Revista UNIVERSITAS - nº 6 - ISSN 1984-7459

 

Embed or link this publication

Description

Revista do Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium - Araçatuba

Popular Pages


p. 1

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba 1

[close]

p. 2

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba 2

[close]

p. 3

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba UNIVERSITAS Revista do Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium - Araçatuba (São Paulo) 2014 - nº 6 3

[close]

p. 4

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba 4

[close]

p. 5

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium UniSALESIANO de Araçatuba Conselho Diretivo Pe. Luigi Favero Presidente Prof. André Luis Ornellas Vice-Presidente Profª. Carla Komatsu Machado Coordenadora da Revista Conselho Editorial Profª. Ana Carolina Frade Gomes Prof. André Rowe Prof. Antônio Moreira Profª. Ariadine Pires Profª. Carla Komatsu Machado Profª. Claúdia Cristina Cyrillo Pereira Profª. Claúdia Lopes Ferreira Prof. Fernando Sávio Prof. Helton Laurindo Simonceli Prof. José Carlos Lorenzetti Profª. Maria Aparecida Teixeira Profª. Mirella Martins Justi Prof. Nelson Hitoshi Takiy Prof. Rafael Silva Cipriano Profª. Rossana Abud Cabrera Rosa Prof. Rubens Guilhemat Prof. Washington Rodrigues Conselho Consultivo Prof. Alcides Mazzini - Português (In Memoriam) Profª. Ana Paula Saab - Português Profª. Lilian Pacchioni Pereira de Sousa - Português Prof. Jeferson da Silva Machado - Português Profª. Sueli do Nascimento - Português Projeto Gráfico Prof. Maikon Luis Malaquias MSMT UniSALESIANO Araçatuba Rodovia Senador Teotônio Vilela, 3.821 - Jardim Alvorada - Araçatuba - SP - Brasil Tel. (18) 3636-5252 - Fax (18) 3636-5274 E-mail: unisalesiano@unisalesiano.com.br 5 Site: www.unisalesiano.edu.br

[close]

p. 6

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba Ficha catalográfica elaborada pela Biblioteca Papa João Paulo II - UniSALESIANO - Campus Araçatuba – SP Universitas: Revista do Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium – Araçatuba (São Paulo). – v. 6, n. 6, jan./dez. – Araçatuba: UniSALESIANO, 2014. Revista semestral. Textos em português. ISSN 1984-7459 1. Direito. 2. Engenharia Civil 3. Engenharia da Computação. 4. Engenharia Mecatrônica. 5. Farmácia. 6. Educação Física. 7. Fisioterapia. 8. Comunicação Social. 9. Medicina Veterinária. I. UniSALESIANO Araçatuba (SP) CDU 001.2(050) 6

[close]

p. 7

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba ÍNDICE Editorial............................................................................................................................11 DIREITO Immutabilità e Dinamicità Del Diritto Naturale Arlindo Pereira de Lima................................................................................................................................13 ENGENHARIA CIVIL Utilização de resíduos de borracha de pneu na fabricação de tubos de concreto Rodolfo Mori Queiroz, Thiago Francisco Silva Trentin, Ana Paula Fugii, Mauro Mitsuuchi Tashima, José Luiz Pinheiro Melges, Jorge Luís Akasaki e Jordi Payá.......................................32 ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO Simulador computacional para o cômputo do conteúdo harmônico de corrente em conversores de potência Adriano dos Santos e Souza (in memorian), Júlio Borges de Souza, Luís Carlos Origa de Oliveira e Rodrigo Nunes de Oliveira.......................................................................................................49 Análise e complexidade de algoritmos de ordenação através de uma ferramenta computacional Juliana Aparecida Zago, Lucas Basquerotto da Silva e Lucilena de Lima...............................65 Metodologias ágeis e ferramenta GeneXus aplicadas ao desenvolvimento de Sistemas de Vendas Josiane Torres da Costa, Jacqueline Santos Chaves, Pâmela Serra Rodrigues, Elisângelo Aparecido Teixeira Silva e Lucilena de Lima........................................................................................84 7

