Jornal Zona Oeste em Foco - Wanel Ville Cia. Nov/Dez-14 - Ed. 64

 

Embed or link this publication

Description

Edição 64

Popular Pages


p. 1

ANO 11 Nº 64 NOV/DEZ-14 Valorizando a região e agregando conhecimento www.jornalzonaoesteemfoco.com.br Wanel Ville I, II, III, IV, V, Pq. Esmeralda e Jd. Ipiranga Cyberbullying cresce no Brasil: veja como prevenir Páginas 8 e 9 Páginas 4 e 5 Página 13 UBS do Wanel Ville está integrada com a comunidade Ferroviário conta em detalhes o auge da Sorocabana Escola “Ana Cecília” adere a campanha de prevenção ao câncer

[close]

p. 2



[close]

p. 3

NOSSO FOCO Unidade Básica de Saúde do Wanel Ville implanta vários projetos visando se integrar a comunidade. Conseg Sul e Associação de Moradores do Wanel Ville discutem aumento da segurança. 3 é impresso em papel couchê Página 12 Zona Oeste em Foco Páginas 4 e 5 Páginas 8 e 9 Ferroviário, morador do Wanel Ville, é memória viva da Estrada de Ferro Sorocabana. Página 13 Escola “Ana Cecília” dá aula de cidadania e realiza eventos para marcar o combate ao câncer. Delegado e psicóloga comentam os cuidados que os pais devem ter com a exposição em redes sociais. Páginas 10 e 11 Campanha Novembro Azul estimula os homens a realizarem exames para diagnosticar o câncer de próstata. Página 14 Página 12 Associação Comercial de Sorocaba lança mais uma vez a campanha Natal Premiado. Página 22 Programe-se lendo a Agenda em Foco que traz vários eventos para este mês. Foco Empresarial, da colunista Paula Pacheco, ocupa duas páginas nesta edição com o melhor da região. Páginas 6 e 7 Tenham todos uma ótima leitura. EXPEDIENTE - Ano 11 - nº 64 - Novembro/Dezembro 2014 - Tiragem: 11.000 Exemplares Zona Oeste em Foco passa a ser impresso em papel couchê. A decisão foi tomada, após o sucesso do Zona Leste em Foco que é impresso neste papel, garantindo mais resolução e qualidade. O Zona Leste em Foco terá sua terceira edição em novembro e é um sucesso na região. O editor do jornal, Marcos Tadeu Stachewski; a executiva de vendas, Paula Pacheco; e a jornalista Cida Muniz, foram homenageados na Câmara de Sorocaba, por iniciativa do presidente da Casa, Cláudio do Sorocaba I. Contamos com o apoio de todos nessa nova fase, pois a nossa maior missão é valorizar a região, agregando conhecimento. O Paula Pacheco, Marcos Tadeu Stachewski, Cláudio do Sorocaba I e Cida Muniz Fone: 3329-7596 Editor: Marcos Tadeu Stachewski | Comercial: Paula Pacheco - Fone: 3013-1331, Sérgio Augusto Grillo - Nextel: 7835-4523 ID 92*163128 Jornalista Responsável: Cida Muniz MTB: 42990/SP | Arte Final/ Diagramação: Luciano Leal, Marcus Fidêncio, Carlos Castro e Matheus Stachewski Distribuição gratuita porta a porta: Wanel Ville I, II, III, IV e V, Jardim Ipiranga e Parque Esmeralda. Impressão: Gráfica Santa Edwiges - Fone: 99724-2449 Jornal Zona Oeste em Foco - R. Léo Migliorini, 88 Sala 1 - Wanel Ville IV - Fone: 3329-7596 | zonaoesteemfoco@terra.com.br | www.jornalzonaoesteemfoco.com.br www.facebook.com/jornalzoemfoco | Crédito fotos: Cida Muniz. As matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião do jornal.

[close]

