Jornal Noticias da Região Sul - Edição 410

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Noticias da Região Sul - Edição 410

Popular Pages


p. 1

Ano XV • Nº 410 • São Paulo, 19 de Dezembro a 15 de Janeiro de 2015 • E-mail: noticiasdaregiao@terra.com.br • Fone: (11) 5669-2455

[close]

p. 2

2 São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 A ecologia não diz Aqui não é lugar prá andar de bicicleta! Muita gente deve ter ouvido essa frase quando criança (ou até quando adulto). E ela continua atual, principalmente a partir da implantação das ciclovias e ciclofaixas na cidade de São Paulo, iniciada timidamente na gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab e agora, na administração Fernando Haddad, seguindo a todo vapor. Nesta edição temos dois depoimentos sobre o assunto – de um leitor e de um parlamentar – que vem de encontro ao ponto de vista deste editorial. Ou seja, as ciclovias são necessárias para atender este meio de transporte (a bicicleta ou a bike, como globalmente se convencionou denominar a “magrela”) utilizado não apenas para lazer, mas cada vez mais para trabalho, como meio de transporte ou como ferramenta de trabalho. Entretanto, o ponto de discórdia e controvérsias é a forma como estão sendo implantadas estas ciclovias e ciclofaixas e os lugares onde elas estão sendo implantadas. Também se discute se o benefício que este projeto traz para alguns não está causando um malefício maior para outros. O parlamentar que citamos (vereador Antonio Goulart), por exemplo, disse a este jornal que é favorável a construção de ciclovias. Mas não se conforma com a implantação de duas pistas para bicicletas na ponte Vitorino Goulart ou em vias íngremes do Jardim Primavera, afunilando o espaço e causando menor fluidez do tráfego de carros e caminhões. Goulart critica também a construção de ciclovias em locais com movimento comercial, como as avenidas Jangadeiro, em Cidade Dutra, e de Pinedo, no Socorro, onde não mais é permitido parar o veículo, prejudicando o movimento do comércio local e podendo provocar acidentes com pedestres (grande circulação) e ciclistas (bicicletas nos dois sentidos da ciclovia). Reforçando essa colocação do vereador, um comerciante estabelecido há bem pouco tempo na de Pinedo, já se dizia preocupado com o futuro de seu novo empreendimento depois da chegada da ciclovia à frente de seu comércio: “Tenho que pagar um aluguel de R$ 3 mil, fora as outras despesas. Depois da ciclovia, já não sei se conseguirei cobrir, ao menos, o aluguel da casa. O movimento caiu bastante”. Do mesmo modo, na antiga avenida Hum, região da Vila São José, o prejuízo causado, ou a causar, ao comércio local com a implantação de outra ciclovia, indignou até o deputado estadual Enio Tatto, do mesmo partido e apoiador do prefeito. Já o leitor que nos escreveu, reclama da “devastação” que está sendo feita no canteiro central de um trecho da avenida Atlântica, um dos cartões postais de entrada na Capela do Socorro, para construção de um trecho de ciclovia. Bem largo, arborizado e com muito verde, no canteiro estão sendo feitas duas pistas para o trânsito de ciclistas. Além da “devastação” do verde local, o leitor reclama e alerta para os perigos de uma ciclovia naquele local, utilizado por pedestres para travessia da Atlântica e para embarque e desembarque de passageiros dos ônibus que ali fazem parada. O leitor cita ainda o risco que correm os ciclistas caso sofram uma queda ou percam o controle da bicicleta e venham a cair, pois as duas pistas são próximas do leito carroçável da avenida, podendo ocorrer colisão ou até mesmo atropelamento por carro ou ônibus. Quem conhece o lugar e a obra que está sendo feita, há de concordar com o nosso leitor. As pessoas aqui citadas, assim como este jornal, são favoráveis às ciclovias e ciclofaixas, mas, desde que se ouça antes a população interessada e se tenha o bom senso de saber que em certos locais “não é lugar prá andar de bicicleta!”. Ecologia é a palavra de ordem da moda. Tudo tem que se dobrar ante as exigências ecológicas: A agricultura, as construções, as barragens, as fábricas, o lazer, o próprio homem. A natureza é intocável. Se o leitor se der ao trabalho de analisar o fundo do pensamento ecológico contemporâneo, no que ele tem de mais central, verá que ele repudia a ideia de uma natureza criada por Deus e que reflete as perfeições do Criador. É o culto do meio ambiente pelo meio ambiente, da natureza pela natureza. Deixando à margem o que essa concepção tem de ateia, panteísta e gnóstica, fixemos apenas um ponto: com que olhos um católico deve ver a natureza? Qual é a verdadeira e mais elevada ecologia? De um lado, é claro, ela contém tudo de que o homem precisa para manter-se. Dela ele tira o sustento para a vida, os medicamentos para as doenças, os abrigos nas intempéries, além de infindáveis outros elementos de apoio. Mas, sobretudo, o meio ambiente é o habitat criado por Deus para o homem nele crescer e formar sua alma, de modo a estar apta, no fim da caminhada desta vida, para o encontro com o Criador. Essa finalidade mais alta do ser humano, a natureza nos ajuda a atingi-la de dois modos: a) admirando aquilo que ela tem de belo, reflexo do Supremo Artista que a modelou; b) tendo horror aos aspectos hediondos com que o pecado original marcou certos aspectos dela. De fato, Deus disse ao homem: “Porque comeste do fruto da árvore que eu te havia proibido comer, maldita seja a terra por tua causa” (Gen. 3,17). GREGORIO VIVANCO LOPES (Advogado e colaborador da ABIM) Não faltam ideias Estive recentemente em Três Fronteiras, Santa Fé do Sul e Fernandópolis. Inaugurei a Unidade Avançada de Atendimento Judiciário no primeiro município, valendo-me da compreensão do prefeito Flávio Luiz Renda de Oliveira, o Flavinho, que forneceu o antigo prédio da Prefeitura, estrutura material completa e estrutura pessoal. Compreendeu que o Judiciáriogigante de São Paulo não tem orçamento para atender a todas as demandas. E as pessoas moram no município, não na União ou no Estado. Se o prefeito não ajuda, a Justiça não tem como funcionar. Fui honrado com a outorga do título de Cidadão Trifronteirano e com a cidadania fernandopolense, gesto de respeito das comunidades, por suas Câmaras Municipais, em relação ao Tribunal de Justiça de seu estado. Voltei à região depois de 41 anos. Fui promotor substituto em Votuporanga a partir de janeiro de 1973. Fiquei impressionado com o desenvolvimento em todas as cidades. Todas arborizadas, ruas largas, limpeza, ordem, vontade de trabalhar e alegria do povo. Santa Fé do Sul adotou uma ideia singela e praticamente gratuita para consolidar sua vocação de estância turística. Houve incentivo da municipalidade para cada casa contar com uma espécie de palmeira que atrai araras. E testemunhei, logo na manhã do feriado da Proclamação da República, revoadas de araras tornando a cidade uma espécie de zoológico sem jaulas, sem grades, sem redes. Não eram só araras. Eram papagaios, maritacas, periquitos e outras aves. Trinando, cantando, gralhando e mostrando que a natureza é gene- Estas empreiteiras estão acima da lei? Há certos consensos nas sociedades que nunca se sabe se são apenas firmados no imaginário popular ou se eles existem de fato. No Brasil, há anos todos aceitam que as grandes empreiteiras são as únicas capazes de realizar as grandes obras estatais e um saco sem fundo do dinheiro público. Era meio subentendido e camuflado. Elas bancam as campanhas eleitorais mais interessantes e recebem o pagamento com obras. Com a deflagração da Operação Lava Jato da Polícia Federal, uma entidade com letras maiúsculas, como deveriam ser todas, essa condição se escancarou. Tanto é assim, que alguns envolvidos confirmam pagamento de propinas sempre na condição de coitados, vítimas desse sistema de gestão pública inteiramente corrompida. Tanto que o advogado Mário de Oliveira Filho afirmou que, se não houver algum “acerto”, não se coloca um paralelepípedo em qualquer cidade brasileira. Neste contexto a palavra “acerto” faz parte do conceito abstrato de que falei no início. Cada um que dê o significado do “acerto” de que falou o advogado. A ilicitude é tão parte da gestão pública que os agentes públicos que deveriam se empenhar na punição passaram a ser ferrenhos defensores das empreiteiras. O argumento absurdo e descabido é que o Brasil pára, se os corruptores ou corrompidos forem punidos nos termos da legislação que regem o processo licitatório brasileiro. A revista ‘Veja’ trouxe declaração do presidente do Tribunal de Contas da União de que avisou várias vezes ao Planalto, portanto, ao governo federal, e que ele é favorável a que os responsáveis sejam punidos, mas não que as empresa sejam declaradas inidôneas. Só faltava ele dizer que não era favorável à punição de culpados! A pergunta parece ter sido mal formulada, talvez para embutir uma resposta duvidosa. Perguntaram se as empresas deveriam ser declaradas inidôneas imediatamente. Ora, não consigo vislumbrar na lei nenhuma menção à declaração de inidoneidade sem direito à defesa e, se houvesse, seria inconstitucional. Chocante mesmo foi a declaração de que as grandes empreiteiras não podem parar de trabalhar. Essa defesa poderia vir de qualquer outro setor, jamais do presidente do órgão fiscalizador. Se comprovada a corrupção, não resta outra saída à administração pública a não ser a declaração de inidoneidade. E essa medida não é ato de vontade do ente público. É ato vinculado, obrigatório. Também comete ilicitude quem declina da obrigação de praticar determinado ato. Segunda a mesma revista, o procurador-geral da República estaria trabalhando para que as empreiteiras “encampem a tese de cartel e livrem o governo de qualquer participação”... Talvez o mundo do direito desconheça essa atribuição do procurador-geral, tanto de orientador de grandes empreiteiras, quanto de defensor prévio de qualquer governo. Ou essa notícia está mal colocada ou merece melhor esclarecimento desse papel pela Procuradoria Geral da República. PEDRO CARDOSO DA COSTA (Bacharel em Direito – Interlagos/SP) rosa quando não é maltratada. Essa boa política se converteu numa verdadeira externalidade benéfica para Santa Fé do Sul. A partir daí, os telefones públicos são abrigados sob a forma de araras, os monumentos lembram essa ave e os inúmeros peixes que ainda existem, nada obstante a crise hídrica, situação mundial e não apenas paulista a merecer a preocupação constante de todos e providências urgentes. Aqui também vale uma boa ideia: Fazer com que cada cidadão se responsabilize pelo plantio, desenvolvimento e cuidado permanente de uma árvore. O desmatamento é a causa primeira da desertificação. Vamos devolver à natureza o que roubamos dela, criminosamente. Pois, ou agimos com premeditação ou por negligência, que é também uma culpa delitiva. JOSÉ RENATO NALINI (Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo) Ciclovia na Atlântica É um crime o que a Prefeitura está fazendo no canteiro central da avenida Atlântica, entre a rua Artur Cordeiro e o início da avenida Rio Bonito, próximo ao 102º Distrito Policial, para construção no local de ciclovia. Ao que parece, ela é uma continuação da ciclovia existente na calçada da Atlântica, no lado que margeia a represa de Guarapiranga e que termina (no sentido bairro - centro) na rua Valentim Ramos Delano, no Jardim Três Marias. Não sou contra a implantação de ciclovias ou ciclofaixas na cidade, mas desde que sejam implantadas em locais de acordo com esse tipo de transporte e que não seja necessário degradar o local. Este ponto do canteiro central da avenida Atlântica é um lugar bem arborizado, com bastante vegetação rasteira e baixa, onde somente existem umas três paradas de ônibus, bem distantes umas das outras. Agora o canteiro está sendo invadido por duas pistas cimentadas ou concretadas para bicicletas, destruindo o seu bonito verde que também serve para absorver as águas das chuvas. Além disso, a implantação de ciclovia neste local é uma temeridade em razão de acidentes que não são difíceis de se prever. Por esse canteiro transitam muitas pessoas que utilizam as paradas de ônibus – principalmente os alunos que chegam e saem da Ação Social N. S. de Fátima – e por aquelas que atravessam a avenida a todo instante. Ao meu ver, outro perigo, agora para ciclistas (principalmente) e motoristas, é a proximidade das pistas da ciclovia das pistas da avenida. Uma derrapada, uma desatenção do ciclista e a bike poderá ir de encontro aos carros ou aos ônibus que trafegam na faixa exclusiva para eles, bem ao lado da ciclovia. Pode ser que eu esteja mal informado sobre o projeto, mas nem eu, nem qualquer outro comerciante e morador da Atlântica sabia ou foi consultado sobre o assunto. É este o governo participativo da propaganda? Dárcio Pacheco Valente - Veleiros TEMOS DIREIT OS , SIM!!! DIREITOS OS, Coletor de jogo do bicho perde na lei Por se tratar de uma atividade ilícita, a 1ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) negou o pedido de um operador de jogo de bicho que queria o reconhecimento de vínculo empregatício com seus patrões. A prática está tipificada na Lei das Contravenções Penais. No processo, empregado afirmou que recolhia movimentações financeiras para os patrões, entregava malotes para fornecedores (bares, mercearias e padarias) e coletava envelopes lacrados. Ele alegou que preenchia os requisitos configuradores da relação de emprego, como subordinação jurídica, onerosidade e pessoalidade, previstos na Consolidação das Leis do Trabalho. Os patrões argumentaram que o trabalhador era, na verdade, coletor de jogo do bicho e que tinha pleno conhecimento da atividade ilícita. Afirmaram que nunca houve qualquer tipo de subordinação e que ele tinha recebido sua parte no ilícito, por isso não teria direito a pleitear o pagamento de verbas trabalhistas. A ação teve início na Vara do Trabalho de Cambé, no Paraná. O juízo rejeitou o pedido, dizendo: o contrato relacionado a conduta tipificada como contravenção é nulo, já que se confunde com o próprio ilícito penal. O autor recorreu, mas o Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região manteve a decisão. Não satisfeito, o coletor de jogo do bicho foi ao TST. O ministro Walmir Oliveira da Costa, relator do caso, afirmou que a atividade havia sido reconhecida como ilícita pelo TRT-9 e que a parte, em seu recurso ao Tribunal Superior, não apresentou nenhum argumento novo capaz de revogar aquele entendimento. A decisão já transitou em julgado, portanto não cabe mais recurso. Informações da assessoria de imprensa do TST