[close]

p. 8

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba ENGENHARIA MECATRÔNICA Análise de questões de probabilidade de um instrumento de Letramento Estatístico no ensino fundamental Cátia Cândida de Almeida..........................................................................................................................103 Deficiência de glicose-6-fosfato desidrogenase FARMÁCIA Robson Gomes Engel, Ludimila Mayala Lemes da Silva e Vilma Clemi Colli.......................114 EDUCAÇÃO FÍSICA Coluna lombar e exercício de agachamento – Revisão de Literatura FISIOTERAPIA William Henrique Santos e Simone Galbiati Terçariol ...............................................................126 Incidência da diástase abdominal e sua relação com a lombalgia em puérperas, no Hospital da Mulher, da cidade de Araçatuba – SP Jéssica Goulart da Silva, Talita de Oliveira Pinto e Cíntia Sabino Lavorato Mendonça 137 Comparação da capacidade funcional de idosos: institucionalizados e independentes, antes e após a fisioterapia nos últimos dois anos Utilização da estabilização segmentar como terapêutica na dor lombar – Uma revisão de literatura Evanieli Batista Colevati, Tatiane Magalhães Criolo e Carla Komatsu Machado.............150 Cíntia Sabino Lavorato Mendonça, Maria Solange Magnani e Rodrigo KimCápua .......169 COMUNICAÇÃO SOCIAL Ética jornalística versus ética de mercado: a natureza dos meios de comunicação de massa Amanda Lino e Ana Paula Saab de Brito............................................................................................178 A TV aberta brasileira e o debate sobre um novo marco regulatório para a comunicação Carlos Henrique Demarchi........................................................................................................................199 8

[close]

p. 9

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba MEDICINA VETERINÁRIA Efeito da ivermectina na taxa de prenhez de novilhas Nelore (Bos indicus) Rafael Silva Cipriano, Maria Carolina Villani Miguel, Heni Falcão da Costa, Marcos Antonio Maioli, Leandro Mingroni Pavanello, David Giraldo-Arana, Emiliana Santana Batista, Rômulo Padula, Devani Mariano Pinheiro e Guilherme de Paula Nogueira........................................................................................................................................................... 215 Influência do sistema de produção in vitro sobre a proporção de sexo em embriões bovinos Beatriz Caetano da Silva Leão, Nathália Alves de Souza Rocha-Frigoni, Rafael Silva Cipriano e Gisele Zoccal Mingoti.............................................................................................................227 Normas para autores..........................................................................................................................245 9

[close]

p. 10

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba 10

[close]

p. 11

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba Editorial Chega às suas mãos a sexta edição da nossa revista universitária. Neste número crescem os artigos, sobretudo no campo das engenharias e também do novo curso de medicina veterinária. Há um importante artigo sobre a natureza humana e a lei natural, parte de uma tese de doutorado em Roma. Os jovens buscam na universidade os conhecimentos necessários para construir seus projetos de vida. Devemos ainda nos perguntar: como educar com eficácia, na segunda década do século XXI? Em que consistem as novas competências, requeridas pela realidade de hoje? Como a comunidade educativa universitária - professores, funcionários administrativos e gestores – incorporando e assumindo os valores e princípios do projeto educativo educacional, podem contribuir para o futuro desses jovens? As aceleradas mudanças na vida econômica, política e social dos últimos anos parecem valorizar o papel da educação. O desenvolvimento da ciência e da tecnologia, sobretudo da tecnologia da informação, provocam mudanças profundas no mundo do trabalho, que já se tornou mais complexo, exigente e seletivo, e na própria educação. O conhecimento se torna a ferramenta mais importante para desenvolver suas perspectivas de carreira e alcançar as metas que cada um se propõe. Nesses tempos de redes sociais e de múltiplos recursos, que expandem nossas possibilidades de relacionamento, se torna decisiva a capacidade de tecer relações significativas. A universidade é a grande comunidade em que o acadêmico pretende se inserir. Desejo a você, prezado leitor, a alegria de conhecer os conteúdos que lhe são propostos nessa edição. Está aqui o fruto da reflexão, pesquisa e dedicação de mestres e doutores das áreas acadêmicas. Pe. Luigi Favero Diretor Geral 11

[close]

p. 12

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba 12

[close]

p. 13

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba Immutabilità e Dinamicità del Diritto Naturale Immutability and Dynamics of Natural Law SOMMARIO Arlindo Pereira de Lima1 Il tema del diritto naturale si giustifica oggi, davanti a due accuse contraddittorie che sono poste continuamente: quella di essere tanto conservatore e statico da arrestare il corso della storia, e quella di essere troppo rivoluzionario e dinamico. Il discorso non è nuovo, poi la tradizione classica ha ammesso la varia adattabilità del Diritto Naturale alle situazioni storiche concrete. Sull’aspetto dottrinale circa l’immutabilità è assolutamente necessario non distogliersi dal fine ultimo, ma non è necessário tendere positivamente al proprio fine ultimo sempre ed in quel modo determinato. Sarebbe falsa la nozione di diritto naturale se, dalla sua immutabilità essenziale, concludessimo per l’immutabilità assoluta delle norme. In realtà, lo stesso diritto naturale è suscettibile di variare e di evolversi. Nell’applicazione si nota che, a misura che gli uomini vanno affermando e perfezionando la loro sensibilità morale e giuridica, vanno prendendo sempre più conscienza di tutto ciò che implica questa legge naturale scritta da Dio nei loro cuori, ed è proprio questo “Consensus” dell’umanità che ci dà con ogni probabilità il segno delle richieste della legge naturale. Alla fine si conclude che l’immutabilità del diritto naturale non impedisce la sua dinamicità, ma che le da la vera consistenza, possibilitando cosí le diverse applicazioni come graficamente lo rappresanta il Graneris: “ I precetti naturali sono come altrettanti pendoli, fissi nel cielo e oscillanti in terra. Quanto più ci allontaniamo dal firmamento, discendendo, tanto maggiore diventa l’ampiezza delle possibili oscillazioni; ma l’attacco deve restare saldo”. Parola chiave: Consensus; l’immutabilità; Naturali; Diritto. 1 Doutor em Direito Civil, pela Universidade Laterenense, Roma. Atualmente Professor do Centro Universitário Católico Salesiano – UniSALESIANO de Araçatuba SP 13

