Apostila Inclusão Digital

 

Embed or link this publication

Description

Siticommmm

Popular Pages


p. 1

PROJETO INCLUSÃO DIGITAL SITICOMMM APOSTILA INCLUSÃO DIGITAL CONHEÇA MAIS ACESSANDO www.siticommm.com.br

[close]

p. 2

Apresentação A apostila de Conceitos Básicos de Informática tem por objetivo apresentar aos alunos os conceitos relacionados à área de tecnologia. Introdução Os computadores estão cada vez mais presentes no dia-a-dia das pessoas. Essa presença, muitas vezes, nem ao menos é percebida. Quando usamos o telefone, por exemplo, estamos nos conectando a uma complexa rede de equipamentos telefônicos cujo gerenciamento e operação é feito com o auxílio de computadores. Aparelhos de som, celulares, DVDs Players, automóveis, videogames e vários outros dispositivos e equipamentos utilizam as tecnologias que são desenvolvidas a partir do computador. Da mesma forma, as pesquisas científicas nas áreas da saúde, educação e meio ambiente são viabilizadas devido ao amplo uso do computador como ferramenta de pesquisa auxiliar. Devido à crescente importância do computador, é fundamental para qualquer pessoa conhecer e dominar os conceitos e tecnologias que cada vez mais estão presentes nas nossas vidas. Dados, Informação e Conhecimento. Antes de falarmos mais sobre o computador, é interessante apresentarmos alguns conceitos relativos aos motivos que levaram os seres humanos a desenvolverem máquinas tão complexas e formidáveis. O primeiro conceito que podemos explorar é o conceito de dado, um dado é um registro sobre alguma coisa. Quem atribui um significado ou importância a um conjunto de dados é a pessoa que o está avaliando. Isso se torna claro quando percebemos que alguns conjuntos de dados possuem significado para algumas pessoas, enquanto que para outras, o mesmo conjunto não passa de um amontoado de registros sem sentido. Quanto um conjunto de dados passa a ter sentido e importância para uma pessoa, podemos renomear esse conjunto com o sugestivo termo chamado informação. Informação é o conjunto de dados que, dentro de um determinado contexto, possui significado e importância para as pessoas que estão inseridas dentro dele. Com o passar do tempo, a informação que acumulamos acaba por ser à base de construção para aquilo que chamamos conhecimento. O conhecimento é o resultado das nossas experiências individuais ou coletivas associado ao conjunto de informações acumuladas sobre diversos ambientes durante um período de tempo. A análise de um conjunto de dados transforma-se em informação. Com o passar do tempo, o conjunto de informações dá origem ao que chamamos de conhecimento. Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 2

[close]

p. 3

   Dado:um registro sobre alguma coisa; Informação: Conjunto de dados com sentido e importância relevante; Conhecimento: Resultado das nossas experiências individuais ou coletivas associado ao conjunto de informações acumuladas sobre diversos ambientes durante o tempo. O desenvolvimento dos computadores só foi possível devido ao acúmulo de conhecimento do ser humano, que reuniu as informações adequadas e a sua experiência coletiva para criar e aprimorar máquinas cujo objetivo é justamente o de auxiliar a transformação de conjuntos de dados em informação útil. Ou seja, o trabalho de armazenar, catalogar, selecionar, classificar, reproduzir etc. é do computador. Para nós, usuário do computador cabe à definição daquilo que deve ser feito pelo computador para alcançarmos a informação que nos é útil.  Objetivo do computador: auxiliar a transformação de conjuntos de dados em informação útil, ou seja, podemos imaginar o computador como uma máquina que possui uma entrada e uma saída. Na entrada, alimentamos o computador com conjuntos de dados. Ao receber as informações, o computador realiza o processamento, que consiste em uma série de operações, cálculos e instruções com os dados inseridos. Ao final do processamento, o computador apresenta como saída, as informações resultantes do processamento. Classificamos toda a parte física do computador (aquilo que podemos ver e tocar) como Hardware. Para as operações, cálculos e instruções que são executadas dentro do computador damos o nome de Software. Em relação ao Hardware, podemos, ainda, ter outra divisão. Para fazermos a entrada dos conjuntos de dados, podemos usar Dispositivos de Entrada de dados. O processamento é feito na CPU, cuja sigla, em português, quer dizer Unidade Central de Processamento. Terminado o processamento, as informações resultantes são exibidas nos Dispositivos de Saída. Veremos, com detalhes, cada uma dessas classificações nos próximos capítulos. O que é informática? Informática significa informação automática, ou seja, informação rápida. Você consegue informações rápidas através dos computadores. O que é computador? É uma máquina capaz de realizar uma grande variedade de tarefas, dependendo de como for programado (orientado) pelo usuário (pessoa que utiliza o computador). Na sua casa você utilizar a televisão, o rádio, o vídeo cassete sem poder alterar o que esses aparelhos eletrônicos fazem. Já com o computador não acontece o mesmo. É possível modificar as suas Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 3