[close]

p. 3

São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 3 Ginásio lotado para a grande festa cultural da Anjos do Sol e Afromix Com um público estimado pelos organizadores de cinco mil pessoas, foi realizado no ginásio do Sesc Interlagos, localizado no Jardim Colonial, distrito de Cidade Dutra, o 11º Encontro Cultural 2014 da Organização Não Governamental (Ong) Anjos do Sol e Grupo Afromix. O evento aconteceu no sábado, 13 de dezembro, e transformou o ginásio numa grande mostra cultural de diversos tipos de danças, aliadas à ginástica rítmica. A Escola de Samba Estrela do Terceiro Milênio também participou do encontro com a sua ala de baianas, casal de porta bandeira e bateria. Afromix é uma modalidade que envolve danças, vários ritmos e muita ginástica da parte de seus participantes. O grupo é dirigido por Adenilson Silva Alves, o mestre Tico, e faz parte da Ong Anjos do Sol. O projeto Afromix conta com 40 mil alunos e cem professores, cada um com dez pontos (locais) de aula, somando em cada ponto perto de Interlagos. “A cada ano que passa as pessoas motivam mais a gente, nos dão mais pilha. Não contamos com a ajuda de ninguém, políticos, empresários, somos apenas nós. Temos sim, políticos parceiros, como os vereadores Goulart (Antonio) e Ricardo Nunes, mas não pedimos nada a eles, apenas os convidamos para nossos eventos para mostrarmos nosso trabalho”, conta mestre Tico. O idealizador do Afromix se diz emocionado com o número de pessoas que foram ao Sesc, contando apenas com seus próprios recursos. Tico acredita que se tivesse alguém que lhe possibilitasse meios de transporte para trazer seus alunos, “o espaço do Sesc Interlagos seria insuficiente para o evento”. Por fim, uma mensagem do mestre: “Desejo aos meus alunos, professores, organizadores e parceiros um feliz Natal e um ano cheio de historias para contar, porque é fácil ter um ano e sem nada para realizar. Deus abençoe a todos”. Sob a batuta de mestre Tico (de chapéu), milhares de pessoas dançaram duzentos alunos. O projeto conta hoje com 205 pontos de aula espalhados pela cidade de São Paulo, interior, outros estados e até no exterior (Alemanha, Chile, Espanha, entre outros). Superando expectativas até do mestre Segundo mestre Tico, o Encontro Cultural deste ano superou todas as expectativas, inclusive com a arrecadação de aproximadamente três mil quilos de alimentos para cinco instituições assistenciais e para auxiliar trinta famílias. Os alimentos foram doados voluntariamente pelos participantes do encontro. Cerca de três mil quilos de alimentos foram arrecadados para cinco instituições Sobre a presença no evento da Escola de Samba Terceiro Milênio, mestre Tico explica que o Afromix realiza duas aulas semanais na sede da escola, na região do Grajaú, além de que seus membros desfilam todo ano com a “Coruja do Grajaú”, como é apelidada a escola, no seu desfile de Carnaval. Essa é a primeira vez que a Terceiro Milênio participa do Encontro Cultural. Também o Sesc Interlagos é um parceiro antigo da Ong Anjos do Sol e do Afromix, cedendo seu espaço para reuniões, treinos e grandes eventos da Ong. Segundo mestre Tico, em onze anos de Encontro Cultural, apenas um foi feito fora do Sesc

[close]

