Catavento Edição 47

 

Embed or link this publication

Description

Revista Catavento Edição 47

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

2 Cooperativa do ano! A última edição do ano do Catavento traz assuntos relevantes. Entre as ações realizadas durante em 2014, a cooperativa foi destaque nacionalmente, com o projeto ‘Jovens Associados Sicredi’. O Prêmio OCB Cooperativa do Ano foi um reconhecimento a união de forças para trazer jovens associados a nossa base. Novas unidades foram inauguradas, no Paraná e na região do ABCD Paulista, fruto de investimentos para a expansão da cooperativa. Associados participam do Programa Crescer, na busca de conhecimento para melhor participar no empreendimento. Líderes paranaenses conhecem a área de atuação em São Paulo e se encontram com fundadores da Sicredi ABCD, um momento histórico. Conselheiros e coordenadores concluíram o Programa de Formação para Conselheiros. Diversos eventos marcaram a trajetória do Programa A União Faz a Vida, inclusive uma viagem de imersão, onde os educadores conheceram a capital do cooperativismo de crédito nacional, Nova Petrópolis RS. A sustentabilidade esteve em alta, ao comemorarmos o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito. Por mais um ano, o Sicredi está entre as 150 empresas para se trabalhar no Brasil. Em uma rodada pelas unidades de atendimento, nossas equipes participaram de eventos, festas e outras ações em parceria com a comunidade, com o objetivo de integração. Enfim, a edição está recheada de muitas notícias edificantes! Boa leitura! Expediente: Editorial Maripá Entrega de Pulverizador Em agosto, a equipe de Maripá entregou ao associado Verno Radetzki um pulverizador. O equipamento foi financiado, via cooperativa, na parceria com o BNDES. “Acredito que quando realizamos nossos negócios com a cooperativa de crédito, o nosso empreendimento se fortalece”, disse o associado. É importante dizer que a Sicredi está a disposição dos associados para que possam realizar seus negócios com a cooperativa. “Temos todos os produtos e serviços bancários para atender aos associados e cada vez que realizamos um novo negócio, auxiliamos no desenvolvimento regional”, comentou o gerente de Maripá, Marcos Spessatto. Quarto Centenário Crédito para aumentar a produção Ano 9 - Número 47 Dezembro 2014 Encarte Relatório Semestral 2014 Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Presidente: Jaime Basso Vice-presidente: Amauri Weber Conselheiros: Euclides Molina, Pedro Adenir Paini, Airton José Moreira, Ari Becker, Antonio de Freitas, João Roberto de Oliveira Coelho, Osmar João Bertoli Junior, Walter Andrei Dal’Boit, Verno Radetzki, Paulo Sérgio Boldrini, Waldemir Freiria Amorin, Michel Furlan Rodrigues, Leonardo Alexandre Czuczman, César Antonio Garbus. CONSELHO FISCAL Albertinho Dondoni, Lucílio Fidelis da Silva, Nildo Dalla Corte, Mario Toshio Yassue, Sebastião Antonio Polato, Dorival Pessuti. DIRETORIA EXECUTIVA Diretor Executivo: Moacir Niehues Diretor de Negócios: João Augusto da Rocha Diretor de Operações: Alisson Schach PROJETO: Assessorias de Comunicação, Marketing e Programas Sociais Edição e Editoração: Vanderlei Vanin Justo Jornalista Responsável: Michael Bueno (DRT/PR 8140) Tiragem: 5 mil exemplares Periodicidade: Bimestral www.sicredivaledopiquiriabcd.com.br A equipe de atendimento de Quarto Centenário visitou o associado José Simionatto. Ele financiou a construção de um barracão de 500 m2 onde irá construir salas de espera e ordenha, para trabalhar com o rebanho de 50 vacas. Por enquanto só a terraplanagem foi feita, mas a expectativa é que o financiamento auxilie no aumento da produção. “Hoje, com a estrutura que tenho atendo 2 vacas de cada vez e o processo é demorado. Com a nova, o número sobe para 6 vacas, o que vai facilitar o trabalho. Iremos diminuir tempo e melhorar a qualidade da produção”, avalia Simionatto. A Sicredi procurou uma linha adequada via Pronaf para atender o associado. “Como a cooperativa conhece a atividade do associado fica mais fácil encontrar a linha de crédito mais adequada. Coloco a equipe a disposição para que outros produtores passem e conversem conosco sobre suas necessidades financeiras”, diz o gerente Diego Vendrame.