[close]

p. 4

funções introduzindo um novo programa. O computador realizara as tarefas para que foi programado, sozinho ele não faz nada. Para que serve o computador? Essa máquina versátil serve tanto para você digitar um texto qualquer, como para um homem de negócios. Um advogado ou um técnico usá-la com programas sofisticados para auxiliá-los. Você pode fazer desenhos como um engenheiro pode fazer suas plantas ou projetos complicados. Você pode jogar no computador do mesmo modo que um piloto pode controlar o avião, também com o computador. Você pode fazer contas como um economista pode realizar grandes cálculos. O computador também é um meio de comunicação. Com o computador podemos conversar com o mundo através da Internet. Esquema do Computador O funcionamento de um computador depende de seu Software e de seu Hardware.  Hardware: São as peças que fazem parte do computador, ou seja, tudo aquilo que podemos tocar. É a parte física do computador. Exemplo: Placas, disco rígido, drive, mouse, teclado etc.  Software: São os programas que comandam o funcionamento do equipamento. Os programas que iremos utilizar no computador. Exemplo: Windows, pacote Office (Word, Excel, Power Point). Para o funcionamento do computador é preciso do HARDWARE + SOFTWARE. Um depende do outro, sem um o outro não funciona. Se você tiver o hardware e não tiver o software você não irá conseguir utilizar o seu computador e vice-versa. Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 4

[close]

p. 5

Tipos de Computadores Microcomputadores   All In One – São computadores que dispensam o uso de gabinete, pois os periféricos ficam na parte interna do monitor. Desktop – Modelo padrão de computador de mesa onde os componentes ficam protegidos por uma caixa geralmente de metal. Notebooks  Notebook – é um computador portátil, leve, projetado para ser transportado e utilizado em diferentes lugares com facilidade. Geralmente um laptop contém tela de LCD (cristal líquido), teclado, mouse (geralmente um touchpad, área onde se desliza o dedo), unidade de disco rígido, portas para conectividade via rede local ou fax/modem, gravadores de CD/DVD. Os mais modernos não possuem mais a entrada para discos flexíveis (disquetes), e, havendo necessidade de utilizar um desses dispositivos, conecta-se um adaptador a uma das portas USB. Ultrabook – é um tipo de subnotebook (laptop ultrafino) definido pela Intel. Criado no ano de 2011 é uma iniciativa da Intel para criar um mercado PC para concorrer com o Apple Inc. MacBook Air. A empresa decidiu investir a quantia de 300 milhões de dólares em empresas que desenvolvam produtos e serviços para expandir o mercado de ultrabooks. Segundo Mooly Eden, diretor da área de computadores da Intel, os ultrabooks possuirão telas sensíveis ao toque, comandos por reconhecimentos de voz, maior autonomia de bateria e menor preço.  Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 5