p. 4

4 São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 Poupatempo C. Ademar Mais de 2,7 milhões de atendimentos feitos à população, essa é a marca atingida pelo Poupatempo Cidade Ademar que, em 29 de novembro passado, comemorou quatro anos de funcionamento. A unidade realiza todos os dias mais de 3,1 mil serviços, resultando em 71,2 mil por mês. O endereço é avenida Cupecê, 5497, no Jardim Miriam. O atendimento é de 2ªf a 6ª feira, das 7h às 19h, e aos sábados, das 7h às 13h. Audiência pública sobre moradia Convocação para o Exar no Apurá acaba em confusão Os cidadãos que prestaram o serviço militar nos últimos cinco anos, devem participar do Exercício de Apresentação da Reserva (Exar) para atualizarem seus certificados de reservistas. Eles devem apresentar-se pela internet, acessando no período de 1º de dezembro a 31 de janeiro de 2015. Após o término do Serviço Militar o cidadão passa à situação de reservista, permanecendo durante os cinco anos seguintes ao seu licencia- mento do Exército, Marinha ou Aeronáutica, na situação de “disponibilidade”. Nessa condição o reservista deve participar do Exar anualmente, ou seja, deve apresentar-se para atualizar seus dados, a fim de facilitar a realização de possíveis necessidades de mobilização da reserva das Forças Armadas e assim, permanecer em dia com suas obrigações militares. As informações são do 1º tenente Sidnei Nogueira, delegado da 14a Del. SM - 4a CSM. Outra do Poupatempo Com o intuito de contribuir com a divulgação da arte, neste mês de dezembro o Poupatempo Cidade Ademar oferece a exposição “Serenidade em Cores”, composta por dez telas de pintura a óleo, confeccionadas pelo artista Carlos Alberto de Lima. Ela pode ser visitada até 22 de dezembro, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e aos sábados, das 7h às 13h, na avenida Cupecê, 5497, no Jardim Miriam. Designer de consultório revoluciona na zona Sul Audiência pública realizada no CEU Alvarenga teve muita confusão e até intervenção da polícia para conter os ânimos A Secretaria Municipal de Habitação (Sehab) realizou no dia 15 de dezembro, no Centro Educacional Unificado (CEU) Alvarenga, no bairro Pedreira, audiência pública para apresentar o projeto habitacional Residencial Espanha, com endereço na rua Salvador Dali, 235, bairro Jardim Apurá. O objetivo da Secretaria foi o de informar aos moradores do entorno os detalhes do projeto de moradia popular, com as intervenções previstas. No fim de novembro, a administração já havia recebido uma comissão de representantes da comunidade e se comprometido a detalhar o projeto em audiência. Entretanto, o encontro no CEU Alvarenga transcor- Foto aérea e desenho mostrando o local onde deverá ser construído o condomínio reu com vários incidentes, protestos, ra a serem preservadas. Já as áreas os terão ainda 84 lotes de uso misto acusações de lado a lado e até mes- que estamos propondo para as mo- para serem utilizados em pequenos mo agressões. radias são próximas de grandes cor- comércios e supermercado. As famí“Nunca fomos procurados para redores e com toda infraestrutura lias beneficiadas vivem na região e discutir o projeto. Agora, fazem uma necessária para os seus moradores”, têm renda mensal de até R$ audiência pública sem agendarem argumenta Wesley, acrescentando 1.600,00. conosco, que somos parte interessa- que já foi pedido o tombamento da Ainda de acordo com a Sehab, o da no assunto, não divulgam o en- área em questão e que ele conta com projeto irá beneficiar 14 mil pessoas contro e trazem pessoas que nada o apoio de pelo menos vinte verea- que já vivem na região. Cerca de 70% têm a ver com a discussão e que só dores. do terreno será preservado para a tumultuaram a audiência. O que Sobre o agendamento de uma implantação de um parque municihouve no CEU foi uma apresentação nova audiência pública para discus- pal, que ocupará 550 mil metros quaimobiliária, um balcão de negócios”, são do projeto, o representante do drados do total de 832,3 mil metros afirma Wesley Rosa, do recém cria- movimento popular disse que nada quadrados da área. do Movimento em Defesa do Parque foi informado, mas que espera na O investimento total é de R$ dos Búfalos. próxima audiência, caso aconteça, 379,8 milhões, sendo R$ 13,6 miWesley diz que o movimento não não precisar sair escoltado por guar- lhões da Prefeitura, R$ 73 milhões do é contra a construção de moradias das da GCM. governo do estado e R$ 293,3 mipopulares na região, mas que elas selhões do Fundo de Arrendamento jam feitas de maneira diluída e onde Residencial do governo federal. O Residencial Espanha já há uma infraestrutura pronta. Para Pelo projeto, também serão Para o Residencial Espanha serão tanto, indicaram seis áreas para a construídas 3.860 unidades habita- construídos dois Centros de Educaconstrução dessas moradias: duas na cionais pelo Programa Minha Casa ção Infantil, Escola Municipal de Eduregião da avenida Nossa Senhora de Minha Vida. O empreendimento é cação Infantil, Escola Municipal de Sabará e as outras quatro na Miguel composto de 14 condomínios, distri- Ensino Fundamental, Centro de ReYunes, Shopping Interlagos, rua Boa- buídos em prédios de cinco pavimen- ferência Especializado de Assistência venturança e na Yervantes. tos, com guarita, depósito de lixo e Social (Creas), Centro de Referência “Além disso, a Lei Específica da vias internas pavimentadas com va- de Assistência Social (Cras) e um Billings proíbe, desde 2006, qualquer gas de estacionamento, áreas de la- Complexo de Serviços de Convivênempreendimento naquela área, zer com quadra esportiva, salão de cia e Fortalecimento de Vínculos. onde há nascentes (tinha quinze, festas, playgrounds e áreas verdes. A previsão de início das obras do hoje são sete), mata ciliar, fauna e floSegundo a Sehab, os condomíni- Residencial Espanha é para 2016. Escadarias de M’Boi Para garantir maior segurança, a Subprefeitura M’Boi Mirim tem investido em obras para readequar as escadarias – os famosos escadões – da região. Hoje, as obras dos escadões que ligam as ruas Antônio da Cruz Messias e Salgueiro do Campo; Bocaina de Minas e Santa Rita de Sapucaí; e Ribeiro dos Frades, no bairro Parapanema, já estão em andamento. Elas terão os degraus recuperados, paisagismo, pintura e corrimão novo. Modelo de consultório deixa o paciente mais à vontade e também auxilia tratamento Normalmente quando entramos no consultório, não importa a especialidade, nos deparamos com uma mesa de escritório onde fica o profissional e uma cadeira para o paciente, além das cores frias e os instrumentos médicos dispostos na sala que trazem um certo desconforto e repulsa para algumas pessoas, principalmente crianças e adolescentes. Mas se pudéssemos desconstruir essa imagem? Pesando nisso, o pediatra e neonatologista, Jorge Huberman, criou um ambiente familiar e inovador em seu consultório pediátrico na zona Sul de São Paulo, que tem agradado os pequenos e os pais. Sem a tradicional mesa de escritório e aquelas cadeiras de atendimento, o consultório propõe um novo conceito. “Agora os clientes sentam em um sofá e não há mesa entre o profissional e eles. O diálogo fica mais agradável, facilitando inclusive a elaboração das hipóteses diagnósticas”, diz o especialista. O espaço mais amplo permite às crianças se movimentarem com mais liberdade, enquanto o design intimista deixa os pais à vontade. “Permitir que o paciente fale mais a vontade auxilia muito o profissional que o atende” explica dr. Jorge. “Queria uma disposição mais moderna e atual que trouxesse um novo conceito no atendimento pediátrico. Todos estão gostando e dando palpites, inclusive, para melhorias e incrementos”, conclui dr. Jorge. Senac Largo 13 O Senac Largo Treze realiza até 14 de janeiro, serviço de atendimentos de Massoterapia para a população em geral e com preço popular: R$ 15,00 a sessão. De aproximadamente uma hora, as sessões poderão ser de shiatsu, reflexologia podal, massagem clássica, auriculoterapia e drenagem linfática. Ainda o Senac As vagas são limitadas, sendo 280 durante o programa, e é necessário agendamento prévio, o que deve ser feito no próprio Senac Largo Treze, com a apresentação de documentos pessoais – CPF e RG – para cadastro. Os atendimentos são feitos em dias úteis, às 9h e 10h30, e o endereço do Senac é rua dr. Antônio Bento, 393, em Santo Amaro. Cursos no CIEE O Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) está com 1.100 vagas para formação de turmas de dez cursos e quatro oficinas de Tecnologia da Informação para os meses de dezembro e janeiro próximos. Todos são gratuitos e presenciais, ministrados em parceria com a Impacta e a Cisco do Brasil. A carga horária dos cursos varia de 8 a 70 horas, enquanto as oficinas têm duração de 3 e 4 horas. Será calculada a “pegada” dos PF’s Poucas pessoas param para pensar no impacto ambiental causado por um simples prato de comida. Com objetivo de trazer mais consciência alimentar para a população, o Centro Universitário Senac – Santo Amaro, em parceria com o WWF e a consultoria ecosSISTEMAS, anunciaram o projeto Pegada do Prato, uma pesquisa multidisciplinar que identifica e analisa a pegada dos pratos feitos (PF’s) na cidade de São Paulo, com foco em quatro pilares: ecológico, econômico, sociocultural e nutricional. O anúncio foi feito durante a Semana Mesa SP, maior evento enogastronômico da América Latina, que inclui o congresso Mesa Tendências, com o tema central Conexão Essencial: o produtor familiar e a cozinha. “A iniciativa de ecogastronomia reúne professores e alunos das graduações de Gastronomia, Nutrição e Engenharia Ambiental do Centro Universitário Senac. A pesquisa está em andamento e deve ser concluída até meados de 2015”, informa Eduardo Ehlers, diretor de graduação do Senac. Segundo Ehlers, muitas vezes os consumidores não se atentam a questões muito relevantes do impacto do cultivo no meio-ambiente, como o consumo de água, a erosão do solo e salubridade dos alimentos. A exemplo do que é proposto pela WWF com a Pegada Ecológica, em breve as pessoas terão ferramentas de fácil acesso que possam calcular o impacto da alimentação. R$ 500 milhões para ampliação da Linha Esmeralda até Varginha O governador Geraldo Alckmin assinou no dia 4 de dezembro, em Brasília, o termo de compromisso com o governo Federal para o repasse de R$ 500 milhões - recursos da OGU (Orçamento Geral da União) para a continuidade das obras de ampliação da Linha 9-Esmeralda, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), do Grajaú até Varginha, na Capela do Socorro. Também participaram do evento o secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, e o presidente da CPTM, Mário Bandeira. “São R$ 500 milhões para a extensão da Linha-9 até Varginha e com mais duas estações: Mendes e Varginha. Essa linha já está em obra e deve ser concluída no ano que vem”, disse Alckmin. O trecho de 4,5 km em obras, que já foi atendido por trens no passado, ganhará nova infraestrutura, com vias permanentes, rede aérea de energia, sinalização e as estações Mendes - Vila Natal e Varginha. Segundo a CPTM, cerca de 111 mil usuários, moradores dos bairros Estrada dos Mendes, Varginha, Vila Natal, Jardim Icaraí, Jardim São Bernardo e Conjunto Residencial Palmares, se beneficiarão com o novo serviço, que reduzirá o tempo de viagem até o centro da capital. Valor total da obra: R$ 633 mi- Ainda o CIEE O objetivo desses treinamentos é qualificar os estudantes para que tenham mais chances de aprovação em vagas de estágio e aprendizagem. São 20 alunos por sala e as aulas são ministradas de manhã (das 8h15 às 12h15) ou à tarde (das 13h às 17h), nos laboratórios de informática do CIEE (rua Tabapuã, 445, 4º andar, no bairro Itaim Bibi). Inscrições gratuitas no site www.ciee.org.br. Especializações e mestrados na Unisa Presidente Dilma e governador Alckmin se cumprimentam após assinatura lhões Com a concorrência, as obras civis foram contratadas em 2013 por R$ 274 milhões, obtendo uma redução em torno de 25% no valor inicialmente previsto (estimado em R$ 368 milhões). Os consórcios vencedores que estão implantando a extensão foram o THS Esmeralda e TSC Linha 9-Esmeralda. De acordo com a assessoria do Estado, o valor do investimento total para o empreendimento está estimado em cerca de R$ 633 milhões, o que inclui - além das obras civis - os sistemas de sinalização, trens, projetos e desapropriações, entre outros. O governo estadual já realizou investimentos da ordem de R$ 160 milhões nessa obra. As estações terão todos os itens de acessibilidade, como rota podotátil, banheiros adaptados, comunicação em braile, elevador, rampas, escadas rolantes e bicicletários. A Linha 9-Esmeralda conta com integração com o Metrô nas estações Santo Amaro (Linha 5-Lilás), Pinheiros (Linha 4-Amarela) e com a Linha 8-Diamante, da CPTM, nas estações Osasco e Presidente Altino. Também há integração com ônibus nas estações Grajaú, Jurubatuba, Santo Amaro, Morumbi, Berrini, Pinheiros e Osasco. A Universidade de Santo Amaro (Unisa) apresenta mais de setenta opções de cursos de pós-graduação nas modalidades presenciais e à distância. Com período aberto para inscrição e início das aulas em 2015, os interessados encontrarão cursos de especialização, MBA e Programas de Mestrado com grades disciplinares reestruturadas. Para participar, as inscrições podem ser realizadas pelo site www.unisa.br/pos. Os candidatos encontram cursos nas áreas de Ciências Biológicas, Ciências Exatas, Ciências Humanas, Ciências da Saúde e Gestão. Nos programas de mestrados, os interessados podem optar entre Odontologia com Área de Concentração em Implantodontia; Ciências da Saúde; Interdisciplinar em Ciências Humanas; e Medicina e Bem-Estar Animal. Entre as diversas especializações e MBAs, estão lançamentos na modalidade presencial: MBA em Branding; MBA Executivo em Tecnologia da Informação; Assessoria de Comunicação; Criação Publicitária; Comunicação Organizacional para Pequena e Média Empresa; Diversidade, Cidadania e Direitos Humanos; e Gramática da Língua Portuguesa, entre outros. Nas opções à distância, as novidades são: MBA Executivo em Negócios Imobiliários; MBA em Gestão de Pessoas; MBA em Gestão Estratégica no Ensino Superior; Gestão de Projetos; IFRS; Logística, Transportes e Cadeia de Suprimentos; Alfabetização e Distúrbios de Leitura e Escrita; Direito do Trabalho; e outros mais. O prazo para inscrições nas Especializações e MBAs presenciais vai até 24 de fevereiro (início das aulas em 2 de março) e nas Especializações e MBAs à distância até 3 de fevereiro (início das aulas em 10 de fevereiro). Já os Programas de Mestrado tem prazo até 24 de janeiro (início das aulas em 10 de fevereiro). A taxa de inscrição para Mestrado é de R$ 170,00 e isenção de taxa para Especializações e MBAs presenciais e à distância. Informações no site www.unisa.br/pos ou pelos telefones (11) 2141-8614 e 0800.171796. Vagas no CAT O Centro de Apoio ao Trabalho (CAT) está com mais de seis mil vagas abertas ao público. Cerca de duas mil oferecem salários acima de R$ 1.000,00. A maior parte está nos setores do comércio e serviços, como açougueiro, agentes de microcrédito, ajudante de eletricista, costureiro, professor de creche, técnico em enfermagem e confeiteiro, entre outras. Informações no site www.prefeitura.sp.gov.br/ trabalho ou pelo telefone 156. Cigarro em queda Pesquisa do Ministério da Saúde e do IBGE revela que o índice de pessoas que consomem cigarros e outros produtos derivados do tabaco é 20,5% menor que o registrado cinco anos atrás. Do total de adultos entrevistados, 14,7% disseram que fumam atualmente. Esse índice era 18,5% em 2008. Entre a população masculina 19,2% fumam contra 11,2% da feminina. A faixa etária com maior prevalência é de 40 a 59 anos. Imab também é homenageada Na noite de 26 de novembro, o diretor da Imab, Luís Antônio Barbosa, recebeu o título de “Empreendedor 2014”, concedido pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) - Distrital Sul, como forma de homenagear os empresários e as instituições que fizeram a diferença na região em 2014. No total, nove empresários e representantes de instituições foram homenageados. A entrega do título ocorreu no Sesc Santo Amaro. A cerimônia e o coquetel foram abertos aos familiares e amigos dos homenageados. Dentre os critérios utilizados para escolha dos agraciados, estão o destaque de cada um em seu ramo de atuação e a representatividade que lhe é conferida perante o mercado. Além do título, Antônio também recebeu uma revista comemorativa com uma página dedicada a sua trajetória, contando um pouco da sua história e de como ela se mistura com a história da própria empresa. Como, por exemplo, a parceria vitoriosa que ele faz com o pai, Angelino Barbosa, fundador da Imab, em 1965, e o compartilhamento bem sucedido do comando do negócio, ao lado da diretora financeira da empresa, Maria Cecília Barbosa, sua irmã. Antes dos homenageados receberem os seus títulos foi apresentado vídeo com uma mensagem do presidente da ACSP, Rogério Amato, em que ele destacou que aquele era um momento importante da associação porque os homenageados “servem de exemplo e motivação para todos aqueles que estão começando ou que estão enfrentando algum problema”. O superintendente da Distrital Sul, Leonardo Ugolini, contou um pouco da história de cada um dos homenageados e destacou o apoio irrestrito de todos à ACSP. E finalizando, Ugolini disse esperar que, apesar do ano difícil, todos pudessem solucionar os seus problemas: “Nós somos fortes e eu tenho certeza que nós vamos superar as dificuldades deste ano difícil. Parabéns e muito obrigado”. Colaboração: Juliana Lopes A segunda parcela Menos brasileiros vão usar a segunda parcela do 13º salário para presentear neste fim de ano e mais gente vai utilizar o benefício para viajar. As informações estão em pesquisa da Associação Comercial de São Paulo feita em todo o Brasil. A pesquisa aponta que 9,5% dos consumidores utilizarão o benefício para viajar (contra 4,3% em 2013), 28,6% vão poupar (ante 32,6%) e 21,4% pagarão dívidas (sobre 21,7%).