[close]

p. 3

3 Feira de Projetos em Rancho Alegre D’Oeste O encerramento das oficinas do Programa ‘A União Faz a Vida’ em Rancho Alegre D’ Oeste foi diferente este ano. Alunos e professoras apresentaram os trabalhos em uma ‘Feira’ realizada durante o dia todo e aberta a visitação dos colegas de outras turmas, dos pais e da comunidade. “Desta forma os alunos participaram ainda mais, já que apresentaram os resultados dos projetos aos pais e colegas”, disse a coordenadora local do Programa no município, professora Iracema Doroteia dos Santos Rosetto. “Meu filho insistiu para que viesse ver o trabalho dele e estou aqui. Percebi, que além da turma toda descobrir uma forma diferente de reciclagem, os alunos estão se preparando para apresentar o tema e isso é muito bom. Fiquei orgulhoso”, disse o empresário Fábio José Pepece, pai do Felipe, de 8 anos. O evento aconteceu, no dia 10 de dezembro, na Escola Municipal Manoel Medina Martins Ensino e na creche Menino Jesus, com as crianças menores. Foram desenvolvidos 8 projetos, com a participação de todos os professores e dos mais de 260 alunos. Dentre os temas abordados: reciclagem de lixo, óleo e papel; qualidade da água; pacto nacional; contos infantis e o resgate de muitas brincadeiras, com a fabricação de brinquedos com material reciclado. “Vejo que alunos e professores superaram as expectativas, principalmente buscando esse novo modelo de apresentar os resultados”, avaliou a assessora pedagógica, Norma Frost. Feira de Projetos como finalização do ano em Rancho Alegre D’ Oeste Temas pertinentes como: reciclagem e resgate de brincadeiras foram trabalhados Dia das Crianças é comemorado com Poupedi Diversas unidades de atendimento da cooperativa participaram em parceria com instituições públicas e privadas em eventos comemorativos ao Dia das Crianças com espaços exclusivos para recepcionar os pequenos. Nas oportunidades foram distribuídos cofrinhos com o objetivo de estimular as crianças a pouparem e, quando cheios ainda trocar por um boneco do Poupedi. “É uma grande alegria estar junto com as crianças contribuindo com informações para o futuro de cada uma delas”, complementa a Gerente da Unidade de Terra Roxa PR, Elisangela Mancini.

[close]

p. 4

4 Maripá 16ª Festa das Orquídeas e do Peixe é destaque pela cooperação A Cooperativa Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP se consolida como grande parceira da charmosa e consagrada Festa das Orquídeas e do Peixe em Maripá PR. Na sua 16ª Edição o evento mais uma vez ganha destaque por conta da comunidade que cultiva os princípios do cooperativismo, onde o objetivo maior é contribuir com o crescimento de todos. Parabéns aos organizadores e aos envolvidos pelo belo exemplo de que a união das pessoas é a força que move o mundo. Unidade Móvel Sicreditouch, novidade que mostra os diferenciais de uma instituição financeira cooperativa. Parceria entre Sicredi e Maripá cada vez maior, a vida é melhor quando é cooperativa! Sicredi ajuda os produtores a divulgar que ali é possível levar as belas orquídeas pra casa e pagar com cartão. Muito mais rápido, prático e seguro! Iporã Sicredi é parceria do I Encontro de Produtores do Programa Mais Leite Evento Regional aconteceu em Iporã, com participação de mais de 400 convidados O Evento, realizado em setembro, reuniu produtores inscritos no programa e que experimentam a nova metodologia na produção do leite, com o objetivo de maior profissionalização na bovinocultura de leite. O Encontro foi organizado pelo Iapar (Instituto Agronômico do Paraná) e Emater (Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural), contou com a parceria de outras instituições e empresas, entre elas, a Sicredi. “A Sicredi auxilia no desenvolvimento da atividade, disponibilizando linhas de crédito apropriadas. Nossa participação neste evento teve o objetivo de conversar com os produtores e tirar dúvidas sobre os financiamentos”, comentou o assessor de crédito rural da Eleandro Piveta. O Programa Leite Mais visa de forma sustentável, o aumento da produtividade, qualidade e rentabilidade na atividade leiteira. Objetivo atingido com acompanhamento personalizado aos produtores, realizada por técnicos da Emater e Iapar ambos vinculados a Secretária de Estado da Agricultura e do Abastecimento (SEAB). “Neste encontro apresentamos os primeiros resultados e o que observamos é que estamos atingindo o objetivo esperado, que é uma maior profissionalização na atividade leiteira da região, que melhora a qualidade, produção e rentabilidade do produtor”, avalia o engenheiro agrônomo da Emater, Joaquim dos Santos Rocha.