[close]

p. 6

Tablet/ Smartphone  Tablet – Um tablet, também conhecido como tablet PC, é um dispositivo pessoal em formato de prancheta que pode ser usado para acesso à Internet, organização pessoal, visualização de fotos, vídeos, leitura de livros, jornais e revistas e para entretenimento com jogos. Apresenta uma tela sensível ao toque (touchscreen) que é o dispositivo de entrada principal. A ponta dos dedos ou uma caneta aciona suas funcionalidades. É um novo conceito: não deve ser igualado a um computador completo ou um smartphone, embora possua funcionalidades de ambos. Smartphone –é um telemóvel com funcionalidades avançadas que podem ser estendidas por meio de programas executados por seu sistema operacional. Os sistemas operacionais dos Smartphone permitem que desenvolvedores criem milhares de programas adicionais, com diversas utilidades, agregados em sites como o Google Play. Geralmente um smartphone possui características mínimas de hardware e software, sendo as principais a capacidade de conexão com redes de dados para acesso à internet, a capacidade de sincronização dos dados do organizador com um computador pessoal, e uma agenda de contatos que pode utilizar toda a memória disponível do celular – não é limitada a um número fixo de contatos. Um smartphone pode ser considerado um telefone celular com as funcionalidades de um PDA.  Supercomputadores É um computador com altíssima velocidade de processamento e grande capacidade de memória. Tem aplicação em áreas de pesquisa que grande quantidade de processamento se faz necessária, como pesquisas militares, científica, química, medicina. Supercomputadores são usados para cálculos muito complexos e tarefas intensivas, como problemas envolvendo física quântica, mecânica, meteorologia, pesquisas de clima, modelagem molecular (computação nas estruturas e propriedades de compostos químicos, macromoléculas biológicas, polímeros e cristais) e simulações físicas, como simulação de aviões em túneis de vento, simulação da detonação de armas nucleares e investigação sobre a fusão nuclear. Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 6

[close]

p. 7

As Principais Partes do Computador Um computador é composto de diversas partes. Abaixo segue um computador e suas partes descritas. Como o Computador Funciona O computador é uma máquina com dispositivos eletrônicos capaz de agrupar informações, realizar tarefas e armazenar dados. Para entender melhor como um computador funciona, o computador foi dividido em unidades, as quais receberão o nome de entrada, processamento e saída.  Unidade de entrada: Componentes que permitem a entrada dos dados a serem processados.  Unidade de processamento:Permite o processamento informações que entram com um objetivo específico. (transformação) das  Unidade de saída: Permitem exibir ou guardar as informações que são processadas. Dispositivos de Entrada Para fazermos o processamento de um conjunto de dados, primeiramente, é necessário fornecê-lo ao computador. Para isso, devemos ter alguma forma de interagir com ele, inserindo dados e instruções para que ele calcule os resultados desejados. Para inserir os dados e instruções, usamos os Dispositivos de Entrada de Dados. Esses dispositivos são fundamentais para a operação de um computador por um usuário. Para os computadores atuais, dois dispositivos são praticamente indispensáveis: o teclado e o mouse. Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 7

[close]

p. 8

     Teclado Mouse Microfone Scanner Câmera de vídeo Dispositivos de Saída Uma vez que fizemos a inclusão dos dados através de um dispositivo de entrada e o computador realizou o processamento, é o momento de obtermos o resultado final da operação através de um Dispositivo de Saída.    Monitor Impressora Caixas de Som Componentes e Periféricos Estabilizador Antes de ligarmos o computador, vamos conhecer um dispositivo básico para o seu funcionamento adequado. O estabilizador tem a função de regular a tensão elétrica da energia fornecida para o computador. Ou seja, ele evita oscilações que podem comprometer o funcionamento do computador e, por consequência, causar a perda de informações do usuário. Na figura ao lado temos o estabilizador, a uma caixinha com um interruptor e leds frontal. Outro tipo de dispositivo similar, mas mais aprimorado, é o Nobreak. O nobreak, além de evitar oscilações prejudiciais ao computador, reserva energia para situações de falta de luz. Assim, o usuário tem tempo de salvar as suas informações e desligar o computador normalmente, evitando maiores prejuízos devido á uma falta inesperada de energia. Gabinete Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 8

