Revista Assecon 30 Anos

 

Embed or link this publication

Description

Revista Comemorativa

Popular Pages


p. 1

Assecon Edição Comemorativa Brasília - DF, outubro de 2014 30 Anos

[close]

p. 2

Galeria de Presidentes Assecon Altiturres Ribeiro da Silva 16/05/1984 a 26/06/1984 Deusimar Leite Rolim 27/06/1984 a 15/11/1985 Augusto César José de Souza 16/11/1985 a 15/11/1986 José Eduardo Sabo Paes 16/11/1986 a 08/05/1989 Suzana F. de S. Dias Marques 09/05/1989 a 15/11/1989 João Batista Pereira de Souza 16/11/1989 a 02/02/1992 01/02/2006 a 31/01/2014 Dermeval Pereira da Luz 03/02/1992 a 29/11/1993 Joaquim Almeida dos Santos 30/11/1993 a 31/01/1994 Juares Ferreira Maximino 01/02/1994 a 31/01/1996 Alice Honda 01/02/1996 a 31/01/2000 Carlos da Conceição Lopes 01/02/2000 a 04/05/2000 Renato Rômulo dos S. Suhet 05/05/2000 a 01/02/2004 Caubi Pereira Alves 02/02/2004 a 31/01/2006 Remy Soares de Carvalho 01/02/2014 a 31/01/2016

[close]

p. 3

ÍNDICE Assecon – 30 anos – Fundação e Evolução Histórica ............................................................... 4 Perfil biográfico dos integrantes da comissão fundadora da Assecon ................................ 7 TCDF e Assecon – Festas e Confraternizações – 30 anos de história .................................. 10 Fundação da Assecon ................................................................................................................ 17 Atividades Esportivas ................................................................................................................ 23 Olimpíadas .................................................................................................................................. 25 Excursões ..................................................................................................................................... 27 Outras Conquistas ..................................................................................................................... 30 Parceiros Especiais ..................................................................................................................... 30 Coral .............................................................................................................................................. 31 Comemoração dos 30 anos Festa .................................................................................................................................. 36 Atividades Esportivas – Tênis ....................................................................................... 48 Almoço e Pagode ............................................................................................................. 51 Campeonato Luciene Kleyde ......................................................................................... 55 Futebol Masculino ........................................................................................................... 56 Novos Tempos ............................................................................................................................ 58 Diretoria Assecon Biênio 02/2014 – 01/2016 ....................................................................... 59 Assecon - 30 Anos Textos - Remy Soares de Carvalho Fotos - Acervo Assecon, Acervo Memorial do TCDF, Remy Soares de Carvalho e internet Edição e diagramação de textos e fotos - Márcia Reis Revisão - Márcia Reis e Márcia Regina Rebello Mendes de Oliveira Proibida a comercialização.

[close]

p. 4

Assecon 30 anos ASSECON – 30 ANOS – FUNDAÇÃO E EVOLUÇÃO HISTÓRICA O início da década de 1980 marcou profundamente a história do Brasil com transformações profundas no modelo da política dominante. A Administração Pública, durante o governo militar, viveu momentos festivos patrocinados pelo erário. Logo após a abertura política foram dados os passos iniciais para implantação da política de transparência na aplicação dos recursos públicos, com a correspondente prestação de contas à sociedade. Início do recesso - 1978 Desde, então, as festas perderam espaços com o direcionamento dos recursos para outras atividades de interesses público. As famosas festas de fim de ano, com farta distribuição de cestas de Natal, foram excluídas do calendário das instituições públicas. Foi neste cenário que surgiram as associações de servidores públicos. Quase todas estas associações trazem no bojo das suas normas estatutárias o compromisso com as atividades esportivas e festivas, além, é claro, da representatividade jurídica dos seus associados. Com o intuito de acompanhar as mudanças do perfil da Administração Pública, no início da década de 1980, foi criada a Associação dos Servidores do Tribunal de Contas do Distrito Federal – Assecon. A primeira assembleia geral destinada à fundação da Assecon foi realizada no Auditório Governador Prates da Silveira, no edifício anexo do TCDF, na tarde de 16 de maio de 1984. 4