[close]

p. 5

5 Sicredi está entre as Melhores Empresas para Você Trabalhar De acordo com o levantamento da revista Você S/A, 90% dos colaboradores se identificam com a instituição financeira cooperativa O Sicredi foi eleito, pelo quarto ano consecutivo, uma das “Melhores Empresas para Você Trabalhar” do guia elaborado pela revista Você S/A em parceria com a FIA (Fundação Instituto de Administração). A premiação foi realizada no dia 8 de outubro, em São Paulo. Em 2014, o Sicredi obteve 79,5 pontos no Índice de Felicidade no Trabalho (IFT), 1,8 ponto acima da nota final registrada no ano passado (77,7). A nota conquistada pelo Sicredi é superior a das demais instituições financeiras que participam da premiação. Quase 400 empresas se inscreveram para participar do levantamento, que avaliou, entre outros quesitos, o índice de confiança dos funcionários com o ambiente de trabalho e as melhores práticas de gestão de pessoas das empresas. O levantamento mostra ainda que 90% dos colaboradores se identificam com a instituição, 82,9% dos profissionais estão satisfeitos e motivados e 82,5% acreditam ter desenvolvimento profissional. Os líderes são aprovados por 83,6% dos colaboradores e o Índice de Qualidade no Ambiente do Trabalho (IQAT) é de 84,1. Na avaliação do presidente da Sicredi da Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP , esta é uma conquista de cada colaborador e o reconhecimento das práticas de gestão de pessoas da instituição. “Respeitar a individualidade de cada profissional está na nossa essência e isso reflete em um ambiente de trabalho mais cooperativo. Por isso, é fundamental continuar investindo em políticas e programas de gestão de pessoas”, comenta.

[close]

p. 6

6 Alunos de Palotina apresentam trabalho em Congresso de Ciências em Londres A Sicredi foi uma das empresas parceiras para a viagem do grupo Estudantes representaram o município em feira internacional Alunos premiados em projeto inovador Três alunos, do 3º ano do ensino médio do Colégio Cecilia Meireles, trabalhavam há 2 anos, na busca de uma fórmula natural, eficiente na prevenção da “Dengue”. As pesquisas foram realizadas nas aulas de biologia e coordenadas pela professora Carlise Debastiane. “Houve muita dedicação de tempo e aprendizado até chegar ao ‘Repelente Natural’, que nos trouxe, não só um resultado satisfatório, mas o reconhecimento internacional”, explica a professora Carlise. Depois de várias pesquisas, os alunos chegaram a uma receita simples e eficiente para manter afastado o mosquito aedes aegypti. Eles encontraram nas folhas de guaco e mandioca, sal de cozinha e cascas de limão taiti eficientes larcividas e inseticidas. “A fórmula ideal surgiu a partir de muitos experimentos. O melhor é poder distribuir as receitas a comunidade, com o objetivo de minimizar o problema”, lembra o estudante Vinicius Duarte Cauneto. A distribuição das receitas nos municípios de Palotina e Maripá de forma gratuita foi o resultado na seleção dos estudantes para o Liysf - London International Youth Science Forum que aconteceu em Londres – Reino Unido, entre os dias 23 de Julho e 06 de Agosto. Participaram do fórum 64 países e aproximadamente 400 jovens de todo o mundo. Na programação oficial do evento, inúmeras palestras com pesquisadores de vários lugares do Reino Unido, visitas a laboratórios, entre eles, o National Physical Laboratory, a School of English Rutherford Extension, as Universidades de Kent, Cambridge e Oxford, os museus de História Natural, de Ciências, Museu de Alexander Fleming – o descobri- dor da penicilina, o Palácio Real e a Catedral de Westminster onde ocorre a coroação da rainha. Em visita a Sicredi, em setembro, o grupo agradeceu a parceria que possibilitou a viagem e participação no fórum internacional. Os alunos comentaram sobre os aprendizados. “É gratificante saber, que o auxilio da Sicredi, foi importante para propagar esse projeto sustentável em âmbito internacional. Parabéns aos alunos, professora e escola pela iniciativa”, avaliou o presidente Jaime Basso. Como tudo começou A história do grupo começou na Fecitec de 2012, feira realizada pela UFPR – Campus Palotina. “Aproveitamos a oportunidade, nos informamos sobre as regras e buscamos alternativas naturais que pudessem diminuir os casos de dengue em nossa cidade”, comenta a professora. Depois de participar da 2ª Fecitec, o trabalho foi selecionado para a FEBRACE (Feira de Ciências e Engenharia – USP em Março de 2013). Em Junho de 2013, os alunos receberam o convite da Rede Poc – Rede de Olimpíadas do Conhecimento para integrar a delegação brasileira na EUREKA – Feira de Ciências realizada em Lima no Peru, e, por último, o Liysf - London International Youth Science Forum “Foi uma grande surpresa para todos nós, digno de mais empenho. Foi mais que um sonho realizado”, disse a aluna Gabriela Rossetto. Em visita a Sicredi, relataram as conquistas e agradeceram o apoio

