Boletim das Bibliotecas Escolares - 3.º período 2013/14

 

Embed or link this publication

Description

Notícias da Biblioteca

Popular Pages


p. 1

Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira Boletim das Bibliotecas Escolares Editorial Ano letivo 2013/2014 Abril NESTA EDIÇÃO: Atividades das Bibliotecas do 1º Ciclo Atividades da Biblioteca Escolar da Escola Básica e Secundária Sara Fernandes, vencedora do Concurso Nacional de Leitura - Fase Distrital As estrelas Sugestões de leitura 2 2 3 3 4 O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário. Albert Einstein E cá estamos nós no terceiro período. Este ano é um período extremamente pequeno pois a Páscoa foi muito tarde. E este é o período de todas as decisões. É o momento dos exames, do aquilatar os conhecimentos adquiridos ao longo do ano. Um ano que decorreu normalmente mas em que o segundo período foi muito longo, o que se veio a refletir na duração do terceiro período. Esta é a altura em que se vê muitos alunos preocupados com o seu futuro académico, muitas vezes motivado pelo seu próprio comportamento. Aqueles que ao longo do ano foram estudando um pouquinho de cada vez, mas sempre, não se encontram muito preocupados, mas aqueles que se guardam para a altura dos testes, tentando num dia apreender os conhecimentos que os colegas foram tomando conhecimento ao longo dos períodos, esses, naturalmente, demonstram muita ansiedade porque, entretanto já se esqueceram de toda a matéria. É que quem estuda especificamente para um teste, raramente, ou mesmo nunca, apreende esses conhecimentos e os fica a poder usar no resto da sua vida académica e não só. Por isso, tal como eu sempre tenho dito, o melhor é ir estudando um bocadinho todos os dias e, quando chegar a altura, estar preparado e, normalmente, não vai ser um exame que os vai assustar. De qualquer forma, a Biblioteca Escolar está, como sempre esteve, ao vosso dispor e deseja-vos muitas felicidades neste momento com- plicado e recorda-vos que, a seguir, vem aí o tempo das férias, da praia, dos passeios, e do mais que nessa altura se pode fazer! O Coordenador

[close]

p. 2

Atividades das Bibliotecas Escolares do 1º ciclo         Apresentação e exploração do conto “O Tesouro”; Exposição de trabalhos sobre o “25 de abril”; Encontro com o escritor António Torrado - atividade desenvolvida em articulação com a Biblioteca Municipal; Leitura expressiva do conto “A menina que detestava livros”; Trabalho de investigação subordinado ao tema “Animais selvagens”; Comemoração do “Dia do Autor Português”; Entrega de prémios aos vencedores dos diversos concursos propostos pela Biblioteca Escolar; Visionamento de um filme de animação de caráter lúdico.  Atividades da Biblioteca Escolar da Escola Básica e Secundária   Abril - espetáculo-oficina sobre a primavera e a liberdade - atividade desenvolvida em articulação com a Biblioteca Municipal e as “Comédias do Minho”; Palestra: “Ler Ciência” - atividade desenvolvida em articulação com a Biblioteca Municipal e o Departamento de Ciências do Agrupamento; Exposição sobre o tema “25 de abril”; “Concurso Nacional de Leitura” - fase distrital; “Concurso Nacional de Leitura” - fase nacional - a vencedora da fase distrital, uma aluna do Agrupamento de escolas de Cerveira, vai a Lisboa para se defrontar com as vencedoras de outros distritos. Durante as comemorações da “Escola Aberta”, vai ser realizado um “Bookpaper”, em articulação com a equipa do “PES”, para todos os anos; Entrega de prémios aos diversos vencedores dos vários concursos desenvolvidos ao longo do ano. Deus não nos fez perfeitos e não escolhe os capacitados, capacita os escolhidos. Albert Einstein      Página 2 B O L E T I M DA S B I B L I O T E C A S E SC O L A R E S