[close]

p. 5

Assecon 30 anos Desde os seus primeiros momentos a Assecon trouxe em seu portfólio o propósito de estabelecer uma sólida parceria com a Alta Administração do TCDF e, desta forma, solucionar eventuais desafios relacionados à política de recursos humanos. Por ocasião das festividades do Jubileu de Prata da Assecon, em solenidade realizada no dia 15 de maio de 2009, no Salão Negro do TCDF, o ex-presidente da Assecon e exprocurador-geral de Justiça do DF, Dr. José Eduardo Sabo Paes, ao falar em nome dos expresidentes da entidade disse o quanto estava feliz em saber que as sementes que acompanharam os ideais dos fundadores da Assecon se multiplicaram em benefício dos servidores, mesmo diante das adversidades. Dr. José Eduardo Sabo Paes Ele citou, a título de parábola, a determinação dos dirigentes da Assecon que, a exemplo dos ipês do cerrado, superam os desafios impostos pela seca e buscam no fundo das suas raízes alimentos para produzirem as suas fantásticas flores. Neste documentário trazemos à colação as palavras do conselheiro Paulo César de Ávila e Silva, presidente do TCDF, por ocasião do Jubileu de Prata da Assecon, em 2009: “A Assecon tem se revelado uma grande parceira do tribunal. É uma Associação que já nasceu grande, pois externou desde os primeiros momentos da sua história a linha de pensamento de grandes homens.” Conselheiro Paulo César de Ávila e Silva Ex-Presidente do TCDF Ao longo da história, nestas três décadas, a Assecon tem primado em suas ações pela fidelidade e transparência na prestação de contas dos recursos que são aplicados em benefício dos seus associados. A atual diretoria da Assecon tem se comprometido, cada vez mais, em bem servir a Associação de acordo com as atribuições estatutárias que são reservadas a cada uma das suas diretorias, além de contar com uma equipe de funcionários que prestam serviços de alta qualidade. 5

[close]

p. 6

Assecon 30 anos Diretoria Assecon - Biênio 02/2014-01/2016 Membos da diretoria atual da Assecon: Atrás - João Eduardo - Membro do Conselho Deliberativo, Milton Sacramento - Membro Suplente do Conselho Fiscal, Vanda Lúcia Membro Efetivo do Conselho Fiscal, João Batista - Membro Efetivo do Conselho Deliberativo, Fátima Nascimento - Diretora Social, Fernando Fernandes - Diretor de Esportes, José Nilton e Míriam Conde - Membros Efetivos do Conselho Fiscal. Na frente - Josué Gouvea - 2° Secretário, Dailton das Graças - 1° Secretário, Elwis Presley 1° Vice-Presidente, Remy Soares de Carvalho - Presidente, Caio César - 2° Vice-Presidente, Wallacy Lima - 1° Tesoureiro e Orlando de Carvalho - 2° Tesoureiro Funcionários da Assecon Remy Soares de Carvalho com a equipe de vigilância da Assecon: Luciano, Antônio, Mauraci e Wildemir. Ao lado as secretárias da Assecon: Lulu e Regina Célia 6

[close]

p. 7

Assecon 30 anos Perfil biográfico dos integrantes da comissão fundadora da Assecon ALTITURRES RIBEIRO DA SILVA Altiturres Ribeiro da Silva nasceu na cidade de Israelândia-GO. Chegou a Brasília antes da inauguração da capital. Especializou-se na manutenção de máquinas de datilografia e de calcular. Em virtude dos seus conhecimentos nesta área, foi admitido no quadro de servidores celetistas do TCDF, em julho de 1977 e permaneceu na Corte de Contas do DF até setembro de 1984. Graduou-se em Administração e mora atualmente na cidade de João Pessoa – PB. Foi um dos idealizadores da fundação da Assecon e o seu primeiro presidente. O nome Assecon foi uma sugestão dele com base em outras entidades associativas. Altiturres Ribeiro da Silva ISRAEL ALVES DE LIMA Hoje Auditor de Controle Externo, aposentado. É natural da cidade de Santana de Matos – Rio Grande do Norte. Fez carreira no serviço público em Brasília, onde chegou em 1958. Na brilhante trajetória de vida deste torcedor da Sociedade Esportiva do Gama consta que ele trabalhou na Caixa Econômica Federal e no Serpro – Serviço Federal de Processamento de Dados; de lá veio para o TCDF onde ingressou, mediante concurso público, em 1978. Dez anos depois, sob a nova ordem constitucional, obteve aposentadoria por tempo de serviço. Nesta Casa foi diretorgeral de administração, cargo atualmente denominado de secretário-geral de administração. Ele integrou a equipe do presidente conselheiro Joel Ferreira da Silva. Foi, também, professor da rede pública de ensino do DF e mora na zona rural do Gama – DF. Israel Alves de Lima 7