[close]

p. 5

São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 5 Câmara aprova orçamento maior para subprefeituras, em 1º turno O relatório final do vereador Ricardo Nunes referente ao Projeto de Lei (PL) nº 467, de autoria do Executivo municipal, que dispõe sobre o Orçamento de 2015, foi aprovado em primeira votação, por 33 votos a 7, pelos vereadores da cidade de São Paulo, em 10 de dezembro. Agora, os demais vereadores apresentarão suas emendas ao relatório do orçamento, para que o mesmo passe pela segunda votação no plenário, antes de ir para a sanção do prefeito Fernando Haddad. O valor total do Orçamento Municipal da cidade de São Paulo para o ano de 2015 é de R$ 51, 3 bilhões, sendo que neste valor já estão inclusos os R$ 789 milhões que o município deve receber com o aumento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Para que o vereador Ricardo Nunes preparasse o relatório, foram realizadas 65 horas de debates e discussões em onze audiências públicas com a população, com 48 órgãos públicos e secretários municipais. Uma das mais beneficiadas no orçamento foram as subprefeituras. A proposta orçamentária do Executivo era de cortar 8,7% do orçamento para as subprefeituras o que as manteria sem autonomia para bancar as obras de melhorias nos bairros. Com a nova proposta do orclarece Ricardo Nunes. Também foi incluída no Projeto de Lei do Orçamento uma rubrica que impede que os recursos das subprefeituras sejam remanejados para outros órgãos da administração municipal. Portanto, caso o prefeito deseje remanejar verbas do orçamento, isso só poderá ser feito nas outras pastas, e com um limite de 12%. Readequações orçamentária Para isso o vereador identificou os pontos que poderiam ser otimizados. Por exemplo, cortou R$ 54 milhões da Prodam – Empresa de Tecnologia e Comunicação da Prefeitura. “É uma empresa importante, mas precisa readequar suas finanças e não repassar os seus custos à Prefeitura, o que irá direto para as contas dos contribuintes”, esclarece. Outra rubrica colocada no relatório do Orçamento Municipal de 2015 é a devolução de R$ 173 milhões aos munícipes que pagaram IPTU a mais no ano de 2014. “Como representante do povo, acredito que o orçamento municipal tem que priorizar a vontade da sociedade e atender suas necessidades, e a nossa função na Câmara é de corrigir os equívocos que o orçamento possa ter e readequá-lo, pensando sempre na necessidade do povo”, finaliza Ricardo Nunes. Vereador Ricardo Nunes, o relator çamento enviada pelo relator Ricardo Nunes, esse número saltou de R$ 1.168.061.655 para R$ 1.303.523.830, um aumento de mais de 10% nas verbas das subprefeituras. “A negociação sempre foi para aumentar este valor ou ao menos que mantivesse o recurso anterior, uma vez que os principais problemas da cidade se concentram nos bairros atendidos pelas subprefeituras”, es-

[close]

