado pela ABED - Associação Brasileira de Educação a Distância. http://www.abed.org.br/jovaed2013/abed.html 14

[close]

Comments

no comments yet