[close]

p. 8

Assecon 30 anos Perfil biográfico dos integrantes da comissão fundadora da Assecon DEUSIMAR LEITE ROLIM Foi designado como presidente da comissão fundadora da Assecon. Ele deixou o Tribunal de Contas do DF, após aprovação em concurso público para o cargo de Procurador da República. Mora atualmente em Goiânia – GO. Deusimar Leite Rolim OSVALDO RODRIGUES DE SOUZA É baiano de Formosa do Rio Preto, zona de fronteira com o Estado do Piauí. Mudou-se para Brasília em 1966 e, no ano seguinte, ingressou na Secretaria de Segurança Pública do DF. Em 1970, mediante concurso público, chegava ao TCDF para construir uma história de devotado apego às suas obrigações. Em março de 1988 foi aprovado em concurso público para o cargo de Auditor (Conselheiro-substituto) e em 1999 obteve aposentadoria no mencionado cargo. Mora em Brasília. Osvaldo Rodrigues de Souza AUGUSTO CÉSAR JOSÉ DE SOUSA Mais conhecido por Moreno. Nasceu na cidade do Rio de Janeiro e chegou em Brasília em 1961. Em 1969, com 18 anos de idade, passou a integrar o quadro de servidores comissionados do TCDF. Em 1973 foi aprovado em concurso público para o cargo de Auxiliar de Controle Externo. No ano seguinte foi requisitado pela Secretaria de Fazenda do DF. Ao retornar ao Tribunal, em 1983, foi nomeado para o cargo de Diretor de Pessoal, na gestão do conselheiro José Wamberto. Foi, também, chefe de Gabinete da Presidência, Consultor jurídico e assessor jurídico da Presidência do TCDF. Depois de aposentado, em 1997, passou a se dedicar ao exercício da advocacia, em Brasília – DF. Augusto César José de Sousa 8

[close]

p. 9

Assecon 30 anos Perfil biográfico dos integrantes da comissão fundadora da Assecon JOSIAS CESALPINO DE ALMEIDA É Auditor de Controle Externo, aposentado. Nasceu na cidade de Governador Valadares-MG. No TCDF foi Diretor do Departamento Administrativo e participou ativamente da fundação da Assecon. Mora atualmente em Goiânia – GO. MIGUEL DUARTE FILHO Figura, também, entre os fundadores da Assecon o Auditor de Controle Externo, Miguel Duarte Filho, que está no pleno exercício das suas atividades, com lotação na Primeira Divisão de Contas da Secretaria de Contas do TCDF. Miguel é natural de Buriti Bravo – MA e ingressou no TCDF, em 1981. Nesta Corte de Contas construiu uma história permeada pelo sucesso e dedicação às suas responsabilidades funcionais. Miguel Duarte Filho Carteira do associado Miguel Duarte Filho 9

[close]

p. 10

Assecon 30 anos TCDF e ASSECON Festas e Confraternizações - 30 anos de História Autor: Remy Soares de Carvalho 10