[close]

p. 14

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba ABSTRACT The natural law theme justifies itself today, facing two contradicting charges that are placed continuously: the one that being so conservative and static, breaking history’s course, and the one of being revolutionary and dynamic. The speech is not new, because the classical tradition admitted the adaptability of natural law to concrete historical situations. About the doctrinal aspect of adaptability it is absolutely necessary to not take the attention away from the ultimate goal, but it is not necessary to tend positively to the last goal, always in a determined way. The natural law’s idea would be false if, from his essential immutability, we took the conclusion from the absolute immutability of standards. In fact, the natural law itself can vary and evolve. On the application, it can be noticed that, as men claim and improve their moral and legal sensibility, they get more conscious of everything that implies this natural law, written by God in their hearts and it is exactly this mankind’s “consensus” that gives us, with high probability, the sign of the natural law’s requirements. It can be concluded that the natural law’s immutability does not prevent its dynamics, but gives it consistency, allowing different applications such as graphically presents the Graneris: “natural precepts are like pendulums, fixed in the sky and swaying on Earth. The more we move away from the firmament going down, the bigger becomes the amplitude of possible variations; but the point that holds the pendulums should stay firm. “ Keywords: Consensus; The immutability; Natural; Right. Introduzione Il discorso sull’immutabilità e dinamicità del diritto naturale viene ripreso per essere un tema ancora attuale. Al diritto naturale sono poste continuamente due accuse contradditorie: quella de essere tanto conservatore e statico da arrestare il corso dela storia, e quella di essere tanto rivoluzionario e dinamico da compromettere quel minimo indispensabile di stabilità necessaria alla vita giuridica ed associata. 14

[close]

p. 15

UNIVERSITAS - Revista Científica do UniSALESIANO de Araçatuba “positività”, “storicità” e “umanesimo” di qualsiasi diritto. Se il Medioevo nella sua visione immobile delle realtà ha insegnato l’immutabilità del D.N., oggi la cultura deve assumere un atteggiamento conforme le sue aspirazioni di movimento e di transformazione. Recentemente il Comitato Nazionale di Bioetica si é pronunciato sull’ eutanasia passiva e statuto dell’ embrione2 . In Francia c’é una proposta di legge: legalizzare l’eutanasia in caso di senilità3. In parecchie nazioni stanno tramitando nel congresso le legislaszioni sull’ aborto. Da un lato l’immutabilità del D.N. e da un’altro lato le esigenze di trasformazione di una societá. Queste esigenze sarano, forse, un tentativo de mutare il Diritto Naturale? Lo scopo del mio lavoro é dimostrare che ha una immutabilitádel D.N,, peró allo stesso tempo c’é una plastocitá, ossia una dinamicitá dello stesso Diritto Naturale. Osservazioni preliminari Prima di dare una soluzione al problema ci sembra qui oportuno ricordare che il problema dell’ immutabilità del D.N. non é nuovo: Graziano nel suo “decreto” propone explicitamente il quesito: “non videtur ius naturale immutabile permanere”4 . Passa quindi ad esaminare le ragioni che sembrano militare in favore dela tesi negatrice dela immutabilità, e quindi conclude: “His itaque respondetur: naturale ergo ius ab exordio rationalis creaturae incipiens manet immobile”5. L’ Aquinate propone il quesito: “Utrum lex naturae mutari possit”6, e risponde affermando che la legge naturale é immutabile ma non in 2 Avvenire 1 aprile 1990. 3 La Stampa 3 aprile 1990. 4 Dict. Intr. V . 5 Dict. Post. C. 3 Dist. VI. 6 Sum. Theol. I, II Gg. XCV art. V. Il problema della immutabilità del D.N. ha assunto oggi una importanza straordinaria a motivo delle istanze esistenzialiste, storicistiche e realistiche, reclamando quella che oggi i giuristi appellano 15

[close]

Comments

no comments yet