[close]

p. 7

7 31 de outubro: Dia Mundial da Poupança Sicredi celebra data com diversas ações de Educação Financeira Criado no Congresso Internacional de Economia, realizado na Itália em 1924, o Dia Mundial da Poupança é celebrado em 31 de outubro. A data foi instituída no Brasil em 1933, mas ainda são poucas as iniciativas de conscientização. A Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP acredita ser importante refletir sobre a importância de ter uma vida financeira saudável. Para potencializar essa posição as unidades de atendimento desenvolveram atividades no mês de outubro para motivar os associados e a comunidade em geral a pouparem. São palestras, apresentações teatrais, encontros com a comunidade, distribuição gratuita de cofrinhos (Poupedi), entre outras iniciativas. O Dia Mundial da Poupança reforça a importância de guardar dinheiro em dias de consumo intenso, devido ao lançamento de novidades e cada vez mais oferta e opções que incentivam a população a gastar sem reflexão ou qualquer base de informações. De acordo com levantamento realizado pela Federação Nacional da Previdência e Vida (FenaPrevi), 68% da população brasileira não reserva dinheiro para projetos pessoais ou situação de emergência. Isso, segundo o presidente da Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP, Jaime Basso, demonstra um potencial enorme de crescimento da poupança, uma das diversas soluções oferecidas aos associados. “Esse é um tema muito importante e estamos sempre motivando nossos associados a fazer sua reserva financeira para atender as suas diferentes necessidades”, destaca. Colaboradora Vanessa Pardinho de Assis Chateaubriand PR dá dicas de economia para alunos do 5º ano do ensino fundamental Para ele, a poupança é uma aplicação simples, segura, com rendimento assegurado e várias vantagens. Entre elas, a isenção de Imposto de Renda e IOF (para pessoa física) e a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Créditos) “para depósitos de até R$ 250 mil por CPF. A modalidade também permite aplicações de pequenas quantias e os depósitos e saques podem ser feitos em qualquer dia do mês. Nos saques, o sistema calcula o resgate da data em que há maior ganho para o poupador. Além disso, os recursos captados são reinvestidos nas comunidades nas quais o Sicredi está presente e fomentam o desenvolvimento da economia local. SAC Sicredi - 0800 724 7220 / Deficientes Auditivos ou de Fala - 0800 724 0525. Ouvidoria Sicredi - 0800 646 2519. Eles têm um bom motivo para pensar no futuro. Você também. 31 de outubro, Dia Mundial da Poupança. Todo mundo tem sonhos e planos. E, para realizar, é preciso planejar e poupar. Comemore essa data com a gente. Investindo no Sicredi, você ganha o rendimento normal da aplicação e mais os resultados da cooperativa no fim do ano.

[close]