p. 4

4 SAÚDE UBS do Wanel Ville se aproxima dos moradores qual vai atuar. Em um primeiro momento, o programa vai abranger o Jardim Ipiranga, Abatiá, parte do Parque Esmeralda, Parque dos Eucaliptos e parte do Wanel Ville. Após a agente fazer a avaliação das residências, manterá contato com a equipe que é composta por um médico, dois enfermeiros e dois técnicos em enfermagem. Doze profissionais vão compor as equipes, mas até o momento apenas oito estão no programa. Serão cerca de 6 mil pessoas atendidas, portanto, cada equipe será responsável por duas mil pessoas. Os agentes deverão, após o mapeamento das residências, passar uma vez por mês nas casas de sua área de abrangência. O principal ponto deste programa, destaca a coordenadora, é o fortalecimento da famí�lia. Neste sentido, há dois anos a UBS trabalha em conjunto com o Cras (Centro de Referência de Assistência Social). Já em casos mais graves, envolvendo principalmente menor, se a famí�lia estiver desestruturada e não aceita o atendimento, a equipe do Saúde da Famí�lia pode, inclusive acionar o Conselho Tutelar, mas somente em última instância. O ponto principal é ajudar na inserção social, visando a saúde e o bem estar dos que estão sendo acompanhados. Enfermeira Patricia de Paula Oliveira Coordenadora da UBS do Wanel Ville Unidade Básica de Saúde do Wanel Ville tem cinco anos UBS (Unidade Básica de Saúde) do Wanel Ville atende a um universo de 27 mil pessoas que residem nos bairros Wanel Ville I, II, III, IV e V, Parque Ouro Fino, Parque Esmeralda, Ipiranga e Abatiá. A maioria, segundo a coordenadora da unidade, a enfermeira Patricia de Paula Oliveira, tem entre 16 e 40 anos. Patricia está na unidade há três anos e meio e afirma que na região de atuação da UBS, a população é jovem e é grande o número de nascimentos, muitas vezes as mães são adolescentes e a gravidez não foi planejada e, em alguns casos, a gestante é usuária de drogas lí�citas, como bebidas alcoólicas, e ilí�citas, principalmente o crack. Para Renata, ainda falta educação para as adolescentes, no sentido de utilizarem métodos contraceptivos para não engravidarem. Por isso, a UBS tem feito parcerias com serviços de apoio, como a Pastoral do Menor e mesmo escolas localizadas na área de abrangência da unidade. Um dos programas que apresentou bons resultados visando à conscientização das adoles- A centes, informa a enfermeira, foi o “Fazendo o Futuro”, no qual alunos eram capacitados para depois replicarem as informações com os outros estudantes. Muitas vezes os estabelecimentos de ensino solicitam que servidores da UBS ministrem palestras nas escolas sobre temas variados, mas sempre ligados à saúde, sendo que a demanda é muito grande. A UBS, relata Patricia, também está implantando o programa do Governo Federal “Saúde da Famí�lia”, que consiste na contratação de agentes comunitários da saúde que visitam as casas para fazerem uma avaliação social, contabilizando quantas pessoas residem no local, renda mensal, se os componentes da famí�lia, principalmente crianças, fazem avaliação sistemática na UBS e outros detalhes que podem definir as ações a serem implantadas. Conforme a coordenadora, uma das exigências para ser contratado para esse emprego como agente, é a pessoa residir na região na Saúde da Família

[close]

p. 5

SAÚDE Outro programa que tem apresentado bons resultados na UBS do Wanel Ville é o que atende crianças com déficit de aprendizagem. As crianças, normalmente, já são atendidas na unidade de saúde e passam a fazer parte de grupos cujo principal objetivo é aumentar a autoestima do menor. Enquanto as crianças são atendidas em uma sala, os pais também recebem atenção. A grande diferença desse sistema que está sendo aplicado no Wanel Ville e em alguns outros bairros, é a proximidade do local onde a pessoa mora, aumentando a aceitação do programa pelos pais. A descentralização no atendimento tem sido elogiada e os resultados são sentidos com maior rapidez. Esse programa conta com o apoio do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) e tem uma equipe que mensalmente se reúne e faz o estudo de casos. Um psiquiatra também dá o suporte necessário e existe uma parceria com a Associação Criança. Muitas vezes a UBS também recebe uma indicação da escola relatando um problema de déficit de aprendizagem do aluno. Muitas são crianças entre 9 e 10 anos que ainda não aprenderam a ler e escrever. Os profissionais que participam do programa estão capacitados a identificar o problema dos menores de forma lúdica. A UBS do Wanel Ville também conta com uma equipe do Controle de Zoonoses, que antes ficava concentrada no Humberto de Campos. O trabalho dos servidores não é fácil porque, apesar de estar chovendo pouquí�ssimo, muitos focos do mosquito da dengue são encontrados na região. GERAÇÃO DE RENDA 5 Déficit de aprendizagem Risco de dengue Com a previsão dos institutos de meteorologia que as chuvas vão aumentar no mês de novembro, o risco de proliferação do aedes aegypti é ainda maior. Outro problema é que a febre chikungunya também é transmitida pelo mesmo mosquito da dengue. Os sintomas da febre, ao contrário da dengue, demoram para aparecer e no perí�odo de incubação ela é altamente transmissí�vel. Para Patricia, falta conscientização de grande parte dos moradores que continuam jogando lixo em locais impróprios. Apesar dos contêineres não estarem em todos os bairros, a coleta de lixo é feita periodicamente. Por isso, não há justificativa para parte da população escolher um terreno baldio e depositar o lixo no local. Visando conscientizar os moradores da região, no dia 10 de novembro o Grupo de Caminhada da UBS, vai recolher o lixo espalhado em terrenos da região que também podem ser focos da dengue. O Grupo caminha pela região todos os dias a partir das 7 horas da manhã, sendo aberto a quem quiser participar. Ainda no mês de novembro será realizada a Campanha de Tuberculose, quando serão feitos exames na UBS. Devem procurar a unidade pessoas que estão com tosse três semanas seguidas. Este mês também marcará os cinco anos da UBS. Várias atividades serão realizadas. Já em dezembro a UBS participará do programa Fique Sabendo, quando os exames para detectar a Aids e a Sí�filis são realizados e o resultado dos exames é divulgado com rapidez. SERVIÇO – A Unidade Básica de Saúde do Wanel Ville funciona na rua Alexandre Caldini, 442, Wanel Ville I. Dijos Doces, de propriedade de Felipe Dijos está com mais uma série de cursos na área culinária que podem se tornar uma valiosa fonte de renda. A loja também tem mais de 27 mil itens nos setores de festas, confeitaria, cestas de presentes, bebidas, caixas de presentes, doces em geral, chocolates, formas, salgadinhos, além de uma ampla linha de produtos importados no setor de alimentação, como chocolates, que são ótimos presentes pensando no Natal que se aproxima. A Dijos Doces tem novos cursos Mensalmente a Dijos Doces oferece por valores módicos, diversos cursos que proporcionam ao cliente utilizá-los como geração de renda. Confira os cursos oferecidos para o mês de novembro: Dia 11 - Bolos especiais de festa – modulo 1; dia 14 - panetones trufados e decorados; dia 17 - bolos especiais de festas módulo 2; dia 22 - especiais de tortas salgadas e quiches; dia 24 - festival de panetones; dia 25 - especial receitas de natal; e dia 29 festival de cupcakes natalinos. SERVIÇO – Dijos Doces – Avenida General Carneiro, 1808, esquina com a Américo Figueiredo, Jardim Simus. Telefones 32225274 e 3217-9087. Estacionamento na Américo Figueiredo, 44. Mais informações sobre os cursos acesse www.facebook/dijosdoces. Os cursos