p. 6

6 São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 Papai Noel no parque Autódromo receberá com fotos e docinhos o Happy Holi Festival 14/12 – David Della Rosa – Ainda não foi neste aniversário que o David e a bela Grace receberam os seus convivas no novo lar para comemorar a data. O jeito foi mesmo nos receber no velho e manjado endereço da Vila Ernesto, lar dos “velhos” José e Mayra, pais do David. Mas o que importa é que a festa tava boa e que o David seja sempre feliz (ao lado da Grace)! 23/12 – Antonio Goulart – Preparando as malas rumo ao Congresso Nacional, o nosso novo deputado federal antes vai festejar mais um ano de vida e o último como vereador. Os parabéns do “Notícias” ao amigo Goulart e que lá em Brasília ele relembre aos seus pares antiquadas virtudes, como honestidade, caráter, integridade, fé, lealdade, confiabilidade. Parabéns, deputado! 27/12 – José Costa e Maria de Lourdes – Este é um fato um tanto raro. Marido e esposa aniversariando no mesmo dia e, por conta disso, festa dupla na Padaria Viva a Noite, comandada por José e Maria, lá no Jardim Santa Bárbara. Felicidades e vida longa a este casal completo, são os votos dos filhos, netos, amigos, clientes, do “Notícias” e, é claro, do amigo Eraque. 28/12 – Tayná Fregoneze Farias – Dezembro é o mês também da bonita filha do dr. Ronaldo e da sra. Cristiana, apagar mais uma velinha no seu bolo da vida. Um beijão prá você de sua simpática família, amigos, amigas e do “Notícias”, que te lembra que a sua luz é o melhor que você tem. Então, contagie o mundo com o que você tem de melhor. E viva a doce Tayná! 30/12 – Luiz Roberto Albano – Por onde andará o melhor câmera man da zona Sul e grande amigo da gente? O sempre cordial Luizinho anda sumido e nos deixando saudosos da sua alegre presença. Mas, quem sabe essa é a hora do Luizinho virar a página do livro da vida e a sua intuição poderá então lhe mostrar que o que virá agora será muito melhor. Felicidades, cara! 30/12 – Antonio Carlos Caruso – E para fechar o ano de 2014, está ele de volta para abrilhantar a nossa coluna social: o paizão Caruso, de tantas histórias, obras e recordações. Ele é bem uma mostra de que envelhecer é uma dádiva que deve ser encarada como oportunidade para transmitir os conhecimentos adquiridos ao longo da vida. Portanto, vida longa ao senhor! 05/01 – Luciana Guedes Rocha Krüguer – E para iniciar o ano de 2015 com muito charme, beleza e competência, a nossa doce amiga e doce chefe da Bárbara e da Carol, a Luciana! Felicidades, saúde e muita grana na bolsa, é o que desejam “Notícias”, funcionárias e diretoria para a eficiente assessora da Associação Empresarial da Região Sul. Beijão, Lu Krüger! Os visitantes têm a oportunidade de desfrutar de toda a magia do Natal com as atividades especiais que o Parque O Mundo da Xuxa preparou. Dentre as atrações tematizadas está o Cantinho “Fábrica de Brinquedos do Papai Noel”, onde os pequenos têm um encontro com o Papai Noel e ganham docinhos deliciosos. O espaço funciona aos sábados, domingos e feriados. A garotada e a família ainda podem desfrutar da Parada Mágica de Natal “Os Três Ratinhos em Busca da Estrela Dourada” durante a visita ao parque. A apresentação, que acontece no Palco Principal com toda a Turma da Xuxinha, ensina o significado do Natal por meio de músicas e danças. E no Livro “Era uma Vez - Especial de Natal”, são apresentadas duas histórias natalinas – O Dono da Fábrica de Queijos e Pinheirinho de Natal. A primeira peça é baseada em Um Conto de Natal, de Charles Dickens, e a segunda conta como um presente especial para o nascimento do menino Jesus se tornou o principal símbolo desta data: a Árvore de Natal. Além das atividades especiais oferecidas, ainda há atrações como o Bosque dos Duendes, Montanha Russa, Simulador X, Vale do Sol, Carrossel da Turma, Casa da Xuxinha e Bate-Bate do Guto, dentre outras. Neste mês, o parque abre de quinta-feira a domingo, exceto no dia 25. Nos fins de semana, das 11 às 19 horas, e em dias de semana das 10h30 às 16h30. Os preços dos passaportes variam de R$ 93,00 a R$ 320,00. O Parque O Mundo da Xuxa está localizado no Shopping SP Market, na avenida das Nações Unidas, 22.540, Jurubatuba. Telefone (11) 5541-2530 e site < http:// www.omundodaxuxa.com.br/>. São Paulo recebe em fevereiro de 2015, o festival mais colorido do mundo – o Happy Holi, que vem acontecendo desde o ano passado em várias cidades da Europa. O evento, inspirado no “Holi”, originalmente da Índia e geralmente realizado na Primavera, é um festival de música que celebra a união e a alegria de viver, enquanto os participantes se envolvem na magia das cores. Ele está marcado para acontecer no dia 1º de fevereiro próximo, a partir das 14h, no Autódromo de Interlagos, e com duração prevista de oito horas. Segundo os organizadores, os headliners são os próprios jovens participantes, a incrível música R&B, hip hop, eletrônica e um lineup de primeira a cargo de DJ’s da Europa e do Brasil, tudo isso sob o universo mágico das cores. O Happy Holi é um festival de música eletrônica, onde milhares de jovens vestidos de bran- co se juntam e criam uma paleta humana de cores num momento de celebração e alegria. A cada 45 minutos, acontecem as “Colorblast’s”, quando todos lançam ao alto o pó colorido, enchendo o ambiente de cor e magia. No Brasil o evento já reuniu mais de duzentas mil pessoas em edições anteriores realizadas em Fortaleza, Campo Grande, Goiânia, Belém, Aracajú e Maceió, e que deverá prosseguir em turnê por outras cidades brasileiras. De acordo com seus organizadores, a festa é para todas as idades, mas a maioria do público presente é composta por jovens de 16 a 25 anos. Pontos de venda na região: UZGames Shopping Interlagos (avenida Interlagos, 2255 - Loja 188) e UZGames Shopping Morumbi (avenida Roque Petroni Júnior, 1089 - Loja 41 Piso Térreo). Site http:// www.happyholifestival.com/br/ . O look para os eventos de fim de ano merecem um capricho. Por isso a Mineral trouxe sua coleção “Fast Fashion”, com peças especiais para as festas de Natal e Réveillon. São blusas, shorts, bermudas, camisas e vestidos em modelagens soltinhas e confortáveis, para um verão leve e com estilo. A coleção segue as últimas tendências do universo feminino - o tropical e o étnico. As referências étnicas aparecem em shorts que coordenam com blusas mais ousadas, em recortes ou paetês, dando um toque chique à produção. Já o tropical surge nos vestidos em todos os comprimentos, longos e curtos, com estampas de folhagens, vegetação e muita natureza. A novidade são as peças de tecido plano, com detalhes em paetês, estampados e degradês. O recorte e as fendas ganham destaque em blusas e vestidos. O chiffon liso e estampado aparece em blusas e vestidos Exposição fotográfica Coleção para as festas Olho da Rua continua deste final de ano POESIA Galo Um galo é um galo só. Porém, se a inventiva Tem a rédea volitiva, Principia o quiprocó! E o galo já não galo, Vira um bravo coronel De patente e quartel Ordenança e cavalo... E o galo, antes galo, É batizado Felizberto Feliz de peito aberto, Toma pinga no gargalo. Já não teme a panela, Seu destino galináceo Nem um fogo violáceo. Já é outra a querela! E marcha condecorado, Insigne coronel galo Felizberto por amá-lo, Um pirralho aluado... Benedito M. Mendes (Da obra, “Vôo Íntimo”) ÁRIES - Cuidado com atitudes agressivas e extremistas, ariano. Desafios envolvendo a necessidade de intimidade e também de liberdade. Um bom momento para agir com mais desprendimento e desapego, ariano. TOURO - Desafios envolvendo os relacionamentos e a carreira dos taurinos. É hora de inovar no trabalho e de aprofundar vínculos emocionais. Grandes transformações têm ocorrido em seus relacionamentos. GÊMEOS – O quê você está fazendo para ter uma vida mais saudável, geminiano? O dia é oportuno para refletir se você está agindo na prática de acordo com a teoria que prega. Um momento importante para inovar nos seus interesses e atitudes. CÂNCER – Mudança visível na forma como se comporta emocionalmente. É importante agir com mais desprendimento e liberdade, canceriano. A individualidade não exclui o comprometimento emocional. LIBRA – Você quer agir com mais liberdade, mas deve honrar os seus compromissos. Momento de desafios envolvendo as finanças e as emoções dos librianos. Cuidado com à tendências às atitudes radicais e rebeldes. ESCORPIÃO – Desafio de conciliar interesses individuais e de seus familiares. Momento em que se coloca de uma nova forma em relação à família e ao afeto. Reflexão sobre a forma como tem expressado o seu talento e utilizado os seus recursos. SAGITÁRIO – Ainda há importantes limpezas a serem feitas, sagitariano. O dia pede a reflexão sobre como você tem agido emocionalmente. Cuidado com atitudes extremistas e controladoras. CAPRICÓRNIO – O momento atual exige uma abordagem em relação às finanças, capricorniano. É hora de inovar na expressão dos seus talentos sem ser radical. Reflexão sobre o seu papel em relação a grupos, família e empresas. AQUÁRIO – Desafio de conciliar interesses da carreira e dos relacionamentos. Cuidado com a tendência a agir de forma radical, aquariano. O momento pede uma nova abordagem em suas atitudes no dia a dia. PEIXES – É hora de refletir sobre a importância da fé e da espiritualidade. A reflexão, a interiorização e a intuição são essenciais. Perceba os fatores inconscientes e psicológicos que regem as suas atitudes. Ingredientes: • 1 peça de lagarto de 1,5k aberta em manta; • 2 xícaras (chá) de vinho branco; • Sal e pimenta a gosto; • 2 maçãs verdes; • Suco de 1 limão; • 100g de pêssego em calda escorrido; • 100g de castanha do Pará picada; • 1 colher (sopa) de margarina; • 1 pitada de amido de milho; • Frutas em calda a gosto. Modo de Preparo: Tempere a carne com o vinho, o sal e a pimenta. Cubra com filme plástico e deixe descansar por 1 hora na geladeira. Em uma tigela, misture a maçã cortada em cubos pequenos e o suco de limão. Pique os pêssegos, misture as castanhas, a maçã escorrida e a metade da margarina. Espalhe o recheio sobre o lagarto e enrole como um rocambole. Amarre com barbante para não soltar. Em uma panela grande, derreta o restante da margarina e sele o lagarto. Coloque em uma assadeira, regue com o tempero, cubra com papel-alumínio e asse no forno, preaquecido a 200º, durante 1 hora. Retire o papel alumínio, deixe dourar. Sirva com o molho que se formou na assadeira e frutas em calda. Dica: Frutas frescas para acompanhar a carne podem substituir as em calda. Rendimento: 6 porções. E um Feliz e Delicioso Natal! Fonte: Friboi Até 10 de janeiro, o Centro Universitário Ítalo Brasileiro – UniÍtalo, em Santo Amaro, promove a exposição Olho da Rua. Com iniciativa e curadoria das alunas do sétimo semestre do curso de Serviço Social, Liliane dos Reis Barcellos e Daniela Barcellos, a mostra reúne vinte fotos produzidas por crianças entre 12 e 15 anos, da Casa da Criança Santo Amaro. Fotógrafa há 12 anos, Liliane coordenou um workshop de fotografia com duração de seis dias para a garotada. A entrada é gratuita. As fotos estão expostas das 5h30 às 23h30, de segunda a sexta, e das 8h30 às 17h, aos sábados e domingos, no Espaço Leonardo da Vinci, no primeiro andar do bloco A, do campus Santo Amaro. O endereço do UniÍtalo é avenida João Dias, 2.046, em Santo Amaro. O patrocínio é da Bayer. em paetê e as malhas levinhas, nas blusas em popeline e policrepe. Na cartela de cores, tons que trazem alegria à coleção, misturados com toques de azul marinho e preto. Os shapes são fáceis de combinar: Maxi peças com movimento, shorts de modelagem solta e vestidos peplum mais ajustados, que dão um up no visual. Lagarto Recheado com Frutas (Friboi) LEÃO - Desafios envolvendo a individualidade e os relacionamentos leoninos. É hora de agir de uma maneira diferente em suas relações. Um período de grandes reflexões e transformações internas aos leoninos. VIRGEM – Importantes percepções que podem ser colocadas em prática no trabalho. Um momento que favorece a inovação nos interesses e nas atitudes do cotidiano. Novas abordagens relacionadas ao trabalho e à saúde estão enfatizadas.

[close]