p. 8

8 A Escola que Queremos Comitiva de professores representa a Sicredi no Encontro Interestadual tro é realizado anualmente com o objetivo de integrar os profissionais que trabalham com os dois programas em seus municípios, a fim de fortalecer a parceria entre ambos e disseminar a cultura da cooperação nas escolas e cooperativas educacionais. Nesta edição, o encontro tev como tema “É tempo de buscar a escola que queremos”. Uma comitiva composta por professores que participam do Programa A União Faz a Vida (Maripá, Pérola, Umuarama, Campo Mourão e Rancho Alegre D’Oeste) representaram a Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP no encontro. “Há um incentivo para a participação dos educadores, por entender que o encontro oportuniza discussões em relação a educação no estado e também a troca de experiências”, avalia o presidente Jaime Basso. No segundo dia do evento, os participantes discutiram questões relacionadas aos dois programas. Houve, também, momento de integração entre os participantes e palestra com o professor da FGV, Marcelo Peruzzo, com o tema Neurogestão. “Foi incrível poder conhecer um pouco melhor o programa e saber que um grande número de educadores pensa um modelo de escola atual e interativo”, avaliou a educadora e assessora pedagógica Norma Frost. Cerca de 700 pessoas, entre agentes, assessores, professores, coordenadores pedagógicos, representantes de Secretarias de Educação e presidentes de cooperativas, participaram do Encontro Interestadual dos Programas Cooperjovem e A União Faz a Vida. O evento aconteceu na última semana de outubro, em Curitiba. O encon- 15 de outubro: Dia do Professor Como forma de agradecer a dedicação dos professores na arte de educar, a Sicredi realizou eventos nas escolas e entregou presentes na semana dedicada ao Professor. Na área de atuação da Sicredi, seis municípios são contemplados com o Programa, atendendo a 16 escolas, 179 educadores e mais de 2.300 estudantes. “Foi apenas uma lembrança em reconhecimento a toda dedicação destes profissionais. Nós só conseguimos realizar o Programa A União Faz a Vida, pela parceria existente entre instituição e educadores. Obrigado ”, diz a assessora de comunicação e programas sociais, Cláudia Bonatti. Educadoras da Escola Cooperativa de São Bernardo do Campo representaram a Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP , no evento, realizado na cidade de Marília, em outubro. A agenda trouxe temas pertinentes para a troca de ideias e reflexão sobre a prática da cooperação e cidadania. A palestra: “Pedagogia de Projetos: papéis, etapas e atores”, com o professor e consultor, Nilbo Nogueira, sugeriu a melhor forma de aplicar a metodologia estruturada pelo Programa. “É importante que o (a) educador (a) perceba as diferenças entre as metodologias, para que a pedagogia de projetos obtenha o resultado esperado”, avaliou. Além da palestra, a feira de ‘Boas Práticas’ foi um momento de compartilhar conhecimento. “Eu achei muito bom! Tinha algumas dúvidas de como funciona o Programa na prática e o encontrou foi primordial para esclarecer”, disse a professora Odete Arenas Salles. Primeiro Encontro Estadual do Programa A União Faz a Vida em São Paulo Representantes da Sicredi e Educadoras da Escola Cooperativa de São Bernardo do Campo Educadoras trocam experiências na feira de boas práticas

[close]

p. 9

9 Professores visitam a Capital do Cooperativismo de Crédito Brasileira Os educadores conheceram onde a história começou e a Fundação Sicredi responsável pelos programas sociais A Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP levou um grupo de professores que fazem parte do Programa A União Faz a Vida para uma viagem técnica a Nova Petrópolis/RS e ao Centro Administrativo Sicredi, em Porto Alegre, passando principalmente pela Fundação Sicredi, responsável pelos Programas Sociais. Na programação, em Nova Petrópolis, uma parada para conhecer o monumento erguido como símbolo da capital do cooperativismo de crédito brasileira e destaque para a Linha Imperial, onde o Padre Theodor Amstad viveu e iniciou a história do Cooperativismo de Crédito do Brasil e da América Latina. “Eu não tinha ideia da grandiosidade desta história”, afirmou a professora Sílvia Horwat de Morais Caetano, coordenadora do Colégio Sesi de Umuarama. “Eu me senti voltando no tempo e acompanhando a trajetória corajosa do sacerdote Amstad”, disse a secretária de educação do município de Pérola, Maria Sonia Celini. O segundo dia de visita foi ao Centro Administrativo Sicredi – CAS, em Porto Alegre. A comitiva conheceu as instalações do Sistema Sicredi, onde estão instalados: Banco Cooperativo, Confederação, Sicredi Participações S.A, Fundação Sicredi, Superintendência de TI e Segurança da Informação, Corretora de Seguros e Previdência, Administradora dos Cartões Sicredi e Administradora de Consórcios. A maior parada foi na Fundação Sicredi, onde os educadores puderam conversar sobre o desenvolvimento do Programa ‘A União Faz a Vida’ no país e na região onde estão inseridos. “A visita teve o objetivo de favorecer a integração do grupo e oferecer aos professores conhecimento sobre a história do cooperativismo de crédito e do Sicredi. É impressionante a sensação de pisar naquele solo onde tudo começou.”, avaliou a assessora de programas sociais Cláudia Bonatti. Professores em visita a Nova Petrópolis, no monumento ao Cooperativismo de Crédito No Centro Administrativo Sicredi, o maior tempo foi na Fundação Sicredi, responsável pelos Programas Sociais Troca de experiências intuito de reutilização do óleo de cozinha usado e fabricação de sabão, detergente e sabonete líquidos. “Foi uma ação muito interessante para os nossos alunos e, também, para as mães que participaram do evento. Com isso, estamos incentivando a fabricação de produtos de limpeza e auxiliando para minimizar o impacto ambiental com o descarte de óleo de cozinha”, avaliou a professora Márcia Martins. De acordo com a professora Silvana de Oliveira Conceição, de Rancho Alegre, a ação oportunizou a integração entre os participantes do programa em realidades distintas. “A troca de experiência favorece a todos os envolvidos no Programa A União Faz a Vida. Se não fosse nossa participação, não teríamos esse momento que nos proporcionou tanto aprendizado”, comentou. A ação foi acompanhada pela assessora pedagógica, Norma Frost, que ressaltou a prática da cidadania e da cooperação como foco do encontro. “Os objetivos do Programa A União Faz a Vida estiveram em foco na ação. Os alunos de uma escola, de forma cooperativa, auxiliaram no desenvolvimento da cidadania, em outro”, disse. Um encontro inusitado em Rancho Alegre D’ Oeste, no dia 04 de novembro, entre alunos do ensino médio do Colégio SESI de Campo Mourão e mães e estudantes do 4º ano B, da escola municipal Manoel Medina Martins, em Rancho Alegre D’ Oeste. O objetivo foi a troca de experiências de projetos obtidas através do Programa A União Faz a Vida. Os alunos do SESI, coordenados pelas professoras Márcia e Ana Paula foram até o município apresentar o projeto ‘fábrica de sabão’ e ensinar as mães de alunos e mulheres atendidas pelo CRAS a prática da oficina desenvolvida durante o ano, com o