[close]

p. 6

6 FOCO EMPRESARIAL Dois anos de Odontocompany Cabellaria no Wanel Ville faz atendimento personalizado Há um mês foi inaugurada a Cabellaria Fabí�ola Ciandrini & C o m p a n y, Equipe nota 10 da Cabellaria no Wanel Ville. O salão atende de forma personalizada, ouvindo as clientes para saber realmente o que elas desejam. Fabí�ola tem 15 anos de experiência na área e antes tinha a empresa em outro ponto da cidade. Entre seu diferencial está que ela trabalha com produtos top de linha, a maioria importados das marcas Keune, Alfaparf e Aneethun. A escolha pelo Wanel Ville para montar a Cabellaria, conta Fabí�ola, se deu por acreditar que pode contribuir com a sua experiência profissional para deixar as pessoas ainda mais felizes. Colorista, com especialização em mechas loiras, a proprietária trabalha com uma equipe de seis profissionais, que fazem corte, tratamento, progressiva, unha artí�stica, depilação e, em breve, terá esteticista. A Cabellaria está neste mês com promoções de inauguração. As terças e quartas a selagem sai por R$ 50,00; corte com escova por R$ 40,00; quem fizer a sobrancelha ganha o buço; e na depilação nestes dias é concedido desconto de 10%. SERVIÇO – Cabellaria Fabí�ola Ciandrini & Company – avenida Paulo Emanuel de Almeida, 350, Wanel Ville II, telefones 3217-8943 e 33262480. Facebook.com/cabellaria.ciandrini. paula_pacheco@terra.com.br Jota Lubrificantes completa cinco anos A equipe Odontocompany Rafael de Goes Juren e João Rodrigues A Jota Lubrificantes e Escapamentos, localizada na alameda dos Heliotrópios, 345 - Jd. Simus, está em festa, completando cinco anos. No dia 29 de outubro a loja, de propriedade de João Adão Ribeiro Lúcio completou cinco anos. A empresa conquistou os clientes do Jardim Simus e adjacências em razão dos produtos e serviços com qualidade e ótimos preços. Parabéns por mais este aniversário. Assados Wanel há 12 anos atendendo a região O dia 8 de outubro foi de festa para a unidade da Odontocompany localizada na avenida Dr. Américo Figueiredo, 2419, no Parque Manchester. Silvio Alexandre Kupper e seu sócio Gustavo Vieira Kupper, realizaram uma pesquisa para definir onde instalariam a Odontocompany e descobriram que os moradores da região queriam uma clí�nica odontológica completa, com todas as especialidades, qualidade e fácil acesso e o resultado resume-se em uma palavra: sucesso. Em dois anos foram mais de 3 mil pessoas atendidas. Parabéns para a famí�lia Odontocompany. Anderson José da Silva Os moradores do Wanel Ville e região já se acostumaram a saborear as deliciosas carnes do Assados Wanel, de propriedade de Anderson José da Silva, que atende seus clientes há doze anos, sempre oferecendo qualidade, melhores preços e muito sabor. De terça a sábado são os espetinhos que fazem sucesso e aos finais de semana, a dica são os mais variados tipos de carnes, pertinho de você, na rua Alexandre Caldini, 437, Wanel Ville.