[close]

p. 9

O gabinete é o local onde está o componente mais importante para o funcionamento do computador: a CPU ou processador. O processador é o cérebro do computador, pois é nele que são executados as instruções e cálculos que permitem que os resultados desejados pelo usuário sejam obtidos. Além do processador, é no gabinete que encontraremos vários outros componentes importantes, entre os quais podemos destacar:        Os discos rígidos, responsáveis pelo armazenamento principal dos dados no computador; A placa de vídeo, que é uma placa eletrônica que faz a conexão com o monitor; A placa de rede, também uma placa eletrônica que permite a conexão de um computador com outros computadores; A fonte de energia, onde conectamos o cabo de força que fará a alimentação de energia elétrica do computador. A placa-mãe, que centraliza e permite a comunicação de todas as conexões das placas e do processador numa só estrutura; Os módulos de memória, cuja funcionalidade é armazenar as informações utilizadas pelo processador. É um componente importante para definir o desempenho do computador; Leitor de CD/DVD, que permite ao computador ler CDs de áudio ou dados e reproduzir ou até gravar DVDs. Placa-mãe Na placa-mãe estão contidos o processador, a memória, os conectores de expansão e os circuitos de apoio. Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 9

[close]

p. 10

Microprocessador Manipula e processa dados. É o cérebro do computador. Memória São circuitos integrados com as funções de escrita, gravação ou armazenamento de dados; ou leitura e recuperação de dados. Padrões utilizados atualmente: DDR, DDR2 E DDR3. Drive de Disquete Permite ler e gravar dados em disquetes. O drive mais comum é o de 3½ com capacidade de armazenamento de 1,44 MB. (Pouco uso atualmente). Leitor de cartão de memória Os leitores de cartão de memória substituíram os drives de disque te nos gabinete. Normalmente possui entradas para os formatos mais utilizados como, por exemplo: Micro SD, Memory Stick etc. Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 10

[close]

p. 11

Disco Rígido Mídia magnética que armazena dados de forma definitiva. Atualmente os formatos mais utilizados são o SATA e SSD. Combo de mídias Os drives Combo suportam CD, DVD e o novo formato de mídia chamado de blu-ray. A diferença entre cada mídia fica por conta da tecnologia utilizada e espaço de armazenamento. Segue os dados abaixo:    CD – 700mb; DVD -4.7gb; Blu-ray – 25gb até 50 Gb. Teclado Dispositivo de entrada de dados, semelhante às máquinas de escrever. Mouse Dispositivo de entrada de dados, onde o usuário aponta para um determinado item na tela. Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 11

[close]

p. 12

Monitor Dispositivo de saída, onde as informações são apresentadas ao usuário. Observe os monitores acima. O monitor de Led é a tecnologia mais nova com alta qualidade de cores, designer fino e consome pouca energia; o monitor CRT é uma tecnologia já ultrapassada maior do que os de leds, resolução baixa e consome mais energia. Impressora Dispositivo de saída, que permite a obtenção de cópias em papel de textos, gráficos, desenhos e outros trabalhos criados no computador. Scanner É um aparelho que digitaliza uma imagem. É como uma máquina de fotocópia, mas ao invés de copiar, torna cada ponto de cor uma imagem, fotografia ou um texto em uma imagem digitalizada no computador. Dispositivo de entrada. Multifuncional É um periférico que reúne em um único dispositivo uma impressora, scanner e copiadora. Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 12

[close]