[close]

p. 10

10 “Serviço local, bem global” foi tema do Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito Objetivo foi demonstrar o impacto positivo das cooperativas de crédito na economia mundial Celebrado na terceira quinta-feira de outubro, o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito (DICC / ICUDay, em inglês) é promovido pelo Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito (World Council of Credit Unions - Woccu) para divulgar o trabalho desenvolvido pelas cooperativas de crédito, aumentando a conscientização sobre sua importância econômica e social e, consequentemente, o apoio ao movimento cooperativo. No Brasil, a campanha teve adesão da Central Sicredi PR/SP/ RJ, que promoveu, por meio do Projeto Mais Árvores, o plantio de 11 mil mudas nativas nos três estados de atuação. Em São Paulo, nos municípios de Tietê, Guarulhos, Santo Antonio de Posse e Bauru foram plantadas aproximadamente 1.200 mudas de árvores nativas. Na área de atuação da Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP , pelos critérios de avaliação, a cooperativa plantará 1.200 mudas de árvores nativas. No dia 16 de outubro, a equipe de Umuarama deu início ao plantio e planeja outras datas até o final do ano. No município, a ação é desenvolvida em parceria com as Secretarias de Agricultura e Meio Ambiente, que localiza áreas degradadas para os plantios, de responsabilidade da equipe de atendimento da Sicredi. “Ao desenvolver essa ação, estamos fazendo a nossa parte e contribuindo para celebrar essa data tão importante para o Cooperativismo de Crédito na região, no Brasil e no mundo”, avalia o gerente da Sicredi em Umuarama, Diego Schanoski. De acordo com dados do Woccu, 57 mil cooperativas de crédito estão presentes em 103 países e 208 milhões de pessoas celebraram a data em todo o mundo. Os ativos totais das instituições financeiras cooperativas que fazem parte do Woccu movimentaram, em 2013, cerca de US$ 1,5 trilhão. No Brasil, a Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) contabiliza, com base em números de 2013 do Banco Central – incluindo cooperativas ligadas ao Sistema OCB, mais de 6,5 milhões de associados, 1.154 cooperativas de crédito com 5.084 pontos de atendimento espalhadas pelo País, gerando mais de 45 mil empregos. Elas movimentaram R$ 117,2 bilhões de ativos e R$ 55 bilhões em depósitos. As cooperativas de crédito incentivam o empreendedorismo, criam oportunidades de negócio e promovem o crescimento, a educação e o fortalecimento das localidades em que estão presentes.