[close]

p. 7

FOCO EMPRESARIAL Unitem Saúde trabalha com convênios médicos e odontológicos A empreendedora Claudinéia Pereira de Almeida, com vasta experiência em planos de saúde há mais de 18 anos, há quatro anos fundou a Unitem Saúde, uma empresa que trabalha com representações, oferecendo os melhores convênios para pessoas fí�sicas e jurí�dicas. A Unitem Saúde e sua equipe estão aptas para entender a sua necessidade e apresentar a melhor proposta. A Unitem Saúde fica na rua Padre José de Anchieta, 147, esquina com a Juscelino Kubitschek de Oliveira. Telefones 3318-8682 e Claudinéia Pereira 3316-7325. de Almeida 7 Aquarela Aviamentos conquistou moradores do Wanel Ville Farmácia Ipatinga agora tem Farmácia Popular O farmacêutico Carlos Eduardo e sua esposa Silvia Gisele Branco Passos Big Tintas – um ano colorindo a sua vida A Big Tintas está há um ano sob a administração de Leandro Andrade de Oliveira, a empresa tem inovado para atender cada vez melhor os seus clientes. Recentemente a Big Tintas adquiriu uma máquina que funciona pelo sistema tintométrico, podendo reproduzir 2.200 cores, garantindo que se você precisar de uma tinta a mais para a sua obra, ela saia no mesmo tom da que você adquiriu anteriormente. ParaMárcio e Leandro béns Big Tintas. Inaugurada no dia 10 de agosto deste ano, a Aquarela Aviamentos, Papelaria e Presentes, conquistou com rapidez os moradores do Wanel Ville e região, isso em razão da variedade de itens, ótimo preço e da atenção que a proprietária, Gisele Branco Passos, concede aos clientes que viraram verdadeiros amigos. Se você ainda não conhece a loja, faça uma visita e descubra a infinidade de produtos a sua disposição. Av. Paulo Emanuel de Almeida, 154. Consultório Odontológico ACEITAMOS CARTÕES A Ki Verão Point Sorvetes comemora no dia 16 de novembro, quinze anos. De propriedade do casal Jaime Ferreira dos Santos e Neusa Maria, a empresa se destaca na produção de sorvetes de alta qualidade, de massa e palito. Ampliando sua área de atuação, também existe a Ki Verão Point Lanches, que além dos sorvetes, comercializa lanches e porções. Neste calor a dica são os sorvetes da Ki Verão que você aprecia na rua Santos de Oliveira, 274, Central Parque, e também na avenida Elias Maluf, 210, no Wanel Ville, onde também são servidos lanches deliciosos. Parabéns, que o sucesso seja uma constante na empresa. Ki Verão Point completa 15 anos A Farmácia Ipatinga agora faz parte da rede “Aqui tem Farmácia Popular”, medicamentos para doenças crônicas: diabetes mellitus, hipertenção arterial, dislipidemia, asma, rinite, osteoporose, glaucoma, além de contracepção e incontinência (fraldas), conforme preconiza a Portaria do Ministério da Saúde Nº 971 de 15 de maio de 2012. A maioria dos medicamentos é gratuito, consulte sempre um farmacêutico. Na Ipatinga há sempre um profissional de plantão para possí�veis dúvidas, a Farmácia fica na rua Valmir Vitório Segura, 237, em frente ao Condomí�nio Ipatinga (Wanel Ville). Vera Lúcia, Neusa, Jaime e Rosa DRA. INGRID BOTTINI Seg. a Sexta das 8h às 12h e das 14 às 19h Sábados somente c/ agendamento 3021-2880 / 99672-1792 - ORTODONTIA - ENDODONTIA - CLAREAMENTO - CLÍNICA GERAL CRO-SP: 106482 Av. Paulo Emanuel de Almeida, 494 1º Andar - Wanel Ville (EM CIMA DA CAROL PISOS) - RAIO-X - PRÓTESE - CIRURGIA - IMPLANTE

[close]

p. 8

Um ferroviário que é a memória viva da Sorocabana ma viagem no tempo. Assim é possível definir a entrevista com o senhor Jardel Pegoretti, 85 anos, que trabalhou 32 anos, sete meses e sete dias na Estrada de Ferro Sorocabana. Este ferroviário lembra como se fosse hoje o dia 26 de maio de 1944, quando foi admitido em seu primeiro emprego e tinha 15 anos. Pegoretti fazia a Escola Industrial no “Fernando Prestes” – prédio onde hoje está a ETEC (Escola Técnica) Rubens de Faria e Souza – quando ficou sabendo que a Sorocabana estava 8 TÚNEL DO TEMPO U admitindo estagiários e se inscreveu. Os novos funcionários participariam da construção de vagões de carga e trens de passageiros, que antes eram adquiridos da Alemanha. Vale lembrar que estávamos em plena Segunda Guerra Mundial. Pelos cálculos de Pegoretti, nas décadas de 50 e 60, auge da Sorocabana, ela possuía cerca de 2.600 funcionários que trabalhavam em dois turnos e o seu número era o 317. A atuação era na construção e manutenção de vagões. Pegoretti começou a se destacar na Sorocabana logo no início. A maioria dos funcionários era analfabeto e ao final do expediente, todos tinham que fazer um relatório, como não sabiam escrever, acabavam procurando-o para ele preparar os documentos. Foi o primeiro passo para ele ir atuar no setor administrativo. Durante a sua trajetória na Sorocabana, Pegoretti acompanhou a transformação das locomotivas, as famosas Marias Fumaças, do carvão (madeira), para as locomotivas elétricas e a diesel. Na verdade, o diesel era utilizado para virar eletricidade, como um gerador. Já as que eram somente elétricas, circulavam apenas pelos trilhos que já contavam com os cabos de energia. O trabalho de quem atuava jogando a madeira para gerar energia e fazer as locomotivas funcionarem era muito insalubre. Todas as locomotivas eram das marcas General Motors e White Westinhouse, que praticamente produziam os equipamentos mais modernos do mundo. Pegoretti participou de um concurso interno da Sorocabana e fez um curso na Barra Funda, em São Paulo, para aprender a nova tecnologia, pois a Estrada de Ferro tinha adquirido trinta locomotivas elétricas da Alemanha Oriental. Do carvão para a eletricidade Jardel Pegoretti com sua esposa Mazé Ferroviário tem várias fotos de tr ens