[close]

p. 11

Assecon 30 anos O presente artigo foi extraído do livro de minha autoria intitulado “TCDF – 50 anos – A força do capital humano”, edição do autor, Brasília – DF, 2010. Fiz algumas alterações para adequar o conteúdo às novidades registradas nos últimos quatro anos. Em 2007 iniciei as minhas pesquisas sobre os servidores do TCDF. Depois de ter entrevistado diversos servidores, principalmente os integrantes da primeira geração, conhecidos entre nós como “pioneiros” –, constatei que eles sempre falavam sobre as suas experiências de vida no trabalho, acrescentando que, naquele tempo, havia um clima festivo, que tomava dimensões em eventos isolados, às vezes num happy hour ou mesmo em algumas atividades esportivas. Isso, nos primórdios da criação do Tribunal de Contas do DF. Time de futebol do TCDF - 1975 Em pé: Sérgio Diniz, Zé Boião, Geraldo Garçom, Moreno, Léo e Raimundo Bombeiro Agachados: Danilo, Juares, Marcos Cintra, Chiquinho, Amazonas e Wander Maurício O TCDF foi fundado no dia 13 de abril de 1960, conforme consta da Lei nº 3.751, sancionada na mencionada data pelo presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira. Todavia, a instalação definitiva ocorreu no dia 15 de setembro do mesmo ano, com a posse dos três primeiros ministros, todos mineiros, a saber: Cyro Versiani dos Anjos, Moacyr Gomes e Souza e Saulo Diniz. A denominação ministros foi alterada pela EC nº 1/69, quando passou a designar os membros dos tribunais de contas dos estados e do DF, como conselheiros. Ministro Cyro dos Anjos Ministro Moacir Gomes e Souza Ministro Saulo Diniz Fotos: Acervo do Memorial do TCDF 11

[close]

p. 12

Assecon 30 anos Depois de apresentadas estas breves considerações de ordem histórica, no que diz respeito à composição do primeiro plenário do TCDF, presto aqui a minha homenagem aos quatro primeiros servidores que foram nomeados no dia 4 de outubro de 1960: Marcírio Vieira Flores, gaúcho de Carlos Barbosa e registrado na cidade de Caxias do Sul, no dia 3 de agosto de 1924. Faleceu no dia 10 de outubro de 2009, em Brasília - DF; Joaquim Lopes de Moura, paraibano de Campina Grande. Ele faleceu no dia 14 de janeiro de 2001; Maurício Alves da Silva (Maurício Barbeiro), piauiense de Piripiri, mora em Taguatinga – DF e Etani Menezes Cardoso, sergipana de Malhador. Ela mora no Park Way – DF. Marcírio Vieira Flores, primeiro servidor do TCDF - No detalhe a carteira de identidade funcional do senhor Marcírio, e sua última foto tirada por Remy Soares de Carvalho Joaquim Lopes de Moura, Maurício Alves da Silva e Etani Menezes Cardoso. 12

[close]

p. 13

Assecon 30 anos À medida que o tribunal foi crescendo – mais especificamente, com a mudança para o prédio onde hoje está instalado o Banco de Brasília, no Setor Bancário Sul –, os servidores decidiram organizar as festas de fim de ano nas dependências da própria instituição, que funcionava no 4º e 5º andares. Em 1970, houve a primeira festa de fim de ano, com o servidor Joaquim Lopes de Moura fazendo o papel de Papai Noel. A festa foi um enorme sucesso e contou com a presença do presidente ministro Cyro dos Anjos, do auditor Dr. Jesus da Paixão Reis e do diretor-geral de administração - Dr. Sérgio Augusto Lafetá. As fotos, em preto e branco, se encarregaram de preservar, para a história, aqueles momentos de alegria. Festa de confraternização. TCDF, 1970, com destaque ao ministro Cyro dos Anjos, Dr. Sérgio Lafetá e o Papai Noel – Joaquim Lopes de Moura. Raimundo Matheus Figueiredo e esposa. Ágatha Reis e sua filha Isabella Reis. Os filhos do Dr. Sérgio Lafetá e os filhos da Alzira Silva. Fonte – Memorial do TCDF Muitas crianças que apareceram na primeira fotografia de uma festa realizada no TCDF, tempos depois se tornaram servidores da Corte de Contas, a exemplo da Isabella Reis, que hoje integra a Assessoria de Comunicação Institucional, na área de atendimento ao público externo. A Isabella é filha da servidora pioneira Ágatha Maria do Rosário Reis Gomes, que por sua vez é irmã do Dr. Jesus da Paixão Reis. Ele era casado com a servidora Maria Alves de Castro Reis e foi o primeiro auditor (substituto de conselheiro) do TCDF. Figura de destacada presença nos ciclos universitários de Goiás, era sobrinho do ministro Segismundo de Araújo Melo, tio da servidora Maria Celeste de Melo Pereira, mãe das servidoras Márcia Tiscoski e Martha de Melo Pereira Alves. Todos dignos representantes de Luziânia-GO Agatha e Isabela Reis Maria Celeste e suas filhas, Márcia e Martha 13