[close]

p. 3

A N O L E T I VO 2 0 1 3 /2 0 1 4 Página 3 Sara Fernandes, vencedora do Concurso Nacional de Leitura - Fase Distrital Disputou-se no passado dia 6 de maio, em Paredes de Coura, a eliminatória distrital do Concurso Nacional de Leitura. do Ensino Secundário e três do 3.º Ciclo. brilhante vencedora. Sara fez uma terceira parte impecável o que a levou à vitória final. Foram cinco as representantes do nosso Agrupamento: 2 As alunas Sara Fernandes e Mafalda Conde classificaramse para a segunda parte desta fase do concurso, do qual a primeira se viria a tornar a Agora, resta a final em Lisboa. Que a sorte (também faz falta) a acompanhe. As estrelas são astros que emitem luz própria e cintilam. As estrelas estão fixas no espaço. Normalmente, as estrelas são astros gigantes, quando comparados com outros astros, como os planetas. A Terra e outros planetas giram à volta do sol, formando o sistema solar. um planeta maior, a Terra. A Lua é um satélite (natural) da Terra. Os cometas são constituídos por gelo, pedaços de rochas e gases congelados. Deslocam-se no espaço. O Sol é a estrela mais próxima da Terra. É uma gigantesca esfera de gás continuamente a arder, a altas temperaturas, produzindo luz e calor. É tão grande que nele cabiam um milhão de planetas do tamanho da Terra. Existem outras estrelas muito maiores do que o sol, embora nos pareçam pequeninas, por estarem muito mais distantes. A Lua é o planeta que está mais perto da Terra e o único que até agora foi visitado por pessoas. Na lua não há vida, pois falta, por exemplo, o ar, para que um ser vivo possa respirar. Podemos ver a Lua no céu (especialmente à noite), porque ela é iluminada pela luz do sol. A Lua é um planeta secundário porque gira em volta de Trabalho realizado pelos alunos Beatriz, Henrique e Tiago

[close]

p. 4

Sugestões de leitura Boletim das Bibliotecas Escolares Money de Martin Amis Sinopse Estamos na web: Becerveira.blogspot.com AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA NOVA DE CERVEIRA Rua das Cortes 4920-211 Vila Nova de Cerveira Telefone 251 795 324 Mail: becerveira@gmail.com. John Self é um realizador de filmes publicitários de estrondoso sucesso e que leva um estilo de vida hedonista e excessivo, totalmente desregrado: consome, com voracidade, pornografia, prostitutas, álcool e comida de plástico. A história que se conta em Money que o Guardian considerou o grande romance inglês da década de oitenta - decorre entre Nova Iorque e Londres, nos tempos dos motins de Brixton e do casamento real. E é a história de John Self - o seu narrador e protagonista - um homem que personifica a ganância desses anos de ouro do capitalismo, em que o desprezo pelos valores sociais e humanos só conseguia ser suplantado pelo amor ao dinheiro - e a cegueira pelo dinheiro, por sua vez, pelo terror da falta dele. Mas será John Self um homem completamente mau? Afinal tem sentido de humor, traços de generosidade, e consegue que ora gostemos ora não gostemos dele. Trinta anos volvidos, e jazendo por terra os mitos financeiros e sociais que candidamente enformaram os anos 1980, esta comédia negra é, agora, mais atual do que nunca. O Talentoso Mr. Ripley De Patricia Highsmith Mónica e Mariana - Irmãs e rivais? De Margarida Fonseca Santos e M. João Lopo de Carvalho Sinopse Sinopse Tom Ripley tenta estar sempre um passo à frente dos seus credores e da lei. Mas tudo muda quando, inesperadamente, lhe oferecem uma viagem à Europa, uma oportunidade de recomeçar a vida. Ripley ambiciona ter dinheiro, sucesso e uma boa vida, e está disposto a matar para o conseguir. Quando a sua nova felicidade é ameaçada, a sua reação é tão repentina como chocante. Aproxima-se o Natal, tempo de paz, tempo de família. Porém, é precisamente no Natal que a Mónica e a Mariana se zangam de verdade. O feitio tranquilo e alegre da Mónica não encaixa nada bem nas «marianices», por vezes umas a seguir às outras… Contudo, as «ideias geniais» da Mariana são tão imaginativas que nos põem a pensar: afinal, o que fazemos nós para tornar a vida da nossa vila e da nossa família mais bonita e solidária? E que tal se todos contribuíssemos com um pequeno gesto, um enfeite, um texto bonito num blogue, uma surpresa? Se querem ficar a saber de que modo a Mariana «acendeu» uma GRANDE luz de Natal em Vale de Nabais; se querem conhecer o novo vizinho que tanta tempestade causou nos corações «quase geométricos» das duas irmãs, leiam esta GRANDE história! GRANDE, sim, gigantesca! Mas nada que se compare à ideia da Mariana… Apostamos que a palavra «GRANDE» vos vais fazer abrir um GRANDE sorriso!!! Vamos a isso?

[close]

Comments

no comments yet