[close]

p. 11

11 Associados concluem o Programa de Certificação de Conselheiros Conselheiros e líderes participaram de dez módulos formativos Turma Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP A última aula do Programa de Certificação de Conselheiros Cooperativos aconteceu no dia 06 de novembro, na sede da cooperativa de crédito, em Palotina. E a noite, uma cerimônia marcou a entrega dos certificados ao grupo. “A certificação significa maior aprendizado ao grupo de conselheiros e líderes participantes”, argumentou o presidente Jaime Basso. A certificação foi promovida pelo Sistema Ocepar, Sescoop PR, Central Sicredi PR/SP/RJ e ISAE - Instituto Superior de Educação e Economia, em parceria com as cooperativas paranaenses, que nesta etapa formaram um grupo de 40 conselheiros e líderes de núcleos de associados. “Os assuntos discutidos nos permitiram aprender mais sobre a administração do empreendimento cooperativo e isso é fantástico”, disse o líder de núcleo, Dorval Conci, de Maripá. O curso teve início em março, com a realização de 10 módulos, nos quais, os participantes receberam noções de: Cooperativismo de Crédito; Cooperativismo; Autogestão; Direito Cooperativo; Governança Cooperativa; Gestão de Pessoas; Finanças Corporativas; Análise e Gestão de Riscos; Gestão de Projetos; Estratégias e Inovação e Dinâmica da Governança Cooperativa. “Este último módulo, os participantes foram convidados a instalar uma estrutura de governança na própria turma, elegendo conselheiros, comitês, etc. Foi um grande exercício da democracia”, argumenta o professor Rubens Mazzalli, do ISAE. O Programa foi lançado em 2013 com o objetivo de capacitar novos conselheiros e busca aprimorar e desenvolver competências, visando uma maior efetividade no desempenho da função. Líderes se reúnem em grupos em uma das aulas do Programa de Certificação.

[close]

p. 12

12 Sede por conhecimento Associados participam do programa de formação da Sicredi, o Crescer, que apresenta nova metodologia Associados com vontade de conhecer melhor o empreendimento cooperativo. Essa é uma característica dos convidados a participar das reuniões de formação, que tem o objetivo de qualificar a participação dos associados na gestão e desenvolvimento da sociedade cooperativa. “Lembro que, quando cheguei a Assis, na década de 70, havia a prática do cooperativismo entre as pessoas, nos reuníamos para ajudar uns aos outros e também para conversar. Com o passar dos anos isso se perdeu. E hoje, esse programa me fez lembrar um pouco daquela época. Portanto para mim, foi muito importante ter participado do programa Crescer”, disse o associado Luis Antonio Barrotti. Uma vez por ano, a Sicredi realiza uma rodada de reuniões, dando oportunidade a todos os associados que desejam aprender mais sobre a filosofia e a empresa cooperativa; os diferenciais competitivos; a organização sistêmica; o que é ser associado e como melhorar a participação na cooperativa de crédito. “Os assuntos norteiam sobre a vida do associado no empreendimento cooperativo. De posse destas informações, ele pode melhorar sua participação como dono e também usuário”, argumenta a assessora de programas sociais, Cláudia Bonatti. Desde quando a cooperativa começou a organizar os Programas Sociais, em 2009, mais de 5.000 mil associados já participaram das formações do Programa Crescer. Este ano, as reuniões tiveram início no dia 18 de setembro, em Assis Chateaubriand e terminaram dia 19 de novembro, com associados de São Paulo. O associado interessado em conhecer mais sobre o empreendimento cooperativista pode obter maiores informações na unidade de atendimento mais próxima. ABCD São Paulo Engenheiro Beltrão Iporã Ubiratã Perobal Assis Chateaubriand

[close]

p. 13

13 Janiópolis Palotina Maripá Umuarama Pérola Terra Roxa Altônia Goioerê Campina Campo Mourão

[close]