[close]

p. 14

Assecon 30 anos Inauguração do Edifício TCDF - Março de 1972 Outras festas foram realizadas no TCDF, enquanto a sede definitiva estava em fase de construção na Praça do Buriti. As festas tomaram vulto significativo, logo após a inauguração do prédio do TCDF pelo presidente da República Emílio Garrastazu Médici, em março de 1972, quando presidia a Casa o conselheiro Geraldo Ferraz. No que concerne às ações sociais e festivas no âmbito do TCDF, naquele tempo, merece destaque a atuação das filhas do conselheiro Ferraz – Beth e Marilena. Elas sempre contaram com o inestimável apoio da Clarinha Salles, filha do conselheiro Heráclio Salles, baiano de Santo Amaro da Purificação, sogro do cantor e compositor Osvaldo Montenegro. Em 1972, o tribunal viveu a maior modificação no seu quadro de pessoal, com o ingresso de muitos servidores que foram contratados, especialmente, para os serviços de manutenção do novo prédio e para a prestação de serviços na área de apoio administrativo. Beth Ferraz 14

[close]

p. 15

Assecon 30 anos TCDF, início do recesso de 1976. Moacir Valério, Louraci, Anita, Maria Helena - Esposa do Ronir e Maria Sila. Foi, sem dúvida, a maior modificação relacionada ao percentual dos servidores admitidos, se comparado ao pequeno quadro de funcionários que vieram das antigas instalações por onde o tribunal havia passado em seus 11 anos de existência: MEC, IAPI e BRB. Com espaço adequado para a promoção de grandes eventos – principalmente o hall do edifício-sede, hoje edifício-anexo – as festas começaram a se multiplicar, inclusive com o custeio integral das despesas pelo próprio tribunal, pois, à época, havia a previsão legal de recursos para eventos dessa natureza, o que proporcionava a ampla distribuição de cestas natalinas e presentes para as crianças que compareciam às festas de fim de ano. Todos traziam no rosto infantil profundas curiosidades sobre os presentes que levariam para casa. As festas marcavam, também, o fim do exercício das atividades de controle externo e delimitavam o início do recesso regimental, no início da segunda quinzena de dezembro, de cada ano. Era tudo muito chique. As mulheres aproveitavam para exibir seus vestidos com alto padrão de qualidade. Para cada ano, uma novidade. Havia missas, cultos evangélicos e apresentação de músicas clássicas nesses eventos, que sempre representavam o que havia de melhor no momento na capital federal. A equipe das organizadoras das festas cresceu bastante com o ingresso das servidoras Patrícia Lemos de Assunção, Sílvia Cristina, Siglinda Barroso, todas filhas de conselheiros. O nível da organização cresceu na mesma proporção. Naquele momento, a Administração Pública no Brasil vivia o auge do Regime Militar. Os militares se esbaldavam na organização dos seus eventos, que contemplavam gregos e troianos. Havia um enorme clima de felicidade, ainda que as ações de liberdade e de m a n i f e s ta ç õe s i de ológ i c a s f o s s e m tremendamente controladas pelos órgãos de repressão da ditadura. No TCDF os garçons da época estavam muito bem representados pelo Geraldo Júlio Barreto; Antônio, irmão da Alzira; Carlinhos; Francisco Galdino e outros mais. Eles trabalhavam com esmero para servir a galera. Tudo era festa! 15

[close]

Comments

no comments yet