p. 13

Softwares (Sistema Operacional) O que é Windows? Microsoft Windows é uma popular família de sistemas operacionais criados pela Microsoft, empresa fundada por Bill Gates e Paul Allen. Antes da versão NT, era uma interface gráfica para o sistema operacional MS-DOS. O Windows é um produto comercial, com preços diferenciados para cada uma de suas versões. É o sistema operacional mais utilizado em computadores pessoais no mundo, embora uma grande quantidade de cópias seja ilegal. O impacto deste sistema no mundo atual é muito grande devido ao enorme número de cópias instaladas. Conhecimentos mínimos desse sistema, do seu funcionamento, da sua história e do seu contexto são, na visão de muitos, indispensáveis, mesmo para os leigos em informática. A atual versão estável do Windows para desktops é o Windows 8, lançado em 26 de outubro de 2012. Para servidores o Windows Server 2008 R2 é a versão mais recente e estável. Ligando o computador. A. Verificar os cabos de energia do PC (microcomputador). B. Verificar se a voltagem está correta (110 volts ou 220 volts), geralmente os PCs trabalham em 110v. Existe uma chave seletora atrás do PC, perto da conexão do cabo de energia. Se não souber, procure alguém que possa auxiliá-lo(a). C. Verificar se existe um estabilizador de voltagem, e se existir, verificar a voltagem da mesma (110v ou 220v), que deve ser compatível com a voltagem utilizada na sua casa/trabalho: Deve existir uma chave seletora atrás do estabilizador também. Estabilizador é um equipamento utilizado para proteger seu computador contra variações de energia elétrica, que sempre ocorrem sem percebermos, mas que afetam o bom funcionamento dos mesmos.Recomenda-se que sempre utilize estabilizadores de tensão e voltagem para equipamentos eletrônicos. D. Caso todos os cabos estiverem conectados, ligar o estabilizador. E. O estabilizador possui um botão Liga/Desliga de acesso e identificação simples. F. Ligar o PC através do botão Liga/Desliga. G. Aguardar os procedimentos de inicialização do PC. H. Informar senha e nome do usuário, caso existam e quando for solicitado. Veja na tela abaixo após o carregamento do SO, onde você deverá escolher qual usuário deseja utilizar, conhecida como tela de logon. Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 13

[close]

p. 14

Iniciando A área de trabalho é a principal área exibida na tela quando você liga o computador e faz logon no Windows. Ela serve de superfície para o seu trabalho, como se fosse o tampo de uma mesa real. Quando você abre programas ou pastas, eles são exibidos na área de trabalho. Nela, também é possível colocar itens, como arquivos e pastas, e organizá-los como quiser. A área de trabalho é definida às vezes de forma mais abrangente para incluir a barra de tarefas. Barra de Tarefa A barra de tarefas é aquela barra longa horizontal na parte inferior da tela. Diferentemente da área de trabalho, que pode ficar obscurecida devido às várias janelas abertas, a barra de tarefas está quase sempre visível. Ela possui três seções principais:    O botão Iniciar , que abre o menu Iniciar. A seção intermediária, que mostra quais programas e arquivos estão abertos e permite que você alterne rapidamente entre eles. A área de notificação, que inclui um relógio e ícones (pequenas imagens) que comunicam o status de determinados programas e das configurações do computador. Como é provável que você use a seção intermediária da barra de tarefas com mais frequência, vamos abordá-la primeiro. O que é o Botão Iniciar? O Botão Iniciar é, provavelmente, o Controle mais importante do Windows. Quando você ativa este botão, as opções do Menu Iniciar ficam disponíveis, e através delas você poderá executar qualquer aplicação em seu PC. Na verdade, praticamente tudo que você queira fazer em seu computador pode ser feito a partir do Menu Iniciar. Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 14

[close]

p. 15

Obs. A partir do Windows 8 o botão iniciar foi extinto! O Botão Iniciar (éconsequentemente o Menu Iniciar) pode ser acessado a partir de qualquer lugar no Windows. Para isso, basta pressionar as teclas Control e ESC simultaneamente. Uma vez estando nele, você poderá selecionar uma de suas opções pressionando as teclas para cima e para baixo. Quando um item tiver um submenu, você poderá entrar neste submenu pressionando Enter ou voltar ao menu anterior pressionando ESC. Para executar uma opção do Menu Iniciar, basta pressionar a tecla Enter após selecionar a opção desejada. Além das janelas, a área de trabalho contém pequenos desenhos (ícones) que representam atalhos para determinadas aplicações (tais como seu processador de textos ou editor de planilhas). Conhecendo o Menu Iniciar Pressione TAB para navegar pelas opções. Existem várias maneiras de executar um aplicativo, sendo que a mais comum é acionar através das teclas Ctrl + Esc o botão Iniciar. Opções do botão Iniciar: Logo após selecionar o grupo desejado através das setas e do Enter, por exemplo, o grupo Programas no xp e Todos os Programas no 7, basta selecionar um de seus itens da mesma maneira. Selecione Acessórios>Calculadora. Material desenvolvido pela Trespontocom Sistemas Página 15

[close]

Comments

no comments yet