[close]

p. 9

TÚNEL DO TEMPO para fazer o serviço. O ferroviário liderava um grupo de 32 trabalhadores, todos já falecidos. Ainda quando era ferroviário, Pegoretti também atuou no metrô de São Paulo, no início da década de 70. Todos os dias ele saia da Sorocabana e ia para capital inspecionar os vagões. aos Paixão pela ferrovia começou 15 anos 9 As novas locomotivas chegaram ao porto de Santos rodeadas de segurança e foram transferidas para Sorocaba onde deveriam ser montadas. Pegoretti recebeu um manual, na verdade uma “bíblia” pelo seu tamanho, em inglês e alemão, idiomas que o ferroviário não dominava. Mas Pegoretti superou todas as expectativas e conseguiu montar uma locomotiva, surpreendendo os alemães quando eles chegaram Sorocabana foi fundamental para o desenvolvimento da região Para Pegoretti a decadência das ferrovias em todo o Brasil foi uma questão política. Porque grandes empresas automobilísticas estavam se instalando no país, novas rodovias eram construídas por grandes construtoras e não era interessante que o transporte de carga, mais barato, fosse utilizado. As ferrovias também foram construídas para favorecer, principalmente, os barões do café, tanto que elas têm várias curvas, pois passavam pelas fazendas. Já em relação às bitolas (distância entre os trilhos), que no Brasil tem vários tamanhos, dificultando a integração, Pe- A decadência Na coleção de Jard el há também min iaturas goretti não considera um problema para a continuidade das ferrovias. Também em razão da política, Pegoretti não acredita que o trem rápido seja implantado no Brasil. Havia a previsão de sua inauguração entre São Paulo e o Rio de Janeiro – o trajeto demoraria 80 minutos - para a Copa do Mundo de 2014. Com o atraso está previsto para 2015 a primeira etapa do processo licitatório e sua inauguração em 2020. Sorocaba teria uma estação para embarque. Pegoretti é autor de dois livros, ambos esgotados: “Fundação da Companhia Sorocabana de Estrada de Ferro” e “Os brilhantes de 32”, sobre a Revolução Constitucionalista de 1932. No escritório, em sua casa, a paixão por trens é clara. Várias fotos de locomotivas e miniaturas de trens. Uma linda história de vida que se confunde com o auge da nossa Estrada de Ferro Sorocabana.

[close]

p. 10

10 COMPORTAMENTO Expor pessoas em redes sociais pode ser crime virtual para conhecidos. A foto foi disseminada e com receio da reação das pessoas a garota acabou tirando a própria vida. O mesmo ocorreu com uma jovem de 17 anos no Piauí. Um vídeo na qual ela aparecia fazendo sexo foi divulgado pela internet. Ela usou o Twitter para se despedir e também ceifou sua vida. Em mais uma tragédia que vira apenas número na rede social. Mas, em muitos casos, não é um terceiro o responsável pela exposição, mas a própria “vítima”. Não é raro ver as pessoas colocando nas redes sociais ações simples, como contar todos os seus passos em um final de semana. Isso pode contribuir para a pessoa mal intencionada traçar um perfil de sua vítima, pois sabe de todos os seus passos, sendo este um risco para a segurança. Neste sentido, os que são mais vulneráveis são as crianças e adolescentes. O delegado de polícia Acácio Aparecido Leite, da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Sorocaba, alerta que, para evitar inconvenientes, a pessoa “desejando compartilhar fotos em poses intimas, que o faça com quem tenha relação de extrema confiança. Outra questão é o meio usado, em especial em relação aos programas, aplicativos e conexões, ou seja, tem que se ter a certeza que tudo isso é seguro. Muito importante é não se deixar levar por conversas que se mostram sedutoras no início e depois trazem propostas perigosas”. A psicóloga Osmeire Tobias Mendes dos Santos, terapeuta sexual e familiar e personal coaching, considera que o avanço tecnológico é fundamental e essencial para os seres humanos, Internet traz inúmeros benefícios para todos e um deles é promover a aproximação entre as pessoas, principalmente através das redes sociais. Mas o que é algo positivo pode se tornar altamente negativo se a exposição for exagerada, em alguns casos, sem a autorização da vítima. Os cyber crimes têm crescido muito no mundo e no Brasil não é diferente. A vítima normalmente é mulher, jovem e teve sua vida íntima, muitas vezes sexual, exposta, na maioria das vezes por um homem com quem tinha alguma relação. O crime virtual é grave e, muitas vezes, acaba virando tragédia no mundo real. Em novembro do ano passado uma adolescente de 16 cometeu suicídio em Veranópolis, Rio Grande do Sul. O motivo foi o vazamento de uma foto em redes sociais, na qual ela mostrava os seios. Um “amigo” da garota confirmou que deu um printscreen da tela (comando pelo qual a tela do computador é copiada) e enviou a imagem A Delegado de polícia Acácio Aparecido Leite Polícia alerta porém, “a exposição excessiva das pessoas nesses tantos recursos, em especial as redes sociais, vem tomando uma proporção extremamente preocupante para nós como humanidade”. Osmeire destaca que, “por vezes, até de forma ingênua, se expõe intimidades, seja física ou emocional, acreditando no confidencialismo da amizade ou até da proteção que se prevê em alguns dos recursos que utilizamos nas redes sociais”. Os adolescentes são as principais vítimas do bullying e cyberbullying, por isso, o delegado Acácio Leite, orienta que os pais devem ter muita atenção em relação aos contatos dos filhos na internet. “É normal que o adolescente queira e tenha privacidade nos seus contatos, Menores necessitam de atenção