p. 7

São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 7 Confraternização, contatos e descontração Matrículas já abertas em mais um jantar de final de ano da Aesul para cursos de janeiro A 102ª Subsecção de Santo Amaro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) está com matrículas abertas – até o preenchimento das vagas – para o curso 2015 da Escola Superior de Advocacia, intitulado “Prática Direito de Família - Para Advogados I n i c i a ntes ”, com a professora Adriana Benevenuto Penteado, advogada especializada em Direito de Família. O curso será realizado nos dias 19, 21, 26 e 28 de janeiro, das 9h às 12h, e o investimento é de R$ 150,00. Ele é destinado a advogados e estagiários inscritos na OAB (ambos em dia com a anuidade), bacharéis em Direito e profissionais de outras áreas com curso superior. O objetivo geral do curso é a apresentação das particularidades para quem pretende atuar na área da família. Também estão abertas as matrículas na OAB Santo Amaro para o curso “Direito Internacional do Trabalho”, com o professor Luiz Augusto Módolo de Paula, mestre e doutorando em Direito Internacional. Este curso será realizado nos dias 20, 22, 27, 29 de janeiro e 3 de fevereiro, das 9h às 12h, e o investimento é de R$ 250,00. O curso destina-se a advogados, estagiários com a carteira da OAB/SP e bacharéis em Direito. O salão principal do Clube de Campo Castelo recebeu um bom público A família “Notícias”, acompanhada de Tangará e esposa (5º e 6ª, da esq.), Seu objetivo geral é apresentar este ramo específico do Direito Internacional Público, permitindo que os alunos utilizem na prática jurídica as normas internacionais e convenções que regem a proteção do trabalhador, com aprimoramento das peças, pareceres e sentenças utilizadas pelos alunos. Inscrições, reservas e inform a ç õ es n o s i te : w w w. o a b sto a m a r o . c o m . b r ; e - m a i l s : santoamaro@esa.oabsp.org.br e santo.amaro@oabsp.org.br ; telefone 5524-5369 ; e na OAB Santo Amaro, rua Alexandre Dumas, 224, Alto da Boa Vista. Cláudio Schefer (Presidente da OAB Santo Amaro) Recepcionadas pelo presidente Edvan Bezerra da Silva e diretores, centenas de pessoas estiveram na sede do Clube de Campo Castelo, região de Interlagos, na noite de 9 de dezembro, participando do Jantar de Confraternização Aesul 2014. O evento da Associação Empresarial da Região Sul (Aesul) tem como objetivo principal a confraternização entre seus associados, mas tornouse também uma referência para novos contatos e conhecimentos comerciais, ponto de encontro com autoridades administrativas e políticas locais e ainda um local para que empresas realizem confraternizações internas. Durante o jantar preparado pelo terceiro ano consecutivo pelo Buffet Espetinhos Esperança, foi apresentada uma retrospectiva de 2013 e 2014 da atual gestão da Aesul, que encerra seu mandato no primeiro semestre do próximo ano. Além dos discursos de Edivan e de Juarez Amaro (presidente do Conselho Deliberativo da Aesul), também foi prestada homenagem à Luciana, Bárbara e Carol, funcionárias da entidade. “A Aesul transformou-se em uma verdadeira família e considero primordial reunir amigos, como ocorre neste jantar, quando se discute vários assuntos e de interesse de todos”, afirmou o vereador Antonio Goulart, que aproveitou para desejar um Natal com paz, amor e alegria para os leitores do “Notícias”. Ao contrário de Goulart, Maria da Paz M. Freixa, do “Bazar do Zé”, participava pela primeira vez do encontro e confessava estar adorando a festa. Sobre o ano que está terminando e o que virá, Maria da Paz disse não ter o que reclamar de 2014, e espera um 2015 “melhor ainda”. Outra atração da noite foi o ilusionista Vitor Hugo, que interagindo com o público, apresentou números que encantaram e intrigaram os presentes, como o subprefeito de Santo Amaro, Valderci Malagosini, seu chefe de Gabinete Cabral e ainda Simpad Baronian e Juarez Távora, ambos da Associação de Empreendedores e Moradores do Brooklin. O comandante entre a cruz e a espada Depois de parabenizar o presidente pela sua atual gestão, o diretor de Entretenimentos da Aesul, Allan Caramaschi, citou a parte musical e de entretenimento da Expo Aesul e do Jantar de Confraternização, como os destaques do seu trabalho junto a esta equipe do presidente Edivan. “Sempre busquei levar alegria para as pessoas através da música e do entretenimento”, justificou Allan, um dos proprietários da casa de shows “Coração Sertanejo”. E o show musical da noite de confraternização de 2014 da Aesul foi com a afinada Banda de Éder Brandão, que pôs muita gente para dançar e se divertir na pista do Castelo. Edivan também recebeu elogios de Luiz Fraccarolli, do “Espetinhos Esperança”, que o considera “um presidente competente” e diz ter orgulho em fazer parte de sua administração. Luiz afirmou ainda que teve um bom ano, com determinação e focado no trabalho, o que contribuiu ainda mais para o crescimento de sua empresa. “O objetivo é manter-se assim em 2015”, finalizou. Outro participante que estreava no jantar da Aesul era o comandante do 27º Batalhão da Polícia Militar, ten. cel. Silva Filho, que parabenizou a direção da Aesul pela recepção aos convidados, pelo nível dos assuntos tratados no encontro, sempre de maneira cordial e dentro de um ambiente familiar, o que incentiva as pessoas a permanecerem unidas. Depois de informar que já teve quatro encontros com a direção da Aesul desde de outubro, quando assumiu o 27º BPM, para tratar de assuntos de interesse da região Sul, Silva Filho, que também é pastor evangélico, revelou que é mais produtivo o serviço sacerdotal, mas que está numa profissão em que ama o que faz. Por estar entre a arma e a bíblia, o comandante respondeu: “A arma você tem que acionar o gatilho se for para defender alguém. Já a bíblia é apenas um livro, quando fechada. Mas aberta, é Deus falando no meio do povo”.

[close]

p. 8

8 São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015

[close]

p. 9

São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 9 Primeiro um portão e agora estacas preocupam moradores Moradores do entorno da praça Guilherme Quandt de Oliveira, em Santo Amaro, proximidades da Chácara Flora, demonstraram indignação com a possibilidade de ser colocado um portão de 2,61 metros na entrada da praça pela rua Santo Aristides, como pretendia a Subprefeitura Santo Amaro (SPSA) e alguns moradores de rua paralela ao logradouro. Os moradores indignados, encabeçados por Juliana Quandt, familiar de Guilherme Quandt de Oliveira, que dá nome à praça, alegam que havia um acordo para a não colocação de portão no local pela rua Santo Aristides, ou que se colocassem portões, mas nas duas entradas que existem na praça, a outra pela rua dr. Javert de Andrade. Ainda, de acordo com essas pessoas, há moradores que não querem de forma alguma que seja fechada ou mesmo obstruída a entrada da praça, o que foi expressado em vários abaixo assinados, baseados em lei federal que proíbe a interrupção da locomoção a logradouros públicos ou alrua dr. Javert de Andrade, como afirmam seus moradores, ou cometendo infrações de trânsito. “Não é por essa passagem que entram bandidos e motoqueiros para praticarem assaltos na outra rua (Javert de Andrade) ou em outros locais, como afirmam os moradores de lá e a Subprefeitura endossa. Se colocados, esses obstáculos ou estacas vão mesmo é impedir a entrada na praça de cadeirantes, pessoas com deficiência visual, mães com carrinhos de bebê, idosos e obesos”, argumenta Juliana. Há poucos dias, populares portando cartazes fizeram uma ruidosa manifestação no local, protestando contra a colocação dos obstáculos na entrada da praça. Além da questão da entrada pela Santo Aristides, Juliana e moradores solicitam para a praça Guilherme Quandt de Oliveira agilização na colocação de novos postes e a conseqüente melhoria da iluminação pública do local, conforme consta do projeto de reforma daquele logradouro. A entrada da praça pela Sto. Aristides guma maneira de dificultá-la. Entretanto, agora surge a informação de que a SPSA pretende colocar estacas na entrada da rua Santo Aristides para impedir a passagem de motoqueiros que estariam praticando assaltos na

[close]

p. 10

10 São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 Festa final renova laços entre Quadras, brinquedos e aparelhos acompanhantes e idosos do PAI de ginástica para M’Boi Mirim A Subprefeitura M’Boi Mirim (SPMB) deverá entregar até o final de 2014, três novas quadras poliesportivas. O Jardim São Luís, Jangadeiro e Vera Cruz serão os locais que receberão as obras que incluem, além das construções das quadras, a reurbanização do espaço público para mais comodidade e segurança dos usuários. Conforme a SPMB, localizadas em bairros com poucas opções de lazer, as novas quadras serão uma alternativa para o convívio social da comunidade e também um incentivo às atividades em áreas abertas e à prática de esportes. Além da quadra adaptada para as modalidades de vôlei, futebol, handebol e basquete, os espaços contarão com passeio, brinquedos, aparelhos de ginástica, conjunto de mesas e paisagismo. Para os praticantes de futebol haverá ainda uma nova opção no bairro Figueira Grande, na rua Pedro Agulha Figueiró, segundo a Subprefeitura. O campo semi oficial de futebol também tem previsão de entrega para o fim de dezembro. O espaço recebeu calçamento, playground completo e equipamentos para idosos. Ainda esse ano, a Supervisão de Obras da Subprefeitura também prevê a entrega da reforma da quadra localizada nas proximidades do conjunto habitacional Promorar. A obra que está em processo de finalização, contou com pintura, troca do alambrado e requalificação da praça e das áreas ajardinadas. Os endereços das quadras são os seguintes: Rua doutor Geraldo Cardoso de Melo Filho, no Jardim Jangadeiro; rua Benjamin Consin, no Jardim Vera Cruz; praça Carapinheira, na rua Paulo Lemore, distrito do Jardim São Luiz; e rua Pedro Agulha de Figueiró, no Parque Figueira Grande. Acompanhantes e acompanhados do PAI após apresentação de uma canção de Natal no salão do Buffet La Vída O Programa Acompanhante de Idosos (PAI) da Cidade Dutra é um dos programas atendidos pela Associação Saúde da Família. Ele atende 120 idosos da região de Cidade Dutra que estão em situação frágil e debilitada, sem condições de realizarem sozinhos suas atividades diárias. Os acompanhantes do PAI vão à casa do idoso para auxiliálo nessas atividades e também para idas a médicos, exames, missas, passeios etc. Outro objetivo do PAI é tirar o idoso de casa, da solidão, trazê-lo de volta à sociedade e à convivência Maria Amélia Gomes da Silva é coordenadora de equipe do PAI da Cidade Dutra, que conta com 17 integrantes, entre assistente social, médico, enfermeira, auxiliar de enfermagem, administrativo, acompanhante de idoso e motorista. Já há alguns anos, Maria Amélia e equipe realizam um festivo encontro de final de ano com os idosos atendidos pelo programa e seus familiares. O evento é realizado com a colaboração de empresários da região, quando é oferecido um chá da tarde. “Esta é uma festa de comemoração de mais um ano de vida dessas pessoas, um ano de vitórias e de convivência, e que também proporciona alegria a eles e a nós”, explica Maria José. Mais uma vez, a festa aconteceu no Buffet “La Vída” (avenida Atlântica, 5148, em Interlagos), de propriedade da senhora Arina, que, além do espaço, proporcionou as presenças do DJ Wendell e de fotógrafo da Fênix Foto e Filmagem. A Tammy Flores ofereceu as flores e arranjos do encontro. O evento também contou com as colaborações do PAI Castro Alves e da Supervisão de Saúde. Mais acompanhantes e veículos Aproximadamente setenta pes- Natal Iluminado 2014 na praça do Feirão, no Jardim São Luiz No sábado, 20 de dezembro, das 13h às 22h, na região de M’Boi Mirim, artistas locais e população se encontrarão para encerrar o ano com uma grande festa natalina. Apresentações musicais tomarão conta da praça do Feirão, no Jardim São Luiz. O DJ Kaká inicia a festividade, seguido pela cantora de MPB, Renata Lobo. No inicio da noite, a diversão fica por conta do grupo de samba Amigos do Monte Azul e do grupo de rap Versão Popular. Para encerrar, a praça do Feirão será embalada pelo velho e bom rock and roll da banda Aliança Civil. Para garantir a diversão e a segurança dos participantes da festa, a Subprefeitura M’Boi Mirim disponibilizará banheiros químicos, segurança, ambulância e brigadistas. O Natal Iluminado no Jardim São Luiz será gratuito e acontecerá na praça José Fernandes Camisa Nova, a praça do Feirão. Ao centro, com chapéu de Natal, Maria José conversa com familiares de atendidos soas estiveram no Buffet La Vída, der a grande quantidade de idosos entre atendidos do PAI e familiares. que necessitam deste tipo de serviO músico Valdemar Victor Dorster, ço”, comenta Francisca Alvina, de 68 morador da Cidade Dutra, tocou gra- anos e há dois com acompanhamenciosamente no evento, acompanha- to do PAI. do de sua esposa. Ambos também Milade Félix de Moraes, de 76 são atendidos pelo PAI. anos e há três no programa, concorApós a exibição de retrospectiva da com Francisca e acrescenta: o PAI do trabalho do programa durante precisa de mais atendentes e de car2014, a festa teve apresentação da ros para o transporte dos idosos. equipe do PAI, que ensaiou e cantou “Quando tenho alguma consulta persucessos de Natal. Depois foram en- to de casa, vou sozinha. Agora, quantregues pequenas lembranças para do é longe, como o Cema, na Mooos idosos e servido um bolo doado ca, onde operei minha vista, o propela equipe do PAI, antecedido de grama me leva. Isso quando tem carum “Parabéns a você”. ro disponível”, conta Milades. Cilene Ribeiro Gonçalves, a Cica, Zumira Cialette tem a amiga Ivaassinou o nome “Dayse” e ganhou a ni atendida pelo PAI há 4 anos e já rifa de uma colcha de crochê que foi indicou outras pessoas para serem confeccionada por idosos que fazem atendidas pelo programa. “O trabaparte de um grupo de artesanato. lho deles é espetacular. A minha “Para mim o importante deste prê- amiga estava lá embaixo (deprimida) mio é ter alguma coisa feita por al- e eles conseguiram levantá-la. A guém que dá tudo de si para ajudar Maria Amélia, o dr. Pedro, a Camila, outro alguém, sem nada esperar em a Rachel, todos eles são excelentes”, troca. Estou levando um produto elogia Zumira. impregnado de boas energias”. Cica “É a terceira festa (do PAI) que é filha de Antonino Gonçalves, aten- venho, e quase não vinha nesta. Mas dido pelo programa. como ando meio doente, aí pensei: esse pode ser meu último ano, en”Pode ser meu último ano...” tão eu vou (riso...). Moro sozinha, e “O programa é muito bom e pre- Deus, no Parque Santana”, conclui a cisa de mais gente para poder aten- alegre Milade.