p. 14

14 Sicredi recebe Prêmio Cooperativa do Ano OCB 2014 A Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP ficou em primeiro lugar, na categoria Comunicação e Difusão do Cooperativismo, com o projeto Jovens Associados Sicredi O evento de premiação aconteceu em Brasília, na noite de 26 de novembro, com a participação de cerca de 300 convidados. Ao todo, 185 cooperativas, representando 21 estados e 10 ramos, inscreveram 273 projetos nas sete categorias da disputa. Para o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, os números deste ano evidenciam a valorização do prêmio por parte das cooperativas. “Estamos muito satisfeitos com esse resultado que, para nós, é um sinal claro que as cooperativas compreendem que nosso objetivo é reconhecer e valorizar as iniciativas de sucesso desenvolvidas por elas”, argumenta Márcio Freitas. Na edição 2014, o Prêmio contou com sete categorias: Desenvolvimento Sustentável, Cooperativa Cidadã, Comunicação e Difusão do Cooperativismo, Fidelização, Benefícios, Atendimento e Inovação e Tecnologia. A Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/ SP esteve representada pelo vice presidente, Amauri Weber; o assessor da carteira touch, Leonardo Facco Coutinho dos Santos e assessora de comunicação e programas Representantes da cooperativa, com o deputado federal, Osmar Serraglio e o presidente da OCB, Márcio Freitas sociais, Cláudia Bonatti. “Agradecemos ao Sistema OCB pelo reconhecimento ao trabalho das cooperativas. É muito importante fazer com que ela continue a existir. Em cin- co meses de trabalho, conseguimos aumentar em 30% o quadro de novos associados. Nosso objetivo é perpetuar a cooperativa, atraindo jovens”, comenta o Amauri Weber.

[close]

p. 15

15 O Projeto Jovens Associados Sicredi A Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP ficou em primeiro lugar, na categoria ‘Comunicação e Difusão do Cooperativismo’, com o case ‘Jovens Associados Sicredi’. “O projeto nasceu da necessidade de trazer novos associados para a base da cooperativa. Na média, a idade dos nossos associados é de 44 anos e precisamos pensar na perenidade do empreendimento”, avalia o presidente Jaime Basso. O projeto, desenvolvido durante o ano de 2014, se resume em um conjunto de ações, ligadas a campanha sistêmica ‘Sicredi Touch’ com linguagem e layout diferentes, que leva ao público que tem entre 16 e 25 anos conceitos da vida cooperativa, importância de compartilhar, utilização consciente das fontes renováveis de energia, água, meio ambiente, efeito estufa e até das redes sociais. O objetivo é a interação com esse público, divulgando a filosofia da cooperação e os diferenciais presentes nesta forma de organização social. Entre os benefícios deste pacote estão, a abertura de conta sem a comprovação de renda e sem a comprovação de que o jovem esteja matriculado em um curso superior. Também oferece acesso a todos os produtos e serviços bancários oferecidos pela cooperativa, com a isenção de tarifas no primeiro ano e manutenção diferenciada após esse período. A maior diferença está na forma de abordagem ao público jovem. A cooperativa montou uma equipe específica para o atendimento; criou um espaço touch nas unidades; utiliza peças criativas para informar/educar e personalizou um automóvel. A ‘Unidade Móvel Touch’ tem um layout inovador, equipada para participar dos mais diversos eventos. Dentro da unidade, espaço para conversar e assistir a pequenos vídeos que abordam temas como: educação financeira, cidadania, trânsito, meio ambiente e outras questões que tornam a vida mais cooperativa. Com as ações acima, a cooperativa encerrou o mês de novembro com a meta do ano batida, aumentou em mais 40% a base de associados entre 16 e 25 anos. Cooperativas premiadas Comunicação e Difusão do Cooperativismo 1°) Sicredi Vale do Piquiri ABCD (Palotina – PR) 2°) Fecoagro (Florianópolis – SC) 3°) Sicoob MaxiCrédito (Chapecó – SC) Fidelização 1°) Coopatos (Patos de Minas – MG) 2°) Sicredi Pampa Gaúcho (Itaqui – RS) 3°) C.Vale (Palotina – PR) Atendimento 1°) Querubim Saúde - (Samambaia – DF) 2°) Lar (Medianeira – PR) 3°) Certel (Teutônia – RS Benefício 1°) Coopertransc (São Carlos - SP) 2°) Unimed (Itapetininga – SP) 3°) Credicoamo (Campo Mourão – PR) Cooperativa Cidadã 1°) Coopecarga (Concórdia - SC) 2°) Coapa (Pedro Afonso – TO) 3°) Unimed Vitória (ES) Desenvolvimento Sustentável 1°) Cocari (Mandaguari – PR 2°) C.Vale (Palotina – PR) 3°) Cooperativa Bom Jesus (Lapa -PR) Inovação e Tecnologia 1°) Colive (Salvador – BA) 2°) Sicoob Cocred (Sertãozinho – SP) 3°) Cotrijal (Não-Me-Toque – RS)

[close]

Comments

no comments yet