[close]

p. 11

COMPORTAMENTO porém, os pais conhecerem os amigos e saberem os diálogos, antes de tudo é um ato de amor. As duas partes precisam costurar um acordo de proteção mútua. Os criminosos esperam sempre uma brecha no cuidado dos pais para ganharem a confiança dos adolescentes e obterem as fotos intimas que tanto desejam”. A psicóloga reconhece a dificuldade que muitos pais encontram hoje em dia de colocar limites aos filhos. “É também fundamental que os pais estejam de alguma forma monitorando o uso e o conteúdo de acesso dos computadores de seus filhos”. Para Osmeire, estar atento ao que os filhos menores acessam na internet deve ser algo “sem muita margem de discussão para com o filho, sendo passado a eles como uma regra de conduta por serem menores e estarem sobre a responsabilidade dos pais, inclusive, deixando esclarecido aos mesmos, que não é uma decisão arbitrária, mas sim de amor e previsto em lei”. Difundir imagens de menores em poses íntimas também é crime segundo o Estatuto da Criança e Adolescente, art. 241 e seguintes, lembra o delegado Acácio Leite. “São penas que vão de três a oito anos de reclusão. É importante dizer que apenas ter tais imagens já se configura o crime, ou seja, não é preciso divulgar o material ou trocar com alguém”. A exposição pode trazer graves danos psicológicos. Conforme a psicóloga, “qualquer tipo de exposição negativa ou pejorativa, que possa de uma forma ou de outra denegrir, deprimir a imagem de alguém fará muito mal psíquica/ emocionalmente. Isso sem contar um número de variáveis que precisaríamos considerar de como essa pessoa estaria naquele momento da vida, faixa etária, condições gerais de saúde, estrutura de personalidade, autoestima, entre outras”. Em relação ao tratamento, Osmeire detalha que “a pessoa precisaria ser avaliada inicialmente por um psicólogo (a) para verificar além do processo terapêutico a necessidade ou não do suporte medicamentoso paralelo”. A exposição, conforme ela for realizada, também pode trazer transtornos na vida sexual da vítima. “As dificuldades e ‘traumas’, registros negativos vivenciados, são em especial para algumas estruturas de personalidades, marcas para o resto da vida, infelizmente em alguns casos até levando a depressão severa. Vai depender de cada um conseguir ou não a superação para poder voltar a ter uma vida de qualidade e saudável”, diagnostica a terapeuta. Toda a exposição, principalmente quando relacionada ao adolescente, vai ter reflexo na escola e o professor terá que saber lidar com essas adversidades. Por isso, Osmeire aconselha ao educador continuar no papel, “o qual está também muito confuso e distorcido, mantendo-se na qualidade de esclarecer, informar e 11 orientar a conduta mais adequada de comportamento e convivência. Porém, cabe aos pais, inclusive, monitorar, orientar e talvez até não permitir, caso o adolescente não saiba usar, levar os aparelhos celulares para a escola”. Complementando, a psicóloga afirma que “cabe ao educador, no máximo, para não cercear de todo o recurso dos aparelhos, estabelecer combinados claros de onde e como poderão ser utilizados”. Questionada sobre os motivos que levam as pessoas a se exporem na internet e como perceber se está passando dos limites, a psicóloga afirmou que “todo excesso, como o próprio nome já diz, está ‘acima do permitido’, seja por lei ou do que é saudável. Muitas pessoas por carência, ‘solidão’ mal gerenciada, acabam se expondo inconscientemente na busca de ser ‘notado (a)’, de receber atenção, buscando muitas vezes compensação para aplacar as frustrações”. Fica claro que as crianças e adolescentes devem ser orientados de como utilizar as redes sociais. Já os adultos precisam também perceber que a exposição pode trazer problemas graves e, como os entrevistados colocaram, o excesso nunca é positivo. Psicológico afetado O trabalho do educador Psicóloga Osmeire Tobias Mendes dos Santos