[close]

p. 11

São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 11

[close]

p. 12

12 São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 Papai Noel também passou pela Vivenda A festa de encerramento do ano e de Natal das crianças da Associação Beneficente Vivenda da Criança aconteceu na sexta-feira, 12 de dezembro, em sua sede, em Parelheiros, com apresentações musicais, ceia de Natal e entrega de presentes pelo Papai Noel. A Vivenda da Criança é uma entidade sem fins lucrativos que atende mensalmente mais de quatro mil pessoas carentes na região de Parelheiros. Em 1989, ela iniciou suas atividades como um abrigo para meninos em situação de risco social. Com o tempo, cresceu e hoje oferece oportunidades para crianças, jovens e adultos se desenvolverem como pessoas, cidadãos e futuros profissionais. A festa do dia 12 foi dividida em dois períodos (manhã e tarde) com 90 crianças em cada um, todas elas do Centro da Criança e do Adolescente (CCA) da entidade, com idade entre 6 e 15 anos. O CCA é uma parceria da Vivenda da Criança com a Secretaria Municipal de Assistência Social e recebe os alunos no contra turno escolar. De manhã, além das 90 crianças da entidade, participaram da festa mais 18 crianças e adolescentes do bairro da Olanhada por pessoas físicas e empresas, que assim ajudaram a fazer o Natal dos pequenos. “A parte que mais gostei foi a dos presentes. O almoço estava mais ou menos”, explicou Carolina Barbosa de Souza, de 11 anos, enquanto que para Vitor Santos, também de 11 anos, “a festa tava muito legal. O presente vou abrir quando chegar em casa. Eu moro no Florestal”. ”Gostei de tudo” Enquanto isso, em outro ponto da sede da entidade, 40 a 50 jovens dos cursos profissionalizantes da Vivenda realizavam um churrasco com entrega de presentes. São alunos do chamado ‘Simultâneo’, que já estão empregados pela lei de aprendizagem (nº 10097). Eles ficam quatro dias na empresa participante do projeto e um na Vivenda, onde recebem a parte teórica do curso. Toda equipe de funcionários e voluntários da instituição trabalhou no evento de final de calendário, dividida em duas turmas. “O que mais gostei na festa? De tudo”, resume o alegre e irrequieto Diego Teixeira Queiróz, de 9 anos. Papai Noel chega à Vivenda da Criança distribuindo doces e presentes ria, região de Vila Marcelo, também em Parelheiros. E começa a festa Pela manhã, teve apresentação de coral e dança das crianças com a participação de dois parceiros da entidade, a banda “Ao Redor”, que tem um projeto musical feito ao longo do ano com as crianças da Vivenda, e a Escola de Música e Produção Musical (EMPM), responsável pela formação do coral de alunos da instituição. Em seguida foi servido o almoço e sobremesa, constando do cardápio, entre outras coisas, chester, lombo, maionese, farofa, sorvete, frutas e chocolate, tudo isso fruto de doação recebida pela Vivenda de colaboradores. Encerrando a festa, a esperada hora da entrega das sacolinhas de presentes pelo Papai Noel, em pessoa. Cada uma das 198 sacolinhas continha um brinquedo, roupa, calçado, kit higiene e doce, sendo que todas elas, inclusive as das 18 crianças convidadas, foram apadri-

[close]

p. 13

São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 13 Último Showrrasco Sobei do ano serve mais de uma tonelada de carne Cerca de 1,5 mil pessoas passaram boa parte do domingo, 7 de dezembro, curtindo a última edição de 2014 do Showrrasco da Sociedade Beneficente Equilíbrio de Interlagos (Sobei), realizado na Unidade Interlagos da entidade, na avenida Rubens Montanaro de Borba, 477. O evento gastronômico e musical tem como objetivo arrecadar recursos para a Sobei, que atende 4 mil crianças de zero a quatro anos e 2 mil idosos, além de jovens e adolescentes em seus projetos profissionalizantes. Segundo informação do presidente Luis Baldo e do diretor administrativo José Assir, da Sobei, desta feita o total arrecadado destina-se a cobrir as despesas de final de ano da entidade, como 13º salário e férias de funcionários, além de complementar a confecção das sacolinhas de Natal que cada criança da Sobei recebe na ‘Noite de Papai Noel’. Durante o churrasco beneficente, também números de rifa estavam sendo vendidos para ajudar nas sacolinhas e na noite de Natal dos pequenos. “Sempre que puder virei apoiar este trabalho da Sobei, que é muito importante. Com certeza nos finais de semana continuarei vindo apoiar, prestigiar e também saborear a comida daqui, que é muito boa”, afirma Nilto Tatto, eleito deputado federal nas últimas eleições. Para Nilto, convênios do Estado com instituições assistenciais como a Sobei são fundamentais para levar as políticas públicas a lugares onde o poder público não chega ou não consegue atender toda a demanda. tonelada de carne para ser servida ao público, além de acompanhamentos, sobremesas e bebidas. Por seu lado, o irmão de Nilto, o vereador Jair Tatto, conta que já participou de quinze eventos da Sobei, tanto dentro como fora da entidade, como é o caso do BrooklinFest, realizado no bairro do Brooklin e com a Sobei participando com duas barracas. “As pessoas aqui (na Sobei) têm esse espírito de colaboração e de fraternidade, muito importantes para um evento assim, o qual busca subsidiar as pessoas que são Para a festa, 1,2 t de carne Após confirmar a presença de aproximadamente 1,5 mil pessoas no último Showrrasco do ano, José Assir informou que cerca de trezentos voluntários trabalharam na festa que teve 1,2 atendidas pela Sobei”, diz Jair. Também estiveram presentes no tradicional Showrrasco, os vereadores Antonio Goulart e Ricardo Nunes, o conselheiro nato do Tribunal de Contas do Município, Antonio Carlos Caruso, a subprefeita Cleide Pandolfi (Capela do Socorro), o subprefeito Valderci Malagosini (Santo Amaro), o prefeito Clodoaldo Silva (Embu-Guaçu), o juiz de Paz, Paulo Henrique, o presidente Edivan Silva (Associação Empresarial da Região Sul), professor Benjamin Ribeiro e Leonide Tatto, entre outros e outras.

[close]