[close]

p. 12

12 NATAL PREMIADO Campanha da Acso vai sortear um carro e vários outros prêmios quilômetro New Mach Nissan; dois televisores de 32 polegadas; um notebook; uma bicicleta; e R$ 50 mil em prêmios instantâneos serão mil raspadinhas com prêmios de R$ 50,00 para consumir em qualquer um dos estabelecimentos participantes da campanha. Para participar da promoção o cliente deverá procurar um dos estabelecimentos participantes e fazer uma compra acima de R$ 30,00. Os consumidores terão duas formas de participar da promoção. A primeira será por intermédio da raspadinha, onde ele terá a chance de ganhar R$ 50,00, valor que poderá ser utilizado em qualquer empresa que esteja participando da Campanha. Outra chance de ser contemplado será no preenchimento do cupom, no verso da raspadinha, desta forma, o consumidor irá concorrer ao carro e muitos outros prêmios. Cada associado está recebendo 100 raspadinhas. Nilton da Silva Cesar, presidente da Acso (Associação Comercial de Sorocaba) Acso (Associação Comercial de Sorocaba) realiza há três anos consecutivos, a Campanha Natal Premiado. Este ano, comenta o presidente da entidade, Nilton da Silva Cesar, o Treze, serão sorteados um carro zero A Moradores do Wanel reivindicam mais segurança em reunião do Conseg Conseg (Conselho de Segurança) Sorocaba Sul, presidido por Genésio Ferreira de Albuquerque, em parceria com a AMO (Associação dos Moradores) do Wanel Ville, realizou no dia 2 outubro uma reunião no bairro para discutir a questão da segurança. A reunião contou com a participação de moradores e comerciantes dos bairros Wanel Ville I, II, III, IV e V, dos delegados titulares do 9º e 3º Distritos Policiais, representante da SEGURANÇA Para Treze, é muito importante os comerciantes dos bairros fazerem parte da Acso, porque a entidade possui um portfólio de serviços criado exclusivamente para contribuir com o empreendedor, desde a abertura de sua empresa. O presidente frisa que os serviços oferecidos pela entidade facilitam o acesso de sua empresa ao cumprimento de exigências legais, “há compartilhamento de recursos que proporcionam a inclusão tecnológica das empresas e promovem alianças que geram o melhor resultado para o empreendedor”. O sorteio da Campanha Natal Premiado é autorizado pela Caixa Econômica Federal e será realizado no dia 10 de janeiro de 2015, às 11 horas, na Praça Cel. Fernando Prestes. Comércio nos bairros O Guarda Civil Municipal, Polícia Militar e diretores do Conseg. Durante o encontro foi enfatizada a necessidade do reforço do policiamento no bairro, sendo apresentadas propostas de intensificação de ações educativas, como os projetos de Conscientização sobre Drogas e o “Vizinhança Solidária”, este último em parceria com a Polícia Militar, que está sendo implantado no Jardim Tulipas, após uma série de furtos e rou- bos registrados no bairro. Mais de 200 casas já aderiram ao projeto. A participação efetiva dos moradores agradou aos organizadores. Várias solicitações foram apresentadas às autoridades presentes, que orientaram as pessoas a tomarem algumas medidas preventivas e denunciar os crimes para a Polícia Militar e Guarda Civil Municipal, que se comprometeram a intensificar as rondas pelo bairro.

[close]