p. 14

14 São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 ESPOR TES ESPORTES Ascibikers prepara a última pedalada do ano: dia 21 O Passeio Ciclístico de Natal será a última pedalada do ano promovida pela Associação de Ciclismo da Grande São Paulo, a Ascibikers. Ela acontecerá no domingo, 21 de dezembro, a partir das 8h30 e com saída às 10h, do Parque da Barragem, na represa de Guarapiranga, altura do número 1000 da avenida Atlântica, em Socorro. O Passeio Ciclístico de Natal também percorrerá ruas de Veleiros, Jardim Suzana e Interlagos. Os participantes que adquirirem o kit do passeio (sacola de costas, camiseta, barra e suco energético), concorrerão ao sorteio de uma super bike de alumínio com suspensão, rodas aerodinâmicas e freio a disco nas duas rodas, além de outros prêmios. Outras informações no www.facebook.com.br/ascibikers e no 99953-1120. Floriano Peixoto recebe 8ª edição do Natal na Praça Apesar do sábado molhado e nublado, a histórica praça Floriano Peixoto, em Santo Amaro, recebeu a 8ª edição do Natal Iluminado na Praça, no último dia 13. O evento é promovido pela Subprefeitura Santo Amaro (SPSA) e Distrital Sul da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), com a participação de entidades locais e iniciativa privada. O Natal na Praça oferece ao público durante todo o dia e gratuitamente, vários serviços essenciais, outros de saúde, estética, atividades culturais, atrações artísticas e entretenimento. O evento também conta com feira de artesanato – costumeiramente realizada na praça – e culinária típica de Natal. “Já aproveitei a vinda até aqui prá comprar uns três presentinhos de Natal. Tem umas coisas bem interessantes e bonitas nesta feirinha, e que não são caras”, conta a balconista Arlete Santos Soares, que antes estava curtindo as apresentações musicais no palco. Ao lado da tradicional feira de artesanato da praça foram montadas barracas do Instituto Embelezze (corte de cabelo e esmaltação), do Senac (quick massage), da Clínica Fares / Santo Amaro (acuidade visual, teste de glicemia e aferição de pressão), da Projeta (limpeza facial e massagem manual), da Biblioteca Pública Belmonte (mediação de leitura e doação de livros) e da 102ª Subsecção Santo Amaro da OAB (para assessoria jurídica). Todos estes serviços gratuitos e prestados por voluntários. Também o Papai Noel esteve na praça com suas auxiliares, recebendo a criançada e tirando fotos com elas. “Ela estava curiosa e querendo chegar perto do Papai Noel, mas depois desistiu e ficou envergonhada. Não vou insistir, não”, disse Rosiane dos Santos sobre a filha de 5 anos que relutava em se aproximar do Bom Velhinho. No palco montado na praça, várias atrações se revezavam em apresentações diversificadas, como a de Inimar dos Reis (Folguedos Natalinos), Presépio Vivo com o Grupo Anos Dourados, Banda Curumim, Coral Adventista, Banda Sem Fronteiras, Alma Guarani (Paraguai), Coral Ibis e outros mais, culminando com a Ópera de Natal, já no início da noite. Ao lado, um novo calçadão A abertura oficial do Natal Ilumi- Sete duplas do YCSA vão competir em Porto Alegre A flotilha da classe 420 do Yacht Club Santo Amaro (YCSA) terá força máxima no Campeonato Sul-Americano em Porto Alegre (RS). O Audi YCSA Sailing Team contará com sete duplas nas regatas do rio Guaíba, entre 19 e 22 de dezembro. A programação oficial começou no último dia 17, com a inspeção de equipamentos, treinos, congresso técnico e cerimônia de abertura. O Veleiros do Sul, à margem do Guaíba, é o clube-sede. Eric Belda e Rodrigo Dabus correram em outubro na Semana de Vela de Buenos Aires. Ficaram em quarto e competirão novamente contra adversários argentinos e chilenos que enfrentaram no rio da Prata. A dupla foi campeã paulista e brasileira júnior neste ano, venceu as Taças Almirante Tamandaré e Flotilha da Garoa e se classificou entre os finalistas no Mundial de 420, em Travemunde, na Alemanha. Entre os principais adversários, Eric menciona o carioca Leo Lombar- Peek e Bomeisel, do Audi YCSA, também viajaram a Porto Alegre para as regatas di, André Fiuza, também do Audi Stephan Kunath, Marco Peek e MaYCSA, e os gaúchos, por correrem em rina Bomeisel, Adriano Peek e Antôcasa. “Os argentinos e chilenos tam- nio Mazzucco, Marcelo Peek e Vitor bém devem proporcionar boas dis- Gil, Luisa Ferreira e Lisa Reimer, Oliputas”. via Belda e Marina Arndt. O Veleiros Outras seis duplas do YCSA via- do Sul espera receber cerca de vinte jaram a Porto Alegre: André Fiuza e tripulações. O palco montado na praça Floriano Peixoto recebeu diversos nomes e ritmos nado na Praça teve apresentação da pitão Thiago Luz, para a construção Banda e Coral da Guarda Civil Me- de um calçadão no local. O superintendente também petropolitana, interpretando canções natalinas. A cerimônia de abertura foi diu maior participação dos comerciconduzida por Andréa de Sousa, su- antes locais no projeto do Natal Ilupervisora de Cultura de Santo Ama- minado na Praça, informando que a ro. Distrital Sul está instituindo três prêAndréa destacou o apoio e en- mios este ano: para a loja mais iluvolvimento dos parceiros no projeto minada, a mais criativa e a mais pardo Natal Iluminado, uma proposição ticipativa no evento. feita há 10 anos pela Associação CoRepresentando o subprefeito mercial de São Paulo e que encon- Valderci Malagosini, que não pôde trou na Prefeitura total aceitação, estar presente no evento, o engereforçada pela atual gestão munici- nheiro Carlos Nunes Cabral, da chepal. Andréa também agradeceu o fia de Gabinete da SPSA, compleapoio dado pelo vereador Ricardo mentou a informação de Ugolini soNunes à iniciativa em Santo Amaro. bre a construção do calçadão ao lado Em seguida, chamou ao microfo- da praça, dizendo que a obra está ne o “padrinho do Natal Iluminado prevista para ser entregue até 31 de no bairro planeta”, Leonardo Ugoli- janeiro próximo, apesar do atraso no ni, diretor superintendente da Distri- repasse da verba para sua execução. Por fim, Cabral disse acreditar tal Sul da ACSP. Ugolini destacou as obras que que o palco para o Natal Iluminado estão sendo feitas pela SPSA ao lado de 2015 já poderá ser montado no da praça Floriano Peixoto, na rua ca- novo calçadão de Santo Amaro.

[close]

p. 15

São Paulo, 19 de Dezembro de 2014 a 15 de Janeiro de 2015 15 Abrahão Oliveira e Hans Misfeldt assumem novos cargos na Ascom A Associação Comunitária do Parque Cocaia (Ascom Cocaia) passou a ter nova diretoria. O jornalista Abrahão Oliveira foi empossado como novo presidente da entidade, que está localizada na rua Santo Antônio de Ossela, 475, no Parque Cocaia, distrito de Grajaú. Abrahão contará com o apoio de outro jornalista, Hans Misfeldt, que assumiu como diretor de Comunicação e Marketing da entidade. “Nosso objetivo nessa nova gestão é divulgar cada vez mais o trabalho da comunidade, envolver os moradores da região e convidá-los a participar ativamente da comunidade”, afirmou Hans, que é também diretor executivo na Comunidade Brasileira de Inclusão (Cobei), ao lado de Abrahão e de Taciane Oliveira. Abrahão Oliveira assume presidência Abrahão Oliveira tomou posse como novo presidente da Ascom numa cerimônia simples no dia 9 de Da esq., Abrahão Oliveira, Laura, do Projeto Beleza Solidária, e Hans Misfeldt novembro. Nas duas últimas gestões, deixado pelo ex-presidente Manoel Abrahão ocupou o cargo de diretor Nunes Moreira, que ocupou o cargo por duas décadas. Precisamos fazer de Comunicação e Marketing. “Me sinto honrado em estar a mais para a população e por isso frente desta idônea entidade, que já aceitei o desafio de ser o presidente conta com muitos benefícios sociais da Ascom”, disse Abrahão. Projeto de Goulart proíbe ciclofaixas na frente de escolas Foi protocolado projeto de lei (nº 540/2014) que proíbe a instalação de ciclovias e ciclofaixas que interrompam o embarque e desembarque de alunos nas instituições de ensino da cidade de São Paulo. O autor da proposta é o vereador Antonio Goulart, que considera “inaceitável expor crianças a essa situação de risco”. Goulart entende que o sistema cicloviário da cidade tem condições de adotar alternativas que permitam ao ciclista ter mais segurança e conforto, sem prejudicar os estabelecimentos que já funcionam nas regiões das novas faixas. “A ciclovia é importante e, em muitas regiões, tem incentivado o cidadão a deixar seu automóvel e seguir com segurança pedalando para o trabalho e até mesmo para a escola. No entanto, é preciso preservar o acesso das crianças que utilizam outros modais, sem que corram Antonio Goulart concorda com ciclovias, mas quer bom senso na implantação o risco de serem atropeladas. Tem que funciona aos domingos e feriaque haver bom senso, o que não tem dos, e com movimento bem reduziacontecido em muitos casos,” justi- do desde a sua inauguração, em fica o parlamentar. 2012. Para Antonio Goulart, “essa O vereador também se mostrou faixa prejudica sobremaneira o estacontrário à ciclofaixa de lazer em In- cionamento de clientes nos comérterlagos, no distrito de Cidade Dutra, cios da região”. O futuro deputado fala de ciclovia e de entreposto na Cidade Dutra Eleito deputado federal no último pleito, o atual vereador da cidade de São Paulo, Antonio Goulart, conversou com o “Notícias” durante o Jantar de Confraternização Aesul 2014, no último dia 9, no Clube de Campo Castelo, região de Interlagos, e falou também sobre as ciclovias e ciclofaixas que estão sendo implantadas na zona Sul e em toda capital. Goulart é autor de projeto de lei (nº 540/2014) que proíbe a instalação de ciclovias e ciclofaixas que interrompam o embarque e desembarque de alunos nas instituições de ensino da cidade. A justificativa é o risco de acidentes que isso possa acarretar em locais de grande circulação de crianças, em especial. “Considero o projeto das ciclovias muito importante. Mas é preciso ouvir as pessoas antes que elas sejam implantadas em certos lugares. Só peço bom senso. Tendo bom senso, tudo se resolve”, argumenta o vereador. Além das instituições de ensino, motivo de seu projeto de lei, Goulart alega que este programa da atual gestão municipal está também decretando a falência de pontos comerciais, sem que haja desapropriações, além de causar sérios transtornos ao trânsito de veículos. O parlamentar citou como exemplo de locais onde o trânsito está sendo prejudicado por ciclovias, a ponte Vitorino Goulart, uma das novas entradas e Goulart (à dir.) conversando com o diretor Thiago, do “Notícias”, e esposa saídas da Capela do Socorro, agora com senador Teotônio Vilela com rua padre duas vias para bicicletas, e a rua Justino José Garzotti, em Cidade Dutra, tamNigri, distrito de Cidade Dutra. bém fosse passado pelo INSS à admiJá o comércio vem sendo prejudi- nistração da Prefeitura de São Paulo, cado por ciclovias e ciclofaixas coloca- como ocorre com outros prédios da cidas nas avenidas Jangadeiro, em Cida- dade. de Dutra, e de Pinedo, no Socorro, enA sugestão de Goulart é que no lotre outras. “É preciso dialogar e ter um cal se faça um entreposto de produtos pouco bom senso”, repete o vereador. orgânicos cultivados nas áreas de Parelheiros, para ali serem comercializados No lugar do Arena, um entreposto e, desse modo, também beneficiar os Goulart informou ainda ao “Notíci- produtores rurais do extremo Sul. as” que conseguiu, após composições “Considero esta mais uma vitória da na Câmara Municipal, que o imóvel do região, através do nosso mandato”, conantigo Arena, na esquina da avenida clui Antonio Goulart. Em breve no Jardim Satélite, a 78ª unidade da LBV no Brasil A Legião da Boa Vontade (LBV) vai inaugurar, no início de 2015, mais uma unidade de atendimento em São Paulo. O novo Centro Comunitário de Assistência Social da LBV funcionará na avenida Jacinto Júlio, 59, Jardim Satélite, no distrito de Cidade Dutra. O prédio possui três andares que abrigarão salas de atividades, cozinha, refeitório e banheiros. As reformas já foram iniciadas e nesta sexta-feira, 19 de dezembro, a primeira parte das obras será entregue, quando ocorrerá no local a entrega de trezentas cestas de alimentos à famílias em situação de vulnerabilidade social, por meio da campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia!. Esta será a 78ª unidade da Legião da Boa Vontade no Brasil, entre escolas, lares para idosos e centros comunitários. De acordo com a instituição, o objetivo de todas suas ações — ao lado da ajuda humanitária emergencial — “é contribuir para que o ser humano desenvolva suas capacidades, talentos e valores, consciente de seus direitos e deveres. Assim, a autoestima melhora e a pessoa pode vivenciar plenamente a cidadania”. Na capital, a LBV possui outras unidades socioeducacionais localizadas na avenida Rudge, 908 e 700, no bairro do Bom Retiro. Informações sobre a entidade podem ser obtidas pelo site www.lbv.org ou pelos telefones (11) 3225-4500 ou 0800 - 0555099.

[close]

Comments

no comments yet