p. 13

EDUCAÇÃO TENDÊNCIA 13 Escola “Ana Cecília” conscientiza alunos sobre câncer de mama Escola Estadual “Ana Cecília Martins”, localizada no Wanel Ville, realizou no mês de outubro, diversas ações visando conscientizar professores e alunos da importância da detecção precoce do câncer de mama. Conforme a coordenadora da escola, Fabiana Antunes, todos no estabelecimento de ensino, principalmente a equipe gestora, formada por Suely Camargo (diretora), Lisane de Medeiros Martins (vice-diretora), Lucinéia Arco (coordenadora), Lucilene Silva e Ana Cristina Cruz (mediadoras) e Fátima Notari (gerente de organização), se envolveram neste ano no Movimento Outubro Rosa. A ação teve várias etapas. No dia 21 de outubro foi realizado pela equipe gestora um trabalho de formação continuada com os professores, com oficinas explicando sobre o histórico da data, o autoexame, os fatores ambientais, hormonais e genéticos da doença. No dia 23 de outubro, na primeira aula de cada turno, a ação foi com os alunos que foram A orientados sobre a doença. Na sequência, os professores puderam se aprofundar no tema com os estudantes, abordando-o de acordo com a disciplina na qual ministram aulas e conforme o currí�culo oficial do estado de São Paulo. Já no dia 24 de outubro, a equipe gestora esteve na UBS (Unidade Básica de Saúde) para agradecer o apoio recebido em todas as parcerias já realizadas (Dengue, HPV, Escavação dentária, entre outras). Equipe gestora da escola verão começa oficialmente no dia 21 de dezembro, mas os tons das maquiagens para a nova estação já estão definidos. Segundo o maquiador Víctor Dayan, na temporada Primavera-Verão 2015 os tons de sombras são mais suaves, indo do leve coral ao marrom esfumaçado. Abuso nas máscaras de cílios na cor preta, pele supernatural e com ar bronzant será destaque. Nos lábios cor laranja, que inclusive será a estrela deste Verão. Ví�ctor Dayan, proprietário da Make Up, atende noivas, formandas, debutantes, madrinhas e clientes em geral para festas e eventos em seu estúdio ou em domicí�lio. O maquiador somente trabalha com produtos profissionais, garantindo um look de longa duração. O profissional também promove cursos de auto maquiagem e sessões de beleza, individual ou em grupo, para ensinar as clientes a utilizarem a maquiagem e também os cosméticos, já que ele comercializa Natura, Mary Kay, Maybelline, NYX, Macrilan, além de produtos importados. Conheça o trabalho desse profissional da maquiagem. Víctor Dayan dá dicas de maquiagem para o verão O Alunos participaram ativamente do Outubro Rosa SERVIÇO – Condomí�nio Terra Nova - Av. Elias Maluf, 2695, casa 751. Tel: 3217-8006 e 99824-0555. www.facebook.com.br/makeupvitordayan

[close]

p. 14

14 saúde Novembro Azul incentiva o exame de próstata nho. O exame de toque retal e o exame de sangue (dosagem do PSA) devem ser realizados aos 50 anos, aconselha Delgado, “se o exame da próstata for normal e o PSA estiver em níveis normais, devem ser realizados a cada ano com exames apenas do sangue. O toque retal pode ser feito novamente após 3 a 5 anos se o PSA continuar normal, ou no momento em que o PSA se tornar anormal. Dos 50 aos 75 anos para os homens sem fatores de risco”, explica Delgado. Mas o exame deve ser feito antes se um parente de primeiro grau apresentou câncer de próstata. “O primeiro exame de prevenção deve ser realizado aos 40 anos, ou na idade de 10 anos a menos em que o parente apresentou seu câncer diagnosticado. Se o parente teve um diagnóstico aos 47 anos, o primeiro exame do filho ou irmão deve ser realizado aos 37 anos”, explica o médico. Apesar da grande incidência do câncer de próstata, o tipo da doença que mais mata no Brasil é o de pulmão, sendo que o homem não apresenta nenhum sintoma da doença, por isso, é muito importante exame de toque retal e o exame de sangue. Já o Movimento Outubro Rosa, explica Delgado, tem o objetivo principal de incentivar que as mulheres façam exames preventivos e busquem o tratamento precoce do câncer de mama. O médico considera importante essa iniciativa, pois “chama a atenção da população em geral, e das mulheres em especial, sobre a neoplasia maligna (câncer) mais incidente na população feminina. Estima-se que em Sorocaba, praticamente uma mulher terá o diagnóstico de câncer de mama por dia”. Segundo o oncologista, o câncer da mama é o mais incidente entre as mulheres e está sendo, progressivamente, o menos letal, graças aos diagnósticos mais precoces e tratamentos mais eficazes. Conforme Delgado, cerca de 15% das mulheres com câncer de mama tem a questão hereditária como causa, em razão dos genes BRCA-1 e 2. Já em relação ao autoexame, Delgado alerta que ele é “incapaz de detectar lesões mamárias muito pequenas, ideais para os tratamentos de maior eficácia e cura. Mas possui a virtude de induzir um sadio hábito de examinar-se regularmente” e acrescenta, “já a mamografia rotineira é capaz disso, e aumenta, sem dúvidas, a sobrevida para as pacientes com diagnósticos”. O sintoma do câncer de mama é o nódulo que nunca existiu ou está crescendo. Apesar da incidência de câncer de mama nos homens ser pequena, o sintoma é o mesmo: nódulo que está crescendo. ecentemente surgiu o Movimento Novembro Azul, que tem por objetivo conscientizar os homens sobre o câncer de próstata. Conforme o médico oncologista, presidente do Conselho Deliberativo e diretor técnico da ABOS (Associação Brasileira Oncológica de Sorocaba), Gilson Delgado, 67 anos, o sexo masculino ainda resiste a realizar o exame, “mas isto está sendo cada vez mais induzido como hábito sadio pelas campanhas rotineiras, como o Ônibus Azul”. Para Delgado, é preciso salientar que as campanhas devem ser muito incentivadas, “já que a incidência dos cânceres de próstata é maior que a incidência do câncer da mama na mulher e, pior, fica com o preconceito enraizado em grande parte da população masculina brasileira”. A prevenção, como sempre, é o melhor cami- R Dr. Gilson Delgado - Médico oncologista Câncer de mama

[close]

p. 15

Negócios • Produtos • Serviços 15

[close]

Comments

no comments yet